O Menino da Mala

O Menino da Mala Lene Kaaberbøl
Agnete Friis




Resenhas - O Menino da Mala


97 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Fátima Lopes 30/08/2019

O livro tem ritmo digno de um bom suspense, mas a premissa inicial não se sustenta : não há nenhum argumento válido que justifique o fato da protagonista tentar resolver o problema sem notificar a polícia.
comentários(0)comente



Deise.Maria 15/05/2019

Simplesmente nao gostei, o final pra mim foi sem sentido.
Um menino é encontrado dentro de uma mala em uma estação por uma enfermeira chamada, Nina, sem saber o qie fazer e percebendo que o menino poderia esta sendo ameaçado por algo Nina decidi ir em busca de resposta para onde levar o menino ela sabe que a segurança dele depende dela, entao comeca a procurar meios de saber de onde ele vem e o motivo de ir parar dentro de uma mala nu em uma estação e ainda por cima desarcodado. Ja em outra narrativa a mãe do menino que se chama,Mikas, e é uma lituana chamada Sigita esta em busca de su filho que desapareceu de forma estranha, buscando conexões que tenha levado seu filho a sumir, Sigita descobre que seu filho foi levado por um homem forte e uma mulher, a mesma que vinha cercando o menino durante dias, sem apoio e completamente desesperada ela vai busca do filho na Dinamarca, seguindo pistas do que pode ter acontecido a ele, ela vai a casa de um dinarmaques, Jan, o mesmo que ficou com seu outro filho, seu primeiro filho que foi tirado dela. So entao descobre que Jan mandou sequestrar a criança para retirar dele um rim e doar ao seu outro filho que se encontra doente. Ao chegar na casa de Jan ela se depara com o sequestroador de seu filho que ameaça a familia de Jan de m busca do dinheiro que ele le ofereceu para fazer o serviço.
Nao sou boa em resenhas principalmente quando se trata de livros que li de forma arrastada e que naoe prendeu kkkk mo caso deste, achei muito rodeios de Nina em nao procurar ajuda para o desaparecimento da. Criança, ela nao buscou a polícia o qie seria de ordem natural qualquer pessoa faria, ele ficou rodando com o menino horas a fio, foi busca de uma prostituta lituana para poder conversar com o menino e descobrir de onde ele veio, sem falar que nao houve resposta quanto ao estado de saúde de seu outro filho doente apenas foi mencionado que Sigita faria a doação, o livro acabou sem nexo pra mim.
comentários(0)comente



thay 11/03/2019

Nota: 4/5
O menino da mala - Lene Kaaberbøl e Agnete Friis
Arqueiro, 2013

Admito que ao decidir ler "O menino da mala", imaginei uma história totalmente diferente da retratada pelo livro, admito também que imaginei que por serem duas autoras, o livro se perderia em alguns aspectos, mas tudo que imaginei estava errado.
Lene e Agnete conseguem discorrer a história com perfeita sincronia, tudo se encaixa, tudo se completa, tudo faz sentido.
Nina Borg é uma ótima protagonista, forte, destemida, conhece suas limitações -apesar de não respeitá-las- e acima de tudo, ama mais as pessoas do que a si mesma.
Destaque também para Sigita, que apesar de não ser a protagonista, é um dos focos da trama, mostrando ser uma mulher forte, com um passado que a atormenta, mas que apesar dos traumas é capaz de ir contra tudo e todos pelo bem de seu filho.
Com personagens fortes e abordando assuntos polêmicos como tráfico de crianças e pornografia infantil, o livro é uma obra que surpreende do início ao fim.
A narrativa é maravilhosa, impossível ler poucos capítulos de uma vez, a história te prende e os capítulos são bem curtos, quando fui ver já estava pra lá da metade do livro.
O enredo do livro é realmente muito bom e um dos fatos que mais me prendeu foi o de que a narração era feita por vários personagens que estavam envolvidos na trama, ao invés de se prender apenas a protagonista, e o fato, é claro, do livro ser bem girl power, no qual as mulheres tomam conta da história, demostrando independência e empatia umas pelas outras.
E apesar de todos os pontos positivos, devo acrescentar que muito pouco foi desenvolvido sobre o passado de Nina, o pouco que é mencionado sobre seu passado é
chocante e nos deixa querendo mais, porém esse "mais" não veio, e por esse motivo o livro não ganhou nota máxima.
Talvez no próximo livro das autoras que segue Nina Borg o seu passado será melhor explorado, por enquanto, fico na curiosidade.
comentários(0)comente



01/02/2019

O que você faria se encontrasse dentro de uma mala um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo?
Preciso começar essa resenha falando do exemplar físico desse livro: a capa é maravilhosa, muito linda mesmo, as letras têm tamanho ideal e são de fácil leitura e as páginas amareladas. O livro contém orelhas e é muito caprichado. Agora vamos à leitura em si:

O livro contém uma escrita que ao meu ver foi bem cansativa, os capítulos são curtos (talvez para que a leitura fique menos cansativa) e quando a história começa ficamos um pouco confusos pois aparentemente conta histórias desconexas de várias pessoas. Demora umas 50 páginas para conseguirmos estabelecer uma relação entre todas as pessoas citadas e precisamos ter certa persistência para prosseguir com a leitura. Como não sou uma pessoa que consegue abandonar livros eu sofri bastante no inicio dessa história pois dava a impressão que eu nunca sairia das primeiras páginas mas se passando umas 70 páginas o livro finalmente começa a andar de modo claro e vai nos prendendo mais a cada página.

Sempre durante a leitura fico refletindo sobre que nota darei ao livro e esse livro recebeu de mim várias notas ao decorrer da história mas por ir me surpreendendo ao decorrer da história eu aumentei significativamente a nota final do livro.

Uma das coisas que mais me incomodou ao pegar o livro para ler foram os nomes que são muito diferentes e que pelo menos eu tive muita dificuldade em saber pronunciar. Uma coisa que também não gostei foi não ter muito senso de local no começo do livro e como o livro não se passa somente em um País teve vezes que fiquei bem confusa até realmente entender tudo que estava acontecendo.

As primeiras 50/60 páginas desse livro são extremamente cansativas mas aconselho todos à continuar a leitura mesmo com esse começo pois ao decorrer do livro a história melhora e muito! É um livro que lentamente vai nos instigando a continuar e quando percebemos já terminamos a leitura. É uma história muito boa e todas as pontas são fechadas brilhantemente menos, é claro, as pontas que foram colocadas ali para nos instigar a ler a continuação. Eu com certeza continuarei essa série de livros pois vale a pena. Eu recomendo demais essa leitura e sugiro que leiam mesmo pois não irão se arrepender.

Boa leitura para todos.
comentários(0)comente



Tifany.Aparecida 03/01/2019

Muito Bom
No começo achei difícil de entender a ordem das histórias, mas é um livro bem interessante e uma história emocionante, adorei.
comentários(0)comente



Lana 12/11/2018

...
A historia foi lenta pra mim, muitos pontos de vistas, e tempo indo e vindo. Apesar do interessante, não me valeu o percurso
comentários(0)comente



Van Siqueira 05/10/2018

Resenha: O Menino da Mala – Lene Kaaberbol e Agnete Friis
Nina Borg é uma enfermeira da Cruz Vermelha e ajuda imigrantes clandestinos. Tem o coração bom e não gosta de ver injustiças. Casada e mãe de dois, tenta equilibrar sua vida profissional com a pessoal.

Certo dia, Nina recebe a ligação da amiga, Karin, pedindo ajuda. E dá de cara com uma mala com uma criança nua e desacordada. Ela deveria acionar a polícia e entregar o menino para que eles resolvessem, porém, após notar que um homem estava atrás do menino, acionar a polícia não era mais uma opção, ela teria que se virar sozinha.

Outros 3 personagens entram em cena: Jucas, Sigita e Jan. A narração dos personagens se intercalando entre os capítulos.

Jucas é um lituano forte e de grande presença física que só quer constituir família junto com sua namorada, Barbara, 9 anos mais velha que ele. Sigita é uma mãe solteira que mora somente com o seu filho, Mikas, e já passou por poucas e boas na vida. E por fim, temos Jan, um empresário muito rico, casado com Anne, e que faz tudo pela família.

O que eles tem em comum? Um pequeno detalhe os ligam, uma mala.

Preciso dizer que achei desafiador ler os nomes difíceis citados no livro, como os nomes das pessoas, ruas e cidades, Olgasvej, Vedbaek, Osterbro, acreditem esses são os mais fáceis!

A trama toda foi muito bem construída. Admito que precisei reler os primeiros capítulos pra entender melhor o começo da história, mas no decorrer da leitura tudo foi fazendo mais sentido e se encaixando. Em certo momento, eu já meio que desconfiava de tudo o que poderia vir a acontecer e eu fui juntando as peças. Foi muito legal todo o suspense em torno do menino da mala e dos personagens, que por sinal, foram muito bem desenvolvidos.

Do meio do livro para o final eu não conseguia parar de ler, pois precisava saber porque ele estava dentro de uma mala, para onde estava indo, estava louca por respostas.

Adorei os temas retratados no livro, como tráfico de drogas e de pessoas, prostituição e sequestros. Narrativa excelente!!!! Um suspense com uma pitada de ação, tudo na medida certa. Recomendo demais!

site: https://leituraseriada.wordpress.com/2018/10/05/resenha-o-menino-da-mala-lene-kaaberbol-e-agnete-friis/
comentários(0)comente



leila.goncalves 17/07/2018

Sensível E Pungente
?O Menino da Mala" vai prender sua atenção. Sensível e pungente, é um belo exemplo da nova literatura policial escandinava com um enredo denso, cercado de mistério e personagens bem construídas (atenção aos nomes, difíceis de lembrar).

Apresentando um ritmo de leitura acelerado, logo nas primeiras páginas, um menino é encontrado nu e drogado dentro de uma mala, deixada no guarda-volumes de uma estação rodoviária em Copenhague. Nada se sabe a seu respeito e para piorar, ele deve ser estrangeiro, pois não fala uma única palavra de dinamarquês.

Narrado em terceira pessoa, cada capítulo é voltado para uma personagem de destaque (uma enfermeira, a mãe, um empresário e o sequestrador) que se revezam na condução da trama, revelando segredos, medos e inseguranças. A princípio, essas histórias parecem não ter maior ligação, porém, com o desenrolar da trama, elas se cruzam, expondo um caso sórdido e sinistro.

Nina Borg, a personagem central, na realidade, é protagonista de uma conhecida série e essa é sua primeira aventura. Casada e com dois filhos, ela trabalha para a Cruz Vermelha e a "Rede", uma organização clandestina que presta assistência a imigrante ilegais.

Quanto as autoras, Agnete Friis e Lene Kaaberbol formam uma dupla bem entrosada e sabem expor um caso de crueldade infantil com propriedade e o mais interessante, mediante um olhar absolutamente feminino. Com um desfecho que surpreende, mas que certamente não agradará a todos os leitores, eis um "livro tenso e arrepiante que mostra até onde se pode ir por dinheiro e em nome da família."
Lua Gatti 18/07/2018minha estante
Não curto séries mas tô querendo comprar, vc indica ? Tipo tem começo, meio e fim, ou irá nos obrigar a ler a série toda ?


leila.goncalves 18/07/2018minha estante
Eu gostei do livro, li também ?A Morte Invisivel? das mesmas autoras e são leituras independentes, com personagens em comum.




Michelle Ferro 13/04/2018

Neste primeiro livro da série, que contém como protagonista uma enfermeira dinamarquesa da Cruz Vermelha a Nina Borg, no decorrer da história ficamos abismados com sua necessidade de ajudar os outros até mesmo abdicando suas necessidades e colocando em segundo plano seus familiares para ajudar os necessitados, demonstrando-se totalmente altruísta no decorrer da trama.
Após Nina Borg ter acesso a mala e abri-la, seguindo a única orientação de sua amiga de abrir em local afastado, deparar-se com uma situação totalmente inusitada uma criança nua e desacordada, fica chocada e faz vários questionamentos sobre a situação, sobre a criança e qual atitude deverá adotar.
O início do livro é um pouco desestimulante nos primeiros capítulos, por ser um pouco truncado e confuso, entretanto, no decorrer a leitura se torna extremamente interessante, flui de forma muito gostosa e estimulante, nos deixando com muita curiosidade, sobre o motivo do menino ter ido para naquela mala e aos poucos cada dúvida da protagonista vai aclarando naturalmente e mostrando “o motivo” da atitude de cada personagem e cada vez mais nos entrelaçando com o livro.
Em relação ao final da história poderia ter sido melhor abordado, escrito de outra forma pelas autoras, apesar disto gostei muito do livro, recomendo e pretendo ler a série completa.
comentários(0)comente



Nathan 12/04/2018

"Você adora salvar as pessoas, não é?"
O Menino da Mala foi uma leitura bastante prazerosa. É um livro pequeno, de aprox. 250 páginas, que foram muito bem aproveitadas com uma narrativa bastante rica em detalhes.

O único ponto negativo é o desfecho que não me agradou muito. O mistério que eu esperava acabou sendo numa proporção bem menor.

Mesmo assim, vale muito a pena. Recomendo a todos!
comentários(0)comente



Letícia 14/03/2018

Digno de 5 estrelas
"Você adora salvar as pessoas, não é? Bem, aqui está a sua chance.” Mesmo sem entender o que sua amiga Karin quer dizer com isso, Nina atende seu pedido e vai até a estação ferroviária de Copenhague buscar uma mala no guarda-volumes. Dentro, encontra um menino de 3 anos nu e dopado. Será que ela está diante de um caso de tráfico de crianças? Sem saber se deve confiar na polícia ?"

- Livro incrível, história que prende a atenção e desperta empatia do leitor. Super recomendo! Sem dúvida, um dos meus favoritos. Ansiosa para começar "Morte invisível", mais uma aventura da enfermeira Nina Borg.
Mariana.Costa 05/04/2018minha estante
Alguem poderia me explicar o final
acabei de ler hoje ...me encantei com livro mais o final não conseguir entender
por favorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr




mirna 28/02/2018

O Menino da Mala
Terminei o livro *O Menino da Mala*.
????

A história é um suspense que envolve vários personagens que vão se juntando no decorrer de uma história misteriosa.
Envolve o nascimento de um bebê de uma garota que não tem as mínimas condições de ficar com ele, imatura, sem ajuda do pai inconsequente e obrigada pela tia a doar a criança sem sua vontade, mas não imagina o que o futuro reserva para ela, com o sequestro do segundo filho ela é jogada dentro de uma trama perigosa.
Confesso que iniciei a leitura com receio de não gostar pela classificação que vi e por alguns comentários, mas achei a história muito boa.
comentários(0)comente



Rossine 25/02/2018

Bem original a premissa do livro (um menino dentro de uma mala), além do fato de que se sabe de antemão quem prendeu o menino, mas se tenta desbravar o motivo. No início, o livro é meio devagar, não empolgando tanto, mas depois deslancha, tendo muita ação na parte final. Interessante também conhecer uma Dinamarca não tão perfeita assim. Achei que a protagonista Nina poderia ser mais forte e marcante. Às vezes, o texto ficava um pouco truncado, mas acho que pode ser problema da tradução. A capa do livro é muito original e bonita.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Paulascrap 17/07/2017

Superou as expectativas!...
Um livro que comprei à cegas (motivo: comprei o segundo em uma promoção e ao ler a sinopse vi que tinha o volume I) O menino da mala : Uma enfermeira que trabalha com refugiados recebe um pedido de uma amiga para buscar um encomenda em um armário, ao abrir a mala surpreende-se com a visão de um menino de 3 anos nu e inconsciente. Ao procurar sua amiga em busca de esclarecimentos a encontra morta com sinais de tortura, começando assim, uma trama com muito suspense envolvendo tráfico humano, doação de órgãos clandestinas, e a vida dos personagens vai se entrelaçando de uma maneira eletrizante,uma leitura impossível de se largar. Recomendo muito a leitura e quem souber me dizer quantos livros possuem a sequência agradeço. 😍😍
Nicole 06/08/2017minha estante
Comprei exatamente do mesmo jeito que você. Adorei os dois livros e pelo que li existem pelo menos mais dois, não lançados aqui.


Paulascrap 06/08/2017minha estante
É muito bom qdo nos surpreendemos dessa forma


Mariana.Costa 05/04/2018minha estante
Alguem poderia me explicar o final
acabei de ler hoje ...me encantei com livro mais o final não conseguir entender
por favorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr




97 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7