A Bela e o Chefe

A Bela e o Chefe Ruby Lace




Resenhas - A Bela e o Chefe


70 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Faby 02/11/2017

A Bela e o Chefe x A Bela e a Fera
“ (...) se essa menina não era a minha perdição... era a minha cura.”

A Bela e o Chefe é uma linda releitura do clássico a Bela e a Fera. Longe der ser um conto de fadas repleto de magia, a Bela e o Chefe é uma história real cheia de problemas, medos e angústias, lutas e acima de tudo, superação.

Nora Maia é uma bela jovem estudante de medicina que se vê obrigada a trancar o curso que ama para conseguir um bom emprego a fim de ajudar a sua mãe e irmão. É quando ela consegue o emprego na mansão do senhor Átilas Douglass.

Átila, também conhecido como Fera é um homem rico e bonito que por trás da sua grosseria esconde uma realidade dolorosa que o mantém preso ao passado de diversas formas.

Tudo começa a mudar quando ele conhece a sua mais nova funcionaria, a bela Nora. Incapaz de resistir a uma mulher bonita ele se vê obrigado a ser ainda mais rude e grosso com ela a fim de mantê-la afastada dele.

“Sabia que ela não merecia alguém como eu, parecia doce demais, inocente demais. E eu... eu era um animal pronto para devorá-la.”

Mas Nora não é uma mulher qualquer, ciente da importância de manter o seu emprego para poder pagar o tratamento médico da sua mãe, além de arcar com as despesas financeiras da casa e da alimentação, ela suporta todas as grosserias do chefe e tenta manter-se o mais distante possível dele, apesar de se sentir cada vez mais atraída pela fera e pelo homem por trás dela.

Átila também já não consegue disfarçar o quanto está louco por Nora, não apenas atraído por sua beleza, mas pela força e vivacidade que ela transmite. Depois de muito esforço eles desistem de lutar contra o que sentem e quando uma tempestade mantém eles presos e isolados os sentimentos vêm a tona e eles se entregam ao amor que sentem.

A história da Bela e o Chefe não é, porém, uma relação entre empregada e chefe, é a história de amor de uma jovem mulher apaixonada e um homem que se esconde atrás da sua fama de fera para não revelar o quão quebrado está por dentro.

Átila vê em Nora uma segunda chance para a sua vida, mas quando ela descobre que o seu segredo é o mesmo motivo pelo qual seu próprio pai destruiu a sua vida e a da sua família ela precisa descobrir se é forte o suficiente para lutar pelo amor da sua vida, mas ela sabe que a maior luta e entrega tem que vir de Átila, pois só ele é capaz de superar o desafio que vem enfrentado há sete anos. Ela sabe que ele precisa decidir lutar e vencer, mas não por ela e sim por si mesmo.

Mais uma luz brilha no fim do túnel quando uma agradável surpresa surge na vida de Nora e Átila, agora mais do que nunca, ele precisa lutar para sair do fundo do posso.

“Não soube quem se moveu primeiro, mas fomos atraídos um para o outro, meus braços enroscaram em seus cabelos e o trouxe para mim.”

Eu amo releituras e fiquei muito entusiasmada com a quantidade de avaliações positivas que li desse livro. A Bela e o Chefe é um releitura linda, um romance leve que deve ser lido sem muitas expectativas. Nesse conto de fadas moderno nos deparamos com uma realidade muito recorrente na nossa atualidade que destrói a vida das pessoas. Nele não nos deparamos com uma princesa esperando ser salva por um príncipe, mas uma mulher forte e decidida que luta bravamente por aqueles que ama, mesmo que tenha que colocar seus próprios sonhos em espera.

Não há um príncipe pronto para resgatar uma princesa, nem transformado em fera por uma magia antiga, há um homem destruído que se entrega a um vicio que o afasta da dor que o acompanha a tantos anos. Há um homem que acredita que precisa ser salvo, mas que aprenderá ao longo da sua própria história, que só ele pode salvar a si mesmo.

Recomendo essa leitura aos amantes de romance e releituras. Àqueles que gostam de uma linda história de amor, superação e entrega. A quem curte um bom romance bem escrito, mesmo que seja um tanto clichê, mas que trás muita lição, emoção e uma leitura muito agradável.

“ (...) depois de finalmente ter provado o seu sabor. Eu ansiava por mais, a todo instante. Ela se tornou meu melhor vício.”
Ruby.Lace 03/11/2017minha estante
Que resenha linda! Obrigada.


Faby 06/11/2017minha estante
Owmm eu que agradeço. Parabéns pelo livro. Sucesso para você!


Cecy 29/03/2018minha estante
Resenha lindíssima! Flutuei enquanto lia! Parabéns!


Faby 30/03/2018minha estante
Muito obrigada Cecy S2




Danielle 16/11/2018

Surpreendente
Se você está esperando mais um livro clichê, onde o chefe rico e rabugento se apaixona pela empregada inexperiente , esqueça, o clichê acaba aí. Nada me preparou para o que u encontrei nas páginas desse romance. Uma verdade aterradora te espera. Uma luta vivida diariamente por inúmeras pessoas e famílias é descrita nesse livro. Esse romance trata-se de escolhas, medos, amizades, afeto , apoio, família e amor. Sim, amor. Amor à literatura ( é linda a forma que a autora encontrou de ligar a ficção com a realidade), amor de família , amor romântico e, acima de tudo, amor por si mesmo.
"Mudar por amor é muito bonito e poético, mas o primordial é querer mudar por amor próprio."
Átila e Nora trilham um caminho de espinhos antes de poderem sentir o aroma das rosas.
Ele possui um trauma que o levou ao fundo do poço.
Ela possui a capacidade de trazer luz a sua escuridão.
Val 17/11/2018minha estante
Estou começando,amiga.


Danielle 17/11/2018minha estante
Espero que ame tanto quanto eu, Átila e Nora. Bjs




Leila 05/06/2017

Simplismente Amei
Nossa adorei o livro do começo ao fim... ficava contando os dias para as postagem no Wattpad para ter um pouco mais de Átila de Nora... o modo como abordou o assunto "vício" foi leve e compreensivo, e mesmo assim me tocou lá no fundo caramba chorei e sofri aqui com nosso casal e com seus amigos... Ruby parabéns !!!
Magalhaes 13/06/2017minha estante
Olá! Não estou conseguindo baixar o livro a bela e o chefe, como faço?




Puri Morais (@nocasoumabookaholic) 06/06/2017

Romance encantador
Nora é uma jovem de 20 anos de família humilde, criada apenas pela mãe , empregada domestica, e com um irmão pequeno que ela praticamente criou, desde sempre batalhou muito pra estudar e conseguir um futuro melhor para ela seu irmãozinho e mãe. E com muito esforço conseguiu entra na faculdade de medicina, parecia que tudo ia da certo na vida de Nora, até que, sua mãe, fica doente, e não pode mais trabalhar essa noticia cai como uma bomba na cabeça de Nora, que tem que larga a faculdade e voltar para sua cidade e ajudar em casa.

Como sua mãe não pode mais trabalhar, Nora acaba aceitando um emprego de governanta no lugar dela, na casa de um empresário super rico, que mora numa ilha exclusiva, só que Nora nem imaginava as surpresas que iria passar nesse novo emprego, porque ela não fazia a menor ideia de quem era o homem pra quem ia trabalhar.

Átila Douglass é um empresário no ramo de bebidas mundialmente conhecido, não só pela qualidade do seu produto, mais também por sua beleza e suas conquistas amorosas. Ele nunca se envolve duas vezes com a mesma mulher, e sempre foi acostumado a ter tudo, mas por trás dessa beleza e sucesso se esconde muito mais coisas, Átila é grosseiro, mandão e conhecido na ilha onde mora por ter pouca paciência, e todas as governantas contratadas até hoje para trabalhar em sua mansão, não passam mais que um semana. Só que as coisas começam a mudar no instante em que ele coloca os olhos em Nora, e tudo começa a mudar para o nosso protagonista, a atração dos dois logo que se conhecem é inevitável.

“Eu estava ficando louco! Fuck, eu só queria passar a tarde trancado na minha sala, esquecer de tudo e relaxar. Agora tenho mais essa!

Uma empregada gostosa para me torturar quase todos os dias! “



Mas apesar de tudo, ele ainda tem um pouco de pudor por ela ser sua funcionária, e para tentar se manter afastado dela, ele vai tentar afastar Nora dela do melhor jeito possível, sendo um completo babaca, tratando ela mal e sendo muito grosseiro. Nora fica horrorizada com o tratamento que o novo “Chefe ” dirigi a ela, e também pela beleza sexy dele, e mesmo ela achando ele um homem muito atraente, começa achar ele um cretino, e encarar como desafio se manter no trabalho, mesmo porque ela não tem outra opção, precisa do dinheiro para ajudar sua família.

” O cretino quase me enganou com aquele corpo dos deuses. Os olhos azuis cristalinos como a própria Lagoa Azul me instigavam a mergulhar em suas profundezas.

Sorriso leve e tão sexy por baixo da barba por fazer.

E, oh céus, para que ele tinha que ter aqueles cabelos que são minha perdição?”



A partir desse ponto as coisa começam a ser bem cômicas, parece que o universo conspira pra eles ficarem juntos, toda vez que Átila chega em casa, ele pega Nora em alguma situação constrangedora, deixando o desejo dele cada vez maior, e difícil de se manter afastado dela, e com Nora não é diferente, ela sempre sente a presença dele e fica sem estruturas quando ele está por perto.


continua em : https://nocasoumabookaholicblog.wordpress.com/2017/06/10/resenha-a-bela-e-o-chefe-ruby-lace/
PS: já To shipando Vick e Davi ❤❤ kkkkk



site: https://nocasoumabookaholicblog.wordpress.com/2017/06/10/resenha-a-bela-e-o-chefe-ruby-lace/
Aline.Wassum 09/06/2017minha estante
undefined




CATATAU 01/06/2017

Uma Fera que é totalmente Belo
A Bela e o Chefe 

Adorei a história, envolvente do início até o fim...
Um amor entre duas pessoas totalmente diferentes...
Diferenças esta que o amor resolverá de uni-los, tudo em nome do amor...
Muitos obstáculos e muitas dificuldades, que serão resolvidas...
Mas para isto o amor tem que ser muito verdadeiro...
Só mesmo Nora para mudar totalmente esta Fera e deixá-lo totalmente “Belo”
Nora e Átila um casal lindo de se ler, adorei de poder presenciar esta história maravilhosa que como sempre com um final que, só lendo para saber...
Amei...
Adorei...
Maravilhosa 
comentários(0)comente



Anny.Mendes 09/12/2018

Adorei
Devorei o livro. O enredo foi muito bem construído. Trabalhou questões importantes. Sem apelo sexual. Parabéns!
comentários(0)comente



Jeanny.Ribeiro 22/04/2020

Infância rsrs
Esse comecei a ler pensando ser um conto Hot, mais com a leitura descobrir que Nora tem uma energia linda, é batalhadora e tem um coração puro, Átila é aquele personagem que eu queria matar logo no começo do livro, mais depois com as cenas quentes e todo o drama dele vc acaba se apaixonando por ele e querendo o final feliz dos contos de fadas... RUBY me surpreendeu pois o tema abordado é bem complicado eu amei
comentários(0)comente



Lilyan Sotnas 26/10/2020

Uma história linda de amor, sofrimento e superação.
Antes de tudo, aviso que este é uma texto de amor pelo livro. Tudo o que eu disser aqui é na mais completa sinceridade. Sinto-me até levemente poética e nostálgica com o final desse livro. Uma leitura muito gostosa de se fazer. Sofri, ri demais, me apaixonei pelos os personagens... Foi um envolvimento completo.
O livro traz uma história tocante cheia de romance e aflição. Não consegui parar de ler enquanto não terminava. Acho que foi um drama que eu não esperava. Pensei que seria uma leitura mais leve, porém trouxe elementos que apertavam meu coração em sofrimento.
Uma história escrita com tanta maestria que parecia real. As cenas eram muito bem feita, com detalhes que complementam a história e davam a ela a vida. Sério, a autora pensou nos mínimos detalhes. Me aproximei tanto dos personagens que parecia que eu os conhecia, que realmente vivenciava suas vidas. UMA ESCRITA IMPRESSIONANTE MESMO! Só tenho elogios.
A escrita foi narrada pelos dois protagonistas, a Nora (bela) e o Átila (fera). E mais uma vez me surpreendo com a escrita. Pois, a autora não se perdeu no enredo e na mudança de personagens ao narrar os dois pontos de vista em primeira pessoa. Foi tudo feito em uma harmonia espantosa.
5 estrelas porque me envolvi na história, amei os personagens e a descrição de seus pensamentos (parecia que eu entrava na cabeça dura daqueles dois), amei conhecer esse livro de uma escritora nacional que nos mostra que nossa literatura é linda e prazerosa e que nós deveríamos dar mais importância e apreço por elas. Recomendo demais a leitura!
Ah, deixar aqui registrado que os protagonistas são amantes de literatura! Então vemos muitas menções de livros dentro do livro. Leiam! Simplesmente leiam essa história de amor e superação que nós deixa com o coração apertado de tanto amor que transborda em cada página escrita.
comentários(0)comente



[email protected] 24/07/2019

Resenha || @lclubedo
Nora Maia tem 20 anos, possui sonhos, é destemida e muito inteligente, ela é uma garota de família humilde que foi criada apenas pela mãe que é empregada doméstica, mas que sofre com uma terrível doença. Nora possui um irmão caçula que ela tanto ama e que praticamente criou sozinha devido ao problema da mãe. Nora é decidida e abre mão de qualquer coisa para fazê-los felizes.

Então é aí que ela abdica se sua tão sonhada faculdade de Medicina e inicia então seu trabalho como doméstica na casa de um empresário, para então ajudar a mãe é seu irmão. Ela só não sabia que após isso sua vida mudaria por completo.

?Algumas coisas são difíceis de romper, apesar dos tantos golpes que a vida nos dá e das nossas próprias negligências em reparar os danos, às vezes abrindo ainda mais as feridas em vez de remendá-las.?

Átila Douglas é um homem de família nobre, que sempre cresceu cheio de regalias e nunca lhe faltara nada. Ele é um grande empresário do ramo bebidas, tem uma beleza extraordinária e possui todas as mulheres aos seus pés, mas nunca fica com a mesma duas vezes. Átila possui uma vida aparentemente maravilhosa, mas só aparentemente, pois seus fantasmas do passado o atormentam, fazendo com que por vezes ele se transforme em uma ?fera?.


Aaah esse livro! Gente, ele me rendeu vários suspiros e muitas lágrimas. É um livro muito leve de se ler, que nos prende de forma verdadeira e nos faz ansiar por mais.

Passei noites sonhando com essa história (eu não estou mentindo!), tem algum tempo que eu venho buscando um romance que não seja superficial e que me prenda de forma verdadeira, e a Bela e o Chefe da nossa querida Ruby Lace foi capaz de fazer isso.

?Sua presença dominava meus pensamentos, meus sentimentos ao tê-lo tão próximo eram como um mar revolto balançando minhas estruturas como um barco em alto mar [?]?

No começo quando eu vi a capa (por isso não julguem um livro pela capa), eu imaginei se tratar de uma história de contos de fada, recheada com cenas clichês que tanto conhecemos, aaah mas eu estava inteiramente enganada. O livro é de um romance bem desenvolvido, é um casal que cresce a cada página lida, não é um romance que acontece à primeira vista, confesso que não gosto muito de romances à primeira vista.

?Ainda seríamos só nós dois. Ainda estaríamos juntos, sem restrições e receios. E quando a contagem regressiva chegasse ao fim? Ainda a teria só para mim. E eu a beijaria até o alvorecer de um novo ano. A beijaria até que cada sopro meu se tornasse seu. Até que cada melodia dos seus gemidos ressonasse em harmonia com os meus. Até que cada batida do meu coração fosse regida pelas batidas do seu.?

Essa história mostra como os dois se ?detestavam? em um primeiro momento, e depois com vão se desenvolvendo até chegarem a uma paixão avassaladora. Mas toda história de amor também tem seus desafios, mesmo apaixonados os dois precisam expurgar os fantasmas do passado que tanto assombram Átila, e é aí que nós vemos uma história de companheirismo, amor, redenção, perdão e muitas coisas maravilhosas.

Creio eu que esse livro nos trás um belo ensinamento sobre o que é realmente o amor verdadeiro. Pois a autora Ruby Lace aborda bem a temática sobre drogas e a batalha para sair do vício, e vemos aqui o cuidado com a pesquisa da autora sobre o tema e nos consegue inserir dentro dos anseios e dilemas do personagem, bem como ficamos nos perguntando como a Nora consegue lidar com tudo isso.

A diagramação do livro está perfeita, a letra escolhida é bem agradável aos olhos do leitor, a narrativa da autora é bem fluída e eu não consegui parar de ler, eu simplesmente devorei cada página, eu realmente entrei de cabeça nessa história.

?Eu estava completamente e irremediavelmente apaixonada por aquele homem!?
comentários(0)comente



Roberta.Costa 12/07/2017

Pelos Deuses , é perfeito.
Terminei ontem de ler a Bela e o chefe, da Ruby Lace , fui totalmente surpreendida pela história. Eu descobri o livro por um acaso, me apaixonei pela capa, achei linda, li a sinopse e gostei, sabia que gostaria do livro, só não tinha idéia que me apaixonaria tanto. O Livro conta a história de Nora ( Bela ) e Átila. Nora, uma garota meiga, esforçada, de família humilde, que por conta da doença da mãe, é Obrigada a trancar a faculdade e trabalhar como secretária do lar na mansão de Átila Douglass. Átila, um rapaz que veio de berço de ouro, com a beleza de um príncipe e um temperamento de uma fera, vive rodeado de mulheres, gosta de sexo casual e não se importa com os sentimentos do próximo. Nora começa o seu trabalho na mansão, e de cara se sente atraída por Átila que logo se mostra desagradável. Mesmo abalada com o tratamento decide ficar, pois agora sua mãe e irmão dependiam unicamente dela. O sentimento de Nora por Átila vai crescendo a cada dia. Átila começa a se sentir atraído por sua Bela, porém existem fantasmas do passado que o assombram todas as noites, fazendo com que acredite que não merece ser feliz. Numa noite a Bela e a Fera ficam ilhados, e deixam o sentimento falar por eles, porém Bela não sabia o que estaria por vir. Apaixonei - me pela história, confesso que quando comecei a ler fiquei com raiva do Átila, muita mesmo, falava telepaticamente para Nora que ela não precisava se sujeitar a esses desaforos, incentivei pedir demissão, mas depois comecei a me apaixonar pela redescoberta do coração de Átila, assim como Bela me rendi a Fera, e assim como Blenda quis colocar Átila no colo e fazendo o papel materno e dizer que tudo ficaria bem, quando o fantasma do passado foi descoberto . História aborda alguns temas importantes, entre eles o amor próprio. Me identifiquei algumas vezes com Nora, também como ela tenho um apego familiar, paixão pelos livros, amo estar com amigos, e assim como ela seria capaz de enfrentar o que for por quem amasse.

site: https://www.instagram.com/betaliteraria
comentários(0)comente



Jhully Moura 31/03/2020

Amei!!!
comentários(0)comente



lleitoraescritora 10/07/2020

Um clássico é um clássico
Meu Deus, toda leitura que tem como base a Bela e a Fera me encanta e com essa não poderia ser diferente. Gente, o que é a Nora nessa história e o quão ela mostra sua delicadeza de rosa e sua força de espinho. Apaixonada por essa protagonista e por toda a trajetória dela. E o que é o Átila, minha gente. Esse homem entra na história e a temperatura já sobe kkkkk, mas o segredo dele é algo tão intrigante que te faz ficar hipnotizado pela história do começo ao fim. Enfim, se você ama a Bela e a Fera, vai com certeza amar A bela e o chefe.
comentários(0)comente



Silvia.Souza 10/01/2018

Gostei...
Tem certas histórias que me irritam muito... O primeiro dia de trabalho da criatura, ela tem inúmeros cômodos para limpar e resolve começar pelo quarto do patrão, cedinho? Sabendo que na noite anterior ele subiu com duas mulheres para o quarto? Me poupe não? Sem falar que esse livro tem aquele aspecto irritante de contar o mesmo fato pelos dois personagens... Isso fica muito enjoativo... Mas no decorrer a história melhora bastante e fica boa. Recomendo a leitura...
comentários(0)comente



Anne (Jasmine) 13/07/2020

apaixonante e picante;
Apaixonada pelo conto A Bela e a Fera, meu gosto por essas adaptações se torna um pouco suspeita. Este livro traz uma proposta mais atual, com uma heroína tão linda quanto a flor rosa, mas com a força de seus espinhos, junto a um jovem empresário que infelizmente não superou seu passado e se fecha para o futuro. Apesar de clichê, falando desta forma, o enredo é realmente cativante e possui algumas cenas mais quentes, para quem gosta também de literatura erótica.
Um ponto que acho interessante é a história contar sobre as formas de lidar com as próprias dores, diretamente ou indiretamente. Admito que, apesar de Átila (o chefe/a fera) ser descrito como um deus grego e sua personalidade ser melhor explicada no decorrer do tempo, demorei muito para pegar empatia pelo personagem. No final, ele acabou tomando um espacinho e me fez desejar todo o sucesso ao casal.
Recomendo sim a leitura, ainda assim, é um livro para passar o tempo, como uma sessão da tarde.
comentários(0)comente



Retipatia 07/05/2018

Uma Versão Repaginada de A Bela e a Fera
Nora é uma jovem que sempre batalhou por seus planos, estudou muito para conseguir ingressar na faculdade para cursar medicina e, agora, a vida lhe impõe mais um desafio. Sua mãe está com sérios problemas de saúde, o que a impede de trabalhar para manter a si e ao filho mais novo, Nico, então, Nora assume a responsabilidade, trancando a faculdade e indo trabalhar na mansão Douglass, como governanta.
O único detalhe é que ela não esperava encontrar lá um verdadeiro antro de libertinagem, com seu chefe de aparência sedutora sempre a chamar sua atenção com seu corpo escultural e comportamento ríspido. Apesar disso, o coração de Nora vai lhe mostrar que nada acontece por acaso e, assim como Átila, ela se vê cada dia mais e mais apaixonada, cada um revelando mais de si a cada momento que passam juntos, especialmente quando uma tempestade os faz ficarem ilhados por dias na mansão Douglass.
O que poderia ser um romance perfeito, capaz de unir dois corações despreparados, será colocado à prova quando Nora descobrir o segredo de Átila. Um segredo que pode afetar todas as vidas ao seu redor. Será o amor suficiente para lutar pelo homem que costumam chamar de Fera?
Ruby nos apresenta uma versão contemporânea de A Bela e a Fera, com direito a várias e várias referências ao adorado conto da Bela e a Fera e um roteiro que, apesar de seguir o estilo do conto original, se desdobra em um romance repleto de detalhes e com uma abordagem atual e importante.
A história segue a narrativa dupla dos dois personagens principais, Nora e Átila, intercalando a narrativa e voltando nas cenas, para mostrar o ponto de vista de cada um daquele momento vivido. Preciso confessar que isso me fez ter raiva por um tempo, já que eu lia uma cena e revia boa parte dela, logo em seguida, pelo ponto de vista do outro personagem, mas, a medida que a leitura continua, isso serve para entender melhor a motivação dos personagens e suas reações ao longo da trama, tanto quanto sobre seu passado.
Nora nos é apresentada da melhor forma possível, ela é uma pessoa amorosa, cheia de vida e disposta a batalhar por seus sonhos. E, mesmo que seja difícil ter que largar seu sonho por um tempo e todo o sofrimento que isso lhe causa, ela também está disposta a passar por qualquer dificuldade, quando se trata daqueles que ama, seja por sua mãe e seu irmão Nico ou até mesmo quando se trata do seu relacionamento recente e intenso com Átila. Uma versão digna de uma das princesas de contos de fadas mais amadas.
Já a nossa Fera sofre dos mesmos problemas que a besta a qual estamos acostumados a associar passa: mimado, temperamento ruim, grosseiro e não sabe lidar com seus sentimentos e passado. Mas, como não estamos falando de uma história fantástica, em que o príncipe é enfeitiçado para virar uma fera, temos a versão mais interessante disso, um homem belo (suspiros por esse Átila da capa, né?!), que esconde dentro de si a rudeza e aspereza do monstro. Seu passado lhe moldou assim e ele permitiu que todo o sofrimento fosse seu único sentimento motor.
O amor entre os protagonistas surge no sentimento amigável que se desenlaça aos poucos, com a convivência, e dá chama à paixão ardente, mas, na mesma intensidade que surge, é colocado à prova quando nossa bela Nora descobre o que Átila tanto deseja esconder. É o momento de saber que o amor só encontra força quando podemos contar com que está ao nosso lado.
Um dos pontos altos da história é a abordagem de um dos problemas do mundo atual, já que a Fera, em seu tormento, pelas perdas que teve no passado, acabou por levar-se ao vício por cocaína. É um verdadeiro maremoto que os personagens vão enfrentar, desde a aceitação até a decisão em passar pelo tratamento e período de desintoxicação. É uma realidade triste e difícil, e que é relatada de maneira importante e com o lembrete de que a vida de todos sempre será marcada pelos danos da droga, mas que, sem dúvida, seguir em frente com ferimentos cicatrizados é melhor forma de impedir que a vida seja perdida para o vício nas drogas.
A Bela e o Chefe é um romance que tem muito mais da realidade do mundo que de contos de fadas e, que, ainda assim, ou por isso mesmo, encanta o leitor!

site: https://wp.me/p7r1pU-1mT
comentários(0)comente



70 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5