Me Poupe!

Me Poupe! Nathalia Arcuri


Compartilhe


Resenhas -


28 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


cacai 11/06/2018

Conheci o canal "Me Poupe!" no ano passado quando pesquisava sobre investimentos financeiros. Quando soube do livro, tive uma certa curiosidade. Confesso que este não é um estilo que me atrai, mas estou abrindo exceções e engatei a leitura logo após terminar "A sutil arte de ligar o f*da-se", do Mark Manson - outro gênero que normalmente não leio. Percebi muitos conceitos semelhantes e interessantes entre as duas obras, em especial sobre identificar quais os valores que nos movem. Se para você ter uma roupa de marca e o suposto status que ela traz é mais importantes do que viajar para um lugar diferente todo ano, resta arcar com as escolhas e renúncias.

Sempre fui do time dos mais econômicos - pode chamar de pão-duro ou muquirana, se preferir - graças à educação financeira que recebi em casa. Meu pai sempre repetia os mesmos mantras: "nunca gaste mais do que ganha", "compre à vista e peça desconto", "não compre parcelado porque se não tiver dinheiro neste mês, não necessariamente vai ter no mês seguinte", "economize pelo menos 10% do que ganha". Com pequenos lapsos ao longo da jornada - especialmente quando usava a compra de bugigangas baratinhas para tentar aliviar o fardo de um emprego estressante - geralmente penso bastante antes de qualquer gasto. Muitas das dicas dadas pela Nath no livro não são novidade para quem acompanha o canal - a maioria, inclusive, ponho em prática há anos e posso garantir que funcionam se a meta é não faltar dinheiro no bolso.

Apesar de gostar do seu jeito leve e descontraído de falar sobre um assunto difícil para muitos e achar extremamente necessária que a educação financeira comece ainda na infância, algumas questões que me incomodam nos vídeos também me incomodaram no livro. O principal deles é sobre a máxima de "se eu consegui você também consegue", que ela usa ao referir-se à meta de poupar o primeiro milhão: vai muito ao encontro do que pregam gurus de autoajuda. Mas será mesmo que a dona Maria que ganha um salário mínimo e sustenta sozinha a casa em que mora com cinco filhos pequenos conseguirá juntar toda essa grana na vida? Impossível não é - histórias de superação existem para inflar a esperança de muitos. Mas nessa hora é preciso buscar um pouco da dureza de Mark Manson e dizer que talvez para uns essa meta nunca vire realidade. A dona Maria até pode aprender a equilibrar seu orçamento, fazendo sobrar algum no final do mês e realizando sonhos. Mas R$ 1 milhão? Será mesmo? E mesmo que a Nath não pregue que todos devam ter esse mesmo objetivo - o dela é poupar R$ 5 milhões para a sonhada independência financeira, trabalhando apenas por hobby - muitos são atraídos pelo seu conteúdo justamente com este propósito. As dicas são extremamente válidas e realmente acredito que ao colocá-las em prática é possível sair do sufoco. Mas entre livrar-se das dívidas e acumular fortunas o caminho nem sempre é tão simples quanto o "Me Poupe!" quer fazer parecer. (Ou talvez é e eu é seja muito pessimista, vai saber...)

Um dos trunfos do livro é falar abertamente sobre quantias, quebrando esse tabu que a "dinheirofobia" impõe. Mas algumas estratégias sugeridas são bem aquém da realidade de muitos. Festejando o poder do juro composto, Nath explica que basta poupar R$ 2.500 mensalmente para que em duas décadas você tenha o seu primeiro milhão. Para quem ganha um salário de cinco dígitos é algo bem palpável, mas e para quem nem chega a isso mesmo com dois empregos? Nem sempre todas as dicas para conseguir um dinheiro extra irão funcionar com todo mundo,por mais assertivas que sejam. Fórmulas prontas e regras ditadas me causam certa aversão e por isso em muitos momentos senti que lia mais um livro de autoajuda do que de finanças pessoais.
Jackie 16/06/2018minha estante
Nossa, ainda bem que temos mais uma realista aqui. Achei que minha opinião era a única destoante kkkk... Lendo sua resenha acho até que peguei leve.


02/07/2018minha estante
Como guardar 2.500 por mês se o seu salário bruto é metade disso?
O nome do livro deveria ser: Como juntar seu primeiro milhão, desde que você seja classe média. Senão, é melhor correr pra fila do bolsa família. #hahahahah #rindo de nervoso


Amanda 30/07/2018minha estante
Cara, teve a parte do livro que ela diz como juntar dinheiro ganhando mil reais - sendo que você pode começar a por 30,00 na Selic, e a parte em que ela diz que você só vai ganhar dinheiro se levantar a bunda e for atrás do que realmente gosta de fazer e fazer bem e se profissionalizar nisso. Ela prega mais o fato de você não trabalhar por obrigação ganhando uma miséria e sim com o que você gosta, ganhando bem, porque você vai se esforçar no que está fazendo.


Kizzy 31/07/2018minha estante
Apenas obrigada por essa resenha!




Jackie 16/06/2018

Investimentos para iniciantes
Pensei melhor e decidi mudar minha opinião:

Eu admiro o trabalho de divulgação da Nath sobre finanças pessoais, mas pensando melhor sobre minhas leituras anteriores e sobre seus vídeos, acho que minha experiência de leitura não foi tão boa, pois não irá contribuir muito para gerar mudanças visto que já faço investimentos a um tempo, sou econômica e achei seus vídeos mais esclarecedores que o livro. No entanto, o livro pode ser uma fonte de ânimo para quem não tem o hábito de poupar.
O livro é bem fácil de ler. Li em 2 dias.
Indico para quem quer começar a investir, para aqueles que querem ir em direção contrária à da “manada”.
Caso você já seja um investidor, talvez seja melhor você poupar seu tempo pois o livro fala sobre tipos de investimentos e não aprofunda muito. Os vídeos valem muito mais que o livro, sem dúvida.
Alguns passos e perguntas do livro considero desnecessários. Mas isso pode ser uma estratégia para envolver o leitor de modo que este coloque as dicas em prática.
O livro mescla dicas com experiências de vida da autora, quase uma biografia.

Dicas e parte importantes que tirei dos 10 capítulos (e algumas ideias/opiniões minhas):
1º - Fale sobre dinheiro. Vença a “dinheirofobia”.
Mude suas ideias sobre dinheiro se o vê de forma negativa.
Seja forte perante os julgamentos sobre ser uma pessoa econômica.
Sempre peça descontos.
Divida gastos.
Não compre por impulso.
Não tenha vergonha de pedir aumento de salário (eu digo: ou procure outro que atenda suas necessidades).

2º - Tenha um objetivo (ou mais) para se motivar a juntar dinheiro. (eu digo: Sonhe seus sonhos. Ter um milhão pode não ser interessante para você.)

3º - Foque nas prioridades para planejar sua vida financeira.
Tenha noção de quanto ganha e quanto gasta.

5 Qs do consumo consciente:
• O que você quer?
• Para quê?
• Quanto?
• Quanto?
• Quem vai pagar? (de onde o dinheiro vai sair)

Divida seus sonhos entre:
• Curtíssimo – para hoje
• Curto – até 2 anos
• Médio – de 2 a 5 anos
• Longo – de 5 a 10 anos
• Longuíssimo – mais de 10 anos

Sua meta deve estar dentro do esquema SMART, ela deve ser:
• S – Specific – específica
• M – measurable – mensurável
• A – achievable – atingível
• R – relevant – relevante
• T – time-bound - ter prazo

(eu digo: é aqui que aquele seu sonho pode ser só um sonho, pois nem tudo que desejamos cumpre esse esquema)

4º - Procure se envolver naquilo que você gosta ou acredita pois assim você atingirá seus objetivos sem sentir estar cumprindo o expediente. Pode até ser que irá trabalhar mais, no entanto não irá sentir tanto como se estivesse trabalhando para outra pessoa.

5º - O processo correto de realizar uma compra:
• Desejar
• Orçar (levantar custos)
• Planejar (tempo e valor necessário)
• Manter o foco.
• Realizar (comprar à vista e com desconto)

Faça seu “custo 100” para avaliar o valor do seu dinheiro (não vou explicar o que é, mas ela tem um vídeo sobre, caso tenha interesse. É uma técnica que revela o valor do meu dinheiro e não me deixa sair da linha).

Técnica QUE-ME-PRE-PO-DE:
• Eu quero?
• Eu mereço?
• Eu preciso?
• Eu posso?
• Eu devo? (Considero desnecessário, pois, no contexto do livro, é a mesma pergunta da questão anterior)
Se você conseguir responder todas de forma afirmativa, realize seu desejo de compra.

Algumas dicas de economia interessantes na página 102 e da 108 a 111. (Não vou falar tudo do livro, gente).

6º - A autora fala sobre os diferentes tipos de investimentos.
Fiquei surpresa de saber que comecei a contar com a ajuda dos juros compostos antes da Nath. Ela com 18, eu com 14. No entanto ela se envolveu muito mais rápido com o mundo dos investimentos.

A Nath considera poupança como investimento pois não há cobrança de IR, pelo que entendi.

A dica da reserva de emergência é baseada no Gustavo Cerbasi. Recomendo a todos.

7º - Pessoas que a influenciaram e dicas de livros. Assim como ela, também tenho o Cerbasi como meu grande influenciador.

8º - Conceito de independência financeira para a Nath = liberdade de escolha.

9º - Pare de se autossabotar.

10º – A Nath agradece por tudo e eu aproveito para agradecê-la por seus vídeos pois, junto com leituras anteriores, foi o impulso que faltava para eu começar a investir. No entanto, discordo de muitas de suas ideias.

Eu acredito que muitas vezes é possível pagar menos por um produto. Acredito que o empresário já coloca um preço maior sabendo que pessoas como ela pedirão desconto. Mas, em um restaurante, por exemplo, acho que reconhecer um bom atendimento e dar uma gorjeta a mais (às vezes, não sempre) pelo bom serviço prestado é importante, não para enriquecer, mas para motivar as pessoas. No próximo atendimento, talvez você que ganhe um desconto. Acredito que generosidade é algo que vai e volta. Dinheiro não é tudo. Não devemos passar em cima dos outros para conquistar fortuna. Às vezes a Nath me soa como uma pessoa que vence os outros pela insistência, pelo cansaço. Será que ela não é vista como a cliente chata que alguns não querem atender? Será que também não sai perdendo com isso? Eu mesma deixo de sair com determinadas pessoas por elas contarem cada centavo e muitas vezes por ainda querer que eu pague a conta. Parece que pessoas assim esquecem de se divertir. Claro que eu sei que tem gente que não tem condições mesmo, mas algumas na verdade querem preservar o seu às custas dos outros.

No caso das roupas, eu sempre repasso para meus familiares. Para mim, ser solidário é mais importante que enriquecer. E mesmo ela falando que podemos ajudar os outros depois, de uma forma melhor, não consigo agir como ela. Necessidades básicas precisam ser suprida agora, não podem esperar. Talvez a Nath tenha nascido em um lar onde as pessoas a sua volta não eram ricas, mas tinham o básico, o que é totalmente diferente da realidade de muitas pessoas, que vivem com um salário mínimo e por meio do compartilhamento e doação.

Ao contrário da autora que teve sorte em alguns momentos da vida, passei por muitas situações difíceis. E não quero culpar ninguém por isso, mas não tem como ignorar certas diferenças. Algumas oportunidades ou falta delas podem mudar o curso de uma vida. A forma como a pessoa é criada, a educação formal que recebeu, os benefícios que teve por ser de determinada classe social contam muito para a ascensão financeira. Não é só força de vontade. Essa ideia de que se ela conseguiu, nós também conseguiremos deve ser refletida com cuidado. Primeiro porque ela está falando de metas atingíveis e a maioria sonha com coisas que estão fora de sua realidade. Para metas possíveis, o livro é bom, mas não fique achando que ficará milionário se você só ganha um salário mínimo. Como ela mesma disse, os sonhos devem seguir o esquema SMART para serem possíveis, no entanto nem todos cumprem o A (de atingível). E não estou sendo pessimista, sou realista. Muitas ideias desse livro são motivacionais, mas fora da realidade de muitos.

site: Visite o site da autora: http://mepoupenaweb.uol.com.br/
comentários(0)comente



Hamilton Perilo 29/05/2018

Aí Que Festa!
Ela conseguiu! Sua história é linda, seus desafios, suas lutas, vitórias e também derrotas (por que não? ) Nath (para os íntimo MePoupeiros) consegue de forma criativa, brilhante e com muito bom humor passar grande parte do seu conhecimento sobre finanças pessoais para nós leigos. Não é um livro de Youtuber, é um livro sobre vida e esperança... Esperança de tornar pessoas donas do seu futuro financeiro, profissional e pessoal.
Obrigado Nath!

site: https://m.youtube.com/mepoupenaweb?uid=8mDF5mWNGE-Kpfcvnn0bUg
Jones 26/06/2018minha estante
Ai até arrepiei aqui, eu to louco pra ler esse livro, gente agora fiquei mais entusiasmado ainda.




Lívia 29/05/2018

Leitura obrigatória
Todo brasileiro PRECISA ler esse livro. É um divisor de águas na vida financeira!
comentários(0)comente



Isadora.Stavale 06/06/2018

melhor livro de finanças disparado
Ela conseguiu colocar na minha cabeça conceitos que até hoje eu simplesmente não via... sabe aquele sacode que você precisa pra acordar e realizar seus sonhos? ela conseguiu, eu finalmente sei o que fazer com a minha vida graças a esse livro, todo mundo deveria ler, de verdade.
comentários(0)comente



Michel.Granato 23/06/2018

Vale a leitura
Ótimo livro. Liguagem acessível e inquestionável habilidade de comunicação da autora.
Quanto ao conteúdo, cumpre muito bem o proposto, que era desmitificar o mundo dos investimentos para o grande público. Não se aprofundou em nenhum aspecto, renda variável nem é mencionada. A obra é muito mais focada na educação financeira da pessoa comum, que deve ser exercitada no dia a dia. Neste ponto o livro ganhou minha admiração total. Realmente é uma obra muito útil. Dá vontade indicar para todos os amigos!!!
comentários(0)comente



Michelle Trevisani 30/07/2018

HÁ QUE FESTA!
Ei, ei pessoal! Quem aí tá afim de ganhar dinheiro, "MÁ OEEEE, hahahihi" como já diria Silvio Santos, levanta a mão! Ganhar dinheiro poupando então é o que você vai aprender acompanhando essa diva das finanças que eu só fui conhecer recentemente (oi? isso mesmo! sou meio desligada gente, me perdoa!).

Foi através de uma amiga no trabalho que eu conheci a Nath, e que agora vai fazer MUITO parte dos meus dias os seus vídeos e as suas dicas. Minha amiga me apresentou os vídeos dela no Youtube e depois me emprestou esse livro aqui, que devorei em dois dias e que me ensinou a fazer cálculos bem bacanas.

Pra quem não conhece a Nath, ela inovou ao falar abertamente de uma forma didática e muito leve sobre finanças e sobre como melhor investir aqui, no Brasil. Como poupar e ter uma quantia sólida no banco fazendo com você coloque a cabecinha no travesseiro ao dormir e ficar em paz com suas finanças. Esse é o principal objetivo dela: desfuder o Brasil e convidar todas as pessoas a refletirem mais sobre como melhor usar o dinheiro que ganham.

Os vídeos dela são super engraçados e ela fala de uma forma tão descontraída que alguns termos que nos amedrontam como Juros Compostos, taxa Selic, Tesouro Direto, entre outros, passam a ser compreendidos facilmente, alguns deles até com chances de se tornarem nossos melhores amigos! hahah.

Graças a Deus venho de uma família que sempre falou de dinheiro. Meu pai sempre me ensinou o valor dele desde pequena. Eu poupo (aprendi com a Nath que não é guardar, é poupar!) desde que ganhava mesada quando era pequena. Então muitas das dicas que a Nath dá no seu livro e nos vídeos eu já faço há bastante tempo. Nunca fiquei devendo em minha vida, nunca fiquei zerada no banco, sempre poupei dinheiro a minha vida toda. Mas ao ler o livro dela e assistir os seus vídeos descobri que há melhores maneiras para se fazer isso. E descobri também que há opções mais vantajosas que a poupança, por exemplo. Ao tomar conhecimento do mundo das finanças você se livra de diversas roubadas que pessoas não tão bem intencionadas te oferecem durante a vida.

Sabe quando algumas coisas que ela fala soa como libertadoras? Ela manda um grande foda-se para tudo o que não faz bem a ela e a vida financeira dela, e nos ensina que tomar algumas atitudes é essencial para o nosso processo de busca da liberdade financeira.

Leia o restante da resenha no meu blog >> LIVRO DOCE LIVRO

site: https://meulivrodocelivro.blogspot.com/2018/07/resenha-me-poupe-de-nathalia-arcuri.html
comentários(0)comente



Thaís 20/07/2018

#Ahquefesta - musa das finanças
Conheci o canal da jornalista Nathalia Arcuri há menos de um ano, na ocasião eu procurava algo relacionado aos livros do Gustavo Cerbasi de quem aprecio muito os livros, foi então que chocada (acho que posso usar esta palavra) me deparei com uma pessoa totalmente diferente dos youtubers no geral, Nath falava de finanças, um assunto polêmico e ainda pouco debatido em uma linguagem espontânea, cômica e muito sarcástica também! Um verdadeiro tapa na cara de quem não tinha nenhum controle sobre suas finanças (confesso que não é o meu caso) #mentira #sqn



Nessa mesma época descobri que tudo que eu sabia era nada diante da imensidão que aprendi com a musa das finanças, tão logo comecei a acompanhar o canal e aprender mais sobre metas, investimentos e muitas coisas que tão logo possa, quero colocar em prática! Nathalia Arcuri utiliza linguagem do dia a dia e também de fatos do cotidiano para falar de maneira simples e para todos os públicos sobre a importância de poupar. Não pelo simples ato de "acumular" (apesar da grande ajuda dos juros compostos), diferente de guardar o ato de poupar requer planejamento para curto, médio e longo prazo, e é você no controle da suas finanças. Com a musa aprendi que não é fácil começar a mudar alguns hábitos (principalmente comprar para se sentir melhor), mas também aprendi que é possível mudar e a experiência de pensar diferente em meio a pessoas que pensam no imediatismo é maravilhoso.

No livro "Me poupe: 10 passos para nunca mais faltar dinheiro no seu bolso, a autora escreve no formato de livro várias experiências, resume a história da sua vida, insere aos leitores um pouco do universo do canal que ela tem no Youtube e ensina alguns passos para que os leitores possam adentrar o universo do autoconhecimento, autodesenvolvimento até chegar a realizar por conta própria seus sonhos abrindo mão de costumes que não vão levar à conclusão destes sonhos. Ninguém precisa se libertar de todos os prazeres, pelo contrário, a autora enfatiza a importância de rever prioridades, analisar suas finanças e banir definitivamente coisas que são desnecessárias através de pensamentos simples e bem dinâmicos. A autora que abandonou a carreira de repórter por motivos que descreve no livro, foi atrás dos seus objetivos.

Decidi que minha missão seria ensinar as pessoas a cuidarem melhor de seu dinheiro, para que todas pudessem sentir o que eu estava sentindo: a certeza de que quem dita os rumos da minha vida sou eu. (47% da leitura)

Recebi o ebook em parceria com a Editora Sextante (já economizei aqui Nath!), mas quem quiser investir tem uma ótima promoção na Amazon (quase metade do valor de capa). Inicialmente, a leitura estava muito devagar. Como regra minha sempre leio pelo menos 50% de um livro antes de desistir da leitura, o que foi muito bom, pois nos 32% de leitura não parei de ler até chegar ao final. A leitura foi melhorando, a autora foi aparecendo da maneira que sabe fazer e destacou-se muito bem. A história toda dela é fascinante, todos deveríamos ter o seu exemplo de coragem  para persistir e lutar por nossos objetivos.



Custo 100 nada mais é do que descobrir quantas horas você precisa trabalhar para ganhar 100 reais. Vamos a uma situação real. Joaquina ganha 3.300 reais líquidos por mês e trabalha 176 horas, o que equivale a dizer que cumpre uma jornada de oito horas por dia, cinco dias por semana (considerando um mês com 22 dias úteis). Se você dividir 3.300 reais (o salário) por 176 (número de horas trabalhadas por mês), descobrirá quanto vale  a hora de Joaquina: 18,75 reais.

Agora, responda: quantas horas a Joaquina precisará trabalhar para ganhar 100 reais? (49% da leitura)

E você? Sabe o valor do seu custo 100? Quantas horas você trabalha para ganhar esse valor? E quantas leva para sumir com esse mesmo valor? Pense!

Seja autodidata, autoeficiente, autolimpante (ops, me empolguei) e vários outras coisas "auto" que eu descobri  no processo de coaching e que são características de pessoas mais bem-sucedidas do mundo. (82% de leitura)

E para finalizar, uma frase da autora:

Com a nossa vida financeira não é diferente. Cada golpe e cada tombo serve apenas para uma coisa: aprendizado. E o que devemos fazer quando passamos por situações que nos ensinam? Agradecer e, mais do que isso, colocar em prática o novo aprendizado quando uma situação semelhante se apresentar no nosso caminho. (94% de leitura)

O livro é muito bom e recomendo para todos os leitores! Não esperem uma linguagem rebuscada e como lemos tradicionalmente em livros semelhantes, esse livro é diferente, foi escrito para todos sem exceção.

Obrigada Nathalia por compartilhar a sua história, através dela podemos aprender muito e refletir sobre as escolhas e os caminhos que temos tomado em nossas vidas. E bora acabar com a dinheirofobia! #ahquefesta

site: http://viajenaleitura.com.br/2018/07/resenha-me-poupe-nathalia-arcuri.html
comentários(0)comente



Thammy 21/07/2018

Obrigada Nathy
Foi uma leitura simplesmente sensacional e eu quase chorei no fim. Não tenho palavras para descrever o sentimento pleno que estou sentindo. Perfeito.
comentários(0)comente



Thalita Branco 04/07/2018

Resenha ~ Me Poupe! - Nathalia Arcuri
Acompanho o canal Me Poupe! no youtube desde o início e sempre adorei o jeito divertido com que a Nathalia Arcuri lida com finanças, tornando acessível o que parecia ser um bicho de sete cabeças. Seu livro Me Poupe!: 10 Passos Para Nunca Mais Faltar Dinheiro no Seu Bolso é tão acessível quanto!

Como o subtítulo já diz, a obra contém 10 passos para você curar a sua “dinheirofobia” a passar a ter um melhor relacionamento com a sua bufunfa através de dicas que abordam a importância de conversar sobre dinheiro, criar objetivos claros, como economizar e investir, formas de receber um salário maior e muito mais.

Ele não contém grandes novidades em relação ao canal no youtube, mas a vantagem é que a obra traz tudo compilado em uma ordem muito bacana que nos ajuda a lembrar facilmente dos tópicos e a fazer futuras consultas. A parte sobre investimentos é bastante resumida e serve para mostrar opções além da poupança e previdência privada, deixando a curiosidade para se aprofundar no assunto. O livro é bastante interativo, cheio de exercícios que ajudam a assimilar o conteúdo e a incorporar as dicas. E é fácil incorporá-las e começar a pensar sobre o consumo desenfreado e ao uso que damos ao dinheiro.

Desde o início a autora deixa claro que não pretende ganhar um Nobel de Literatura, então a linguagem do livro é bastante descontraída e divertida. A diagramação é bem bacana, com detalhes em roxo e repleta de gráficos e tabelas de fácil entendimento. Não gostei muito da gramatura do papel, achei ele fino e algumas vezes dá até para ver as letras do verso da página.

Narrado em primeira pessoa, ele também é uma espécie de biografia da autora que conta como desde muito cedo é dona de uma mente poupadora e o quão realizada é seguindo o seu estilo de vida que, apesar de extremamente econômico, lhe permite fazer tudo o que ela quer.

Mas a repetição do “se eu consegui você também consegue” sobre o seu primeiro milhão me incomodou um pouco. Faltou levar em consideração que as pessoas não são iguais e não vivem na mesma realidade. Nem todo mundo tem a personalidade a cara de pau que a Nath muitas vezes teve para alcançar os seus objetivos. Elas com certeza são capazes, mas talvez sejam necessários outros processos para se chegar lá, processos que estão além desse livro.

Me Poupe! é um excelente livro para passar a ver o dinheiro com novos olhos e abrir a cabeça para novas formas de economizar. Mesmo que alguns pontos não sirvam para todo mundo e ele passe brevemente por alguns tópicos, o livro consegue despertar a vontade de mudar a sua vida financeira.

site: www.entrelinhasfantasticas.com.br
comentários(0)comente



Rafael 29/07/2018

Muito bom (para quem conhece e para quem não conhece o trabalho da autora)
Conforme Nathalia declarou em um de seus vídeos, esse livro busca levar o seu conteúdo para pessoas que não têm a mesma disponibilidade para assistir aos seus trabalhos no Youtube (seja lá qual for o móvito). Logo, para quem acompanha o canal, grande parte do livro já fora apresentado nos vídeos. Seria justo condenar o livro apenas por essa perspectiva? Penso que não.
Mesmo já tendo conhecimento de muitos assuntos abordados no livro, um contato com o trabalho da Nath em outro formato permite percebermos detalhes que deixamos passar (eu, por exemplo, vi que estava utilizando uma estratégia de maneira um pouco diferente). Ademais, imagino que a aquisição desse livro sirva como uma maneira financeira de agradecermos por todo o conteúdo esclarecedor que recebemos todas as semanas através do canal e que ajuda muitas pessoas a transformarem suas realidades para melhor (eu fui uma delas).
Com sua maneira característica de falar sobre dinheiro e finanças, Nathália vai contando um pouco de sua vida e como ela chegou até onde se encontra no momento. Uma maneira divertida de “autobiografia”.
comentários(0)comente



Vai Lendo 30/07/2018

A riqueza não começa com o dinheiro
Ei, você aí que adora rir da própria desgraça financeira com os memes da internet e acha impossível chegar ao fim do mês com um real na conta: ESSA RESENHA É PARA VOCÊ! Sim, em caps lock mesmo, porque é assim que a Nathalia Arcuri – a criadora do "Me Poupe!", primeira plataforma de entretenimento financeiro do mundo – falaria com você (segurando a Margarete, sua colher de pau, claro).

Com humor ácido e sem filtro, a Nath consegue quase o impossível. Ela fala com mais de dois milhões de brasileiros em seu canal no youtube sobre finanças pessoais, juros compostos, tesouro direto, bolsa de valores, CDB, LCI… Sempre de forma descontraída e guiada pelo seu lema “unfucking the nation”.

E a boa notícia para os amantes da literatura é que você pode descobrir as principais dicas da RAINHA DA RIQUEZA em seu livro "Me Poupe! 10 passos para nunca mais faltar dinheiro no seu bolso", recentemente publicado pela Editora Sextante. AH, QUE FESTA!

Em primeiro lugar, o que mais impressiona na escrita da Nathalia é o tom. Eu conseguia ouvir a voz da Nath em todas as páginas, pois ela escreve com o mesmo jeito divertido que fala em seu canal. Logo de cara, ela já deixa explícito que o seu objetivo ali não é ganhar um prêmio de literatura, mas “desfuder a sua vida financeira e mostrar que é possível enriquecer licitamente ainda nesta encarnação” (sic, risos).

Seguindo o tom de conversa, a autora propõe ao longo dos capítulos vários exercícios e reflexões que podem ser aplicadas de forma prática no nosso dia a dia. Por exemplo, você sabe exatamente quanto dinheiro entra no seu bolso, quanto dinheiro sai e quanto do seu dinheiro trabalha para você? Isso é algo tão básico e simples que, na maioria das vezes, esquecemos, e é justamente dessa falta de organização que se alimenta “a mente pobre”.

Aliás, a “mentalidade rica x pobre” é o ponto-chave do pensamento da criadora do Me Poupe! e a base para a estrutura do livro. Não por acaso, o primeiro capítulo do livro se chama “Dinheirofobia”, uma doença que afeta a maioria dos brasileiros (eu tô nessa!) e faz com que o dinheiro seja um assunto tabu na nossa sociedade.

Ora, se a gente tem medo de tocar no assunto, discutir quanto ganha, pedir aumento ou simplesmente um desconto, eu te faço uma pergunta: quem manda em quem? O dinheiro manda em você ou você manda no seu dinheiro?

Para Nathalia Arcuri, a mentalidade rica – e, portanto, o começo da sua riqueza lícita nessa encarnação – tem início quando você assume o controle da sua vida financeira. E os primeiros passos são simples, completamente possíveis e estão todos propostos pela autora ao longo do livro.

Eu poderia falar horas e horas por aqui sobre o quanto essa mulher mudou a minha vida desde que a vi em um vídeo do TedX. Ali, ela já me encantou com sua história inspiradora: com dezoito anos, Nath comprou seu primeiro carro à vista com o dinheiro da poupança e, quando se graduou na faculdade de Jornalismo, comprou seu primeiro apartamento (também à vista). Mas tudo isso está documentado nesse livro incrível, o que me poupa (com o perdão do trocadilho) muitas palavras e dá a você uma oportunidade única de enriquecer a sua estante, o seu conhecimento e, claro, a sua conta bancária.

site: https://www.vailendo.com.br/2018/07/30/me-poupe-dez-passos-para-nunca-mais-faltar-dinheiro-no-seu-bolso-de-nathalia-arcuri-resenha/
comentários(0)comente



Lucas dos Reis @EstanteQuadrada 03/07/2018

Um livro de YouTuber que funciona
A jornalista e youtuber Nathalia Arcuri, criadora do Me Poupe! lançou seu livro de estreia para ajudar os brasileiros a terem uma vida econômica correta. Esse seu livro é voltado principalmente para o público iniciante nos investimentos, mas até mesmo os já experientes vão se divertir com essa mistura de história de vida e ensinamentos econômicos.

Uma das características que pode incomodar algumas pessoas é que o livro parece ser falado, e não escrito. Muitas das frases soam como uma pessoa falando, mais especificamente a Nathalia falando em seus vídeos, com seus trejeitos, gírias e manias. Para mim, pessoalmente, isso torna o livro mais pessoal e único, com o jeito descontraído da autora, além de deixar a leitura mais dinâmica e leve.

Como em todo "Livro De YouTuber", este também conta com parte do livro sendo voltado para a história pessoal do autor, mas o diferencial desse em específico é que o contar a própria história faz toda a diferença no contexto, já que sua trajetória acaba servindo de exemplo prático e real para as teorias de como poupar e investir corretamente.

Continue lendo a resenha: https://estantequadrada.blogspot.com/2018/07/me-poupe-de-nathalia-arcuri-resenha-do.html

site: https://estantequadrada.blogspot.com/2018/07/me-poupe-de-nathalia-arcuri-resenha-do.html
comentários(0)comente



geórgea 17/07/2018

Me poupe!
Com apenas 7 anos, Nathalia já era uma poupadora. Com o desejo de ter um carro conversível, ela demonstrava grande aptidão para guardar o seu suado dinheiro. Ela já cresceu sabendo o que queria e focada em poupar cada vez mais, só depois de um tempo foi que aprendeu as melhores maneiras de investir esse dinheiro.

Após conseguir emprego em uma boa emissora e ganhar um salário que já chegava aos 5 dígitos, Nathalia passou por algumas decepções e teve a ideia de criar um blog (para nossa felicidade!) e também um canal, que surgiu em 2015, falando sobre finanças e investimentos. Foi assim que ela começou a pensar em formas de se aperfeiçoar e estudou cada vez mais sobre esse mundo tão complicado, visando uma maneira de tornar tudo mais simples e acessível para todos. Com uma linguagem fácil, mas objetiva e muito clara ela vem compartilhando o seu conhecimento com milhões de pessoas.

“Mas este livro não é sobre mim e as minhas conquistas. É sobre você, o seu dinheiro e o que vem fazendo com ele até agora.”

Hoje, ela é uma figura conhecida por seus ensinamentos e além de compartilhá-los na internet, também lançou um livro que funciona como um guia prático, contendo dez passos que ajudam a saldar as dívidas, aprender a economizar e investir. Se você, assim como quase todos os brasileiros, está preocupado com o dinheiro, prepare-se para encontrar excelentes soluções e dicas aqui. E como já diria a Nath: Ah, que festa!

Minha Opinião

Já sou fã da Nath desde que conheci o seu canal há um bom tempo, e, por isso, talvez eu seja meio suspeita para falar. O canal, que possui o mesmo nome do livro, já conta com mais de um milhão de inscritos. Eu comecei assim, acompanhando os vídeos que ela postava, aplicando as dicas que ela dava e estudando para um dia também adquirir a minha independência financeira. Com 32 anos, ela acabou de juntar o seu primeiro milhão (de reais!) e ensina diversas técnicas para, como ela mesma diz, “desfuder” o Brasil.

Diferente do que você deve estar pensando, a pessoa não precisa ganhar uma quantia exorbitante para poder poupar. Mesmo quem ganha um pouco menos, pode aprender a fazer o dinheiro trabalhar para si. Até porque, quem não ganha tanto assim, já precisa saber poupar automaticamente (ou pelo menos deveria). De maneira direta, divertida, objetiva e fácil, a autora nos passa algumas técnicas, não apenas para saber poupar e onde investir, mas também em como sair do fundo do poço. Essas dicas e a forma como ela explica, nos ajudam a compreender melhor e traçar um plano rumo ao enriquecimento ou se você não é muito ambicioso, pelo menos vai aprender a como sair do fundo do poço.

Nathalia é divertidíssima e possui o dom de descomplicar, ela explica de maneira bem sucinta, coisas que parecem muito complexas. As finanças, as dívidas, as economias, as formas de ganhar dinheiro e o pânico que algumas pessoas sentem ao perceberem que algumas contas não estão fechando. Comecei mudando pequenos hábitos que aprendi a eliminar com ela, hoje em dia posso dizer que consigo economizar e viver tranquilamente. Posso não ter grandes quantias guardadas, mas não devo nada e ainda sobra um pouquinho. Isso, lá pra frente, fará muita diferença na minha busca pelo primeiro milhão.

“Como economizar no dia a dia? Como poupar dinheiro mesmo ganhando pouco? É preciso faze uma previdência privada para ter uma velhice tranquila? Quais são as melhores (e as piores)modalidade de investimento? Como poupar para o futuro sem abrir mão dos meus desejos e necessidade do presente?”

O projeto gráfico está incrível. Tudo isso, unido a forma com que a Nath descomplicada, ficou perfeito. Temos dez passos incríveis, dicas enumeradas, diálogos e uma espécie de “interatividade” com o leitor. A autora não apenas compartilhou o seu conhecimento, ela passou também alguns campos para serem preenchidos pelo leitor conforme ele avançava. Lugares onde ele pode preencher o quanto ganha, o quanto quer economizar, as suas metas e também lugares onde atribui notas para certas questões referentes as suas economias. Eu amo essas listas, sempre estou fazendo quando tenho dúvidas sobre alguma decisão que preciso tomar.

A forma leve com que ela explica pontos que podem parecer um monstro de sete cabeças pra gente, é espetacular. Hoje posso dizer que já consegui definir minhas metinhas, metas e metonas, que me deixaram muito mais focada, já sei que caminho tomarei para fazer meu dinheiro trabalhar pra mim, aprendi muito mais sobre tesouro direto e juro composto (o filho da Nath que eu fiquei apaixonada! Não entendeu? Leia o livro! hehe), assim como quais modalidades que realmente são de investimento, e claro, o mais importante de todos: os 4 F’s da riqueza. Mas não se engane, ela não passará a mão na sua cabeça, quando precisar, ela não exitará em expor os seus erros. Por meio de perguntinhas do tipo “você já fez isso?”, vamos compreendendo o quanto erramos com um assunto que é tão sério e que merece atenção.

“Precisamos de dinheiro. Gostamos das conquistas que o dinheiro nos traz. Trabalhamos em troca de dinheiro. Temos sonhos que se tornarão realidade quando juntarmos dinheiro. Mas escondemos esse assunto debaixo do tapete, como se ele fosse um imenso tabu.”

É claro que nem sempre será fácil poupar. Por muitas vezes teremos que abrir mão de algumas coisas, ouviremos que estamos sendo “mão de vaca” e teremos que fazer alguns sacríficos que parecerão o fim do mundo. Mas, tendo foco e lembrando das nossas metas, ficará muito mais fácil sobreviver a isso tudo. E, claro, pegando um pouco da irreverência e do bom humor contagiante da autora, fica muito mais tranquilo driblar esses problemas. Afinal, ela e a sua história são muito motivadoras.

Se você acha que esse tipo de assunto não te interessa, peço para que você reveja as suas prioridades. Dinheiro é importante, sim. Vivemos em um mundo movido por ele. Precisamos falar sobre dinheiro, precisamos parar de sentir medo dele. Não é errado querer uma vida mais confortável ou até mesmo pensar no futuro. A tendência é que tudo mude com o tempo e cada vez ficará mais difícil sobreviver financeiramente. Então, aproveite essa dica que estou te dando, você mudará o seu conceito sobre economias. De uma maneira leve, simples, mas muito sincera e divertida você aprenderá a como sair da lama e investir seu dinheiro. Te garanto que você levará uma vida mais tranquila e descomplicada após ler esse livro. Ele já entrou para os meus favoritos do ano! Nunca é tarde pra aprender a poupar.

site: http://resenhandosonhos.com/me-poupe-nathalia-arcuri/
comentários(0)comente



Freitas 15/06/2018

Me poupe s2
Simplesmente maravilhoso! Nath mudou minha vida para sempre.. mepoupeira de carteirinha!
comentários(0)comente



28 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2