O Que Deus Diz Sobre as Mulheres

O Que Deus Diz Sobre as Mulheres Kathleen Nielson




Resenhas - O que Deus diz sobre as mulheres


31 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Ruh 17/02/2020

Com certeza meu favorito do ano
Esse livro é incrível! A autora responde perguntas (como por exemplo "porquê Adão veio primeiro do que Eva?") muito desafiadoras e importantes de maneira leve, clara e precisa. Essa leitura me emocionou e tocou profundamente. Se você, pessoa cristã ou não, quer finalmente descobrir se Deus e a sua Palavra são machistas, leia esse livro! Não tô falando que ele vai te fazer mudar ou não de opinião, mas vai te agregar muitas informações corretas e é sempre bom conhecer outros pontos de vista! ?
comentários(0)comente



Paloma Araújo 31/01/2021

É bom, mas não é incrível
Eu gostei do livro. A autora me parece muito piedosa e gostei de ver o ponto de vista dela sobre a mulher na Bíblia. Mais do que um estudo sobre o que achamos, esse livro é uma busca sobre o que Deus acha de nós, mulheres e quais os propósitos dEle pra nós.
Porém, achei que faltou um debate mais profundo sobre a questão do feminismo, que quase não existe no livro e também, na minha opinião algumas repostas às perguntas foram muito "floreadas".
Levando em conta tudo, é um bom livro pra quem está iniciando os estudos nesse assunto.
comentários(0)comente



Sammy 01/04/2021

Feminilidade bíblica
Uma perspectiva bíblica sobre como a mulher deve agir na igreja e na sociedade conforme o que Deus idealizou desde a Criação. Resenha completa no vídeo no canal Teofilia :)

site: https://www.youtube.com/watch?v=BqHuaVf6HP0
comentários(0)comente



Sam 14/01/2021

Que livro!!!
Esse é daqueles livros pra quem gosta mesmo de estudar a Bíblia. A autora explica diversas passagens difíceis, o que dá um vislumbre melhor de como toda a Escritura é tão perfeitamente "encaixada". Ela fala de bem mais coisas que imaginamos quando o assunto é mulheres e Deus. Muito boa a leitura!
Daniel Fernando 15/01/2021minha estante
Que top Men!!! Próximo mês tô lendo ele.




Queila - Meu vício literário 26/07/2019

Nada novo sob o sol da religião.
A Pergunta central do livro é "Deus é sexista?", a autora garante que não, mas a forma como ela expõe e defende mostram um Deus sexista sim. Em alguns trecho a autora simplesmente se contradiz, as vezes dentro de um mesmo capítulo, senti como se ela não tivesse argumentos suficientes para embasar sua tese de que a biblia não é sexista.
Na capa, o "Feminilidade x Feminismo" dá a impressão de que a autorá traz um debate das diferenças entre o movimento feminista e a forma como as mulheres são vistas biblicamente, mas não há este paralelo, na realidade o foco é na igreja e bíblia, então o subtitulo é erroneo mesmo.
Este é bom livro de complemento ao "Feminilidade Radical", embora, pessoalmente eu veja que as duas autoras não buscam encontrar no movimento pontos positivos, apenas procuram refutá-lo como um todo.

No mais, é mais um livro que poderia ter sido escrito por um homem, porque terminei o livro com a sensação de que fomos criadas para viver em segundo plano sempre.
Leticia.Matos 18/06/2020minha estante
Acredito que mais do que refutar, em feminilidade radical a autora explica muito bem as ondas do feminismo e em contraste mostra o amor de Deus por nós mulheres, é bem claro em ambos o livros que com a cosmovisão cristã é fácil de entender que estamos em pé de igualdade com os homens, temos várias e tarefas e assim como o homem foi designado para algo a mulher também foi. O grande ponto é que por conta do nosso pecado natural queremos sempre assumir um lugar que não é nosso, que é o do homem que por sua vez se acomoda quando tem uma mulher que que assume esse papel e ai temos os papéis invertidos.
O grande ponto é entendermos nossa pecaminosidade e trabalhar a fim de que a mulher entenda o seu lugar, e o que Deus preparou para nós e da mesma forma o homem e deve entender qual o seu papel no lar e tomar para ele, não direcionando isso para a mulher.




Laisa 02/06/2021

Troque o feminismo pelo Evangelho
Nesse livro, a autora se propõe a responder, à luz da Bíblia, a seguinte pergunta: "Deus é sexista?"

De fato, algumas passagens do Antigo e do Novo Testamento, se mal interpretadas, podem levar à conclusão de que Deus ama e valoriza mais os homens do que as mulheres. No entanto, se analisarmos toda a Escritura em conjunto, conheceremos um Deus que é compassivo e misericordioso para com as portadoras femininas da Sua imagem.

A autora não ignora assuntos como machismo, violência sexual, segregação social, desigualdade de direitos e outros problemas que as mulheres enfrentaram nos tempos da Bíblia, e ainda enfrentam nos dias atuais. Pelo contrário, com distinta sensibilidade e compaixão, ela nos mostra que a raiz desses problemas é o Pecado, e a solução para eles é Cristo.

Ideologias políticas e bandeiras como o feminismo não podem oferecer às mulheres o que só Cristo pode dar. O Evangelho é a única esperança que nós, mulheres, temos de sermos devidamente amadas, valorizadas e libertas de toda escravidão do pecado.

O capítulo 8, particularmente, me emocionou. Nesse capítulo, vemos que Jesus foi um homem como nenhum outro. Vemos a maneira amável com a qual ele se relacionava com as mulheres, quebrando totalmente os costumes sexistas da época.

"Jesus nos mostra como Deus vê as mulheres. Em Jesus, vemos que Deus valoriza as mulheres assim como ele valoriza todo ser humano - com toda a graça e com toda a verdade que emanam do coração de Deus." (p. 119)

E a forma como Ele tratou essas mulheres nos diz muito sobre como Ele nos trata hoje.

"Como mulheres, experimentamos seu cuidado tão pessoalmente quanto aquelas mulheres dos Evangelhos, a quem ele tocou e a quem olhou no rosto e tratou com palavras que, ainda hoje, nos comovem." (p. 157)

Livro absolutamente lindo e necessário! Recomendo a leitura a todas as minhas queridas amigas mulheres, cristãs ou não.
comentários(0)comente



Tay 28/08/2020

Profundamente encorajador
Durante o livro inteiro a autora vai falar de assuntos importantes e muito debatidos de uma forma muito graciosa, que nós leva sempre de volta a Cristo e seu grande amor.
comentários(0)comente



@liviariaoficial 10/05/2020

Deus ama as mulheres
Eu tentei ler alguns livros sobre feminismos, mas esse foi o único que me prendeu e me ajudou totalmente a enxergar de fato o que a Bíblia ensina sobre as mulheres e me fez perceber que as coisas deste mundo estavam limitando a minha perspectiva sobre Deus, mas Ele tem MUITO MAIS do que essa vida terrena para nós mulheres, especificamente.

O propósito Dele não é só suas finanças, carreira, casamento, mulher recatada e do lar, ser mãe, se depilar, direitos iguais. Isso tudo faz parte, claro.

O propósito Dele é eterno e não é deste mundo, é muito além do que conseguimos imaginar.

Aaahh, e muito importante: tudo aqui é passageiro então, nada vale mais do que a identidade que construimos em Deus.
comentários(0)comente



Anne Ferreira 04/04/2021

absurdamente necessário
Não pude deixar de ir comparando um pouco esse livro com Feminilidade radical. Enquanto Feminilidade faz comparações de doutrinas feministas com o pensamento cristão, esse traz uma visão bem mais voltada a comparação da bíblia com interpretações errôneas e polêmicas dos dias de hoje.

O livro te prende de um jeito que o capítulo passa muito rápido. É impossível largar e mais impossível ainda de não se maravilhar com o jeito que Deus vê as mulheres.
Apesar de ser um livro voltado principalmente pras mulheres e com uma linguagem que fala com você pessoalmente, considero extremamente necessário que homens leiam também. Ele mostra uma visão bela e correta da criação de Deus.
comentários(0)comente



Daniel Fernando 13/03/2021

O que Deus diz sobre as mulheres
Definitivamente esse livro superou minhas expectativas. Apesar do título ser bem sugestivo, a autora ainda conseguiu me surpreender quando ia além do temas propostos falando com muita sabedoria e sinceridade.
O livro como um todo traz uma linha de raciocínio que começa abordando a mulher em genesis, passa pelo antigo testamento e por fim as cartas às igrejas.
A forma como ela tratava de temas à luz da bíblia ( como todo cristão deve tratar qualquer tema) é excelente. Sem falar da linguagem simples e acessível, dando a impressão que estamos num bate papo com a autora.
Achei fantástico a forma como a autora fala sem medo sobre assuntos que para nós são nebulosos e que temos medo de falar, como a famosa submissão, ou perguntas realmente sinceras que temos em relação à mulher na bíblia. Tinha momentos em que no meio da leitura eu me perguntava algo e ela logo em seguida lançava a mesma pergunta e respondia.
Sem sombra de dúvida esse livro deveria ser lido por TODOS os cristãos, não só mulheres.
comentários(0)comente



Duquesa de Hawthorne 05/11/2020

Homem x Mulher
Talvez, em algum momento da vida todas as mulheres já se perguntaram "porque é tão difícil a vida de uma mulher?" Não importa se ela é rica, pobre, negra, branca etc., Apenas ser uma mulher em um mundo de homens superiores e mulheres inferiores...

Daí você ler:

E disse o Senhor Deus: NÃO É BOM que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele.
Gênesis 2:18

Note uma coisa, sempre que Deus criava algo, Ele finalizava dizendo "É BOM", porém Deus disse "Não é bom" para uma coisa, que homem estivesse sozinho, perceba aí a importância da mulher.

Agora, leia mais alguns capítulos e veja só:

Então o SENHOR Deus chamou o homem e perguntou: ?Onde você está??.
Ele respondeu: ?Ouvi que estavas andando pelo jardim e me escondi. Tive medo, pois eu estava nu?.

?Quem lhe disse que você estava nu??, perguntou Deus. ?Você comeu do fruto da árvore que eu lhe ordenei que não comesse??

O homem respondeu: ?Foi a mulher que me deste! Ela me ofereceu do fruto, e eu comi?.

Perceba como o primeiro homem da Terra, não foi macho o suficiente para assumir a responsabilidade, preferiu colocar a culpa, em Deus e na mulher que Deus deu a ele. A mulher por outro lado assumiu com humildade que foi enganada e desobedeceu, ela não jogou a culpa em Deus por ter deixado uma serpente maligna enganar ela.

"Temos de nos lembrar que foi a ele, Adão, que Deus originalmente deu a ordem de não comer do fruto. Por que ele não PULOU para dentro daquela conversa, declarando a palavra de Deus e salvando Eva desse engano?"
E aí que desta desobediência vem às consequências, a luta da mulher pode ou é bem mais árdua que a do homem....Deus disse : ?Multiplicarei sobremodo os sofrimentos da tua gravidez; em meio de dores darás à luz filhos; o teu desejo será para o teu marido, e ele te governará? (v. 16)

Pronto miga, Evinha estava lá de boa no paraíso, desobedece o Pai Amado, e aí já viu, agora tem que lutar pra deixar de ser apenas uma "mulher parideira".


Não é estranho Agostinho de Hipona séculos atrás compartilhar tal pensamento que só iria diminuir a mulher frente ao homem.

Disse ele:

"A mulher, junto com seu próprio marido, é a imagem de Deus para que toda essa substância seja uma só imagem; mas, quando ela é vista separadamente, em sua qualidade de auxiliadora, considerando-a sozinha, então não é a imagem de Deus; porém, no que diz respeito ao homem sozinho, ele é plena e completamente a imagem de Deus, da mesma forma que o é quando a mulher se une a ele em um só ser."

Com todo respeito Agostinho, independente de todo o drama do Paraíso, mas não creio que Deus compartilhe de tal pensamento, se a mulher sozinha não reflete a imagem de Deus, o homem muito menos, tanto o é que Deus na sua infinita sabedoria disse "Não é bom que o homem viva sozinho" e percebendo isso criou a mulher, sendo assim prefiro pensar que os dois são partes de um todo. A Bíblia fala "Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
Gênesis 1:27

Resumindo, podemos e vamos continuar lutando por respeito, bons salários, contra violência, abuso, no entanto, temo que em todo tempo teremos que lidar com mulheres sendo desrespeitadas, humilhadas, violentadas e mortas. Até estupro culposo temos que lidar agora! (Absurdo) Todavia é com convicção que digo, haverá um dia que tudo isso cessará, Ele voltará, em poder e glória e graças ao amor incondicional, pelo poder do seu sangue vertido ali na cruz, estaremos com Jesus!

?Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar? (3.15)

Falei horrores haha, mas o negócio é que o livro é bom, Ketty fiquei nos primeiros capítulos porque parecia que era eu que estava jogando minhas ideias nesse livro, os capítulos seguintes analisam a mulher em outras áreas, como casamento, igreja etc, uma coisa é certa a vida de uma mulher não é fácil, nunca vai ser, exceto quando Jesus voltar.

Até a próxima! ?
Jhon 11/11/2020minha estante
Muito bom, parabéns ?




Jéssica | @jeescha 05/05/2020

Excelente leitura
Um livro bem esclarecedor e repleto de verdades baseadas nas Escrituras. Uma boa forma de se conhecer à luz daquele que nos criou à sua imagem e semelhança. Me ajudou a entender melhor o meu lugar no mundo e o grande amor e zelo que o Senhor tem pelas mulheres, assim como por toda a Sua criação.
comentários(0)comente



Viviane.Dias 29/07/2020

Deus é sexista?
Tenho focado muito minhas leituras para as mulheres, sejam elas reais, literárias, bíblicas ou a mulher que há em mim. Diante dessa perspectiva acabei selecionando uma série de livros que falam da visão bíblica de Deus sobre as mulheres. Claro que dentro dos 66 livros da Bíblia reformada existem cerca de 44 homens autores, ou seja, diversas diferentes vozes que marcam sua época e sua sociedade em seu discurso. Mas será que a voz de Deus não se destaca em meio ao grave masculino?
Esse livro da Kathleen Nielson nos mostra exatamente isso! Deus é sexista? É possível que Deus tenha sobre nós um olhar diferente, que nos julga diferente, nos condena com mais crueldade? Nielson traz diversos textos, do Antigo e do Novo Testamentos, para nos mostrar como o Senhor nos cuida desde o princípio! Ela destrincha a personagem de Eva e nos conduz a uma interpretação bíblica sob a ótica feminina que não reconhece diferença nenhum de valor, apenas de função.
Também experimentamos com ela descobrir que ser mulher, seja no tempo bíblico ou seja hoje, significa a mesma coisa: ser amada por Deus! Nosso papel social, dentro de nossos lares e em nosso meio de trabalho e convivência é de refletir a imagem do Pai em sua plenitude! É cuidar de nossos maridos e amá-los com piedade e compaixão, é nos permitir ser cuidadas e gentilmente guiadas por eles rumo à eternidade com Cristo.
Jesus se faz completamente conhecido das mulheres, Ele é amigo delas, Consolador nos momentos de perda e dor e Justo Juiz na condenação humana contra nós. Todos os relatos mostram uma sociedade cruel com as mulheres e um Cristo que as perdoa, as ama e as cura de toda dor causada pelo machismo. Cristo é nosso Senhor e Salvador e é por Ele que devemos conhecer as Escrituras e entender Seu amor incondicional por nós! Não é uma batalha homem versus mulheres, mas mulheres versus distorções sociais que nos afastam do real propósito de Deus para nós.
comentários(0)comente



keilasantos 12/08/2020

A autora destrincha de forma simples a forma como Deus vê as mulheres e desmistifica o mito de que as mulheres não são valorizadas por Deus.
comentários(0)comente



Su 28/03/2021

Gostei bastante dos temas que ela tratou no livro, trouxe algumas passagens que são difíceis de explicar, mas soube tratar muito bem. No entanto, sinto que é um livro que preciso reler para melhorar minha impressão. Estou em um momento que o livro não me convenceu como deveria, a visão dele é complementarista, mesmo eu não sabendo ainda qual a visão que acredito, alguns aspectos dessa me incomodam, por isso preciso ler mais sobre.
No momento darei 3 estrelas, tenho críticas a algumas abordagens, mas em geral é um livro bom pra conhecer um pouco sobre a mulher e a bíblia.
comentários(0)comente



31 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR