Garota, mulher, outras

Garota, mulher, outras Bernardine Evaristo


Compartilhe


Garota, mulher, outras





Um romance surpreendentemente atual e engenhoso sobre identidade, raça e sexualidade, vencedor do Booker Prize em 2019.

Garota, mulher, outras é um verdadeiro marco da ficção britânica. O romance causou furor quando publicado: venceu o Booker Prize em 2019, foi aclamado por nomes como Barack Obama, Roxane Gay, Ali Smith e Tom Stoppard e incluído nas listas de melhores livros do ano por veículos como The Guardian, Time, The Washington Post e The New Yorker. A forma, por si só, não é nada convencional: trata-se de um gênero híbrido, composto de versos livres e sem pontos-finais. O resultado é uma dicção singular e envolvente, que prende o leitor da primeira à última página.

O pano de fundo dessas histórias é uma Londres dividida e hostil, logo após a votação do Brexit: um lugar onde as pessoas lutam para sobreviver, muitas vezes sem esperança, sem que as suas necessidades sejam atendidas e sem que sejam ouvidas. Nesse ambiente opressor, as vozes de Garota, mulher, outras formam um coro e levantam reflexões poderosas sobre o machismo, o racismo e a estrutura da sociedade.

"Brilhante, inventivo."
Sunday Times

"O livro mais envolvente que li o ano todo. (...) Este romance é uma aula sobre contar histórias. Absolutamente inesquecível."
Roxane Gay

"Garota, mulher, outras mudou meu jeito de pensar."
Tom Stoppard

"Bernardine Evaristo pode tirar qualquer história de qualquer tempo e transformá-la em algo vibrante, com vida."
Ali Smith

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (1)

ver mais
Garota, mulher, outras

Similares

(35) ver mais
Cidadã de segunda classe
Girl, Woman, Other
E eu não sou uma mulher?
E eu não sou uma mulher?

Resenhas para Garota, mulher, outras (64)

ver mais
Aline Bei, Chimamanda e as outras de Bernardine Evaristo
2 weeks, 4 days ago


?Nasce mais um clássico do século XXI escrito por uma mulher?, foi o que pensei ao fechar o livro!  Se o cânone literário do passado é eurocêntrico, branco e heteronormativo, autoras como Bernardine Evaristo, ao lado de Chimamanda, Paulina Chiziane, e tantas outras, chegam com o pé na porta da literatura contemporânea para cravar suas unhas na historiografia literária mundial. No futuro, seus escritos serão, a meu ver, a melhor tradução daquilo que denominamos de ?início do século XXI... leia mais

Vídeos Garota, mulher, outras (2)

ver mais
GAROTA, MULHER, OUTRAS | Livros e mais #483

GAROTA, MULHER, OUTRAS | Livros e mais #483

os 11 melhores livros de 2020 | favoritos do ano

os 11 melhores livros de 2020 | favoritos do


Estatísticas

Desejam290
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.6 / 302
5
ranking 81
81%
4
ranking 14
14%
3
ranking 4
4%
2
ranking 1
1%
1
ranking 0
0%

11%

89%

Karin
cadastrou em:
10/09/2020 10:43:43
Jenifer
editou em:
11/01/2022 18:57:44

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR