Um Amor Para Lady Johanna

Um Amor Para Lady Johanna Julie Garwood




Resenhas - LADY JOHANNA


87 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


@caixa.postal 11/10/2019

Esperava mais....
Após ficar viúva, Lady Johanna não pensa em se casar. Mas, quando o Rei John determina que ela se case novamente, seu irmão sugere um novo pretendente: o guerreiro escocês Gabriel MacBain.

Um casamento por conveniência pode ser a solução dos problemas. Com traumas do passado, Johanna tem dificuldades em confiar e aceitar que Gabriel é diferente do seu ex-marido e Gabriel vê em Johanna uma moça tímida e frágil a quem ele precisa proteger.

Com o tempo, ambos vão se descobrindo e se conhecendo. Johanna vai amadurecendo e se mostra uma mulher forte e muito determinada e Gabriel um verdadeiro protetor, diferente de tudo o que ela imaginou. Um sentimento até então desconhecido por eles surge e um lindo romance nasce.

Um romance com temas muito importantes: inferioridade feminina, abusos verbal e físico, o poder e a influência que a igreja tinha naquela época e como alguns "homens de Deus" distorciam a palavra.

Apesar de ter gostado bastante da sinopse, eu esperava mais. Gostei do crescimento de Johanna e de como algumas coisas foram desenvolvidas, porém achei o desfecho corrido e fraco.

Quem aí já leu esse livro? Me conta aqui o que achou!

site: https://www.instagram.com/caixa.postal/
comentários(0)comente



Amante de Romances 06/10/2019

Um dos melhores da autora
Um amor para lady Johanna é um leitura deliciosa e foi primeiro contato com a escrita da Julie Garwood, depois desse livro minha admiração por ela aumentou e tratei de comprar os livros publicados no Brasil.

Fiquei completamente presa no romance entre Johanna e Gabriel e em como esses dois conseguiram construir uma relação segura e de amor apesar de todas as adversidades.

Lady Johanna viveu um pesadelo na mão de seu primeiro marido e após anos de pressão psicológicas e agressões, pensou finalmente ter se livrado do suplicio com a morte do marido, no entanto o rei John tinha outros planos para a jovem, desejava casa-la com um homem tão intragável quanto o ex-marido e ela não queria viver tudo novamente.

A unica saida seria casar-se com o líder do clã Mcbain e se mudar para Escócia, ele era enorme e assustador, mas algo nele era diferente, tinha um olhar bondoso, era rígido com seus homens mas também justo.

É maravilhoso acompanhar Gabriel a tratando com todo o cuidado que a jovem precisava, e dando todo o amor que ela nunca recebeu, Johanna experimenta a independência e a coragem que guardava bem escondido e desabrocha, além de um amor, ganhou também uma nova família, pessoas que se preocupavam com ela e a travam como uma igual, nunca sendo submissa ou oprimida como no passado.

É uma história de amor inspiradora, daquelas que te faz suspirar e a escrita leve e emocionante da Julie eleva a experiência da leitura tornando inesquecível.

Essa é uma leitura que vou guardar bem no fundo do coração, que merece e deve ser lida para todos amantes do gênero, que fala sobre personagens que passaram por tantas coisas difíceis mas que arrancaram uma coragem do fundo da alma para lutar por quem se ama.

site: https://www.instagram.com/amantederomances/
comentários(0)comente



jessleticia 05/10/2019

um livro apaixonante
o livro me prendeu do começo ao fim, uma linda história muito emocionante e incrível chorei muito com o quanto o casal foi lindinho e não queria de jeito nenhum terminar esse livro e me arrependo de ter demorado a ler.
comentários(0)comente



Juliana Failli 24/09/2019

Após ficar viúva, Lady Johanna não pensa em se casar. Mas, quando o Rei John determina que ela se case novamente, seu irmão sugere um novo pretendente: o guerreiro escocês Gabriel MacBain.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Um casamento por conveniência pode ser a solução dos problemas. Com traumas do passado, Johanna tem dificuldades em confiar e aceitar que Gabriel é diferente do seu ex-marido e Gabriel vê em Johanna uma moça tímida e frágil a quem ele precisa proteger.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Com o tempo, ambos vão se descobrindo e se conhecendo. Johanna vai amadurecendo e se mostra uma mulher forte e muito determinada e Gabriel um verdadeiro protetor, diferente de tudo o que ela imaginou. Um sentimento até então desconhecido por eles surge e um lindo romance nasce.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Um romance com temas muito importantes: inferioridade feminina, abusos verbal e físico, o poder e a influência que a igreja tinha naquela época e como alguns "homens de Deus" distorciam a palavra.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Apesar de ter gostado bastante da sinopse, eu esperava mais. Gostei do crescimento de Johanna e de como algumas coisas foram desenvolvidas, porém achei o desfecho corrido e fraco.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



LuizaSH 18/08/2019

O livro é um romance medieval, histórico, enfim, se passa na Escócia do Séc. XIII. Porém, por mais que eu tentasse entender o contexto histórico, e o fato de que se trata de uma obra de ficção, não consegui gostar inteiramente da leitura.
Johanna casou cedo, com apenas 13 anos, o que era comum na época, mas aos 16 anos fica viúva. Pouco depois disso, o seu irmão Nicholas lhe arranja um novo casamento, com um guerreiro escocês de nome Gabriel MacBain.
A autora tenta colocar uma dose de humor nos diálogos, principalmente nas interações entre o casal protagonista, mas eu confesso que em vários momentos além de não achar engraçado eu fiquei entediada, até com raiva. Gabriel só sabe mandar Johanna descansar, mesmo que a garota recém tenha acordado e saído da cama pela manhã. Por conta da idade, Johanna é uma adolescente, então, em certos momentos, tem comportamentos de tal, e isso não gostei também. Tentei dar um desconto por conta das inseguranças que ela carregava do casamento anterior, mas mesmo assim nem tudo se justificava. Minha única parte favorita é quando Auggie está em cena, um senhor do clã que todos consideram como louco, mas na verdade é muito sábio.
Além disso, abriram-se muitas frentes da narrativa e as conclusões ou foram fraquinhas, ao meu ver, ou muito corridas. Lá pela metade e final da obra até que a história fica um pouco mais interessante, mas já era tarde demais pra eu mudar minha opinião geral de que não achei este livro grande coisa. Ao meu ver, também, a escrita ficou um pouco confusa, em questão de uma página acontecia umas 5 coisas diferentes, a fluidez da narrativa também deixou a desejar, frases curtas que deixaram o texto com aspecto de truncado.
comentários(0)comente



Marla 19/07/2019

Resenha: Um Amor Para Lady Johanna – Julie Garwood
Em Um Amor Para Lady Johanna de Julie Garwood, lançado pela Universo dos Livros, vamos conhecer a história da inglesa Lady Johanna e do escocês Gabriel MacBain.

Após ficar viúva, Lady Johanna deseja permanecer solteira, mas por algum misterioso motivo, seu irmão o Barão inglês Nicholas, acredita que ela possa está em perigo. Para protegê-la ele então decide casá-la com o guerreiro escocês Gabriel.

Casamento não está nos planos de Gabriel, já que o guerreiro escocês já tem muito trabalho tentando unir os clãs MacBain e os MacLauren, do qual e líder, até descobrir que sua união com Johanna lhe dará algo em troca.

Cautelosa no inicio, Johanna logo percebe com passar dos dias, que seu novo marido Gabriel, além de destemido, também possui um bom coração. Quando a paixão arde as Terras Altas, uma ameaça ressurge do passado para ameaçar a paz do casal, fazendo com que Johanna e Gabriel reúnam forças para destruir esse inesperado mal.

Em Um Amor Para Lady Johanna, temos muito mais que o romance do casal, Julie Garwood fala sobre renascimento de Johanna. A jovem que tem apenas dezesseis anos aprendeu a esconder suas emoções, já que enquanto esteve casada com o Barão inglês Raulf, sofria agressões. Quando ela se casa com Gabriel, a insegurança dar a lugar a confiança, o medo dar lugar a coragem, Johanna reencontra sua voz, sua força e conhece o verdadeiro amor. Gabriel é um guerreiro das Terras Altas, arrogante e corajoso, ele não tinha planos de se casar com uma inglesa, mas Johanna acaba lhe dando o lar que ele nunca teve. O casal possui uma boa química e acompanhamos momentos de paixão, de companheirismo e outros bem divertidos.

A trama está recheada de personagens interessantes destaque para: Nicholas (irmão mais velho de Johanna), Padre MacKechnie, Calum (do clã MacBain), Keith (do clã MacLauren), Auggie (ancião do clã MacBain), Clare (jovem acolhida por Johanna) e o pequeno Alex.

Julie Garwood criou uma trama cativante, sobre recomeço, família, amizade, lealdade e amor. Um Amor Para Lady Johanna é mais do que recomendado!!
.
(...) Ela era o seu amor, a sua alegria, a sua companhia.


site: Resenha postada no blog Louca por Romances em 04/07/ 2019 - https://loucaporromances.blogspot.com/2019/07/resenha-um-amor-para-lady-johanna-julie.html
comentários(0)comente



Any 18/07/2019

Uma amor para Lady Johanna
Comprei este livro na Avon sem muita pretensão e acabei deixando parado na estante por alguns meses. Confesso, eu tenho o habito de comprar livros porque acho a capa bonita. Na maioria das vezes acerto na escolha. Sorte? Talvez.
Quando embarquei nessa estória me vi completamente encantada e torcendo pela transformação da nossa doce dama. Que apesar de toda fragilidade exalava força. Lady Johanna é uma jovem bela e bondosa como todos os contos de fadas definem aquela cuja estória está rodeada de sutilezas, no entanto, diferente das outras, ela encontra-se vivendo presa ao homem cruel com quem teve que se casar.
Seu marido Raulf é um homem violento e sem escrúpulos que abusa física e psicologicamente dela. Ele a expõe a constantes humilhações e a menospreza porque ela “não é capaz” de lhe dá um herdeiro. A morte de Raulf em uma de suas viagens trouxe alivio para a jovem, mas não por muito tempo. O seu cunhado, o Rei John, movido pela desconfiança da viúva do irmão e para garantir o seu silêncio, planeja casá-la o mais rápido possível com alguém de sua inteira confiança. Qual segredo obscuro Johanna conhece e que tanto amedronta o rei?
Para salvá-la de mais um casamento trágico, seu irmão Nicholas faz um acordo com o rei, obtendo a anulação do antigo casamento da jovem na condição que a mesma se casará com alguém que a deixará fora dos interesses do mesmo.
O pretendente escolhido pelo irmão da jovem chama-se Gabriel, um homem forte, justo e honrado, mas que não desperta confiança na sua irmã. Johanna tenta desistir do seu prometido com receio dele ser como seu ex-marido, mas Gabriel não lhe deu escolha. A fragilidade transmitida pelo olhar da dama despertou nele o seu instinto protetor, então, apesar de todas as recusas e da teimosia da bela dama. Ele tomou para si o compromisso de protegê-la.
Apesar do passado repleto de dor, Johanna, é uma menina/mulher doce, forte e impulsiva que só deseja alcançar liberdade para ser ela mesma. Vamos admirar a sua teimosia, o temperamento difícil, e a facilidade com que aceita um filho que não foi gerado em seu ventre. Gabriel só deseja protegê-la e acalmar as aflições que navegam pelo interior da jovem. A pesar de ser um homem forte, determinado e respeitado pelos clãs, entre quatro paredes ele se rende a paixão intensa que sua jovem esposa desperta nele.
Como nada é simples, ambos tem muitas barreiras a superar, enquanto Gabriel tenta poupar sua esposa das criticas dos membros dos clãs, também se mantém atento as obrigações de líder. Em contrapartida, a nossa mocinha, luta para derrubar a capa de fragilidade com a qual a cobriram. Demonstrando que a pesar do seu passado carrega dentro si uma força imensurável capaz de suportar duras “batalhas”.
Uma ameaça do passado vem para abalar a calmaria que se estabeleceu nas vidas de Gabriel e Johanna. Sentindo-se forte e capaz, ela está pronta para enfrentar as dificuldades que virão e garantir a continuidade da felicidade ao lado de Gabriel. Ele foi o homem responsável por aplacar seus medos, conquistar sua confiança e reconstruir suas memórias. Dando-lhe a garantia de uma vida tranqüila e repleta de amor ao seu lado.
“Jamais a deixarei ir, porque ela se tornará o centro da sua vida.”
Só posso lhes dizer que “uma amor para lady johanna” foi uma agradável surpresa/leitura. A escrita nos reserva humor, ação, suspense e aquela maravilhosa porção de romance.
Vale à pena conferir!






comentários(0)comente



Thay 12/06/2019

Mulher de garra
Quando vi esse livro me apaixonei pela capa, achei que as tratava de um romance apenas, me surpreendi muitoo... O livro é repleto de aprendizados, mostra que nós mulheres podemos enfrentar nossos medos e mudar sempre.. Me apaixonei pela Johanna... Vale a leitura..
comentários(0)comente



Bruna 07/06/2019

Só pra registrar!
Eu não pretendia escrever algo sobre esse livro, mas então eu precisava deixar registrado o quando eu amei Johanna e Gabriel. Eles são um tipo de casal que captura sua atenção logo de cara, e você se apega á eles muito rapidamente. Eu me diverti muito com os dois durante a leitura, eles tem umas tiradas muito engraçadas. Mas além de serem um encanto de casal, eles também são incríveis individualmente, principalmente Johanna. Eu adorei a maneira como a autora trabalhou o crescimento da personagem, de como uma menina ingênua e medrosa se tornou uma girl power MARAVILHOSA.

Os personagens secundários também não deixam nada a desejar. Cheguei á conclusão de que a Julie sabe criar muito bem personagens cativantes.

O livro pode parecer até meio monótono, já que ele gira em torno do dia a dia de Johanna e Gabriel após o casamento, mas não tem nada disso. A gente acompanha muitas coisas sendo evoluídas ali e de uma maneira muito bem feita. A construção da história foi muito bem feita, a história foi muito bem contada. Eu gostei bastante!
Lu Oliveira 07/06/2019minha estante
Esse livro é maravilhoso!




Kath 17/05/2019

Não sou salva pelo príncipe, sou salva pela minha inteligência!
Minha irmã o comprou na Avon porque sabe que amo romances históricos, mas confesso que não estava preparada para me apaixonar dessa forma pela história doce e cheia de surpresas de Johanna e Gabriel.

Quando Raulf, seu marido, morreu misteriosamente ao cair de um precipício, Johanna sentiu-se aliviada por estar livre daquelas garras tenebrosas e jurou que nunca se casaria outra vez, mas o rei John, atual governante da Inglaterra, não deixaria sua serva mais "perigosa" livre por muito tempo e tinha o perverso plano de casá-la com o Barão Williams, porém, seu irmão Nicholas impediu o arranjo fazendo um acordo com o rei e, após obter a anulação de seu casamento com o falecido Raulf, Johanna é levada por Nicholas até a Escócia para um arranjo matrimonial com o guerreiro Gabriel McBain, embora cheia de dúvidas, Johanna acaba concedendo com o casamento ao descobrir que seu futuro marido não era assustador como parecera à primeira vista.

Porém, apesar de Gabriel demonstrar que a aceita, o mesmo não pode ser dito de Nicholas a quem seu novo marido não quer ver de nenhuma forma por uma razão que ela não entende. Johanna está satisfeita com o fato de seu marido saber que ela é infértil e, dessa forma, deixá-la em paz, mas não contava que ele fosse lhe ensinar não apenas a intensa arte do amor, mas que nem todos os homens são cruéis e sem honra como seu falecido marido Raulf. Ela se descobre como mulher forte e apaixonada ao receber a liberdade e o carinho de Gabriel que se torna servo da docilidade e força da sua esposa.

Contudo, não apenas com o desenrolar de um matrimônio onde impera o amor, Johanna precisará aprender a viver com a divisão entre os clãs que seu marido controla, em especial porque a rivalidade entre eles gera sempre conflitos que, direta ou indiretamente a envolvem, ela não é aceita pelo segundo clã, os Maclaurim que não a respeitam e a tratam com indiferença. Decidida a conquistar não apenas a aceitação, mas a confiança de seu clã, ela inicia uma dura batalha na unificação de todos ao mesmo tempo que tenta driblar a superproteção de seu marido e vencer os fantasmas do seu passado que parecem prontos para alcançá-la.

Quando a situação da Inglaterra chega em um ponto crítico e Raulf volta dos mortos determinado a tê-la de volta, Johanna vai precisar de toda a sua coragem, confiança e controle para enfrentar e vencer o seu passado levando justiça não apenas para a tormenta que sofreu ao longo dos três anos que fora casada com o cruel Barão Raulf, mas a todas as mulheres que sofreram com a crueldade do bispo Hawllick, um homem corrupto e sem escrúpulos a quem a brava mulher está mais que disposta a ensinar uma bela lição. Pelo bem do seu clã e para impedir que uma guerra chegue à sua casa, ela enfrentará perigos mortais confiando que seu Arcanjo Gabriel a protegerá do demônio que lhe persegue.

Gente eu amei esse livro! Logo no começo dá pra prever um monte de coisas, mas isso não atrapalha em nada a leitura, a gente fica imerso em um mundo novo imaginando os cenários e os acontecimentos, sofre junto com a Johanna e compartilha suas dúvidas e temores. Em alguns momentos eu bem queria dar uns cascudos nela, mas para uma guria de 16 anos ela até que era bem madura, pensei que me daria bem mais raiva. Outra coisa que amei nisso foi que não houve muita enrolação, uma coisa que sempre me dá nos nervos nos romances desse tipo é que o casal nunca se resolve porque não há diálogo, aqui eles podem não dizer na cara que um ama o outro, mas eles demonstram isso de forma que ambos sabem que são amados pelo parceiro, não há muita enrolação nisso e eu amei.

Johanna não é uma donzela indefesa. Apesar de viver em uma sociedade que lhe dá pouca voz, ela sabe se impor e se fazer ouvir independente de quem precise enfrentar e acompanhar ela ganhar essa confiança e essa força é muito incrível. De igual modo, sabe usar com habilidade algo muito difícil: o silêncio. Johanna sabe quando não vale a pena discutir, pois gastar saliva e argumento algumas vezes é inútil. A cena que ela enfrenta os lobos me fez vibrar de emoção e adrenalina. Da mesma forma, conhece Gabriel e entender suas razões para ser o como é, tanto quanto sua evolução ao longo do relacionamento com a esposa, foi tão fascinante quanto. A forma como ele se apaixonou por Johanna e venceu, com paciência e dedicação, cada um dos seus medos até conquistar sua confiança foi uma das coisas mais doces e lindas que já li. Sem dúvida vou procurar mais livros dessa autora, ela acabou de ganhar uma fã!
comentários(0)comente



Bel 22/04/2019

Sabe aquela BADDDDDDD
Não dá pra esquecer um romance assim
Ti faz ficar sonhando acordada por dias
Perfeito
comentários(0)comente



@booksdakey 18/04/2019

Um Amor Para Lady Johanna
Lady Johanna não levava uma vida boa, era casada com um Barão, no qual maltratava ela de todas as formas. Até que ele vem a morrer, e ela enfim se vê viúva e livre das garras de seu marido. Johanna achava que ia enfim viver sua vida em liberdade, porém seu irmão Nicholas, arranja um novo pretendente para ela, sugerindo que ela se case novamente.

Johanna guardava um segredo que envolvia o Rei John, e assim para que ela fique longe da Inglaterra e do Rei, ela vai para as Terras Altas, na Escócia.

Gabriel Macbain é um guerreiro no qual luta sempre pelo que é certo, é líder de seu clã e dos Maclaurin. Sempre tentando manter a paz entre os dois clãs, uma tarefa um tanto difícil. Quando aceita se casar com a irmã de Nicholas, jura que é apenas por causa de suas terras.

Quando enfim Johanna e Gabriel se casam, os dois não se conhecem direito e fica difícil Johanna se entregar e confiar no guerreiro. Mas com o tempo isso vai mudando, e eles vão aprendendo a conviver um com o outro e assim vai surgindo um grande sentimento.


? Que livro maravilhoso é esse minha gente? Socorro!!! É tão puro e simples a forma que a autora constrói o amor desse casal, que se torna arrebatador. Eu estava doida pra ler esse livro já fazia muito tempo, e agora que finalizei a leitura a vontade de voltar para as primeiras páginas e ter as mesmas emoções e experiências, é grande!

? Gabriel a fez se sentir desejada e amada, coisa que Johanna acreditava nunca ser possível. Gabriel com seu jeito durão e emburrado, mostra que por dentro tem um bom e grande coração.

? Esse livro se passa na década de 1200, ou seja, século 12, e na Escócia, já dá pra sentir o que ele tem a oferecer, não é mesmo? Com aventuras, amor e muitos conflitos "Um Amor Para Lady Johanna" é tudo que eu esperava de um romance medieval. Amei demais a escrita da autora, onde é proporcionado ao leitor uma história intrigante, avassaladora e apaixonante!
comentários(0)comente



Deise.Maria 10/04/2019

Ah que livro maravilhoso
Comecei sem grandes espectativas quando me deparei com um romance, leve, empolgante. A personagem Jonhana me cativou pelo seu brio e audácia com o rolar da história.
Uma nove que sofreu mal tratos de seu marido Barão Raulf, e consegui escapar devido a um engano de sua soposta morte. Jonhana e dada em casamento ao lorde Gabriel Makebain, que a salva e protege das ameças do Rei Jonh, que descobre que a jovem guarda um grande segredo a cerca fã morte de seu sobrinho Arthur.
Ao passar fo tempo Jonhana consegue conquistar nao so o coração do Lorde como dois clãs que fazem parte de seus guerreiros e que vivem divididos por intrigas antigas.
Amei como a personagem cresce ao longo da história e da leveza com o que o livro passa a história
comentários(0)comente



Karina 18/02/2019

Indicação
Peguei esse livro em uma indicação.
Amei!
No começo acha o que não seria legal, Sob que a leitura se desenvolve fácil.
Também é fácil pegar gastronomia personagens.
Me apaixonei pelo Gabriel, queria aquele anjo também.
A história de aceitação,luta e tudo mais que o livro passa é linda.
Queria continuação com os outros personagens..
comentários(0)comente



87 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6