Rosa & Túmulo

Rosa & Túmulo Diana Peterfreund




Resenhas - Sociedade Secreta: Rosa e Túmulo


105 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Amanda Azevedo 10/05/2012

Sociedade Secreta: Rosa e Túmulo - Diana Peterfreund

Não sei ao certo o que me fez desejar ler este livro capa? título? sinopse? só sei que desde quando li a primeira resenha no blog da Carol ele entrou voando para a minha lista de desejados. Desde então eu o ficava namorando e morrendo de vontade de tê-lo em casa para lê-lo. A cada nova resenha que lia e olha, não foram poucas! minha curiosidade aumentava. Até que finalmente chegou o grande dia! Pode parecer exagero, mas há tempos não me empolgava assim com um livro. A espera foi tanta que quando finalmente pude ler Sociedade Secreta eu o devorei em apenas dois dias. A narrativa é totalmente envolvente. Você lê, lê, lê... E nem se dá conta de que está com a bunda pregada na cadeira há horas!

Amy Haskel é estudante da Universidade de Eli referência a Yale ela é editora da revista literária da Universidade e levava uma vida tranquila ao lado de sua amiga Lydia e seu amigo-colorido Brandon. Entre estudos e diversão ela imaginava que pelo menos os próximos anos de sua vida já estavam encaminhados. Mas, claro que não seria tão fácil assim.

Amy é convocada para integrar a sociedade secreta Rosa & Túmulo, mas ela se questiona sobre o porquê de ter sido escolhida, já que todos os outros integrantes parecem estar ali por algum motivo aparente. Ela esperava ser convocada pela Pena & Tinta, afinal, todas as editoras literárias eram escolhidas por eles. Então, o que ela tem que a torna interessante para uma Sociedade tão controladora, poderosa e elitista como a Rosa & Túmulo? Ah... Isso eu não posso contar. Entre rituais de iniciação mais que bizarros, intrigas, revelações e muitas risadas, vamos conhecer juntamente com Amy esse mundo das sociedades secretas.

Em sua nova qualidade de Coveira Coveira/Coveiro é o nome como são conhecidos os integrantes da Rosa & Túmulo Amy vai passar a conviver com pessoas que jamais imaginaria. E vai conhecer um lado deles que nunca pensou que pudesse existir. Fazendo amizades com algumas de suas inimizades e ganhando a inimizade de quem antes, ela tinha como amigo (a).

O livro pode ser um pouco confuso em algumas partes devido ao grande número de nomes. 15 pessoas são convocadas para integrar a Sociedade e a partir do momento em que elas estão dentro da Rosa & Túmulo elas ganham um apelido. E sempre que estão em alguma reunião é vedado o uso de seus nomes verdadeiros. Ou seja, você tem que relacionar o nome verdadeiro da pessoa ao seu novo apelido. E bem, são 15 pessoas... Então, é de se esperar que seja um pouco demorado o processo para relacionar quem-é-quem. A Amy, por exemplo, ao se tornar uma Coveira recebe o apelido de Bugaboo.

Se você gosta de romance meloso sinto te informar que nesse livro você não vai encontrar. A vida amorosa da Amy não é muito inspiradora, digamos. Não que ela seja uma personagem promíscua. Calma... Mas digamos que uma vida a dois não é prioridade em sua vida e algumas vezes ela se deixa cair em tentação.

Com um livro totalmente bem escrito Diana Peterfreund nos apresenta essa história divertida e inteligente. Os personagens são deliciosamente espertos e carismáticos. Os diálogos são interessantes, descontraídos e sarcásticos. E as divagações da Amy? São hilárias!

A série conta com 4 livros. Aqui no Brasil os 3 primeiros já foram publicados pela Galera Record. Sei que o preço alto dos livros pode acabar sendo desanimador... Mas se me permitem dar uma dica a vocês: leiam! Vale super a pena!

Por meio desta eu confesso: quem ainda não leu está perdendo uma história e tanto!

comentários(0)comente



Pam 31/05/2020

Adorei
Por meio desta, eu confesso...
Esse livro me fez querer fazer parte de uma sociedade secreta, é muito MUITO bom
Leitura e . 25/06/2020minha estante
Oii... Boa noitee...Tudo bem?... Desculpa por interromper sua leitura, mas gostaria de te convidar a me seguir no Instagram para acompanhar minhas leituras... te espero lá...?
Obrigado.
@leituraeponto


Pam 25/06/2020minha estante
Seguirei simmm


Juliana 28/06/2020minha estante
Eu amooo! Quero reler pra ler a série toda, só li os 2 primeiros! ??




CALINE 25/09/2012

Sabe quando você lê um livro que todo mundo adorou mas que não conseguiu te conquistar? E o pior, você não gostou do livro mas não consegue identificar onde exatamente estão os defeitos ou os pontos que te incomodaram. É exatamente assim que eu me sinto desde que terminei A Sociedade Secreta: : Rosa e Túmulo de Diana Peterfreud.
Demorei meses para conseguir terminar. Na verdade comecei a lê-lo ano passado mas a história não me cativou, então resolvi largar e retomar a leitura em um momento em que estivesse mais empolgada e disposta. No começo desse ano decidi que era hora de dar mais uma chance ao livro e quem sabe me surpreender com ele e ser conquistada como aconteceu com a maioria dos leitores.

Terminei a leitura há mais de dois meses, mas assim como me senti desestimulada para terminar o livro, também me senti para escrever sobre ele. Agora decidi que era o momento de deixar a preguiça e o desânimo de lado e colocar em palavras meus pensamentos.

Comecei a leitura desse livro cheia de expectativas, algumas folhas depois estava tentando encontrar uma razão para terminar. Não é que o livro seja ruim, afinal com uma legião de fãs tão grande algo de muito bom ele deve ter. O problema é que eu não consegui criar uma conexão com a trama, com os personagens e a leitura se tornou extremamente tediosa.

Afinal, esse livro é sobre o que mesmo?? As sociedades ditas secretas não são tão secretas assim; os romances que poderiam trazer emoção a história são quase inexistentes; os diálogos e as situações não são divertidas; encontramos um pouquinho de drama nas páginas finais, mas passa tão rápido que logo esquecemos; não existe mistério ou situações perigosas e cheias de adrenalina. Como eu poderia me interessar e ser fisgada por um livro assim?

O que me atraiu para ler A Sociedade Secreta não foram os comentários positivos e empolgados, eles só serviram para que eu ficasse curiosa e procurasse saber mais sobre o livro, o que me estimulou de verdade foi o título. Imaginei que encontraria uma trama cheia de segredos (realmente importantes) e mistérios que me deixariam na maior expectativa, algumas situações perigosas também cairiam bem para dar mais ação a história, mas a verdade é que a trama passeia por vários pontos sem focar em nenhum específico, e os segredos subentendidos no título responsáveis por despertar minha curiosidade e interesse pelo livro são extremamente sem graça, apáticos.

Outra coisa que me incomodou bastante foi a quantidade de personagens, são tantos que até agora ainda tenho dúvidas de quem é quem. Só sei quem é a Amy porque enfim ela é a principal. Para confudir ainda mais a minha cabeça cada personagem que faz parte da sociedade tem um novo nome, então eu nunca sabia quem era quem e precisava ficar voltando para a página onde eles foram apresentados a sociedade e seus novos "nomes" foram escolhidos, me irritei bastante com isso.

Depois de me decepcionar tanto com um livro tão elogiado resolvi procurar posts que falassem principalmente sobre os outros livros da série, talvez encontrasse alguma notícia animadora que me incentivasse a não abandoná-la. Encontrei vários posts falando que os outros livros são ainda melhores (nesse caso foram pessoas que amaram a série desde o primeiro livro) e que quem não curtiu muito o primeiro livro deveria dar mais uma chance e ler o segundo porque a história melhora BASTANTE, parece até que os romances se tornam mais evidentes e são responsáveis por trazer fortes emoções a história.
Mas a verdade é que mesmo com todos esses elogios e estímulos, não tenho ânimo para continuar lendo essa série. Isso já aconteceu antes com um outro livro - Cidade dos Ossos - e estava determinada a não terminar a série, mas li tantos, tantos elogios principalmente sobre o desfecho que a história teve que deixei minha determinação de lado e minha próxima compra incluirá os dois livros que estão faltando.
O que eu quero dizer é que posso mudar de ideia e de repente vocês descobrirem que eu estou lendo o livro 2, mas no momento essa possibilidade está completamente descartada.


Pam Gonçalves 19/08/2011

Resenha em vídeo
Fiz uma resenha em vídeo para o livro:
http://garotait.com.br/resenhas-de-livros/rosa-tumulo-por-diana-peterfreund-2/
comentários(0)comente



Luciana Mara 14/07/2010

Histórias cheias de mistérios, romances, festas e toda esta atmosfera que ronda as fases de colégio ou faculdade sempre me atraem, e com este livro não foi diferente. Leio histórias assim e penso: nossa, devia ter aproveitado mais a faculdade. Não vou ter história para contar para os meus filhos desta época!!!

Faltando mais ou menos um quarto do livro para ler, a luz acabou no meu bairro. Eram mais ou menos umas 19h. Sabe o que eu fiz? Acendi uma vela, fixei no parapeito da janela, arrastei uma cadeira e fiquei lendo a lá século XVIII. Isto comprova como a história é viciante.

Amy leva uma vida tranquila, dividindo seu tempo entre os estudos, sua amiga Lydia e Brandon, seu quase namorado. Estudante de Eli, Amy é redatora da Revista Literária. Por isto, já tem vaga garantida na Pena & Tinta, uma sociedade que lhe trará vários contatos para vida profissional. Mas tudo muda quando ela recebe um envelope com a sua convocação para a sociedade. Achando se tratar da Pena & Tinta, ou de um trote, Amy vai a entrevista, mas estranha o fato de todos membros serem homens. Até que descobre que não estava onde pensava e sim sendo convocada para a Rosa & Túmulo, a sociedade secreta com mais prestígio de Eli, e que sim, estava pela primeira vez aceitando mulheres! (Devo ressaltar que adorei a entrevista e a iniciação na sociedade. Juro que senti inveja.)

Agora Amy, ou melhor, Bugaboo (nome que recebeu da Rosa & Túmulo) era uma Coveira. E justamente por aceitar coveirAs, violando a regra imposta desde a fundação da R&T de ser exclusiva para homens, esta turma sofre retaliação dos patriarcas da sociedade, correndo o risco de ter sua entrada na R&T anulada, sendo impedidos de entrar no mausoléu da sociedade e de sofrerem o risco de terem suas identidades reveladas aos demais estudantes da faculdade. Em meio a reuniões secretas, assuntos políticos e as ‘fantasias’ de conspiração dentro da R&T criadas por Amy ela e seus amigos coveiros tem que se unir e passar por cima dos preconceitos e desavenças para restabelecer a ordem e a permitir a continuidade da sociedade.

Quanto ao romance, tenho que admitir que o início torci para Amy-Malcolm (seu ‘irmão mais velho’ na sociedade), o que agora me parece um absurdo. Achei o George o máximo e fiquei com pena do Brandon.

Tenho que admitir também que no inicio fiquei um pouco confusa com a quantidade de nome de personagens. Tinha que decorar o nome verdadeiro e o nome na sociedade, uma vez que dentro do mausoléu era proibido dizer o nome real (por exemplo, Amy tinha que ser chamada lá dentro sempre de Bugaboo).

E fiquei curiosíssima. Alguém sabe onde posso provar um ‘312’?
comentários(0)comente



Isabel 25/05/2020

No começo a estória era de Amor & Ódio para mim, as situações eram incabíveis, como se fossem fogos de artifícios intermináveis, porém a leitura é muito fluída fazendo com que queira devorar capítulo por capítulo, você percebe a força da irmandade, você repara que no final não é só apenas um felizes para sempre, tem vários assuntos abordados na atualidade não da maneira mais profunda, mas está ali da forma mais clara possível, por isso que essa leitura valeu muito a pena.
Joyce Silva 25/05/2020minha estante
Adoro livros assim :) Obrigada pela dica


Isabel 25/05/2020minha estante
espero que realmente goste ?


Isabel 25/05/2020minha estante
é uma série, porém se tivesse terminado só nesse primeiro livro seria super aceitável também.


Joyce Silva 25/05/2020minha estante
Ah sim, tava lendo sobre isso agora mesmo rs
Parece ótima! Vou por na lista, tô dando um tempo de suspense, os últimos me tiraram o sono ?? Então vou ler romances por um tempo, se gosta do tipo casal que se odeia e se apaixona, eu li um ótimo tempos atrás, é bem fluído, me fez rir bastante, é clichê, mas bem gostosinho de ler é " jogo de amor/ódio" capa linda tb ?




Lu 05/05/2010


Francamente, não sei o que esse livro faz perdido junto com os infanto-juvenis nas livrarias.



Este aqui é um chicklit, mas com uma temática bem mais cool do que a gente costuma ver: sociedades secretas. E a Rosa & Túmulo é cheia dos mistérios, rituais esquisitos e politicagem.



A protagonista, Amy, meio que cai de paraquédas nessa história. E ela se sai bem. Consegue ser engraçada sem ser trapalhona. Enrolada sem ser tapada. É um livro um pouco diferente, mas é bem escrito e interessante.



Nii. 30/08/2010minha estante
Eu tbém acho que de juvenil essa série não tem nada!
Amo a série, uma pena que os livros demorão tanto para sair aqui né?!
Vai no inglês mesmo!




Arthur 11/09/2020

manteve minhas expectativas
a minha vontade de ler essa serie vem desde 2013 quando vi em alguns canais aleatórios no youtube resenhas sobre todos os livros, durante esses anos minha vontade de ler e (ser leitor) cresceu e desapareceu diversas vezes, ate q nesse ano eu voltei a me interessar pela leitura e sabia q essa serie, seria uma das primeiras q eu iria dar prioridade.
eu amei tudo nesse primeiro livro, a forma q as sociedades secretas foi retratada com seus mistérios, adorei toda nostalgia dos anos 2000 e a escrita da autora.
terminei esse primeiro livro ansioso pra ler os outros de uma vez.
literalmente uma das minhas leituras favoritas do ano.
comentários(0)comente



Julia.Franca 05/02/2020

Esse livro é PERFEITOO!
Primeiro tenho que falar da Amy, que é uma das melhores que já vi, desde o começo da história.Ela é muito inteligente e já na primeira situação onde ela é confrontada sobre suas habilidades e responsabilidades, ela tem consegue sr incrível, tendo uma atitude e um diálogo que só aparecem na maioria dos livros lá pela metade.Ela também não é aquela prsonagem inocente e insegura sobre tudo.Ela tem até uma "lista de pegação"!O único ponto negativo dela é o fato dela se deixar levar pelos seus colegas de sociedade, que falam que todas as coisas que ela achava eram teorias de conspiração.
Mas também pode ser que ela descubra coisas um pouco mais "ilícitas" nos seguintes livros das séries.
Já a história, também é incrível. Rápido de ler, esse livro e até engraçado, com as listas e algumas anotações que a Amy faz, que dão um toque especial. O que eu mais gostei da história foi como a autora conseeguiu colocar (mesmo que a personagem principal não acreditasse nas teorias conspiracionistas sobre a Rosa & Túmulo) algumas coisas para demonstrar a influência de uma sociedade como essa na vida de seus membros e dos não membros.
Os empregos que foram perdidos e ganhos, como a Amy conseguiu manipular, no final, o Daily News da faculdade e o fato de que os Coveiros eram apenas homens muito poderosos no meio social.
PS: Quem foi que deu aqueles nomes injustos para os personagens?Uns se chamavam de Graverrober, Lucky, Angel, Lancelot, mas outros se chamavam Bugaboo e Thorndike.
comentários(0)comente



Iris Figueiredo 08/03/2010

Durante muito tempo eu li chick-lits sobre High School ou sobre mulheres que já estão no trabalho. Acho que um dos únicos que li que o plano de fundo é a vida universitária foi Sociedade Secreta.
As sociedades da Eli não são como irmandades Kapa Teta ou Pi Beta Gama, ou algo do gênero. A maioria é centenária, e estando na sociedade certa você já está encaminhada para o mercado de trabalho. E tudo que Amy quer é apenas entrar para a Pena & Tinta, a sociedade literária do campus e poder garantir seu futuro literário.
Só que Amy é convocada para outra sociade: a Rosa & Túmulo. A Rosa & Túmulo é a sociedade mais famosa e influente do campus, que até o ano anterior não aceitava mulheres. E a partir disso, a vida de Amy vira de cabeça para baixo.

O livro é divertido e tem até uma ponta feminista. Em alguns pontos a Amy é um pouco irritante. Um ponto que eu achei muito legal é que ela conseguiu rever seus conceitos sobre outras pessoas, que ela tinha opinião formada de forma precipitada e acaba se tornando amiga.
Acho que o primeiro volume pode ser classificado como uma pequena critica aos padrões antigos, as fachadas e tradicionalidades. Me lembra um termo: "sepulcro caiado", que vem a calhar com o título da sociedade. Por fora, a sociedade se mostra impecável, mas quando abrimos a porta percebemos os podres dela, e como está caquética.
Para quem quer um pouco de diversão, eu indico.

Mais resenhas em: http://www.365livrosporano.blogspot.com
comentários(0)comente



Bia 11/05/2020

Resenha - Rosa & Túmulo

Tenho essa série mofando na minha estante já tem anos, mas eu sempre esquecia a existência desse livro. Na verdade, são tantos livros novos para ler que é demais pra minha cabeça, e sempre terá alguns que vão meio que ficar escondidinhos ali, ou apagados da minha memória, até que eu lembre deles de novo.

Amy Haskel esta na faculdade e esperando para ser chamada para a sociedade que ela sabe que fará parte, a Pena & Tinta. Uma sociedade que tem tudo a ver com ela. Mas inesperadamente ela recebe a ligação de uma sociedade convocando-a para uma entrevista, mas não é a sociedade que ela espera que ligasse.
Rosa & Túmulo é uma sociedade que possui muitos poderes, mas essa sociedade não tem nada a ver com Amy. Mas agora Amy está prestes a se tornar uma Coveira, um membro da famosa sociedade secreta, Rosa & Túmulo. A sociedade que até então só aceitava meninos, mas que este ano eles decidiram finalmente entrar para o século XXI, convocando meninas para a irmandade. Amy e mais cinco meninas se tornaram Coveiras, mas as coisas não serão fáceis, afinal nem todo mundo dessa sociedade concordou com a inclusão das meninas, e por tanto uma batalha pelo o lugar das mulheres, o feminismo e o machismo, será travada. Amy terá que entender seu lugar na Rosa & Túmulo (afinal, o que ela tem para lhes oferecer?), e se irá lutar pelo seu lugar na sociedade.

Fiquei surpresa com a leveza desse livro. O pessoal das antigas, que leu essa série há muitos anos atrás (pois hoje em dia essa série é difícil de achar completa no mercado), vivem idolatrando essa série. Eu sabia bem mais ou menos do que se tratava. Por conta do tanto de tempo que essa série ficou esquecida na minha estante, eu acabei me esquecendo um pouco do que ela falava além de uma sociedade secreta. Então quando peguei esse livro para ler, n minha cabeça eu iria encontrar um suspense. Um suspense muito bom envolvendo mistério sobre a sociedade secreta. Porém não é isso que temo no primeiro volume. Fiquei muito surpresa com o humor leve desse livro, o quão descontraído e muito divertido ele é, das risadas que ele me fez dar, do quentinho no coração que ele deixou.

Amy é uma garota meio louquinha e muito dividida, e um pouco atrapalhada. Também é muito persistente e cheia de atitudes, ao mesmo tempo em que ela deixa bem claro durante todo o livro que ela não é perfeita, prova disso é o seu relacionamento colorido com seu colega de escritório da editora do jornal da escola, Brandon. Ela não sabe que decisões tomar, não apenas com relação à Brandon, mas envolvendo alguns dilemas que cruzam seu caminho. O final do livro foi de cair o queixo com a atitude e todo o discurso dela em uma reunião logo no finalzinho do livro. Ganhou completamente meu respeito, mesmo em muitos momentos eu tendo ficado um pouco incomodada com uns momentos em que ela deveria se manifestar, mas não se manifestou durante o decorrer do livro.

Brandon é um personagem coadjuvante. É mais mencionado do que tem presença, e mesmo quando aparece é por brevíssimos instantes. Ele é um personagem fofo, mas que não foi tão trabalhado no livro.

Malcolm Cabot é um amor, ao mesmo tempo em que esse meu amor diminuiu só um pouquinho por causa de uma certa revelação que ele faz a Amy que até mesmo eu achei super injusto, ainda mais pelo fato de ele ter ficado aborrecido por ela ter ficado aborrecida quando ele não tinha direito de ficar aborrecido depois de fazer uma revelação dessas. Coitada da Amy kkk... Eu achei que ele foi um pouco dramático e até mesquinho nessa parte. Mas okay, tirando esse breve momento, eu realmente amei esse personagem, ele é muito divertido e descontraído e fofo também.

Poe (não descobrimos ainda o nome verdadeiro dele nesse livro, já que ele está usando o nome/apelido de fraternidade Rosa & Túmulo) é um calculista, orgulhoso, machista... Em fim, não é um personagem muito agradável, porém ele teve muito o que oferecer nesse livro além de breves momentos incômodos, me faz acreditar que nos próximos livros ele possa ter um destaque, já que ele é um dos membros importantes da Rosa & Túmulo.

Lydia é a colega de quarto e melhor amiga da Amy. Juntas estão entrando em uma sociedade, porém cada uma em uma sociedade diferente... A questão aqui é que Lydia se recusa a dizer qual sociedade. E tanto a protagonista quanto eu, ficamos extremamente curiosas e nos coçando para saber sobre essa sociedade misteriosa. Lydia infelizmente também não tem tanta presença assim no livro, porém sempre que aparece é um mistério a rodeando: Para qual sociedade foi convocada? Espero que nos próximos livros seja revelado!

Estou ansiosa para os próximos livros. Como agora sei que eles têm uma vibe bem descontraída e tranquila/divertida, é uma ótima recomendação para quando estiver precisando de um livro descontraído e divertido. A leitura é muito fluida (uma leitura tão rápida e gostosa que dá para terminar em um dia), os personagens e todo o conteúdo envolvendo a Rosa & Túmulo são maravilhosos. É um livro viciante e cheio de personagens que ainda tem muito que mostrar. Mal posso esperar para pegar o segundo volume!


site: http://biiabrito.blogspot.com/
comentários(0)comente



Thay 08/08/2010

"Por meio desta eu confesso:"
Não gostei tanto desse livro.

Motivos:
1) Repetitivo;

2) É um daqueles livros que tem um "grande" mistério pra ser desvendado e que te deixa ansiosa pra chegar o momento da grande revelação. Mas quando chega a hora, o tal mistério é "resolvido" em UMA linha;

3) Força pra ser engraçado e acaba tendo muitas piadas desnecessárias;

4) Deixa várias perguntas sem respostas (mas tem continuação, então vamos relevar);

5) Tive a sensação que a autora ficou "enchendo linguiça" e o livro me pareceu muito arrastado;

6) Tem muitos personagens, fiquei um pouco perdida;

7) Não gostei da narrativa :

7.1) Nos diálogos a Amy divagava muito, as vezes eu até tinha dificuldade em lembrar o que os personagens estavam conversando.

7.2) Você deve está se perguntando o pq de eu estar escrevendo em tópicos, não é? Bom. Porque a protagonista livro SEMPRE separava suas idéias, opções, lista de seus ficante, enfim, em TÓPICOS. Dá pra ter uma noção de como isso é irritante? Uma ou duas vezes a gente até releva, mas várias? Tenha dó.

Então é melhor eu parar de escrever dessa forma, caso contrário vocês não irão mais ler minhas resenhas. (Não façam isso, ok? ^^)

Todavia, a média do livro aqui no skoob é bem alta (4.3). O que significa que boa parte dos leitores de "Rosa e o Túmulo" não dividem a mesma opinião que eu. E essa alta classificação do livro demonstra que o mesmo também tem seus pontos positivos. Sobre os quais eu comentarei para não ser injusta.

Eu gostei do tema sobre as sociedades secretas, que é pouco conhecido e dá margem a uma estória emocionante e de grandes mistérios (que eu gosto bastante, mas que não foi o caso do livro em questão). É uma estória leve, água com açúcar, que de vez em quando é legal ler para espairecer. A narrativa tem suas partes hilárias (com tantas tentativas de ser engraçada seria quase impossível não rir um pouco). É narrado em primeira pessoa, pela Amy, o que torna o livro mais envolvente em minha opinião. E também gostei do fato do livro não ser reticente, como muitas séries o são.

A serie é composta por quatro livros:
1 - Sociedade Secreta - Rosa eTúmulo (publicado no brasil)
2 - Sociedade Secreta - Sob a Rosa (publicado no brasil)
3 - Sociedade Secreta - Rites of Spring (Break)
4 - Sociedade secreta - Tap e Gown
Clara 03/09/2010minha estante
Tirou as palavras da minha boca! Parabéns, hahaha! ;)


Thay 18/02/2011minha estante
Obrigada Clara...rsrs
bjos


Paula 30/05/2013minha estante
Adorei! você disse tudo ! o/




Camila 31/05/2010

Sociedade Secreta: Rosa e Túmulo
Eu não tinha muita espectativa em relação a esse livro porque ele não é muito conhecido! Entretanto, me surpreendi! Gostei muito da narrativa e a história é bem diferente, embora trate de uma realidade que para nós, brasileiros, pode ser bem estranha! Esse lance de sociedades secretas pode ser um pouco difícil de entender no começo, mas conforme o livro segue, as coisas vão ficando claras! Gostei muito da Amy e eu sabia que ela surpreenderia a todos!!

www.leitoracompulsiva.com.br
comentários(0)comente



Paula Wiele 03/06/2020

SENSACIONAL!
Leitura leve, divertida e fluída! Perfeito para curar uma ressaca literária
comentários(0)comente



105 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7