Casa Glass

Casa Glass Rachel Caine




Resenhas - Casa Glass


71 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Biia 26/05/2011

Adorei!! Leia mais em http://fatoselivros.blogspot.com
Assim que o livro chegou aqui em casa eu me encantei pela capa... sombria, misteriosa... nem olhei direito para o título. Segundos depois, eu vi a palavra Vampiros, e soltei um suspiro! "Oh nãooo! Vampiros? Quem aguenta? Eu já cansei!" Porém, mesmo contra a vontade de ler uma história sobre os chupadores de sangue, eu comecei a ler... e não parei mais!

Casa de Glass, conta a história de Claire, uma garota de dezesseis anos que vai estudar numa faculdade perto de sua casa. Super inteligente, Claire acaba sem querer humilhando a sociopata Mônica, uma patricinha que dominava a faculdade. Numa noite, Claire é ameaçada por Mônica e sua "pequena gangue" de patricinhas, as moniquetes, e decide que está na hora de sair dali e sobreviver, mesmo que fosse contra o desejo de seus pais, que achavam que ali, a garota estaria protegida.

Procurando nos classificados do jornal, Claire acha uma anúncio e decide ir lá na manhã seguinte. Chegando ao seu destino, e talvez sua nova moradia, Claire encontra a estranha gótica porém simpatica Eve, o rebelde e fofíssimo Shane e o enigmático Michael que a principio não aceita Claire em sua casa, -por ela ser menor de idade- mas depois acaba a deixando morar ali, por algum tempo até que ela consiga resolver seu problema com Mônica.

Aos poucos, Claire vai encontrando a proteção naquele grupo de novos amigos, porém alguma coisa está errada naquela misteriosa cidade de Morganville. É então que ela descobre que a cidade é comandada por vampiros que dão proteção a alguns humanos que usam braceletes que identificam a que vampiros eles "pertecem', por assim dizer. Claire finalmente descobre o segredo que é guardado ali na cidade e principalmente na casa de Glass e seus moradores.

Eu confesso que o tema vampiro já estava meio cansativo, porém, esse livro quebrou todos as minhas novas intolerâncias contra livros com esse tema. Casa de Glass é um livro de leitura leve, interessante e rápida, e apesar das mais de 200 páginas, o livro te "prende' tanto, que você consegue ler em pouquíssimos dias. O único ponto negativo são os milhares de erros, como aspas que não deveriam existir, travessões no meio das frases e em algumas vezes a falta deles e principalmente erros de digitação, que tornam a leitura um pouco cansativa, visualmente falando.

Mas enfim, mesmo que você esteja cansado de ler sobre vampiros, esse é um livro que vale a pena ser lido, a história é cativante, os personagens são interessantes e carismáticos e o livro é prazeroso de se ler.

Agora só é esperar que a Editora Underworld, não demore muito a publicar a continuação, porque o finalzinho do livro...nossa, só lendo mesmo!
comentários(0)comente



Sora Seishin 20/05/2011

www.meujardimdelivros.com.br
Claire tem apenas dezesseis anos, mas como possui inteligência acima da média, conseguiu pular uma série e já está no primeiro ano da faculdade. Porém, a faculdade de Morganville é dominada por Mônica e suas amigas, que logo tornam Claire o alvo de seu violento bullying. Para fugir delas e assim conseguir sobreviver, Claire sai do dormitório...

>> Leia a resenha completa: http://www.meujardimdelivros.com.br/2011/05/os-vampiros-de-morganville-casa-glass.html
comentários(0)comente



May 15/05/2011

Vizinhos vampiros
[Leia a resenha completa: http://www.itcultura.com/2011/02/resenha-os-vampiros-de-morganville/]

Uma das coisas que me chamou atenção foi que nele, diferente de vários livros que li, não tem aquela enrolação toda na apresentação dos personagens nem para tomar um bom ritmo. Geralmente, o livro vai se tornando interessante lá pela página 100 e em Casa Glass as coisas acontecem logo de cara, sem demora. E particularmente, acho isso ótimo. Do começo ao fim coisas acontecem e você fica sempre ansiosa e no ritmo acelerado, o que não torna a leitura cansativa.

Outro ponto positivo é que por várias vezes somos surpreendidos no livro. Nem tudo é clichê. Eu geralmente tenho a mania de tentar adivinhar o que é tal coisa, o que vai acontecer, etc., e em OVM eu errei quase tudo! hehe Quem é mau é bom, e vice-e-versa (ou não).

Partindo para o lado de revisão, tradução… Gostei muito da tradução (mesmo sem ter lido a versão original); são usadas palavras do nosso cotidiano e sem expressões bizarras. Já a revisão poderia ter sido mais trabalhada. Para quem não sabe, o livro foi disponibilizado através do Book Tour, organizado pela própria Underworld, e junto com ele vinha um caderno para nossas anotações direcionadas a ela; podíamos falar o que achamos do livro, deixar recado para os outros blogueiros participantes e para a editora, e também mostrar os possíveis erros encontrados para ajudar em uma segunda edição. E assim o fiz: imprimi uma página inteira com os erros de digitação e muito pouco (mesmo) de ortografia – talvez resultado da pressa para terminar a revisão. Muita coisinha que parece mínima mas juntando é relevante.
comentários(0)comente



11/05/2011

Casa Glass foi o meu primeiro livro da editora Underworld e, devo confessar, o layout e a revisão não deixaram a desejar nem um pouco! Eu comprei o livro quando todos do Book Challenge já estavam praticamente definidos e comprados. Mas não me arrependi e vou contar porque.
No começo do livro, confesso que fiquei muito chocada. Claire acabou de chegar a Morganville para fazer faculdade só que, um detalhe: ela só tem 16 anos. Acha pouco? Pois é, eu também acho. E não para por aí, logo no início ela é recebida de maneira "especial" pela filha do prefeito e suas seguidoras que, então, passam a persegui-la pelo campus.
Então você pensa: Ah, mas isso é bullying. E se eu disse que elas a perseguem para matar?

Continue lendo: http://bit.ly/l8jQR5
comentários(0)comente



Sofis 10/05/2011

Casa Glass - Editora ID - Rachel Caine

Eu gostei bastante do livro, porque da vontade de ler o proximo logo, e achei legal (de certa forma) o jeito diferente da autora de prender o leitor para que voce possa se interessar pelo livro seguinte, infelizmente o livro acaba na melhor parte e so esperando a sua chegada ao Brasil para ler

E eu amei o jeitinho do Shane, porque ele 'e muito real, sabe nao 'e tao conto de fadas como os personagens masculinos costumam ser. So achei a historia meio desanimada no comeco :C e entao de repente BUM e acao a toda hora!! E mesmo meio desritmado ainda achei que os pros valeram mais que os contras.

E isso ai!
comentários(0)comente



Alex Bastos 07/05/2011

Olha onde eu fui me meter mais uma vez, pensei com pessimismo assim que abri o pacote do Correio, em minhas mãos estava mais um livro – entre milhares! – que tratavam sobre vampiros, mas eu estava enganado.
Os Vampiros de Morganville I – Casa Glass da escritora Rachel Caine (Editora Underworld, 2010) tem algo de diferente. O suporte da trama principal não é feito por um romance sobrenatural repetido incansáveis vezes desde que Bella e Edward se encontraram em Forks.
Claire é a personagem principal, uma garota inteligente de dezesseis anos que vai estudar na universidade mais próxima de sua casa, na misteriosa cidade de Morganville.
Nem bem ela se acostuma com o novo ambiente e já começa a sofrer bullying vindo da patricinha e psicopata Mônica e suas amigas. Com medo de ser assassinada durante a noite ela encontra refúgio na Mansão Glass ao lado de Eve, Michael e Shane.
Para uma garota que passou a vida em uma solidão profunda três novos amigos parecem ser um grande presente do destino. Eve é uma gótica que trabalha em um café no turno da noite, Michael é um ótimo músico que desaparece durante o dia – literalmente! – e Shane é um ser humano composto de músculos e nenhum cérebro, diga-se de passagem.
Onde estão os vampiros então? Bem, eles estão onde deveriam estar o tempo todo na literatura para os moralistas, criando pânico. A cidade funciona em uma hierarquia onde não se sabe quem é o chefe.
Há toque de recolher, algumas famílias devem fazer doações quinzenais de sangue e para não ser atacado do nada você precisa de Proteção de algum sanguessuga. No meio da história também existe espaço para magia e vidência.
Alguns comportamentos de Claire não combinam com seu elevado QI, o que faz muitos torcerem o nariz para a solidez do personagem, mas eu me pergunto, não somos assim também?
Não é um dos mais bem escritos livros ou uma das melhores obras de todos os tempos, mas é um bom entretenimento para depois que se chega cansado da faculdade e o seu único desejo é esquecer um pouco da realidade. Nem que você não lembre o nome dos personagens depois que se fechar o livro.
A melhor parte, talvez seja a recorrente sensação de perigo inevitável que espreita todos em Morganville e que faz Claire e o leitor ficarem sufocados. Aquele sentimento que só consegue ser despertado pelos melhores filmes de thriller.
O término do livro é digno de um fim de uma temporada de seriado norte-americano onde você diz: PQP eu tenho que ver o que acontece em seguida! Detalhe que pode aguçar a curiosidade de alguns ou criar um ódio eterno para outros...
Partindo do princípio que a série mais longa que já me aventurei a ler e ainda não terminei foi Desventuras em Série (com 13 volumes) e esta pretende trazer 12 títulos, pra terminar esta resenha pergunto: Quem terá mais fôlego para estas aventuras, eu ou os personagens?

Mais resenhas:
www.melancolicomundo.blogspot.com
comentários(0)comente



Thiago de Andrade 25/04/2011

Os Vampiros de Morganville #1: Casa Glass - Rachel Caine (Outro Conceito)

Claire Denvers é uma garota prodígio de 16 anos, ou como ela mesma gosta de dizer, quase 17, e caloura da TPU (Universidade Texas Praire) na cidade de Morganville. Por ser uma nerd, Claire já não era uma pessoa muito popular e quirida, mas a situação piora muito quando ela conquista a inimizade da popular e sociopata Mônica Morrel, ao corrigi-la na frente de sua turma.

Após levar uma surra de Mônica e suas amigas (as moniquetes), ser
jogada da escada, e para fechar com estilo, ser ameaçada de morte, Claire decide sair do alojamento da faculdade para morar em outro lugar (Apenas por questão de segurança, se é que você me entende).
É aí que ela acaba parando na Casa Glass. Lá ela conhece a gótica e simpática Eve, o "rebelde" e prestativo Shane, e o responsável e misterioso Michael, que de início nao queria deixar Claire se mudar pra lá por ela ser muito nova.

Conforme os dias passam, Claire vai descobrindo cada vez mais segredos sobre a cidade de Morganville e a própria Casa Glass. E o que ela pensou ser apenas uma piada, é a mais pura e assustadora verdade, onde ela terá que se adequar se não quiser morrer. Afinal, além de sua nova inimiga mortal da faculdade, os vampiros estão por toda a cidade. E o pior, eles é que ditam as regras por lá. E quem não tiver a pulseira, que indica quando a pessoa é protegida por algum clã dos sanguessugas, pode "sumir" a qualquer momento.

O livro é de fácil e agradável leitura e a história é contada em 3° pessoa, e como eu sempre digo, esse tipo de narração te dá uma visão mais ampla dos acontecimentos. Os personagens são bem singulares e carismáticos.
...

Para ver o resto dessa resenha
Acesse: http://outroconceito.blogspot.com/2011/04/resenha-casa-glass-rachel-caine.html
comentários(0)comente



CooltureNews 19/04/2011

Por Jhonatan (CooltureNews)
Para mais resenhas e MUITAS promoções acesse www.coolturenews.com.br

Ultimamente, com o mercado literário saturado de livros sobre vampiros, muitas pessoas – como era o meu caso – ficam receosas, muitas vezes evitando dar uma chance a qualquer livro que envolva os seres noturnos. Justamente era essa a sensação que tive ao receber o exemplar de “Os Vampiros de Morganville” do Book Tour da Editora Underworld. Entretanto, me surpreendi ao lê-lo.

Rachel Caine trabalha com o mito dos vampiros de modo promissor. Em Casa Glass, primeiro livro de uma série de 12, somos recém chegados à cidade de Morganville, uma cidade pequena, melancólica, que é comandada por uma legião de vampiros.

É nessa cidade que Claire Danvers vai cursar sua faculdade. Ela é uma típica cdf, dedica-se inteiramente aos estudos, uma pessoa sem brilho, que raramente chama a atenção. O problema inicia-se em um desses raros momentos em que ela chama a atenção. Especialmente porque ela chamou a atenção de Mônica, ao corrigi-la na frente de seus amigos.

“Ela era rica, linda, e pelo que Claire pôde deduzir, isso não a fazia nem um pouco feliz. O que fazia, ela pensou, era a ideia de atormentar Claire um pouquinho mais.” – Página 15

A partir de então Claire começa a sofrer uma série de represálias de Mônica e seu grupo, as moniquetes. Quando a situação chega ao limite, Claire, já com diversas escoriações no corpo, resolve sair do dormitório da faculdade. É quando ela vê o anúncio do aluguel de um quarto em uma antiga mansão: A Casa Glass.

É na companhia de Eve, Michael e Shane, os moradores da casa Glass, que Claire finalmente encontrará um pouco de proteção. Mas só um pouco, Mônica continua à sua busca e pior, ela possui proteção. Uma das facções de vampiros a protegem.

Em uma história envolvente, em uma leitura fácil e rápida, somos convidados a conhecer grande parte dos segredos de Morganville. Entretanto, a ignorância muitas vezes é uma virtude, pois, em Morganville, quanto mais você sabe, menos seguro você estará durante a noite.

“Ela olhou de volta para ele, e seus olhos tinham ficado brancos, com aqueles pequenos pontinhos no meio. Quando ele sorriu, ela viu de relance as presas.” – Página 118
comentários(0)comente



Jhonatan 15/04/2011

Por Jhonatan Carneiro (Coolture News)
Acesse www.coolturenews.com.br para mais resenhas e muitas promoções

Ultimamente, com o mercado literário saturado de livros sobre vampiros, muitas pessoas – como era o meu caso – ficam receosas, muitas vezes evitando dar uma chance a qualquer livro que envolva os seres noturnos. Justamente era essa a sensação que tive ao receber o exemplar de “Os Vampiros de Morganville” do Book Tour da Editora Underworld. Entretanto, me surpreendi ao lê-lo.

Rachel Caine trabalha com o mito dos vampiros de modo promissor. Em Casa Glass, primeiro livro de uma série de 12, somos recém chegados à cidade de Morganville, uma cidade pequena, melancólica, que é comandada por uma legião de vampiros.

É nessa cidade que Claire Danvers vai cursar sua faculdade. Ela é uma típica cdf, dedica-se inteiramente aos estudos, uma pessoa sem brilho, que raramente chama a atenção. O problema inicia-se em um desses raros momentos em que ela chama a atenção. Especialmente porque ela chamou a atenção de Mônica, ao corrigi-la na frente de seus amigos.

“Ela era rica, linda, e pelo que Claire pôde deduzir, isso não a fazia nem um pouco feliz. O que fazia, ela pensou, era a ideia de atormentar Claire um pouquinho mais.” – Página 15

A partir de então Claire começa a sofrer uma série de represálias de Mônica e seu grupo, as moniquetes. Quando a situação chega ao limite, Claire, já com diversas escoriações no corpo, resolve sair do dormitório da faculdade. É quando ela vê o anúncio do aluguel de um quarto em uma antiga mansão: A Casa Glass.

É na companhia de Eve, Michael e Shane, os moradores da casa Glass, que Claire finalmente encontrará um pouco de proteção. Mas só um pouco, Mônica continua à sua busca e pior, ela possui proteção. Uma das facções de vampiros a protegem.

Em uma história envolvente, em uma leitura fácil e rápida, somos convidados a conhecer grande parte dos segredos de Morganville. Entretanto, a ignorância muitas vezes é uma virtude, pois, em Morganville, quanto mais você sabe, menos seguro você estará durante a noite.

“Ela olhou de volta para ele, e seus olhos tinham ficado brancos, com aqueles pequenos pontinhos no meio. Quando ele sorriu, ela viu de relance as presas.” – Página 118
comentários(0)comente



Gabis Morgante 03/04/2011

#RESENHA CASA GLASS - OS VAMPIROS DE MORGANVILLE #1 [MUNDO PLATÔNICO]
Bom, é difícil encontrar palavras para se expressar quando agente gosta muito de um livro, e isso é exatamente o que está acontecendo com CASA GLASS, eu não li, devorei essa história em apenas um dia. Gostei de todos os personagens principais e , confesso que fiquei com medo de MORGANVILLE!

CLAIRE DANVERS, a menina prodígio, está começando a universidade com apenas 16 anos. Pela primeira vez ela está longe de casa e dos pais, mas, esse não é o pior detalhe, Claire sofre bullying praticamente todos os dias, é espancada pelas alunas mais velhas e, ninguém faz nada para defende-lá, as pessoas em Morganville são estranhas.

Claire sabe que não vai durar muito se continuar no dormitório da universidade, ela é ameaçada de morte após fazer uma das meninas mais poderosas se sentir burra na frente de todos. Claire poderia sair correndo da cidade e, voltar para a casa dos pais, mas, ela é forte e muito determinada, e não quer desistir do seu sonho, na verdade ela aguenta muita coisa que a maioria de nos não suportaríamos.

Ela é mais nova, pequena e sozinha numa cidade onde as ruas são desertas e as pessoas andam apressadas e de cabeça baixa. Tentando arrumar outro lugar para morar que não seja na universidade, ela vai parar direto na CASA GLASS, onde três melhores amigos moram: Michael Glass, Eve Rosser e Shane Collins.

Claire se muda para a casa de Michael e começa a criar fortes laços e amizade com eles, mas, as coisas estão longe de serem perfeitas, as meninas da universidade ainda estão atrás dela, e querem realmente fazê-la sofrer. Além disso Claire descobre com os moradores da Casa Glass segredos sombrios sobre Morganville, como por exemplo, o fato da cidade ser totalmente dominada por vampiros, esse pequeno detalhe explica todas as coisas estranhas que acontecem na cidade.

VAMPIROS, ok, mas NÃO são vampiros bonzinhos, são aqueles tipos velhos e ruins, que não têm piedade com ninguém, a não ser os protegidos, pessoas que fazem acordos sangrentos com vampiros para poderem sobreviver na cidade.

Continue lendo: http://gabiiem.blogspot.com/2011/02/resenha-casa-glass-os-vampiros-de.html ;)
comentários(0)comente



Patricia Paiva 28/03/2011

A princípio o livro parece que vai ter um ritmo devagar, que a estória não teria nada de especial. Mas antes que você perceba o ritmo já mudou totalmente e você já não consegue mais parar de ler.

Os personagens principais são maravilhosos, me apaixonei por todos eles. Amei a forma como a autora desenvolveu as personalidades deles e principalmente amei a escolha dos casais!

E quando vai chegando ao final você já está virando as páginas alucinadamente. E... é melhor eu parar por aqui senão eu estrago o final XD

Esse livro sem dúvidas entrou na minha lista de favoritos, e que venham os próximos!!!
comentários(0)comente



Leitor Cabuloso 27/03/2011

RESENHA: “CASA GLASS” PRIMIERO VOLUME DA SÉRIE “OS VAMPIROS DE MORGANVILLE” DA ESCRITORA RACHEL CAIN
Olá Ouvintes Leitores. Sei que vocês devem estar se perguntando. Serena, vampiros novamente? Sim, meus caros leitores, vampiros. Mas digo de antemão, que este livro realmente me surpreendeu.

Antes de iniciar a resenha, deixo a sinopse ou se preferirem podem também ver a “DICA DE LEITURA” que fiz na semana passado sobre o livro. Na dica vocês vão encontrar o book trailer e o primeiro capitulo para degustação.

"A caloura Claire Danvers vive um verdadeiro pesadelo em seu dormitório na faculdade, onde as meninas populares nunca a deixam esquecer exatamente que lugar ela ocupa na cena social da escola – um lugar abaixo de zero. Quando Claire vai pra fora do campus, a imponente casa antiga que ela encontra um quarto pode não ser muito melhor. Seus novos colegas de quarto não mostram muitos sinais de vida. Mas eles vão proteger Claire quando os segredos mais profundos da cidade virem a tona, famintos por sangue fresco".

Quando eu peguei, o primeiro volume da série “OS VAMPIROS DA MORGANVILLE” que faz parte do book tour da Editora Underworld, fiz a mesma coisa que muita gente deve ter feito quando anunciei este livro para a resenha. Vampiros? De novo? Nãooooooooooooooooooo!

Vampiros sim, Leitores Cabulosos, pois, “CASA GLASS” não chegou nem perto de ser chato, repetitivo, ou cansativo. Neste livro você vai encontrar chupadores de sangue que realmente tostam na luz do sol. Esqueçam os vampiros que brilha em plena luz do dia. Os seres da noite que dominam e aterrorizam a cidade de Morganville, são maus em sua essência. E quem não tiver sobre a tutela deles, usando uma pulseira com a marca do clã, vai virar o petisco da vez.

A trama gira em torno da nossa protagonista Claire Danvers, que depois de sofrer bulling na faculdade, vai se refugiar na mansão mais antiga da cidade, a “CASA GLASS”, onde, encontra apoio do enigmático Michael Glass, na simpática gótica Ever Rosser e no belo e carismático, Shane Collins.

Confesso que gostei bastante de personalidade da Claire, pois ela teve medo na hora que qualquer ser humano deveria ter, e foi corajosa no momento em que uma heroína dever ser. O alegre Shane, par romântico da nossa personagem principal, é realmente cativante, confesso que ele já ocupa o segundo lugar do ranking dos personagens de 2011. Jace de “CIDADE DOS OSSO” é o primeiro. O Michael Glass é um caso a parte, o mistério que envolve ele na história realmente intriga a ler cada vez mais para saber o que ele é. E quando você descobre surpreende bastante.

E os vampiros?! Os vampiros da trama são bastante convincentes e a escritora faz de tudo para deixar o universo criado para eles bem interessante. Não é para menos que de vez em quando, um vampiro romântico e sedutor cai bem, mais as vezes agente precisa de um vampiro na sua origem que só pensa em sangue, sangue e sangue.

O único problema, repito único, que “CASA GLASS” possui é o da revisão. Este primeiro volume da série possui alguns pequenos erros de ortografia, mas é algo que passa na maioria das vezes despercebido e não interfere na leitura. Várias falhas já foram anotadas e enviadas por todos que estão participando do book tour e nas próximas edições, provavelmente elas serão sanados.

O livro tem uma excelente mescla de romance e ação que deixa um leque maior para agradar tanto, nossas leitoras românticas, como também os leitores que curtem uma boa aventura. E o final, realmente é alucinante. Deixa você desesperado para saber o que vai acontecer no segundo volume. E quando falo desesperado é desesperado mesmo. O gancho deixado para “THE DEAD GILRS’ DANCE” é pura crueldade com o leitor. Não vejo a hora de ter o segundo volume em mãos. E recomendo, sim, com muito prazer, aos nossos Leitores Cabulosos este delicioso livro.

Por Leitor Cabuloso!

http://cabulosocast.wordpress.com/2011/03/25/%E2%80%9Ccasa-glass%E2%80%9D-primiero-volume-da-serie-%E2%80%9Cos-vampiros-de-morganville%E2%80%9D-da-escritora-rachel-cain/
comentários(0)comente



Stephania Tonhá 22/03/2011

- Corra primeiro – disse Shane – Lamente depois.
Era o lema perfeito para Morganville.


Olá leitores, hoje vou apresentar mais um livro de vampiros… Mas calma lá! Vamos ler a resenha primeiro e ver se convenço vocês a lerem esse lançamento da Editora Underworld. E vou dizer desde já que eu adorei e estou muito ansiosa pela continuação. E asseguro que os vampiros não são românticos, fofinhos ou brilham.

Rachel Caine – pseudônimo de Roxanne Longstreet Conrad – é autora de duas séries famosas e sempre presentes na lista dos mais vendidos no New York Times e USA Today: The Morganville Vampires (Os Vampiros de Morganville) que conta com dez livros públicos e a série The Weather Warden Series (Os Fiscais do Clima), que também será um dos próximos lançamentos da editora Underwold.
A história começa com a protagonista Claire Danvers tendo “um dia ruim” na universidade que estuda. Pelo simples fato de que ela é uma nerd, tem apenas 16 anos e irritou a bela, poderosa e sociopata: Monica Morrel. Ela foi arremessada por um lance de escadas pela Monica e as moniquetes (como chama o séquito de seguidoras da bela sociopata), não antes de receber uma surra daquelas e de brinde uma ameaça de morte.


> > > para ler mais, acesse: http://www.sobrelivros.com.br/resenha-casa-glass-rachel-caine/
Helen 05/03/2013minha estante
Gostei!! Você esse livro em pdf?




Bru 10/03/2011

O livro tem toda uma história sobrenatural que nos prende do início ao fim (principalmente no fim). É o seguinte: Claire é uma menina de apenas 16 anos (quase 17) que vai estudar na faculdade de Morganville. Mas ela acaba encontrando alguns problemas no dormitório da faculdade depois de corrigir Mônica, a típica garota popular que vive cercada de súditos, e agora ela quer ver Claire morta. Ela então sai do dormitório e vai para a cidade, que é escura e sombria, em busca de outro lugar para morar, e é assim que ela encontra uma casa bem antiga, a Casa Glass. Na Casa Glass ela encontra Michael, o dono da casa, Shane e Eve. Ela iria ficar somente alguns dias na casa, mas dai ela começa a descobrir os segredos de Morganville e se vê no meio de muitos problemas, e são seus novos amigos que irão ajudá-la.

leia mais em: http://tinyurl.com/4vskzpm
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



71 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5