Amante Desperto

Amante Desperto J. R. Ward




Resenhas - Amante Desperto


203 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Caroll 18/09/2017

Simplesmente o melhor
""Estava morto até que me encontrou, embora respirasse.
Estava cego embora pudesse ver
E então chegou você e despertei.""
comentários(0)comente



Book.Obsession 11/09/2017

Perfeito!
Quem me conhece, sabe que sempre que tenho oportunidade recomendo a leitura dessa série para amigos, conhecidos e até desconhecidos. E que apesar de amar os volumes que já li, sem dúvidas Amante desperto é meu queridinho.

Nessa história vamos conferir um pouco sobre o enigmático Zsadist.
Temido por muitos, dono de uma fúria insana, J.R. Ward deu a esse guerreiro uma intensidade que poucos personagens têm dentro da trama.
Zsadist enfrenta muitos fantasmas ligados a seu passado e sempre está por um fio da explosão de sua fúria, muitas vezes a raiva o domínio e fica difícil segurar o mais sombrio dos guerreiros.
Somos transportados aos acontecimentos de antes e entendemos o que aconteceu para que tanto ele como seu irmão Phury, fossem afetados por tudo.

“ - Meu gêmeo não está triste ou confuso. Ele está destruído. Entende a diferença? Se ele estivesse uma das duas coisas talvez você pudesse arrumá-lo. Mas destruído? Tudo o que posso fazer é esperar para enterrá-lo.”


Phury acredita que seu irmão hoje não tem mais alma, justamente por Z. ter sido por muitos anos escravo de sangue. Sua Ama lhe judiou tanto que ele criou resistência a muitos tipos de tratamento, principalmente em ter sentimentos bons pelas pessoas e ser tocado por ela.
A história de Z. é assustadora, mas não menos envolvente.

"- Peguei você Bella - a voz de Zsadist. Grave. Potente. - Está a salvo. Livre de lá. Para sempre.
Tinha ido resgatá-la. Tinha ido resgatá-la...
Começou a soluçar. Pareceu que o automóvel diminuía a velocidade, mas, então, acelerou para o dobro.
Seu alívio foi tão grande, que adormeceu."


E tudo muda quando Bella cruza seu caminho. Após ele ver que ela está em perigo por ser perseguida por redutor, quando é sequestrada, Z. não consegue parar enquanto não a encontra. Cheio de fúria e querendo vingar Bella, sua cabeça não para de lhe atormentar, principalmente por ele não saber o que está sentindo, sendo capaz de gerar conflitos internos bem dolorosos.

Bella é uma aristocrata e não tem medo de Zsadist, muito menos do seu jeito e das marcas em seu corpo. Pelo contrário, a cada vez que pode ela quer estar mais perto desse guerreiro, fazendo-se constante em sua vida. Para tormento de Z.


Essa urgência e exigência que Bella sente por Z. é muito bacana de acompanhar, principalmente porque a autora nos mostra a total falta de habilidade dele de se relacionar com uma mulher, de entende-la, de segurar seu temperamento e ainda lidar com sentimentos que Zsadist desconhece.

“Quando me encontrou, estava morto, embora respirasse. Estava cego, embora pudesse ver. E então você chegou... e eu fui despertado.”

Claro que a história não foca apenas no envolvimento com deles. O passado dos irmãos é tenso, inclusive temos muitas cenas com Phury, as batalhas com os amigos da irmandade são fundamentais para a qualidade da trama e que segue com os redutores causando problemas, inclusive o Sr. O. E acredito que não só foi comigo quando eu li, mas com muitos leitores ficou impossível não sofrer com a história desse guerreiro e não se animar com os ganchos deixados para os próximos livros. Certamente teremos ainda muita coisa boa para acompanhar.

A série é excepcional, muito bem escrita, repleta de detalhes importantes, se mantém fluida e é cheia de altos e baixos. As cenas eróticas são bem conduzidas - casal tem muita química - e cheias de cuidados, não cansando o leitor pelo excesso de informações, consagrando-se assim como uma das melhores séries sobrenaturais já lançadas.

A série Irmandade da Adaga Negra encontra-se disponível nos sites e livrarias e vem sendo publicada pela Universo dos Livros.

site: http://www.bookobsessionblog.com/2017/09/resenha-amante-desperto-irmandade-da.html
comentários(0)comente



Welly 04/08/2017

Um romance de tirar o fôlego
Vemos aqui, mais uma continuação para a série da Irmandade da Adaga Negra. Desta vez teremos a fantástica história de Zsadist e Bella. Esta viciante obra, escrita por J. R. Ward, me deixou de queixo caído e com lágrimas nos olhos. Assim que comecei a ler, não consegui parar até descobrir o que viria a seguir e como esse romance se desenrolaria.

Zsadist é como a "ovelha negra" da família. Por muitos anos foi escravo de sangue, ainda carrega as cicatrizes desse período sombrio de sua vida que acabou quando seu irmão gêmeo, Phury, o salvou. Por conta disso, é sombrio e até seus irmãos, às vezes, temem-no. Não se importa de interpretar o papel de vampiro frio, cruel e perigoso, já que dentro de si ainda há muito ódio, raiva e rancor, mas também dor por tudo que sofreu. Isso começa a mudar, pouco a pouco, ao conhecer Bella.

Bella é uma vampira que faz parte da aristocracia em seu mundo. É forte, decidida e determinada. Eles se encontram no livro anterior e ela não se deixa abalar por suas cicatrizes, tatuagem ou seu jeito de bad boy. Aliás, ela o desejava e estava revolvida a tê-lo. Ela tenta se aproximar dele, mas Zsadist encontra maneiras de afastá-la de sua vida.

Essa determinação de Zsadist termina no momento em que ela é sequestrada pelo lessers e não consegue ser resgatada. Apesar de tudo, Zsadist não desiste da busca e faz de tudo para encontrá-la. Mas, quando consegue, ainda a quer longe dele, pois não se acha merecedor dela. Ele ainda a protege e fica ao seu lado enquanto se recupera, mas se acha impuro e está resolvido a não "sujar" Bella também.

Contudo Bella, sua Nalla, depois de tudo o que sofrera no cativeiro não se deixa abater por sua teimosia. Percebemos, então, que ao longo de sua vida ela conseguiu cicatrizes também, mas isso não a impede de tentar fazer com que Zsadist supere as dele. Está determinada a chegar perto do coração de Z e mostrar que ele é merecedor de todo o amor que ela quer dar. É perseverante e não desiste mesmo quando ele faz de tudo para que isso ocorra.

“Quando me encontrou, estava morto, embora respirasse. Estava cego, embora pudesse ver. E então você chegou... e eu fui despertado."

Ele livro é lindo. É difícil explicar com palavras como me senti quando a leitura terminou. Posso dizer que se continuar com esse nível, só lerei livros da J. R. Ward o resto da minha vida. É tão maravilhoso a maneira como ela criou essa história, nos mostrando como o amor é deslumbrante e como ele conserta tudo o que é necessário para encontrarmos a verdadeira felicidade.

O livro fala sobre superação e sobre a intensidade de sentimentos. Vemos, assustadoramente, a evolução do personagem principal. E Bella é a minha protagonista preferida dessa série até o momento, com tudo o que ela passou e fez para ajudar Z a se recuperar também. Além disso, assim como as protagonistas anteriores, ela é forte e não se deixa abalar por qualquer coisa.

Devo confessar que as cenas do Zsadist, desde o primeiro volume, me capturaram a atenção. Eu estava enfeitiçada por suas ações e enlouquecida para saber mais sobre os motivos pelo qual ele agia daquele modo. A prévia dele com Bella no livro anterior me alucinou e me fez ter vontade de ter Amante Desperto em mãos no momento para saber como tudo terminaria. A autora é simplesmente fantástica e sabe como conduzir uma história com um jeito admirável.

Enfim, é chocante o volume de emoção que é possível sentir com este livro. Eu me senti presenciando todos os acontecimentos narrados, tornando a leitura sensacional. Há acontecimentos que me tiraram o fôlego, ou meu chão. Eu só posso dizer que me apaixonei muito pelo Z, mas também por todo o livro. Para mim o livro mais lindo até o momento. Eu recomendo, sem a menor sombra de dúvidas!

site: https://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Roztriani 10/07/2017

Querida Ward, APRENDA A FOCAR!!!!
Puta que pariu, qual a dificuldade de focar na história do casal que está proposto na sinopse como o principal? Eu entendo a necessidade das histórias laterias... Ok, na verdade, eu não entendo. ELA PODE DESENVOLVER A HISTÓRIA DO PRÓXIMO CASAL NO PRÓXIMO LIVRO!!!!

Mas naaah, coloca o POV até da mãe Joana que é pra encher linguiça porque não tem necessidade da gente ter o POV daqueles vermes fedorentos de talco. Várias histórias são desenvolvidas sem que o inimigo tenha voz e ficam ótimas, porque o narrador pode falar isso de forma mais aleatória, não tão detalhado e o leitor vai entender perfeitamente.

O mais triste é que, mesmo esse sendo o terceiro livro, há mais 11 que já estão escritos e publicados e que eu quero muito ler, mas, ao mesmo tempo, preferia ir dormir a ter q passar pelo "eu te amo" depois de três dias juntos. Ah, pelo amor de Aslan. Os 'mano' são super badass, Zhadist sendo o pior/melhor deles, daí vai, em três dias "se apaixona" por essa mina completamente sem atributos psicológicos memoráveis e pronto: tá curado de todo PTSD. Sério, que decepção.

As histórias são maravilhosamente pensadas: A-M-O esse tipo de enredo. MAS É TRISTEMENTE MAL DESENVOLVIDO! Rezando para que o livro 5 seja melhor (já que o do Butch tá tão mal desenvolvido quanto. Além de adicionar mais uma história lateral I-N-Ú-T-I-L).
Kassi 10/07/2017minha estante
Você tá reclamando agora, mas deixa chegar lá pro livros 9, 10 e etc lol




Lory 04/07/2017

Amante desperto.
Encantada me resume neste momento. Muito legal a estória, talvez a melhor até agora. Zadist é incrível, e Bela é uma personagem muito boa também . No inicio, confesso que achava que seria um daqueles livros com um triangulo amoroso, onde a gente tem muita dificuldade em escolher um lado, já que Phury o irmão gêmeo de Zadist, também é um máximo. Mas não, Bela foi decidida desde o primeiro momento, deixando bem claro quem ela queria. Achei muito tenso em alguns momentos. Muito sofrimento, até em excesso , mas isso tudo se corrige com um final lindo como este. Vou iniciar o quarto livro logo, porque quero chegar em algumas estórias, que estão levantando uma grande curiosidade. Mortes inesperadas acontecem também, mas isso serviu para incendiar mais o livro, e deixando vários ganchos para as sequencias. Então partiu. Lendo em 3...2...1... bjos
comentários(0)comente



Ana Caroline 25/06/2017

A cada livro, tudo só melhora! Meu favorito <3
Zsadist é um personagem que estava aguardando ansiosamente sua história desde seu aparecimento no primeiro volume da saga da Irmandade da Adaga Negra. Com um passado perturbador e que o definiu como é atualmente, tinha-se muito o que explorar para deixar os leitores cativados. J.R. Ward fez isso. Prepare-se para ter seu coração destroçado.

Após ser sequestrada pelos Redutores — ainda em Amante Eterno — Bella perdeu a esperança de viver. Há semanas nas mãos do seu inimigo e não acreditando mais que alguém possa salvá-la, só reza para ir pro Fade — reino atemporal onde os mortos se reúnem com seus entres queridos por toda eternidade. Até que por um descuido do seu raptor, um dos vampiros civis levados para alimentá-la consegue fugir e falar com a Irmandade o local que estava e Bella ainda está.

Zsadist se tornou outra pessoa após o sequestro de Bella. Ainda não sabendo o porquê de estar tão abalado por esse vampira da aristocracia, cada redutor morto, cada possível captura de seu inimigo, ele pede informações sobre a mesma. Após semanas sem receber nenhuma pista, já pensando que estava morta, ele tem a notícia que Bella ainda está viva. Zsadist fará de tudo para que ela seja resgatada, arriscando que seus sentimentos nesse meio fiquem mais confusos ainda. Seu passado, sua vergonha por tudo que aconteceu, seus medos falarão mais altos em diversos momentos, fazendo com que talvez não enxergue uma felicidade no fim do túnel. Será capaz dele superar isso tudo com Bella? Será capaz de passar por cima de todas as coisas horríveis que aconteceu?

Esse volume veio com tudo para destruir o que imaginávamos e pensávamos do Zsadist. Após descobrir todo seu passado, os motivos de ele ser como é e de como chegou até as suas cicatrizes, o esteriótipo até então passado vai ser desmanchado. É surpreendente ver que é uma ótima pessoa à sua maneira, e que atitudes, situações, podem mudar uma pessoa para sempre. Basta ela querer dar um fim ou alguém estender-lhe a mão que tudo é passível de mudanças.

"E para aquele que a tinha apanhado, que a tinha ferido, havia uma morte especial esperando por ele. Dentro de Z. não havia amor que pudesse dar a quem quer que fosse. Mas o ódio que sentia seria canalizado até o seu último suspiro para vingar a Bella." pág. 273

O enredo junto com o desenvolvimento é engrandecedor justamente por esse elementos. Temos um alto teor de drama porque é uma montanha russa de emoções o paralelo de você querer ficar com uma pessoa mas pensar nos princípios da sua sociedade, é cheio de tensão porque você vê aquele final feliz podendo não acontecer, é de deixar o coração na boca em cada novidade, descoberta, em cada reviravolta que acontece e a autora soube explorar isso muito melhor, julgo até melhor que os dois volumes antecessores.

Nosso protagonista foi trabalhado de tal forma completa que seu passado, seu caráter, sua personalidade, seu jeito transcrito nas páginas te conquista. Você entende seus medos, suas lutas, seu jeito de lidar com a dor física, com a dor sentimental e muito mais. Como falei foi uma surpresa ver transbordar paixão de um exemplar em que esperávamos coisas mais cruas no sentido de brutalidade. É uma choque bom e que te faz animar mais ainda com tudo que está por vir.

É também outro ponto positivo esse entrelaçamento que vemos da história principal, com a explicação e o desenvolvimento do universo criado, com o andamento do que acontece ao redor do romance além de uma novidade que adorei e espero que perpetue. Vamos acompanhar o crescimento do John — um jovem que nos foi apresentado em Amante Eterno e que ainda não passou pela transição. Com essa nova roupagem acontecendo com a Irmandade Negra, ganhando novas formas, novos moldes, acredito que além do John conheceremos mais jovens que possam justificar essa quantidade enorme que a série possui.

Talvez o que tenha sentido um pouco de falta e que estava em grande presença nos anteriores, e que até mudou vários rumos, é a presença da Virgem Escriba — força mística conselheira. Se não me engano, ela nem quase foi citada aqui. Em compensação um ponto positivo foi nos trazer mais sobre essa sociedade vampírica, onde conheceremos mais sobre a aristocracia e o título certeiro para o casal. Tem uma cena que dará a justificativa dele que é só amor.

" —Quando me encontrou, estava morto, embora respirasse. Estava cego, embora pudesse ver. E então você chegou...e eu fui despertado." pág. 446

Confesso que estou tão conquistada por Amante Desperto que não estou tão animada para ler o sucessor. Primeiro que o Butch — humano em que acabou fazendo amizade com a Irmandade — não caiu ainda na minha simpatia, e sua companheira Marissa me irrita. Estou pensando seriamente em pular. Se alguém leu e quiser me motivar, pode deixar sua opinião nos comentários.

Na parte física, a capa segue o padrão da série, e tem bastante igualdade com algumas características passada dos personagens, além de como já falado acima o título foi bem escolhido. Da revisão e diagramação nada a reclamar, e esta segunda segue também o padrão da série. A narrativa também não mudou muito, é feito em terceira pessoa com variados pontos de vistas.

Bem ou mal o #ProjeitoLeituraIAN está saindo mesmo com a correria da faculdade. Ainda estou decidindo o que vou fazer com Amante Revelado

site: http://diariasleituras.blogspot.com.br/2017/06/resenha-amante-desperto.html
comentários(0)comente



Eu Pratico Livroterapia 29/04/2017

Amante Desperto
Esse livro me deixou encantadíssima.

Com toda certeza, Amante Desperto é o livro mais emocionante e marcante. De toda a série, é o que me deixou mais emocionada em todos os sentidos.

Zsadist foi tirado de sua família ainda muito pequeno, e foi transformado em escravo de sangue por 100 anos. Sofreu abusos de uma vampira que queria não só seu sangue, mas sexo também. Phury, seu irmão gêmeo fez de sua meta de vida achar seu irmão, não medindo esforços para tê-lo por perto novamente. Um século depois, consegue finalmente encontrá-lo. Aí minha gente, quando sabemos os detalhes desse resgate, começamos a compreender toda a particularidade de Zsadist.

Suas cicatrizes e seu passado sombrio deixaram Zsadist marcado de várias maneiras, ele usa sua aparência para manter todos o mais longe possível, suas tatuagens no pulso e pescoço, sua cicatriz em forma de S que deforma não só seus lábios mas seu rosto o lembra de seu passado, de toda a sua humilhação e dor.

Ele é uma bomba prestes a explodir, é o que mais coloca medo, e ele não se importa.

Zsadist começou a odiar as fêmeas, e em certos momentos se flagela, com a ajuda de seu gêmeo Phury, que apesar de odiar fazer isso, sabe que é o único momento em que Zsadist se aproxima.

No final de Amante eterno, temos o sequestro de Bella, uma vampira civil, e filha de uma "ex Escolhida", uma "fêmea" corajosa que não medirá esforços para ter esse guerreiro tão sombrio. Bella vivia sob rígidas regras impostas pela glymera, porém após sua transição, resolve viver sozinha, não deixando mais que governem sua vida, tentando também que seu irmão Rehvenge, pare de tentar controlá-la.

Bella é vizinha de Mary, é assim que conhece John, o jovem vampiro em pré-transição, Bella decide que John precisa da ajuda da Irmandade. Ela o leva para a mansão, e conhece Z.
Quem sequestra Bella é o Sr. D, um redutor. Ele nutre uma grande obsessão por Bella, pois ela o lembra de sua amada morta.
" Horrível constatação: por acaso não era apropriado então que, estando morta, também jazesse num buraco escavado na terra?"
Zsadist tenta negar seu desejo por Bella,mas quando descobre que ela foi sequestrada e que pode estar sofrendo algum tipo de abuso, ele precisa encontrá-la. E para isso tortura redutores, tentando encontrar qualquer informação sobre Bella. Quando Zsadist finalmente encontra Bella e vê sua condição, fica sedento por vingança. Bella é levada para a mansão, e Z não deixa que ninguém se aproxime dela ele decide que vai cuidar dela.
" Desta vez, Z sabia o que sentia. Ânsia de vingança. Fria, gélida vingança. Tanta, que se estendia ao infinito."
Bella se sente muito atraída por Z, e essa aproximação só a deixa mais louca por ele.
O que me deixou com raiva foi : Z faz de tudo para que Bella se aproxime de seu irmão Phury, isso não impede que Bella continue querendo Z e apenas ele, isso o deixa confuso, pois sua aparência não é das melhores.
" - Beije-me- sussurrou na penumbra - Apenas me beije.
- Meu Deus ... O que há de errado com você? - como ficou desconcertada, ele falou: - Quero dizer, por quê? De todos os machos que poderia ter, por que eu ?
- É você que desejo."
Phury (eu tenho um pequeno ódio por ele) acaba se apaixonando por Bella, como isso pode dar certo? Dois irmãos desejando a mesma fêmea, por mais que um tente negar. Bella sabe quem quer, e é Z, se ela não pode tê-lo, não ficará com seu irmão, e Phury sabe disso , mas saber que Bella deseja seu irmão não impede que ele acabe se magoando.

A história paralela de John desenrola-se de maneira muito sutil, ele é um amorzinho J.R. Ward arrasa sempre e com esse livro ela parece ter tido um cuidado especial, por vezes fiquei com a garganta seca, na vontade de chorar. A história do livro não acaba apenas no que comentei, tem muita história ainda,não quero estragar toda a ação e surpresa, então leiam, e se apaixonem por Zsadist !
Beeeeijooos :*



site: http://www.eupraticolivroterapia.com.br/2016/11/resenha-amante-desperto-irmandade-da.html
comentários(0)comente



Dani 28/03/2017

LINDO!!!!
"Ele queria ficar limpo. Por dentro."

O livro pelo qual estava ansiosíssima para ler. Quando estava lendo “Amante Sombrio” fiquei bem intrigada com um dos irmãos, Zsadist. Não pude ler muito do personagem no primeiro livro, somente algumas descrições sobre ele. Foi no segundo livro que conhecemos mais desse guerreiro lindo e perfeito que roubou de vez meu coração.

Em “Amante Eterno” vemos como Z. ficou atormentado com o sequestro de Bella, amiga de Mary, protagonista do livro anterior. Quando Bella conheceu Zsadist pela primeira vez, ela não se importou com todas as cicatrizes que o homem possuía no corpo, com todos os avisos dele para que ela se mantivesse afastada, ou com a reputação dele. Zsadist é conhecido por todos pela sua crueldade, frieza e pela sua aversão às mulheres. Mas quando Bella é sequestrada pelos redutores, Z. fica ainda mais selvagem. Seus irmãos não conseguem entender o porquê dessa atitude, não entendem seus motivos para estar tão desesperado para encontrar Bella e sua preocupação com a vampira. Foi lendo sobre esse lado do personagem que eu me apaixonei por ele.

"Z. a segurou nos braços e só... abraçou-a. Tinha de levá-la para fora, mas não conseguia se mover pelo que haviam feito a ela. Piscando, atordoado e gritando por dentro embalou-a suavemente. As palavras se derramavam de sua boca, lamentações por ela, no Antigo Idioma."

Zsadist é um cara atormentado pelo seu passado, por tudo o que sofreu quando criança, antes de ser resgatado pelo seu irmão gêmeo. Quando nasceu, Z. foi sequestrado pela sua babá e tempos depois, foi feito escravo de sangue, onde sofreu todos os tipos de abusos. Quando ele toma consciência de que sente algo pela Bella, ele teme que ela se contamine com o que corre em suas veias. Ele pensa que ele não é digno dela, que ele não é o companheiro que ela precisa. Até agora, Z. foi um dos que mais gostei na série. Amo todos os membros da Irmandade, cada um carrega cicatrizes profundas; e Zsadist carrega essas cicatrizes, tanto fisicamente, quanto emocionalmente.

"Uma imagem de Zsadist lhe veio à mente, clara como uma fotografia. Viu seus escuros olhos selvagens. A cicatriz que recortava seu rosto e deformava-lhe o lábio superior. As tatuagens de escravo de sangue no pescoço e nos pulsos. Lembrou-se das marcas de chicotadas em suas costas. E dos piercings em seus mamilos. E de seu corpo, musculoso e magro."


Se fiquei apaixonada pelo Z., preciso dizer o quanto amei o romance entre ele e Bella. QUE CASAL LINDO!!! Mesmo com seus sentimentos com relação a Bella crescendo a cada dia, Z. tenta como pode resistir a eles, tentando de tudo para mantê-la afastada dele. Ainda bem que a moça não desiste facilmente. Bella é uma pessoa forte, decidida, que fará com que o vampiro perceba que ela estará ao lado dele, não importando o que ele pense sobre si mesmo. Ainda temos o irmão gêmeo de Z., Phury, que acaba se interessando pela moça. O que achei ótimo, foi que desde o início Bella deixou bem claro quem ela queria, quem ela amava, então, não teve aquele “blá blá blá, quem eu escolho?”.

Assim como nos livros anteriores, temos pontos de vistas de outros personagens. É incrível como a autora consegue narrar todos essas perspectivas sem deixar o enredo confuso e, ainda, nos manter presos a narrativa. Depois de ler esse livro, estou ainda mais ansiosa para ler os próximos.

"- Quando me encontrou eu estava morto, embora respirasse. Eu estava cego, embora pudesse ver. E então você chegou... e eu fui despertado."

site: www.livrosecafe.com
comentários(0)comente



Erikinha 16/03/2017

Maravilhosooooo
O amante desperto é daqueles livros que você não sabe se devora ou se le devagarinho para apreciar cada pedacinho.
Um livro onde a superação e amor superam toda a dor e sofrimento de séculos.
Um livro onde, você chora, você grita, vai fica com muita raiva, vai sofrer, vai se colocar no lugar do Z e vai amar muitoooooo

E Amizade, aquilo é amizade o resto e conversa, eles são irmão, são familia ele são perfeitos.

Esse guerreiros sexys, fortes, brutos e protetores estão arrasando com me psicológico.

Eu estou perdidamente apaixonada pelo z e não sei se algum outro guerreiro vai pode superar, que livro.
Que série é essa que demorei tanto pra embarcar, cada livro penso porque não li antes.
Enfim quem não leu pelo amor de Deus leia logooo
comentários(0)comente



Fragmentos Literarios 15/03/2017

AMANTE DESPERTO


Zsadist um dos guerreiros mais assustador da irmandade, um vampiro frio e sem coração, carrega as marcas em seu rosto e em seu corpo do tempo ainda que era escravo de sangue. Mesmo senso resgatado pelo seu irmão gêmeo, ele se sente deslocado e um estranho no meio dos irmãos.

"Ele queria ficar limpo. Por dentro."

Até que uma fêmea aparece, e sente atração por ele, sem entender o porque ele faz de tudo para se manter longe dela, mesmo sendo uma fêmea bonita, Bella é tudo que esse guerreiro não quer para si.
Em seu cativeiro, apos ser sequestrada por um redutor, maior inimigo da irmandade, Bella carrega uma certeza dentro de si, que Z. irá salva-la, mas essa certeza dura pouco tempo, quando o tempo se passa, e a rejeição do macho antes do sequestro faz a ter certeza que morrera pelas mãos do inimigo.

"Sua mãe e seu irmão... a tinha dado como morta."

Decidido a encontra-la e tira-la das mãos do inimigo, Z. e os irmãos saem todas as noites para rastrear qualquer pista que leve a jovem fêmea, mas nem uma resposta é obtida. até que um civil é sequestrado e a chance de Bella ser salva começa ai.

"Sentindo-se zonzo, de repente, caiu de joelhos.
-Bella?"

Ele finalmente a encontrou, finalmente tinha a fêmea que o fez perde o sono em seus braços, mas a dor de vê-la toda machucada o fez sangrar por dentro.
Ele a resgatou, seu guerreiro a salvou, sua felicidade era tanta, que nem todas suas dores foram capazes de sufocar sua felicidade daquele momento.

"Seu alivio foi tão grande, que adormeceu."

Z. Não queria deixa-la partir mesmo sabendo que seu irmão e sua mãe a queria de volta, ele precisa-vá mante-la perto cuidar e protege-la de tudo.

"Sim. Houve dias...em que você era tudo no que eu podia pensar."

O coração de bela se aquecia com as demonstrações de carinho do guerreiro, e a vontade de ficar perto dele era grande o suficiente que isso foi capaz de fazer cede-lo. Ela finalmente esteve em seus braços.

"Não faremos isso de novo. Isso não voltara a acontecer."

Mesmo com a repulsa de Z. Bella não desiste ela acredita que isso se deve ao passado, que o assombra, e que o impede de se deixar amar por outra mulher, de conhecer o que significa a palavra "minha".

Mas até o maior amor do mundo cansa de ouvir "não", e não foi diferente com Bella, o grande guerreiro faz o que sempre desejou a afasta.

o Terceiro livro da série da irmandade da adaga negra, traz uma historia de amor surpreendente, de superação e desperta paixão no coração de dois amantes destinados a superar o passado juntos.

Paty Silva

site: https://nodivadaleitura.blogspot.com.br/2016/10/resenha-o-amante-desperto.html
comentários(0)comente



Meu Vicio em Livros 22/02/2017

Lindo!!!! Simplesmente lindo e perfeito!
Depois de Amante Eterno, este é o meu preferido da série até agora. E não é a toa que Zsadist roubou meu coração aqui e também não é a toa que o livro anterior se tornou o meu favorito, um pouco do drama de Z. foi apresentado no livro do Rhage e foi lá que ele conheceu e ficou atormentado pela Bella. Bella por sua vez, desde que colocou os olhos em Z. não ligou a mínima para todos os avisos que ele deu para que ela se afastasse e todas as marcas que ele possui só o tornaram ainda mais atraente para ela.

Quando Bella é sequestrada pelos redutores a natureza de Z. fica ainda mais selvagem e fora de controle. Ele se torna violento e ao mesmo tempo mostra um lado apaixonante ao se importar tanto com uma civil. Conhecido pela aversão às mulheres, ninguém entende as razões que ele fica louco tentando salvar esta fêmea. Bella é irmã de Rehvenge e você vai conhecer a história deste vampiro no volume 7 da série. LEIA A RESENHA COMPLETA EM:http://www.meuvicioemlivros.com/2017/02/resenha-amante-desperto-irmandade-da.html

site: http://www.meuvicioemlivros.com/2017/02/resenha-amante-desperto-irmandade-da.html
Laine 22/02/2017minha estante
melhor da vida




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Meninas que Leem 20/12/2016

Blog As meninas que leem livros
"Nada, nada mesmo pode definir o que eu senti lendo esse livro.
É perfeito,maravilhoso.
O amor,a entrega e a necessidade estão em cada palavra e página desse livro."

site: http://www.asmeninasqueleemlivros.com/2009/09/j.html
comentários(0)comente



Shelly.Cristina 25/10/2016

Um Coração Quebrado
Como não se apaixonar por esse guerreiro? Realmente eu acho que todo mundo que já leu o A.D saber como é se reconhecer lembrando de momento em que você se via em uma escuridão total, sem rumo, sem motivo para viver e do nada. Algo te mostra que você tem sim motivos para se levantar e seguir adiante. Não importa o quão fundo você chega, quando encontra o seu futuro, aquilo que te muda totalmente, você percebe que vale a pena se levantar e simplesmente ir.

É isso que você encontra nesse livro. Um guerreiro preguiçoso, extremamente perigoso que é visto com receio até pelos seus irmãos. E os acontecimentos que se seguem fazem você perder a respiração várias vezes, com aquela sede de "O que vem agora?". Isso você poderia dizer que é simplesmente ela forma que a Ward escreve, mas não. A história do Z é algo que você simplesmente se apaixona, se preocupa e sem dúvida fica a espera do final.
comentários(0)comente



Fofoka literária- Ed 20/09/2016

"Caramba Zsadist,não salte!"

Já assim começa Amante desperto o que,saindo um pouco da imparcialidade,é o livro mais marcante de toda a série,com maior teor psicológico então,'fêmeas' preparem seu lencinhos.
Tirado de sua família ainda criança Zsadist não é a melhor companhia para ninguém.Quebrado e destruído de corpo e alma,Z viveu durante 100 anos como escravo de sangue e sexo de um vampira,sofrendo todo tipo de abuso. Seu irmão gêmeo Phury nunca desistiu de encontrá-lo e após esse século de busca consegue libertar o irmão.
Z faz de tudo para se manter longe de todos e usa sua aparência marcada de cicatrizes para impedir que se aproximem dele. As tatuagens no pescoço e pulsos, a cicatriz em forma de um "S" que deforma seu rosto e lábios, tudo lembra o passado de dor e humilhação que quer esquecer e que tanto odiou. Zsadist é o mais temido,o mais instável, imprevisível,uma bomba relógio que está pouco se importando com qualquer um.Sua vida se resume a odiar fêmeas e se flagelar com ajuda de Phury que embora sofra,o faz por ser é a única maneira que o irmão lhe permite se aproximar.
Bella é uma vampira civil filha de uma ‘ex’ Escolhida,vive sob regras rígidas que a glymera impõe às fêmeas,mas depois de passar pela transição resolve se livrar delas e do jugo imposto pelo irmão Rehvenge,e decidindo viver sozinha acaba como vizinha de Mary, consequentemente conhecendo o vampiro em pré transição John,o que vai levá-la a conhecer Zsadist ao procurar ajuda para o jovem.Ela é uma fêmea valente, audaciosa e será a primeira a ignorar os sinais de alerta de que Z é perigoso e se aproximando mais do que deveria do guerreiro, não medirá esforços para conquistar o vampiro sombrio.
Ainda no final de Amante eterno Bella é sequestrada por redutores e será mantida refém por meses pelo redutor conhecido como Sr. D,que nutre uma fixação obsessiva pois ela o lembra de sua falecida mulher e quer que ela o 'ame' de volta.
Apesar de aparentar não se preocupar com nada e nem ninguém,Zsadist rejeita qualquer tipo de crueldade e abuso,usando isso como desculpa e negando que já está mexido por ela,faz de tudo para encontrá-la,caçando e torturando redutores tentando arrancar qualquer informação sobre seu paradeiro.Quando finalmente a encontra ele fica ainda mais sedento por vingança quando vê o que o redutor fez a ela. Z e os outros a levam para a mansão da Irmandade,mas ele não deixa que ninguém se aproxime,cuidando de sua convalescença ele mesmo.A atração que Bella já havia sentido por Z só aumenta e essa aproximação o faz baixar a guarda,abalando sua natureza com o que seu corpo e coração dizem,pela primeira vez vivenciando emoções de verdade.
Z faz de tudo para que ela queira Phury,mas apesar de suas tentativas Bella não desiste,não se importa com sua aparência e o deseja,deixando-o cada vez mais confuso.Ele não tolera aproximação física,rejeita sua carne,acha seu sangue impuro e indigno de ser compartilhado e no momento que Bella entra no seu primeiro cio,mesmo tendo já provado o sabor de seu corpo, de início se nega a serví-la mas não podendo evitar o chamado ele se rende.
Phury já estava interessado em Bella, a única que abalou sua
decisão pelo celibato, assim acaba rolando um quê de triângulo
amoroso,acabando magoado pelo fato de Bella querer apenas Zsadist.
Em segundo plano, John começa uma nova vida junto ao Irmão Torhrment e sua shellan Welsie e também seu treinamento como guerreiro,tentando superar seus traumas e medos, enquanto vivencia novas experiências que irão mudá-lo para sempre.
Esse livro tem os flashbacks como um recurso bem bacana para contar a história de Zsadist e seu irmão e em um destes, ficamos sabendo como Phury o resgatou e perdeu sua perna,como Zsadist conseguiu a cicatriz ,como ela se tornou permanente e também é compreendido o fato de ele ter se tornado um cara frio e os traumas que carrega.
Muito além do romance e apesar dos desentendimentos, os gêmeos se unirão como um só e isso cara,é bonito de se ver.
Sobre o final já deixo meu alerta,faz marmanjo usar a velha desculpa do cisco no olho.
Quotes:
"Uma imagem de Zsadist lhe veio à mente, clara como uma fotografia. Viu seus escuros olhos selvagens. A cicatriz que recortava seu rosto e deformava-lhe o lábio superior. As tatuagens de escravo de sangue no pescoço e nos pulsos. Lembrou-se das marcas de chicotadas em suas costas. E dos piercings em seus mamilos. E de seu corpo, musculoso e magro."

"Z. a segurou nos braços e só... abraçou-a. Tinha de levá-la para fora, mas não conseguia se mover pelo que haviam feito a ela. Piscando, atordoado e gritando por dentro embalou-a suavemente. As palavras se derramavam de sua boca, lamentações por ela, no Antigo Idioma."

"- Você está em uma prisão sem barras. Eu me preocupo com você."

"Olhou para ela. Estava tão bonita por entre os lençóis emaranhados e travesseiros espalhados. Mas estava aterrorizado com ela; e , por causa disso, aterrorizado por ela. Os toques e os beijos, por mais que os tivesse apreciado no começo, funcionavam como um detonador para ele. E não podia se colocar numa situação que o deixasse tão alterado estando perto dela.
- Não faremos isso de novo - disse - Isso não voltará a acontecer.- Você gostou - a voz dela soou delicada, mas forte - Pude sentir seu sangue correndo loucamente sob minhas mãos.
- Sem discussão."

"- Eu não estou quebrado, estou arruinado. Você entende a diferença?
Se estivesse quebrado talvez você pudesse me consertar. Com arruinado? Tudo que pode fazer é esperar para me enterrar."

"- Quando me encontrou eu estava morto, embora respirasse. Eu estava cego, embora pudesse ver. E então você chegou... e eu fui despertado."
comentários(0)comente



203 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |