Por Lugares Incríveis

Por Lugares Incríveis Jennifer Niven




Resenhas - Por Lugares Incríveis


465 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fernanda 15/08/2017

Por Lugares Incríveis - Jennifer Niven
Há alguns dias venho tentando escrever essa resenha e falhando miseravelmente na tarefa de resumir em poucos parágrafos tudo o que senti durante a leitura. Apesar dos inúmeros sentimentos me faltam palavras, pois nada parece resumir de forma justa a experiência de leitura que é “Por Lugares Incríveis”.

Sendo assim, resolvi fazer uma pesquisa, dois dias atrás, acerca da experiência de outros leitores e descobri, com muita surpresa devo admitir, que o romance de Jennifer Niven é extremamente controverso – um clássico caso de “ame ou odeie”. Felizmente isso me deu motivação para iniciar essa resenha, pois, presumidamente, me encaixo no grupo que ama esse livro e precisa pontuar o porquê.

Violet Markey e Theodore Finch são figuras peculiares, cada um vivendo uma realidade específica de acordo com as peças pregadas pelo destino e as consequências que foram geradas. E seus caminhos nunca teriam se cruzado se ambos não tivessem, no ponto que marca o início da trama, chegado ao limite (psicologicamente falando). Apesar disso, quando Violet e Finch estão juntos o mundo parece enorme e repleto de oportunidades, como se fossem criaturas intocáveis lutando juntas contra todas as adversidades.

Conforme a história se desenvolve nos envolvemos cada vez mais no mundo desses dois jovens que tão desesperadamente procuram motivos para viver de verdade cada dia, graças ao que chamam de “andanças” pelo estado onde vivem, buscando lugares incríveis, como diz o título. Felizmente a escrita de Jennifer Niven, bem como sua experiência muito pessoal com as temáticas abordadas, fazem com que a leitura flua cada vez melhor.

“Por Lugares Incríveis” trata de ansiedade, depressão e suicídio, sendo esses os pontos centrais de toda a trama. Logo, o livro possui diversas passagens com conteúdo mais denso, que talvez incomodem, de certa forma, leitores mais sensíveis. Porém a autora trata desses assuntos de forma muito sincera, visto que a mesma passou por situações similares às retratadas no livro que, honestamente, precisa ser lido sem preconceitos e analisado além de um comparativo com romances adolescentes clichês, pois está muito acima disso.

site: m3raki.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Bruna 12/08/2017

Confesso que essa história me surpreendeu bastante. Eu esperava um desfecho daqueles totalmente fofinhos, bem de adolescente mesmo. Mas a autora deu aquele golpe! De início, demorei pra entrar na história, pra entender o Finch... o que era aquela família dele? Tive os mesmos sentimentos de indignação da Violet. E aquele pai? grrrrr! Quem puder, procura no google as imagens dos lugares que eles visitaram, existem mesmo e que lugares maravilhosos!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Chel 11/08/2017

Triste e inspirador.
RESENHA

Por Lugares Incríveis conta a história de Theodore Finch e Violet Markey, dois adolescentes que vivem conflitos emocionais após sofrerem problemas familiares.
Eles se conhecem em uma situação em que ambos pretendem cometer suicídio. Porém, Finch convence Violet a não cometer o suicídio no alto da torre do colégio.
Depois desse episódio, eles tem que realizar um trabalho de geografia juntos, que os fazem ir e conhecer alguns lugares em Idiana, a cidade aonde vivem. A partir daí, eles começam a ter um relacionamento de amizade e cumplicidade. Finch encontra em Violet motivos para se manter vivo, e Violet esquece-se de contar os dias para sair da cidade.

MINHA OPINIÃO

Sempre via esse livro nas redes sociais, nas livrarias e por causa da capa, das boas indicações e da sinopse o comprei. E me surpreendi com mais essa leitura.
O livro traz uma narrativa muito boa e leve, apesar do tema abordado. A narrativa é em primeira pessoa e podemos sentir cada um dos personagens com mais intensidade.
Finch é um daqueles adolescentes do colégio que é visto como o problemático, o esquisito e o incompreendido, mas conforme vamos lendo, vemos o que ele realmente sente e suas razões para ser o que é.
Além de sofrer bullyng no colégio, ele tem que enfrentar um pai violento, uma mãe ausente, uma família completamente apática e um distúrbio de bipolaridade.

"- Não é culpa sua. E ficar pedindo desculpas é perda tempo. Você tem que viver sem arrepedimentos. É mais fácil fazer a coisa certa desde o início pra que não tenha que pedir desculpas depois. - Não que eu tenha moral pra falar isso."

Violet, apesar de ser uma aluna e filha exemplar, perde a motivação de viver e ser, após o acidente com a sua irmã. Passa a viver com o sentimento de culpa e se sente sem o direito de seguir em frente.

" - O problema das pessoas é que elas esquecem que na maior parte do tempo o que importa não são as coisas. Todo mundo está tão ocupado no Lugar de Esperar."

O tema principal do livro é o suicídio, mas também aborda temas secundários como a depressão, a bipolaridade, a falta de autoestima e a falta também de uma afetividade dentro de uma família.
(Fiquei com muita raiva da família do Finch e os culpo por todo o sofrimento dele do início ao fim. Aonde já viu uma mãe não saber absolutamente nada sobre o que se passa com o próprio filho?)

O livro é rico em detalhar sobre o pensamento suicida e bipolar, eu não tinha a dimensão de quanto um problema psicológico pode desestruturar uma pessoa. O assunto pode parecer clichê, mas temos mesmo é que cuidar um dos outros, estender as mãos e não pensar que tudo é frescura.

A história de Finch e Violet também vai receber adaptação no cinema, já tem um trailer (não oficial) no Youtube com um baita spoiller, se não gosta, melhor nem assistir.

Esse livro é profundo, inspirador, triste e amoroso. Eu ri e chorei muito, muito mesmo.
Super indico, com certeza!

site: http://herdeiraliteraria.blogspot.com.br/2017/08/resenha-por-lugares-incriveis-jennifer.html
comentários(0)comente



Pam Potter 04/08/2017

Será que hoje é um bom dia ?
Um dos melhores livros que já tive o prazer de ler.
Por lugares incríveis te leva a uma viagem repleta de amor, lagrimas e superação.
Um sorriso, só isso bastou para que TF se apaixonasse por Violeta. O encontro dos dois não poderia ser mais estranho, uma torre dois corações e muito sofrimento.
Quem é o verdadeiro herói da historia?
Violeta mostrou para TF o que é o amor e TF mostrou para Violeta o que é a vida. Juntos aprenderam a se amarem através de pequenos detalhes. Paredes repletas de palavras que para muitos não tem sentindo, mas para TF são o inicio de musicas para mudar o mundo, musicas essas que só TF poderá escutar, porque música que mudam o mundo não precisam ser escritas e sim lembradas.
Não há muito o que dizer sobre a história, o melhor que se pode fazer é senti-la e se apaixonar um pouco mais pela vida.
" A cadência do sofrimento começou"
ANTES DE MORRER QUERO ...
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Caminhadaliteraria 31/07/2017

Amei
RESENHA: Por lugares Incríveis de Jennifer Niven. "Sinto como se eu tivesse acabado de atravessar o fundo do guarda-roupa e entrado em Nárnia." Por lugares Incríveis conta a história de Theodore e Violet. Os dois se conheceram no alto da torre da escola, onde pretendiam comentar suicídio. Violet, era sobrevivente de um acidente de carro em que sua irmã havia morrido. Theo, sofria ao ter que lidar com a mãe ausente, o pai violento, bullying, a depressão e sua bipolaridade. Os dois se aproximam quando tem que fazer um trabalho de geografia juntos, no qual tem que falar sobre alguns lugares de Indiana. O resultado disso não podia ser diferente: Theo deixa de pensar nas diversas maneiras de suicídio, e Violet não contava mais os dias para que concluísse o ensino médio e saísse daquela cidade. Depois disso, acontece uma reviravolta surpreendente. A história é narrada pelos dois protagonistas, alternando entre os capítulos. A narração de Violet me deu tédio, a garota era totalmente deprimente. Já Theo, mesmo com todos os problemas estava sempre ativo, pensando em algo, mesmo que fosse as maneiras de cometer suicidio. Apesar disso a leitura é super leve, e parece ter uma influência de John Green. E claro, acabamos sentindo tudo o que os personagens sentem. Alegria, tristeza, revolta... Além das mensagens de valorização ao lugar onde vivemos, a história contada tem relação com uma experiência vivida pela autora. O enredo é maravilhoso, o tempo corre muito bem, as personalidade dos personagens também foram bem descritas. Enfim, recomendo muito. A história é maravilhosa e me deixou muito envolvida com os fatos.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Vitoria.Sanches 30/07/2017

Profundo, divertido, triste e inspirador.
Depois desse livro, tenho um roteiro completo de lugares incriveis em Indianapolis, porque agora quero sentir tudo que o Finch e a "Ultravioleta Markante" sentiram nesses lugares. São lugares comuns, mas lendo aos olhos de Finch, nada é comum, tudo é mais profundo. A mensagem que mais foi transmitida pelo livro é viva como se fosse o ultimo dia literalmente. Eu não sabia o quão dificil e complexo, e triste era ter o problema psicológico do qual o livro trata, e quando foi revelado qual era, eu realmente me senti mal, Pelas pessoas que passam por isso. O livro é tão rico, que é pequeno para o tanto de coisas que ele te transmite, tantas mensagens, tanto sentimento, todo mundo tem que ler, talvez não pessoas com depressão ou suicidas, porque na historia, revela muitas curiosidades sobre formas de se matar, e uma pessoa depressiva, pode ficar ainda mais triste. Mas esse livro é Pura poesia, fora as citações de Virginia Woolf, e techos de tantos livros, essa leitura acrescenta muito, pela história, pela critica, pelas emoções. LEIA.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Patty Lemos 28/07/2017

Violet e Finch
O que falar desse livro? Que mal terminei e já amo. Ele conta a história de Violet e Finch que são dois jovens com realidade de vida diferentes, histórias diferentes e a vida deles se cruza no momento em que ambos estão na torre do sino da escola. E através de um trabalho de escola nasce uma amizade, um romance, um história de superação, uma lição de vida e trata de assuntos de forma super sutil. Esse livro me destruiu.
comentários(0)comente



Julia 26/07/2017

Livro maravilhoso
Sempre notava esse livro em várias livrarias mas não me animava muito por causa do título. Mesmo assim decidi comprar e não me arrependi nem um pouco. A autora escreve muito bem, me vi envolvida com os personagens logo no início, além de me identificar bastante com eles. Tenho um amor muito grande por "Por lugares incríveis" e por Finch e Violet, poderia reler quantas vezes quisesse que nunca me cansaria.
PS: aproveitem e leiam agora, porque já estão começando a produção do filme.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Lightwood 18/07/2017

É doce e amargo. Além de maravilhoso.
No início da história fui levado a pensar que Finch, um dos personagens principais, seria um Augustus Waters (A Culpa É Das Estrelas). Ao ser levado até seus pensamentos entendi como este funciona e porquê ele tinha aquele estiolo meio cafajeste. Durante a narrativa, Finch cria vários personagens para si mesmo. Como, por exemplo, o Finch Fodão. Essas “trocas de personagens” se vale da não aceitação de si mesmo. Assim como Violet – que logo me aprofundarei – ele teve perdas na família. Seus pais se separaram recentemente e seu Pai, de acordo com ele, trocou sua família por outra melhor. A partir disso, cria-se um sentimento de rejeição, falta de amor e perda.

Violet, que narra a história junto com Finch, perdeu sua irmã, Eleonor, em um acidente de carro. Sua família a ama e não é complexa como a de Finch, mas a culpa pela morte de Eleonor (Violet dirigia o carro na hora do acidente) a deixa tão desorientada quanto Finch.

A história começa com ambos na torre do colégio tentando cometer suicídio. Finch, que antes não havia percebido Violet na torre, a convence a desistir.

Na escola, Violet e Finch precisam fazer um trabalho que os faz sair por Indiana, sua cidade, para conhecer Lugares Incríveis. É aí que um começa a ajudar o outro a entender suas perdas e a si mesmo. A forma que Jennifer Niven aborda o suicídio é muito nova para mim. Esse é um livro YA bastante divergente do que estou habituado. Esse livro é um prato cheio para nós, jovens. Já que é nesses momentos de transição que nos perguntamos se as dores continuarão. O legal é que o Amor entre os dois é uma pequena parcela de um todo que os ajuda a seguir em frente.

Finch e Violet faz com que qualquer um se apaixone por eles. Ao menos a grande maioria. O romance deles aqueceu meu coração, fazendo que eu deseje mil coisas boas para eles. O suicídio foi abordado de modo delicado. Em alguns momentos eu pensei que a história seria bastante depreciativa como na série de Os 13 Porquês, mas com os passar das páginas a esperança de uma vida melhor também entrou no meio.

A mensagem de perda, depressão e superação foi muito bem dada. O Romance não é motivo de salvação para os personagens, pois é apenas uma amostra de uma vida melhor. Sendo assim, este livro está mais do que recomendado.

Por favor, leiam. Algumas das minhas respostas foram respondidas. Espero que minha boa experiência também se aplique a vocês. Para resumir a história, posso dizer que é doce e amargo.

Boa leitura!
Lay 18/07/2017minha estante
Meu favorito também. Muito lindo s2


Lightwood 18/07/2017minha estante
Por falar de suicídio, eu acreditei que ela fosse se equivocar, mas foi tão bem feito. Eu pensei que só ia dar nota baixa, mas quero ir no cartório marcar meu casamento com Jennifer Niven. hahahahahahaha.


Lay 18/07/2017minha estante
Simmm!! É o típico livro que você pensa uma coisa e descobre que é outra.
Extremamente emocionante! Muito bem escrito e maravilindo.
Por ela eu também caso, hahaha


Lightwood 18/07/2017minha estante
hahahahahahaha. Já vou ler os outros que ela tiver lançado.


Dani 18/07/2017minha estante
Já quero ler! Fiquei curiosa! rs


Lightwood 18/07/2017minha estante
Pegue esse livro e não solte até terminar. Muito bom mesmo. kkkkkk


Silas Jr 18/07/2017minha estante
Já quero ler, muito bom


Lay 18/07/2017minha estante
Dani, esse livro é totalmente agridoce. Ora você chora, ora você ri. Muito maravilindo. Leia!!!!


Lightwood 18/07/2017minha estante
É isso mesmo, Lay. Eu fiquei pensando " Dona Niven, a senhora pode parar de jogar com meu tumtum? Obrigado-de-nada".


Dani 18/07/2017minha estante
agora mesmo que quero ver se leio ainda esse ano :) hahaha




465 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |