Lua de Mel

Lua de Mel James Patterson




Resenhas - Lua de Mel


52 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


DanielaF 31/05/2019

Um suspense, ok!
Um thriller light. A leitura é fácil, fluída. Os capítulos são breves (adoro isso), não é uma leitura maçante. Um texto intercalado entre 3ª pessoa e o investigador. O livro da pra ler em poucos dias.
Eu fui feliz com essa leitura. Curti os personagens. Só não dou uma nota maior por ser uma leitura bem básica, um suspense ok.
Não esperem acontecimentos surpreendesse e mirabolantes.
Achei um detalhe confuso. Um pouco antes do fim..mas acabei me encontrando.
Primeiro livro do James Patterson que leio e curti.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Erika 17/04/2016

Fantástico!!!
Eu simplesmente AMEI esse livro. Gostei muito da escrita do autor. Direta e objetiva. Não fica enrolando nem fazendo xaradas mirabolantes. A estória se desenrola naturalmente e envolve o leitor página após página. Impossível largar. Devorei em dois dias. LEIAM,LEIAM, LEIAM. Eletrizante e envolvente. Final surpreendente. Se tornou um dos meus queridinhos. É o primeiro que leio deste autor e virei fã. Quero mais! Super recomendo.
Erika 09/07/2016minha estante
Estou amando! É o segundo livro dele que leio, e não me arrependo


Erika 11/07/2016minha estante
Virei fã dele. rs... Lua de Mel é uma trama muito boa, eletrizante. Como todos os livros do autor. Boa leitura!


Erika 11/07/2016minha estante
Certamente esse vai se tornar um dos queridinhos rsrs. Obrigada Erika!


Erika 12/07/2016minha estante
De nada! Bjs




Jujuba 13/02/2016

Desafio - Lua de mel
O que pode faltar a Nora Sinclair, ela e linda, rica, inteligente e uma viuva negra. Se envolver com ela pode significar o fim de seu amante.
John O’Hara um agento do FBI que esta inventigando transferencias bancarias internacionais, se vê envolvido com esta mulher ao seguir os rastros do dinheiro que leva a morte de Connor, mas este é apenas o começo deste suspense, tenha sempre em mente que as coisas nunca são o que parecem.
comentários(0)comente



Jessy 02/02/2016

Resenha: Lua de Mel de James Patterson
Bom, o que posso dizer sobre um autor no qual sou apaixonada?
Eu particularmente gosto muito da escrita dele, pois apesar de escrever livros de suspense a maneira na qual a história se desenrola é irônica e divertida. Não achei em momento algum que o livro fica chato ou repetitivo, achei que tudo aconteceu na medida certa. O único problema do livro que na realidade não chega a ser bem um problema é que a história é tão cativante que quando você se da conta o livro acabou. Mas mesmo assim me apaixonei ainda mais pelo James. O livro gira em torno de uma linda, rica e sedutora design de interiores chamada Nora Sinclair que acaba de ficar viúva pela segunda vez. Para se aproximar de Nora um agente do FBI John O'Hara se disfarça de um corretor de seguros oferecendo a ela 1,9 milhões de dólares, o plano da certo mas a medida que eles se aproximam John tem que se perguntar se esta atrás de justiça ou uma paixão avassaladora.
Enfim vale super a pena a leitura. Tenho certeza que não se arrependerão, assim como não me arrependi.


site: http://livrosmeusmimos.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Caroline 21/01/2016

Lua de Mel
Lua de Mel

Até que a morte os separe

É uma obra entre outras de suspense policial de James Patterson, lançada pela editora Arqueiro, com mais de 260 mil livros vendidos, ficou principalmente conhecido pelo seu personagem ALEX CROSS cujo nome, deu origem a uma série.

A “Viúva Negra”, Nora Sinclair é uma designer de interiores bem sucedida, cuja vida amora é um tanto badalada - por assim dizer – que acaba entrando na mira do FBI por azar (rs). Ela está prestes a se casar com o ricaço Connor Brown, tudo parece está bem até que seu noivo morre misteriosamente.
Nora é procurada por Craig Reynolds ,o corretor que é responsável pela papelada de um seguro de vida milionário deixado pelo noivo, o que ela não sabe, é que um agente do FBI está na cola dela mais do que deveria.

Para quem gosta de mulheres poderosas e sedutoras assim como eu, esse é O LIVRO , muito envolvente eu realmente gostei bastante de Nora Sinclair, devorei está obra em dois dias pois ansiava saber qual era a próxima vítima de Nora.
comentários(0)comente



Erikinha 29/12/2015

Adorei
Esse livro estava na minha lista por um bom tempo, de cara a capa já me chamou atenção .
Eu particularmente adorei os dois personagens são marcantes, ninguém é tão bonzinho e nem mal.
Mesmo o autor não fazendo segredo, o final é muito surpreendente.
comentários(0)comente



Leila 04/11/2015

"Felizes para sempre" ou "Até que a morte os separe"?
Fazia tempo que não lia algo do James Patterson. Os primeiros livros dele que li foram "Na teia da aranha" e "O Beijo da Morte". Lembro que fiquei bem impressionada com esses livros, são muito bons! Até viraram filmes, com Morgan Freeman interpretando o detetive Alex Cross.

Bom, agora vamos falar de "Lua de Mel", escrito por James Patterson e Howard Roughan. Já tinha visto algumas resenhas não muito positivas sobre o livro, mas mesmo assim quis ler para tirar minhas próprias conclusões. O que posso dizer é que esse livro nem se compara com os dois que citei no parágrafo acima.

Eu diria que é um suspense policial que revela o principal mistério logo no início, mas mantém outros mistérios. A principal pergunta que a sinopse nos apresenta é "Nora é inocente ou culpada?" A resposta vem já nos primeiros capítulos (mas não vou contar para vocês...). Quando li a sinopse, eu imaginava que esse suspense em torno de Nora duraria mais.

O mocinho da história, o detetive O'Hara, não é tão bonzinho assim e é um tanto burro, na minha opinião. Leiam o livro que vocês entenderão porque estou dizendo isso.

Ao longo da leitura, vários mistérios que nos intrigam são revelados. O final foi diferente do que eu esperava. Ainda não decidi se gostei ou não. Mas me pegou de surpresa, pois eu tinha certeza que seria diferente. No geral, o livro não é ruim, mas também não é grande coisa.

Resenha publicada no blog Meus Livros e Sonhos

site: www.meuslivrosesonhos.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Mariane 11/09/2015

Lua de Mel, livro publicado pela editora Arqueiro, é o primeiro livro que leio de James Patterson. No começo do livro não estava levando muita fé, já não tinha me agradado muito por ser em terceira pessoa e feito com capítulos corridos sem entrar em muitos detalhes, achei que iria me atrapalhar na leitura, mas dai foi me surpreendendo.

Nora Sinclair é uma designer de interiores, sedutora e extremamente bem sucedida, mas, misteriosamente os homens com quem ela se envolve costumam ser vitimas de acontecimentos estranhos. E isto acaba despertando a curiosidade do FBI, e o malicioso detetive John O'Hara começa a investigar.
O que ele não sabia é que também iria cair na teia de Nora.

O'Hara é um personagem interessante, gostei do sarcasmo sempre presente em suas falas, e suas mil facetas. Igualmente inteligente como Nora.
Quando começa a investigar Nora logo após a morte do seu noivo, ele acaba se apresentando como Craig Reynolds um corretor de seguros, interessado a lhe dar um suposto "seguro" feito no seu nome por seu falecido noivo.

Os dois acabam se envolvendo em uma trama de gato e rato, confundindo o leitor e fazendo com que mude de opiniões varias vezes ao longo da historia. Cheias de tramas paralelas que flui fazendo a leitura ser rápida e ágil, o que os capítulos curtos não interferem em nada.


O final me surpreendeu, vou confessar que não gostei do fim, não que não seja bom, mas sabe quando você fica torcendo para o vilão se dar bem no final? Eu meio que fiquei torcendo por isso.
Eu imaginava que Nora iria conseguir se safar de tudo e estaria em um hotel cinco estrelas á beira mar tomando Sol,sorrindo como uma taça de champanhe na mão. Mas não foi assim. Alguns podem até achar que ela mereceu o seu fim, mas eu não, eu tenho um fraco por vilões. Fazer o que?

Mas enfim, já estou ansiosa para ler outro livro do autor, a primeira impressão foi super positiva! Leiam e me contem o que acharam.


site: https://paixoeselivros1.blogspot.com/b/post-preview?token=HUBJv08BAAA.qtVWrZGf_YJWRmmq1FczvxZG9yyZ5YBLcWyPCA2E6xfXReixoH4WV6DtTmJkSfZWOGmpqpTlabNx-0nVkMj8_A.032sxeap2mHBH9sD8WyveA&postId=22725256636610084&type=POST
May 02/10/2015minha estante
gostei muito desse livro. mas leia os assassinos do cartão postal, tbm é do James Patterson, é ótimo o livro.




Val 08/09/2015

Um ótimo enredo, bem inteligente, recomendo.
comentários(0)comente



@aangeladani 19/07/2015

"As coisas nem sempre são o que parecem."
Neste thriller, James Patterson se vale da característica de revelar desde o início para o leitor quem é o criminoso - ou, neste caso, a criminosa. Toda a graça da trama gira em torno de saber como essa criminosa será pega. Eu, particularmente, gosto muito de thrillers assim - tanto quanto gosto daqueles que mantém o segredo do culpado a "sete chaves" até o final. A leitura é bastante dinâmica e rápida, tanto pelos capítulos curtíssimos, quanto pelos vários acontecimentos que a história vai trazendo. E mesmo revelando desde o início quem é a culpada na história, o autor conseguiu manter um certo suspense em alguns detalhes da trama, como por exemplo: na identidade e na "função" do Turista, que só é revelado bem depois; na questão da mãe de Nora, Olívia Sinclair, uma mulher que está internada num hospital psiquiátrico e que, aparentemente, esconde algum segredo; e também na situação de Susan, uma agente linha dura que trabalha com O'Hara e que tinha tudo para ser apenas uma personagem secundária, mas que se destaca muito mais. A narrativa se alterna entre primeira pessoa (nos capítulos que falam de John O'Hara, é ele mesmo quem conta), e em terceira pessoa, nos capítulos que falam de Nora - o que oferece ao leitor um certo distanciamento na história, como se pudéssemos ficar cientes de todos os fatos vistos "de fora". Eu achei ótimo essa alternância do tempo verbal, porque ajudou a me situar melhor na trama. Outra coisa que achei bacana foi a questão da vida pessoal do agente O'Hara, que teve um significativo destaque inclusive - e principalmente - no desfecho da história. Pra finalizar, reforço que os dois personagens principais - Nora e John - são mestres na arte de fingir, conseguindo criar personalidades e persuadir quem os interessa para conseguir seus objetivos. A frase do título dessa resenha (e que também é a primeira frase do livro, ainda no prólogo): "As coisas nem sempre são o que parecem" é que vai guiar o leitor durante toda a trama. Um bom thriller! ;)

Nota: 3/5 (bom)
comentários(0)comente



nosso livro de cada dia 23/03/2015

''Nora Sinclair é uma mulher bem sucedida, linda, sexy e muito desejada pelos homens. E tudo parece perfeito quando seu noivo, o milionário Connor, a pede em casamento. Mas após alguns dias, Connor morre de maneira súbita. E muitos acontecimentos estranhos rodeiam essa linda mulher que se mostrará bem diferente do que parece. Mas o agente do FBI John O'Hara irá entrar no caminho dela e nada irá se resolver com facilidade.''

O livro me surpreendeu, me chocou e o melhor: me conquistou. Nora é uma mulher implacável e desde o começo é possível ver isso. Ela vai além das aparências, o que deixa qualquer homem desarmado, afinal, o que esperar de ruim de uma mulher tão maravilhosa? As aparências enganam e esse livro me mostrou um fato: homens são burros quando o assunto é uma mulher o seduzindo! Pode ser um empresário, um faxineiro ou até mesmo, no caso, um agente do FBI kkkk. A burrice do John me irritava mas o seu sarcasmo me deixava em conflito, porque eu adorava esses momentos. Um livro instigante, que li em dois dias e gostei muito dessa primeira leitura que fiz do autor.

site: https://instagram.com/nossolivrodecadadia/
Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 09/05/2015minha estante
Você pode me dar essa resposta?????




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Naty 15/12/2014

“As coisas nem sempre são o que parece” e, se você duvida dessa frase, ao ler o livro Lua de Mel de James Patterson concordará com ele e Howard Roughan. A história é repleta de reviravoltas e deixa o leitor convicto de que percorre um caminho, porém, nos damos conta, posteriormente, que somos levados por outro lugar inesperado.

Para quem não sabe, sou uma super fã de Patterson. Li esse livro tem um bom tempo, mas resolvi resenhá-lo apenas hoje. Não porque não gostei dele, pelo contrário. A narrativa é bem envolvente e a história é curiosa, embora não tenha sido o melhor trabalho do autor.

Estamos diante de uma protagonista por nome de Nora Sinclair, ela tem 33 anos e é considerada uma das melhores designers de interiores de Nova York. Ela tem um relacionamento com Connor, ele tem 40 anos e é administrador de fundos de investimentos. Um homem muito rico e ambicioso, nada muito diferente de Nora, nesses quesitos.

“Estou morrendo, digo a mim mesmo. Mas, não: é pior que isso. Muito pior. Estou sendo esfolado vivo... de dentro para fora. E é apenas o começo. Como um fogo de artifício, a dor sobe e explode na minha garganta, bloqueia o ar e exige um esforço extra para respirar” (p.08).

Connor sofre uma parada cardíaca e morre dias depois de ficar noivo de sedutora mulher. Ele é o segundo homem que Nora se envolve que morre da mesma maneira. Isso torna a protagonista como alvo de investigações do agente John O’Hara. Ele começa a buscar indícios do que poderia ter acontecido e se realmente foi ela a assassina desse caso.

Contudo, O’Hara tem de lutar para abandonar a sua atração por ela. Nora não é apenas uma sedutora de homens, mas uma dominadora. O agente precisa colocar em destaque o seu profissionalismo e deixar esse desejo de lado. Porém, será que ele vai conseguir resistir a esse jeito cativante de Nora?

Confesso que achei a construção da história um pouco forçada, em alguns momentos, sem colocar alguns pontos em cheque. Os autores usam algumas justificativas que poderiam ser mais exploradas. Muito embora eu tenha gostado da obra pela ideia do enredo e pela narrativa fluida.

“Os melhores mentirosos não dão detalhes” (p.41).

A obra é um verdadeiro jogo, em que vários personagens mentem e tentam persuadir um ao outro. O leitor se perde no livro com a frase inicial dessa resenha justamente por esse fator. É impossível não ficar com uma pulga atrás da orelha sempre que algo acontece. Afinal, “as coisas nem sempre são o que parece”.

Desde o início somos apresentados ao assassino e a busca para colocar a pessoa na prisão é algo incessante. O fato de já sabermos o autor do crime não coloca a obra como inferior ou minimiza a ansiedade do leitor, pelo contrário, pois desejamos saber como colocar o criminoso atrás das grades. O mistério surge do início ao fim, isso é inegável.

Notei alguns erros de revisão, porém, foram poucos. A capa é linda, achei que o efeito das sombras ficou perfeito. Para quem gosta de capítulos curtos, James permanece como de costume e eu simplesmente adoro. Isso deixa a leitura veloz e deliciosa. É impossível não aplaudir o querido James por essa obra, mesmo não tendo sido uma das melhores e mesmo tendo muitas coisas que poderiam ser melhoradas. Com todo ponto negativo possível, ainda é uma obra que eu leria novamente e indico para quem gosta do gênero.

“- Não se mexa! – disse o entregador. [...] Agora ponha as duas mãos contra a parede.
- Quem é você?
- Eu sou o cara que vai fazer você desejar ter pedido comida chinesa, O’Hara” (p.114).
Cris Dornelas 03/10/2016minha estante
Esse livro. Quando li tinha visto muita coisa boa, gente que adorou e fui na fé. Mas a construção da história é forçada em muitas partes. Achei meio...sei lá, como se só jogasse aquilo ali e o leitor que engula? Mas ela até que prende, consegue te deixar com a pulga atrás da orelha mesmo, desconfiado de tudo na história e isso achei legal. Não me dou bem com muitos livros desse autor, mas esse acabou sendo uma boa surpresa. Tem umas coisas que me incomodaram, mas no geral é um livro bom. Ainda mais pra quem curte esse gênero mesmo.




52 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4