Não Deixe o Sol Brilhar em Mim

Não Deixe o Sol Brilhar em Mim Evandro Raiz Ribeiro




Resenhas - Não Deixe o Sol Brilhar em Mim


62 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Fernanda 23/12/2013

Resenha: Não Deixe o Sol Brilhar em Mim
Resenha: “Não deixe o sol brilhar em mim” de Evandro Raiz Ribeiro, apresenta uma história dinâmica, instigante e intensa, envolvendo emoções conflituosas e perturbadoras. A premissa da obra diz respeito a um relacionamento de aprendizados e questões ligadas ao sobrenatural, de modo analítico e inovador. Os personagens possuem descrições peculiares, fazendo com que o leitor consiga se encaixar no próprio enredo e perceber algumas semelhanças de personalidade.

Dennis passa por uma fase difícil desde que perdeu seus pais em um acidente. O menino de 14 anos muda-se para a casa dos tios, porém as coisas começam a piorar quando vê seus colegas de escola o incomodado e quando percebe que sua tia Gertrudes possui intenções e pensamentos negativos sobre ele. Confesso que de início fiquei muito surpresa com as atitudes dela, pois em nenhum momento facilitou sua vida e sempre ficava o provocando e ameaçando envenenar sua comida e coisas do tipo (que horror). Qual o motivo de tanto ódio?

LEIA A RESENHA COMPLETA NO BLOG SEGREDOS EM LIVROS:

site: http://www.segredosemlivros.com/2013/12/resenha-nao-deixe-o-sol-brilhar-em-mim.html
comentários(0)comente



Marta :) 12/05/2011

Um livro único
Não Deixe o Sol Brilhar em Mim é um livro único, por várias razões.

A história me cativou desde o começo, quando estava lendo no computador, e mesmo lendo devagar no pc acabei lendo até à pagina 50 em menos de uma hora.
Como a sinopse diz, é um livro de vampiros diferente, uma história que retrata a solidão de duas pessoas, uma história que mostra que o amor ignora as diferenças.
Dennis é um garoto comum que acabou de ficar orfão e vai morar com o tio, além das diferenças na cidade, o fato de ser novo na escola, ele também tem problemas em casa, a tia que o odeia sem razão aparente.
Dennis é um personagem muito bem construido, tem seus medos e frustrações, bem, ele age exatamente como um garoto de sua idade.

Valquíria é uma garota com quem Dennis passa a falar regularmente, ela é muito bonita embora não se arrume muito no inicio, ela é a única que faz com que Dennis se sinta em casa.

O autor fez uso de estereotipos na construção de alguns personagens, como os garotos que zoam Dennis na escola, e eu não estou falando que isso foi uma coisa ruim, sempre é bom você ter aquele tipo de personagem que você olha e diz 'eu sei como você é'. Você acaba se identificando com Dennis por ele ser importunado por aqueles garotos, você acaba sabendo como é mesmo que não tenha passado por algo semelhante, não sei se deu para entender rsrsrsrs

A leitura do livro é rapida, mesmo tendo 310 páginas eu li em dois ou três dias.
Resumindo: eu adorei esse livro, além de ter uma história muito bonita, é escrita de uma maneira que leva você a imaginar uma cidade comum com seus habitantes comuns, faz você pensar que poderia estar acontecendo como você.

Marta
http://aspalavrasfugiram.blogspot.com/
Nathália 07/11/2011minha estante
Mas essa sinopse não é praticamente idêntica a de Let The Right One In, o livro sueco?


Nathália 07/11/2011minha estante
Ah, sim, o autor se justifica: http://www.skoob.com.br/estante/resenhas/276612


Anna 23/01/2012minha estante
Retirando a localização geográfica, esse livro é cópia descarada de Let The Right One In do sueco John Ajvide Lindqvist. Fica a conclusão: até quando as editoras pagas vão publicar tudo que aparece?


Evan 10/06/2012minha estante

Eu como escritor, tenho que defender mina obra. Principalmente de comentários feitos sem nenhuma justiça. convenhamos, não é? Como alguém entra em uma rede social para denegrir uma imagem postando comentários negativos, sem ter ao menos certeza do que está falando. Fica aqui a pergunta: até quando as pessoas sem noção vão acusar obras de plágio sem a terem lido? Como é o caso evidente da Anna aí de baixo?
Dizer algo como : "retirando a localização geográfica, o livro é uma cópia descarada" . Não passa de um comentário completamente sem noção de alguém que não leu o livro.
Para quem fala o quer sem saber o que diz segue abaixo a definição de plágio:
O plágio é o ato de assinar ou apresentar uma obra intelectual de qualquer natureza (texto, música, obra pictórica, fotografia, obra audiovisual, etc) contendo partes de uma obra que pertença a outra pessoa sem colocar os créditos para o autor original. No acto de plágio, o plagiador apropria-se indevidamente da obra intelectual de outra pessoa, assumindo a autoria da mesma.
Meu livro não comtém uma única sentença ou frase copiados de "Let  the right One In".
Procurem em http://evaneoslivros.blogspot.com o comentário de quem assistiu ao filme tanto na versão sueca original e na americana. Em breve a opinião de quem leu "Let the Rigth One In" na versão portuguesa será postada. Claro que meu livro lembra o filme, pois foi inspirado nele, e quem leu meu livro sabe disso pois foi comentado nas páginas iniciais. 




Beatriz Gosmin 22/11/2011

Resenha por Beatriz Gosmin - www.livroseatitudes.blogspot.com

Ele havia pensado em várias coisas para dizer, mas...
- Você é um vampiro? – Foi a palavra que saiu de sua boca.
- Não gosto deste nome, mas acho que é isso o que eu sou. – ela respondeu.


Acabo de terminar a leitura do livro e o que posso dizer? A história ainda está bem viva em minha cabeça!

Dennis, um jovem garoto de 14 anos, acabara de se mudar para Santo André para morar com seu tio Olavo após a perda dos pais em um acidente. Seu tio é muito atencioso e acolhedor, e fora ele quem propusera a tal mudança, imaginando que se tivesse sido com ele, o pai de Dennis faria a mesma coisa por seu filho, Otavinho.

Dennis estava muito feliz com a mudança - iria começar uma nova vida -, mas sua tia Gertrudes não parecera apreciar muito a sua presença ali como Olavo havia feito. Ela então passa a persegui-lo pressionando-o para que ele fale para seu tio que não quer ficar ali, que não gosta do lar e que quer voltar para sua terra natal. Assim deixaria de ser “um estorvo” para todos, como vivia dizendo para Dennis. Gertrudes começa também a ameaçá-lo, falando que colocaria veneno em sua comida. – definitivamente ela é uma víbora.

Dennis, com toda a perseguição dentro de casa e sem coragem para contar ao tio, percebe que as coisas podem piorar quando vai à escola. Por ser de outro lugar, alguns alunos (Edu e Alex) repetentes ficaram lhe importunando também, fazendo comentários e brincadeiras nada legais. (estes dois são tão panacas!)

Mas, quando Dennis já pensava em desistir e fazer o que sua tia o estava obrigando (voltar para sua terra), ele conhece Valquíria, uma garota muito bela, mas um tanto desleixada com a aparência cujo irmão saíra para uma viagem um tanto longa, ficando sozinha uma vez que moravam somente ela e ele.

Os dois passam a se encontrar e uma amizade seguida de amor floresce entre os dois, e mesmo achando certos hábitos dela estranhos, como sumir de dia, ter uma dieta ‘especial’ e não conhecer absolutamente nada de sua cidade ou mesmo como lavar as roupas; Dennis não questiona, apenas decidira que não vai mais voltar para sua terra. Suportaria por Valquíria sua tia e todos os outros problemas que o rodeavam.

- Sabe... É... É que quando fui ao banheiro da sua casa naquele dia, notei que não tinha sabonete. Então comprei sabonete, xampu, condicionador, escova e creme dental. Pensei que talvez você tivesse dificuldades em sair para comprar, como aconteceu com os jornais.
- Eu estou fedendo? – ela falou enquanto tentava cheirar o próprio corpo.
- Não, não é isso, desculpe-me não foi essa a minha intenção... – como pôde ter sido tão estúpido – pensou se recriminando.


Tudo estava bem até que pessoas que perseguiam Dennis começam a ser atacadas, com cortes no pulso e muito sangue. Então, Dennis descobre que Valquíria é na verdade, um vampiro.

~ * ~ * ~ * ~ * ~

Faz tempo que eu não lia algo sobre vampiros, confesso até que estava receosa em ler este livro por causa das ‘modinhas’ e tals, mas fico feliz em falar que ele superou minhas expectativas e que a história me surpreendeu muito.
O contexto foi todo trabalhado, os fatos têm ligação e a narrativa é muito boa.
O autor conseguiu me envolver naquele romance infantil entre um menino de 14 anos e uma vampira de 13, coisa que não estamos acostumados a encontrar, e isso me fez torcer pelos dois a cada página que lia.
O livro não tem só romance, há bastante sangue e algumas decaptações alheias. (urgh!)

A única coisa ruim é que há alguns erros de digitação que me confundiam muito na hora de diferenciar as falas. =/

Há indícios que este livro terá futuramente uma continuação, o que significa que eu não vou perder por nada! Haha! E vocês também não deveriam. Sério.



Beijos,
Bia
comentários(0)comente



Giselle Trindade 05/10/2011

UM AMOR PURO E LINDO

Sinopse:
Dennis é um garoto que se muda para a casa do tio em Santo André no ABC paulista e logo descobre que sua vida na nova casa não vai ser nada fácil. Sem nada para fazer, começa a perambular pelas ruas onde conhece Valquíria, uma estranha menina da vizinhança. Em pouco tempo se tornam amigos, companheiros de solidão em que cada um preenche o vazio existencial que há no outro. Tudo isso acontece em meio as descobertas do primeiro amor e dos anseios da adolescência. Porém Valquíria, possui um segredo terrível.
Não Deixe o Sol Brilhar em Mim, é uma história diferente, em que a fuga da solidão ultrapassa o limite do sobrenatural.

Gostaria de agradecer primeiramente ao Evandro pela simpatia e disponibilidade em me fornecer um exemplar desse livro, que quis ler desde que o conheci.

Algo que foi novidade para mim é que a historia foi baseada em Let right on in, Um livro Sueco, que teve uma adaptação Americana recentemente chamada Deixe-me Entrar. Mas não pense que a historia seja repetitiva, ou uma versão Brasileira do filme, o autor soube muito bem acrescentar elementos que enriqueceram o livro. Parabéns Evandro!!!!

O livro conta a historia de Dennis, um garoto de 14 anos, que foi obrigado a ir morar com os tios em São Paulo, devido a um acidente que tirou a vida dos seus pais. Seu tio Olavo e seu primo Otavinho o receberam muito bem, mas a Tia Gertrudes não se conformou com isso. Nossa, mas fiquei com uma raiva da forma como ela maltrata o Dennis, que já sofre tanto com todas essas mudanças, ela chega até a ser cruel. Além disso tudo, ele começa a sofrer Bulling na nova escola.

Até que ele conhece uma garota misteriosa porém muito bonita, que se torna logo sua única amiga Ela mora sozinha com seu irmão. Eles começam a se encontrar diversas vezes, até que Dennis se vê apaixonado por ela e a pede em namoro, sem saber que ela guarda um segredo sombrio.

O livro tem uma leitura fácil e agradável, que prende a atenção desde o começo, e conta uma história linda e emocionante, que ultrapassa as barreiras do tempo, e nos mostra um lindo conto de amor puro e juvenil, solidão, recomeço e aprendizado.

Super recomendo, vale muito a pena!!!

Beijos
comentários(0)comente



Larissa Gunia 20/06/2011

Um dos melhores livros que já li *-*
Esse livro é OBRIGADO para pessoas que gostam de histórias de vampiros. Não deixe o sol brilhar em mim, foi um livro que me surpreendeu do inicio ao fim, Pensei que os livros de vampiros estrangeiros eram bem melhores que os brasileiros, mas lendo esse o autor Evandro nos mostra que não é só os livros estrangeiros que são bons como os brasileiros também.
Obrigada ao autor Evandro Raiz Ribeiro por ter me mandado um dos melhores livros de vampiros que já li. Recomendadíssimo

Dennis um garoto de 14 anos, acaba de ficar órfão e começa a morar com seu tio Olavo no ABC Paulista.
Chegando em sua nova casa sua tia Gertrudes faz ameaças para ele ir morar com outro parente, pois já não basta cuidar de seu próprio filho. Dennis ignora sua tia e começa a ficar feliz, portanto aquele vai ser seu primeiro dia de aula.
Chegando na sala de aula, Um bando de meninos da sua turma, começam a zoar o sotaque de Dennis que morava no recife.
Certo dia, cansado de ser maltratado pela tia e os meninos da sua turma, Dennis se senta numa praça e começa a ler seus gibis de vampiro no qual ele adora. No meio de sua leitura chega Valquíria uma menina de 13 anos que começa a conversar com Dennis que fica encantado com aquela menina de cabelos escuros e olhos claros.
Depois daquele dia, Dennis só pensava em ir para aquela praça e ver Valquíria, mas naquele dia ela não apareceu. Preocupado foi a casa dela e notou que não tinha muitos aparelhos eletrônicos e ela não estava bem como antes.
Eles começam a se encontrar todos os dias, se tornando grandes amigos, por mais que Dennis queira ser mais do que amigo de Valquíria.
Sempre que eles saiam, ele começou a notar que ela nunca comia nada e sempre estava de dieta. E quando faziam compras (Valquíria sempre usava a mesma roupa de antes), ela não sabia escolher o que comprar e nem sabia usar maquiagem, mas Dennis não se importava com isso e achou uma coisa normal. Os dias passaram e valquíria se tornou namorada de dennis.

Veja mais em meu blog
http://assuntosobrelivros.blogspot.com/2011/06/nao-deixe-o-sol-brilhar-em-mim-evandro.html
comentários(0)comente



Rose 30/04/2014

Não deixe o sol brilhar em mim é um romance vampiresco, mas não pense que é apenas mais um romance. Aqui temos a história de Dennis, um garoto que morava em Recife e ficou órfão, e por conta disso acabou vindo morar em São Paulo na casa de seu tio, para desgosto da esposa do seu tio. Novo na cidade, sem amigos, sendo motivo de piada na escola e ameaçado pela tia, Dennis sente-se muito sozinho. Um dia conhece uma garota misteriosa, Valquíria, por quem se sente atraído. Mas muitos mistérios envolvem Valquíria, e quando ela perde seu irmão e protetor, esta se vê sozinha no mundo sem saber o que fazer ou como agir neste mundo tão diferente e que ela não se interessava. A amizade entre os dois evolui, e Dennis torna-se a única pessoa que Valquíria confia, mas não ao ponto de lhe contar seu segredo mais profundo. Até o dia que Dennis corre perigo, então toda verdade vem à tona, agora eles vão precisar de muita inteligência para manter este segredo e se protegerem mutuamente.

Ao final do livro ficou uma pequena pergunta: Evandro, você vai dar seqüência na história deste casal? Pois saiba que eu gostaria muito de saber o que acontece depois do encontro final deles.




site: http://www.fabricadosconvites.blogspot.com.br/p/minhas-resenhas.html
Clarice.Castanhola 24/06/2015minha estante
Primeira vez que leio algo sobre esse livro e devido o tema vampiros e adolescência não me chamou tanto atenção por agora não leria :]




Nessa 06/12/2011

Não deixe o sol brilhar em mim
Dennis é um garoto de 13 anos, que se muda para a casa dos tios depois de ficar órfão.
Ao chegar a casa ele percebe que não é bem vindo pela tia e é maltratado.
Na nova escola Dennis também encontra dificuldade com alguns colegas mais velhos.
É numa tarde, em uma praça, que Dennis conhece uma jovem linda chama Valquíria, ela é linda, tem 14 amos, de cabelos escuros e encaracolados, pele clara e os olhos azuis.
Este primeiro encontro marca Dennis e ele volta toda tarde naquela praça para ver se encontra Valquíria, logo descobre que ela mora em uma casa na frente da praça.
Valquíria também tem uma vida difícil e solitária, e carrega consigo um segredo que ninguém imagina, algo horrível.
Aos poucos os dois vão descobrindo o amor, é um amor puro, verdadeiro, inocente, forte e capaz de enfrentar barreiras.

O livro me mostrou algo diferente e me surpreendi muito com esta estória. Confesso que li o livro em três dias, pois não conseguia largar o livro até descobrir o que iria acontecer com Valquíria e Dennis.
Como sempre eu falo do título e da capa, gente, tem tudo a ver com a estória. Só não irei falar do título senão acabo contanto e perde a graça.
Eu achei muito linda esta capa, muito bem pensada. E foi através dela que me surgiu o desejo de ler o livro!
comentários(0)comente



danilo_livros 24/02/2012

O primeiro amor pode ser imortal
Veja mais resenhas minhas no Literatura de Cabeça:
http://literaturadecabeca.com.br


O maior desafio e, na verdade, a coisa que um resenhista mais gosta de fazer é comentar sobre livros polêmicos.
Não precisa ser no sentido de cenas e ações que mexem com os nossos sentidos pelos temas fortes. Pode ser por levantar os mais diversos comentários dividindo opiniões. E quando peguei nas mãos o livro Não deixe o sol brilhar em mim (Editora Dracaena, 307 páginas), do nosso colega Evandro Raiz Ribeiro, sabia que tinha uma grande responsabilidade nas mãos.

Muita gente, só de ler a sinopse, comparava a trama do livro com o filme Deixe ela entrar. O autor, muito atencioso, disse que apesar dele ter amado a trama do filme, o seu livro é uma homenagem a esse tema tão pungente, que na verdade é mais que vampiros. A trama original fala sobre a amizade, a solidão e como ser diferente para lidar com esse dom tão sinistro adquirido pelas circunstâncias.

E lógico que imparcial que sou, fui fazer as minhas comparações. Vi os filmes, tanto na versão sueca quanto na americana (pessoalmente prefiro o original sueco) e me adentrei na leitura.
A vida de Dennis, o personagem principal, é cercada da tristeza e do preconceito de muitos brasileiros. Vindo do nordeste para viver com o tio, irmão do seu pai, na grande ABC, ele tem de se adaptar a um mundo completamente diferente do que estava acostumado. Além do preconceito dos outros alunos da escola, que achei um tema excelente a ser tratado, ainda tem que aguentar os acessos da tia que acha que o garoto é uma cruz para sua família carregar.

Até ele conhecer a Valquíria, por quem se apaixona. A linda menina que aparenta ser a sua idade (entre 12 e 13 aos) faz seu coraçãozinho bater mais forte pela primeira vez. Mas desde o começo sabemos quem a garota é na verdade - uma vampira que não vai hesitar em destruir quem ameaçar a sua existência e das pessoas que ela ama. E, entre o amor e o terror, muitas linhas são quebradas para que a história desses dois tome um rumo definitivo.

Bom, assumo que em muitas cenas, principalmente no começo, diversas cenas pareceram adaptadas de Deixe ela entrar. Situações e até mesmo descrições de cenas poderiam se encaixar na obra original, apesar de um contexto diferente. Mas as semelhanças param por aí. No momento que a trama começa a se desenrolar, acabamos por nos esquecer de que Valquiria é uma vampira e focamos nossos olhos no pequeno Dennis e sua transformação em homem, com amores e responsabilidades que parecem grandes demais para ele carregar sozinho. Como se a década que a obra se passa (anos 60) acompanhasse o nosso protagonista com as situações que ele vivencia. Afinal, aquela não foi a década das descobertas, da liberdade?

Algumas cenas de amor, companheirismo e amizade entre os dois são lindas e tem uma inocência que falta em muitas obras de hoje:

Ele parecia triste. Queria dizer-lhe para não se preocupar, ela o protegeria. Aproximou-se dele e o abraçou por trás, depois sussurrou no seu ouvido:
- Amo você...
Depois o beijou no rosto carinhosamente.

Exatamente por causa dessa nostalgia há muito perdida, do amor sem maldade, que as poucas cenas de sexo do livro me pareceram desencontradas, fora do contexto. Mas o que seria da figura do vampiro se ele não seduzisse e arrancasse suspiros da plateia? Mesmo sendo dos mais novos...

O ritmo do livro é bom, mas não te dá vontade de devorar a trama. Você lê ele com calma e tranquilidade, acompanhando as reviravoltas que a história toma. Não espere desfechos mirabolantes ou ações desenfreadas. É como caminhar em um lugar que você já conhece por um novo caminho.

Muitos momentos ficaram meio no ar e fiquei a desejar que houvessem desfechos mais concisos, mais impactantes. Mas pode ser que você, meu querido literato, acho que tudo se explica no decorrer das páginas. Afinal, se todas as opiniões fossem iguais, o mundo seria tão entendiante...

Não deixe o sol brilhar em mim, mais do que copiar histórias, como muita gente disse, conseguiu criar uma nova ótica sobre uma obra consagrada. Mais do que uma releitura, é uma homenagem aquilo que atingiu o coração do autor. E que chega até o nosso.
comentários(0)comente



Cris 02/12/2011

Esperava mais....
O livro tem muito erros de digitação, porém tem algumas partes bem escritas, mas o enredo é bem previsível.
A única coisa interessante é o fato de a história se passar no Brasil, o que foge um pouco das histórias que costumamos ler sobre vampiros.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Saleitura 24/09/2012

Não Deixe o Sol Brilhar em Mim por Irene Moreira
Sou uma leitora um tanto eclética e mesmo que a linha de vampiros não tenha muitos exemplares em minha estante tenho procurado ler. O pouco que já li tem me deslumbrado pelas alucinantes histórias criadas pelos seus autores.

A sinopse do livro mostra, em poucas palavras, a história tão bem escrita e elaborada pelo Evan. Retrata a vida de Dennis, um garoto de 14 anos que mora na Paraíba e perde seus pais em um acidente. Seu Tio Olavo é quem passa a ser seu tutor e o leva para morar em sua casa no ABC Paulista. Sua chegada não é muito bem vista pela tia Gertrudes que por trás do Tio Olavo e do primo Otavinho, dita suas ordens e declara nua e cruamente que sua presença não é bem quista por ela.

Tendo sua Tia como inimiga, seu Tio ausente por trabalhar à noite e seu primo sobre os olhos de guarda da mãe, sentia-se muito só, passando grande parte do tempo em seu quarto lendo suas histórias em quadrinhos. O tempo custava a passar, mas logo as aulas começaram e assim o tudo passaria mais rápido. A sua recepção na escola foi das piores, principalmente por dois garotos, Alex e Edu, que segundo informara Benito, um dos colegas de sala, eram muito perigosos. Aconselhou que sempre evitasse olhar para eles e seguir em frente para nã ter aborrecimentos.

Procurou ocupar o seu tempo livre com outras atividades e passeando pelos arredores da escola para casa. Foi em um desses passeios noturnos que chegou a uma pracinha e conheceu Valquíria, uma linda menina de olhos azuis.

Valquíria era um Vampiro precisando se alimentar de sangue humano. Seu irmão, Adam, cuidava de tudo para ela até que um belo dia ele desaparece.

Dennis e Valquíria começaram uma linda amizade, mas sua vida era meio estranha para ele, pois só a encontrava a noite. Com o passar do tempo eles se apaixonaram e foram se envolvendo. Eram jovens descobrindo seus sentimentos e um precisando do outro.

Suas vidas financeiras eram sólidas, mas não podiam administrar isso enquanto fossem menores. Existia o segredo de Valquíria que ela prometia um dia contar-lhe e enquanto isso Dennis foi lhe ensinando tudo que ela precisava saber para viver como uma pessoa normal.

Começam as ameaças contra Dennis e estranhamente essas pessoas são atacadas violentamente e isso leva a polícia a investigar. É a melhor parte da história e vou parar por aqui para não acabar contando todos os detalhes. Deixo o resto para vocês mesmo descobrirem.

Um amor inocente, amigo, verdadeiro, cúmplice e com lindos momentos que são uma lição de vida.

“Vou amá-lo por toda a eternidade.
Estarei lhe esperando à noite.
Val”
pg. 172

Um livro mais do que recomendado que me surpreendeu em todos os detalhes, desde como consegue desenvolver e levar a história de uma forma suave, envolvente e quando agressiva fazendo nos sentir aliviados. Temos que enaltecer que essa brilhante obra é de um autor brasileiro.

Uma apresentação ímpar desde a encadernação até a sua capa que é linda. Um livro gostoso de pegar, folhear e admirar. Tem muitas amigas querendo ler, mas já vou avisando que tem que cuidar com carinho, pois esse faz parte da minha coleção preferida.


Link Postagem Saeta de Leitura
http://saletadeleitura.blogspot.com.br/2012/09/resenha-do-livro-nao-deixe-o-sol.html
comentários(0)comente



23/08/2011

Como diz a sinopse, essa, sem dúvida, é uma história de vampiros diferente. Não só porque é uma das poucas que se passa no Brasil (lembremos de André Vianco, o expert em vampiros, que é brasileiro) como também trata do vampirismo de modo diferente.

Continue lendo: http://bit.ly/nRNdaM
comentários(0)comente



paros28 03/02/2012

INTRIGANTE
http://4.bp.blogspot.com/-e-Nhkrr1tKc/TypDzek4WCI/AAAAAAAACLo/wiYnrnPN4XA/s1600/RESENHA+N%C3%83O+DEIXE+c%C3%B3pia.jpg

O livro narra a história do menino Dennis, que perdeu os pais e teve que mudar de cidade e passar a morar com o tio Olavo e sua família, e sua vida sofreu várias alterações, perseguido na escola, ameaçado pela tia e até uma nova amiga diferente.

Um dos primeiro problemas que Dennis enfrenta é a sua Tia Gertrudes, uma mulher desequilibrada e má, no decorrer do livro descobrimos os motivos instabilidade do casal, já que o tio Olavo é uma pessoa ponderada e bondosa enquanto a mulher é totalmente diferente. Não justifica as atitudes dela em relação a Dennis, mas iremos entender melhor a situação.

Além da tia, Dennis sofre que podemos chamar de “bullying” na escola, dois delinquentes Alex e Edu o persegue o tempo todo, no decorrer da narrativa os dois indiretamente serão os pivôs de uma nova virada na vida Dennis.

Mas também nada na vida de Dennis é ruim, ele conhece Valquíria, uma menina com aproximadamente 13 anos, que encanta Dennis, começam a ter um relacionamento inicialmente de amizade.

"Gertrudes tinha estado ocupada boa parte do dia.
Dias antes, houve um problema de intoxicação num supermercado da região. O caso saiu no noticiário, pois várias pessoas passaram mal e duas crianças morreram. Justamente nesse período, ela havia comprado duas latas do patê no tal mercado.
- Quem sabe esses não estão contaminados também – pensou.
Guardou as latas do patê onde ninguém pudesse ver. Estava preparando uma maionese e iria usar os patês.
- Se tiver sorte, isso vai dar uma boa dor de barriga ou, quem sabem uma diarréia.
Se der azar, talvez, o encosto do sobrinho do marido morresse, mas aí seria uma infelicidade. Ela não seria culpada dele ser guloso. E como ela poderia saber que os ingredientes da maionese estavam estragados? Não, não seria culpa dela. Seria uma fatalidade."

Não somente para Dennis a amizade é importante, Valquíria, que vivia enclausurada em casa, até pela condição dela, já que é uma vampira, e o autor não modificou em nada o que sabemos as características básicas dos vampiros, sangue e sem exposição ao sol, nem bronzeador fator 200 resolveria o problema... rsrsrs... ela vivia reclusa em casa.

E juntos eles irão preencher a solidão de ambos, através de uma amizade cheia de descobertas da vida adolescente, desde um simples batom, já que ela não conhecia absolutamente nada, até o amadurecimento da vida sexual.

Eu não irei resistir em abrir um parêntese, juro que não é puritanismo, nem ficar dando uma de moralista, mas você fica lendo o livro que acredita serem duas crianças, na minha concepção 14 ou 13 anos são crianças, e o autor se refere a eles como crianças, apesar da menina ter aparência de 13 anos, mas cronologicamente poderia ser mais velha que a minha avó, mas não é o caso do livro, ela já é adulta podemos dizer...

"- Eu não sei o que dizer. Não sei explicar o que sinto. Sei apenas que você mexe comigo; me faz desejar você e querer ser desejado por você. O que mais quero é que a gente se uma e se complete.
Ela encostou seus lábios no dele, depois o puxou para perto de si. Ele se deixou levar no abraço, sentiu o aconchego do corpo dela junto ao seu."

...Incomodou um pouco, e apesar da cena não ser apelativa nem vulgar, muito pelo contrário, foi sensível e bem escrita pelo autor, e ter tido uma cena somente, no restante da narrativa o autor priorizar a amizade e a cumplicidade do casal. Não era minha intenção comentar a cena, mas escrevendo a resenha não resistir em expressar...

"- Essa brincadeira é meio perigo mano – Alex diz.
- É não sei não... – Edu completou por sua vez.
Galeguinho pegou a “guimba” e antes de fumar falou:
- Pô meu... Vocês vão dar pra trás? O sujeito quase lhe matou, Edu; se a gente der um fim nesse desgraçado não vai pegar nada para gente não.
- Não sei não – Alex disse confuso. – Quem fez aquilo com Alemão e o Beiçola é um sujeito perigoso demais.
- É – pode ser – Galeguinho disse. – Mas nós vamos estar preparados, esperando, não vai ser de surpresa como foi com os dois; além do mais vamos pegar o tal Dennis como refém."

Focando novamente na história do livro, eles acabam no meio de uma confusão de mortes, por vários motivos, desde a perseguição a Dennis por Edu e Alex, o envenenamento de Dennis pela tia, a Valquíria para se defender e a Dennis colabora para aumentar a série de assassinatos acontece na trama.

Conclusão do livro, é mais uma excelente obra nacional, o autor Evandro Raiz Ribeiro, fez um livro envolvente, que desde o primeiro capítulo você não consegue parar de ler, e conseguiu um tema que de longe seja original, o transformá-lo em original, apesar de ser um livro para adolescentes, porém ele tem uma escrita madura e adulta, que pode até incomodar algumas coisas como aconteceu comigo, mas não sendo um ponto negativo pelo contrário, ele transformou algo que poderia chocar, em sensibilidade cativando o leitor. Adorei o final do livro, a resolução em relação a tia, a nova vida do tio, e até do próprio casal, foi surpreendente.

Para acessar a resenha completa com citações ilustrativas ---->>> http://www.guardiadameianoite.com.br/2012/02/resenha-nao-deixe-o-sol-brilhar-em-mim_02.html
comentários(0)comente



Vanessa Meiser 17/06/2011

ADOREI ESTE LIVRO!
E é assim mesmo, em letras GARRAFAIS que escrevo isto.


Adorei mesmo e olha que não leio muitos livros sobre vampiros não, além deste, havia lido apenas Anne Rice, André Vianco e Fabian Balbinot.


Evandro foi feliz com a sua criação, um livro diferente e irresistivelmente eletrizante.
O livro se passa no ano de 1976 e, tudo começa quando Dennis, um adolescente nordestino de 14 anos, se vê de malas prontas indo para Santo André no ABC Paulista morar com seu tio e a família deste que, é composta pelo tio em questão (Olavo), a tia (Gertrudes) e o primo (Otavinho) ainda pequeno.
Dennis mudou-se para São Paulo por tragicamente ter perdido seus pais em um acidente de carro.
Desde a sua chegada à Santo André, o menino efrentou muitas discriminações, a começar por sua tia, uma mulher mal amada, que achava que Dennis era um "estorvo" em casa e, depois na escola onde ele era ridicularizado e onde foi apelidado de "pau de arara" por causa da sua origem e sotaque.
Dennis se sentia muito sozinho na nova cidade apesar de saber que era muito amado por seu tio, porém, não tinha muito contato com este pelo fato de o tio trabalhar à noite e dormir durante o dia. Como em casa a situação era insuportável (por causa da tia), Dennis passava a maior parte do dia na rua só voltando para casa na hora de dormir, numa dessas saídas, ele conhece Valquíria, uma linda menina de 13 anos, cabelos escuros e olhos incrivelmente azuis.......


O título do livro vem da música "Don't let the sun go down on me" de Elton John e Bernie Taupin.


"Eu tenho uma teoria eu acho que o vampirismo é causado por um vírus muito antigo, e que acomete algumas pessoas desde os antigos tempos. Este vírus entrou na corrente sanguínea de algum ser humano em alguma época passada e depois foi transmitido para outras pessoas com o tempo...Pág 253.
comentários(0)comente



Tielle | @alivromaniaca 19/12/2011

Resenha Livromaníaca
Recebi o livro do próprio autor que me enviou para resenha. A capa do livro é algo que com certeza deve ser comentada, ficou linda e nos mostra bem o seu conteúdo. Foi publicado pela Editora Dracaena e possui 308 páginas.

Na história conhecemos Dennis, um adolescente de 14 anos que vê seu mundo desabar depois da morte de seus pais. Não tendo outra escolha ele se muda para Santo André, para morar com seu tio Olavo que gentilmente havia se oferecido para cuidar dele. O problema é que a mulher dele não gostou muito da idéia e deixa bem claro para o garoto que ele não é bem vindo ali.

Se já não fosse o bastante estar remoendo as saudades dos pais e sofrendo nas mãos de sua tia, Dennis ainda é perseguido em sua escola por garotos mais velhos, que conseguem transformar sua vida num verdadeiro inferno.

No meio de tudo isso ele encontra Valquíria, uma menina misteriosa que consegue fazer com que sua estadia na cidade tenha alguns momentos de prazer. Da amizade dos dois nasce uma paixão que é muito intensa pelos dois lados, mesmo os dois sendo tão novos. Mas ela na verdade é um vampiro e precisa de sangue para sobreviver.

Os perseguidores de Dennis começam a ser atacados violentamente e todas as pistas levam ele a apenas uma suspeita.


Não deixe o sol brilhar em mim é um livro de fácil leitura e um enredo simples, que a cada página nos impressiona com o talento do autor em criar personagens e situações com riqueza de detalhes.

Estava querendo ler um livro onde a garota fosse a vampira e o humano fosse do sexo masculino e fui presenteada com isso.
comentários(0)comente



62 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5