Velórios

Velórios Rodrigo M. F. de Andrade


Compartilhe


Velórios





Os contos reunidos neste livro tiveram em quase setenta anos duas únicas edições e, assim, são mais conhecidos por meio de referências críticas elogiosas, como as de Mário de Andrade, Manuel Bandeira, Sérgio Buarque de Holanda e Antonio Candido (textos incluídos na fortuna crítica desta edição), que dão ideia de sua importância para a literatura brasileira.

O mineiro Rodrigo M. F. de Andrade (1898-1969) foi advogado, jornalista e, por trinta anos, diretor do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Seus contos são variações sobre o tema da morte, sempre em tom de humor. Abordam desde a desmitificação do caráter da viúva até o curioso comportamento das crianças, que costumam encarar o fato como uma experiência lúdica.

Herman Lima, estudioso do conto brasileiro observa que Velórios "constitui um livro à parte em nossa novelística, pela mordacidade de certos conceitos, a imprevista malícia das situações que a morte põe à mostra".

Contos / Ficção / Literatura Brasileira

Edições (1)

ver mais
Velórios

Similares

(27) ver mais
História da Arte Italiana
A noiva de Messina
Maria
Retrato do artista quando velho

Resenhas para Velórios (4)

ver mais
Um verdadeiro achado em um livro quase perdido.
on 21/6/16


Nunca tinha ouvido falar do autor, mas por se tratar de uma edição da Cosac Naify fui dar uma olhada. Um título um tanto estranho, que depois descobri foi dado por ninguém menos que Manuel Bandeira, retribuindo o favor ao amigo. Publicado em 1936 em uma edição com menos de duzentos exemplares pela cooperativa Amigos do Livro de Belo Horizonte, e que com um mês depois de lançado o autor resolveu recolher os exemplares. Segundo alguns em razão da sua autocritica implacável e segundo outr... leia mais

Estatísticas

Desejam16
Trocam1
Avaliações 4.2 / 46
5
ranking 39
39%
4
ranking 48
48%
3
ranking 9
9%
2
ranking 4
4%
1
ranking 0
0%

45%

55%

Jenifer
editou em:
26/10/2019 22:32:33