A Viajante do Tempo

A Viajante do Tempo Diana Gabaldon




Resenhas - A Viajante do Tempo


1452 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Alessandra 03/02/2011

Este livro destruiu minha paz...




Tudo começou quando eu fui a Saraiva Megastore tentar achar alguma coisa, qualquer coisa para ler, para tentar livrar minha mente do vício da saga Crepúsculo. Encontrei este livro inadvertidamente, escondido na prateleira de "autor estrangeiro", uma unidade apenas. Me interessei pelo título, porque aaaamo viagens no tempo (era apaixonada, quando criança, pelas séries "Túnel do Tempo" e "Voyager"). Comecei a ler a orelha e levei um susto com o tanto de informação contida ali (dica: compre este livro mas não leia a orelha! Tem spoiler pra caramba). Mas gostei do resumo e comprei a obra, tendo começado a ler assim que cheguei em casa. Era o ano de 2008.
Mal sabia eu que, com esta decisão, minha vida ia mudar radicalmente, e anos depois eu ainda ia sofrer horrores com a saga outlander - série de sete livros escritos por Diana Gabaldon, cujo primeiro é a "Viajante do Tempo". Como começar a descrever uma das melhores e mais bem escritas sagas de romances históricos que já li na minha vida? Este livro trata do começo da história de Claire, uma enfermeira que no cenário pós Segunda Guerra Mundial tenta reconstruir o seu casamento com uma viagem à Escócia com o marido, Frank. Mas durante um passeio pelas colinas daquele país, encontra um círculo de pedras misteriosas, que acabam levando-a a uma viagem no tempo, direto para a Escócia do século XVIII, no começo da batalha dos clãs escoceces contra o jugo da Inglaterra.
Ali, naquela época, Claire conhecerá um grande amor; e viverá aventuras maravilhosas, bem escritas, encontrando personagens cativantes e carismáticos.
O que mais eu gosto nos livros de Diana é que os personagens são críveis, tem vozes próprias, por assim dizer. Você acredita muito nos personagens; eles parecem falar com você. Quase que se pode sentir sob seus olhos as suas falas, seus dissabores e alegrias...isso é o que eu chamo de livro bom, minha gente.
Mas só dou um aviso: a Diana escreveu sete livros da saga Outlander. Seis estão traduzidos em português; o último, "An Echo in the Bone", não tem tradução. Meu desespero foi tão grande ao terminar o sexto livro que li em inglês mesmo o sétimo (penei horrores com todos os termos escoceses que a autora usa nas falas de alguns personagens), mas consegui. E agora estou aqui, pensando na história o tempo todo, sofrendo à espera do oitavo livro que só vai sair em 2012!!!
Vou na Saraiva Megastore de novo hoje...
bibinharamos 08/04/2012minha estante
Nossa...nem me fala nessa espera pelo 8º, q pelo jeito só ano que vem agora...


Savina 21/08/2012minha estante
Comigo foi mais ou menos a mesma coisa. Conheci o livro há uns cinco anos, bem antes dele começar a fazer realmente sucesso aqui no Brasil. Estava na livraria a procura de um novo livro quando encontro "A Viajante do Tempo" escondido em uma prateleira, também único exemplar da loja. Peguei para ler a sinopse no verso e ia desistindo do livro quando a última frase me chamou a atenção "Uma pergunta martela os seus pensamentos, insistente: o que fazer quando se conhece o futuro?". Comprei só por essa frase. Agradeço a ela até hoje. Já li uma quantidade razoável de livros (e grande parte excelentes), mas ainda não encontrei nenhum como a Viajante do Tempo. Quase morro esperando o segundo volume da série (que conseguiu se superar: nunca pensei de chorar tanto!). Hoje também estou esperando para comprar o 8°. Até já saiu, mas fiquei tão arrasada com o final do 7° que ainda não tive coragem de ler os dois últimos.


Nana 05/12/2012minha estante
SPOILER - Sério que vocês gostaram tanto assim? Tipo, minha história foi bem parecida com a de vocês, peguei o livro por acaso e chegava a sonhar o um escoces lindo que ia arrematar meu coração. Mas, depois que - SPOILER SPOILER SPOILER - a Brianna foi encontrar o Jamie e o George foi atrás e a história do bebê e tudo mais eu odiei e parei de ler. Fiquei muito decepcionada depois desse livro...


Autora Audrey Rose 06/08/2014minha estante
Gosta de viajem no tempo? não sei se curte mangá, mas deveria ler Anatolia Story, é muiito loco rs


Luciane Leite 04/11/2014minha estante
Meninas, eu ganhei Outlander 1 e quero começar a ler e fui procurar as continuações para comprar, mas só acho o volume 2 pela mesma editora e achei dois livros com o subtítulo de O Resgate no Mar na Saraiva, mas pela Rocco. Não quero começar a ler antes de saber da continuação, pq sou muito ansiosa. Vcs leram traduções de grupo ou eu que não estou sabendo procurar?


Edméia 09/04/2016minha estante
* Alessandra , comecarei a ler este livro hoje ! Estou aderindo aos livros digitalizados e estou gostando muito deles ! Bom , fiquei admirada com o número de páginas ! Todavia , diz minha intuição que eu gostarei muito ds história ! Teu comentário me ajudou , Alessandra ! Muito obrigada !!! ???


Telma.Almeida 02/01/2017minha estante
Estou obcecada pela série. Viciada. Quero e preciso ler todos. Não penso em outra coisa!


JAssica.Albano 07/06/2017minha estante
Eu iniciei a história esse mês, e como todas, foi amor a primeira página! No entanto, estou me sentindo traída com o segundo livro. Eu esperava muito saber o que aconteceria em XXX (vamos evitar os spoilers) e estava imaginando a cara do Jamie quando conhecesse a Brixxx... e aí abro o segundo livro e PAH! 20 anos depois!!!! O Jamie nunca conheceu a Bri???? Agora serei obrigada a parar de viver para conseguir ler tudo em 2 dias e entender como a autora pode me trair dessa forma.


kelka 29/07/2017minha estante
Não dei muita atenção quando vi o livro na internet. Mas encontrei a série no Netflix e comecei a ver ... logo fui atrás do livro...Nossa!! Destruiu a minha paz também!! Fiquei impressionada com os efeitos desse livro...me arrasou. Ainda estou no segundo livro, lendo em doses homeopáticas com medo de cada capítulo...rs


Bruna 05/10/2017minha estante
Estou assistindo a série e estou alucinada!!! Li sua resenha (6 anos depois) e só por causa disso percebi que também preciso dos livros! rsrs Obrigada!


Debs 22/12/2017minha estante
amei sua resenha, ainda bem q ou começar a ler agora em 2018, e nao vou ficar sofrendo esperando o lancamento dos livros.


Bruna 03/12/2018minha estante
Então por que você deu zero estrelas? kkk


Lele 21/06/2020minha estante
Alguém pode me dizer se vale a pena ler os livros se já vi a série?


Nivea Ceroni 05/07/2020minha estante
Leia a série Filha da Floresta e a trilogia Boudica! Vai se apaixonar também.


Edméia 07/07/2020minha estante
*Lele, o livro sempre vale a pena ser lido ! Boas leituras , menina !


julietesantoss 20/08/2020minha estante
Alessandra do céu. Melhor resenha da vida kkkkk. Uma dívida: vc já assistiu a série? Gostou?


aline.almeida25 09/09/2020minha estante
Li o livro pq amei a série! Mas o livro consegue ser melhor! Amo livros q vc se sente dentro da história. É um livro muito detalhado, você consegue ver e sentir tudo que os personagens estão passando. Super indico ? Estou lendo o 5


Nathiellen 19/10/2020minha estante
O oitavo livro vai ser lançado esse ano


Nathiellen 19/10/2020minha estante
Ja está na pré venda


Lury.Castro 09/11/2020minha estante
Estou aqui, 10 anos após este comentário, lendo o primeiro livro ^^ tenho um longo caminho pela frente!!! A Claire e o Jamie já roubaram meu coração, não tem mais volta!!!


Edméia 09/11/2020minha estante
*Lury , o tempo não importa ! Penso que ler deve ser um PRAZER ! Nada de obrigação, imposição !!! Boas leituras pra ti ! Um abraço.


15/11/2020minha estante
Também tem a saga spin-off do Lorde John. E outros livros, da autora, que enriquecem mais ainda a história


Dri 17/12/2020minha estante
Eu li todos! Amei cada um... estou à espera do 9°... no desespero...


Sarima55 04/01/2021minha estante
Se vc vir esta, hj em dia tem o seriado, vc sabe disso?


Sarima55 04/01/2021minha estante
Conheci a saga de Claire no início da pandemia, estou apaixonada.


Natty 12/02/2021minha estante
Como está a leitura do 8°livro?


Jade 08/06/2021minha estante
Vocês acreditam que eu conheci essa obra maravilhosa por uma fanfic?? Agora sou completamente apaixonada por tudo que tem a ver com essa divindade


Aryane Marques 12/07/2021minha estante
É melhor ler em português ou inglês? Tipo na versão traduzida a riqueza linguística de é diminuída? A experiência é melhor lendo em qual língua?(obs: não tenho problema em ler seja em inglês ou portugues)


Natty 12/07/2021minha estante
Meu inglês é bemmmmm fraco rrsrs...Bom ,ao meu ver ler no original é sempre melhor .


Aryane Marques 12/07/2021minha estante
Obrigada pela resposta :)


Natty 12/07/2021minha estante
Boa leitura ?


Viviane.Xavier 16/11/2021minha estante
Apaixonada pela série. Iniciei hoje o viagem no tempo. Amando


Edméia 18/11/2021minha estante
*Viviane, li o primeiro e o segundo livro ! Preciso comprar e ler os dois volumes que compõem o terceiro livro : "O Resgate no Mar" ! Parece que a Amazon oferece este livro em volume único ! Ele possui um total de 1431 páginas !!! O.O Um baita CALHAMAÇO !!! (Curto livros com mais de 500 páginas !!! Hehehe ). Boa leitura, Viviane Xavier ! Fiques com Deus. Um abraço.


Naty_loureiro 10/12/2021minha estante
Comecei a ver a série há uns três anos, pela Netflix, de forma totalmente despretensiosa, até pq, não curto séries. Mas, OutLander me laçou!! Eu não fã de romances, mas amo história! E o que mais tem em OutLander é conteúdo histórico.

Esse ano que comecei a ler o primeiro volume. Estou nas primeiras páginas e ...é ainda melhor do que a série ( como sempre!)!!! Pretendo devora-los!

Recomendo mesmo estando bem no início do primeiro livro. É fascinante !


Pitchulinha 25/01/2022minha estante
Como faz pra ler o livro?


Natty 25/01/2022minha estante
Amazon tem e-book,livro físico também pela editora arqueiro


Natty 25/01/2022minha estante
Amazon tem e-book,livro físico também pela editora arqueiro


Natty 25/01/2022minha estante
Amazon tem e-book,livro físico também pela editora arqueiro


Alice 05/04/2022minha estante
Você saberia me dizer a classificação?


Natty 05/04/2022minha estante
Talvez 16 anos


Natty 05/04/2022minha estante
Talvez 16 anos


Iolanda Rozinelli 10/05/2023minha estante
KKKKKKK "este livro destruiu a minha paz", me identifico TANTO


lady.irrelevante 08/06/2023minha estante
Compensa ler?


Angela 10/09/2023minha estante
Assisti à série e estou acompanhando pois após quase uma década acharam de continuar, é maravilhosa, fantástica, muito forte e realista, tanto que as vezes me deprime saber que tudo aconteceu com o povo daquele século.
Espero que o livro traga as mesmas sensações, costumo dizer que nunca retratam fielmente as letras.


Andréia G. 02/11/2023minha estante
Assisti a série e como vi nos comentários que o livro é muito melhor, já estou indo procurar na Amazon. Obrigada a resenha foi ótima.


Andréia G. 02/11/2023minha estante
Assisti a série e como vi nos comentários que o livro é muito melhor, já estou indo procurar na Amazon. Obrigada a resenha foi ótima.


Maria13693 27/11/2023minha estante
Eu fiquei fascinada!
Li e reli.


Maria13693 27/11/2023minha estante
Esperando o livro 8.


Luana 13/12/2023minha estante
Eai amg conseguiu ler?




Thay 24/05/2022

A viajante do tempo
Esse é um dos melhores ou talvez o melhor livro que já li na minha vida. Apesar de ser bem grande a leitura é fluida e fácil. Os personagens são complexos e você se importa com todos eles do começo ao fim. Eu não queria que o livro acabasse. É muito mais do que uma história de amor atemporal, o livro também fala sobre abuso, política e outras coisas. Não tem um livro que eu recomende mais que esse. Leiam!
Kleber 24/05/2022minha estante
Vou procurar comprar pra lê-lo... Você falou com tanto entusiasmo, parece eu falando da "A Menina que Roubava Livros" rsrs




Spidwrpool 25/03/2024

"Porque onde todo o amor existe, não há necessidade de palavras. É tudo. É imortal. E se basta."
Esse foi um livro que me fez ter vários sentimentos conflituosos, ele me fez chorar de emoção e tristeza, assim como ele me fez passar extrema raiva e incômodo, justamente por não ser um gênero que me agrada muito.
Tem muitos fatores que me levaram a essa confusão sobre gostar ou não.
Tento levar em consideração que se trata de um livro de época, nao posso criticar tanto algumas atitudes e acontecimentos por ser uma cultura diferente da nossa atual, isso tbm não quer dizer que não me incomode bastante.

O começo achei um tanto parado, sem contar a encheçao de linguiça e excesso de descrição das atividades que a protagonista fazia ao longo do seu dia.
Porém um pouco depois da metade, você consegue engatar mais na leitura, ela te prende bastante, foi realmente bem viciante a partir desse ponto.
Se você é um leitor que adora romance de época, esse livro é um prato cheio, certeza que irão amar!

Referente a protagonista, Claire, notamos que ela é uma mulher realmente madura e inteligente, que não fica fazendo drama e sabe o que quer.
Mas tem uma coisa que realmente me incomodou ao longo de toda a leitura, que eu acho que foi mais uma questão de escolha de escrita da autora na narração da Claire(?)
Eu tinha em mente que a Claire teria um choque de cultura maior a diferença das épocas.
Foi uma expectativa que eu coloquei, porém fui notando que ela não se incomodava ou se chocada com a maioria das situações que passava.
Senti falta da demonstração de emoções da parte dela, como estou acostumada nos livros, as protagonistas estarem sempre expressando sua emoções em momentos impactantes
Mas eu não via isso na Claire, ela não parecia realmente querer voltar pro seu tempo na maior parte do livro, não vi também tanta hesitação em dormir com outro homem ainda estando tecnicamente casada , ela parecia esquecer o Frank frequentemente.

Ou quando matou alguém pela primeira vez e simplesmente seguiu a vida como se não fosse algo marcante, o máximo que ela fez foi rir da situação depois, nunca mais foi citado o ocorrido
Ou oq realmente me irritou, ela passa por situações em que os caras tentam abusar dela ou acabam abusando/assediando mesmo, porém ela segue a vida como se nada tivesse acontecido, logo tá sendo amiguinha deles E brincando.
E tem a parte de deixar um bebê pra morrer sem se questionar muito ou tentar fazer algo, eu achei isso muito revoltante.
Essa total indiferença dela aos acontecimentos, a falta de emoção me irritou extremamente.

O romance em si foi feito de forma devagar no decorrer da historia, muito bem construído, a química deles é ótima, são super apaixonantes.
A diferença de idade é algo bem interessante também, o fato da protagonista ser mais velha que o mocinho é algo inusitado e bom, sendo uma época antiga, ela ter mais experiência que ele, foi um ponto muito positivo.
Eu preferia só que o início do romance demorasse mais pra acontecer, que o casamentos fosse só mais pra frente, eles percebendo que se gostavam aos poucos e isso fosse crescendo.
Não eles se casando direto sem nenhum sentimento envolvido ainda, só tendo uma amizade e um hot sem primeiro aquela tensão sexual, como aconteceu.
E por falar em hot, senti tanta falta dele, de algo mais explicito e detalhado, espero que melhore esse ponto nos próximos.

"Eu a desejei desde o primeiro instante em que a vi, mas eu a amei quando você chorou nos meus braços e deixou-me confortá-la"

Jaime é um dos pontos altos do livro, ele foi um dos motivos que eu tava mais ansiosa pra ler
O cara é um verdadeiro romântico e tão fofo!!
Uma das coisas que adoro nele é o fato dele ser um Golden, oq eu amo, um amor de pessoa, é impossível não gostar dele.

Mas o final da parte III me incomodou bastante, fiquei decepcionada com o Jaime, com as coisas que ele acaba fazendo e dizendo, achei desnecessário ele ter que bater na Claire, isso foi algo que eu não consigo perdoar apesar de tudo.
Porem tem algumas outras atitudes do Jaime, apesar deu gostar da personalidade, não combina com a imagem que acabamos criando dele.
A forma com em alguns momentos ele xinga mulheres, tanto a Claire, como a irmã de vagabundas, prostitutas e outras coisas, dizendo que a culpa é da Claire por sempre estar numa situação de quase ser estuprada.

Porem da pra passar um pouco o pano pra ele se formos considerar a época e tudo que ele sofreu, e pensa num cara que sofreu!! Do início ao fim, só se lascou e foi judiado, os capítulos finais da uma dor no coração com oq acontece com ele, é uma tristeza, quero ver como ele vai lidar com isso nos próximos livros

Apesar dos pesares, foi uma história que me intrigou muito e viciou, terei que continuar a ler e até mesmo assistir a série de TV que só ouso elogios!

Estou bastante curiosa com a parte da trama, da viajem no tempo, como isso vai ser explicado, quantas pessoas já passaram pelo portal e porque?? A Claire vai voltar? Muitas perguntas que quero respostas.
Valesca.Castelani 25/03/2024minha estante
Eu sou suspeita a falar pois amo eles ?


Aline MSS 30/03/2024minha estante
Eu amo e entendo total esse seus sentimentos conflitantes e é exatamente isso q me faz gostar essa série. Nada é previsível e os altos e baixos me conquistam demais! Tem a assistir a 1a temporada e entrar pro fã clube. ???


Aline MSS 30/03/2024minha estante
Escrevi na empolgação e errei tudo,as acho q deu pra entender. ???Boa Páscoa!


Spidwrpool 31/03/2024minha estante
@Aline eu já assisti 3 episódios da 1° temp e já estou adorandoo, ate mais que o livro pra falar a vdd, a química deles está bem mais evidente tbm, além de maravilhosa ? e tô sentindo a Claire mais expressiva nas emoções dela. Acho que até vou gostar mais do Jaime aqui, um grande de um gostoso esse ator!! kkkk
Feliz Páscoa?


Aline MSS 03/04/2024minha estante
Simmmm. Um dos elencos mais bem escolhidos para uma adaptação q já vi na vida. Os atores são lindos e só vai melhorando. ???


Valesca.Castelani 03/04/2024minha estante
Quimica 3 episodios ainda depois vc me conta ?? ai sim vai ver o que é quimica




Debora.Mello 14/02/2021

Ganhou meu coração!!!
Simplesmente amei o livro, já tinha assistido a série mais nunca tinha cogitando na ideia de ler os livros, tanto pelo tamanho deles que são enormes a quantidade de páginas quanto pelo valor em si. Porém veio a LC e me dei essa oportunidade.
E foi aquele ditado: Como que eu não li esse livro antes???
Estou ENCANTADA com a história com os personagens, é uma leitura super fluída de linguagem de fácil compreensão.
A história vai girar em torno de Clare, uma inglesa e médica que trabalhou no exército exercendo sua função por 6 anos, e durante essa trajetória estave casada com Frank um professor de história. Durante sua estadia na Escócia para sua (2°lua de mel). Eles visitam locais e tudo mais, em uma dessas visitas conhecem o círculo de pedras em Craigh na Dun . Que é rodiada de mistérios e que mudará a vida de Clare para sempre.
Luana.Camila 18/02/2022minha estante
*enfermeira




Yally 09/07/2023

Arrebatador
Simplesmente perfeito. MEU DEUS QUE ESCRITA INCRÍVEL!! É uma riqueza de detalhes, história muito bem pensada e estruturada. Personagens maduros, que n enchem o saco com problemas inexistentes, complexos e personagens secundários estranhamente cativantes. Romance, drama, história, brutalidade... tudo na medida certa. Super indico a leitura
Teresinha 09/07/2023minha estante
Série e livros .... Perfeição!


Yally 09/07/2023minha estante
Simm ??


Rubens.Memari 12/07/2023minha estante
Está na minha lista!


Yally 16/07/2023minha estante
Apenas leia, pois é muito bom kkkk




Claire Scorzi 19/03/2009

E apresentando Claire & Jamie
A melhor resenha em que pude pensar é falar do meu casal literário favorito (falando só dos contemporâneos, claro) apresentando cada um:

Jamie - É corajoso, espirituoso (do tipo humor negro muitas vezes - inclusive quando está coberto de ferimentos), atraente, loucamente apaixonado, teimoso; com notável resistência à dor (menos quando é Claire quem está sofrendo), nobre, 0Km (Claire foi a primeira a estreá-lo), capaz de sacrificar-se ao ponto de se pôr nas mãos de um sádico tarado... Tudo por Claire. É curiosa mescla de inocência com malícia, excelente aluno naquilo que importa (uaaauu); seu desprendimento e sua franqueza são espantosos. Diz algumas das coisas mais engraçadas e outras das mais lindas que há.


Claire - Corajosa, leal, perdida entre dois mundos e tomando decisões difíceis, doce raras vezes, mas amando em atitudes, dona de cabelos com cachos indomáveis, honesta até onde é possível, enfermeira dedicada; capaz de enfrentar lobos famintos, escoceses teimosos, parentela egoísta, prisões inexpugnáveis, de matar soldados, realizar uma cirurgia restauradora nas condições precárias do séc. XVIII e até de forjar um pesadelo com drogas para salvar o corpo e o espírito de Jamie, que ela ama de paixão.
Natalie Aurora S. 26/06/2022minha estante
Querida Claire gostaria de agradecer-lhe muitíssimo pelos seus vídeos sobre os livros da série Outlander.

Já tinha começado a assistir o seriado mas não havia experimentado ainda a vontade de ler os livros. Tudo mudou quando eu assisti você falando deles. Você os descreveu com tanto gosto e com tanto carinho que eu me apaixonei pela idéia de lê-los.

Aos poucos estou conseguindo os da edição cujas capas eu mais gostei, que são os que você mostrou. O primeiro, A Viajante do Tempo, eu comprei no Shopee, o volume dois do O Resgate no Mar eu consegui trocar aqui e da mesma skoober eu comprei A Libélula no Âmbar.

Já comecei a ler o primeiro e estou muito encantada. Mesmo já sabendo boa parte da história é simplesmente mágico ler a mesma nas palavras da Diana Gabaldon.

Muito obrigada mesmo, sempre assisto seus vídeos, são sempre uns dos melhores momentos meu no YouTube.

Beijos, Natalie Aurora.




Aline Michele 09/08/2021

E se o seu futuro fosse o passado?
Em 1945 Claire Randall está curtindo uma segunda lua de mel com o maridão Frank, em Inverness, Escócia e durante a viagem vai até um círculo de pedras onde acontece alguns rituais misteriosos. Alguns dias depois, volta até as pedras e sem explicação nenhuma se vê no ano de 1743, numa época muito antes da sua onde a Escócia é um país violento, dominado por clãs e costumes muito diferentes. Nessa época acaba conhecendo e se apaixonando por Jaime, um jovem guerreiro de um clã e fica num impasse entre ficar nessa época ou retornar a sua.

Fazia muito tempo que eu queria ler esse livro, desde que prestei atenção na abertura da série e vi que era baseada na obra de uma autora chamada Diana Galbadon. Eu amo ler os livros que originam séries e filmes, pois eu sempre os acho melhores (com raras exceções).

Diana criou algo fantástico aqui, aquela frase da capa “E se o seu futuro fosse o passado?” é sensacional. Porque é realmente isso que a história trata. O futuro dela se passa muitos anos antes dela sequer pensar em nascer. É fascinante. Eu fiquei dias pensando em como isso aconteceu e por quê. Não cheguei à conclusão nenhuma.

Os personagens são muito bem construídos. Tao bem construídos que eu tive um leve ranço de alguns (Jaime) por conta de algumas atitudes machistas e que não fazem sentido algum.

A Claire é incrível, inteligente, apaixonante, corajosa e se eu fosse ela não ia levar essa história de uma forma tão calma como ela. Eu ia entrar em desespero imediato, assim que soubesse em que época estava e no meio de quem estava. Sério, ela foi muito calma em muitas situações.

O Jaime, como já citei acima, é muito machista. Okay, a época era outra, mas não me desce homem achar que mulher tem que ser submissa, obedecer às ordens e ainda por cima apanhar por algo ou por costume. Sem falar no julgamento que ele fez de sua irmã, que eu achei ridículo e me enfureceu por páginas e mais páginas.

Dito isso, ele é um dos personagens mais fortes que eu já conheci na vida. Nossa, eu fico imaginando toda a dor e torturas que ele foi submetido e isso me embrulhou o estômago.

E não tem como falar deles dois sem mencionar Jack e Frank Randall. Haha genial o fato do marido da Claire, Frank ter como antepassado o Jack, um soldado inglês que tem uma paixão doentia pelo Jaime, sendo ele o responsável por praticamente tudo de ruim que acontece com o Jaime. Sério, o cara é doente.

O livro é claro tem muitos outros personagens incríveis, fora o fundo histórico. Não sei o quanto de verdade tem por trás das páginas, essa coisa de clãs, Jacobitas e Escócia não é muito o meu forte, mas do jeito que autora conta, parece ser verdade.

Pena que o livro seja tão longo.

Acreditem, eu não tenho nada contra livros longos. Eu adoro ler sagas e nunca desisti de ler um livro por ele ser um calhamaço. Mas esse livro foi difícil para caramba para terminar. Minha nossa senhora, como foi longo.

Os capítulos são muito extensos e muito descritivos. Sabe aquele livro onde a pedra é descria em seus mínimos detalhes? Pois é, esse é o caso aqui. E meo deos, como isso dá sono. Em mim, ler esse livro a qualquer horário tinha efeito sonífero. E pior, os capítulos eram tão longos e tão descritivos que quando chegava no final eu já tinha esquecido o que tinha acontecido no começo.

Fora isso o livro é ótimo. Estou curiosa para saber como ela foi parar lá e quem era o homem misterioso que estava na frente do hotel deles em 1945 e que parecia ser do passado. Recomendo.
Julia Simões 09/08/2021minha estante
Amei a resenha


Aline Michele 09/08/2021minha estante
Obrigada ?


Bela 12/08/2021minha estante
Parece que a Diana só vai revelar quem é aquele homem que apareceu no hotel no décimo livro, para fechar a história, uma jornada pela frente kkkk


Aline Michele 12/08/2021minha estante
Sério Bela? Kkkk Meo Deos e como eu sou curiosa vou ler né kkk


Analu. 12/08/2021minha estante
Eu ainda quero ler, tinha pensado em começar esse ano mas quando pego uma série gosto de ir até o fim independente se achar chato no meio do caminho. Não gosto de deixar pela metade.
Então como essa além de ser uma grande, os livros são calhamaço estou enrolando kkkkkkk mas quem sabe ainda esse ano começo


Aline Michele 12/08/2021minha estante
Analu menina, imagina você ler os dez em sequência?? Kkk




Tamirez | @resenhandosonhos 06/09/2018

A Viajante do Tempo
A leitura do primeiro livro foi um pouco lenta no início, já que a série é super fiel e a principio tudo que estava lendo já havia visto acontecer. Porém, após as primeiras páginas mergulhei de cabeça no livro e devorei todas as 800 páginas.

Outlander – A Viajante do Tempo vai contar, em 1945, a história de Claire Randall, uma inglesa que serviu como enfermeira durante a Segunda Guerra Mundial e agora tenta se reaproximar do marido, Frank, em uma viagem a Inverness nas Ilhas Britânicas. Frank está pesquisando seus antepassados, que viveram no local e Claire está aproveitando para conhecer novos lugares e aprender mais sobre ervas e curas. Em uma das aventuras da viagem Claire acaba presenciando um ritual junto ao círculo de pedras de Craigh na Dun. Mais tarde ao retornar ao lugar sozinha, Claire sente uma força e ao alcançar uma das pedras algo inexplicável acontece. Ela acorda em 1743 em meio a uma Escócia em guerra, dominada pelos Clãs das grandes famílias.

Tanto o exército inglês como os clãs escoceses não sabem dizer se Claire é uma aliada ou uma espiã dos inimigos e o seu farto e para 1743, inexplicável, conhecimento em cura não colabora para que sua índole seja comprovada. Levada pelo Clã Mackenzie e procurada pelos ingleses ela não sabe o que fazer para voltar a Inverness e tentar retornar para o seu tempo certo e para sua vida. Entre os Mackenzie Claire vai conhecer Jaime Fraser, um jovem que pode mudar a sua vida e os seus desejos de voltar pra casa.

A história é maravilhosa e a narrativa da autora é super leve e bem construída. Aos poucos vamos vendo o desenrolar da história acontecer e sentimos muitos sentimentos diferentes conforme Claire enfrenta seus desafios para permanecer viva e encontrar novamente o caminho para casa.

Jaime vai aos poucos ganhando nosso coração e sabemos que será algo difícil estar na pele de Claire. Ela tem um marido esperando por ela, mas no momento atual, esse homem representa outra coisa, e há um jovem guerreiro a defendendo.

O contexto histórico é muito legal e é sempre algo que eu levo muito em consideração. A personalidade de Claire é muito forte e não a vemos se dobrar frente as dificuldades da mudança drástica de época, a limitação das condições de saúde e até a visão de ela ser uma possível “bruxa” por saber técnicas desconhecidas de cura.

A série está seguindo um caminho muito semelhante ao livro e já teve a primeira metade da primeira temporada liberada, com 8 episódios. Os episódios restantes vão ao ar a partir de abril de 2015 e deve terminar exatamente no fim do primeiro livro. A escolha dos personagens foi ótima e enquanto lia tinha a imagem perfeita deles em minha mente, portanto, super recomendo :D

“Porque onde todo o amor existe, não há necessidade de palavras. É tudo. É imortal. E se basta.”

site: http://resenhandosonhos.com/outlander-a-viajante-do-tempo-livro-e-serie/
comentários(0)comente



Doufe 05/04/2014

Um Guia XY de como ler Diana Gabaldon
Apesar de ser voltado para as moçoilas, é possível que alguém do público masculino aprecie a história se você souber quais trechos pular!

Passei por cima de capítulos inteiros e, ainda assim, não senti qualquer perda na coesão do enredo. Isso porque dá para encarar A Viajante do Tempo de duas maneiras:

1. Como um romance meloso, cheio de frases emotivas e absurdas feitas para pessoas que também gostaram de ler Stephanie Meyer ou Nora Roberts (embora a Diana faça tais coisas com muito mais estilo)

2. Ou como uma aventura histórica inteligente e bem detalhada.

A boa notícia é que os Trechos-Açúcar predominam no meio do livro. É uma pena que, logo após um desfecho brilhante para um dos conflitos do enredo (o casamento "arranjado", e o posterior segredo do Jamie, foram resoluções muito engenhosas e divertidas), ela tenha se aprofundado em mimimis erótico-contemplativos (normalmente um escritor teria suprimido essas partes e as deixado a encargo da imaginação do leitor, mas suponho que as meninas se derretam com esse tipo de coisa). A dica é: quando ela começar a descrever demais os cabelos ruivos, o corpo másculo e forte, ou os cílios do mocinho cílios que começam claros e terminam escuros? Deus, francamente! pule! Pule tudo até aparecer o nome de alguém que não seja Jamie.

No geral, porém a estória de uma enfermeira em lua-de-mel nas Highlands escocesas; que, por meio de uma Stonehenge fictícia, vai parar no séc. XVIII; e que, por causa de suas roupas do séc. XX, é tomada por prostituta pelo ancestral do seu marido tem que ser uma aventura brilhante!

O ponto alto da Gabaldon é que ela tem umas reviravoltas de enredo fabulosas. Tem muita coisa inesperada e engraçada (para uma mente masculina, pelo menos. Eu ria de quase tudo). E, mesmo narrando em primeira pessoa, ela consegue criar um mundo exterior muito vívido - dá pra sentir o cheiro de todos os lugares aonde a Clair vai. Além de que ela tem um estilo textual muito bonito e apropriado pra ambientação da narrativa. Se for possível ler em Inglês, essa característica se acentua.

Embora os momentos de romance sejam incompatíveis com testosterona (risos descontraídos salte-os! Pule-os! Ignore-os todos!), devo dizer que me impressionei com o livro. A imagem que ficou foi: uma autora extremamente imaginativa e altamente meticulosa com seus detalhes. Não é à toa que já se conte mais que uma década desde que ela começou a escrever a série.

Michelle Gimene 12/04/2014minha estante
Hahaha... adorei sua resenha/guia XY para livros femininos. Concordo plenamente com você. Eu detesto livros melosos, então posso imaginar que, para um homem, deve ser ainda mais irritante. Mas nem todas as escritoras apelam para o açúcar, viu? Há muita coisa interessante por aí, basta procurar. ;)


Ana 03/07/2014minha estante
Excelente! Ando meio chega pra lá de livros melosos, pulei algumas partes tb kkk, mas o livro é ótimo! Vale a pena!!! Vou mostrar essa resenha pro meu esposo pra ver se ele dá uma chance ao livro hahaha


Vanessa 09/09/2014minha estante
Nunca achei esse livro meloso e me espanto quando alguém diz que é, não sei porque, eu acho o romance deles natural, diferente de outros livros atuais, aonde o romance cada vez mais fica banalizado e não convence tanto.


Janaina Beserra 15/10/2014minha estante
rsrs gostei da resenha! principalmente por vir de um homem.
Vou começar ler o livro hoje e já ouvi tanta coisa dele, que estou com medo de ficar decepcionada.


Daniela 12/02/2015minha estante
Adorei a sua resenha , tipicamente masculina... mas não achei o livro meloso e confesso que gostaria de ter um romance como o deles, leve, cheio de hãn... se é que você me entende (suspiros, suspiros...)
Grande abraço!!


luanna.jales 16/05/2016minha estante
Ah pelo amor de Deus... Como se o George Martin não descrevesse cada pêlo no corpo da Cersei também, ou o Victor Hugo não tivesse capítulos que me faziam revirar os olhos de tanta melozice. Livros deste tipo não são exclusividade de mulheres, nem apenas para mulheres. Não acho que a sua review seja ruim, mas que é um tantão sexista, isso é, porque você se admira com a capacidade dela como escritora, APESAR de ser mulher.
Só pra avisar, Nicholas Sparks, rei da literatura água com açúcar, é homem, e tem o John Green também.


Doufe 04/07/2016minha estante
Oi, Luanna, obrigado por sua resposta.

Desculpe-me se pareci sexista, mas não quis dizer que os excessos descritivos sejam exclusividade da autoria feminina - também acho G. Martin uma canseira sem fim nesse aspecto. Digo, ao invés, que o tipo de idealismo na figura do Jamie trazido pela Gabaldon seja sim direcionado ao público feminino, o que em si não é um defeito na minha opinião.

Vou me abster da discussão sobre se a ótica diferenciada das mulheres sobre os assuntos existe ou não (e que, por sinal, acredito que tenham, e por isso me ocupo bastante lendo o estilo particular de escritorAs), por qualquer que sejam os fundamentos - biológicos ou culturais. No entanto, longe de mim admirar a boa escrita da Gabaldon "apesar de ela ser mulher". O centro do meu argumento é que o livro é muito bom "apesar de" eu ter pulado vários pedaços.


zafirakc 29/05/2017minha estante
Douglas, achei a sua resenha muito interessante! Após meses vendo somente o ponto de vista feminino, confesso que sua opinião é bem coerente com a visão masculina do romance. Nem sei explicar (apesar de ser mulher e ter gostado MUITO do livro) o que ele tem de tão especial. Não sou uma pessoa romântica, exatamente, pelo menos na maioria dos casos. Talvez a Diana Gabaldon tenha colocado um personagem masculino que é tudo que as mulheres sonham: corajoso, justo, valente, bem humorado, forte, destemido, jovem e lindo (dá pra resistir a tudo isso?). Essa receita é infalível. Mas para o público masculino deve ser bem enfadonho esse mimimi. A pesquisa histórica apresentada ao longo dos capítulos é minunciosa e é um dos pontos fortes do livro, na minha opinião. Mas tudo fica em segundo plano quando estamos lendo sobre Jamie e Claire... esse amor que desafia o tempo, as adversidades, as guerras, os clãs. E como se amam esses dois. Água com açúcar total, dramalhão assumido e muita vontade de saber como isso vai acabar. Mas, serão 10 livros e o último nem está pronto ainda. Haja potes de mel...




Ge 02/06/2020

AMEI
Eu comecei a assistir a série e fiquei muito viciada e apaixonada na história, então descobri que o programa de tv era baseado em uma série de livros. Tomei a decisão de ler, mas com aquele receio de os livros serem muito melhores e eu pegar ranço da série, como normalmente acontece com adaptações, porém a série fez um trabalho excelente na adaptação e se você pegar o livro pra ler por causa dela, não vai se decepcionar com nenhum dos dois.

Falando agora apenas do livro, eu achei a história incrível, bem desenvolvida e os personagens são muito cativantes, o que te faz querer ler sempre mais e torcer muito por eles. É um livro que te deixa envolvida do começo ao fim e te faz apaixonar por todos os elementos que o compõe.

A única reclamação que eu tenho a fazer é em relação ao tamanho dos capítulos, tem alguns muito longos e outros muito curtos, sendo a maioria mediana; esse estilo não me agrada muito, porque me faz sentir que a leitura não está rendendo.

Se eu recomendo? 100% que sim!

site: https://www.instagram.com/bookhuntersx/
Manu Boschetti 13/08/2020minha estante
Eu fiz um vídeo recentemente falando sobre esse livro é to fazendo dos demais, o primeiro realmente é um dos melhores.
https://youtu.be/vy2oDzbhr0w




Caroline Gurgel 18/02/2014

Dilacerante e cruel, mas ainda assim, cativante...
Lá estava eu, me sentindo "órfã" após o término de uma trilogia incrível e arruinada para qualquer estória que não fosse, oh!, tão magnífica quanto aquela! Lia uns e outros e, mesmo gostando, sentia falta de algo grandioso. Um belo dia não tão belo assim, pois esse livro foi dificílimo de encontrar resolvi escutar as recomendações de umas amigas e ver o que de tão bom tinha em Outlander. Tudo que eu sabia era que a moça caía 200 anos no tempo, mais nada.

Primeira página: Inverness. Ponto. Ganhou-me! Se você é alucinada pela Escócia como eu, vai enlouquecer. Se não é, vai ficar.

A inglesa Claire, enfermeira durante da II Guerra Mundial, casou-se com Frank Randall, um professor universitário, pouco antes do início da Guerra, que logo os separou. Após a guerra e novamente reunidos, seguiram para Inverness - norte da Escócia. Frank era fascinado por história e por seus antepassados. Certo dia, Claire vê uma cena esdrúxula e um tanto mística em Craigh na Dun - uma espécie de Stonehenge fictícia, um círculo de pedras misterioso - e resolve retornar ao local e ver se poderia encontrar algo por lá que explicasse tal cena. E é aí que tudo começa.

Claire passa por uma pedra, como uma fenda no tempo, e surge cerca de 200 anos antes, em 1743, no mesmo local, com as mesmas roupas que usava. Os homens das Highlands que a encontram não entendem quem é aquela mulher. Uma prostituta? Uma espiã? Uma bruxa? Na dúvida, levam Claire até que descubram quem ela realmente é. Eis que surge Jamie, e se seu coração pulsa e você precisa de ar para viver, anote minhas palavras: você vai cair de amores por Jamie, muito! E você vai sofrer por ele, tanto, tanto...

Para os mais avessos à fantasia, asseguro-lhes que a única parte que caracterizaria essa história como tal é a "queda" no tempo e nada mais. Todos os personagens são plausíveis e suas atitudes completamente condizentes com a época e o local. A autora mistura mitos da região, contos, religião, medicina, crenças, batalhas, brigas, amor e ódio... Nos transporta para uma época em que a tortura e o abuso eram rotineiros e os homens, uma espécie de brutamontes. As mulheres que conheciam ervas e misturas que curavam eram confundidas com bruxas e queimadas em praça pública ou condenadas à forca, atraindo curiosos que aplaudiam fervorosamente.

Se eu fizer uma analogia entre o livro e um castigo, eu diria que a autora começa com uma palmadinha, passa para um tapa, um soco, uma surra, até que, no final, açoita e deixa tudo em carne viva. Então, não se enganem com o início leve e divertido dessa história, que certamente não é para os mais frágeis. Os capítulos finais são de uma dureza que eu jamais tinha experimentado em um livro. Aquilo doeu em mim, lá dentro, dilacerou meu coração, corroeu tudo que podia, esgaçou cada pedacinho do meu peito. Fechei e reabri o livro infinitas vezes, e quando parecia que a ferida ia cicatrizar, a autora vinha e botava o dedo, fazendo todo o sangue jorrar novamente. Por mais que eu tentasse - e eu tentei, ó, como tentei - não visualizar a cena, ela estava lá, a cada fechar de olhos, a cada pulsar, na minha cabeça. Oh, doce Jamie! O que eu faria por você?

Vi alguns poucos comentários na Amazon falando do "absurdo" de um certo castigo que ocorre lá pela metade do livro, que as pessoas não deviam admitir isso e bla-bla-bla. Que parte perderam da leitura? Certamente a de que a estória se desenrola em meados do século XVIII, em plena região das Highlands escocesas! Estive em Inverness em 2010 e é fácil imaginar como era aquilo séculos antes. Se nos dias de hoje a lenda - mesmo contada como lenda - do monstro do Lago Ness ainda sobrevive e é um dos principais atrativos da cidade, imagine o que não era aquela região em 1700?

Apesar das torturas, boa parte dessa estória é alegre e até engraçada. A maneira como os personagens principais se provocam nos mais inusitados momentos levaram algumas boas risadas minhas. Além disso, a excelente caracterização da época, dos costumes locais, da tradição dos kilts, da relação entre pai e filho e entre marido e mulher, da arquitetura e da natureza, as brigas entre os clãs, entre ingleses e escoceses, foram um deleite e um aprendizado à parte. A escrita é outro ponto alto, sempre envolvente, elegante e formal, cativa o leitor desde as primeiríssimas páginas.

É uma bela história de amor entre duas pessoas de épocas tão diferentes, mas que encontram um no outro tudo o que precisam. Um é a base, o outro a estrutura. É daqueles amores assim, difícil de esquecer, que marca, que permanece, que dá saudades, que te prende. É daqueles amores inquebrantáveis, sólidos, raros, que abdica... Jamie e Claire, um herói e sua heroína, no mínimo, fascinantes.
Mariana 18/02/2014minha estante
Mais uma resenha espetacular, Caroline
Parabéns


Camila 18/02/2014minha estante
PQP! Que resenha incrível!
Você tem um dom pra escrever resenhas e demonstrar o que sentiu no livro que é único.
Bjus


Sabbra 19/02/2014minha estante
Nossa Carol, se eu ja tinha ficado curiosa pelo livro agora então.....Você escreve super bem mesmo, Parabéns,


Sabbra 19/02/2014minha estante
Nossa Carol, se eu ja tinha ficado curiosa pelo livro agora então.....Você escreve super bem mesmo, Parabéns,


Caroline Gurgel 20/02/2014minha estante
Obrigada, meninas!
Vocês são umas fofas, mas a culpa é do Jamie! haha
bjss


Carol 21/02/2014minha estante
Ótima resenha, xará! Descreveu exatamente o que eu senti. Leitura imperdível!


Caroline Gurgel 15/08/2014minha estante
Obrigada, Carol! =))


Andréia Karoline 27/11/2014minha estante
Amo tanto tanto tanto que não consigo fazer resenha! Ótima resenha, parabéns.


Andriele 26/08/2015minha estante
Carol, suas resenhas são sempre as melhores!


Adriana.Fonseca 09/08/2018minha estante
Parabéns, resenha maravilhosa.




Jenifer Tertuliano 01/05/2021

Surpreendentemente bom!!
Eu não esperava de modo algum que esse livro fosse se tornar um favorito nas minhas leituras, mas sim, esse plot é real kkk
A história em si é diferente sabe, tem um pouco de magia, tem aventura, tem amor, tem brutalidade, tem amizade, tem respeito, tem sarcasmo (muuuito), tem diálogos super inteligentes e ótimas reflexões sobre sobre vida... eu sei que uma determinada cena em questão pode incomodar muitos leitores, e me incomodou a primeiro momento, mas quanto mais eu lia, mais compreendia que não foi uma situação romantizada e a autora quis passar cono a justiça era feita na época, sendo você homem ou mulher.
O amor que é construído no livro é muito bonito, transparece confiança e conforto, no é forçado e nem bobinho, é quase real.
Achei excelente e recomendo!!
doctor 01/05/2021minha estante
Esse livro é incrivelmente fantástico da primeira até a última linha. Bem como voce disse, é quase real; sobre tudo.


kitski 01/05/2021minha estante
outlander é perfeito




Lara.Bia 29/12/2021

Finalmente li esse livro que estava na minha lista a anos!
Eu já quero dizer que assisti a série antes de ler o livro e sinceramente, amei os dois. Faz tempo que eu assisti, mas pelas minhas memórias - que não são muito confiáveis- é bem parecido. E parabéns Claire, conseguiu sobreviver naquela época, que eu tenho certeza que eu não sobreviveria uma semana, e ainda fisgou um bonitão!
Teve algumas partes em que eu fiquei cansada, pois a Claire pensa e descreve absolutamente tudo e também porque toda hora o Jaime tinha que fazer o papel de herói e resgatar ela de alguma burrada em que a Claire se enfiou. Mas fora isso, foi uma leitura que me distraiu e me deixou mais feliz, pretendo ler os próximos daqui a algum tempo.
comentários(0)comente



Nat 17/03/2022

Outlander
Gostei muito da história. Algumas partes foram bem arrastadas, demorei a ler porque não sentia curiosidade para saber o que iria acontecer porque parecia sem perspectiva de alguma emoção - isso era angustiante.
O final gostei bastante- movimentou a história e me deixou curiosa para o segundo livro
comentários(0)comente



Jade 11/11/2021

A Viajante do Tempo
"Você é sangue do meu sangue e ossos dos meus ossos.
Dou-lhe meu corpo, para que nós dois sejamos um só.
Dou-lhe meu espírito, até o fim de nossas vidas."

E se eu disser pra vocês que eu conheci essa história incrível através de uma fanfic no Wattpad a ANOS atrás? Gente sério KKKKK eu li a fanfic (que é uma mistura do livro com a série no universo de Naruto) e fiquei COMPLETAMENTE APAIXONADA daí fui ver a série e me viciei de vez e agora FINALMENTE li o livro e foi uma experiência muito legal!

Ler esse livro foi simplesmente sensacional, não tem como descrever de outro jeito. Diana Gabaldon deve ter passado SÉCULOS pesquisando sobre a história da Escócia (e a história em geral também) pra poder escrever esse livro e valeu a pena pq o contexto histórico consegue ser fiel sem deixar o leitor perdido (pelo menos EU não fiquei perdida KKKK mas acho que ver a série antes de ler o livro ajudou bastante também).

Senti milhares de emoções! Chorei tanto que pensei que fosse morrer desidratada (principalmente no final do livro, oh finalzinho pra ser sofrido misericórdia), senti ódio, raiva, nojo, angústia, tristeza (GENTE PELO AMOR DE DEUS PESQUISEM OS GATILHOS ANTES DE LER, ESSE LIVRO NÃO É PRA QUALQUER UM), fiquei com a opinião dividida demais em algumas partes (eles estão em 1743/1744, certas coisas não funcionam do mesmo jeito que hoje e isso me fez quebrar a cabeça diversas vezes tentando entender os dois lados) mas também ri demais (ao ponto de perder a respiração e ficar com a cara parecendo um tomate), fiquei feliz, emocionada e com o coração quentinho (principalmente quando o Jamie fica completamente cadelinha da Claire). E os hots? ? Sem palavras

É isto, estou ansiosíssima pra ler o próximo (inclusive acabou de chegar mensagem dos Correios avisando que ele tá chegando) e recomendo demais o livro (dizendo novamente pra pesquisar os gatilhos antes de ler senão chegando na metade do livro vai vir falar que ele é ruim pq tem violência, tem isso e aquilo PESQUISE ANTES E SE ESTIVER CONFORTÁVEL LEIA depois dê sua opinião)

P.s:. Pra quem quiser ler a fanfic tem no Wattpad e o nome é Séculos. É NaruSasu, ou seja, YAOI está avisado bjos ??
comentários(0)comente



1452 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR