Dois Garotos Se Beijando

Dois Garotos Se Beijando David Levithan




Resenhas - Dois Garotos se Beijando


188 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Ariel 06/07/2020

25/09/2015

Eu poderia começar essa resenha falando sobre várias coisas; poderia dizer que cada personagem é extremamente incrível e que eu adorei observá-los juntos aos “antes”, aos que se foram na epidemia de aids, mas... “Há mais coisas entre o céu e a terra”, não é mesmo? E há muito mais coisa em two boys kissing que simples personagens adoráveis.

É um plot incrível, o que você encontra aqui. E toca fundo, bem no fundo, daquela ferida há muito aberta, mas que já faz tanto, mas tanto tempo, ao ponto de tu achar que já cicatrizou; toca onde mais dói, onde tu pensa que nunca mais vai ser tocado... É muito sentimento envolvido e embolado, é muita coisa que poderia ser dito aqui, mas não há como simplesmente deixar a bolha (de sentimentos controversos) explodir ):

Two boys é um grito muito alto, mas que muitos fingem não escutar; é um berro no meio do nada e do escuro e chega tão forte em quem se dispõe a ouvir, cara... Chega arrebentando várias barreiras e causa um revertério MUITO intenso e louco e profundo, porque, embora pareça ser “só um beijo”, não é só isso.

Se trata de várias vidas ligadas por um beijo, um ato de coragem e revolução, um ato tão bonito e tão repudiado ): Há coisas demais entre esse beijo, entre outros beijos, entre cada personagem, cada história individual e conjunta... Não consigo me lembrar de já ter me sentido tão exposta ao ler um livro, sinceramente.

As coisas aqui descritas deixaram, em mim, uma sensação esquisita de vulnerabilidade, de estar sendo observada... Confesso que tive que me segurar MUITO HARD pra não me desmanchar em lágrimas a cada vez que lia uma página nova.

Eu consigo entendê-los, e isso dói.

Porque, embora não seja homem/gay, sou mulher/negra/lésbica e eu SEI como consegue ser desesperadora a ideia de ter que contar a família sobre sermos diferentes dos nossos irmãos, ainda que amar alguém do mesmo gênero e/ou sexo não devesse significar algo de tanta magnitude, não é mesmo? Eu os entendo.

E, talvez, tenha sido exatamente esse o motivo pra machucar tanto.

Amei o livro inteiro, ADORO David Levithan. Esse é, com toda a certeza do universo, mais um dos livros pra amar do Davibb (mas, perdoem-me, o melhor dele até então).
comentários(0)comente



Evellyn.Silva 06/07/2020

POSSO DAR MIL ESTRELAS??
Esse livro se tornou meu favorito do David, que nunca cansa de me impressionar... Eu me emocionei DEMAIS com as histórias de todos os meninos, principalmente a forma que é contada, pelos homens gays que lutaram por nós.
Kayck 06/07/2020minha estante
esse livro também é com toda certeza o meu livro favorito dele aaaaa


Evellyn.Silva 06/07/2020minha estante
É um TUDO, não consegui largar




Maah Paolucci 29/06/2020

Um livro que trata a respeito de homossexualidade de uma maneira leve, da forma que deve ser feita, sem deixar de mostrar a realidade agressiva a respeito da intolerância, seja da sociedade ou da própria família, sendo narrado de uma forma única.
comentários(0)comente



Amabile.Debortoli 26/06/2020

Bommm
Demorei muitooo pra começar a gostar pois não é um estilo que eu gosto de ler (ter uma pessoa de fora narrando). Esperava maos umas duas páginas pra saber da vida dos garotos do desafio mas deu pra me emocionar bastante... querendo ou não os dias de hoje ainda tem muito preconceito com os homossexuais. PESSOAS SÃO TODAS IGUAIS ?
comentários(0)comente



JP 26/06/2020

Fiquei perdido nas 40 primeiras páginas mas depois que peguei o jeito foi uma leitura muito gostosa
comentários(0)comente



Um mundo em palavras 23/06/2020

Simplesmente perfeito!
Leiam!!! Esse livro precisa ser lido por todas as pessoas do mundo inteiro!
comentários(0)comente



Lavínia 19/06/2020

Interessante
Acredito que interessante descreva bem esse livro, pois foi isso que me levou a começar a lê-lo.
De início, achei cansativo, pois possui poucos diálogos. Na verdade, o livro é narrado - literalmente - por um narrador observador. Ou devo dizer vários? Os narradores se identificam como observadores, e logo no início, entenderemos quem são eles e o que aconteceu com eles. O livro é sempre contado na visão deles e algumas vezes, encontrarmos também coisas que os narradores já viveram.
Pude encontrar alguma semelhança com as referências que encontramos em Quem é você, Alasca?, ou até mesmo Cidades de Papel, entretanto, na nota do autor entenderemos que o David Levithan tem seus próprios motivos para essas fontes. E que motivos encantadores, devo dizer.
Admito que fiquei mais encantada nas notas do autor, do que com o livro em si. O livro não é perfeito, não é impecável, nem mesmo um ótimo livro, mas além de interessante, é mágico.
sah.segurado 19/06/2020minha estante
Gostei, quero ler!




CB97 15/06/2020

Leiam Dois Garotos se Beijando
Vai tomar no cu é o melhor livro que eu já li na minha vida.
comentários(0)comente



Lua 13/06/2020

pontos positivos:
+ fatos reais (até certo ponto)
+ avery e ryan

pontos negativos:
- saudades de uma personagem principal feminina, né minha filha?
- o fato de não ter capítulos numerados me incomodou, por isso demorei tanto pra começar a ler
- muita metáfora
- umas frases de efeito DO NADA
- basicamente a mesma fórmula de garoto encontra garoto: 3 casais, muitos homens e poucas mulheres, 1 personagem trans, 1 família homofóbica, 1 indiferente e 1 aceptiva.
comentários(0)comente



asnmendes 07/06/2020

32h de um protesto narrado pelo passado
Será que você suportaria enfrentar o preconceito das pessoas unicamente para reafirmar seu caráter? Suportaria o ódio, a raiva, a hipocrisia e, principalmente, o medo daqueles que possuem aversão aos que fogem dos padrões sociais?
Basicamente é este o fio da história em Dois Garotos Se Beijando, de David Levithan.

A a leitura é linda e cheia de um amor fora dos rótulos. É um livro que mostra as verdadeiras consequências quando se gosta de alguém, quando se vive uma mentira ou quando é preciso se aceitar para que os outros lhe aceitem também.

site: https://medium.com/asnmendes/
comentários(0)comente



viinisuxx 07/06/2020

No começo eu estranhei um pouco a escrita, mas logo me acostumei e amei....mais um romance LGBT do Levithan q me faz chorar hahah
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



ekundera 03/06/2020

Mediano
De forma geral, a forma de escrita cansa um pouco e não traz muito proximidade na maior parte do tempo. Das histórias paralelas, a mais interessante é a de Cooper, com uma direção gradualmente trágica.
comentários(0)comente



Matheus.Silva 28/05/2020

Intenso
David Levithan brinca com as palavras e com o nosso coração de um jeito indescritível. Este livro vai contar a vida de alguns jovens gays e um trans, cada um vivendo sua vida do seu jeito, com suas complexidades, problemas e paixões. Vai nos mostrar a imensidão que é esse universo, e que ninguém está sozinho.
A história possui uma narrativa singular, que vai te instigar a cada página passada, e no final vai nos mostrar que este livro é bem mais que dois garotos se beijando.
comentários(0)comente



Alamberg 27/05/2020

Quem não gostar desse livro é nazista
Desculpe, você tem o total direito de não gostar desse livro não sendo nazista. É porque pra mim é uma jornada tão incrível, bonita e tocante que não tem como pessoas abertas a perderem preconceitos ou aquelas que já perderam não gostarem desse livro. Ele é realmente muito versátil em questão de público, mesmo que seja direcionado ao público LGBTQIA+ por fazer parte desse grupo eu senti o livro sendo direcionado para mim e para a história que minha sexualidade carrega. Acho que esse livro consegue atingir até pessoas que não se identifiquem com nenhumas das siglas.

É um livro sobre fazer algo para se sentir vivo ao mesmo tempo que mostra como uma realidade cruel já matou tantas pessoas e como devemos nos sentir gratos por estar vivo ou pelo menos respeitar aqueles que não estão. Esse livro abrange tantas coisas como suicídio, aceitação, solidão, relacionamentos e tudo de uma forma tão bonita e tocante. A forma como esse livro é narrado é muito genial e emocionante, ver a visão por aquela perspectiva expandiu o meu mundo e me mudou como pessoa. É um livro que mudou minha vida assim como é o primeiro livro que dou 5 estrelas e favorito, provando o carinho que eu tenho por essa história.

Em vários momentos meus olhos se encheram de lágrimas, em outros chorei em seguida, assim como chorei no final. Eu torci, fiquei tenso, refleti e o final tudo vem e eu simplesmente percebo o que eu quero deixar no mundo, o que eu quero fazer até eu morrer que eu não sei quando. Acho que é esse sentimento que trouxe e é um sentimento muito importante de termos. Dois Garotos se beijando tem problemas assim como todos os livros: personagens sem um objetivo e necessidade específica, um núcleo da história parece um pouco desperço do resto (talvez mostrando um casal normal) mas mesmo com algumas pequenas coisas ali e aqui. Esse livro é incrível e vale a pena ser livro, ser sentido, ser tudo que essa narrativa precisa. Se abra para essa história e para esse livro, tenho certeza que fará você crescer como ser humano.
comentários(0)comente



188 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |