Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

Um Conto de Natal

Charles Dickens
Resenhas
Mais Gostaram
39 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8


Mateus 28/06/2010

Um Conto de Natal é a história natalina mais conhecida de todos os tempos, sendo considerado como um clássico dos clássicos. Foi adaptado para a televisão, para o cinema, e para várias outras mídias, alcançando assim a sua popularidade e fama dentre as pessoas de todas as partes do mundo.

Conheci a história de Um Conto de Natal com o desenho animado da Disney, e me fascinei com Scrooge e sua rabugice. Mesmo sendo tão ranzinza e avarento, o personagem garante uma grande veia cômica à história. Do desenho ao livro foi apenas um passo, e com ele em mãos, me encantei ainda mais com a história completa e seus minuciosos detalhes.

O livro às vezes se torna um pouco cansativo, por ser antigo e ter uma linguagem um pouco difícil. Mas isso não atrapalha nem um pouco a leitura. Acompanhar as idas e vindas de Scrooge ao passdo e ao futuro é maravilhoso, pois tudo é uma grande lição de moral para nós leitores. Em cada página vemos a mensagem de Dickens, de que não devemos ser gananciosos e avarentos como o personagem principal. Um Conto de Natal deveria se tornar leitura obrigatória para todos as crianças e jovens, pois passa uma mensagem fundamental para a vida através de uma história cativante e compreensível para qualquer um. Se todas as pessoas tivessem lido este livro na infância, o mundo não estaria nesta ganância desenfreada como está hoje.
comentários(0)comente



Armageddon 22/03/2011

Você conhece, por isso deve ler.
Acho que todo mundo conhece Um Conto de Natal, o conto de Dickens que deu origem ao célebre Tio Patinhas. Entretanto, nem todo mundo já leu o dito cujo na sua essência. Bem, eu não tinha lido até então. E dei várias risadas com a narração baseada em um humor rebuscado e às tiradas do velho Charles.

Ebenezer Scrooge é um homem avarento que não gosta do Natal. Numa véspera de Natal Scrooge recebe a visita de seu ex-sócio Jacob Marley, morto havia sete anos. Marley diz que seu espírito não pode ter paz, já que não foi bom nem generoso em vida, mas que Scrooge tem uma chance, e por isso três espíritos o visitariam.

Daqui em diante já virou enredo de filme da seção da tarde, tamanho o clássico. Três espiritos visitam o velho Scrooge, o do Natal Passado, Presente e Futuro mostrando como suas ações o trouxeram até ali e para onde elas estavam levando sua alma. Pela manhã, aliviado o sovina muda da água pro vinho e se torna um dos maiores entusiastas do natal.

Conto curtinho, não tem mais de quarenta páginas acho. Leitura leve e bem divertida, escrita num ritmo legal.

Nota 5 com louvor =D

Lido em Agosto de 2008 (fora de época hein...)
comentários(0)comente



Jacy Coelho 18/02/2014

Desafio Literário Skoob 2014 - Fevereiro (Clássico mundial)
Então, vamos lá para difícil tarefa que é comentar um clássico.

Um conto de Natal talvez seja "O" conto de natal mais famosos de todos os tempos. Pelo menos um bom número de pessoas sabe que fala de um velho sovina que não acredita no espírito de Natal e que essa história tem um final feliz. Várias adaptações, direta ou indiretamente, já usaram essa história.

O livro é simples, flui deliciosamente. E bem pequeno, dá pra ler em três dias (uma pessoa normal, não eu). Além de que Dickens conversa com a gente durante todo tempo e nos envolve bem na história.

Achei a moral da história lindinha e eficiente. E a transformação do Velho Scrooge, de um homem Avarento à um velhinho bondoso é feita de maneira bem humorada. Até eu fui tocada pelo Espírito de Natal em pleno fevereiro.

Li em alguns blogues (sem informação oficial) que ele escreveu esse livro às pressas só pra ganhar dinheiro. Se for verdade,mais genial ainda, porque se às pressas ele escreve desse jeito, imagine com calma! :P

Também li que essa obra é uma crítica a sociedade inglesa da era Vitoriana (é isso?). Faz muito sentido, porque se você quiser ler com a cabeça um pouquinho mais aberta, vai ver críticas em várias falas do livro. E não só no sentido político. O que pensar desse trecho:

" - Espírito - disse Scrooge, após pensar um pouco -, não entendo por que justamente você, entre todos os seres que habitam os diversos mundos que nos cercam, deseja impedir que toda essa gente pobre se divirta um pouco de modo inocente.
- Eu?!- exclamou o espírito
- Sim, você impede que jantem aos domingos, que é o único dia da semana no qual eles realmente podem dizer que comem.
- Eu faço isso?! - repetiu o espírito
- Desculpe se estou enganado, mas isso é feito em seu nome, ou em nome de alguém da sua família - disse Scrooge
- Há certas pessoas neste mundo que dizem que nos conhecem e cometem atos de paixão, orgulho, maldade, ódio, inveja, hipocrisia e egoísmo em nosso nome, mas estão tão longe de nós que é como se nunca tivessem existido.(...)"
(p.73)


Foi um bom começo pra eu conhecer o autor que eu estipulei como meta própria para 2014. Que venham as outras obras!
Michelle Gimene 19/02/2014minha estante
Eu também enrolei anos para ler esse livro. Só saiu da estante por causa do desafio do ano passado. Foi uma ótima leitura, crítica e divertida. Que venham mesmo outras obras do autor!
bjo


Flávia 18/02/2014minha estante
Pode parecer absurdo, mas ainda não li. Charles Dickens tem esse poder de ao mesmo tempo que encanta com suas narrativas consegue fazer suas críticas sociais, que acabam sendo sempre atuais.


Flávia 18/02/2014minha estante
Não conheço o livro... Boa resenha!! Beijos




Gláucia 11/07/2011

Um Conto de Natal - Charles Dickens
Clássica história de Natal, possui várias adaptações para cinema e TV.
O rabugento Scrooge odeia o Natal e tudo que possa desviá-lo de seu principal interesse na vida: dinheiro. Deixou sua vida e as pessoas passarem e vive solitário e amargo até que, numa noite de Natal tem um encontro com três espíritos: o dos natais passados, presente e futuro. Esse encontro é, na verdade, um mergulho dentro dele mesmo que se vê obrigado a rever toda sua vida, tendo agora uma nova oportunidade, a última chance de se modificar.
comentários(0)comente



Jonara 15/04/2010

Eu já tinha lido várias paródias deste clássico, mas nunca o original. É uma linda história, com uma lição de moral bem clara e forte. Linguagem acessível, popular e bem otimista. Uma graça, mais um daqueles livros estilo - leitura antes de dormir, capítulo a capítulo.
O livro conta a história do velho Scrooge, um homem de negócios frio, ambicioso e avarento. Na véspera do Natal ele recebe a visita do fantasma de seu antigo sócio. Marley conta que se arrependeu de ter passado a vida correndo atrás de dinheiro porque agora é um fantasma preso a correntes horríveis. Ele fica se arrastando e não pode descansar, e diz que se Scrooge não mudar de atitude, vai acabar como ele. Scrooge então recebe a visita de três fantasmas que vão fazê-lo relembrar sua vida e perceber melhor o mundo ao seu redor.
comentários(0)comente



39 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8



Publicidade


logo skoob beta
"Se você não achar um livro lá, você pode cadastrá-lo. Isso é um diferencial, porque o acervo se torna ilimitado"

Gazeta do Povo