Princesa Mecânica

Princesa Mecânica Cassandra Clare




Resenhas - Princesa Mecânica


235 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Jess 19/09/2019

"Nossos corações precisam de um espelho, Tessa. Enxergamos o melhor de nós mesmos naqueles que nos amam. E existe uma beleza que só a brevidade oferece"

Cassandra sabe como criar um universo fantasioso e sabe como dar vida aos seus personagens de maneira única e cativante. Tudo pareceu ser pensado nos mínimos detalhes para que todos os livros se interligassem e isso é magnífico.

Devo ressaltar alguns pontos que me incomodaram um pouco: Jess foi uma personagem não muito bem aproveitada e ela tinha potencial para tal, uma caçadora de sombras que não queria ser uma caçadora é algo inédito nos livros da Cassandra e desenvolver isso será bem interessante, por tanto achei o fim da personagem muito precipitado e sem sentido algum. Uma pena.
Outra coisa que me incomodou também foi como derrotaram o Mortmain, ele passou três livro aterrorizando a todos para morrer de uma forma tão fácil e rápida chegou a ser um pouco humilhante. Senti que essa parte foi toda uma pouco corrida, como se a Cassandra quisesse se ater apenas ao final do triângulo amoroso, tanto que os capítulos seguintes foram focados neles, não que eu esteja reclamando, gostei bastante, mas mesmo assim senti que o foco foi deixado um pouco de lado.

Os pontos que me agradaram foram muitos, mas em destaque devo dizer que a construção da amizade do Will e do Jem é primorosa e bem profunda, por mais que a Cassandra tentasse explicar era impossível, eu senti o quão eles se amavam e isso ia além de palavras, por isso entendi o envolvimento da Tessa com os dois e achei razoável e amei o final que foi dado aos três, muito digno. No mais, Peças infernais está entre os meus livros favs e recomendo muito ??

"- Eu lhe daria tudo de mim - disse. - Eu lhe daria mais em duas semanas do que a maioria dos homens daria em uma vida."
comentários(0)comente



Bruna.Melo 04/09/2019

Apesar de eu ter achado o livro anterior bem mais ou menos, Cassandra Clare compensou e muito nesse.
O livro é repleto de descobertas, perdas, paixões, aventuras e, principalmente, recomeços. Tudo muito intenso e tocante.

Amei muito as referências à Instrumentos Mortais, a forma q os universos (De Peças Infernais e IM) se ligam é fascinante, especialmente o final. Tudo se conecta como um quebra-cabeças.

Os persongens evoluíram muito. A Tessa está bem mais decidida; o Will continua sendo o Will q amamos tanto rs; os Lightwoods sempre tão leais e protetores; a Charlotte e o Henry tão fofos (mds, esses dois me fizeram suspirar várias vezes!), e temos também a Cecily, irmã do Will, q se provou ser muito corajosa. Já o Jem me fez chorar muito nesse livro, e continua sendo um amorzinho. Bom, não é novidade nenhuma q Cassandra Clare sabe criar personagens marcantes, e nesse livro cada um é muito único, e o jeito q ela os conectou.. Perfeito demais!

[SPOILER] Os únicos pontos negativos foram:

A Jessamine poderia ter sido mais bem desenvolvida, ela tinha potencial para ser uma das melhores personagens da trilogia, mas a autora meio q a "descartou", deixando algumas pontas soltas sobre a história da personagem.

E o vilão foi muito facilmente derrotado, tudo bem q ele era só um humano comum, mas foram 3 livros em q os personagens ficaram sob ameaça dele, para no final ser derrotado "num piscar de olhos".
comentários(0)comente



Pandora 04/09/2019

A história de Tessa Gray, Will Herondale e James Carstairs foi de revirar meu coração. Foi uma daquelas aventuras cheias de sorrisos e lágrimas e reflexões de muito impacto.

Terminei essa trilogia tão emocionada, tão tocada. Chorei um rio. Foram muitos os momentos tocantes, todos eles cheios de ternura e poesia. Cassandra Clare sabe escrever histórias de aventura, amor e luta com muita competência.

Com "Princesa Mecânica" a trilogia "As Peças Infernais" se fecha com louvor e o universo dos Cassadores de Sombras se mostra ainda mais cativante e cheio de possibilidades dramáticas, afetivas épicas.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



De repente, no último livro 27/08/2019

Resenha do blog "De repente, no último livro"
Princesa Mecânica é o desenlace da trilogia, um livro que apesar de ter tido seus momentos cansativos, garantiu um final arrebatador, cheio de despedida e esperança, com uma intensidade emocional que facilmente comove em suas últimas folhas.

Cassandra Clare se arrisca bem mais nesta trilogia, e ao se arriscar mais consegue entregar personagens mais intensos, que crescem e evoluem diante dos olhos do leitor, e uma trama cheia de reviravoltas e detalhes que impressiona por sua grandiosidade.

É certo que houveram algumas coisinhas neste desfecho que para mim foram insatisfatórias. Faltou respostas sobre algumas dúvidas que tinha, houve explicações que me pareceram surreais demais, houve acontecimentos que achei um pouco forçados e algumas mortes careceram de emoção, mas, não dá pra negar que essa é uma das melhores trilogias de fantasia urbana que já li e isso é dizer muito levando em conta o quanto leio de fantasia.

Essa trilogia tem tantos pontos fortes que é fácil esquecer qualquer falha eventual que encontremos no caminho.

Uma ambientação marcante, cheia de detalhes. Personagens fortes, determinados, vivendo conflitos e dramas intensos, vários arcos em uma mesma trama, e uma trama principal cheia de mistério e surpresas.

O triângulo amoroso, que a gente facilmente torce o nariz só de imaginar que tem, aqui funciona com perfeição. O trio formado por Tessa Gray, Jem Carstairs e Will Herondale realmente funciona. É impossível torcer por apenas um, é duro decidir por um. Tanto Jem como Will são heróis mas também falíveis, são fortes mas sensíveis, ambos os garotos me conquistaram à sua maneira, e ambos me emocionaram por suas decisões, sua bravura e sua lealdade.

Lealdade. A trilogia das Peças Infernais retrata sem dúvidas uma história sobre amizades firmes e inabaláveis, sobre uma união que nem a dor e nem a própria morte podem apagar. O que mais amei em encontrar nestas páginas foi a lealdade que se visualiza em cada personagem e atitude.

Como já disse, essa é uma trilogia cuja magia reside em apresentar vários arcos diferentes, vários conflitos experimentados pelos muitos personagens. São tantas histórias, conflitos e receios, tantas dores para curar e lembranças para compartilhar de cada personagem que o leitor ao longo da história vai criando carinho por cada secundário, desejando conhecer o desfecho até mesmo do mais ausente dos personagens.

Pra quem leu a série principal, Instrumentos Mortais, é sempre fascinante reencontrar sobrenomes já conhecidos, mas desta vez em novas caras. E até mesmo matar a saudade de personagens já queridos e conhecidos da série principal como Magnus Bane.

Não dá pra falar muito sobre a trama sem soltar spoiler dos livros anteriores, a história toda é tão amarradinha que revelar um pequeno detalhe pode frustrar toda a emoção de um conflito inteiro, por isso acho melhor dizer nada sobre o que ocorre, apenas garantir que vale a pena ler e conhecer essa grande trilogia de Cassandra Clare, mesmo se você não gostou de Instrumentos Mortais.

Princesa Mecânica é o que esperava de um grande desfecho, faz rir e faz chorar, emociona pela intensidade, e consegue encerrar cada arco e cada pontinha solta. Alguns detalhes não me convenceram completamente, mas isso é muito pouco se comparado ao grande trabalho feito por Cassandra Clare ao longo dos 3 livros. A ambientação é interessante e envolvente, e os personagens, bem desenvolvidos por sua autora, deixam sua marca no coração de cada leitor. Uma trama cheia de ação, reviravoltas e boa dose de romance e drama, que me torna cada vez mais uma admiradora da talentosa Cassandra Clare.



site: www.derepentenoultimolivro.com
comentários(0)comente



Fabricio.Fracaro 09/07/2019

Princesa Mecânica
Chegamos ou fim da série As Peças Infernais, e neste livro descobrimos quem Tessa realmente é, a sua verdadeira linhagem, o desenrolamento do romance entre ela, Will e James.
O que eu achei: A história para mim foi muito viciante, gostei do mundo que a Cassandra Clare criou, mas achei que poderia ter mais ações, um livro mais romântico que de aventuras, o romance foi legal e no epilogo foi um momento de muita emoção, muito emocionante mesmo.
No geral gostei do livro, vale muito a pena a leitura, não é meu estilo preferido por isso deixa a séria num geral de 4 estrelas.
comentários(0)comente



Jhenifer (Girl Books)@_girlbooks 05/07/2019

Eu não sei se um dia vou conseguir superar "Ave atque vale. Somos sombras e pó."
Não sei se consigo descrever em uma resenha tudo que estou sentindo nesse momento com o término do livro.
Mas já posso adiantar que foi um dos melhores livros e universos que já li na minha vida!
Esse terceiro livro foi "uoul", chorei, entrei em desespero, me senti de luto, dei risada, chorei e ri ao mesmo tempo e o final foi maravilhoso.
Confesso que fiquei preocupada nesse terceiro livro pois ela foi acrescentando coisas e pensei que só 430 páginas não ia dar conta de finalizar tudo, pois deu! Deu e não foi nada corrido, tudo, exatamente tudo no seu devido tempo, todas as pontas abertas foram fechadas sem demora mas tb sem pressa, cm eu ja disse no devido tempo.
E logo eu que ODEIO triângulos amorosos, evito sempre leitura que os tem pois acho uma encheção de linguiça, nesse livro posso dizer que foi o único que eu amei e que tenho certeza que será o único que vou amar, pois tudo ali era preciso para construção da história do início ao fim, sofri, chorei e aqueci meu coração com esse trio, foi impossível escolher um deles e o final foi digno e lindo, não poderia haver um melhor.
"A pessoas que passam uma vida procurando um grande amor, e você teve a sorte de encontrar dois."

Pontuo também que geralmente mesmo gostando eu evito livros com personagens adolecentes, entretanto aqui eles são tão maduros, mas tão e crescem ainda mais com o tempo que por muitas vezes eu esquecia a idade deles.

Não vou esquecer também a amizade aqui presente, olha nem em Harry Potter que é meu amado da vida, eu li algo tão profundo como aqui, uma amizade tão intensa que era palpável, roubando a cena até do triângulo.

Por fim, quero dizer que super recomendo essa história para todos, o primeiro é bom mas o segundo e o terceiro é de explodir a mente.

Foi meu primeiro contato com a autora e já quero mais.
Talita 06/07/2019minha estante
Chorei tanto com o final que quase não consegui distinguir as próximas linhas


Jhenifer (Girl Books)@_girlbooks 07/07/2019minha estante
Talita, não to conseguindo lidar ainda com o final desse livro, e devastador :'( :'(, amei o epilogo mas ainda não sei lidar


Talita 07/07/2019minha estante
Muito profundo para nós meros mortais :/




Acla_26 04/07/2019

Maravilhoso
Simplesmente perfeito. Um ótimo final para todos os maravilhosos personagens. Todo sofrimento da coleção foi bem finalizado.
comentários(0)comente



Rayssa.Priscila 19/06/2019

MEU DEUS
Esse foi com certeza um dos melhores livros que já li em toda minha vida, ele mexeu com os meus sentimentos do jeito mais profundo possível, eu ri, eu chorei, fiquei com raiava, com medo e acima de tudo amei, amei Will e seu olhos azuis profundos e seu cabelos negros, amei Tessa e seu cabelos ondulados, amei jem com seus lindos cabelos loiros, Sophie com seu jeito nobre de ser, Harry com suas invenções malucas, Charlotte com o seu coração acolhedor, até às canções apavorantes de Bridget. Fiquei boquiaberta com o epilogo, foi a parte do livro que mais mexeu comigo e que concerteza mais me fez chorar, mas apesar de tanto choro fiquei feliz com o final, ao meu ver era um final que a Tessa merecia
comentários(0)comente



Julia.Ferraz 10/06/2019

Princesa Mecânica
Tudo que tenho a dizer é: O QUE FOI ESSE LIVRO?
Cassandra Clare conseguiu trazer uma conclusão incrível para essa trilogia amarrando todos as pontas que ela havia deixado ao longo dos livros.
Como sempre as cenas de batalha são maravilhosas e as cenas finais da luta com Mortmain são de tirar o fôlego. Conforme o final ia se aproxumando às coisas começavam a piorar, chegando até o famoso ponto onde parecia não haver saída, mas Cassandra conseguiu resolver tudo de maneira inteligente.
Todos os personagens ganharam finais merecidos, especialmente no que diz respeito aos casais que, apesar de serem muitos, são todos bem pensados e bem desenvolvidos.
E o final do triângulo Tessa, Will, Jem não poderia ter sido melhor, esses três só queriam a felicidade um do outro e fariam qualquer coisa para conseguir isso, e foi o que a Cassandra deu para todos eles no seu devido tempo.
Só posso dizer que eu terminei esse livro chorando como um bebê e já com saudade desses personagens maravilhosos
comentários(0)comente



EstanteColoridadaIsis 24/05/2019

#ResenhadaColorida
"Princesa Mecânica" é o terceiro e último volume da Trilogia Peças Infernais. Tessa continua na busca dos segredos do seu passado, enquanto luta para entender seu coração, que está dividido entre dois amores. Mas essa não é a única batalha que ela terá que enfrentar. O Magistrado se aproxima e Tessa está disposta a tudo para poupar as pessoas que se tornaram sua família. .
.
.
💬"Princesa Mecânica" trouxe um final MAJESTOSO à trilogia.
Eu não sei por onde começo e como eu expresso todos os sentimentos que tive enquanto lia esse livro.
.
.
💬Eu sou apaixonada pelo mundo dos caçadores de sombras e a série Instrumentos Mortais está entre minhas preferidas. Então imagine minhas expectativas em relação à essa trilogia? Foram todas superadas além da conta.
.
.
💬Amei as descrições dos cenários, as batalhas e toda a tensão que permeia essas páginas. A mistura de caçadores de sombras com a era vitoriana deu muito certo.
.
.
💬Os personagens são incríveis, tanto os protagonistas, quanto os secundários. A autora nos apresenta a história de cada um, o que aproxima o leitor do personagem. Estou sentindo tanta falta deles que já quero reler o livro (e olha que não gosto de releituras).
.
.
💬O romance foi trabalhado tão bem que o triângulo amoroso não me incomodou em nada. Eu só torcia para que todos fossem felizes. Tudo aconteceu de forma tão natural que é impossível ficar nervoso com a situação em que os três se encontravam.
Cassandra Clare quebrou meu coração e juntou os pedacinhos tantas vezes durante a leitura dessa trilogia, que nem sei mensurar. Chorei muito, mas cada lagrima derrubada compensou com esse final.
.
.
💬O enredo é maravilhoso e prende o leitor até o fim. Todas as pontas soltas e questões levantadas nos livros anteriores foram amarradas nesse desfecho. Tem reviravoltas incríveis e fiquei chocada com a maioria. Cassandra sabe surpreender.
A Trilogia "As Peças Infernais" é maravilhosamente genial. Estou apaixonada e recomendo para todos ❤

site: www.instagram.com/estantecoloridadaisis
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Janise Martins 18/05/2019

Princesa Mecânica
Eu gosto da escrita da Cassandra Clare, mas esse livro ela encheu linguiça, e não precisava, porque ela tinha uma boa história. Se bem que… esse triângulo amoroso onde nenhum dos dois se importa em amar a mesma mulher é fantasia pra caramba!! Mas tem bastante ação e tensão para compensar as “viagens” da autora.
Aqui a saga continua com Tessa fugindo do Magistrado e o segredo em torno dele querer Tessa vai sendo revelado. E esse malvadão é ruim mesmo. Ele cria umas máquinas e dá vida a elas com espíritos demoníacos. Olha o nível da criatura! Por um momento achei que não sobraria um Caçador de Sombras.
Tessa é um mistério, ninguém sabe o que ela é, porque ela não é Caçadora de Sombras e nem feiticeira. Mas com certeza é encantadora de corações, porque Jem e Will são apaixonados por ela, sendo que Jem está morrendo. Jem é o parabatai de Will, e suas almas estão unidas. Eles não disputam Tessa. Amizade e honra está acima disso.
O final… bem, não sei se gostei, mas de certa forma foi justo. Tessa é imortal, ou seja, o tempo passa diferente para os outros, o que pode ser muito dolorido para ela.
Gostei da trilogia, de todos os personagens, até dos bandidos. Gostei dos pares românticos, da ação, mistério… pois é, gostei do livro. Recomendo.
E foi assim.
Bjoo.


site: https://janiselendo.blogspot.com/2019/05/as-pecas-infernais.html
comentários(0)comente



Cris.Terto 17/05/2019

"Vá em paz, por tudo que juramos, nós dois, dizendo que o Senhor estaria entre mim e ti, para sempre. Não mais se viram, mas não se esqueceram. Será assim conosco, quando não mais vir o mundo com meus olhos humanos, ainda serei, de alguma forma, o Jem que conheceu, e o verei com os olhos do meu coração."

API é aquele tipo de leitura Incrível, surpreendente, inebriante.
Eu chorei em tantos momentos, que não sou capaz de dizer em qual parte eu mais sofri. Um triângulo amoroso tão forte que nos impossibilita de escolher apenas um lado para vencer.
E não foi um triângulo amoroso clichê e muito menos repetitivo, trata-se de um amor inexplicável que une três jovens que se amam na mesma medida. Eles se amam seja como amigos, amantes ou irmãos, o suficiente para abrirem mão do ciúme, da inveja e das inseguranças, eles simplesmente se doam e escolhem amar sem a necessidade de reciprocidade.
Cassandra soube muito bem utilizar cada página escrita para desvendar os mistérios de sua trama, sem deixar assim todas as grandes revelações para os capítulos finais.
comentários(0)comente



Luiza Helena (@balaiodebabados) 16/04/2019

Originalmente postada em https://balaiodebabados.blogspot.com.br/
Princesa Mecânica fecha a trilogia Peças Infernais. Dizer que devorei os livros seria eufemismo, visto que li os três em um espaço de três semanas. Com muita alegria e satisfação digo que a história foi tudo que me prometeram e mais um pouco.

Como suspeitei, todas as respostas seriam dadas nesse livro e eu não me decepcionei. Eu já tinha minhas dúvidas e teorias sobre o que seria Tessa. Apesar de estar parcialmente certa, gostei muito das explicações e do mistério que rodeia a garota.

Outro detalhe que curti foi o vilão. Não tenho muito com o que comparar com outros antagonistas da Cassandra, visto que só conheço o Valentim, mas gostei muito do seu desenvolvimento e motivações. Interessante ver como ele é apenas um mundano qualquer que, com por conta do da vingança, estava disposto a tudo para acabar com os Caçadores de Sombra.

Quanto ao triângulo, o fato do romance não atrapalhar o desenvolvimento da história foi um ponto mais que positivo. Todas as dúvidas, sentimentos, questionamentos e incertezas que assolavam os personagens foram colocados no momento certo. Apesar de ter tomado alguns spoilers da história, confesso que fiquei com o coração apertado com o que o destino reservava para Tessa, Jem e Will.

Também gostei bastante de como os personagens secundários foram trabalhados. Cada um teve sua importância na história e no desenrolar dela. Dou destaque para Cecily (irmã de Will), que só deu as caras nesse último livro e roubava todas as cenas. Adorava suas interações com Will e confesso que queria bem mais cenas dela com um outro certo personagem. E isso nos leva ao fato da Mercenária Clare dar uma de casamenteira e sair juntando todo mundo.

Por mais que esse artifício não me agrade em algumas histórias, aqui eu achei que até coube isso; a questão de sair fazendo casal por aí. Como os Caçadores de Sombra são um povo meio escasso e que morre numa facilidade terrível, então é compreensível um rodízio de casamento entre famílias e afins. Fora que a história se passa na era vitoriana. Para que já é vacinada em romance de época, sabe quem pra casar é um pulo. O importante é que ela soube abordar nas horas certas, sem fugir do ritmo da história.

Sobre o final, eu tinha altas teorias por motivos de ter pegado alguns spoilers. Confesso que o final que eu havia imaginado me agradaria mais, porém gostei de como tudo finalizou. Aquele epílogo foi um dos mais lindos e emocionantes que já li. Não derramei lágrimas como 90% das pessoas fizeram, mas me tocou bastante.

Apesar de ter gostado bastante de Princesa Mecânica e de toda a trilogia, esse não é o meu livro favorito da série. Houve um certo momento na metade do livro que eu achei um tanto entediante e repetitivo certas descrições. Porém, depois que isso tudo acabou, a recompensa com os acontecimentos valeu a pena.

Princesa Mecânica foi um ótimo final de trilogia, ainda mais que Cassandra guardou praticamente tudo para esse livro. No geral, As Peças Infernais é uma das poucas séries que posso dizer que manteve seu ritmo constante e uma história bem trabalhada, e com um final que agrada a todos.

site: https://balaiodebabados.blogspot.com/2019/04/resenha-378-princesa-mecanica.html
comentários(0)comente



235 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |