O Senhor da Chuva

O Senhor da Chuva André Vianco




Resenhas - O Senhor da Chuva


191 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Marselle Urman 09/09/2009

Um bocado oco
Vários amigos meus me disseram " Como assim você ainda não leu O Senhor da Chuva?"
Resolvi dar uma segunda chance ao Vianco. A primeira resultou num abandono sumário.

O que eu penso do livro (até agora): CARNIFICINA DESMOTIVADA.
O plot é meio vazio, claro que tem um bocado de ação e umas cenas bem arrepiantes, mas é basicamente isso. O enredo é fraco, só existem afirmações sem explicação nenhuma, não se chega a conhecer os personagens bem o bastante pra se identificar com eles. Não tem nada que "prenda" nesta história, nada que faça ninguém ter pesadelos.

Reconheço os méritos, para alguns tipos de leitores, mas acho que é necessário ter uma dose de testosterona maior que a que devo ter, pra realmente "apreciar" essa obra.
Didts 12/07/2013minha estante
explicou a minha desmotivação... ''só existem afirmações sem explicação nenhuma, não se chega a conhecer os personagens bem o bastante pra se identificar com eles''

E olha que eu adoro outros livros dele, mas esse e 'Sementes no Gelo' não dei conta de gostar de nada.

Qual foi o outro livro dele que você leu?


Mayra 09/08/2013minha estante
li Os Sete, uns 3 anos atrás, e me surpreendi por ter gostado. achei O Senhor da Chuva na biblioteca pública e fiquei toda empolgada. tsc. empolgação desperdiçada. foi preciso ter muita força de vontade pra chegar ao fim.


Marselle Urman 09/08/2013minha estante
Na verdade, já nem lembro mais. Também era muito besta.


Irene 31/01/2014minha estante
Olha, nunca, nunca abandono um livro, mas esse... eu tentei, mas não deu, não tem história, só mortes sem sentido, além de mal escrito e cheio de contradições, como a parte que fala do carro que levantou poeira, e tava chovendo...


Vagner 17/09/2014minha estante
Perdão senhores, mas acredito que as criticas são completamente descabidas.
Claro, este autor envereda suas histórias e sua obra é complementada livro após livro.
Ao ler-se um livro sob guerra, é muita inocência esperar-se coelhinhos saltitantes...
Toda Base vampiresca do Vianco que tantos amam, nasce nesse livro.
Um autor com 15 ótimos livros publicados passa longe do amadorismo...
Talvez por se ambientar no interior brasileiro e não em nova iorque, a história perca um pouco de força para alguns...


Marselle Urman 17/09/2014minha estante
Vagner, me perdoe, não estou desmerecendo a carreira do Vianco nem os livros sobre vampiros, que não li. Fiz uma resenha sobre o livro que consegui terminar, expus e mantenho minha opinião de que ele é fraco e raso. Milhares de fãs dele vão dizer que estou errada, mas gosto é gosto, e após muitos anos de estrada eu sou mais crítica com o que leio. Descabido acho que é falar de Nova York. Existem autores brasileiros fantásticos, mas pra mim o Vianco não é um deles.


Vagner 25/09/2014minha estante
Concordo com você que gosto é gosto.
Acho que apenas nisso concordamos.
Não entendo como Vianco agrade "alguns tipos de leitores"... provavelmente os com testosterona demais. Claro que leitores que procuram esse tema devem estar preparados para ele.
Por favor, gostaria que você dividisse comigo autores brasileiros fantásticos sobre terror/horror, espero ávido por estes.
A proposito, mantenho o que disse sobre nova Iorque...


Marselle Urman 25/09/2014minha estante
Vagner, acho que a discussão está ficando infrutífera. Meu comentário sobre nova Iorque se refere ao fato de eu não ter preconceitos sobre o cenário de uma estória ou se o protagonista é o João da Silva. E embora eu aprecie literatura de terror, infelizmente não é o ponto forte ou valorizado pelas editoras brasileiras. No gênero, tem o César Bravo, Nelson Magrini ,J.Modesto, todos ainda longe do estrelato do Vianco. E nenhum deles é o Stephen King, falando exclusivamente da qualidade da prosa. Sobre a testosterona, vou repetir: estou falando DESSE LIVRO e não da obra do Vianco que não li (e sinceramente a não ser que ele evolua muito, não vou ler). É pura porrada, vazia, com um enredo fraco e sem empatia com os personagens. Se você gosta, cara, tudo bem, eu te respeito, mas saiba aceitar uma crítica e uma opinião diferente da tua.


Vagner 27/09/2014minha estante
Marselle, perdão.
Minha intenção não era discutir, mas sim debater, exatamente o que você disse: pontos de vistas diferentes do meu. Acho Vianco e, especialmente este livro, fantásticos.
Simplesmente achei sua resenha um pouco agressiva e quis defender o meu gosto, já que os demais comentários corroboravam com a resenha.
Agradeço (sinceramente) os autores sugeridos e vou pesquisar mais sobre eles.
Concordo que, infelizmente, o mercado brasileiro não da voz a terror/horror.. o que para nos e uma paixão, para eles apenas um negocio mal administrado.
Talvez faça minha própria resenha, obviamente elogiando o livro...
E vale lembrar que só existe um King!


Juliana Leite 31/12/2014minha estante
Eu concordo. Eu acho que o André Vianco tem uma temática e ideias muito boas, mas falta desenvolvimento à narrativa e aos personagens. Já li "Os Sete" e "Sétimo" e também percebi o mesmo tipo de falha, mas qualquer um dos dois é melhor. Acredito que com o tempo ele melhore nesse sentido, mas esse livro em especial não me prendeu nem um pouco. Ainda assim, terminei de ler.


Rachel.Souza 07/09/2016minha estante
Você descreveu perfeitamente o motivo de eu não gostar desse livro, simplesmente não prende o leitor e algumas cenas são até desnecessárias. Chegar ao fim desse livro foi bem complicado, quase abandonei de vez. Imagino que outros livros dele devem ser melhores que esse, ainda não os li por ter ficado desmotivada, mas tentarei avaliar outras obras do Vianco.


Babis 14/01/2020minha estante
Eu li O Sete, muito bom gostei do livro apesar de ter umas partes cansativas, mas consegui chegar ao final sem muito empurrar com a barriga rs, já O Senhor da Chuva não gostei muito, não é algo que prende bastante o leitor.


Franklin Moreno 26/05/2020minha estante
Maioria dos comentários aqui é totalmente positivo e agora vem vc em primeiro lugar em exibição nos comentários falando merda... dá um tempo né? para de falar bosta


Marselle Urman 15/06/2020minha estante
Franklin...Cresce primeiro, daí a gente conversa.


Franklin Moreno 16/06/2020minha estante
Dar um gibi da turma da Mônica pra vc já que vc é enjoadinha e só fala porcaria


Marselle Urman 23/06/2020minha estante
Só reitero o que eu disse...sinto muito se minha opinião de 11 atrás ( e que mantenho cada palavra) ofendeu o seu idolatrado livrinho raso. Na verdade, não sinto nada. Aprenda a ler criticamente, CRESÇA, daí a gente conversa




Léo 04/03/2010

O Senhor da Chuva
Uma história incrível de André Vianco.Sem dúvida, um de seus melhores livros,batendo de cara com Sétimo,também de sua autoria.
Com cenas de ação fantásticas,passando acima do quesito cinematográfico, O Senhor da Chuva mostra-se muito bom até para os leitores mais exigentes. Porém, algo que incomodou-me logo no começo foram as frases curtas. Mas é claro que isto parou do meio para o fim.
1200 anjos da luz contra 23.666 demônios do mal. Maravilhoso!Quem diria sobre o final da luta?Muito imprevisível e fantástico!
Duzentas e sessenta e oito páginas de pura adrenalina, muito suspense, sempre querendo saber o que aconteceria no final. As páginas mostravam-se apenas uma ferramente para a leitura, pois não se precisa delas para entender a dimensão imaginária criada por André Vianco.
Mais do que recomendado!Muita aventura,realidade e suspense mesclados nesse maravilhoso livro de suspense e ação.

Anjos e Demônios estão em guerra... De que lado você vai estar?
Um dos melhores livros que já li,com certeza,e espero que o autor faça uma continuação!Digno de traduções para ser levado á outros países!
Leitura ágil,leve e divertida. Nem vi o tempo passar.

Saiba mais em:
www.sagasmarcantes.com.br
Debby 29/10/2011minha estante
amei sua resenha,li o livro em pouco tempo,pq é muito bom


Nícolas Reis 18/01/2012minha estante
Gostei da resenha, o livro é muito bom, contudo, a religiosidade no livro é muito pedante, até porque ele cita os protestantes (evangélicos) como conhecedores de um código, cara, nada a ver, eu não sou católico nem testemunha ou algo do tipo, mas acho que para esse tipo de assunto (anjos e demônios) o misticismo do catolicismo cai como uma luva, e não o protestantismo. Não sei qual é a religião de Vianco, mas achei um apelo desnecessário.




Márcia 11/03/2011

“Simplório”
Há muito já me desencantei com André Vianco. Tenho até medo que minhas resenhas se tornem repetitivas por causa de seus livros. Já cansei, mas infelizmente esse não foi o último livro que li dele.

“O Senhor da Chuva” particularmente não trás nada de novo. Batalhas entre anjos e demônios já devem ter enchido o saco de muita gente. Eu gosto, mas adimito que é muito fácil nesse tema, que o autor caia de boca e se lambuze em uma panela de clichê. É mais ou menos o que acontece com André Vianco.

Essa é a única história do autor que eu considero mediana. As outras são boas – Os Sete e Sétimo - ou MUITO ruins – Sementes no Gelo e A Casa. O que trás essa qualidade a “O Senhor da Chuva” – apesar de a história ser fraquíssima - é a proximidade que o leitor tem com um personagem realmente interessante – o anjo Thal. André Vianco conseguiu criar um ser místico e sedutor sem empregar traços de humanidade ao personagem. Não é perfeito (considero o Vianco bastante amador), mas o anjo me manteve cativa na história.

Os outros personagens são ladeira abaixo.

Um autor capaz de criar personagens bons como os vampiros do D’ouro e o anjo Thal tem mais que um pouco de potencial. Talvez o erro seja mesmo da editora que talvez não revise esses livros devidamente. O fato é que esses bons personagens são perdidos em meio a capítulos preenchidos com parágrafos ridiculamente longos, diálogos pobres e frases repetitivas e entrecortadas, além de, pasmem! erros toscos de ortografia – que passam longe da possibilidade de serem derivados da falta de atenção na digitação.

Me considero mais que um pouco frustrada com essa situação e não pretendo insistir muito com o Vianco.
O enredo, os personagens, as lutas. Simplório.
Lu 11/03/2011minha estante
Parece até eu falando do livro do Spohr. Seria até interessante a comparação.

Boa resenha, amiga!


Raquel 17/04/2011minha estante
Otima resenha!
Ainda não entendi porque este autor é tão cultuado após tantos livros ruins. Eu já li 6 livros, apenas dois (os dos vampiros D´ouro) vão bem do começo ao fim.


Silvio 19/10/2011minha estante
Concordo com a Márcia. Quanto ao Spohr, citado por Lu, não sei quem se inspirou em quem.


mimily 25/04/2012minha estante
olá marcia!
sua resenha é muito boa, mas o que mais me intrigou de todas as resenhas foi a sua, pela critica feita em particular ao autor Andre Vianco. acho esse autor muito bom quando o assusnto é suspense. falo isso por que gostei muito do livro "sementes no gelo", acaso você ja leu esse livro? gostaria de saber sua opiniao sobre esse livro. abraços


Marcos Henrique 17/09/2013minha estante
andré Vianco apareceu primeiro que eduardo spohr

Temum podcast do jovem nerd que eles participam e falam sobre a literatura fantastica no brasil


Franklin Moreno 26/05/2020minha estante
bla bla bla bla bla




Val 09/09/2009

Não gostei
Embora tenha me esforçado muito para termina-lo, nao consegui..
Um livro cansativo de ler, sem graça, não gostei.
Felipe 31/05/2012minha estante
Também achei um livro cansativo de ler, a história muda do nada, os fatos são inventados do nada!


Franklin Moreno 26/05/2020minha estante
problema seu, vai ser gibi




Mari 11/04/2020

Perfeito!! Batalha épica!!
Quer realmente um livro de tirar o fôlego. De batalha negra entre anjo e demônios?? Não deixam de ler este livro. Ele é sensacional do começo ao fim. Primeiro livro do escritor brasileiro e que na minha opinião já ganhou meu coração. Simplesmente leiam.
comentários(0)comente



Larissa 28/12/2009

Diria que o assunto o qual o autor tentou fazer uso é muito interessante, no entanto, achei o desenrrolar da história um tanto cansativo e previsível.
comentários(0)comente



Macedo 01/11/2010

Não gostei.
até q começou muito bem, mas... acho q a história foi ficando “trash” em muitos momentos. Achei q ele usou muitas palavras (e até gírias) muito “chulas” q poderiam ter sido escritas de outra forma para dá um aspecto melhor a leitura e a história!

O André Vianco até q me surpreendeu no fato de saber lidar com o desenrolar da história, saber criar uma história, mas... ficou meio q “um conto de fadas”, com muitos acontecimentos e personagens tirados “num sei da onde”. Sem falar q até encheu o saco o fato dele falar INÚMERAS vezes (as vezes até sem necessidade) palavras tipo: Demônio, Satã, Satânico, Satanismo... sei lá! acho q tentou forçar a barra para q a história ficasse sinistra, terror... não conseguindo!

Mas, percebi q com a prática e experiência esse autor pode ir longe!
Heloisa e João 08/08/2013minha estante
É exatamente o que pensei! Isso de ficar chamando os personagens de demônio, cão maldito, etc é um porre. Cansa, é infantil. Além de que várias vezes pensei: "nossa, eu teria dito isso de uma forma bem melhor" parece ter faltado dedicação com o texto, sei lá. Comecei a ler André Vianco com esse livro e sinceramente fiquei decepcionada, esperava MUITO mais.




Karine Coelho 06/08/2010

Impressões íntimas sobre O Senhor da Chuva
Um dos melhores livros que eu já li, com certeza absoluta! Empolgante, ele te prende numa trama boa, ágil, que mistura o sobrenatural com a vida brasileira (e foi o primeiro livro que eu li nesses moldes) Um daqueles livros devoráveis, que você lê em pouco tempo e fica com gosto de quero mais. Eu senti medo, nojo (muito nojo), pena e fiquei terrivelmente apaixonada pelo anjo Thal. E um final surpreendente numa trama surpreendente. Um clima cinematográfico que merece um longa-metragem. A emoção seria ainda maior ao ver a Batalha Negra na telona: seria um filme e tanto, assim como o livro é um livro e tanto.

É impressionante não acreditar na existência de anjos já no começo do livro. Mas essa é só a pontinha do iceberg. O que dá o tom mesmo é a fé. O livro é uma aula de fé, uma massagem gostosa na alma de quem crê, e um cutucaozinho na de quem não crê. Quem acredita que tem um anjo da guarda passa a orar por ele, estreita seus laços. É diferente de ler um livro sobre outro tipo de seres fantásticos, como os vampiros, por exemplo. Nesse livro, talvez não-intencionalmente, o autor te faz acreditar em anjos. Pelo menos comigo foi assim. Enquanto lia, eu orava pelo meu Samuel, conversava com ele, tentava sentir sua presença (e conseguia) Eu passei a acreditar mais, ter mais fé. E isso, nenhum livro ainda tinha feito. É um puxão irresistível para o lado da Luz. É como se não fosse ficção. Apenas o Samuel (o do livro) parecia deslocado na história, depois do que acontece com ele. Ele parece o único personagem fictício da trama. De resto, tudo é real. Incrivelmente real.

Em 22/04/2009
Ruan 06/08/2010minha estante
Realmente a história poderia virar um belo filme.




Evelyn Ruani 22/07/2010

Eu adoro histórias sobre Anjos e Demônios. Acho que é o meu contraponto já que não gosto de Vampiros (rs). Mas apesar dessa história abordar esse tema, eu confesso que não me entusiasmou tanto quanto eu imaginava. É uma história interessante e criativa e gostei da narrativa, embora em alguns detalhes sórdidos eu preferia que o autor não fosse tão detalhista e me fizesse quase ver/sentir as cenas (rs). Mas isso só demonstra que é um texto de qualidade e que vale a pena ser lido. Gostei muito da descrição dos anjos, bem diferente do que costuma-se ler a respeito e realmente tive medo dos demônios, só não entusiasmou, mas gostei sim e recomendo.
Ruan 10/08/2010minha estante
OS detalhes são bons mesmo, dá para imaginar perfeitamente várias cenas.


Li 22/04/2011minha estante
Menina, concordo com você sobre os detalhes sórdidos! Juro que pensei em doar o livro para a biblioteca da universidade (na época eu não tinha skoob pra trocar, rs) pq não gosto de histórias de terror com demônios, acho catalisador de más energias, mas não o fiz! Rsrs
Mas só o fato de ter impressões fortes com relação a ele mostra que é bem escrito!


Nícolas Reis 14/12/2011minha estante
Eu acho o esquema de detalhes um ponto a favor, gostei da resenha amiga, e declaro que sou muito fã da criatividade de Vianco.




Daniel Pellegrino 09/03/2010

O melhor.
Com certeza o melhor livro do André Vianco (tudo bem que ainda não li muitos, mas esse é realmente muito bom). Demorou para transformarem esses livros em filme.

Uma guerra de anjos de demônios, escrever uma história sobre isso pode sair a perfeição que saiu o Sr. da Chuva ou sair uma merda. A história foi muito bem escrita, os personagens (que não são muitos) foram suficientes para deixar a história envolvente e o desenrrolar de tudo foi fantástico, eu não queria parar de ler. Não queria descer do ônibus, só pra ler mais um capítulo hahaha.

Guerra, anjos, demônios, suspense, muita luta, mudanças internas que um ser humano pode fazer, fortalecimento de fé ... esse livro tem tudo isso e um pouco mais.

Enfim, se alguém um dia me perguntar qual livro do André Vianco deve ler, esse com certeza será o primeiro indicado.
Pefico 24/03/2010minha estante
Eu gostei desse também, mas achei Bento muito superior.


Crazydani 24/08/2010minha estante
eu li a saga do Bento antes desse livro e *bang* achei O Senhor da Chuva fraquíssimo, tanto que nem consegui terminar... preciso tentar novamente, mas a diferença na qualidade é tão grande que desanima demais! agora tô terminando "Os Sete" e também está sendo difícil de terminar apesar que este é mais intermediário, só não é tão maravilhoso quanto Bento.




Beta 27/02/2020

Lembro de ter lido esse livro na escola, mas já tinha esquecido boa parte da trama. Resolvi reler e lembrei por que gostei tanto dele.
Gregório e Samuel, gêmeos com estilos de vida tão diferentes que se reencontraram de forma tão brusca e tiveram destinos e papéis tão importantes na batalha negra.
Gregório, que era um traficante de drogas e corria risco de vida, tem uma nova chance ao ter seu destino cruzado com o anjo Thal. Passou a servir de "casulo" para o anjo guerreiro e descobriu que tinha uma missão e o elo com o anjo, mais forte do que ambos podiam imaginar, é a grande chave na Batalha.
O destino do gêmeo Samuel me deixa triste, alguém que vivia sua vida pacificamente e perde algo tão precioso, tendo um destino de trevas selado pra sempre. Porém o de Gregório é sobre esperança, novos começos e me emocionou de verdade.
comentários(0)comente



Lorena.Oliveira 24/06/2015

O Senhor da Chuva - André Vianco
O livro nos apresenta a vida de dois irmãos, Samuel e Gregório que caem de paraquedas em meio a guerra entre Anjos e Demônios. Samuel é um fazendeiro, casado e feliz com uma vida pacata, já Gregório mora na cidade e esta envolvido com tráfico de drogas, pretende fazer uma grande venda e voltar para a cidade natal, e é quando da tudo errado que a história começa.

Fiquei com bastante preguiça de terminar, estava quase me obrigando a sentar e ler, acaba ficando um pouco cansativo... maass o final foi ate agradável, nunca li nada do gênero, achei diferente.

Enfim, não morri de amores, mas também não joguei na parede. Quando acabou não me deixou querendo mais. Livro bem mediano!!
comentários(0)comente



Ana 26/06/2010

Nota 7
O livro traz uma idéia bem criativa: uma batalha entre anjos e demônios ocorrendo nos céus do interior de São Paulo. É um livro que fala sobre o bem contra o mal e sobre a fé, basicamente. Seria um tema e tanto para se trabalhar em um bom livro, mas sinceramente, de todos os livros que li de André Vianco este foi o que MENOS gostei. Tive que me esforçar para conseguir ler até o final. De inicio, até que gostei da história, mas depois a narrativa começa a ficar cansativa e monótona.
Não me identifiquei com nenhum personagem, e pra piorar até criei até uma certa antipatia pelos personagens pricipais, Gregório e Thal. Algumas partes da história não ficaram muito bem esclarecidas para mim, principalmente no final do livro. Achei muito injusto o final do personagem Samuel. O modo como é descrito a batalha entre anjos e demônios não me envolveu nenhum pouco, achei tudo bem maçante e sem emoção alguma, contei as páginas para terminar logo essa passagem do livro.
Não sei bem porque, mas não me envolvi com essa história e muito menos com os personagens. Geralmente gosto de histórias com esse tipo de temática, mas esse livro foi diferente, parece que ficou faltando alguma coisa, e ao final da história essa sensação foi ainda maior. Perto de outros livros de André, achei esse bem fraco.
comentários(0)comente



191 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |