O Anjo e a Fera

O Anjo e a Fera Elissande Tenebrarh




Resenhas - O Anjo e a Fera


62 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Aisha Andris @AishandoBooks 21/12/2018

Um dos melhores livros que já li na vida
Este é o primeiro romance que eu li da Elissande Tenebrarh e o que fez eu me apaixonar completamente pela escrita dela. Sério, eu não tenho palavras pra dizer o quanto este livro é maravilhoso e mexe comigo. Foi o segundo romance de época que eu li e o que consolidou de vez meu amor por este gênero. É de longe também um dos meus preferidos. A história, os personagens, a ambientação, a escrita, tudo é absolutamente incrível.
Stephen é um duque francês que foi ferido e teve o rosto desfigurado durante a guerra, o que o tornou uma pessoa solitária e fechada. Seu único amigo é o Matthew, que também é um homem maravilhoso. Isso muda apenas quando, numa noite qualquer, ele escuta gritos vindos do lado de fora de sua casa. Todavia, ele não faz nada a respeito naquele momento, coisa da qual se arrependerá eternamente. Na manhã seguinte, ao botar os pés fora de casa, encontra nossa mocinha, Rosaleen, ferida e claramente violada na sua porta. Toma para si então a missão de cuidar dela e protegê-la, contratando-a como serva. As coisas se complicam, porém, quando surge a suspeita de uma gravidez resultante da violência sofrida pela jovem. É quando Stephen decide se casar com Rosaleen, mesmo com a oposição inicial dela.
A relação dos dois é muito bonita, com uma cumplicidade e um sentimento que vai crescendo aos poucos. Cada um deles carrega suas próprias dores e, juntos, vão superando-as dia após dia. A história também carrega uma dose deliciosa de erotismo, o que tornou tudo ainda mais gostoso de ler.
Acho que já ficou claro o quanto eu gosto deste livro. Só me resta dar os parabéns à autora e agradecer pela oportunidade de ler um romance tão lindo.

site: https://aishando.home.blog/
comentários(0)comente



Andrea 23/11/2018

Básico, superficial.....não me conveceu. Além de ter vários erros, tanto em relação a época como de linguagem
Maria Clara 08/10/2019minha estante
Tô surpresa com tanta gente dando 5 estrelas. Várias coisa me incomodaram, foi uma leitura arrastada demais.


Andrea 13/10/2019minha estante
Eu sou bem chata....Já reclamaram várias vezes pq dou "poucas" estrelas, vai entender kkkkk




Isabela.Lopes 29/10/2018

A Bela e a Fera para adultos
O título da resenha é justificado pela história ter muitas cenas quentes entre os protagonistas(até um pouco demais, na minha opinião). Não consegui sentir uma química entre os protagonistas, parecia ser mais vontade carnal mesmo.
Apesar do ponto negativo, a autora fez um belo trabalho trazendo referências do clássico 'A Bela e a Fera'. Logo no inicio já nos chocamos com o que acontece a Rosaleen, e mesmo assim ela não desiste de lutar pelo o que quer.
comentários(0)comente



Laura Soares 22/07/2018

A Bela e a Fera na França de 1820
[PODE CONTER SPOILERS]


"Vocês dois têm almas quebradas e precisam um do outro para reconstruí-las"

Iniciei a leitura de "O anjo e a fera" sem muito conhecimento. Não li nenhuma resenha e até mesmo a sinopse, somente sabia que seria uma releitura de A Bela e a Fera. Foi um livro bom, mas que me deixou com sentimentos dúbios.

Bem, levei um choque. O início da trama já nos traz a mocinha, Rosaleen, sendo jogada na frente da casa de Stephen, após ser violentada e agredida. Ele é um homem marcado pelo passado física e emocionalmente, mas a acolhe em sua casa, para que ela receba cuidados. Aí inicia-se a história. Ela passa depois a servi-lo como criada, e uma reviravolta acaba levando-os ao casamento.

Rosaleen é extremamente doce e bondosa, foi impossível não simpatizar com sua personalidade. Forte, ela enfrenta tudo de cabeça erguida, sem reclamar de sua situação. É isso que a torna cativante: ela não espera nada, simplesmente corre atrás.

Já Stephen é um personagem duvidoso. É amoroso com Rosaleen depois do casamento, mas sempre enfatizando como "ela pertence a ele de corpo e ALMA". Ele soa possessivo ao extremo em alguns momentos, e digamos apenas que o primeiro beijo deles não foi nem um pouco romântico, e sim quase forçado. Não vi muito sentido em como a relação desenvolveu-se; supunha-se que havia um sentimento de ódio mútuo, inclusive medo por parte de Rosaleen, e depois surgiu uma proposta de casamento do nada. Entendo que houve um motivo, mas este pareceu um pouco raso já que eles mal se conheciam.

Outra ressalva a fazer é acerca das partes hots, que julguei excessivas. Precisei me esforçar para não pular páginas, pois houve muitas repetições, que em certo momento tornaram-se exaustivas. E o final teve um clímax sem muita explicação, que não acrescentou muito à história.

Sobre as partes interessantes, o romance se passa na França, em 1820, tanto em paisagens urbanas quanto bucólicas, e faz referências às guerras que ocorreram devido à expansão Napoleônica. Os personagens principais dialogam entre si (que bom!), e tentam se entender e fazer a relação prosperar, o que me fez torcer por eles até o final. Os secundários são divertidos, com destaque para Tia Sophie e Matthew.

"Fora esse anjo, sua Rosaleen, quem o ensinara, da forma mais doce, que nenhum ser humano deve ser julgado por sua aparência e que todos são dignos de amor. O amor é capaz de curar qualquer ferida, é capaz de abrandar os corações mais empedernidos e fazer florescer a vida onde há somente tristeza, rancor e dor"

Apesar dos pontos negativos, ainda foi um livro fácil e gostoso de ler, que conseguiu me tirar de uma ressaca literária.
comentários(0)comente



Ju - @jujueoslivros 26/06/2018

Um anjo para um fera
Tudo começa na França, em meados de 1820. Stephen é um homem solitário, misterioso, de posses, que após lutar na guerra Stephen levou consigo marcas profundas na alma e no corpo, dando a si pesadelos todas as noites trazendo a tona toda sua dor. Em uma dessas noites, Lorde Edmond escuta gritos desesperados de uma mulher, e por ter tantos pesadelos, ele não dá devida importância, chegando a confundir realidade com sonho. Ao amanhecer, ele ainda ouve murmúrios de alguém, porém, agora vindo de sua porta, ao abrir a porta encontra uma jovem com o corpo machucado e ensanguentado no chão.

Edmond a acolhe e pede que seus criados cuidem devidamente dela. Após isso, ele lhe dar abrigo e um trabalho em sua casa. O que Stephen não contava, e que o pequeno anjo frágil e ferido que abrigou marcaria sua vida.
_________________________________________________________________________

O que vocês não sabem é que o livro da @elissandeautora é uma releitura da "Bela e a Fera". A maneira como ela escreve e bem gostoso de se ler, e por se tratar de uma releitura, não esperei algo diferente para o fim.
⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Mas tenho alguns pontos a ressaltar, a maneira em como Rosaleen supera a situação que ocorre com ela no início do livro foi rápida demais para mim ta? Não consegui sentir aquela química leitor e personagem quando se refere ao Edmond, a forma que ele tratou ela desde o início, mesmo sabendo pela situação pesada em que ela passou interferiu um pouco em minha leitura, talvez por se passar em 1820, isso talvez possa ocorrer.

O livro "O anjo e a fera" é o primeiro que li da autora, que é nossa parceira aqui do ig, indico para quem gosta de romances de época, lembrando que é uma releitura do clássico "A bela e a fera", só que acrescentado um pouquinho de pimenta Thai no meio haha
comentários(0)comente



Amante de Romances 09/04/2018

O Anjo e a fera foi uma leitura de verão deliciosa, daquelas que aquecem o coração depois de uns dias trabalhosos. E mais uma vez me vejo encantada pela escrita da Elissande, devorei o livro em poucas horas e posso dizer que estou irremediavelmente apaixonada por uma certa fera. .

Stephen é um homem ferido, fisicamente e psicologicamente mas o destino oferece uma alternativa para retira-lo do mundo doloroso e sombrio em que ele se enredou, deixando em sua porta uma jovem ferida e abandonada. É nesse momento que nosso mocinho, deixa de lado todo o seu sofrimento e pensa nas dores de outra pessoa, fazendo de tudo para que ela se recupere. .

Conhecido como a Fera de Bourleuax (a história é narrada na França em 1817), o Duque vivia enclausurado em seu mudo de dor e sofrimento, usando uma máscara que escondia a Fera existe dentro de si. Mas a inocência e determinação de Rosaleen, assim como na história de A Bela e a Fera vai desconstruindo toda a armadura criada por ele.
. •
Rosaleen é uma jovem simples e de poucos recursos e que após passar por um trauma terrível foi abandonada na rua e resgatada por um homem enigmático e aparentemente intimidador. Mas que aceitou ajuda-la e emprega-la para que não tivesse um destino ainda mais terrível, inicialmente Stephen lhe causava medo e curiosidade, tão misterioso e inalcançável mas com o passar do tempo com o zelo e a preocupação, ela descobriu uma outra pessoa, não uma fera, mas sim um homem de verdade e irresistível.
. •
A cada capítulo me encantava com o cuidado e o zelo dele para com ela, vinda de um homem que não sabia amar, que nunca recebeu amor em sua vida. .

Mas por trás de tudo isso está um homem apaixonado, NOSSA como essa paixão foi demonstrada nesse livro. Gosto de como a autora desenrola as cenas sexuais, são deliciosas para o leitor mas sem ser vulgar, há uma intensa paixão mas ao mesmo tempo uma delicadeza sensibilidade.
comentários(0)comente



Jessica 27/03/2018

Achei fofo
comentários(0)comente



Jess 17/03/2018

SOCORRO
BERRO EM 4 LÍNGUAS DIFERENTES. Kkkkkkkkkkkkkkkk "Flauta", "fazer amor", "a possuir", apelido de "carinho", "minhas regras", "semente". Isso é novo para mim em um livro. Sinto muito kkkkkkk

Não, eu não sou doida, mas quando você não é acostumada a ler livros de época e se depara com um hot desses você precisa rir. Pois, estava eu sem fazer nada e a dona @Lia precisava me dizer que tinha um livro sobre transtorno de estocolmo grátis no Kindle, eu, que adoro ler sobre o transtorno, fui sedenta e confesso que é uma reeleitura bem interessante da "A Bela e a Fera", apesar do palavreado, que para mim, é engraçado.

Personagens: Gente pelo amor de deos Rosaleen é muito inocente. Stephen é muito possessivo, deos me livre mas quem dera. Matthew é o amor da minha vida porque sou destinada a amar cafajestes. Nada a declarar sobre o resto.

Sobre o livro: Morri de rir, passei raiva e ri de novo. (Talvez eu seja doida mesmo).
Dani.Binda 16/06/2018minha estante
Senti falta de Matthew no final, já que ele teve grande contribuição na história.


Jess 18/06/2018minha estante
Eu também senti, nas fazer o que kkk de qualquer forma foi hilário




Renata 19/02/2018

Um livro sensível.....
Escrita ótima, sem falhas de português. Uma história sensível. Não tem grandes momentos, aventura, ou um ápice de enredo. Do meio para o final foi um pouco enrolado mas nada que fizesse perder a sensibilidade, achei que faltou um grande tchannn. O tema é ótimo, mas a abordagem do estupro e das feridas de guerra, apesar da sensibilidade da autora, ficou um tanto morno, talvez receio de chocar por um assunto tão forte. Recomendo muitíssimo essa leitura.
comentários(0)comente



Naninha 08/12/2017

Bom mas fraco
Boa leitura, mas nada demais.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Dani.Binda 16/06/2018minha estante
Só não achei perfeito exatamente por não saber o que aconteceu com Matthew. Achei que não fez sentido o sumiço dele, até pq ele foi peça fundamental na história.


Cris 01/07/2018minha estante
Concordo contigo, Dani. Senti um baque na história quando ele resolveu viajar e não soubemos direito o que houve. Mas o Matthew tem um conto só pra ele, pra explicar o sumiço, que se chama A redenção do libertino (se não me engano). Tem na Amazon. Fiz questão de correr atrás porque me incomodou e precisava saber sobre ele.
Se você ler, depois me conta o que achou? Ainda não encontrei ninguém que tenha lido pra conversar sobre.


Dani.Binda 01/07/2018minha estante
Vou procurar.


Cris 06/07/2018minha estante
Legal!




Meu Vício em Livros 25/06/2017

Apaixonante
Pelo título nem preciso dizer que esta é uma releitura de A Bela e a Fera né? No segundo livro da série Novos Contos de Fadas vamos conhecer a história de Stephen, o décimo Duque de Caston também conhecido como a Fera de Bordeaux e a ingênua Rosaleen. Ele, um homem quebrado e solitário que no passado era um famoso libertino. Devido ao que teve que enfrentar quando lutou na guerra ganhou uma cicatriz no rosto, é temido por todos e atormentado pela dor em vários sentidos. Ela, uma mulher simples que foi brutalizada da pior maneira e que é salva por este homem que além de se sentir responsável por sua segurança, detesta e se surpreende pelo modo como ela o enfrenta.
LEIA A RESENHA COMPLETA NO LINK>http://www.meuvicioemlivros.com/2017/06/resenha-o-anjo-e-fera-novos-contos-de.html

site: http://www.meuvicioemlivros.com/2017/06/resenha-o-anjo-e-fera-novos-contos-de.html
comentários(0)comente



Laine 04/03/2017

Tinha tudo pra ser perfeito
Sabe aquele ditado que tudo dito antes de um "mas" não é válido? Então foi a sensação que sentir ao terminar essa leitura. O livro é uma releitura do conto a bela e a fera, o mocinho tem até uma história comovente, mas não consegui sentir nenhuma empatia por ele, quase parei de ler depois da cena INICIAL *em que (um leve spoiler) a mocinha vai ser atacada no beco do lado da casa da Fera o tal mocinho, ele ouvi os gritos e nem se importa e depois a "salva" quando ela é jogada na porta dele violada e quase morrendo,* fiquei puta de raiva, e sem entender essa atitude, mas continuei a leitura pra saber a importância dessa cena, e realmente não teve nenhuma a mocinha acha que foi salva e não importa o que aconteceu. A autora escreve muito bem e cenas eróticas foram de muito bom gosto, mas o que falei acima não me permitiu mergulhar na história, fiquei o tempo todo incomodada, a mocinha é forte, mas queria que ela desse um acorda querido no moço e me diga pra quê ser tão possessivo? Enfim uma leitura estranha.
lilapif 18/01/2018minha estante
Concordo...




Livros em Retalhos 29/12/2016

Uma releitura apaixonante....
Eu estava assistindo o filme da Bela e a Fera (que eu amo), e vi uma publicação no face deste livro, então baixei e comecei logo a ler, não consegui mais deixar de ler...Foi o primeiro livro que eu li da autora, e já virei fã...O livro conta a história de Rosaleen e Stephen, duas pessoas que a vida não foi nada generosa, ele sofreu horrores nas mãos de um pai violento e depois de sua morte, foi para o exercito onde sofreu ferimentos gravíssimos que deixaram marcas profundas tanto eu seu corpo como em mente. Rosaleen perdeu a mãe logo cedo e viveu com seu pai, mas ele também faleceu e deixou uma dívida...Os credores tiram tudo que ela tinha, e como não foi o suficiente a espancaram e violentaram e a abandonaram na rua na frente da casa de Stephen. Ele salvou sua vida cuidou de suas feridas, mas o que ele não sabia era que com isso estava salvando sua própria alma, que Rosalen curaria as suas feridas com seu jeito doce e inocente, conquistaria a Fera de Bordeaux, um homem solitário, frio e sedutor. Em um romance de época, Elissande conta uma história apaixonante e sensual, com tudo na medida certa, drama, humor, poesia, personagens encantadoras, tudo para conquistar o leitor de forma definitiva.

site: www.livrosemretalhos.com.br
comentários(0)comente



Cailes Sales 09/07/2016

O Anjo e a Fera é o segundo livro da série Novos Contos de Fada escrita pela autora Elissande Tenebrarh. A obra é uma releitura do conto A Bela e a Fera e narra a história de Rosaleen e Stephen, que através do perdão, da aceitação e do amor, vão lutar para superar as profundas cicatrizes deixadas por um passado infeliz e doloroso.

Stephen, Duque de Caston, passou a ser conhecido como a fera de Bordeaux ao voltar da Guerra com parte do rosto desfigurado, tornou-se solitário e amargo, vivendo recluso em casa, saindo apenas quando necessário e jamais sem uma máscara que lhe cubra parte da face. Stephen tem apenas um único amigo, Lorde Matthew Cheeven, sempre alegre e divertido, é um personagem do qual gosto bastante. Durante o que parecia uma manhã como qualquer outra, o Duque ouve gemidos de dor vindos da rua, mais especificamente em frente a sua porta e ao abri-la, encontra uma mulher totalmente machucada e maltratada, deste momento em diante Rosaleen passa a fazer parte da vida de Stephen.

Rosaleen sabe que precisa correr, necessita correr, pois ao contrário eles a encontrarão. Conhecemos a mocinha no momento em que a mesma se encontra em fuga pelas ruas de Bordeaux, fugindo de cobradores mal intencionados que a perseguem. Infelizmente Rosaleen não consegue se esconder por muito tempo, eles a acham e o pior acontece, ela é violentada e espancada, por fim, a jogam em frente a um grande casarão. Ao final, a protagonista não sente mais dor física, apenas a dor da vergonha e da humilhação, ela pensa que morrerá na calçada em que foi jogada, contudo, Rosaleen acorda, dias depois, em um quarto luxuoso e não faz a mínima ideia de como foi parar ali. A partir de então, ela transformará a vida de todos naquela casa, assim como a sua será modificada.

Conheci o trabalho da Elissande através do Wattpad, assim como o de outras talentosas escritoras. Ela tem uma escrita leve e fluida, o que proporciona uma leitura rápida e agradável. Como uma releitura, O Anjo e a Fera traz elementos próprios do conto em que se baseia, mas também possui seus aspectos únicos, tem uma pitada sensual e momentos cômicos que são verdadeiramente hilários. Ao longo da trama os protagonistas vão mutualmente se ajudando, cuidando das feridas um do outro e aprendendo, aos poucos, que podem sim, voltar a ser felizes e é muito bonito acompanhar essa trajetória. Enfim, a obra é um romance de época com uma bela história de superação e autoconhecimento, que eu gostei bastante e, com certeza, indico.


site: http://bloghistoriasliterarias.blogspot.com.br
comentários(0)comente



62 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5