A Formatura

A Formatura Joelle Charbonneau




Resenhas - A Formatura


77 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Gleiciane.Aline 28/04/2021

A formatura
Eu esperava mais desse livro. Depois de tudo o que lemos no primeiro e no segundo livro, eu esperava encontrar mais respostas nesse. Acredito que muita coisa ficou em aberto, principalmente a questão da Presidente, da real intenção dela. Odiei o fim de Zeen, depois de tudo, ele tinha que ter tido um outro final. Achei que ficou muito em aberto as intenções do Enzo também. Ninguém sabe se ele foi escutar para ajudar ou para usar a seu favor, queria que fosse algo mais explícito. Apesar disso, a trilogia é boa, mas acredito que seja para pessoas mais novas, adolescentes, porque eu tenho certeza de que se lesse esse livro mais nova, acharia perfeito. Enfim, é bom, mas tem falhas rsrsrs
comentários(0)comente



Ana 19/04/2021

Não sei dizer se esse foi o melhor da série ou se foi o segundo, pq achei os dois incríveis!

Uma das coisas que mais gostei nesse livro foi como tudo se encaixa certinho, fatos lá do primeiro livro encaixando direitinho e fazendo total sentido, tudo pra mim.

Mais do que os anteriores a Joelle fez valer o ?não confie ninguém? sério. Eu não sabia quem tava mentindo ou não, foi complicado kkkkk.

Mas como nem tudo é perfeito, ainda acho o romance chatíssimo, surgiu do nada e já desgostei ali. Sei la, não me desce mesmo.

Gostei muito do final, a decisão dela foi sensacional e não posso comentar muito pra não dar spoiler aaaaaaaaa

Enfim, eu nunca tinha ouvido falar da série, achei o primeiro livro em um sebo e a história me chamou atenção. Quando comecei a ler achei bem chatinho pra ser honesta, não tinha intenção de continuar a série por achar não focava tanto na parte política quanto eu gostaria, mas o final me instigou e resolvi dar uma chance. Valeu demais, amei.
Jully 19/04/2021minha estante
Para ser bem sincera.. O primeiro li devagar pois não desenvolvia, o segundo mais amarrado ainda... Parece que tudo girava em círculo... Só li pq fiquei internada 8 dias e só levei ele pra me obrigar a ler.... Mas como o terceiro já começou na chatisse e enrolação não tive paciência e abandonei!!!! Acabei trocando os livros... Não foi de vdd!!!


Ana 19/04/2021minha estante
Putss, pior que eu entendo super hahah.
No começo do segundo tbm achei que seria uma "cópia" do primeiro, mas eu já tinha começado e continuei.
De fato não é a melhor distopia que eu já li, mas dei um desconto pq imagino que o publico alvo seja mais novo


Ana 19/04/2021minha estante
Putss, pior que eu entendo super hahah.
No começo do segundo tbm achei que seria uma "cópia" do primeiro, mas eu já tinha começado e continuei.
De fato não é a melhor distopia que eu já li, mas dei um desconto pq imagino que o publico alvo seja mais novo


Jully 19/04/2021minha estante
não consegui ser tão altruísta... apesar de ler devagar o primeiro, achei de vdd que a distopia tinha tudo pra ser sucesso.... mas não consegui ler o terceiro




FPViviani 17/04/2021

O capítulo final da saga de Cia foi, para mim, de longe o melhor.
Começo pontuando que um trabalho muito melhor por parte da editora foi feito nesse livro, e os grotescos erros que os livros anteriores continham não foram encontrados nesse (amém).
Focando no enredo, gostei como a saga começou quase como uma cópia de Jogos Vorazes, e ao longo de sua evolução se afastou cada vez mais desse estigma.
Algumas decisões clichês foram tomadas, mas é interessante observar como Joelle consegue fazer com que as consequências dessas decisões se afastem do que seria esperado para as mesmas. (?? SPOILER) Como, por exemplo, nos apresentou o clichê de, no final, o vilão ser o mocinho e a mocinha ser a vilã; porém, em contraparte, para o plano der certo o mocinho teria que morrer e a vilã continuar viva e no poder. Se afastando da mesma direção que outras distopias tomaram de, indubitavelmente, ser necessário a destruição final do personagem vilanesco. (FIM DO SPOILER ??).
Me agradou muito também o romance não ter sido um dos suportes principais da narrativa, como em outras distopias, e sim acabar sendo um mero coadjuvante, quase sem importância para a trama final (a trama funcionaria tão bem quanto se Cia e Tomas fossem apenas bons amigos).
Enfim, A Formatura se mostrou como a melhor narrativa da trilogia, assim como a melhor edição, fechando de maneira satisfatória a jornada de Malencia Vale.
comentários(0)comente



Nat 17/03/2021

Perfeito!
Li os três da saga um após o outro, mas havia esquecido de postar a resenha deste último.
No entanto, sem novidades, como os demais, o último livro da saga "o teste" também é ótimo e dá o devido desfecho pra estória.
O único problema é que é o tipo de leitura qu vicia, haha, e o fiquei com gosto de quero mais; sinceramente, queria que tivesse livro 4,5...
Adorei e recomendo pra quem precisa de um livro pra relaxar e exercitar um pouco a imaginação.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



kimocchi 06/02/2021

decepcionada com a saga e "Cia"
Como eu já suspeitava, não gostei da conclusão da trilogia distópica de Joelle Charbonneau. Em seu último volume, “A Formatura” só serve para encher muita linguiça, cansar o leitor com sua narrativa tediosa e, para piorar, possui um final para lá de clichê. É uma pena pois a saga tinha muito potencial para se tornar algo muito mais memorável do que é.
Depois de conseguir ingressar na Universidade em Tosu City, Cia Vale é incumbida de uma missão praticamente suicida para tentar colocar um fim de uma vez por todas no Teste e em todos os males causados por ele. Para isso, a garota tem que decidir com cuidado e coerência em quem confiar.
Primeiro que o título desse último livro não faz muito sentido, uma vez que nem formatura tem dentro da história. Resumidamente, posso descrever “A Formatura” como uma leitura arrastada, cansativa, repetitiva e um tanto mal escrita. Quero dizer, neste volume não observei tantos erros de digitação como no livro anterior (que inclusive mencionei na review passada), mas ainda assim a construção da narrativa é bastante rasa, fazendo com o que o leitor não construa praticamente nenhum laço com as personagens.
Por falar nisso, pude observar o uso de muitos elementos já conhecidos – e batidos – de outras sagas literárias, como por exemplo: a redenção de alguém que em circunstâncias passadas foi vilão, o plot-twist mostrando que o vilão poderia ter boas intenções e quem achávamos ser bonzinho era na verdade mau, o romance tosco e mal desenvolvido entre a protagonista e seu interesse amoroso, um plano subitamente arquitetado para derrotar o governo somados a um acesso super fácil para armamentos pesados, entre outras coisas. Foi extremamente cansativo de acompanhar a trajetória de Cia, uma vez que ela – por ser a narradora – demora muito a tomar decisões e, depois que as faz, fica se remoendo pensando se fez o certo. Apesar de eu gostar dela como protagonista, neste livro ela conseguiu ficar muito chata, parecendo que perdeu toda a personalidade forte vista nos volumes passados.
Outra coisa que senti em minha experiência com esse livro foi um abandono por parte da própria autora com certos personagens. Em um determinado ponto, após muita lenga-lenga (praticamente 100 páginas em que não acontece nada de importante), Joelle correu demais em sua escrita, atropelando narrativas importantes e simplesmente abandonando outras. O final do livro é tão abrupto que a autora literalmente apenas citou, como que casualmente, que certa personalidade importante de sua obra morreu – assim, sem mais nem menos. Eu fiquei até aturdida.
Mais um ponto negativo que notei foram as conveniências de roteiro. Os mocinhos quase sempre conseguem se safar de qualquer encrenca que se metem (principalmente a Cia). Além do mais, todo o plot do livro é bastante conveniente, trazendo à tona situações muito forçadas com soluções ainda mais forçadas. É como se a história toda fosse uma peça de teatro em que os personagens são atores com suas falas devidamente ensaiadas. Não gostei da superficialidade da escrita de Charbonneau e, justamente por isso, não me arrisco a ler outras obras da autora.
Outro tópico que me incomodou bastante foi a conclusão da série em si. Ao longo da trilogia fomos apresentados à protagonista como sendo de determinado jeito. Aí, de repente, literalmente nas últimas páginas, Cia toma uma decisão completamente contraditória (apesar de honrosa, vai contra tudo aquilo que ela apresentou como sua personalidade até então). Foi bastante incoerente e, além disso, deixou uma brecha desnecessária na história quando podia muito bem ter feito uma conclusão decente - isso caso a autora não tivesse se enrolado tanto nas 100 primeiras páginas.
Senti que, como um todo, a saga “O Teste” teve seu potencial completamente desperdiçado. A autora, que começou com um primeiro livro bastante surpreendente, se perdeu no decorrer dos próximos títulos. Como distopia, a trilogia deixou e muito a desejar. Minha percepção como leitora foi de que “O Teste” tentou muito se parecer com as distopias mais famosas como “Jogos Vorazes” e a saga “Divergente”, mas, no fim das contas, não foi bem trabalhada para tal.
Não recomendo a leitura.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Lorrana.Dias 03/01/2021

Surpreendente
O livro me pegou de uma forma incrível, os personagens são leves e bastante interessantes. O final é surpreendente e tira o fôlego de qualquer um
comentários(0)comente



Henrique 31/12/2020

Essa trilogia é decepcionante, começou bem no primeiro livro, o segundo achei extremamente chato e cópia do primeiro, e daí chega no terceiro são quase 200 páginas de pura divagações repetitivas da personagem principal, um final nada empolgante, todo corrido e cheio de pontas soltas, estou dando 2 estrelas porque tiveram partes (poucas) que até entretém mas não podia ver a hora de acabar o livro logo.
comentários(0)comente



Morena Cacheada 18/12/2020

Ele é um livro bom, mas eu demorei pra conseguir me concentrar no início dele, e quando acabei eu fiquei um bom tempo parado olha pra tela do celular. O final me decepcionou um pouquinho, esperava que tivesse uma continuação ou algo como um spin-off sobre como as mudancas foram implantadas, e não somente o pensamento de fazer funcionar.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Mai_peereira 12/10/2020

Terceiro livro
Considero uma trilogia boa, porém me confundi em alguns momentos devido o assunto política ser bastante apresentado.
Gostei do desfecho e as perguntas foram respondidas.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sofia.Oliveira 23/09/2020

Bleh
Esperava mais. Final previsível e decepcionante.
O último parágrafo do livro me irritou, um pensamento totalmente contrário com a personagem que a autora desenvolveu na trilogia inteira.
Os capítulos enormes seguiram me dando preguiça.
comentários(0)comente



Luana.Cristina 15/09/2020

Trilogia Incrivel!
Simplesmente incrível! Amei de mais esse ultimo livro! A história, toda a trama foi incrível e cativante, me arrisco até a dizer que foi o mais cativante de todos. Amei muito o primeiro também, e esse, da trilogia, acredito que esses dois são os meus favoritos.
Acho que é uma distopia que vale muito apena ler! Ainda mais se você curte. Lembra um pouco de Jogos Vorazes, principalmente no primeiro livro, e também é possível a gente se identificar muito com alguns detalhes, por exemplo o processo de provas deles, parece bastante com o vestibular que temos.
Mas em resumo, esse livro foi incrível, eu amei! Acho que vale muito a pena ler! Menos as universidades, elas não podem ler não! Vai que elas curtem a ideia! Ha ha!
Me prendi bastante com os personagens, aprendi varias coisas legais, desconfiei de todo mundo em quanto a Cia não... Mas valeu muito apena! E fico muito feliz de ter concluído essa leitura!
comentários(0)comente



77 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6