Filhos da Lua

Filhos da Lua Marcella Rossetti




Resenhas - Filhos da Lua


63 encontrados | exibindo 31 a 46
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Beatriz.Napoli 28/08/2016

Recomendação de Livro – Filhos da Lua: O Legado
Escrito por Marcella Rossetti, o livro conta a história de Bianca Fernandes, uma garota de 16 anos que passa a viver com sua meia-irmã Laura, depois da morte de sua mãe e padrasto durante um assalto. Porém Bianca enfrenta problemas sérios de episódios
de sonambulismo e terrores noturnos devido ao trauma que sofreu quando pequena.
Seus ataques são tão graves que por vezes ela anda por corredores, e até sai de casa(!). Por esta razão as irmãs são forçadas a se mudarem de cidade constantemente, pois Laura acredita que a mudança de ares ajuda a manter a situação sob controle.

Agora vivendo na cidade de Santos, Bianca parte para mais um típico primeiro dia de aula, onde faz amizade com Renan e Nicole. Mas seu primeiro dia não passa despercebido, como ela esperava, pois quando ela encontra um grupo de 3 jovens – onde um dos integrantes é considerado um dos garotos mais bonitos da escola – tem sensações estranhas; seu coração dispara, sente uma pressão na cabeça e sua respiração fica ofegante.

Um dia, Bianca recebe um convite para o Barba Azul, uma famosa balada que está sendo reinaugurada na cidade. E é lá que ela descobre que está envolvida em mundo que ela desconhecia completamente e que seu papel nele é muito maior do que ela poderia ter imaginado.

Veredicto: É bom demais

Visto que já estou relendo pela segunda vez, posso afirmar que a leitura é fácil, simples e, apesar de introduzir bastante personagens e uma mitologia surpreendentemente bem estruturada em apenas um livro – não faz com que o ritmo fique cansativo.

Fiquei surpresa com complexidade das premissas da história: há alguns pontos importantes para que você possa entender como funciona a hierarquia, e imprescindível que você não se esqueça desses pontos, ou vai acabar ficando confuso sobre alguns aspectos no decorrer da trama.

As linhagens vem dos dons dados pela Lua em tempos muito antigos. Cada linhagem tem um legado que, por sua vez, carrega um dom

Mas se você de qualquer maneira ficar confuso no meio do caminho, a Marcella acrescentou um glossário sobre as linhagens, seus dons de Karibakis (trocadores de pele) ou parentes (aqueles que não trocam de pele, mas tem o dom)

site: http://novonerd.xpg.uol.com.br/
comentários(0)comente



Lais.Tavares 11/12/2015

Maravilhoso!
Como posso começar? Filhos da Lua é um livro maravilhoso, com personagens que de cara vão te fazer se apaixonar por eles e com uma história super criativa e original. A autora conseguiu, através de palavras, envolver tantos assuntos diferentes e de grande importância. O livro não pode ser definido em outras palavras sem ser surpreendente. Se você acha que sabe o que vai acontecer, meu amigo, você não sabe de nada. Acho que todos subestimaram o livro, achando que iria ser mais um dos famosos clichês, e se tem uma palavra que não pode ser usada na definição do livro é clichê. Marcella mostra que você nunca pode ter certeza do que vai acontecer, mas que mesmo assim, você tem que se jogar de cabeça nessa loucura que é a vida.
Os personagens, ah, o que falar deles? Cativantes, apaixonantes, enigmáticos... Marcella criou personagens tão complexos e normais ao mesmo tempo, que as vezes acho que vou esbarrar com um deles pelas ruas haha O mundo criado é tão... tão... incrível? Qualquer um que leu o livro vai querer ser parte desse mundo, sem dúvidas. A autora conseguiu ser original até aqui! Tenho certeza que ninguém havia visitado ou escutado nada como O Refúgio. Tá aí! O livro pode ser definido assim, com esse nome. Sempre que você precisar de um refúgio, é só abrir o livro, que com certeza vai estar ali para te desligar dos problemas. Eu não poderia estar mais orgulhosa do que esse livro se tornou.
comentários(0)comente



Duda 08/11/2015

Incrível!
Comecei a ler o livro com a ideia de ser só mais um, com um tema que nunca me interessou, mas bastaram algumas páginas para que eu ficasse completamente vidrada com a emocionante história que o livro conta. Foi impossível parar de ler. É muito melhor do que eu podia esperar, é incrível! Espero ansiosamente para ler a continuação deste livro sensacional.
comentários(0)comente



Tracinhas 17/01/2017

por Juliana Arruda
Demorei com essa resenha por motivos de: MINHA LISTA DE LEITURA NÃO PARA DE CRESCER. SOCORRO! Eu só estou me perguntando o motivo de não ter passado esse livro na frente dos outros… Mas, bem, vamos ao que interessa porque eu tenho uma coisa pra dizer pra vocês: os escritores da Amazon estão me surpreendendo! E esta história não ficou pra trás, viu. (Filhos da Lua foi lançado na Amazon e agora tem editora!)

“Não amamos o que queremos, mas o que não escolhemos.”

Filhos da Lua – O Legado conta a história da Bianca Bley, uma garota que mora com a sua meia-irmã, Laura. A verdade é que Laura é filha do seu padrasto, mas como ele e sua mãe morreram, elas ficaram juntas. No entanto, a Bianca sabe que algo de errado aconteceu no dia em que sua mãe morreu. Ela tinha certeza de que viu um monstro enorme que por pouco não a matou, só que ninguém acreditou. Todo mundo sabe que monstros não existem, não é? Por isso ela é tratada como uma garota que precisa de certos cuidados, afinal, ela perdeu os pais, sofre de sonambulismo e tem pesadelos terríveis.

Então nos deparamos com Bianca e Laura chegando à cidade de Santos por causa do trabalho de Laura. Sim, elas vivem se mudando e nunca deixam rastros. Bia sempre acreditou que era por causa de seus problemas com sonambulismo, mas só depois ela entende o que realmente está por trás de todas aquelas mudanças — e acredite, a coisa é bem mais séria do que ela pensou.

Quando Bia vai para a nova escola, ela paga o maior mico de todos os tempos: desmaia na frente do cara mais bonito de lá, o Lucas. Segundo a sua nova amiga, Nicole, ele não vale de nada, mas sempre que alguma coisa ruim acontece com Bia, o nosso garotão aparece para se tornar um herói. De qualquer maneira, quando ela é convidada pra ir a uma festa, ela se produz e acaba fisgando o nosso mocinho por lá. Bem, ele seria o nosso mocinho se o Julian não existisse.

"— Vaga-lume? Por que me chamou disso?
— Não sei — respondeu ele dando de ombros. — Acho você lembra esses bichinhos estranhos."

Mas quem é Julian, Julis?

Julian é o primo da Nicole. Ele é arrogante, presunçoso, e PARA O MUNDO PORQUE EU QUERO DESCER (ELE É UMA DELÍCIA DE RAPAZ) muito, muito bonito. E a Bia o conhece justamente no dia em que vai para a festa. Quando ela acha que está se divertindo e se enturmando, uma coisa muito estranha acontece. É daí que a história da nossa mocinha finalmente começa a tomar rumo e a verdade lhe vem como uma tapa na cara.

Bia descobre que é a última Farejadora de toda uma nação de Karibakis (lobisomens), e todos dependem dela para proteger a raça que vem sendo ameaçada.

Percebi o desenvolvimento da personagem quando ela chega ao Refúgio dos Karibakis. De frágil e doce a Bianca passa a ser forte e agressiva. Super adorei como foi abordada a trama e todos os acontecimentos tomaram um ritmo muito agradável. A única coisa que não gostei muito foi a quantidade de personagens logo nos primeiros capítulos. Tiveram momentos em que eu tive que voltar a leitura para me lembrar de quem se tratava.

Ainda assim, foi impossível largar a história quando se tinha tanta coisa acontecendo. Do começo ao fim, todos os fatos se ligam, se completam. E isso torna tudo legal. A autora não se perdeu no meio do enredo e ainda nos deixou com aquela vontade de sair perguntando pro mundo quem já leu essa obra fantástica! E, claro, a pergunta primordial e que nunca quer calar: Cadê a continuação?

Só posso dizer para vocês lerem e surtarem comigo porque eu preciso de alguém pra conversar sobre o livro — e Julian, claro.

Sim, vesti a minha camisa TEAM JULIAN assim que ele apareceu em cena.

E viva aos bad boys!

Ah, antes que eu me esqueça, há um conto GRÁTIS sobre uma das personagens dos Filhos da Lua. O link está no site (jatracei.com) e vocês podem solicitar assim que se cadastrarem no site dos filhos da lua.
O conto mostra alguns acontecimentos do mundo Karibaki que não apareceu no livro. A personagem é a Milena e ela é única dos Vaerens que sobreviveu após um massacre. A história mostra um pouco mais sobre a natureza da sua espécie e como ela passa a entrar em contato com o Ross.

E depois de ter lido o conto me sinto ainda mais curiosa para saber mais sobre esse universo que a autora criou.

A previsão do segundo livro é para 2017 e o primeiro livro já se encontra na saraiva.

Não percam tempo e leiam!

site: http://jatracei.com/post/149978766942/resenha-208-filhos-da-lua-o-legado
comentários(0)comente



Jéssica 09/05/2017

Filhos da Lua - Marcella Rossetti
Bianca vive se mudando por causa do trabalho de sua irmã Laura com que vive desde a morte de sua mãe e seu padastro, morte esta que ela presenciou quando pequena e causa vários pesadelos nela, sempre com olhos amarelos de um estranho monstro que tenta pega-la. Na mais recente mudança elas vão para Santos, onde Laura trabalhará em algumas restaurações inclusive de uma boate, e Bianca terá que enfrentar mais um novo primeiro dia na escola.

"Mas uma mudança e minha vida mudou mais uma vez - pensou."

Diferente de outros "primeiros dias" nesse Bianca consegue logo de inicio fazer amizade com Renan e Nicole, já se enturmando para os trabalhos que terão que fazer. Ela também acaba conhecendo Lucas, um garoto lindo que chama sua atenção e ao mesmo tempo parece despertar algum ressentimento em Nicole que não quer que ele se aproxime dela.

Bianca desde a morte de sua mãe tem crises de sonambulismo, crises severas que a fazem fugir de casa enquanto dorme, e mesmo tentado vários tratamentos nada a ajuda. Todas as crises acabam com ela tendo o mesmo pesadelo, do dia e que sua mãe morreu e com aqueles estranhos olhos amarelos amedrontadores, e ela sempre acaba acordando antes que o pesadelo termine em algum lugar estranho.

Mas o que suas crises de sonambulismo teriam em comum com o segredo que sua irmã esconde, com as mudanças constantes e com seus novos amigos? Como de um dia para outra ela seria não mais uma simples garota e sim algo mais?

A autora escolheu trabalhar com seres sobrenaturais não muito usados, os lobisomens(no livro eles recebem outro nome, mas em suma tem as mesma características das lendas populares), Normalmente vemos muitos livros com vampiros, mas lobisomens são raros e eu sempre acabo ficando intrigada pela forma que os autores escolher retrata-los, a forma da transformação, sua lendas e segredos, e nesse quesito a autora conseguiu criar com maestria toda mitologia por trás de seu enredo, dando nomes, raças e habilidades para eles e ao mesmo tempo explicando de forma leve isso aos leitores sem deixar nada complicado para compreendermos.

"Ela disse que, se os cinco restante renegassem Hoark como pai deles e jurassem proteger seus meio-irmãos humanos para sempre, Lua os adotaria e os amaria como verdadeiros filhos... Além disso, os Karibakis não mais seriam conhecidos como os Filhos de Hoark, o Destruidor, mas sim como Filhos da Lua."

Além de todo esse mundo que ela criou temos personagens muito bem desenvolvidos, mocinhos e vilões, personagens que vão se mostrando ao longo da narrativa e aqueles que nos intrigam e logo ganham nosso coração. Outro ponto positivo é que ao final do livro/e-book temos um glossário onde além dos personagens principais, outras informações são mostradas para caso esquecemos.

Claro que também temos um romance, na verdade de inicio temos um triângulo amoroso e mesmo não gostando ele não me incomodou por não se prolongar demais, e milagrosamente eu torci pelo lado "certo", pelo menos até o final do livro onde somos surpreendido com uma das varias reviravoltas.

"Não amamos o que queremos, mas o que não escolhemos"

Reviravoltas que ajudam a manter um ritmo forte no enredo, apesar de ter demorado para lê-lo por conta das milhares de provas e trabalhos da faculdade não conseguia tira historia da minha cabeça até termina-la. O final como já comentei teve uma bela reviravolta que me deixou ansiosa para uma continuação que tem um belo potencial para mostrar mais desse mundo criado pela autora.

Então se você busca uma leitura envolvente, fluida e com todo um trabalho excepcional na criação dos personagens não pode deixar de conferir Filhos da Lua que além de muito bom é nacional.

site: http://meumundo-meuestilo.blogspot.com.br/2016/10/resenha-220-filhos-da-lua-o-legado.html
comentários(0)comente



Kelly 24/09/2016

Uma Rick Riordan nacional!

Olá
Pessoal!!!

Nesse mês de setembro conseguimos apresentar muita coisa bacana para vocês, e o Paraíso também teve o prazer de ganhar novos membros incríveis para a família, e quando digo isso, não estou puxando o saco, Thais e eu tivemos o prazer de ler muita coisa bacana e original esse mês, e isso me deixa super feliz. E aproveitando essa onda de coisas incríveis, quero apresentar para vocês nossa mais nova parceira Marcella Rossetti e seu filho lindo Filhos da Lua - O Legado.


"Não amamos o que queremos, mas o que não escolhemos."


Em Filhos da Lua conheceremos Bianca Bley, uma adolescente que após presenciar a morte de sua mãe e seu padrasto, passa por vários problemas psicológicos. Bia sofre de sonambulismo, mas não é qualquer sonambulismo, suas crises são tão fortes e perigosas, que Laura, sua irmã por consideração se vê obrigada a colocar várias trancas nas portas e ainda sim esconder a chave durante a noite.

Nenhum tratamento que Bia tenha feito até hoje a ajudou a apagar da lembrança a cena daquele monstro de olhos amarelos entrando no banheiro quando ainda era pequena, após assassinar sua família, e por mais que os médicos tentem convecê-la de que isso não passa de fruto da sua imaginação, ela sabe que no fundo algo de estranho aconteceu.

Sua irmã trabalha com arquiteta, e graças a sua especialização em reformas de grandes monumentos históricos, elas vivem se mudando, e Bianca nem ao menos tem tempo de fazer amizades ou se adaptar aos lugares por onde passa, e apesar de as vezes se sentir uma fugitiva, ainda sim, Laura é tudo que ela tem. Dessa vez a parada das irmãs é em Santos, só que ao que tudo indica, pela primeira vez, a estadia será longa.

Logo em seu primeiro dia de aula, coisas estranhas acontecem, Bianca desmaia ao entrar em contato com Lucas, o gato do colégio e seus amigos, mas não é um desmaio de Nossa como ele é gato!!!, ela simplesmente sente uma pressão na cabeça com a aproximação da turma dele e apaga, daí para frente a coisa só piora. Quando enfim Bianca vai a uma balada com seus amigos e a mesma é atacada por criaturas estranhas e sobrenaturais, ela descobre que no mundo existe bem mais do que ela sabia, além do fato de toda sua existência ter sido uma mentira.

Bianca vai descobrir que Metaformos existem, e que ela é um ser essencial na existência deles, que seus pesadelos não são infundados, que o monstro do banheiro existe, e que sim, existe uma cura para sua anormalidade.

A trama de Filhos da Lua é desesperadora, intricada, cheia de mistérios e emoção. Logo de cara Marcella nos apresenta Renan e Nicole que são grandes amigos de Bia, até ela descobrir a existência dos Kerabakis, entender que faz parte de um legado extinto e se tornar a mais nova moradora do Refúgio Serra do Mar. Nesse momento entrará na vida dela vários personagens, mas darei destaque a Julian o irresistível e insuportável primo de Nicole, que será aquele que erguerá Bianca do fundo do poço e a fará acreditar que ela é capaz e que seu sangue é raro e puro, uma legitima Karibaki Farejadora.





A autora criou um mundo inimaginável que me surpreendeu de uma forma deliciosa, uma lenda, uma mitologia, nesse livro Karibakis são uma espécie de lobisomens, mas não ousem dizer isso a eles, eles se ofendem rs, divididos por classes e legados, cada um com sua marca e sua função dentro da espécie. Homens e mulheres que se destinam a proteger a raça humana de seres perigosos em busca de paz entre os diferentes. Para quem curte: Jogos Vorazes, Divergente, GOT, Harry Potter, Percy Jackson entre outras fantasias e distopias, esse é um nacional que se equipara sem igual a essas obras e que com certeza vocês vão amar.

Confesso que até metade da leitura estava um pouco cansativo, apesar do mundo ser mágico, existia muita coisa a ser explicada, não só para Bianca, como para o leitor, aquele mundo fantástico precisava ser apresentado e a autora fez isso com maestria, e daí para frente meu caro leitor, como diz " a grande pensadora contemporânea Waleska... Foi tiro, porrada e bomba....

Ação em cima de ação, mistérios sendo revelados, fraquezas sendo vencidas, Bianca amadurecendo e se tornando a Karibaki que todo o clã esperava dela e lutando com garras e dentes afiados por um amor inesperado.


"Você não é mais a mesma garota que vi entrar assustada no Refúgio há seis meses."

Todos os personagens foram criados com maestria, todos eles são de suma importância, e por mais que sejam muitos, a atenção dada a todos é espetacular, fazendo com que você se sinta uma integrante da turma e não esqueça o nome e a importância de nenhum. A narrativa é eletrizante, e por mais que o inicio seja um pouco pesado pela explicação, a autora deslancha e te prende de tal forma que não importa o peso, só importa como tudo aquilo vai acabar.

O livro possui temas de peso sendo discutidos no decorrer da trama, e entre eles bullying e homossexualismo se destacam trazendo um que a mais para todo o conteúdo. A revisão esta impecável e a capa? Linda de morrer, bem ao estilo Rick Riordan Nacional, o que com toda graça posso considerar a Marcella depois dessa leitura inebriante. E depois daquele final cheio de superação, amor e revelações, só posso implorar por mais e sofrer pela continuação.

Essa é minha indicação de hoje, preciso parar de falar ou não vou parar nunca. Para quem curte fantasia e mitologia, novas histórias com temas já utilizados, mas super originais, leia Filhos da Lua e tenho certeza que irá se apaixonar.


site: http://paraisodasideas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Catrine Vieira 20/11/2016

Bianca é uma garota de 16 anos aparente comum; mas levando em consideração seu passado e algumas coisas que ela vem passando, não é bem assim...

Bianca Bley vive apenas com sua irmã de consideração, Laura, desde que perdera sua mãe e seu padrasto durante um assalto quando tinha 9 anos. A jovem sofre com crises de sonambulismo – problema que veio após presenciar a morte dos dois –, e às vezes até chegava a acordar em lugares distantes de casa, o que obrigava Laura a trancar toda a casa e esconder as chaves durante a noite. Além disso, Bley frequentemente tinha pesadelos com sua mãe e padrasto sendo mortos por uma criatura monstruosa. Ela ainda via claramente a grande criatura de olhos amarelos entrando no banheiro em que sua mãe a escondera naquela noite fatídica. Especialistas, e até sua irmã, diziam que os dois haviam sido assassinados por assaltantes que invadiram sua casa, e que tais pesadelos eram apenas frutos de seu trauma, porém, as imagens não saiam de sua mente, deixando-a confusa sobre o que realmente havia acontecido.

Laura trabalhava como arquiteta especializada em restauração, e por conta do seu trabalho as duas viviam se mudando de cidade. Dessa vez, as irmãs vão de mala e cuia para Santos, em São Paulo, e é lá que as coisas começam a desenrolar.

Em sua nova escola, Bianca já fez alguns amigos, Renan e Nicole, que fizeram da adaptação na cidade um pouco mais fácil. Mas como primeiros dias de aula em uma escola nova nunca são do jeito que queremos, sempre algo tem que dar errado. O que acontece? Um micão na frente de todo o colégio. Bianca, assim que conhece Lucas, desmaia. O cara era uma gato “de cair aos pés”, mas desmaiar... Algo estranho, não? Não seria só por conta da beleza dele. As sensações de tontura, que agora ela sentia toda vez que o via, tinham significados bem mais interessantes, pelo menos para o leitor, já que, tadinha da garota, era só ver Lucas que ficava com as pernas bambas.

As respostas começam encontrar o caminho até Bianca quando ela aceita o convite de Lucas para comparecer a festa de inauguração da boate Barba Azul... Porém, se ela tinha planos de dançar a noite inteira, investir no gato do Lucas etc. iria se decepcionar um pouco. Até rola um beijo, entretanto, depois de todo o ocorrido, foi o menos importante da noite. Pois após os Pérfidos, Karibakis desviados, ativarem um Tau, artefato sombrio que "abriga" Griats, dentro da Barba Azul no meio da festa, tudo tornou-se um caus.

Bianca começa a perceber que Griats, (OBS: Até então ela nem sabia o nome de nada disso.) estavam saindo famintos de dentro do Tau atacando os jovens que estavam na boate; ela também presencia Lucas se transformando em um monstro enorme, como aquele que assombrava suas noites, parecido com o que matou sua mãe padrasto em seus pesadelos; e como se não bastasse, sua irmã, a única pessoa que ainda tinha, estava sendo puxada pelo Tau. Felizmente, chega Julian, primo de Nicole, salvando Laura de ser “devorada”. Mais Karibakis chegam, conseguindo, enfim, controlar o problema. Contudo, mais desmaios... Só que dessa vez, ao acordar, Bia estaria cercada por desconhecidos, os Karibakis, e iria descobrir que não só era uma deles, como era uma Farejadora, legado a qual eles pensavam estar extinto.

“A cada um, Lua deu uma gota de seu sangue e também um presente: os dons que deram origem aos nomes das cinco linhagens. O dom do legado dos Destemidos, dos Furiosos, dos Furtivos, dos Uivadores e o dos Farejadores.”

***

Acho que já falei demais! Ai, socorro, nem eu estou mais entendendo o que estou falando!!! Mas, vamos tentar, certo?

Olhaaa, ultimamente estou com uma sorte para livro!!!

site: http://estantemineira.blogspot.com/2016/11/resenha-filhos-da-lua-o-legado-marcella-rosseti.html
comentários(0)comente



Carol.Porto 08/11/2015

Surpreendente
Ler o livro Filhos da Lua foi muito bom para mim, me fez perder um certo preconceito que eu tinha em relação a literatura brasileira para jovens. Apesar de tratar de um assunto comum entre a literatura juvenil, o livro é original. Possui um enredo muito cativante, que me prendeu do começo ao fim. Eu amei o casal principal por justamente ser original, sem o drama que costumamos ver em outros livros. Principalmente nas partes de ação era impossível conseguir parar de ler, fiquei lendo horas direto e quando o acabei, não conseguia parar de pensar nele e na continuação que viria. É simplesmente viciante.
comentários(0)comente



Nath 10/02/2017

Resenha do blog Pobre Leitora
Filhos da Lua é um incrível livro nacional que traz aqueles seres sobrenaturais que todos gostam: lobisomens.
O livro conta a história de Bianca, uma adolescente que sofre com sonambulismo e sérios pesadelos de um monstro matando sua família e a atacando. Bianca e sua irmã de criação, Laura, vivem se mudando e com isso a jovem nunca tem um lugar para chamar de lar ou pessoas para chamar de amigos. Bianca não se lembra de sua infância e não sabe ao certo o motivo de tudo isso, mas sabe que sua irmã faz o melhor para criá-la e por isso não reclama. Agora elas estão na cidade de Santos, onde Bianca logo faz amizade com Nicole e Renan. Mas logo de cara, Bianca já passa vergonha na nova escola ao desmaiar no meio de um corredor lotado ao observar o trio de amigos Lucas, Rafaela e Vitor, sendo que Lucas é o menino mais bonito que ela já viu. Depois desse momento, uma série de coisas estranhas começam a acontecer com Bianca e ao redor dela, revelando um novo mundo e seres que ela nem imaginava existir: os Karibakis.

A história criada por Marcella Rossetti é simplesmente incrível e conquista o leitor. Ela cria toda uma mitologia para os Karibakis (eles se ofendem ao serem chamados de lobisomens, fica a dica), contando a história de como eles surgiram, quais são seus poderes, suas linhagens, como funciona sua sociedade, etc. Eu sempre AMO conhecer novos mundos e novos seres, principalmente quando o autor se dedica tanto em apresenta-los ao leitor, como foi o caso aqui. O mundo Karibaki é tão legal e excitante que já quero logo descobrir que sou uma trocadora de peles e fazer parte de tudo isso.

A escrita da autora é ótima, detalhada da maneira certa para te fazer imaginar tudo e te prender na história. Por ser um livro introdutório, inúmeras perguntas ficam sem resposta, o que não atrapalha em nada. Logo no primeiro livro já temos muitas descobertas excitantes para animar o leitor.

Leia a resenha completa no link abaixo.

site: https://pobreleitora.blogspot.com.br/2017/02/resenha-filhos-da-lua-marcella-rossetti.html
comentários(0)comente



Teaandbooks_s2 16/03/2017

Impossível de ser abandonado!
A obra “Filhos da Lua” conta a história da jovem Bianca Bley, que vive se mudando com sua irmã de consideração, Laura, após a morte de sua mãe e seu padrasto. Em sua última mudança, para Santos, Bianca tem de passar mais uma vez pela sensação de ‘aluna nova’, e com isso enfrenta um vexame: quase desmaiar na frente do garoto mais bonito do colégio e seus amigos.

Nesse momento, ela nem imagina que acaba de conhecer pessoas que podem saber mais sobre ela do que ela mesma. Em meio a acontecimentos completamente estranhos, um amor, superações, desafios e muita luta, Bia vê sua vida mudar de cabeça para baixo quando descobre que pode não ser uma simples garotinha órfã...

Sou obrigada a dizer que fiquei surpreendida com esse livro. A escrita de Marcella (autora) é bem jovem e madura, nos prende de uma forma avassaladora, e tenho a absoluta certeza que se não estivesse tão atarefada (os estudos me consomem!) já o teria terminado há muito tempo.

Toda a trama gira em torno de seres fantásticos como Karibakis, Vorazes, Griats, Pérfidos e até um grande e maligno deus, Hoark, o que fascinou bastante, pois amo histórias desse gênero.

Para mim, foi bem mais interessante ser apresentada a todas as linhagens que existem no livro junto com a personagem principal, do que ver completamente tudo pelo olhar dela. Por conta disso, achei maravilhoso ser um livro escrito em terceira pessoa.

Mesmo sendo escrito da forma dita acima, a autora nos proporcionou momentos com os sentimentos de Bianca, como: suas paixões adolescentes, seu amor pela irmã, o medo de não conseguir ser o que todos esperavam, a coragem que crescia nela a cada luta vencida, entre tantos outros.

E sim, quando falo de luta, não falo só das travadas na mente, mas também das físicas, já que a nossa pequena Bia é, em determinado momento, treinada por Julian, o que a deixa mais confiante faz a sua personalidade crescer mais dentro da história.

E por falar em Julian... Com certeza, estou apaixonada. Ele foi uma dos personagens que mais gostei, fora Bianca, e achei lindo ver o interior dele ser revelado, apesar de algumas de suas atitudes no início me irritarem um pouquinho.

Vou me permitir dizer que mesmo que esse livro nos apresente muitas coisas sobre o novo mundo de Bianca, ele foi só o começo de algo muito maior. Pois, se a intenção da autora era nos deixar desesperados pela continuação, ela conseguiu e merece até um prêmio!

Já quero e preciso muito do segundo livro! Indico muitoooooooo!

Deixo abaixo, para vocês, a minha seleção de trechos:

“– Eu sou Julian – imitou ele com voz dramática –, aquele cujo olhar ignora o aquecimento global e congela qualquer coisa viva por onde anda. Eu sou Julian, cuja sombra gera blackouts e cuja risada mata qualquer criancinha de medo.”

“– A morte nunca é um acordo vantajoso – disse ele, enquanto seu corpo estremecia pronto para finalmente liberar sua fúria.”

“– Você precisa abraçar a dor, Bianca. Senti-la não é o problema. O problema é ficar incapacitada por ela.”

“Nem sempre a verdade pode ser descoberta com uma simples palavra [...].”

“-[...] Eu posso aceitar o medo da vida ou me deixar cair, desistir, pois acho que nem mesmo eu sobreviveria ao dano maciço dessa queda.”



site: https://www.instagram.com/teaandbooks_s2/ = http://teaandbookss2.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Nadja Moreno - Blog Escrev'Arte 10/11/2016

Excelente história repleta de sensações!
Tem livro que já chega arrasando, tem livro que a gente tenta até o final e nada acontece, e tem livro que vai num crescente tão marcante que você se sente num avião aquecendo as turbinas para alçar voo. Assim me senti na leitura de Filhos da Lua.

Bianca é uma adolescente cheia de lembranças duras, pesadas, que a atormentam rotineiramente. Ela está num momento conturbado, com a troca de cidade, escola e amigos. Possui um trauma, um acontecimento de sua infância a assustou tanto que até hoje ela carrega as consequências daquele dia. Começar numa nova escola já é algo complicado o suficiente, e Bianca ainda tem de lidar com uma turminha um tanto quanto estranha e com – as mais estranhas ainda – sensações que ela tem quando perto deles.

Aos poucos, Bianca vai sendo inserida num mundo completamente novo, assustador, desconhecido e mágico. Vai percebendo que as sensações estranhas que tem, e as lembranças dolorosas que a acompanham têm uma razão de ser. Ela não é quem pensa que é. Nem ela, nem seus pais, tragicamente mortos há alguns anos. E ainda precisa aprender coisas que nunca antes havia imaginado, a partir de novos amigos que nem sempre estão tão dispostos assim a ajudar.

Uma fantasia com uma dose generosa de magia! Este é Filhos da Lua. Uma junção fantástica e bem feita de histórias de vampiros, lobisomens, magia e poder. Mesmo que em alguns pontos da história o enredo nos remeta a outras histórias da literatura de fantasia, o cerne todo e a forma de Marcella apresentar a trama faz com que ela seja única.

O início da trama me pareceu um pouco lento. Bianca foi me dando nos nervos durante páginas e páginas. Ela sucumbia muito fácil aos seus temores e sensações desconhecidas. Parecia que ela nunca iria se desenvolver! Ela foi, durante boa parte da leitura, um tanto maçante e incômoda. Uma personagem fraca, não em sua criação, mas em sua postura. Se autora queria passar a imagem de uma protagonista frágil, conseguiu com maestria. Acompanhando Bianca, os demais personagens do início da história (até por volta de metade do livro) iam compondo a trama como que tecendo uma teia. O leitor vai sendo inserido num mundo novo aos poucos, como que entrando em uma caverna escura. Desta forma a tensão e a ansiedade foram crescendo.

Bom, daí a gente chega na segunda parte do livro – embora não haja claramente esta divisão, ela é percebida na velocidade dos acontecimentos. Daí, caro leitor, segure-se na cadeira quando se aventurar a ler esta história. Tiveram alguns momentos em que eu me via numa dúvida assombrosa: ler novamente para passar por esta sensação mais uma vez, ou seguir a leitura para saciar a curiosidade das consequências dos acontecimentos??? Houve momentos em que eu queria simplesmente aplaudir alguns gestos, outros que me geraram o desejo enorme de sacudir alguém. Enfim: sensações. Isso Filhos da Lua proporciona com abundância. E eu adoro quando a leitura realmente mexe comigo. Quando me faz desejar não ter mais nenhum compromisso para simplesmente ler até que termine. Quando o coração acelera a ponto de se conseguir ouvi-lo. Deliciosa aventura literária!!!

Bianca, que no início me dava nos nervos, amadurece e muda tanto no desenvolvimento da história que quando li a última página pensei: Cara, Bianca é o cara! Algumas coisas que ela fez me dá vontade de tirar um print e colar aqui para vocês lerem! Genial é pouco para descrever! Pena que aí seria spoiler, e tanto você leitor, quanto a autora ficariam bravos comigo. Que pena!

Os momentos tensos de embate e confronto são descritos na medida certa, sem detalhes exagerados, um tanto comuns em livros de fantasia, mas com a descrição ideal para entendermos e entrarmos na cena. Só achei que poderia ser um pouquinho mais detalhado quanto à ambientação em alguns pontos. Não consegui “visualizar” com detalhes alguns lugares onde as coisas mais tensas aconteciam… (ou pode ser que me encantei tanto pela história que queria conhecer mais detalhes do “Refúgio”)

A forma fluída da escrita de Marcella contribuiu muito para esta agilidade na leitura que a trama exige. Não é possível ler calmamente. Há um ânsia para chegar à próxima página. Movimento que não caberia com uma escrita densa e com palavras rebuscadas. Perfeito.

Como primeiro livro de uma série, é claro que fios soltos são deixados, lacunas a serem preenchidas dão ao leitor uma sensação de urgência pela continuidade. Porém, mesmo com estas pontas, a história aqui fecha. Não termina como que na beira de um precipício, num cliffhanger incômodo. Ainda assim, desejo ardentemente que a autora nos presenteie com a continuação o mais rápido possível, até porque os sinais dados no final deste volume indicam que as emoções contidas no segundo serão bem maiores! Oh lord!!!

Ahh, no final tem um glossário com todos os personagens e sua participação na história, assim como todos os outros termos específicos. Legal que, se algum termo ou personagem passou meio despercebido lá no meio, aqui a gente consegue se situar de novo.

Não posso tecer comentários sobre a edição, porque li a versão ebook. Mas a revisão está bem feita, encontrei bem poucos erros que não incomodaram a leitura. Enfim, recomendável, com certeza!

site: http://www.escrevarte.com.br/2016/11/resenha-filho-da-lua-de-marella-rossetti-avec-editora.html
comentários(0)comente



Marcia 18/08/2016

Sensacional!
Quando eu era criança e assistia às séries de TV, A Mulher Maravilha, A Mulher Biônica eu sonhava ser como elas, aguardava ansiosamente o dia em que passaria o novo episódio poder me sentir poderosa, importante e especial. Pois bem, esse livro me fez reviver momentos assim, de adentrar a história a ponto de querer ser um desses personagens incríveis e inesquecíveis. Ah, não é um livro com rótulos para determinada idade, é uma história para todas e todos os tipos de idade.

Em Filhos da Lua você vai encontrar aventura, paixões, amor, homossexualidade , bullying , preconceito, ambição, segredos, mistérios, intrigas e desejo de poder. Mas tudo isso em um mundo paralelo ao nosso, o nome desse lugar por enquanto é Refúgio Serra do Mar.
Quando começar a ler esse livro você não vai mais conseguir parar, pode ter certeza. Este é o melhor livro que li esse ano até o momento. Se você leu e gostou de Jogos Vorazes, Harry Potter, O Senhor dos Anéis, O Hobbit , Instrumentos Mortais, Academia de Vampiros e até mesmo GOT, saiba que está diante de um livro tão bom quanto.

Essa história reuniu tudo que eu gosto em gênero de livros: diversão, emoção, empolgação e me levou a um em êxtase durante as cenas de lutas, curiosa ( e ainda estou pirando criando mil umas teorias enquanto espero o livro dois). Enfim, ele me encheu de emoções, esse é o LIVRO. Queria poder fazer vocês entenderem, então meu conselho é: leiam.

Não vou me estender além da sinopse, porque o gostoso é descobrir tudo com nossa protagonista Bianca.

Bianca e sua irmã Laura vivem mudando de cidade, o motivo ela não sabe, mas desconfia ser por causa de seu problema noturno, que segundo os psiquiatras, é causado pelo trauma de ter visto seus pais assassinados por assaltantes numa noite. Ela realmente viu. Mas seriam realmente assaltantes?

Agora elas estão em Santos, no litoral paulista. O que quer dizer, escola diferente e sem fazer amigos, pois não dá tempo. Nessa nova escola ela consegue interagir de imediato

com Renan e por tabela, com Nicole. Mas tudo fica muito estranho quando se depara com o trio Rafaela, Vitor e Lucas, em especial com o último, pois uma sensação física é tão forte que a faz desmaiar. Mas claro que também rola uma atração.

Muitas coisas estranhas começam a acontecer na cidade, até que chega o dia que por mais aterrorizante que tenham sido os fatos, foi libertador para Bianca, ela só não tinha ideia que saber quem era, fosse tão inacreditável, assustador e de grande responsabilidade.

Pronto! Ela já sabe que faz parte do mundo dos lobisomens, ops! Karibakis (nunca chame um trocador de pele de lobisomem é ofensivo) e que possui um legado que muitos achavam que nem mais existia, era quase uma lenda.

As marcas dos legados são:
1º Legado: Destemidos

2º Legado: Furiosos

3º Legado: Furtivos

4º Legado: Uivadores
É, mas as coisas não ficaram mais fáceis para Bianca ela não se lembra, não consegue controlar seus dons e muito menos saber quais são de verdade. Mas gente, inconscientemente ela faz coisas que nenhum Karibaki vivo, que ela saiba, consegue fazer.

Ela se sente muito solitária e por mais que odeie admitir, Julian acabou se tornando essencial nesse novo mundo.

Julian, primo de Nicole é extremamente arrogante, prepotente, não perde a oportunidade de humilhá-la, mas por que será que ela não consegue odiá-lo? Bem, caro leitor, posso adiantar que Julian fez, faz e vai fazer parte no que é mais importante da vida de Bianca

O livro tem muitas personagens e todos são bem construídos e difíceis de esquecer. Alguns são engraçados como Ricardo, fofos como Gabrielle, ternos como Leonardo, inteligentes como Nicole, sombrios como Julian, amargurados como Giovana, linda e misteriosa como Rafaela e Lucas e muito mais, porque nessa resenha não falei dos inimigos como Walter o pai de Julian mas será que é inimigo mesmo? Dos membros do conselho, dos pérfidos, dos vorazes, dos caçadores e Corvos e outros mais.

A última cena do livro que envolve luta é extremamente bela, emocionante, triste e reveladora.

Eu ainda não tenho certeza, mas acho que possuo a marca do 5º legado. Hein, Mas Marcia não são quatro? Pois é, leiam o livro e enlouqueçam como eu, pois saibam que ainda termina com uma profecia. E ansiosa pela continuação. pois é gente tem continuação para aumentar minhas crises ansiolíticas.



site: http://www.mundoliterando.com.br/resenha-filhos-da-lua-o-legado-de-marcella-rossetti/
comentários(0)comente



Blog com V 17/07/2017

Resenha – Filhos da Lua
“Filhos da Lua” nos apresenta uma fantasia urbana que se passa em território brasileiro, mostrando-nos um universo novo cheio de aventuras e mistérios a serem desvendados.

A premissa do livro gira em torno de Bianca Bley, uma adolescente de dezesseis anos que mora com a sua irmã Laura em Santos. A protagonista é traumatizada devido a um assalto que ocorreu em sua casa em que os seus pais foram assassinados e desde então, tem sido afligida pelo sonambulismo e por pesadelos. Por causa do trabalho de sua irmã, ambas estão sempre de mudança, por isso, Bianca novamente enfrenta o seu primeiro dia de aula e concentra-se em fazer novas amizades, porém a sua vida acaba se cruzando com outro mundo e também descobrindo as respostas de questões que até então eram somente lacunas a serem preenchidas.

Continua em...

site: https://blogcomv.org/2017/07/17/filhos-da-lua/
comentários(0)comente



Marcia 10/02/2017

Demais!
Quando eu era criança e assistia às séries de TV, A Mulher Maravilha, A Mulher Biônica eu sonhava ser como elas, aguardava ansiosamente o dia em que passaria o novo episódio poder me sentir poderosa, importante e especial. Pois bem, esse livro me fez reviver momentos assim, de adentrar a história a ponto de querer ser um desses personagens incríveis e inesquecíveis. Ah, não é um livro com rótulos para determinada idade, é uma história para todas e todos os tipos de idade.

Em Filhos da Lua você vai encontrar aventura, paixões, amor, homossexualidade , bullying , preconceito, ambição, segredos, mistérios, intrigas e desejo de poder. Mas tudo isso em um mundo paralelo ao nosso, o nome desse lugar por enquanto é Refúgio Serra do Mar.
Quando começar a ler esse livro você não vai mais conseguir parar, pode ter certeza. Este é o melhor livro que li esse ano até o momento. Se você leu e gostou de Jogos Vorazes, Harry Potter, O Senhor dos Anéis, O Hobbit , Instrumentos Mortais, Academia de Vampiros e até mesmo GOT, saiba que está diante de um livro tão bom quanto.

Essa história reuniu tudo que eu gosto em gênero de livros: diversão, emoção, empolgação e me levou a um em êxtase durante as cenas de lutas, curiosa ( e ainda estou pirando criando mil umas teorias enquanto espero o livro dois). Enfim, ele me encheu de emoções, esse é o LIVRO. Queria poder fazer vocês entenderem, então meu conselho é: leiam.

Não vou me estender além da sinopse, porque o gostoso é descobrir tudo com nossa protagonista Bianca.

Bianca e sua irmã Laura vivem mudando de cidade, o motivo ela não sabe, mas desconfia ser por causa de seu problema noturno, que segundo os psiquiatras, é causado pelo trauma de ter visto seus pais assassinados por assaltantes numa noite. Ela realmente viu. Mas seriam realmente assaltantes?

Agora elas estão em Santos, no litoral paulista. O que quer dizer, escola diferente e sem fazer amigos, pois não dá tempo. Nessa nova escola ela consegue interagir de imediato

com Renan e por tabela, com Nicole. Mas tudo fica muito estranho quando se depara com o trio Rafaela, Vitor e Lucas, em especial com o último, pois uma sensação física é tão forte que a faz desmaiar. Mas claro que também rola uma atração.

Muitas coisas estranhas começam a acontecer na cidade, até que chega o dia que por mais aterrorizante que tenham sido os fatos, foi libertador para Bianca, ela só não tinha ideia que saber quem era, fosse tão inacreditável, assustador e de grande responsabilidade.

Pronto! Ela já sabe que faz parte do mundo dos lobisomens, ops! Karibakis (nunca chame um trocador de pele de lobisomem é ofensivo) e que possui um legado que muitos achavam que nem mais existia, era quase uma lenda.

As marcas dos legados são: Furiosos, Furtivos, Destemidos e Uivadores.
É, mas as coisas não ficaram mais fáceis para Bianca ela não se lembra, não consegue controlar seus dons e muito menos saber quais são de verdade. Mas gente, inconscientemente ela faz coisas que nenhum Karibaki vivo, que ela saiba, consegue fazer.

Ela se sente muito solitária e por mais que odeie admitir, Julian acabou se tornando essencial nesse novo mundo.

Julian, primo de Nicole é extremamente arrogante, prepotente, não perde a oportunidade de humilhá-la, mas por que será que ela não consegue odiá-lo? Bem, caro leitor, posso adiantar que Julian fez, faz e vai fazer parte no que é mais importante da vida de Bianca

O livro tem muitas personagens e todos são bem construídos e difíceis de esquecer. Alguns são engraçados como Ricardo, fofos como Gabrielle, ternos como Leonardo, inteligentes como Nicole, sombrios como Julian, amargurados como Giovana, linda e misteriosa como Rafaela e Lucas e muito mais, porque nessa resenha não falei dos inimigos como Walter o pai de Julian mas será que é inimigo mesmo? Dos membros do conselho, dos pérfidos, dos vorazes, dos caçadores e Corvos e outros mais.

A última cena do livro que envolve luta é extremamente bela, emocionante, triste e reveladora.

Eu ainda não tenho certeza, mas acho que possuo a marca do 5º legado. Hein, Mas Marcia não são quatro? Pois é, leiam o livro e enlouqueçam como eu, pois saibam que ainda termina com uma profecia. E ansiosa pela continuação. pois é gente tem continuação para aumentar minhas crises de ansiedade!
comentários(0)comente



Ana 19/06/2018

Empolgante
Um dos melhores e mais empolgantes livros que li... Narrativa incrível, personagens apaixonantes, universo fantástico e tudo escrito por uma talentosa autora jovem brasileira.

AMEI!
comentários(0)comente



63 encontrados | exibindo 31 a 46
1 | 2 | 3 | 4 | 5