Meu

Meu Katy Evans




Resenhas - Meu


48 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Clube da Resenha 11/12/2020

Maravilhoso
Esse segundo livro também é bom, como o primeiro. Um complemento da história. Temos o Remy enfrentando seus problemas, a Brooke tentando o ajudar de todas as formas. A equipe dele sempre lai para ele, para qualquer coisa. E um novo membro que surgi sem menos esperarem. Excelente. Remy é intenso, amoroso, protetor... ele é demais. Amei
comentários(0)comente



Dam 14/10/2020

Gostei, acredito que o primeiro é bem mais interessante, masssss esse não decepciona.
#Partindo para o 3°
comentários(0)comente



duda 27/09/2020

a intensidade desse homem meu deus eu tô muito apaixonada, a brooke só me decepcionou nos surtos histéricos de ciúmes
comentários(0)comente



Tícia 23/08/2020

Eu tentei.
Juro que tentei.

Mesmo depois do trauma motivado pela mocinha e seu nauseante e interminável cio em REAL, ainda assim, decidi dar mais uma chance à série.
Perturbação de cabeça.

E MEU, obviamente, cumpriu o que se esperava: pouca história, pouco conflito, falação sem fim sobre o quanto Remy é gostoso e afins, mais da Brooke pingando, encharcando, molhando, umedecendo, vertendo e gotejando pelo mocinho.
Que bosta.

E a quantidade de “meu” e “minha”? Na décima vez que um falou isso para o outro, a gente já tinha entendido há tempos. Na 393847ª, só brigadeiro mesmo pra aguentar essa merda.

O pior é que a história tinha potencial caso tivesse seguido o bom caminho. A bipolaridade de Remy, os familiares problemáticos dos mocinhos e até mesmo o clichê de ciúme de Brooke com a piranhada dando em cima de Remy, seriam bons pontos a se explorar.

Mas a autora fez isso?
Não. Ela preferiu gastar dois livros falando a mesma coisa: acasalamento.

Daí, você poderia pensar: “E o enredo?.” Num tem. A única novidade é que os mocinhos tiveram de se separar por dois meses. Bem, imagina o quão traumatizante é ler sobre Brooke na seca? Hum? HUM??????

:/

Marina 10/01/2021minha estante
A melhor resenha que eu li na minha vida kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Tícia 17/01/2021minha estante
Brigadão, Marina :D




Lari 03/08/2020

É uma boa continuação. É legal perceber a evolução dos personagens e o desenrolar da história
comentários(0)comente



Gabrielle.Malta 25/07/2020

Não sei o que dizer desse livro,é bom mas muito cansativo.
comentários(0)comente



Ju.Cassimiro 14/06/2020

Pra aquecer o coração!
Eu amo essa história não importa quantas vezes eu leia. Remy sempre me deixa embasbacada com seus sentimentos. Brooke sempre me admira com sua força. E esse casal sempre é um exemplo.

O amor entre eles é a coisa mais forte. É o que salva ambos. É o que os motiva e o que os faz lutar. Remy luta com unhas e dentes com sua doença e Brooke luta por eles.

Esse livro tem um plus que é a necessidade de se afastarem. Os dois mostram que realmente não funcionam sozinhos e que o lugar de um é ao lado do outro. Não podia ser mais bonito e intenso. 

Toda a história é muito sobre como o amor salva. E esses dois mostram muito bem isso. Eles simplesmente se adoram.

Os personagens dessa trilogia são muito bons e divertidos. A única exceção que faço é para a Nora que é uma vaca egoísta. Odeio ela e não vou passar pano igual a Brooke faz. 

No todo o livro é sensacional e tem a quantidade certa de romance, comicidade e drama. Amo de paixão e recomendo demais!
comentários(0)comente



Ana 07/06/2020

PUTA
QUE
PARIU
O segundo consegue superar o primeiro, gritei horrores e me apaixonei pelo Remy a cada capítulo (nada de novo)
comentários(0)comente



Leticia 11/05/2020

Gostei mais que o primeiro, porém algumas coisas ficam repetitivas que acabaram me incomodando, a Brooke tbm me irritou em alguns momentos. Mas eu gosto do Remy, ele é um fofo!
comentários(0)comente



ruth.rol 26/04/2020

Mil vezes o primeiro livro...
Apesar de dar um desfecho p estória a autora prolongou demais.
comentários(0)comente



Camila.Frazao 22/04/2020

Amooo
A sequência de Real consegue ser ainda melhor que o primeiro. Katy arrasa ???
comentários(0)comente



Paulinha_Martins 30/03/2020

Meu
Se eu amei o primeiro volume "Real", esse então me destruiu....nunca vi um cara agir assim com sua amada. Remy é um cara sofrido e mesmo Brooke o entende e o ajuda. Maravilhoso!!!!
Cada cena, cada coisa, cada bomba que vem nesse livro que fiquei em choque, mas também há notícias boas!!!!
comentários(0)comente



NiriSiri 24/02/2020

Alguns pontos poderiam ser menos absurdos e desenvolver a história dos outros personagens.
comentários(0)comente



Annalisa 09/02/2020

Meu
Continuando as leituras dos clichês sem grande esforço mental, sigo a sequência de Real e me deparo com Meu.

Continuo com as mesmas impressões do primeiro livro, história abandonada de lado e foco somente em o quanto o casal principal precisa estar junto. Sendo alguns pontos meio absurdos.
Também tenho a impressão que toda a história poderia ter sido desenvolvida em um único livro, já que tudo é sempre a mesma repetição da situação anterior.

Como todo continuação de romance, vemos o casal junto, com seus altos e baixos, indas e vinda. Aprendendo a superar seus traumas e se abrindo mais para o mundo. Nada surpreendente.
comentários(0)comente



Paula Faria @blogliteralmenterosa 10/12/2019

Remington Tate encontrou a razão do seu viver, a mulher da sua vida, Brooke Dumas, Junto com ela a vida lhe trouxe uma das maiores alegrias da sua vida, mas ao mesmo tempo em que a felicidade parece prevalecer em duas vidas, o medo, os erros do passado e as inseguranças colocam o felizes para sempre desses dois em perigo. Brooke precisa lidar com seus medo e no meio dessa crise dolorosa, ela acaba sendo afastada de Remy e precisa lutar fortemente pelo seu amor, precisa ser forte, cuidadosa e além de tudo firme em suas decisões e segura sobre os sentimentos que unem suas vidas.
Nessa segunda parte da história de Remy e Brooke sentimentos o quão densa, dolorida e perigosa é a história de amor dos dois, rodeados de perigos, qualquer decisão impensada pode ser definitiva para o futuro dos dois, mas também vemos o quão forte um amor pode ser, o quanto somos capazes de abdicar de nós por quem amamos e vemos o quão feliz se pode ser quando o amor nos encontra. Mais uma vez temos uma história fluida, emocionante e completamente sensual e carnal, a conexão entre Brooke e Remy ultrapassa a pele e chega até a alma, nem a distância é capaz de separá-los, nem os inimigos tem poder para destruir esse amor a não ser eles mesmos. Ao nos aprofundarmos mais sobre a vida dos dois antes de se conhecerem, percebemos que eles não viviam antes de se amarem, apenas existiam, depois de tudo que viveram, se amarem é o grande prêmio dessa luta chamada vida.
comentários(0)comente



48 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4