A História de Um Grande Amor

A História de Um Grande Amor Julia Quinn




Resenhas - História de um Grande Amor


52 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Hive 25/08/2020

Um bom romance de época
Gosto da escrita da Júlia Quinn, é leve e divertida. Faz com que você não consiga parar a leitura e quer logo o desfecho.

Diálogos muito bons com os protagonistas... mas, no final eu já estava chateada com a situação que não se resolvia e considero que a forma como se resolveu não me agradou 100%. (Minha opinião)

Mas eu recomendo a leitura para distração e para os que amam romance de época.
comentários(0)comente



Diane.Vital 02/08/2020

1810...
Uma adolescente sem muitos atributos físicos conhece o deslumbrante Visconde Tuner, de quem escuta que irá crescer e aparecer uma linda mulher. Nasce um grande amor.
Anos depois ela tem a oportunidade de conquistar seu grande amor, mudado por um péssimo casamento já não é o gentil homem do passado.
Será que somente a força de um grande amor será capaz de trazer de volta o encantador e puro homem do passado???
comentários(0)comente



Marcela.Messias 31/05/2020

Apaixonante
Leitura gostosa, fluída e apaixonante. Adorei os personagens, não consegui parar de ler.
comentários(0)comente



Flávia 03/03/2020

Procurando um livro leve e envolvente corri logo para Julia Quinn, uma autora já conhecida há um tempo e que sempre me encantou com sua escrita fluída, diálogos espirituosos e, é claro, personagens apaixonantes. Devo dizer, com muita frustração, que este livro ficou muito aquém do esperado. Inicialmente, devo destacar que o livro, falando de sua forma, lembra muito pouco outros livros da Julia Quinn, revelando um trabalho técnico bem diferente de livros como Os Bridgertons. A leitura, por vezes, é brusca, sem elementos de ligação e falta a ironia mordaz característica da autora. Miranda Cheever, a protagonista dessa história, tem uma personalidade bastante parecida com as outras protagonistas da escritora. No entanto, o protagonista, o visconde de Turner, é muito diferente dos homens de Júlia Quinn. Ele se revela violento e, por muitas vezes, claramente machista e, em nenhum momento, há menção de uma mudança no pensamento desse personagem. O livro é bom para passar o tempo, especialmente para quem gosta de um romance com muitas reviravoltas e drama, mas se você já leu outros livros da Julia Quinn, com certeza irá se frustrar.
comentários(0)comente



Ana Cristina 24/02/2020

Recomendação
Uma ótima leitura para quem ama romances de época!
comentários(0)comente



Isa 18/02/2020

Um clássico clichê, no qual a protagonista, Miranda, é apaixonada desde criança pelo Turner, irmão mais velho de sua melhor amiga Olivia.
Apesar de ser um livro relaticamente fino, a trama é longa e não muito fluída, os acontecimentos demoram a se desenrolar.
Os personagens se desenvolvem e amadurecem no decorrer da história. Contudo, suas características poderiam ser melhores e mais marcantes.
comentários(0)comente



Silvana 10/01/2020

Um rascunho bem feito
A Historia de um grande amor não é uma grande história, não chega a emocionar, os personagens são rasos e a trama extremamente simples embora, bem amarrada e coerente.
Uma classificação média, até porque Julia Quinn mesmo que quissesse não conseguiria escrever uma historia ruim mas, fica a impressão de ser um rascunho para algo maior.
comentários(0)comente



Laís 20/09/2019

Miranda é apaixonada por Nigel Tunner irmão de sua melhor amiga desde criança, e tudo muda depois que a esposa de Nigel morre. Um beijo pode despertar vários sentimentos e mudar toda uma história.
Julia Quinn e minha autora favorita e ao encontrar esse livro antigo e lançado por outra editora que não a arqueiro fiquei bem curiosa para ler, não é uma das melhores obras da autora, no começo estranhei o modelo do livro e senti dificuldades de reconhecer a escrita da autora que é tão marcante. Porém ao decorrer do livro fui sentindo mais da essência da Julia, o livro e pequeno e bem leve de ser ler, o casal e bem clichê, mas mesmo assim a leitura e agradável e dei boas risadas.
Eliana.Couto 08/10/2019minha estante
Onde você achou? ?


Laís 28/11/2019minha estante
Enviaram pra mim


Eliana.Couto 03/02/2020minha estante
Oi chegou no Kindle unlimited. A ed. Arqueiro vai lançar a trilogia. Vc viu? ?


Laís 03/02/2020minha estante
Sério? Não vi ainda, obrigada por me avisar, com certeza irei ler a trilogia ?




Regiane.Braga 25/08/2019

A história de um grande amor!!
No início tem um draminha.. mais o livro é bom, vale a pena a conferir!!
comentários(0)comente



Paolla Nogueira 07/08/2019

Não sei bem...
Julia Quinn pra mim sempre foi sem defeitos, continua sendo na verdade, esse é o primeiro livro que leio dela que não funciona pra mim.
O livro com certeza te prende, é de fato um romance apaixonante e seria um ótimo livro para ler em uma tarde chuvosa, ou para sair de uma ressaca literária, não requer muita persistência para se envolver com ele e se ver preso. Mas uma leitura mais observadora acaba mostrando alguns aspectos pouco atraentes.
Miranda tem um potencial enorme de ser a protagonista perfeita, mas ela para no "quase", ela tem seus momentos brilhantes e fortes como a cena na escócia que eu amei quase inteira, mas sinto muita falta de mais personalidades em muitos outros momentos, ela tem a indignação mas não faz muita coisa, e a única vez em que ela de fato se pronuncia é uma cena muito depreciativa para o sexo feminino. Entendo que a história se passa em um século passado mas estamos falando de romance e seria bom um aprofundamento nessas questões e não simplesmente "aceitar que é desse jeito, e chega de chiliques".
Não me apaixonei perdidamente por Turner, fui me envolver emocionalmente com ele só no fim do livro, antes disso confesso que muitas vezes torci para que ela ficasse com Winston. Apesar disso Turner ganha nossos corações depois de seu momento de entendimento, quando ele de fato se rende ao que sente e bla bla bla, é quando o livro compensa grande parte de suas falhas.
Olívia é a personagem que mais me chamou a atenção e confesso que gostaria de ler um livro sobre ela.. Winston também COM CERTEZA!
comentários(0)comente



Andrea 10/06/2019

Miranda se apaixonou por Tuner quando tinha 10 anos.....Tuner se casou com Letícia com quem foi extremamente infeliz e se fechou para o amor. Um desejo, uma noite e muitas dúvidas depois eles se casam....ele se sente bem com ela, mas não admite que a ame, ela quer ser amada
comentários(0)comente



Pretenses 28/12/2018

Resenha ~ História de um grande Amor
Oi Noraholics, creio já ter expressado meu imenso amor por romances, e este amor surgiu com a leitura dos livros publicados na minha juventude pela Editora Nova Cultural, que posteriormente passou a ser pela Harlequin Books Brasil. Livros que receberam o apelido de romances de banca, por serem seus locais habituais de venda, mas que também poderiam ser comprados por assinatura. Livros publicados em séries com nome de mulheres (Julia, Bianca, Sabrina) e num formato pra se levar na bolsa e de valor bem mais acessível que os livros de brochura de livraria e tendo como publico alvo as mulheres casadas, mas, que justamente pelo seu valor e fácil acesso para compra, sempre foi adquirido também pelo publico adolescente e jovem e com certeza, muitas vezes eram lidos escondidos dos pais.

Julga muito errado quem fala mal destes livros e suas histórias, principalmente porque a maioria das autoras de romances internacionais consagradas começaram suas publicações assim, através desta linha simples de publicação editorial. Hoje existe a plataforma digital, mas não se compara a um livro impresso. Havia uma série chamada de Clássicos Históricos, hoje bem conhecido como Romances de Época que estão tendo suas histórias republicadas no país através de várias editoras grandes e todo mundo está amando adquirir, além de outras que nunca antes foram publicadas no Brasil, mas, que quem ama este gênero com certeza já leu em pdf a maioria.

Quero falar de uma relíquia que tenho, uma história da consagrada Julia Quinn, publicada em 2008 no Brasil pela Nova Cultural e que espero com ansiedade a republicação dela pela Arqueiro, para ter o livro com uma qualidade de impressão melhor. “História de um grande Amor” é um dos meus livros favoritos desta autora e guardo com muito carinho a edição que tenho.
.
.
.
Quer saber mais? Leia no blog Pretenses!

site: http://www.blogpretenses.com.br/2018/06/resenha-historia-de-um-grande-amor.html
Eliana.Couto 08/10/2019minha estante
Gostaria muito de ler ?




Isadora 12/09/2018

Autora razoável, mas muito razoável mesmo, viu
O que dizer de Julia Quinn? Depois de ler Orgulho e Preconceito, Flores na Tempestade... depois de ler Jane Eyre, fica difícil gostar de Julia Quinn. Muito difícil mesmo.

É um livro notoriamente feito para entreter, sem qualquer tipo de complexidade crível, sem estrutura, sem densidade... é tão....passável.

Essa autora meio que está lançando diversos livros, mas ouso dizer que não são tão melhores assim. Eu li O Duque e Eu e achei tão sem sal, tão besta, tão fraco...

Julia, se esforça um pouco mais. Lance menos livros e tente fazer histórias mais complexas, que realmente nos prenda.
comentários(0)comente



Fabi 14/02/2018

4 ESTRELAS
Quem já leu algum livro da Julia Quinn, sabe que sempre é bom ler algo escrito por ela. Mesmo que você não goste do livro todo, algo irá te agradar.
E neste caso aqui, passei o livro quase todo odiando o mocinho, mas no final ele conseguiu alcançar o meu perdão.
É, tenho um fraco por cenas dramáticas de reconciliação.
Miranda Cheever conheceu o grande amor da sua vida aos 10 anos. Por ter cabelos e olhos castanhos, ela nunca foi considerada uma menina de beleza estonteante. Isso devido ela viver em uma sociedade que as moças loiras são as únicas consideradas belas.
Tudo isso resultou que ela crescesse se considerando uma menina feia. Até que ela conhece Nigel Bevelstoke, o charmoso e atraente visconde Turner, que diz que daqui uns anos ela se tornará uma jovem bela, inteligente. Com um beijo em sua mão de despedida, Turner faz ela se apaixonar por ele naquele instante.
Turner é o irmão mais velho da amiga de Miranda. Quando os dois se conheceram ele tinha 19 anos e Miranda 10.
9 anos se passam e Turner se encontra viúvo. Seu casamento não foi nada feliz. Sua esposa o traía e inclusive morreu grávida de outro.
A pessoa gentil e bondosa que ele era quando Miranda o conheceu, já não existe mais. Atualmente Turner é arrogante e carrega a mágoa por ter sido enganado pela esposa que ele devotava.
O príncipe já não existe, mas sim um idiota. Da raiva de ver o tanto quanto ele machuca os sentimentos dela. A garota há anos o ama em silêncio e ele a trata de forma cruel.
Turner desde o primeiro beijo faz a garota sofrer. Ele não é um mocinho que faz você cair de amores não.
Contudo, aos poucos Miranda vai mudando ele. Turner sente que ela é importante para ele, mas com a terrível experiência amorosa que teve, já não sabe se o que sente é realmente amor.
O final para mim foi bastante emocionante. Foi bonito ver como Turner percebe que sem Miranda ele não consegue viver. O amor venceu no final. S2
Recomendo o livro.
Dieila 27/02/2018minha estante
Adoro esse livro!


Mandy 08/07/2019minha estante
Tava aqui tentando achar de onde era os Belvestroke que em todo livro da Julia tem bailes deles kkkkkkk Acho q vou ler...


Mandy 08/07/2019minha estante
Ps. Acho q escrevi o nome errado mas q seja kkkk


Fabi 08/07/2019minha estante
Eu nem sabia disso ou n lembrava Mandy kkkkkk


Mandy 08/07/2019minha estante
Ahh é q reli os bridgertons e falavam de um baile deles lá e fiquei encucaca kkkkkk


Fabi 08/07/2019minha estante
kkkk por isso que é bom reler livros. Na segunda vez que lê, sempre reparamos em detalhes que na primeira leitura, passaram despercebidos.




Mi 14/05/2017

"-Eu também, meu amor, estou apaixonado - ele afirmou com lágrimas nos olhos."
"Miranda apertou o caderno de encontro ao peito e subiu correndo a
escada rumo ao seu quarto. Pegou uma pena, um tinteiro e abriu o caderno na primeira página.
Escreveu a data e, depois de pensar muito, uma única sentença. Tudo mais seria supérfluo.
2 de março de 1810, Hoje eu me apaixonei."

Miranda Cheever desde cedo tevr que lidar com as opiniões desagradáveis da mãe e da sociedade, que à via como inferior as outras meninas da sua idade, por possuir uma aparência mais peculiar.
Por mais que ela recebesse olhares tortos por possuir um cabelo castanho escuro, labios carnudos e sardinhas no rosto, ela sempre pode contar com a amizade e a lealdade de Olivia Mudando, a filha da família que ocupava a mais alta posição social da região.

Assim que terminara a festa de Olivia - sua melhor amiga - o pai de Miranda esqueceu-se de busca-la, não podendo ir para casa desacompanhada, a mãe de Olivia pede para que um de seus filhos - Nigel - acompanhe Miranda até em casa, e ao por os olhos no rapaz, a pequena Miranda, ainda nova, viu-se encantada pelo rapaz. ( Quem nunca não se viu apaixonada por um garoto mais velho do que você, faz parte da infância, juventude, talvez seja só um devaneio de uma garotinha. Talvez )

"Jamais vira um homem tão esplêndido. Embora com apenas dezenove anos, tinha ombros largos e corpo de atleta. Os cabelos eram mais escuros do que os de Olivia, mas com reglexos dourados pela exposição ao sol. Miranda sorriu. Sua mãe costumava dizer que se podia conhecer uma pessoa pelos olhos, e os de Nigel eram bondosos."

Depois do episódio incômodo que Miranda passou na festa da sua amiga, depois de sempre ouvir as reprovações da sociedade, ouvir um belo rapaz a elogiando, a tratando bem , sendo legal e gentil com ela, encheu a mente da menina de sonhos.

"No futuro, quando for adulta, será tão bonita como já é inteligente. E lendo o diário, entenderá que meninas parecidas com Fiona Bennet podem ser muito tolas. Dará risada ao lembrar-se das palavras de sua mãe ao afirmar que as suas pernas começavam nos ombros. E talvez dê um pequeno sorriso ao recordar-se da nossa conversa agradável de hoje."

Anos depois..
Infelizmente o Nigel ( ou Turner, como ele prefere ser chamado ), não é mais o mesmo de antes.
A vida não fora tão gentil com ele, ele que acredita no melhor das pessoas, que acreditava que colhia o que se plantava, se viu perdendo sua fé na humanidade.

É por isso que é lamentável observar o Turner do presente comparado com o do passado. Vê, o estrago que uma pessoa mal intencionada , foi capaz de causar.

O reencontro dos dois, não foi romântico como Miranda sonhava, porém não quer dizer que não foi marcante para ela. Marcante sim, mas negativamente.
Ainda culpado pelo ato que cometeu, se comprometeu com a Mãe para ajudar achar um bom candidato tanto para irmã, como para Miranda.
Homens honrados, para que as duas possam desfrutar de um bom casamento, e sejam felizes.

Só que com o passar dos dias, ele se cada vez mais fascinado por Miranda.
Antes, as qualidades de Miranda que ele achava fofo numa criança, hoje lhe atrai, o seduz numa mulher.
É difícil dizer em que momento ele começou a desejar estar na presença dela, foi algo que simplesmente ocorreu, sem ele notar.
A grande questão é : Ele dará uma chance, para Miranda faze-lo Feliz?
Seu coração despedaçado, voltará a bater por alguém novamente?

"- Fiquei muito surpreso pelo fato de alguém me conceder um amor
incondicional - afirmou depois de alguns minutos. -Surpreso por saber
que você podia me amar sem pretender modificar-me. Eu pensei que o meu coração tivesse ficado empedernido para sempre, mas estava redondamente enganado."
comentários(0)comente



52 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4