Ninguém é de ninguém

Ninguém é de ninguém Zíbia Gasparetto
Lucius
Lucius
Lucius




Resenhas - Ninguém é de Ninguém


159 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Aline.Rodrigues 19/05/2021

O ciúme é traiçoeiro
Temos aqui uma história da Zíbia Gasparetto que nos mostra como o ciúmes pode destruir um casamento e vidas literalmente.
Livro com reflexões profundas.
comentários(0)comente



kassya 09/10/2009

Aprendendo.
Uma historia forte, que esta intimamente ligada aos sentimentos.

Momento de reflexão, sobre ciúmes, apego, dependência, liberdade, paixão, ilusão sentimentos que estão presentes e misturados, no dia a dia de quem esta amando. Nos faz pensar no amor.

No final você se surpreende com o desenrolar dos acontecimentos, que estão ligados a vida passadas, e então aprende.

Como a maioria dos livros de Zibia, sempre absorvo as lições !

Dora 16/06/2020minha estante
É um livro maravilhoso!


Cinthia 05/01/2021minha estante
Eu amo esse livro ?


Daisy 02/03/2021minha estante
Como faz p ler?




Gabi 09/03/2021

Um livro surpreendente!
Esse livro me prendeu do começo ao fim, ele tem uma história totalmente envolvente que conta sobre o amor, respeito, admiração e o ciúmes.
Eu gostei demais de todo o desenrolar da história, do amor existente entre os personagens e dos ensinamentos profundos sobre a vida e a alma.
Aprendi muitas coisas nesse livro, que espero levar pra vida e recomendo pra todos que estão em um relacionamento sério e para aqueles que procuram um também, pois devemos em primeiro lugar nos amar e depois amar o próximo, já que ninguém é de ninguém.
comentários(0)comente



Karoline 23/05/2020

Ler esse livro foi bem importante. Um amigo indicou e de fato foi como ele dizia: Muito "tapa na cara!"
Entendi outras perspectivas para relacionamentos, entendi que ninguém é vítima e que algumas coisas são como ela são e a vida é como ela é. "Ninguém é de ninguém" proporciona uma leitura necessária para qualquer momento da vida, podemos ver que o casal principal poder ser qualquer casal na vida real porque o ciúmes sem medidas pode destruir qualquer coisa. Tanto nessa vida quanto na outra.
comentários(0)comente



Kell 17/03/2021

O livro será o que você quiser
Eu li esse livro quando tinha 18 anos e estava em um relacionamento de 4 anos.
Era muito possessiva e me presentearam com ele.
Eu nunca fui ligada ao espiritismo ou a certas crenças, mas acredito muito em energias.
Eu tinha a total consciência de que a energia que eu ou meu parceiro cultivava através do ciúmes era negativa pra nós.

O livro na real ne soou mais como uma ficção, mas me fez relembrar a ponto de perceber o que eu queria ser e que tipo de energia eu queria passar adiante.
comentários(0)comente



Rodrigues 28/09/2020

O ciúme é traiçoeiro
Temos aqui um ótimo romance Espírita da Zíbia,em que ela nos mostra através da história como o ciúmes pode destruir um casamento e a vida das pessoas.
Apesar de ser origem evangélica eu gosto desses livros da Zíbia,pois ele trás ótimos ensinamentos para o nosso dia-a-dia.
História muito bem contada e temos aqui personagens fortes e determinados.Gostei bastante.
comentários(0)comente



Nati 22/08/2009

É um tipo de livro que na minha opinião não se vê a hora de terminar de ler, não porque a história é interessante, mas porque o livro passa a se tornar cansativo. Os personagens são muito insistentes, o que tornou o livro no geral muito repetitivo e cansativo de prosseguir com a leitura.
Erika 28/10/2019minha estante
Achei a mesma coisa. Diálogos muito repetitivos. Roberto naquela lenga lenga de "vc não me ama". Uma humilhação. Uma auto piedade. Realmente cansativo. Nenhum personagem me cativou. Gostei apenas das páginas finais. Onde a minha antipatia por todos os personagens suavizou um pouco.




nycoleek 26/01/2021

Que livro maravilhoso!
Sempre fui muito relutante pra ler obras de religião e espiritualidade, mas confesso que essa me encantou e me surpreendeu de uma forma muito gostosa. Uma das primeiras coisas que notei (e que fez com que eu prosseguisse com a leitura) foi o fato de a autora não tentar manipular o leitor para crer na religião espírita, o que deu um desenrolar cada vez mais interessante à leitura. Se você já é adepto ou acredita no espiritismo, vai conseguir compreender mais rapidamente e vai entender de primeira algumas coisas que outras pessoas demorem a pegar o ritmo de compreensão, mas, voltando para o fato de eu não ter me sentido induzida a acreditar no espiritismo: as pessoas que, como eu não possuem religião, ou já têm uma outra, podem levar a leitura como uma obra de ficção, e não necessariamente de religião e espiritualidade, Porém confesso que passei a acreditar bem mais nas energias das pessoas desde que iniciei essa leitura! E isso fez com que eu me policiasse muito mais a respeito da negatividade ou positividade dos meus pensamentos, assim como passei a conduzir as pessoas ao meu redor a fazerem o mesmo. E isso foi uma das melhores lições que tirei desse livro! Tem me permitido viver bem mais em paz comigo mesma e com os demais. Fora isso, o tema central do livro, que o título já traz explicitamente, é sobre o ciúme. Até cheguei a fazer um comentário aqui quando atualizei histórico de leitura, e continuo a sustentá-lo: à medida que meu amor e admiração por Gabriela aumentava, minha raiva por Roberto também subiam. E, Roberto, que personagem difícil de aturar foi você! E mais triste ainda é saber que existem Robertos como esse em massa espalhados pelo mundo... A leitura tem que ser digerida, com cautela e o máximo de absorção possíveis, pois muitas vezes me revoltei com certos acontecimentos que fizeram eu me sentir mal de verdade. Fora isso, a lição que fica é exatamente essa: Ninguém é de ninguém! Pertencemos apenas a nós mesmos e não podemos aceitar o ciúme como algo saudável, ele nos deixa numa poça de lama de desconfiança, crueldade, possessão e infelicidade. Sem palavras pra esse livro!
comentários(0)comente



Bete Lima 01/10/2012

A mensagem desse livro me fez ver que o ciúme doentil pode nos levar à um fim terrivel. O ciúme traz consigo a cegueira, o ódio, rancor e muitos outros sentimentos que devemos evitar ao máximo, para sermos felizes!!
comentários(0)comente



Talitha 07/06/2020

07/06/2020
Um livro sensacional para quem gosta de espiritismo! Uma obra com vários gatilhos que nos ensinam sobre amor, ciúme, confiança, e principalmente fé! Achei linda a história, não consegui parar de ler até chegar ao fim! Capítulos médios, leitura linear. Recomendo muito para quem quer aprender sobre a vida.
comentários(0)comente



Vivi Martins 06/06/2015

Para entender a causa e o porquê do ciúme
Mais uma vez Lucius presenteia a humanidade terrena com mais esta importantíssima obra. Um assunto imprescindível que não poderia ser deixado de fora, e que a espiritualidade vem nos esclarecer.

O romance narra à história de Roberto e Gabriela. Casados, ele sempre se sentiu inferior a ela, sempre se julgando menos, uma total insegurança sobre si mesmo; enquanto ela estudou mais, uma mulher decidida, inteligente, bonita e que sempre soube o que quer da vida. Ele foi roubado pelo sócio e ela assumiu a responsabilidade no sustento da casa sempre com muita dedicação e disposta a ajudar o marido neste momento difícil. Foi promovida no emprego e passou a ganhar mais, e a partir daí começou o ciúme doentio de Roberto, que passou a imaginar cenas que nunca existiram, afirmando para si mesmo que a esposa traía-o com o patrão.

Foi dando vazão cada vez mais aos pensamentos negativos de ciúme. Mesmo alertado várias vezes pelo psiquiatra e no centro espírita que frequentou nada o fazia tirar o pensamento obsessivo da traição, que culminou em um plano criminoso contra a própria Gabriela e até mesmo em um pacto com espíritos atrasados para conseguir seus fins, e se endividando mais espiritualmente.

Somente após seu desencarne inevitável vítima de um assassinato por seu ex-sócio, começou a compreender o como estava errado em relação a sua esposa, que sempre fora honesta e que jamais o trairia. Seu ciúme obsessivo era uma doença alimentada pela insegurança e por querer ser o que não era, pois via em Gabriela o que sempre quis ser e nunca foi. Roberto deixou que seu ciúme por Gabriela em outra vida passada refletisse na vida atual causando toda uma série de infortúnios.

Mas tudo caminha para o melhor. Muitas questões são esclarecidas no campo da espiritualidade. É um livro que com o correr da leitura acabamos por fazer nossa autoanálise, e compreender as causas do ciúme que nada tem a ver com amor, sendo dois polos totalmente opostos.



comentários(0)comente



Marlon Teske 27/10/2010

Nem o Lucius...
Antes de começar a falar do livro em si, vale deixar bastante claro que minhas impressões e comentários são relativos apenas a obra em questão, não tendo nenhum tipo de preconceito ou desdém em relação ao espiritismo, a existência ou não de vidas passadas ou a qualquer outro tipo de dogma que por ventura algum leitor siga.

Outro ponto: como este foi o primeiro livro da autora que li, não irei considerá-la de todo ruim sem ter lido alguma outra obra para usar como base de comparação. De acordo com o que diz a capa, esta obra foi ditada por um espírito chamado Lucius. Então, deixo um certo crédito para a dona Zibia Gasparetto, que talvez seja muito melhor escritora sem a influência do já citado desmorto.

Quanto a obra como um todo, fazia bastante tempo que eu não ficava absolutamente irritado com um livro, em especial com o seu personagem principal. Trata-se de um empresário que venceu na vida sem estudo apenas por seu próprio esforço de nome Roberto. Ele é, digamos, no mínimo uma pessoa com dificuldades no que diz respeito a lidar com a esposa, Gabriela. Acometido por um tipo de ciúme doentio, ele passa as primeiras 360 páginas atazanando a vida da mulher (note que o livro tem 370 delas).

Acredito que a frase "você deveria largar o emprego" foi repetida pelo menos oitocentas vezes pelo protagonista no transcorrer do tomo. Praticamente o bordão de Roberto que se não dizia isso para a pobre da Gabriela, pensava nisso e procurava meios de conseguir isso o tempo inteiro. Lucius em vários momentos parece que esquece que já havia contado determinados detalhes ou até mesmo pequenas partes da história e as conta de novo. E de novo!

Nas primeiras 150 páginas, acompanhamos a derrocada do dito cujo desde o momento em que perde toda a grana, passa a ser sustentado pela esposa e não contente ainda encontra tempo para imaginar um romance que não existia entre ela e o patrão, Renato (um tipo de milionário padrão Justus)que é casado com Gioconda, que tecnicamente é um Roberto de saias, com a desvantagem de viver lamentando-se (mimimi).

A história gira em torno dos casamentos arruinados entre estes quatro personagens e suas maquinações para manter a relação por parte de Roberto e Gioconda e para tentar levar a vida em relação aos outros dois. Lá pelas tantas começam a aparecer espíritos malignos, todos os personagens envolvidos na trama passam a freqüentar centros espíritas, rodas de macumba e correlatos até o desfecho que é o que por muito pouco faz o livro valer a pena. Mas por muito pouco mesmo.

É um misto de auto-ajuda para homens e mulheres ciumentos recheado com toda a sorte de mensagens otimistas de ver a vida como uma escola onde aprendemos a nos tornar espíritos mais evoluídos. Se você está procurando um livro para ficar absolutamente nervoso, recomendo esse aqui.

Vencido em Outubro de 2009
Jacqueline F. 11/09/2013minha estante
Armageddon eu concordo com voce.Mas se me permite, ciume é uma doença,quase um TOC,por isso toda aquela repetiçao mas isso nao me impediu de reler o livro.rsrsrs


Lilian 19/01/2015minha estante
'tava' te levando a sério até que vi na sua estante :......................... A série Crepúsculo lida ...


Erika 28/10/2019minha estante
Mesmo sentimento seu. Personagens bem antipáticos. Não gostei de nenhum. diálogos repetitivos. Daria para escrever em 200 páginas todo decorrer da trama.




Clara.Brogliato 19/04/2021

Bom
Acho um livro muito bom, possui um ótimo enredo e o livro cativa muito a atenção do leitor. Porém, com o passar da leitura, fui criando uma certa antipatia pela personagem principal.
comentários(0)comente



Lai 26/05/2020

História emocionante!
Nesse romance a autora conta-nos uma história sobre como sentimentos e pensamentos podem modificar nossa trajetória na vida. Sentimentos autodestrutivos como ciúmes, insegurança, inferioridade podem nos cegar e nos tornar reféns de nós mesmos. No final, somos nós mesmos que "causamos" nossos próprios problemas e sofrimentos.

Foi emocionante acompanhar a trajetória dos personagens.
comentários(0)comente



159 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR