Cores de Outono

Cores de Outono Keila Gon




Resenhas - Cores de Outono


91 encontrados | exibindo 61 a 76
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Adriane Rod 25/05/2013

SINOPSE

O INESPERADO, O IMPOSSÍVEL, O DESTINO...

Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração. Melissa encontrou em um olhar as revelações de toda uma vida e longe da lógica escolheu o caminho confuso, mas surpreendente do amor. Ela chegou à pequena cidade da montanha com a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã caçula, esperando uma vida simples. Mas se viu envolvida por Vincent, um estranho arrogante, dono de irresistíveis olhos turquesa que vai leva-la at5ravés da sombra e da luz para revelar surpresas inimagináveis de um Mundo Mágico perigoso e fascinante. A cada encontro este homem misterioso amedronta e encanta; desperta sentimentos e a faz duvidar de sua coragem. Mas, antes que Melissa seja arrebatada por esse amor, ela precisa enfrentar elfos, magos e intrigas em um mundo inóspito que testará seu coração. Cores de Outono é o primeiro volume de uma saga mágica que vai instigar emoções e paixões.

COMENTÁRIOS

Esse foi outro livro que comecei a ler sem muita expectativa (preferi ler a sinopse após o termino do livro todo) e me surpreendeu muitíssimo. A leitura é tão envolvente que eu queria ler mais e mais e mais, e teve momentos em que a ansiedade era tanta para saber a resposta de Melissa (personagem central) que eu pulava algumas linhas para ler a resposta e só então voltava aonde parei para continuar. O cúmulo da curiosidade.

E no final do livro a autora postou uma playlist internacional que, segundo a autora, acompanha o ritmo do livro. E também tem uma receita de brigadeiro de colher, "necessário para resistir às numerosas horas em claro."

NARRATIVA E PERSONAGENS

A narrativa está na terceira pessoa e tem como narradora Melissa, uma jovem que viu sua vida mudar por completo. O livro é fantástico, delicioso de ler e eu fiquei encantada de ver como a autora lidou com as palavras.

As frases bem elaboradas, criativas e com um toque de poesia que me deixou deslumbrada e é difícil encontrar autores tão criativos, as vezes leio livros com enredos excelentes, mas com uma leitura muito simplória, deixando bem claro que o autor tem uma certa dificuldade em trabalhar com as palavras; o que não acontece com a Keila.

“Reparei no furinho em seu queixo que se acentuou com seu sorriso e isso lhe conferiu um charme encantador. Aquele rosto ensolarado não era estranho... ele era como uma lembrança antiga.”

O livro tem muitos personagens bons, mas eu gostei mesmo é do Vincent, um cara imponente, misterioso e lindo. Melissa me irritou um pouco por ser tão descoordenada, muito mesmo e em diversas vezes me lembrou a também descoordenada Bela, de Crepúsculo. Mas ela me cativou por gostar tanto de ler e ter excelentes livros em sua pequena biblioteca como: José de Alencar, Machado de Assis, Monteiro Lobato, Brönte, Shakespeare e por aí vai. A garota tem muito bom gosto. E tem a Alice, a irmã pequena de Melissa, é uma criança muito querida, fofa e cheia de dons.

“O silêncio me fez levantar o rosto em busca de uma resposta e seus olhos sérios faiscaram nos meus. Azuis turbulentos como oceanos em tempestade. E se agitaram, medindo meu rosto até brilharem mais escuros, quase...violeta. ”

LIVRO E ENREDO

Eu já tinha lido a sinopse muito tempo antes de receber o livro e quando comecei a ler já não lembrava muito. No decorrer a história eu e surpreendi muito, porque eu achei que fosse um romance puramente, mas o livro faz parte de uma saga mágica e, uau, é fantástico.

Depois da morte de seus pais, Melissa se muda com a irmã para o interior de São Paulo, onde seu avô, George, que é sua única família, mora. A cidade é pequena e cheia de mistérios envolvendo a família Van Berg, que é a família moradora da montanha misteriosa, onde ninguém é capaz de colocar os pés.

O livro apresenta um submundo onde não existe quatro estações, mas sim três: primavera, verão e inverno; começo, meio e fim. “A transformação em continuidade.” Adorei a criatividade.

O livro é lindíssimo, a capa e as cores fazem jus ao nome do livro e há pouquíssimos erros de pontuação e digitação, o que é muito bom e me alegrou.

CONCLUINDO

O fim do livro não me torturou. É claro que estou curiosíssima para ler a continuação, mas não é um final torturante, que te deixa quase a ponto de enfartar. Ufa!! Mas o livro me deixou sem fôlego em diversas partes.

Dou cinco estrelas elevado ao quadrado e se você ainda não leu, leia que não vai se arrepender. Esse livro é só mais uma prova de que, há sim, escritores talentosos no Brasil esperando você abrir um espaço em sua estante para eles.

“Estava sufocando, mas não podia estar mais feliz. Sentir o calor do homem que amava era tudo de que precisava para me esquecer de respirar.”

Resenha publicada originalmente no blog: http://pseudonimoliterario.blogspot.com.br/2013/05/resenha-cores-de-outono.html
Keila Gon 25/05/2013minha estante
Ohhh Adriane!!! Obrigada pela resenha completíssima!! Adorei os ontos destacados e os quotes ohhhh!!! MIL BEIJOS queridos flor! E obrigada por deixar seu coração se encantar : )
Keila Gon


Adriane Rod 26/05/2013minha estante
Eu é que agradeço por me proporcionar tanta emoção. ;)




Fabi 23/05/2013

Cores de Outuno - Keila Gon
Sinopse
Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração. Melissa encontrou em um olhar as revelações de toda uma vida e longe da lógica escolheu o caminho confuso, mas surpreendente do amor.
Ela chegou à pequena cidade da montanha com a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã caçula, esperando uma vida simples. Mas se viu envolvida por Vincent, um estranho arrogante, dono de irresistíveis olhos turquesa que vai levá-la através da sombra e da luz para revelar surpresas inimagináveis de um Mundo Mágico perigoso e fascinante. A cada encontro este homem misterioso amedronta e encanta; desperta sentimentos e a faz duvidar de sua coragem. Mas, antes que Melissa seja arrebatada por esse amor, ela precisa enfrentar elfos, magos e intrigas em um mundo inóspito que testará seu coração. Cores, de outono é o primeiro volume de uma saga mágica que vai instigar emoções e paixões.

Minha análise
Numa cidade pequena, uma montanha pode esconder segredos muito além da nossa imaginação.

Depois de perder a mãe e o padrasto em um acidente, Melissa tem que cuidar da irmã caçula Alice e volta a morar com seu avô George. Mas é quando Melissa conhece o misterioso Vincent Dippel que sua vida realmente muda. Ele mora na montanha que fica ao lado da casa do avô de Melissa. Vincente é um homem reservado, mas que deixa Melissa intrigada pelo seu jeito ambíguo de ser.

Depois de um acidente na montanha, Melissa acredita que Vincent sabe mais do que quer dizer sobre sua misteriosa queda, da qual ela saiu somente com alguns arranhões.

Ele desperta nela emoções de amor e ódio, sentimentos confusos que fazem com que ele não saia de seu pensamento e é Alice quem ligará o destino desses dois corações.

Magia e amor lado a lado, numa dança envolvente que despertará poderes incríveis. Mas em meio as sombras algo poderá atrapalhar essa história.

Ansiosa pela próxima parte dessa maravilhosa saga.
Keila Gon 23/05/2013minha estante
Uhhh Fabi : )
Sua resenha é digna de contra capa !!! Ficou lindo lindo !!!
beijos muito agradecidos!!!
Obrigada pelo carinho,
Mais Beijos
Keila Gon


Fabi 23/05/2013minha estante
Nossa Keila, obrigada!!
Quem sabe um dia eu me arrisque no mercado editorial, rsrsrsrsrs




Peach 22/05/2013

Cores de Outono
Resenha Original: http://the-sook.blogspot.com.br/

Eu estava louca por esse livro desde que li a sinopse pela primeira vez aqui pela blogosfera. A curiosidade se alojou de tal forma na minha cabeça, que tudo que sabia era que precisava do livro. Haha E quando consegui a parceria com a Keila, fiquei muito feliz. E agora estou ainda mais feliz por poder dividir um pouquinho dessa estória mágica com vocês! Ah em breve temos sorteio dele aqui no Sook!!!

Desde o falecimento da mãe, Melissa Wels ficou responsável por sua irmã mais nova — Alice. Ela faz todo o possível para que a irmã tenha uma vida feliz e confortável. Sempre ligada à família, ela decide retornar a sua cidade natal no interior de Minas Gerais e vai morar com George, seu avô.

Melissa é gentil, forte, dedicada e muito desastrada. Ao voltar para sua cidade, ela espera ter uma vida tranquila ao lado do que restou de sua família, mas ela é surpreendida ao conhecer o belo e enigmático Vincent Dippel. Vincent aparenta ser o típico bad boy, mas não se deixe enganar pelo semblante severo, pois por baixo da atitude perigosa ele é um cavalheiro.

“Meu nome é Vincent... Vincent Dippel. E agora que já fomos apresentados você pode me evitar como os outros.”

Os moradores da cidade não gostavam daqueles que moravam nas montanhas, eles sabiam que coisas estranhas aconteciam por lá. Melissa tenta ficar longe de Vincent, afinal ele mora na montanha, e seus estranhos olhos turquesa parecem provocar estranhas sensações nela, mas o cara arrogante que carrega segredos inimagináveis não quer sair dos seus pensamentos.

No princípio, o comportamento e as atitudes de Vincent assustam Melissa, mas o que a faz sentir medo, também faz surgir uma paixão avassaladora. Melissa não só se entrega ao amor que sente desesperadamente por Vincent, como também ao seu mundo. Um mundo desconhecido e inimaginável, onde ela vai se deparar com criaturas místicas e poderes extraordinários.

"Sentia-me adormecida, como uma árvore no outono, quando o destino mostrou novas cores, novas possibilidades. Ele colocou em meu caminho um cavaleiro sombrio, um amor improvável. E entrei em seu mundo inimaginável, desafiador, imprevisível... mágico!

Cores de Outono apresenta um romance surpreendente em volta de um cenário mágico. Personagens muito bem construídos e uma estória cativante do início ao fim. É impossível ficar entediado com a narrativa de Keila Gon e a mitologia por ela abordada.
Keila Gon 23/05/2013minha estante
Beijos BLake!!!!
Sua resenha é perfeita : ) Obrigada pelo carinho e muito sucesso para o SOOK : )
mais Beijos !
Keila Gon




spoiler visualizar
Keila Gon 21/05/2013minha estante
AHHHHHHHHHHH A-D-O-R-E-I!!!
Seu quote no fim foi perfeito : )
Muito obrigada pelo carinho Val!!
Beijos e muitos Beijos
keila Gon




Joyce 15/05/2013

Resenha do Blog Entre Páginas e Sonhos - http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/
Achei esse livro ótimo, pois a leitura flui super bem e a história é muito cativante. A autora conseguiu passar todas as emoções e informações desse mundo mágico de uma forma apaixonante, além dos personagens serem bem construídos.

A história é sobre Melissa, uma garota de 21 anos que perdeu a mãe e o padastro em um acidente de carro e passa por um estado de torpor por causa desse acontecimento. Seu avó é o único parente próximo, além de Alice, sua meia irmã de 5 anos, já que ela não conheceu seu verdadeiro pai. Seu avó mora na montanha e ela própria passou boa parte de sua infância lá, até sua mãe ir morar em São Paulo em busca de sossego das fofocas.

Melissa larga tudo na cidade e volta a viver com seu avó George e Alice para que possam ficar unidos depois desse trágico acidente. Lá, ela reencontra Arthur, seu amigo de infância e o primeiro menino que a beijou. Ela no começo implica lembrando das travessuras que ele fazia a ela, mas acabam retomando a amizade. Arthur é um jovem muito bonito também e que ainda é apaixonado por ela.

Melissa não quer se envolver com ninguém porque quer passar o máximo de tempo com sua irmã, já que se sente responsável por ela, até que seu caminho cruza com um desconhecido sedutor, Vicente, que mora nas montanhas e que ninguém da cidade gosta. Alice é uma criança adorável, muito especial e será importante na história. Melissa é muito desastrada atraindo desgraças e acontece umas situações super engraçadas com ela.

Depois de várias situações estranhas eles finalmente se conhecem e Melissa fica encantada com sua beleza, mas ao mesmo tempo irritada com Vicente porque o humor dele muda repentinamente. Vicente ou cavalheiro carrancudo ou galã de filmes de épocas, todos usados por Melissa rs, é um homem deslumbrante e com olhos violeta que fascina Melissa.

Todo o livro é narrado em primeira pessoa pela Melissa, o que deixou bem interessante porque vamos acompanhando as dúvidas, incertezas e os sentimentos dela. Quanto mais Vicente se aproxima, mais ela percebe que tem algo de diferente nele e é aí que descobrimos a parte mágica da família dele e de uma de pessoa próxima a ela. No começo ela não quer acreditar mas ele a leva para conhecer esses lugares mágicos com direito a elfos e magos do bem e do mal.

A parte que ela conhece esse mundo é muito interessante, já que Melissa enfrentará grande perigo se escolher ficar com Vicent e se quiser ajudar essa pessoa próxima. O romance entre eles é lindo *.* Super fofo, gente. O Vicente é encantador e super romântico, sonho de toda garota rs. Eu estou super curiosa para ler os próximos livros e acompanhar essa história.

Achei a capa muito bonita e esses detalhes de verniz nas folhas ficaram lindos. As páginas são amareladas e a diagramação é simples. Recomendadíssimo para quem gosta de fantasia e um bom romance.
Keila Gon 16/05/2013minha estante
Ohhh Joyce,
Seu olhar de interpretação fez sua resenha ficar perfeita! Beijos muito agradecidos ; )
Sucesso flor!!!!
keila Gon




Jess 09/05/2013

Keila Gon - Cores de Outono
Blog: http://worldbehindmywall.fanzoom.net
Blog: http://twilightbrasilfanfics.com/blog/

Sabe aquele livro que não te dá escapatória? Que te faz prisioneiro? Que faz com que você se apaixone não apenas pela sinopse, mas também pela capa? Esse é Cores de Outono! Ele me pegou de cheio e me aprisionou em suas garras literárias.
Precisei de pelo menos um dia para me recuperar de tudo o que li naquele livro, para absorver bem e não escrever uma resenha gritante como uma fangirl histérica, queria realmente passar para vocês todos os bons sentimentos que esta estória fez nascer em meu ser.
Como já podem ter percebido eu me apaixonei pelo livro. Cada um daqueles personagens ficou com uma pequena parte de meu coração e eu realmente espero os reencontra no próximo volume, acho que já não consigo mais viver sem dá uma boa espiada na vida de Vincent, Melissa e Alice, eles se tornaram uma parte de mim. Parece exagero de minha parte, mas um dia, quando você encontrar um livro a qual te faça realizar qualquer loucura por ele... Vai saber como me sinto.
Bem, o que posso dizer sobre os personagens? Eles foram muito bem elaborados, não se desviaram da personalidade a qual a autora lhes deu e seguiu como deveria no enredo, cada um dando uma contribuição no seu devido tempo para que a estória fosse desenvolvida de uma forma hipnotizante, sendo assim, não te permitindo desgrudar do exemplar em nenhum momento, te dando aquele gostinho de quero mais... Quero MUITO mais!
Mas como sempre existe um favorito e o meu sem sombra de duvidas é o Vincent, seu sarcasmo, eterno mau humor e lado bad boy fez com que meu coração palpitasse a cada fala ou gesto que ele fazia. Não tenho palavras para explicar a perfeição deste homem mesmo sendo às vezes tão cruel, porém por trás disto você vai descobrir um motivo maior, ao qual vai fazer com que você o compreenda melhor e suspire seguidas vezes.
Então, agora vamos ao enredo? É algo intenso, fascinante e muito bem elaborado!
Melissa Wels tem 21 anos e se vê deixando toda sua vida para trás; faculdade, cidade onde passou uma boa parte de sua vida e seu velhos hábitos, ela e Alice – sua irmã de 5 anos – estão indo morar com seu amado avó George Wels a qual não vêem já algum tempo. Toda esta mudança foi causada pela perde repentina da mãe de ambas e do pai de Alice, eles morreram em um trágico acidente, fazendo com que as irmãs não tenham mais a quem recorrer e nem condições de se manterem sozinhas, tudo o que podiam fazer era ir atrás do homem que as tinham como filha.
O sentimento de está de volta a cidade a qual passara uma parte de sua infância era inexplicável, porém Melissa estava ainda sob o efeito de muita tristeza para se deixar viver tal sentimento ou até mesmo de se abrir para uma nova vida, tudo o que tinha em sua mente era cuidar de sua irmã e lhe dar todo carinho e educação ao qual ela precisava.
Em meio a essa nova vida um amigo antigo aparece, amigo este que em sua infância poderia ser mais denominado como inimigo, com ele vem um novo sentimento, um amor ao qual Arthur trás em seu peito, porém Melissa naquele momento estava impossibilitada de corresponder, não apenas pela perda que ainda a impedia de seguir em frente, mas também por está sentindo-se abalada pelo misterioso, lindo e grosso Vincent Dippel.
Por diversas vezes ela se vê magoada, chateada e confusa com aquele homem grande e assustado a qual a cidade teme, assim como inventa boatos distorcidos que aos poucos são sendo descobertos falsos por Melissa na medida em que ela convive mais com aquele lindo ser.
Coisas estranhas começam a acontecer ao redor da garota, e talvez todo o mistério que envolve Vincent fosse a única resposta para tudo aquilo, por isto Melissa teria que se esforçar para tentar trazer a verdade à tona, precisa tirar isto daquele homem para que assim todas as suas duvidas e paranóias fossem esclarecidas.
Keila Gon 16/05/2013minha estante
Jess... A-M-E-I!!! Obrigada pelo seu carinho e principalmente por deixar seu coração se encantar!!
O que mais me emocionou em sua resenha.. é que por várias vezes fiquei presa nas garras de um livro e ver sua descrição... menina me deixou mmmuuuiiitttoooo emicionada ahahhahha Sério. Já disse obrigada?
Beijos, beijos e muitos mais ... Sucesso sempre : ) E muitos livros mais para se apaixonar!!!
Keila Gon




Fernanda 09/05/2013

Resenha: Cores de Outono
Confira a resenha no blog segredos em livros:

http://www.segredosemlivros.com/2013/05/resenha-cores-de-outono-keila-gon.html

Resenha: Cores de outono é uma daquelas histórias doces, que nos fazem sonhar e querer viver as emoções dos próprios personagens. Personagens estes, que se tornam mais envolventes a cada página lida, juntando com um enredo eletrizante e intenso. Na trama, somos apresentados a Melissa Wels. A jovem de 21 anos, se vê perdida diante dos últimos acontecimentos de sua vida, e agora se vê responsável por sua irmã caçula Alice. Um trágico acidente ocasionou a morte de sua mãe e padrasto, as coisas ao seu redor não são mais as mesmas. E por esse motivo, a moça vai morar no interior da cidade de Campo Alto, nas montanhas, junto ao seu avô – ou opa (que significa avô em alemão) – George Wels. Melissa já havia passado boa parte de sua infância neste local, e por este motivo tem em sua memórias várias lembranças de momentos e pessoas que passaram por sua vida, por ali. Vários reencontros começam a surgir e ela se vê confusa diante de tantas novidades. Até que Vincent Dippel aparece, misterioso, perigoso e surpreendentemente irresistível. E é neste cenário, que Melissa conhecerá um mundo mágico e fascinante.

"Sentia-me adormecida, como uma árvore no outono, quando o destino mostrou novas cores, novas possibilidades. Ele colocou em meu caminho um cavalheiro sombrio, um amor improvável. E entrei em seu mundo inimaginável, desafiador, imprevisível...mágico!Com todas as definições reais da palavra. E agora tenho novos medos, muito mais perigosos. Preciso proteger as pessoas que amo, enfrentar sombras, magos, elfos...mas também aprender a confiar e não desistir. Pareço louca ao admitir que tudo isso seja real, mas o calor que aquece meu peito só cresce, mostrando que estou mais louca ou mais apaixonada do que jamais imaginei um dia." Pg.11

O problema não é apenas a enorme atração sentida por Melissa e Vincent. Antes fosse só isso...existe um mistério maior entre tudo isso. E o improvável acontece. Melissa precisa descobrir quais os segredos que rondam esse homem estranho e enigmático. Mas ao descobrir que sua irmã Alice se encontra envolvida, ela fica cada vez mais assustada, e ela precisa desvendar de uma vez por todas, esse quebra-cabeça. É um caso forte de segredos entre família e amores proibidos, e quando conhecemos realmente a intenção de cada um dos personagens, conseguimos nos apaixonar mais ainda pela história. Vincent aparentava ser uma pessoa sombria, porém logo revelou ser alguém carinhoso, sentimental e muito carismático.

“Vincent se concentrou nas gotas de chuva mais uma vez e fiquei livre para analisar cada detalhe do seu perfil enigmático. Depois de um minuto senti a atmosfera ao nosso redor se carregar com uma energia que parecia emanar de nossos corpos. O tempo passava e o silêncio se transformou em milhares de partículas que ocupavam todo o espaço vazio, me empurrando para ele. Ajeitei-me no banco lutando contra essa força atrativa e como se fossemos ímãs magnéticos ele se ajeitou no mesmo instante. Abaixei os olhos me abraçando...Era muita pretensão imaginar que “ele” ficaria afetado com minha presença.” Pg. 138

O mais interessante é que o envolvimento na história se torna mais forte, justamente devido a riqueza de detalhes, no qual a autora conseguiu passar aos leitores todas as emoções e principalmente o desenvolvimento das cenas. A narrativa é ágil e intensa, fazendo com que o leitor se prende na leitura do começo ao fim, que posso revelar: foi surpreendente. Cores de outono é uma mistura de romance, mistérios e segredos, intrigas, magia, decisões complicadas e rendições. Conteúdos mais que atraentes para os amantes desses gênero. Me rendi nesta leitura de uma maneira que só consegui parar de ler quando soube que chegou ao fim...e fiquei triste, porque ansiava por mais.

“Observei meu rosto corado, meus olhos brilhantes e o sorriso que não queria se desmanchar. Lembrei-me de cada detalhe de sua história perturbadora e mesmo entendendo a seriedade de seus detalhes não conseguia parar de sorrir. E como seria diferente? Acabei de beijar – muitas vezes – o homem que amava. Todos os problemas e desafios pareciam pequenos comparados a isso. Ou minha felicidade é que era maior...muito maior.” Pg.301

Confira a resenha no blog segredos em livros:

http://www.segredosemlivros.com/2013/05/resenha-cores-de-outono-keila-gon.html
Keila Gon 09/05/2013minha estante
AHHHHHHHHHH TALENTO menina!!! adorei a resenha, incrível!!! Obrigada pelo carinho com estes personagens e pelos quotes maravilhosos!!! Vou levar lá pro face de Cores, não resisto ahahahhahah
Beijos linda flor!!!
MMMUUUIIITTTOOOO Sucesso ao "Segredos em Livros" !!!!
Keila Gon


Michele 24/08/2014minha estante
Amei Cores de Outono!
Estou apaixonada por Vincent.rsrsrs





Rafa 02/05/2013

Cores de Outono - Keila Gon ---> Perfeitooo
Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração.
Melissa encontrou em um olhar as revelações de toda uma vida e longe da lógica escolheu o caminho confuso, mas surpreendente do amor. Ela chegou à pequena cidade da montanha com a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã caçula, esperando uma vida simples. Mas se viu envolvida por Vincent, um estranho arrogante, dono de irresistíveis olhos turquesa que vai levá-la através da sombra e da luz para revelar surpresas inimagináveis de um Mundo Mágico perigoso e fascinante. A cada encontro este homem misterioso amedronta e encanta; desperta sentimentos e a faz duvidar de sua coragem. Mas, antes que Melissa seja arrebatada por esse amor, ela precisa enfrentar elfos, magos e intrigas em um mundo inóspito que testará seu coração.

Sabe a depressão?
Pois é, eu também sei.

Mas não é aquela depressão comum, é a famosa Pós-livro. Aquela que te atinge logo após você terminar de ler um livro simplesmente incrível, e aí você não sabe mais o que fazer da vida, por que parece que a razão da sua vinda ao mundo era ler este livro, e é como se agora os motivos da sua existência houvessem se dissipado no momento em que se passou a última página...

Mas aí você se lembra de um detalhe que serve muito bem como consolo, o tal livro tem continuação! E sinceramente, este é o Tarja Preta que faz você se reerguer e continuar a viver no seu mundo chato. No meu caso, chato é apelido.



Cores de Outono contará a história de Melissa Wels, uma jovem que ao perder a mãe e o padrasto fica responsável pela irmã de cinco anos de idade, Alice. Ela muda-se então para a cidade onde nasceu, e onde seu avô ainda vive. O que Mel não espera, é que não reencontrará apenas amizades da infância, mas também conflitos que mesmo que ela não soubesse, a perseguiam desde pequena. Na espera por uma vida mais simples, ela acaba se deparando com Vincent (isso já foi mencionado na sinopse, lá em cima, mas vamos ressaltar, por que o fato merece prestígio), que em um primeiro momento é um homem completamente repugnante e rabugento... Aah, claro, lembrando que ele é dono de uma SUV BMW. Não sabe do que se trata? Bem, é isso aqui::



E sim, para mim os momentos mais emocionantes são quando ele acelera montanha a cima. Fico só imaginando os cavalos-de-pau que a máquina pode render... Tudo bem, no começo da história a SUV quase mata a Mel, mas estes são apenas alguns detalhes.

Voltando... Melissa se envolve completamente pelos olhos turquesa que insistem em "tropeçar nela" (os olhos turquesa são do Vincent, tá?), porém ao decorrer da história ela descobrirá que esta proximidade pode ser mais perigosa do que imagina. E este perigo, por mais que não seja seu desejo, envolverá Alice de um modo irreversível. Por que se Vincent pertence à uma dimensão surreal, Alice é uma prova de que esta realmente existe.

Cores de Outono é fascinante!
F-A-S-C-I-N-A-N-T-E
Literalmente.

Do tipo que tem Elfos, Magos Sombrios, Portais Mágicos, BMWs...

Durante a história vão se criando oportunidades e encontros que te deixam completamente eufórico.
Lembrando que o Vincent é um exemplo típico de bipolaridade.
No mesmo segundo que ele está pomba, vira corvo. É uma coisa arrebatadora.
E o mais incrível é que mesmo assim, você continua torcendo por eles!


Eu diria que "Cores" tem uma pitadinha de 'Crepúsculo', com um toque de 'Fallen', e fico feliz em dizer, uma linda dose da magia pura e eterna de minha querida Nárnia. Tem gosto de chocolate e cheiro de Pé de Limão. Quem já leu entende a do Pé de Limão, sabe.. Amadeirado com Cítrico... Tá, parei. Isso não teve graça.

E se tem algo contra uma das obras citadas, não se acanhe, companheiro e/ou companheira, Cores de Outono é a mistura impecável de tudo que existe de bom na literatura fantástica.

É o tipo de livro que antes de começar você tem que pegar bastante fôlego, por quê: 1) Ele vai fazer você perder o fôlego de uma maneira ou outra, é fato. 2) Você não vai ter tempo de parar para respirar.

Acho que resumindo bem resumidamente, existe uma palavra que representa "Cores":


M-A-G-I-A



Eu gostaria de agradecer muuuuito a Keila Gon, parceira do blog, que me enviou o livro autografado e dois marcadores lindooos. Keila, obrigada por proporcionar esta viajam encantadora!
Seu trabalho é definitivamente uma obra de arte!

Resenha completa no link:
http://temporaldesonhos.blogspot.com.br/2013/05/cores-de-outono-keila-gon.html
Keila Gon 04/05/2013minha estante
Ahhhhh rafa, amei tudo... sua originalidade, seu texto e seu carinho com "Cores" e seus personagens!!!! Muito obrigada : )
Beijos muito queridos ,
Keila Gon




Sandra 30/04/2013

Cores de Outono
Depois de um terrível acidente envolvendo a mãe e o padrasto, levando-os a morte, Melissa fica com Alice sua irmãzinha de apenas 5 anos para criar. Adolescente do pavio curto e muito atrapalhada,resolve voltar para a cidadezinha de Campo Alto no interior, onde mora seu avô, George Wels, um descendente de austríacos, senhor muito correto e amoroso. Melissa na infância morava com opa ( avô em alemão ) já que não conheceu e nem sabia quem era seu pai. Angelina sua mãe cansada do mexerico dos vizinhos se mudou para São Paulo, onde conheceu o pai de Alice. Agora teria que ter muita prudência já que a menina seria sua responsabilidade, teria que amar e amparar sua pequena irmã.
O que ela não sabia era que sua vida iria passar por transformações que nem em sonhos poderia imaginar.Reencontra Arthur seu amigo de infância e fica conhecendo Vicent, o morador da montanha misteriosa, e ai...
"Sentia-me adormecida, como uma árvore no outono, quando o destino mostrou novas cores, novas possibilidades. Ele colocou em meu caminho um cavalheiro sombrio, um amor improvável. E entrei em seu mundo inimaginável, desafiador, imprevisível...mágico!Com todas as definições reais da palavra. E agora tenho novos medos, muito mais perigosos. Preciso proteger as pessoas que amo, enfrentar sombras, magos, elfos...mas também aprender a confiar e não desistir. Pareço louca ao admitir que tudo isso seja real, mas o calor que aquece meu peito só cresce, mostrando que estou mais louca ou mais apaixonada do que jamais imaginei um dia." Página 11
A Capa é maravilhosa, em tons variados de marrom e alaranjado com um toque avermelhado no título e algumas folhas soltas ao vento, um trabalho impecável. Leitura fácil e prazerosa, páginas amareladas facilitando a leitura de quem gosta de ler horas a fio.
Para completar seu desespero, além de amar loucamente Vicent, descobre o segredo envolvendo Alice neste mundo louco da magia.
Devorei cada página, e espero ansiosa por Sombras da Primavera
Não podia deixar de mencionar o carinho da autora Keila Gon, para com os alunos da E.E.Marlene Martins Reis, fazendo a doação do exemplar de Cores de Outono para nossa biblioteca.
Recomendadíssimo.


Sandra Alvarenga
Keila Gon 01/05/2013minha estante
Ohhh Obrigada pelo carinho e apoio Sandra!!
Beijos queridos para aos alunos da E.E. Marlene Martins Reis : )
Keila Gon




Patty Santos - PS Livros 28/04/2013

Perfeito!!!
Pensei em várias formas de começar essa resenha, como falar de algo que tocou seu coração, que te fez viajar, que te fez rir, sentir medo e se apaixonar?
Acredito que tudo que eu possa falar nunca vai ser o bastante pra descrever as sensações e os sentimentos que vivenciei lendo "Cores de Outono". E antes de tudo tenho que agradecer a Keila Gon, por me proporcionar esses momentos maravilhosos!

Melissa é uma jovem que perde os pais em um acidente e se vê com a responsabilidade de cuidar de sua irmã mais nova Alice, para isso decide voltar a morar com o avô ou "Opa", forma carinhosa em alemão que ela utiliza para chamar o avô, na cidade em que cresceu aos pés da montanha.

Isso significava lembrar e voltar a conviver com pessoas que tinham feito parte de sua infância, pessoas como Arthur, vizinho que fora amigo na infância e também o primeiro menino a lhe roubar um beijo, dotado de uma grande presença de espírito, Arthur nunca deixaria Mel esquecer de sua falta de habilidades, brincar com fatos que provavam que ela era desastrada, ocupava boa parte do tempo na infância e agora que voltara ao seu conviveu também, o que deixava Mel bastante irritada.

Nossa protagonista, tenta ajustar sua nova vida, alternando suas atividades nos cuidados de Alice, suas obrigações de casa e sua novas atribuições na revendedora de seu avô, e além disso precisa lidar com o fato de ser novamente uma das notícias favoritas da cidade, a outra notícia estava voltada as superstições sobre a montanha e a família que morava nela, os Von Berg e o Sr.Dippel.

Na sua nova rotina, o improvável acontece, Mel acaba conhecendo Sr.Dippel um homem temido pela cidade, um tanto rude, mal humorado, misterioso, e lindo de viver, que sempre aparece em situações em que Mel está com algum problema, alternando momentos de gentilezas e grosserias, nasce entre Mel e Sr.Dippel ou simplesmente Vicent, um sentimento de atração, mais forte do que os dois possa imaginar. Porém Mel precisa descobrir o que há de errado com ele, Vicent está envolto em mistérios, e Mel esta prestes a descobrir que esses mistérios envolvem Alice, sua pequena irmã de apenas 5 anos, além de ser a resposta para sua cicatriz no pescoço.

Eu poderia ficar horas contando a história de Cores de Outono para vocês, mas acredito que todos devemos ter a oportunidade de desfrutar dessa maravilhosa viagem ao um mundo mágico, com a companhia de magos, elfos e fadas, então vou contar pra vocês minha humilde opinião sobre o livro: MARAVILHOSO!!!

"Cores de Outono" entrou para minha lista de agradáveis surpresas literárias, narrado em primeira pessoa, embarquei em uma viagem única através de um mundo novo pelos olhos de Melissa, compreendi que muitas vezes termos que tomar decisões que afetam nossa vidas em prol ao nosso amor pela nossa família, conheci Vicent, um homem misterioso, envolvente, lindo e que tem problemas em aceitar suas origens, um personagem fascinante, pelo qual me apaixonei, que possui um jeito de bad boy, e em outros momentos é dotado de uma gentileza ímpar.

O livro me prendeu do começo ao fim, fui arrastada para um mundo mágico, senti medo, senti paixão, fiquei triste e feliz, foi incrível como a narrativa da Keila foi capaz de me envolver, a forma como o romance entre os dois acontece, como as decisões de Mel, interferem na vida da Alice, e como Alice passa a ser a mola propulsora dos eventos que ocorrem no final do livro, me deixaram com um gostinho de quero mais.

Acho que nem preciso dizer que indico o livro, muitas vezes temos um certo preconceito sobre autores nacionais, mas o livro da Keila não deixa nada a desejar, com uma escrita detalhada sem se tornar enfadonha, que em muitos momentos nos deixa em êxtase o livro é muito bem escrito, vale a pena a viagem! Estou aguardando ansiosamente pela continuação "Sombras da Primavera", antes que eu me esqueça no final do livro há uma receita de Brigadeiro de Colher, que eu fiz e aprovei, além de uma playlist internacional muito interessante para acompanhar o ritmo do livro... "adoro Nickelback" então amei a sugestão de Savin´me, mas irei ouvir todas!!!

(...)Vicent esticou os dedos roçando-os em minha nuca e um arrepio de calor correu meu corpo, acordando um batalhão de borboletas frenéticas em meu estômago. Meus olhos ficaram presos nos dele e mergulhei nas águas cristalinas e profundas dos oceanos turquesa. Reconheci aquele olhar, olhos brilhantes e decididos. Meu coração parou com um solavanco, eu não estava respirando... Só havia silêncio. Ele escorregou a outra mão por meu braço até minha cintura, trazendo-me para mais perto. Senti meu corpo se aproximar do dele e meu coração explodiu no peito, frenético e descompassado. Minha respiração voltou ofegante, seu perfume tomou minha garganta e me concentrei em sua boca rosada... não havia mais volta.(...)
Keila Gon 29/04/2013minha estante
Ohhhh Patty,
Você sabe o quanto essa resenha encantou meu coração! mas vou dizer mais algumas vezes... amei, amei, amei, amei... e já disse que amei? Muito obrigada flor! E parabéns pelo talento com as palavras, emocionante: )
beijos queridos!
keila gon




Chellot 24/04/2013

RESENHA DO LIVRO CORES DE OUTONO
AUTORA – KEILA GON
ED. NOVO SÉCULO – NOVOS TALENTOS
1ª EDIÇÃO 2012


Após a morte dos pais em um acidente, Melissa volta para sua cidade natal levando consigo sua irmã, a pequena Alice com apenas 5 anos. Apesar do afetuoso acolhimento de seu avô George e dos simpáticos vizinhos, Melissa se sente uma intrusa na vida deles. Sabia que sua volta traria uma nova fonte de boatos à cidade interiorana, mas não suspeitava que sua presença na vida cotidiana dos moradores poderia ser uma atração um tanto quanto indesejada.
Para piorar sua situação ela se viu atraída por mais uma das ironias do caos em que sua vida oscilava. Passar por um quase atropelamento, reencontrar o amigo de infância que sempre a perturbou e ser repudiada por um estranho lindamente charmoso, mas dotado de uma insensibilidade fora do comum, não estava em seus planos. Fora isso, muitas coisas a afetaram diretamente como as insinuações nada amigáveis de um vizinho, o interesse do amigo de infância, Arthur por ela e seus novos amigos que mais pareciam seres divinos.
Melissa tentou de todas as formas evitar seu destino, mas a atração por Vincent deixava seu raciocínio sem ação. A única coisa que queria ao voltar para a casa do seu avô era manter a pequena Alice em segurança e nem isso ela estava sendo capaz de controlar. Novos desafios entrecruzaram seu caminho, muitas dúvidas teve que elucidar e mais que tudo, Melissa precisou usar de todo seu coração para enfrentar seu maior obstáculo, o enigmático olhar violeta que sempre a perturbava a ponto de deixá-la sem chão.
Como se não bastasse entender o fascínio que Vincent exercia sobre ela, Melissa descobre algo que irá mudar para sempre seu conceito de vida normal. Agora ela terá que aprender a lidar com os segredos dos moradores da “montanha assombrada” confiando em suas habilidades especiais. Essa é a única forma de se aproximar do eu verdadeiro de Vincent e trazê-lo para mais perto de si.
Ainda que pondere as razões e os sentimentos que a fazem sentir-se vulnerável na presença de Vincent e de sua família, Melissa não consegue se afastar. Apesar de viverem em mundos diferentes, ela buscará formas de compensar essas diferenças. Mas não será tão fácil. Os desastres que acompanham sua vida estão se aproximando cada vez mais e ela irá se deparar com coisas perturbadoras que a deixarão no limite do incompreensível e inflarão seu medo.
Melissa fará de tudo para proteger a pequena Alice das sombras que atravessam seu caminho e não se importará em correr perigo para salvar quem ela ama.

Resenha escrita por Chellot.
Keila Gon 25/04/2013minha estante
Chellot... Menina!!! Uau... que resenha é essa???? Estou maravilhada com a profundidade que descreveu os personagens de "Cores". Muito, muito obrigada! Suas palavras são dignas de uma contra capa *.*
Beijos e parabéns pelo talento!
Keial Gon




Deise 23/04/2013

Cores de Outono - Keila Gon - Devoradora de Livros - http://www.devoradoradelivros.com.br/
Resenha retirada da Devoradora de Livros.

Cores de Outono é um livro da autora Keila Gon, conta a história de Melissa Wels uma mulher com 21 anos, que deixa tudo pra trás em São Paulo, após a perda de sua mãe e seu padrasto em um acidente trágico.

Melissa parte para uma nova vida, viver com seu avô George Wels na pequena cidade em Campo Alto, juntamente com sua meia irmã Alice de 5 anos, acredita que seu objetivo maior agora é cuidar da sua irmã e do seu avô. Ela é uma mulher decida, corajosa porém muito desastrosa! Consegue lidar com diversas situações sem deixar a peteca cair.

"- Nos últimos tempos desenvolvi uma teoria para explicar isso... A "minha" Teoria do Caos - incitei.... Concluí que "forças sombrias" do universo se divertem com minha humilhações, por isso elas se repetem.... Assim, o "Caos da Minha vida" é baseado na necessidade de divertimento de alguma força inexplicavelmente sombria do universo."

A Família Casella mora em frente a casa amarela (casa de Melissa), sempre deu apoio a George após a morte da sua esposa, é composta pelo casal Lucila e Antônio são os amigos de George e o filho Arthur, este infernizava (e ainda inferniza) a vida de Melissa e da irmã Helena desde pequeno.

Vincent Dippel é um homem misterioso, pouco mal-humorado, sem muitos amigos, que vive com a família Van Berg na montanha. Estes vivem reclusos no topo da montanha, são ignorados pelos outros moradores da cidades por acharem antipáticos.

"Congelei para contemplar a perfeição e quando encontrei seus olhos turquesas, me perdi. Era como estar hipnotizada, dominada por uma força maior."

Como em toda cidade pequena e não diferente em Campo Alto, há muito mistérios que rondam em relação a família Van Berg e a montanha, acreditam que existe poderes especiais e coisas sobrenaturais.

A autora consegue descrever bem os personagens e os ambientes com riqueza em detalhes, impossível largar Cores. Incrível como a historia consegue se desenvolver bem, a relação que no inicio era de ódio dos dois protogonistas acaba se tornando algo mas sólido, o ser misterioso converte se mais amoroso, carinhoso, o amor faz as pessoas mudarem o que são.

O livro contêm romance, fantasia, drama. Acaba levando os leitores ao mundo de magia com elfos, duendes, fadas, magos.

Tem um escrita leve, descontraída e envolvente, não deixou nenhuma lacuna na história, é narrado em primeira pessoa por Melissa.

Posso dizer que foi o melhor livro que já li esse ano! Estou apaixonada por Vincent que merece todos os meus suspiros.

A escritora ainda se preocupou em colocar no final do livro a receita de brigadeiro de panela, assim como no seu site o play list das músicas do livro. *.*

Não preciso dizer que Adorei Cores!! Foram 440 páginas de muitas emoções! Keila você tem que lançar Sombras da primavera logo, melhor dizendo... já! Super indico o livro e digo mais que não ler está perdendo!
Keila Gon 24/04/2013minha estante
Obrigada Deise, Sou só sorrisos quando Cores conquista um coração!!! Obrigada por se deixar encantar : )
Mil beijos e sucesso para o "Devoradora de livros"
Keila Gon




Beatriz 21/04/2013

Cores de Outono - Keila Gon
http://prateleiracolorida.blogspot.com.br/

Esse foi o livro que eu recebi de parceria com a autora Keila Gon, veio autografado. *-*

Cores de Outono foi escrito pela autora Keila Gon, foi publicado pelo selo Novos Talentos da Editora Novo Século e possui 440 páginas.

O livro conta a história de Melissa, uma jovem de 21 anos que acabou de perder sua mãe e seu padrasto, e tem uma irmãzinha Alice de 5 anos para cuidar.
Depois da morte da pessoa mais importante de sua vida, Melissa decidiu recomeçar sua vida junto com Alice em Campo Alto, cidade do interior de São Paulo, na casa de seu avô. Chegando à casa de George seu avô, Melissa começa a trabalhar na antiga revendedora de madeira da família. Assim sua vida começa a tomar um novo rumo.

– Às vezes... não há alternativas. O destino complica as coisas contra nossa vontade e precisamos encarar as mudanças. Isso está além do nosso controle.

Melissa me lembrou muito Anastacia Steele de Cinquenta Tons de Cinza, vive caindo e tropeçando pelas ruas ou por qualquer coisa que apareça em sua frente. Também tem auto-estima lá em baixo, se acha feia e não tem o costume e nem a mínima vontade para se arrumar. Além de ser um pouco chatinha. Nisso já dá para saber que a mocinha "sem graça" da história vai se apaixonar por um homem perigoso, bonito e sedutor. E é nessa parte que entra Vincent. Vincent é um homem misterioso que mora na montanha e o homem do qual todos da cidade falam. Ninguém diz o real motivo de detestar ele e nem o porquê de não chegarem perto dos Von Berg ("família" de Vincent). Mas no decorrer da história você consegue algumas pistas do porque de Vincent ser tão odiado na cidade e o porquê desse homem ser tão misterioso, sombrio e calado.

"Nunca sabia qual seria sua reação, sua personalidade arrogante estava esfarelando meu autocontrole, embora sua elegância e beleza genuína amolecessem meus ossos. Esse homem tinha sérios problemas de socialização, de humor e ainda havia espaço para um emaranhado de esquisitices emocionais impossíveis de se descrever"


O grande ápice da história é descobrir o segredo de Vincent e da família. Quando esse segredo é revelado e quando o amor dos dois toma conta da história, é que tudo começa a ficar interessante. O amor dos dois é um tipo de amor proibido e intenso, mas ao mesmo tempo é um amor muito sincero.

Confesso que eu fazia parte daqueles que odiavam Vincent mas depois de conhecer melhor quem era ele e o motivo se ele agir da forma que agia, foi então que eu percebi que ele era fascinante. Não entendi por que tanta gente odiava ele. Ele podia aparentar ser um homem sombrio, porém quando conheceu Melissa, eu conheci um Vincent totalmente diferente daquilo que ele aparentava ser (morri de amores por ele).

"Tome cuidado com o Darth Vader da montanha"

Por fim, posso dizer que o livro é mágico e fascinante. Não é um daqueles romances clichês onde todas as pessoas são perfeitas. É um livro que vai muito além do que é considero normal, com pessoas cheias de defeitos e que mesmo assim consegue fazer você suspirar a cada parágrafo.
Tenho que parabenizar a autora por sua escrita. É de fácil compreensão e muito bem escrito. Não vejo a hora de ler mais livro da autora e de ler a continuação dessa história.

No final do livro a autora ainda deixa uma playlist super fofa e uma receitinha de brigadeiro de colher. ♥
Keila Gon 21/04/2013minha estante
Ohhhhh Beatriz, obrigada pela resenha!E adorei o elfo a playlist e a receita que vc deixou no blog Prateleira Colorida: ) Beijos flor! Muito susesso!!
Keila Gon




Ana 20/04/2013

Encantador
Sobre decisões difíceis e como você deve escolher o certo e não o fácil. A primeira escolha de Melissa é deixar a sua vida para trás e ir para a casa de seu avô nas montanhas, após a morte de sua mãe e seu padrasto. Com a missão de cuidar e proteger sua irmã de cinco anos, Alice.
“Minha vida cotidiana era vagarosa, segura e... perfeita. Mas nessa nova realidade calamitosa o tempo passava rápido, entorpecido, e levou com ele mais um aniversário que passou despercebido. Agora tinha 21 anos, a maioridade. O que para muitos significa liberdade de atos e decisões, para mim significava sérias responsabilidades e compromisso.”
Ao chegar à cidade de sua infância, Mel tenta reconstruir sua vida se esforçando para não enlouquecer. No entanto, o inesperado, o impossível, o destino coloca em seu caminho Vincent, cuja fama não é nada favorável, pois além de ser carrancudo e misterioso, mora na montanha, que dizem ser assombrada.
“Naquela noite tive dificuldade para dormir, um sentimento inquieto me dominou. Como se algo estivesse incompleto, como se estivesse esquecido alguma coisa ou deixado algo para trás. As lembranças que sumiram durante o dia estavam vivas de novo e quando fechava os olhos, só via os dele, azuis-turquesa penetrantes.”
O relacionamento dos dois começa com uma implicância mútua e várias discussões, Vincent “tropeça” várias vezes em Mel, primeiro quase a atropela, depois é testemunha de seu “quase acidente” na montanha e ainda salva sua vida duas vezes. Apesar de sentir-se extremamente incomodada com Vincent, Mel é obrigada a admitir que o cavalheiro arrogante deixa seu coração fora de compasso.
“Estava surpresa comigo mesma, não era minha frustração pela conversa improdutiva com Vincent a causa do choro incontrolável. Sentia raiva sim, mas também outras sensações perigosas. Uma salada de sentimentos atordoantes que estavam me sufocando, empurrando as lágrimas que não paravam. Eu estava... atraída por esse homem! E as lágrimas tinham uma razão, porque essa atração era impossível.”
Vários mistérios e peças de quebra-cabeça vão surgindo no decorrer da narrativa. O primeiro grande mistério é uma cicatriz que Melissa carrega no pescoço, que conquistou quando era criança ao se perder na montanha, mas ela não se lembra do acidente. Depois Mel sofre uma queda da montanha que deveria ser letal, mas só a deixa arranhada, a sua única testemunha, Vincent, não esclarece nada. Ainda há estranhos fenômenos ocorrendo com a sua irmã que afirma conversar com animais. O quebra-cabeça se encaixa com a surpreendente revelação de Vincent ele é um mago e sua irmã Alice também.
“Usamos a mente de forma diferente e assim podemos controlar a matéria de forma diferente. Para pessoas como você, isso significa ver o universo com possibilidades inimagináveis, mas para nós é apenas uma confirmação do que somos.”
Após a grande revelação mais uma vez Mel tem que agir da maneira certa e não a fácil e a forma mais correta de agir é seguir seu coração que pertence a Vincent.
Cores de Outono arrebata, encanta nos transporta para o amor e a fantasia, nos permitindo sonhar. Mel e Vincent nos fazem acreditar novamente nos contos de fadas e no amor eterno. É impossível não se apaixonar por Cores e por Vincent um cavalheiro à moda antiga, lindo e de profundos olhos turquesa.
Publicado: http://livrorosashock.blogspot.com.br/
por Ana Paula de C. Oliveira
Keila Gon 19/04/2013minha estante
Obrigada pelo carinho e por colocar tanta qmoção em suas palavras Ana : )
Mil beijos agradecidos!
Keila Gon




91 encontrados | exibindo 61 a 76
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7