Julieta

Julieta Anne Fortier




Resenhas - Julieta


273 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Tamiires.Almeida 21/05/2018

Livro maravilhoso!
Estou tão feliz que encontrei esse livro nas lojas Americanas por apenas R$10,00 rsrs
É inacreditável!
Fiquei fascinada pela história de Jules e Janice, ou Giulietta e Gianozza. Confesso que no início achei a leitura um pouco enfadonha, com muitos detalhes. Mas na metade no livro uma reviravolta acontece que quase perdi o fôlego e não consegui mais parar de ler.
Sabe aqueles livros que você vai na padaria pensando nele, na condução e até sonha com ele? Então, é esse o livro!
Parabéns Anne Fortier, pela maravilhosa escrita e história contada. Ganhou meu respeito e gratidão ??
comentários(0)comente



Dri F. 13/05/2018

O melhor livro de todos os tempos
Esse não é um livro muito novo, mas eu li ele muito rápido porque a história é tão envolvente que você não consegue mais largar. Então, achei que valia a resenha.

Julie e Janice são gêmeas que nasceram na Itália mas foram criadas por uma tia avó nos Estados Unidos desde pequenas.
Depois da morte da tia, Julie descobre fatos do seu passado que mudam totalmente o que ela achava que sabia sobre sua vida. Ela encontra um diário da mãe, contando uma história trágica entre dois jovens, Giulietta e Romeo.

E a medida que ela vai sabendo mais sobre tudo isso, sua vida vai correndo cada vez mais perigo.

É um livro que tem romance, suspense, reviravoltas e muita aventura. Vale muuuuito

Instagram: @viajecomlivros
comentários(0)comente



Zouza 06/05/2018

Minha versão favorita de Romeu e Julieta.
comentários(0)comente



Cris.Paganini 10/04/2018

Julieta
Interessante é o mínimo que posso dizer sobre este livro.
Os fatos do presente nos levam a visitar Siena no passado e conhecer um pouco dos (verdadeiros?) Romeu e Julieta, pelo que tudo indica, eles existiram e sua história foi contada muito antes de Shakespeare "muda-los" para Verona e alterar um pouquinho seu final.
A autora conseguiu escrever um livro que não fica no lugar comum, mesmo com personagens tão conhecidos como Romeu e Julieta.
O ritmo da escrita é um pouco lento, mas vale a pena passear por Siena e encarar as aventuras da Julieta do Século XXI.
comentários(0)comente



Maci Novais 10/04/2018

Frases que eu anotei !
"Não forço as pessoas a serem perfeitas. Quem faz isso vai morrer tentando."
"Pecados dos meus labiol? Os seus é que os tentaram , quero-os de volta "
"Seu corpo foi esculpido por alguém intimamente familiarizado com as proporções ideias do corpo humano "
"Bom o problema parecia não ser apenas uma questão de desejo, porque muito mais do que tê-la nos braços ou beija-la ele anciava por ve-vê novamente , para passar o tempo com ela ."
comentários(0)comente



Edy 18/03/2018

Show de história!!
Personagens fortes com personalidades bem marcadas...
A sinopse me chamou mto atenção, mas o desenrolar da história me fascinou.. são mtosssss acontecimentos e enquanto vc vai virando as páginas vai se prendendo... aquele tipo de livro que enquanto vc dorme, sonha com a trama.... rs..
Simplesmente amei S2

comentários(0)comente



Luuh.Sanches 07/03/2018

O amor através dos séculos
Simplesmente PERFEITO. Uma leitura envolvente, que prende o leitor de tal forma, me vi completamente envolta em cada cena, imaginando e vivendo junto com os personagens!
Não há palavras para descrever a grandeza dessa obra, muito bem estruturada e cheia de emoção e mistério!

Quem não gostaria de viver um amor como o de Romeu e Julieta, escrevendo o próprio final com um belo final feliz *-*

Simplesmente SENSACIONAL... Surpreendente do início ao fim.
Nota 1000. *-------*
comentários(0)comente



Amanda 21/02/2018

Um amor de livro. Muito bem escrito, estruturado e planejado. Anne Fortier consegue prender a atenção do leitor do início até o fim em Julieta. Uma coisa que me chamou a atenção é a forma como a autora descreve de maneira tão rica a cidade de Siena, mostrando que ela teve todo um cuidado com essa obra, buscando estudar sobre a cidade e sua história antes de escrevê-la, ainda que sua mãe tenha colaborado muito com esse estudo. Fiquei apaixonada pela Siena retratada pelo olhar de Anne Fortier, como também pela história de Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti. Quanto a organização do livro, ela alterna os capítulos entre a Siena do século XIV (a maior parte no ano de 1340 pra ser mais específica) e a Siena do século XXI e eu particularmente achei isso muito bom pq deixou a leitura bem fluida e dinâmica, dando ao leitor a sensação de estar lendo dois livros muito bons que se completam ao mesmo tempo. Quanto aos personagens, eu diria que a maior parte deles são uma caixinha de surpresas, pois estão sempre nos surpreendendo quanto às suas histórias de vida, personalidades e identidades. Enfim, Julieta é um romance com muita aventura e reviravoltas envolvidas, que acredito que a maior parte das pessoas que o lerem não irão se decepcionar assim como eu não me decepcionei.
comentários(0)comente



Wendy 10/02/2018

Amor, através dos séculos s2
Chegou o fim.
Queria mais...
A autora criou uma estória maravilhosa a partir de uma que não tem quem não conheça, sobre Romeo e Julieta.
As várias páginas q a gente vai mergulhando na estória é um segredo, seja no passado ou no presente. Todas as pontas soltas amarrradinhas.
E os mistérios...
Quando pensei ser surpreendida por tal revelação ai a autora vinha e me deixava mais ainda de queixo caído.
É impossível desgrudar do livro pouco depois da metade da estória.
Gostei bastante.
Acho q apesar de tudo é um livro lindo lindo!
S2
comentários(0)comente



Blog MDL 04/02/2018

Julie Jacobs não se acha nenhum pouco parecida com a sua irmã gêmea, Janice. Comedida e tentando ao máximo levar a sua vida de maneira tranquila fazendo o que ama, ela nunca procurou aventuras para si que envolvesse homens ou escândalos. Criada por uma tia-avó, Rose, ela nunca pensou em si mesmo como protagonista de uma história de aventura, mas quando a única referência materna que tem morre, ela se vê às voltas com revelações surpreendentes a respeito da sua origem. Isso porque ao falecer, Rose deixa um testamento onde a casa que sempre viveu ficaria apenas para Janice, enquanto que para ela só restou uma carta com um conteúdo estranho demais para que ela pudesse confiar. Descobrindo que passou a vida toda vivendo uma mentira, sua tia-avó lhe revela que o seu nome verdadeiro era Giullieta Tolomei e que a sua mãe deixará exclusivamente para ela pistas que a conduziriam até um tesouro na cidade de Siena na Itália.

Ainda que sua razão lhe implorasse para que ela não acreditasse naquilo, ela parte para a Itália ainda que esperasse que nada resultasse dali. Durante o voo acaba conhecendo Eva, uma elegante mulher de meia idade que ao saber a família da qual Julie descende, se preocupa com a sua segurança e lhe dá vívidos avisos para que tivesse muito cuidado a quem fosse revelar a sua identidade, pois para os italianos, o passado era tão importante quanto o presente. Ao chegar em Sienna, ela espera verdadeiramete que sua mãe tenha lhe deixado algo de valor, mas ao encontrar apenas papéis antigos, um livro e um diário em um velho baú no cofre do banco, seu mundo parece que vai ruir mais. Entretanto, decidida a pelo menos tentar verificar a história ali contida, ela mergulha no passado de sua ancestral de mesmo nome mesmo sem saber o porquê de suas vidas estarem tão intricadas. Mas o que ela descobre acaba levando-a até a história trágica de Julieta Capuleto de William Shakespeare. Seria tudo uma grande coincidência ou havia mais de si mesma naquele passado do que era capaz de imaginar?

"- Tudo o que dizemos é uma história. Mas nada do que dizemos é apenas uma história. Pág. 22"

Ma che bello questo libro! Se tem uma coisa que eu não sou capaz de lidar é a magia contida na história da Europa. Aquelas ruas de pedras onde você caminha sem rumo mas que acabam lhe levando para lugares encantadores é algo impossível de descrever nesse pequeno espaço. E os deliciosos cheiros vindos dos restaurantes e das casas? Sim, certamente poderia viver para sempre provando as delícias da culinária do Velho Mundo. E toda essa profusão de sentimentos inexplicáveis me invadiu enquanto eu lia "Julieta" de Anne Fortier. Como a boa descendente de italiano que eu sou, mal pude me conter diante do esplendor contido nas páginas desse livro. Eu definitivamente não estava pronta para ver tudo o que eu vi sem me apaixonar e o resultado foi claro: devorei a história com um ânsia que há muito eu não tinha. Para começar, temos a escrita deliciosa de Fortier que não só consegue caracterizar os personagens de tal modo que eles parecem palpáveis, como também, descrever os cenários de uma forma que o leitor se sente nas ruas calorosas e charmosas da bela Siena.

Uma das coisas que mais me impressionaram nesse livro foi a capacidade da autora de descrever um período histórico com tamanha desenvoltura. Fiquei o tempo inteiro presa às páginas e ansiando desesperadamente para saber mais detalhes acerca da história da primeira Giulleta Tollomei, bem como, o que havia acontecido para despertar a rixa da família de Romeo Marescotti. É importante lembrar que diferente da obra de Shakespeare, há uma terceira família, no caso, os Salimbeni, que dão o tom a toda uma trama de drama e tragédia. O toque do universo das artes foi algo que me deixou ainda mais encantada, pois vemos como a vida do Maestro Ambrogio se entrelaça com própria história desse casal que tenta de tantas maneiras encontrar uma forma de ficarem juntas. Esse aspecto histórico é muito latente na trama e temos vários flashbacks para poder entender como tudo isso se reflete na vida e na origem de Julie, o que só torna tudo muito interessante pois somos levados a ver passagens secretas, estranhos rituais, disputas emocionantes e tantas outras acontecimentos que transformam a trama em algo riquíssimo de ser acompanhado.

"Agora compreendia que Frei Lorenzo sempre estivera certo. "O mundo mortal é um mundo de pó", costumava dizer. "Onde quer que pisemos, ele se esfarela bem embaixo de nossos pés e, se não andamos com cuidado, perdemos o equilíbrio e despencamos pela borda, caindo no limbo." Pág. 242"

E quando não estamos na Siena dos sangrentos palios, estamos acompanhando Julie que se encontra em um período de sua vida onde nada parece estar certo. Lutando para descobrir a verdade ocultada pelos segredos que sua família sempre manteve, ela ainda tem que lidar não só com a presença de um misterioso homem que faz seu coração bater mais forte, como também, com a sua irmã Janice, que aparece repentinamente e faz o possível para não deixá-la em paz. Sendo bem sincera, a personalidade da Julie foi o que mais me incomodou na história. Enquanto que vemos uma Giullieta extremamente forte e disposta a lutar contra tudo e todos, a nossa sucessora está mais para uma donzela em perigo. Sem contar que por vezes é de revirar os olhos a maneira como ela é teimosa e birrenta. Apesar disso ter me incomodando bastante durante a leitura a ponto de eu tirar meia estrela da nota final, tenho que afimar uma e outra vez que esse livro é algo espetacular! Não se deixem abater por uma mocinha difícil de engolir porque todo o resto vale tanto a pena que é fácil esquecê-la diante da presença forte dos demais personagens. Sem sombra de dúvidas, é um dos meus livros favoritos!

Comentários acerca da edição:
A edição que eu li não está mais disponível para venda e foi substituída em 2014 por outra cuja capa eu acho belíssima. Infelizmente, ela veio no formato econômico e por isso não possui orelhas e há algumas diferenças na diagramação, bem como, no tamanho do livro. Ainda não conferi pessoalmente e em decorrência disso não sei dizer se essa questão afeta ou não a leitura, de qualquer forma, pelo conteúdo do livro acredito que valha a pena adquirir mesmo assim.

site: http://www.mundodoslivros.com/2017/01/resenha-julieta-por-anne-fortier.html
comentários(0)comente



Devoradoralivros 27/12/2017

Muito instigante a leitura
Após a morte de sua tia-avó Rose, Julie recebe como herança cartas e sua irmã gêmea Janice ganha a casa em que moravam - nos Estados Unidos - Julie ao ler as cartas, descobre que seu nome não Julieta Jacobs, e sim Giulietta Tolomei, e que sua mãe deixou pistas de um tesouro. Assim, Julie viaja para Siena, Itália, em busca do tesouro familiar. Durante sua busca, ela recebe um diário demais de 600 anos, onde relata a tragédia histórica de amor entre Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, e a maldição que esta impregnada nas duas famílias.


Descobrindo que pode ser a próxima vitima, Julieta começa a vasculhar a cidade, atrás de pistas, porém ela não contava que poderia encontrar um grande amor, durante esta busca. Mas, conforme avança nesta corrida, ela começa a correr perigo.
O livro é muito gostosinho de ler, eu sou super fã de Dan Brown, e acabei encontrando uma semelhança entre os livros. É muito indicado para quem gostaria de ler algo com um toque de romance e aventura. Você acaba torcendo para que a protagonista acabe com a maldição familiar e encontre o tesouro. O livro apresenta dois modos de historia, o atual e o Siena do ano 300, o que é ótimo para quem gosta de uma pegada mais histórica.
comentários(0)comente



Cleanne.Alves 28/11/2017

Julieta
Demora um pouquinho pra se tornar envolvente mas é intrigante.. É leve com toques de romance bem femininos.. Vale a leitura...
comentários(0)comente



karine 14/11/2017

Cinco estrelas é pouco.
Nem sei o que dizer. Foi a primeira vez que a história de Romeu e Julieta realmente me tocou. Cinco estrelas com excelência. Terminamos o livro com o estranho sentimento de que não é apenas um livro, mas um história real, com pessoas reais. Siena já é um lugar mágico por si só, mas a autora humanizou a História do lugar de forma brilhante. Realmente amei. Lista dos favoritos!
comentários(0)comente



Maria Clara 11/11/2017

O mundo conhece a história de Romeu e Julieta, os amantes imortalizados por Shakespeare que, graças à inimizade entre suas famílias, encontram um trágico fim enquanto lutam por seu amor. No romance "Julieta", Anne Fortier oferece uma nova versão à história, quando a protagonista Julie Jacobs descobre que é herdeira da heroína shakespeariana.

Com a morte da tia que a criou, Julie descobre um segredo de família. Seu nome verdadeiro é Giulietta e, de acordo com pesquisas de seus pais, ela e sua irmã Janice - na verdade, Gianozza - são descendentes da dama Giulietta Tolomei, que vivera em Siena em 1340. A protagonista, então, viada à Itália em busca de uma herança misteriosa.

Julie descobre, em Siena, que a verdadeira briga não era travada entre Capuletos e Montéquios, mas entre as famílias Tolomei e Salimbeni. Quando a jovem Giulietta foi para a cidade morar com seu tio, sua beleza encantou o sanguinário Salimbeni, que decidiu se casar com ela e ameaçou os Tolomei caso o matrimônio fosse negado. O problema é que a moça já estava apaixonada por Romeo Marescotti, desencadeando o enredo que, nas mãos do Bardo, ganharia fama internacional.

Na Itália, Julie descobre esta nova versão da história. Ela também encontra registros da pesquisa de sua mãe sobre a genealogia da família e conhece pessoas como a rica Eva Maria Salimbeni, o pintor Maestro Lippi e o policial Alessandro Santini. Ao mesmo tempo que persegue seus mistérios familiares, a protagonista precisa decidir quem merece sua confiança e seu amor.

Com capítulos que alternam a narrativa contemporânea aos acontecimentos de 1340, "Julieta" é um livro leve. Alguns pontos do enredo parecem apressados e, várias vezes, forçados - os moradores atuais de Siena parecem determinados a viver unicamente segundo o nome de suas famílias, como se estivessem destinados a repetir a história de seus antepassados. Mesmo assim, é um livro agradável para quem deseja preencher o tempo entre leituras mais densas.

site: http://resgatedeideias.blogspot.com.br/2017/04/resenha-julieta.html
comentários(0)comente



Marcelo 25/10/2017

Me surpreendeu!!
O livro realmente me surpreendeu. No começo estava meio receoso em ler pensando ser mais um daqueles romances piegas e sem graça mas não.. muito pelo contrario!! É um livro com bastante aventura, com romance, suspense e até alguns pontos engraçados!!

Muito bom e muito bem escrito, não deixou nenhum ponto sem nó!!

Na contra-capa diz que é o Código Da Vinci com um toque feminino e é mesmo... aventura do começo ao fim!!

Eu recomendo para quem gosta de ação e suspense!!!
comentários(0)comente



273 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |