Réquiem

Réquiem Lauren Oliver




Resenhas - Réquiem


93 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Cota 15/09/2021

Eu não acredito que termina dessa forma!! EU ME RECUSO!!! Precisa ter mais um livro! Aí tá, eu entendi que é pra mostrar que a gente não precisa saber, mas eu quero saber!!!
comentários(0)comente



Line 26/08/2021

Não se atinja com resenhas ruins
Eu estava tão feliz com o final do livro passado que eu mal terminei o segundo e já iniciei este aqui. Mas logo fui decepcionada, aconteceu tudo que eu queria de um jeito horrível. Então eu fui as resenhas e foi de tirar a vontade de continuar, todos falando que o livro acaba mais e que nada de bom acontece mas vou falar aqui ISSO É UMA MENTIRA.

Foi um porre a autora ter enfiado um triângulo amoroso aqui é claro, É UMA GUERRA MEU AMOR NÃO É ROMANCE, Mas pelo ela já tinha cagado tudo botando um novo par no segundo livro que acabou firmando um triângulo que nós já esperávamos (apesar de não ter triângulo de verdade já que a gente sempre soube quem a Lena amava mesmo)

Outro fato triste, meu amo Alex. Eu estava tão ansiosa para saber tudo dele, eu estava tão ansiosa para ele contar oq passou pra Lena, mas simplesmente não aconteceu. Eles mal interagiram e teve uma parte que eu pensei que iria acabar assim, um sem falar com outro.

Por outro lado esse foi o que teve mais ação, eu amei a batalha e as cenas da Lena lutando a evolução dela nesse livro foi EXTRAORDINÁRIA (apesar da evolução sentimental dela ainda está uma merda) e aqui vemos uma Lena guerreira sabe.

O tão esperado e mal falado final: não é ruim! O livro acaba em aberto? Sim! Mas é um aberto que a gente entende tudo, ela fez a escolha de quem ela iria terminar ali naquele final sim, não adianta dizer que ela não escolheu nenhum dos dois pq ela escolheu é óbvio. O único ponto do final que não gostei foi de Hana mas de resto gente não tem o que reclamar mesmo, o FINAL É PERFEITO.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jojo 10/08/2021

Julian
Bom, um final conceitual para um livro de construção romântica.
Infelizmente o final em aberto acaba com toda a construção de enredo dos outros livros. Os finais sem respostas, a infelicidade da Hana e da Lena abordadas nesse último livro, se perdem por uma falta de conclusão. Uma trilogia, boa, ordinária, mas com ressalvas.
Obs. Para a banalização do Julian, o desprezo por um personagem que merecia muito mais, btw, mais que o "mocinho".
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Andréa Araújo 13/07/2021

Muito bom, mas poderia ser melhor.
Não me leve a mal pelo título da resenha, o livro é realmente muito bom, mas, pelo enredo dos dois anteriores, eu esperava muito mais desse final. E minha crítica é realmente essa, não parece tanto um final. Eu estava esperando mais ação.

Depois do final do segundo livro, com as novas descobertas sobre a resistência, a mãe de Lena e o aparecimento de Alex, a minha expectativa estava alta e eu tinha algumas teorias de como iria se desenrolar a história nesse aqui. Mas não foi bem assim. O livro ainda é muito bom, a autora escreve muito bem e eu estava próxima demais dos personagens para não me importar, mas achei que teríamos aqui alguma revolução mais a fundo. A falta de um final, ou uma explicação de como o mundo ficou também não ajudou muito. Acho que eles focaram demais na Selva e como o livro estava sendo pelo ponto de vista de Lena e Hana, o leitor foca fora de todo o desenvolvimento da revolução. Senti falta de algo a mais.

Mas amei como os capítulos foram divididos dessa vez, amei ver as duas diferentes perspectivas da mesma situação e amei ver a Hana aqui. Espero que ela fique bem.

O que me doeu muito o coração foi o Julian, fiquei com pena dele o livro todo, mesmo que nada demais tenha acontecido, mas imagina conhecer o amor e descobrir que a dor, o medo e tudo mais vem junto?

O final, mesmo sem epílogo, o que definitivamente a autora está me devendo, é muito bom, os dois encontros da Lena aqueceram o meu coração. Queria mesmo saber como todos ficaram, mas ficará a cargo da minha própria imaginação.
comentários(0)comente



Leska 15/06/2021

Esse final só foi decepção, sério eu estava esperando mais, com toda aquela enrolação em todo o livro o final foi bem fraco.
Mas teve uma reviravolta que me deixou bem chocada, na minha opinião o primeiro livro da trilogia é o melhor.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Gabi 17/05/2021

Um livro muito bom, poderia ser mais desenvolvido e responder a mais perguntas, teve um final nada convencional que me surpreendeu. Confesso que da trilogia não é o melhor, porém me prendeu e eu gostei muito, recomendo para quem não liga de ter um final meio aberto :)
comentários(0)comente



Bruna 24/04/2021

A série é muito interessante, porém o final deste livro fica em "aberto" sobre o que acontece com vários personagens, deste modo está seria muito melhor se o livro fosse um pouco maior com um salto temporal por exemplo, para que houvesse um desfecho da história.
comentários(0)comente



Sophie 13/04/2021

Decepcionante
que bagunça foi essa...?
conclusão péssima, cheia de pontas soltas e mal planejado. parece que a autora esqueceu que estava no último livro enquanto descrevia os pormenores das árvores e inventou um final ?aberto? (leia-se preguiçoso) em 50 páginas.

- lena continua a mesma menina mimada e criança, a única diferença é que ela sabe lutar
- teve um triângulo amoroso desnecessário (e sem conclusão)
- lauren fica falando coisas óbvias para o leitor, como se não soubéssemos interpretar
- esse livro me fez passar a questionar a revolução, em vez de aderir a ela
- 100 páginas pelo menos são de enrolação.

uma bagunça total. 2,5 generosos.
Tentando ser leitora 28/06/2021minha estante
Nossa, concordo em gênero, número e grau. Decepção, leitura maçante. Zero amadurecimento dos personagens, em especial da protagonista. E o pior de tudo, não dá nem um pouco vontade de aderir a revolução: não houve construção de laços reais de amizades ou família entre os Inválidos (vários personagens mal explorados), não há um objetivo claro entre eles (a autora coloca a Lena às cegas o tempo todo e acha isso incrível), e pra ser sincera, nem mesmo faz parecer valer a pena amar (dentro do conceito do livro) já que não tem nenhuma construção profunda ali, que de fato traga felicidade e abrigo, apesar das diversidades. A Lena só pareceu querer companhia mesmo, poder escorar a cabeça no peito de alguém, não importa de quem. A autora escolheu por triângulo amoroso de 1 semana de construção, ao invés de trabalhar com o que já tinha. E ainda conseguiu anular a personalidade mais legal da trama: Alex. O livro é péssimo, muito aquém do plot apresentado inicialmente. Você sintetizou brilhantemente, mas foi bem mais generosa do que eu seria. Nota 1,5, por ter tido a decência de salvar a Grace (ainda que de uma forma bem sem graça).




spoiler visualizar
comentários(0)comente



kim 30/12/2020

Amei
Terceiro livro da série, que eu adorei! Simplesmente devorei a trilogia. A autora escreve super bem e a história é muito interessante. Aprendemos que a revolução e a liberdade são um caminho sem volta.
comentários(0)comente



Gabi 14/12/2020

Essa resenha terá spoilers dos dois primeiros livros, caso não os tenha lido ainda, recomendo que não veja essa resenha.
A trilogia Delírio me chamou atenção assim que li a sinopse e tive uma ideia sobre o que seria a história. O primeiro livro nos apresentou Lena, Hana e Alex como personagens muito promissores, que queriam resistir às leis controladoras da sociedade em que viviam, que queriam lutar e ser quem eram. Infelizmente, eles só foram decaindo até se tornarem insuportáveis. A chegada de Julian no segundo livro prejudicou demais a história, eu não entendo essa necessidade de transformar toda trilogia em um triângulo amoroso. Sinceramente, existem vários livros que por mais que eu goste, não consigo amar justamente por que em algum momento quem escreveu resolveu seguir a tradição e colocar uma terceira pessoa na história. A chegada de Julian para a história se torna ainda mais desnecessária porque tava na cara que o Alex estava vivo e apareceria em algum momento. Toda a dinâmica Alex-Lena-Julian foi extremamente cansativa, e fizeram três personagens que individualmente eram muito interessantes se tornarem completamente entediantes. Tudo bem, eles são adolescentes, mas não precisavam ser idiotas por causa disso. Sem contar que já estava bem óbvio como as coisas iriam acabar para esse trio. Foi uma das poucas vezes que vi um triângulo amoroso em um livro e pensei: "independente de com quem ela ficar, não faz diferença pra mim, ambos os casais já estão arruinados na minha opinião". As revelações sobre a Hana também destruíram a personagem para mim. Quando a história para de brincar de triângulo amoroso adolescente e foca nos conflitos da sociedade em que a história se passa as coisas ficam bem melhores, não o suficiente para compensar os personagens, mas pelo menos o suficiente para nos levar à um final que particularmente gostei bastante.
comentários(0)comente



Daniel 14/12/2020

Final decepcionante..
A trilogia até então estava indo muito bem, com um primeiro livro muito bom e um segundo livro maravilhoso, mas, infelizmente, essa história termina de uma maneira totalmente mal feita e sem sentido.

Falando sobre coisas boas do livro, primeiramente a adição de uma nova perspectiva na história foi ótima, pois fez a gente ter a noção do que estava acontecendo nos 2 lados da sociedade.

O início do livro até que estava indo bem, continuando o ritmo do anterior, mas logo começa a acontecer umas coisas que me irritaram bastante, o clichê do triângulo amoroso, um querendo fazer ciúmes ao outro, péssimo!

A autora por várias vezes abre plots que simplesmente não dão em nada.

Outro ponto que me incomodou profundamente foi o fato da autora apenas citar cenas importantes, quando ela poderia nos mostrar, um exemplo é em uma determinada cena que tinha um potencial de ser épica, mas a autora simplesmente foge dela e só fala através de uma outra personagem o que aconteceu, o pior é que isso não acontece apenas uma vez, foi uma série de oportunidades perdidas onde ela poderia ter explorado certos acontecimentos, mas, ela simplesmente faz algum personagem nos contar o que aconteceu.

Durante todo o livro a autora cria uma atmosfera de que algo grande vai acontecer, mas de nada adianta, o final é totalmente corrido e pra piorar fica várias pontas soltas, a gente não sabe o que vai acontecer depois, como a sociedade vai ficar, como vão ficar as pessoas que acompanhamos durante todos os livros. Por fim, a autora simplesmente acaba o livro no momento do clímax da história e finaliza com um texto que deveria servir como "crítica".

É triste que uma trilogia que estava indo tão bem, tenha um final como esse.
comentários(0)comente



93 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR