Play

Play Kylie Scott




Resenhas - Play


79 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Jessica A. 10/09/2017

O M-E-U homão da porra!
Sim, sou apaixonada e doida por este cara! Amooooo o Mal e como da primeira vez, me apaixonei por ele (Jimmy vc ainda é o meu marido, mas o Mal é o meu amante). ♥

Esse carinha aí, além de ser um doido, ele é divertido, engraçado, prostituto, pirracento, sonso e um lunático sem tamanho. ♥

Ele dá a luz ao lugar por onde ele aparece, ele que diverte e deixa a gente (os leitores) com aquele sorrisinho idiota no meio da cara.

A história desse casal é fofa e divertida! Adooooro! A Anne é aquela típica personagem que sempre confia em todo mundo e se ferra (olá, prazer eu). E Mal percebe esse jeito da Anne e quer dar (ou melhor dizer, forçar) uma ajudinha pra ela.

Bem que a autora poderia escrever algum conto deles dois com os filhos, queria muito ver o jeito do Mal com as crianças kkkkk

Se recomendo?! Sim!!!
Nota: 5 ♡♡♡♡♡ FAVORITAÇO
Lido em: 26/10/14 à 28/10/14.
Relido em: 20/07/17 à 24/07/17.
Lary 10/09/2017minha estante
Mall!!!!!!!


Celia 10/09/2017minha estante
Putz, Jessica !!! Você também quer todos, Jimmy e o Mal. Fique com o Jimmy e eu com o Mal. rs


Gessica 10/09/2017minha estante


Lina 10/09/2017minha estante
"Jimmy vc ainda é o meu marido, mas o Mal é o meu amante" Melhor pessoa você kkkkkk


Jessica A. 11/09/2017minha estante
Pooooo Celia, tira o olho dos meus boys! kkkkkkkkkkkkk :P


Jessica A. 11/09/2017minha estante
Ahhhh Lina, impossível escolher um só!


Jessica A. 11/09/2017minha estante
Lary, tira o olho que essa peste é minha! hahahaha


Lary 11/09/2017minha estante
Sua nada! Vc já disse q é casada com o Jimmy, e eu sou casada com o Mal desde sempre!!!!!! Hahaha


Jessica A. 12/09/2017minha estante
ok ok, mas lembrando que é por poucas semanas que eu empresto ele pra tu, só pq sou mto boazinha hahahah


Celia 12/09/2017minha estante
Aff, todas de olho no meu Mal.


Jessica A. 12/09/2017minha estante
oqqqqq????!!!! ele é MEU! kkkkkkkk

ele é de todas!


Ju 10/10/2017minha estante
Oi Jéssica! Qual teu favorito da série? Acabei de ler o primeiro e me me apaixonei e agora está me dando um medinho de ler os outros e não ser tudo isso ? Preciso de ajuda!! Hahaha


Jessica A. 14/10/2017minha estante
Ju, oiiii! Os meus favoritos são Lead e Play. Cara, leiaaaaaa! Eu amo esses livros, o que eu detestei foi Deep :/ Decepcionante


Lary 15/10/2017minha estante
O que eu detestei foi q acabou! Super triste ??
(Eu sendo intrometida) hahaha


Jessica A. 16/10/2017minha estante
kkkkkkkkkkkkkkk ahhh Lary, me irritei um cadinho com o Ben :/


Ju 16/10/2017minha estante
Ahhhhhh, vou ter que ler então ?? Quando gosto muito do primeiro livro de uma série que muda os casais sempre fico com receio de ler os outros e estragar o encanto ?


Jessica A. 17/10/2017minha estante
Leia, Ju! Tu vai gostar! :D :D E oh, quero saber tua opinião ein!




Malucas Por Romances 08/05/2017

Mal é o meu favorito *o*
Oie gente! Hoje vou falar dessa série que eu amo e estou relendo esse ano. Se você gosta de um romance divertido, mocinho rockstar e de romance erótico você não pode deixar de conferir essa resenha. Venha conhecer Mal, o baterista que vai te fazer dar boas gargalhas e também suspirar.

"Era assustador. Eu quase sentia a conexão entra nós. Como se algo que eu pudesse apanhar e segurar com as mãos."

Play é o segundo livro da série Stage Dive, da autora Kylie Scott, publicado pela Universo dos Livros. Eu já li essa série faz um tempinho, mas com o lançamento de Deep que é o último livro da série me bateu a saudade de certos rockeiros. Cada livro conta a história de um integrante da banda, e nesse livro vamos conhecer a história de Mal o baterista da banda e de Anne que será a namorada de mentira de Mal. Quem conheceu Mal no primeiro livro sabe que ele é divertido e um bom amigo. O primeiro livro foi fofo, nesse segundo livro as risadas serão garantidas.


O livro começa com Anne chegando em seu apartamento e encontrando nada dentro. Sua amiga que morava com ela levou tudo e agora Anne está sem dinheiro não sabe como vai conseguir pagar o aluguel. Lauren vizinha de Anne aparece quando este fato acontece e para tirar ela da bad leva ela a uma festa dos roqueiros Stage Dive. Lá Anne encontra Mal o baterista que ela sempre foi fã. Depois dessa noite tudo vai mudar para eles. Ele vai para casa dela e faz uma proposta; seja minha namorada de mentirinha e eu te ajudo a pagar as despesas. Nunca se sabe quando Mal está brincando e Anne tem medo de se apaixonar por ele. Será que ela vai conseguir não se apaixonar por Mal? Eu já acho impossível rsrs.


Anne é aquela mocinha que quer ajudar a todos a sua volta. Quando Mal faz a proposta a ela não tem como ela dizer não. Além de ser fã, ela tem uma queda por ele a anos. Anne é o posto de Mal e juntos vão fazer o par perfeito. Anne entra na loucura de Mal, mesmo querendo ajudar ela não vai levar desaforo pra casa dele. Anne é linda, mas tem características comuns, ela poderia ser eu ou você. Gosto das mocinhas dessa série porque são reais. Assim fica impossível não pensar estar no lugar delas (sonhar não custa nada haha).

" Mal Erickson podia ser um baboy, mas também era um bom homem."

Mal já no primeiro livro da série te conquista sendo aquele amigo pra toda hora para Davi e Evie e sendo super divertido. Se no primeiro você já se divertiu com Mal, nesse segundo livro com certeza você vai dar boas gargalhadas. Ri bastante com ele e é difícil acompanhar esse cara sabendo se ta falando sério ou não, mas na verdade esse modo de ser dele é só uma máscara. Não só momentos de alegria é a vida de Mal, alguma coisa está acontecendo de grave com ele e quando você descobrir pode ficar com o o coração na mão.



Leia mais em: http://malucaspor-romances.blogspot.com/2017/05/resenha-play-serie-stage-dive-2.html#ixzz4gWNYoFXv

site: http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/2017/05/resenha-play-serie-stage-dive-2.html#axzz4gWNOSdJO
Kelli 08/05/2017minha estante
O Mal é hilário! Impossível não rir com ele


Celia 08/05/2017minha estante
Somos 2 , pq o Mal também é o meu favorito . :)


Malucas Por Romances 08/05/2017minha estante
Não vamos brigar meninas kkkkkk


Celia 08/05/2017minha estante
Tem Mal para todas. rs


Kelli 08/05/2017minha estante
Na vdd meu preferido é o marrento gostoso do Jimmy rs...mas gosto muito do Mal tbm.


Celia 08/05/2017minha estante
O Jimmy me surpreendeu, achei o seu livro lindo, mas o Mal é o meu best.


Livia.Rodrigues 14/05/2017minha estante
Não consegui terminar o 1.. desisti.. melhora???


Malucas Por Romances 18/05/2017minha estante
Eu acho que sim rsrs




Caro - só troco livro por livro 29/09/2014

Definitivamente o Mal é o cara!
Pensa em um cara engraçado e surtado (na melhor maneira possível), e além de tudo sexy, e ele SABE disso!
O baterista da banda Stage Dive é um prostituto! hahahah Mas um dos melhores prostitutos do mundo!
Já Anne é aquela moça normal, que é a amiga de todos e que só se dá mal por confiar demais em quem não devia!
Depois de Mal escutar Anne em uma ligação, em uma festa na casa de Ev e David (sim, eles aparecem no livro, e absolutamente Davie é o melhor marido do mundo), ele resolve que Anne precisa de sua ajuda e ele resolve que ela tem que aceitá-lo.
Claro que a moça é mega fã do Mal, mas quem não é?
A atração é inevitável!
Livro leve, engraçado, hot na medida certa!
Super Recomendo!

Ivanice 30/09/2014minha estante
Eu amei tb!!! Lalou bem Carol.Mal é TDB total!!!


Ju 04/10/2014minha estante
Livro perfeito queria mais 100 paginas, li com pena de terminar


Lud 16/10/2014minha estante
Mal foi o melhor.. muito bom!


priscila.dasilv 27/11/2014minha estante
Engraçado , leve e claro com drama na medida certak. Sem palavras pra a descrever o Mal! Simplesmente ele é o melhor! !!


May 23/11/2015minha estante
As melhores sacadas pertencem ao Mal! hahaha rei do humor ?


Drika 21/07/2016minha estante
O melhor!!!!! ???




Maíra 28/03/2017

Muito amor envolvido!
Se, como eu, você já se considera a fundadora/presidente do fã clube do Stage Dive, vem comigo. Porque, minhas caras, vocês não serão capazes de resistir a Mal Ericson. hahahaha

Eu já estava babando no moço e doida pra conhecer sua história desde a leitura de Lick. Tudo porque ele é divertido, extrovertido ao extremo e sem nenhum parafuso na cabeça. Mas eu imaginei que por trás de sua atitude jocosa havia um lado diferente dele que eu TINHA que conhecer. Por isso estava tão ansiosa para ler Play. E, como eu previa, a trama não me decepcionou.

A história começa com a Anne, que acaba de ser passada para trás pela colega de quarto. Ela está totalmente sem dinheiro, perdida e decepcionada de ter sido traída por alguém que ela considerava como amiga. Ela é uma ótima mulher, trabalhadora e daquele tipo de pessoa que conserta as coisas. Gostei muito de sua personalidade, ainda que mais recatada do que o habitual (lembram da bomba que é a Ev?), além de não ter aquele humor ácido que eu tanto gosto, mas também não é nenhuma mosca morta.

Malcolm Ericson é o baterista do Stage Dive. Ele é conhecido como alguém que sempre se diverte muito. É uma estrela com luz própria, amante da diversão e um baterista louco de pedra. Ele sempre tem algo engraçado para dizer, e está sempre fazendo algo irracional. Porém, ele é muito mais do que isso e a Anne consegue enxergar o que ele tenta tão arduamente esconder.

E aí eles se conhecem e se conectaram automaticamente após alguns minutos de flerte. Depois disso, muita água vai rolar e eu vou parar por aqui, senão conto a história toda. Hahaha

Durante a leitura, percebemos que eles possuem personalidades totalmente opostas. Ele leva tudo na brincadeira, enquanto a Anne é super centrada. O caráter dela também deve ser ressaltado, tendo em vista a forma como ela aceitou e amou o Mal com todos os seus problemas. Eu simplesmente amei a dinâmica desse casal, foi super agradável acompanhar e lindo de ver a forma como os sentimentos dos dois foram se transformando.

Como a maioria dos livros sobre relacionamentos falsos, os dois se viram, de repente, em um relacionamento muito real, mas o mais lindo dessa história é a aceitação mútua deles. Eles se aceitaram com o bom e o ruim. Aqui, não tem nenhuma mentira, nenhum segredo por trás do relacionamento. Cada conflito foi imediatamente resolvido sem entrar em muito drama desnecessário e isso deixou a narrativa leve.

Enfim, a autora criou uma obra muito boa. Tudo na medida, ainda que seja uma história bem clichê. Mas como eu disse acima, é uma leitura gostosa, leve, que me prendeu do começo ao fim e não deixou nada a desejar. Se joguem ;)
Daisy 28/03/2017minha estante
Logo logo vou conhecer esse pedaço do céu também hahahha só li o primeiro livro até agora.


Maíra 28/03/2017minha estante
Se joga! Recomendo, apesar de ser MUITO suspeita pra falar ;) hahahaha


Daisy 28/03/2017minha estante
Kkkkkk mulher, me dá uma luz com a série Batidas do coração. A ordem de leitura dela é muito louca. Tu já leu todos?? Estou com medo de ler errado e pegar spoiler. SOCORROOOO


Maíra 28/03/2017minha estante
hahahahah Primeiro leia As Batidas Perdidas do Coração, na sequência leia O Descompasso Infinito do Coração, depois A Escolha Perfeita do Coração e, por fim, O Desapego Rebelde do Coração :)


Daisy 28/03/2017minha estante
Aaah. Obrigada então!!




Monique 15/10/2018

Play
Play é o segundo livro da série "Stage Drive"da autora Kylie Scott. E neste livro vamos ter a história de Malcom Ericson, mais conhecido como Mal, o baterista da banda Stage Drive. Ele é lindo, sexy, famoso e tem o melhor senso de humor. Um cara que precisa limpar sua imagem de estrela do rock e numa festa na casa de Ev e David, ele conhece Anne.
Anne Rollings é uma garota que foi passada para traz e está com a situação financeira a beira da ruína. Numa festa, ela conhece seu ídolo da adolescência Mal, na qual ela sempre foi apaixonada.
ele propõe um acordo: um namoro de mentira em troca de ajuda financeira. Seria ótimo para ambos, porém fica ainda melhor quando eles descobrem que o que era de mentira acabou virando de verdade.

"Esse era o problema com o amor, ele não durava muito. De uma forma ou de outra, tudo chega ao fim. As pessoas se machucam"

Não tem como não amar o Mal, ele é engraçado, otimista e todo mundo rir, inclusive o leitor..kkkkkk
Anne é uma garota ótima também e faz você gostar da história de vida dela.
Você consegue acompanhar o crescimento dos personagens, o amor nascendo de verdade e como eles se ajudam com suas vidas e aprendem a lidar com os problemas juntos.

"É o destino, Anne. Escrito nas estrelas. Deixe-o em paz, porra."

A história é bem clichê, mas o bom humor de Mal, torna tudo mais divertido!
Vale muito a pena ler!
Ray - @amorpelaspaginas 15/10/2018minha estante
Tenho enrolado pra ler essa série mas li e me animei rs


Monique 16/10/2018minha estante
Leia Ray! É muito boa! Vc vai gostar!!


Cássia 16/10/2018minha estante
Eu gostei muito dessa série!


Ray - @amorpelaspaginas 16/10/2018minha estante
Agora com as duas indicando impossível dar erro. Vou tentar pegar na próxima leitura




Núbia Acioly 22/10/2015

Melhor do que eu esperava
Sem duvida alguma eu não iria ler Play,até porque,depois do fiasco que achei Lick,ler Play só seria perder o meu tempo,o único problema comigo,é que sou tipo aquela vizinha fofoqueiro,só que do mundo literário,eu não posso simplesmente ignorar o que se segue na estoria,por mais que ela seja ruim ou não,o que para mim torna os espoilers de certa forma interessante..Opss!

Nesse livro conhecemos Anne Rollins,uma jovem que foi obrigada a encarar as responsabilidades da vida desde bem cedo,e também revemos o baterista hilários do Stage Dive,Mal Ericson.
O livro segue aquele mesmo plano clichê do primeiro,a jovem garota pobre que se apaixona pelo astro do rock mega famoso e blá blá blá,e como eu já esperava por esse tipo de clichês,talvez ele não tenha me incomodou tanto quanto da primeira vez.

Anne é bem resolvida com si mesma,quando ela diz não é não,quando ela diz sim é sim e dificilmente alguém vai convence-la a fazer algo que não quer,o único ponto vulnerável é que Anne é tão generosa com seus amigos que muita das vezes eles acabam se aproveitando.

Anne já era apaixonada por Stage Dive desde a adolescência,tinha posters pelo quarto e sua maior paixão sempre foi o baterista,ela já conhecia os discos,adorava as musicas,como não se apaixonar pelo seu ídolo de sempre? Mas Anne e Mal são um pouco diferentes,eles sabem que podem acabar machucando um ao outro e por isso não tratam o amor de forma tão banal.

Mal é fofo mas não do jeito clichê como Dave,ele é fofo de uma forma engraçada,daquele tipo que sempre vai se preocupar em lhe fazer rir. Ele odeia quando se aproveitam de Anne,não por ser um protetor excessivo,e sim por não acha esse tipo de atitude correta.

O livro ainda tem aqueles pontos onde o dialogo parece ter sido escrito por uma criança,e todos aqueles palavrões que se tornam excessivos e tira todo o sentido das frases,ao menos neste livro ficou mais clara que parte disso também vem dá má tradução(pdf...punft --").

Mais uma vez,o livro não vai mudar a sua vida(ao menos não a minha) e nem entrar para a lista dos prediletos,mas talvez tenha ganhado a chance de entrar para a minha prateleira fisica. Ele continua tendo aquele jeito de livro sem compromisso,que você lê em um final de semana por curiosidade ou por já ter esgotado(ou não) sua lista de leitura.
Rúbia 22/10/2015minha estante
Olha, que legal.. Você também avalia os livros que tem vontade de ter fisicamente por ter gostado ou não rs Legal.


Núbia Acioly 23/10/2015minha estante
Claro,minha estante fisica é muito importante uhsuhsuhsuhushusush


Bia 04/04/2016minha estante
Adorei a resenha! Tenho uma opinião bastante parecida!




GabsConatti 12/12/2017

O livro não me prendeu tanto quanto o primeiro, mas é uma história ótima
O livro conta a história do baterista Mal Ericson e de Anne Rollings. Mal precisa, urgente. encontrar uma namorada de mentira. Acontece que ele é muito mulherengo e sabe que as mulheres são interesseiras, portanto precisava encontrar alguém que estivesse disposta a guardar segredo e ajuda-lo.
Em uma festa que Evelyn e David dão em seu apartamento, Mal conhece Anne Rollings, que, coincidentemente, era sua grande fã, em uma conversa a garota deixou escapar que estava passando por problemas financeiros. Mal logo decidiu que Anne seria a mulher perfeita para ser sua namorada de mentira e no dia seguinte já estava comprando moveis novos para a sua casa e tentando convence-la de que eles poderiam se ajudar. A garota, depois de muito protestar e negar, acabou concordando com a maluquice, pois precisava muito de ajuda financeira.
Sendo de mentira ou não, os dois não esperavam que fosse dar tão certo e logo começaram a se questionar se iriam conseguir não misturar os sentimentos. Mal Ericson, o baterista da, mundialmente famosa, banda de rock Stage Dive, precisa melhorar sua imagem, e rápido. Ter uma boa garota ao seu lado parece ser o suficiente. Anne está com problemas financeiros, e dos grandes, acontece que ela acredita que ser paga para ser a namorada de mentira de alguém não poderia terminar bem, porém, depois de passar um tempo com ele, a garota percebeu que ele era muito mais do que um selvagem e festeiro.
O acordo era perfeito, o que ambos não planejaram que este artifício temporário se tornasse permanente, eles não esperavam que fossem encontrar o amor de sua vida
A série Stage Dive é muito gostosinha de se ler, os meninos são engraçados, espirituosos e é interessante perceber que pessoas famosas passam por problemas pessoais, familiares e são pessoas como nós. O Mal é realmente terrível, mas apaixonante, o que torna impossível para a coitada da Anne não se apaixonar por ele. Por outro lado, Anne é uma garota de coração incrível, passa por diversos problemas financeiros apenas para ajudar a irmã concluir os estudos, o que a torta uma garota totalmente diferente do que Mal está acostumado, completamente fora de seu mundo e é por esse motivo que ele se apaixona por ela.
O livro não me prendeu tanto quanto o primeiro, mas é uma história ótima, com seus altos e baixos e eu recomendo muito a leitura. Pretendo, em breve, ler o próximo livro.
Aline.Braga 04/08/2018minha estante
Qual é o primeiro .?


GabsConatti 09/08/2018minha estante
O primeiro chama Lick.


Aline.Braga 10/08/2018minha estante
Obrigada




Vânia 16/02/2016

Stage Dive #2
Anne passou boa parte de sua adolescência olhando para as paredes de seu quarto, cobertas de posteres de um certo baterista de banda. Como toda paixonite de jovem que sonhava com seu ídolo e até assinava papéis com o sobrenome dele, isso passa.
Agora Anna é uma mulher madura, que passou por um período turbulento quando teve que assumir a casa enquanto sua mãe se entregava a uma depressão depois de ter sido abandonada pelo marido, e nesse exato momento está parada dentro da sala de seu ap vendo tudo vazio. Literalmente.
Sua amiga Skye, que lhe devia dinheiro há algum tempo desde que ficara desempregada e não mais pôde ajudar nas despesas de casa, havia ido embora e carregado a mobília dela.
Anne se encontrava num ap semivazio; sem dinheiro para manter o aluguel que vencia dali a 8 dias, alimentar-se e ainda pagar as despesas da faculdade da irmã caçula, Lizzy.
Em plena sexta-feira, ótima notícia.

Sua vizinha e amiga, Lauren, ao entrar no ap e ver aquilo, quis ajudá-la a pelo menos dar uma levantada no astral e a levou para a festa de Ev, antiga colega de quarto de Lauren, a moça que trabalha ainda no café da esquina e, por acaso, é casada com o guitarrista da banda Stage Dive, David Ferris.
Bom, já que o dia estava estragado, que tal tentar salvar a noite? Ela poderia finalmente encontrar o idolo de sua adolescência...

E isso acontece.
Depois de receber o telefonema de seu patrão, amigo e paixão platônica, Reece Lewis, Anne vê que não estava mesmo no clima para socializar. Sozinha do lado de fora da casa, bebendo uma cerveja, ela recebe a companhia de ninguém menos que Mal, o baterista sexy.

Mal havia ouvido parte da conversa de Anne e sabia que ela estava numa fase negra. Como sempre, ele quis animá-la, assim como ele sempre fazia com os amigos da banda quando os ânimos se alteravam.
Foi uma primeira boa impressão mas que não terminou tao bem assim.
No fim da noite, animado demais dançando sobre a mesinha da casa de Ev e David, Mal fala para os amigos que Anne era sua namorada.

Ok, ele estava alterado pela bebida. Na certa no dia seguinte ele sequer lembraria do nome dela.
Então, por que quando ela chegou do trabalho, encontrou a casa invadida por ele, sem camisa em meio a sua sala recém mobiliada?
E é quando Mal faz uma proposta a ela: ele precisava de alguém que fingisse ser sua namorada por um tempo. E ele não queria qualquer groupie; ele queria Anne, porque ela tinha aquela coisa sobre "o olhar" nele. Enquanto isso, ele ficaria na casa dela - já que David o havia expulsado da casa deles porque ele viu Ev de topless -, pagaria o aluguel e a mobília faltante.

O que ela teria a perder? Estaria na companhia do seu ídolo, que por acaso era para lá de sexy; teria o aluguel pago; móveis novos e ainda iria participar da vida da banda por alguns dias.
Mas qual seria o motivo dele? Este não era para ser discutido.

No início Anne achou melhor não insistir sobre as razões dele. Ela tinha também uma história inacabada com sua mãe, parte do passado dela que ela preferia manter assim, no passado, e não ia gostar de ter alguém fazendo perguntas.


Com o passar dos dias, Mal percebe que parece que todo mundo tem acesso ao ap de Anne. Lauren entra e sai a hora que quer; tem a irmã dela que também tem a chave; mas daí, surgiu um cara se julgando no direito de entrar sem bater? Como assim? E era o patrão dela???

Reece era daquele cara bonito, que sai com qualquer rabo de saia entre 18 a 45 anos, exceto com Anne, mesmo sabendo que ela nutre sentimentos por ele.
Malcolm logo percebe qual era a de Reece, e até propõe a Anne que agora com sua permanência no ap, seria mais fácil para ela colocar ciúmes em Reece e fazê-lo percebê-la.

Mas o que de fato acontece é que Anne é bem aceita pelo grupo. Conhece os pais de Mal e em pouco tempo ela descobre por que ele planejara aquele período de namoro fingido.
Se antes o problema de Anne era de ordem financeira, agora era de ordem emocional, porque sua paixonite pelo ídolo virou paixão pra valer pelo homem, só que ainda havia muitas arestas a serem podadas. Nenhum dos dois estava acostumado a ter relacionamentos duradouros. E quando a razão do plano dele vem à tona, tudo sai do controle. Sentimentos são confundidos e Mal não consegue aceitar que Anne pôde ver além do que ele propunha e o afastamento fora inevitável.

Quem cederia primeiro?
Uil Melo 16/02/2016minha estante
Meu livro preferido da serie!


Aline de Sá 16/02/2016minha estante
Estou louca pra ler essa série!!




Juh 24/03/2016

?
Que decepçao.. ja é o segundo dessa série que eu abandono :/
So eu que achei Mal infantil? não que ele nao seja legal e fofo... mas nossa.. ele nao pareceu maduro tb :s
o livro não é ruim, mas depois que eles se encontram na festa, td acontece taaaaao rapido e de repente ja se amam. oi???? muito sem noção ok a impressão é que peguei o livro com capitulos faltando.
Aline.Braga 04/08/2018minha estante
Kkkkkk falou tudo .




chris 11/09/2017

Gostei do livro, mas preciso dizer que não foi um dos melhorea no meu ponto de vista pq n me encantei muito com o Mall. Sério, descobri que não gosto de caras muito sem noção e, em minha opinião, o Mall é totalmente sem noção em alguns momentos e isso não me deu emoção. Mas o livro é legal, mas não é um dos meus preferidos.
Aline.Braga 04/08/2018minha estante
Também não gostei dele.




Sabrina Meire 09/03/2018

O que havia com Bad Boys? Alguém precisava inventar uma cura
Muito amor por esse livro e esses protagonistas...
Amei muito e falo sem medo de errar que Malcolm é o melhor da banda Stage Dive.
Que baterista!
Divertido, debochado, convencido e com um coração enorme. Irradia luz por onde passa.

Anne tem uma leveza e um jeito tão descontraído de cuidar de ti e dos seus.

É um romance clichê, com uma leitura muito fluída, apaixonante, envolvente, leve e engraçado; até evitei ler em público de tanto que sorria ou ria mesmo.

Amei a forma como eles lidam com cada acontecimento, com a facilidade em adaptar-se as mudanças, como se curtem, se cuidam e se amam.
___________________________________________

(...)Mas, por um momento perfeito, era só eu e ele.
Estávamos em nossa pequena bolha e nada bem ninguém existia mais."
comentários(0)comente



Nikolle - Paradise Books 20/01/2016

Simplesmente maravilhoso, fofo, SUPER ENGRAÇADO
Anne está com certos problemas financeiros, sua colega de quarto simplesmente a abandonou, lhe deixando cheia de dívidas. Esse foi o resultado de sempre confiar nas pessoas, ser boa e prestativa para todo mundo. Mas ela está prestes a conhecer a solução para seus problemas. E ele se chama Malcolm Ericson [nosso loiro, gato sensual que apareceu muitas vezes em "Lick"].

Mal é ....... um dos melhores personagens que já li nos NA's. Okay. Eu falo isso de muitos personagens, mas esse vai entrar pra listinha dos Boyfriends literários. Senhorrrr, ele é completamente louco, surtado (de um jeito muito, muito bom), SUPER engraçado, e só pra completar é maravilhosamente sexy, e ele sabe muito bem disso. Se exibir dos seus jeitos loucos é uma de suas qualidades, e quem leu o livro #1 teve um gostinho disso, e para melhorar as coisas é o cara que quer Anne como sua namorada de "mentirinha".

Já viram no que isso vai dar, certo? Se não, eu vou explicar. Após os dois se conhecerem em uma festa, Mal colocou na cabeça que Anne é pessoa perfeita para ele, e que se a ajudasse, ela só teria que contribuir com um pequeno acordo. Mas o problema é que Anne sabe que essa atração que exala de Malcolm, vai ser um pouco difícil de aguentar, mas quem gosta de recusar um desafio?

Apenas uma frase para vocês : LEIAM ESTE LIVRO: HOJE! AMANHÃ! SEMANA QUE VEM! O ANO TODO! A Anne narra o livro todo em 1° pessoa, e você praticamente morre com tudo o que ela conta sobre o que o Mal está aprontando. Ele é absolutamente MARAVILHOSO. Para quem for seguir a indicação, já aviso que você vai rir o tempo todo, então cuidado com as pessoas que estarão perto de você, e que vão te achar louco(a). Os personagens do primeiro livro e os caras da banda vão estar muito presentes nesta sequência, onde a autora que já coloca o romance e humor junto, irá adicionar um pouquinho de problemas familiares. Mesmo que eu tenha ressaltado mais o fato do livro ser engraçado, aqui vamos ter uma trama maior que a autora trabalhou, e que foi lindo e emocionante de ler. E por isso 5 estrelinhas e ♥.

site: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/search/label/Nik
comentários(0)comente



Laine 01/06/2016

Divertido
Play é o segundo livro da série Stage Dive também nome da banda composta por David, Mal, Jimmy e Ben, cada um terá sua história contada e neste temos a de
Mal o baterista, que leva sua vida com muita ousadia e alegria, além de lindo, irreverente é fofo e o que mais sabe botar uma lenha na fogueira nesse grupo, por conta de algumas bad em sua vida ele precisa ficar mais sério e certinho, pra ajudar ele nessa saga temos Anne/abóbora o jeito como ele a chama, uma garota responsável e com uma quedinha por Reece seu chefe, ela levou uma rasteira da vida e está precisando de ajuda no campo financeiro e aceita ser namorada de mentirinha de Mal, a partir daí é confusão, paixão e muitas risadas garantidas pelo casal mais engraçado da turma Stage Dive. A Kylie consegue mais uma vez construir uma história linda e leve respeitando a personalidade dos personagens o que é muito importante para manter uma unidade, a interação entre Mal e David continua firme, amizade mais linda. Sentir falta de um amadurecimento da parte de Mal em algumas coisas por isso 4 estrelas, mas amei o livro e indico de coração.
comentários(0)comente



Andrea 02/12/2017

Mal...
O que dizer do Mal!? Parecia que estava lendo uma comédia, me diverti muito com ele e a Anne
comentários(0)comente



Vi 25/09/2017

Eu nunca me diverti tanto com um livro, cheguei a chorar de tanto rir. Li o livro em menos de 12h, um dos melhores livros que já li. O Mal com aquele jeito louco dele, sempre divertido, livro foda!!
comentários(0)comente



79 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6