Os Três Mosqueteiros

Os Três Mosqueteiros Alexandre Dumas




Resenhas - Os Três Mosqueteiros


270 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


fjara 10/05/2021

Um livro que eu ganhei quando tinha 10 anos e que hoje ainda fico encantado de ler.
comentários(0)comente



Taylor 06/05/2021

Os três mosqueteiros
Alexandre Dumas possuía uma grande facilidade em criar uma história que nos prende de maneira impressionante e que em cada pagina queremos saber mais sobre quais serão os próximos passos de nosso protagonista.
D'Artagnan é um jovem que realmente nos prende com o seu sonho e impulsividade, mas ao mesmo tempo faz com que nós acabemos ficando cansado de suas decisões até que bestas e muito impassivos em situações em que era necessária mais calma, claramente isso vai evoluindo quando vai passando o tempo com os mosqueteiros e entra de vez no grupo.
As cenas de batalha são coisas que dá bastante gosto de se ler, os mosqueteiros realmente não parecem apenas personagens de livros, suas vidas são bem reais e crivei, assim como as suas habilidades em esgrima o que dá um verniz de realidade.
A história vem se desenvolve de maneira realmente muito compressível e gradativa sem ser muito arrastada.
comentários(0)comente



julianochavesbr 04/05/2021

Sensacional!
Para quem gosta de romances e aventuras, esse é o livro ideal. Cheio de reviravoltas, armações e muitas emoções também. Um livro perfeito.
comentários(0)comente



L.R 28/04/2021

Porthos seu maldito prostituto!
Comecei pensando em uma ´´velha e engessada`` leitura, paguei a língua (ainda bem), a bela aventura simples e acolhedora que envelheceu de forma ´´compreensível`` e com ótimos personagens, de uma bela mulher nojenta e diabólica à um protagonista com dotes variados, sendo a esgrima e sua maneira de stalkear terceiros mesmo quando só estás a passear pelas ruas.
Quanto ao resto do elenco principal o que dizer? um belo e alto homem estúpido e muito amável, um protótipo de padre (um bem assanhado) com dotes poéticos e fraco por mulheres, fechando assim com Athos, esse mosqueteiro com nome de montanha é uma das principais peças da trama, astuto, cruel, beberrão (talvez o mais humano de todos) e que na reta final final mostra uma perspicácia que é digna de um filme antigo de detetives, pilar, pai, absoluto.
comentários(0)comente



Alexandre 25/04/2021

Os Três Mosqueteiros
Sei que esse é um clássico, e que permeia o inconsciente coletivo como sinônimo de aventura e coisa e talz... mas pessoalmente não gostei. A trama é baseada em um motivo muito frágil e simplório demais para gerar o conflito do livro e termos as aventuras dos três (4) mosqueteiros.
comentários(0)comente



Kowa 20/04/2021

Mais um excelente livro de Alexandre Dumas, não deixando a desejar em nada... Ao terminar o livro senti um forte vazio, devido a grande satisfação que obtive ao ler o mesmo.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Miguel.Arcanjo 17/04/2021

Resenha Os três mosqueteiros
A história começa na França, onde D'Artagnan, descendente de uma família pobre deixa sua casa rumo a Paris para realizar seu sonho, se tornar um mosqueteiro do rei.
Seu pai era conhecido do capitão dos mosqueteiros então escreveu uma carta de apresentação porém durante a viagem D'Artagnan chega a uma hospedaria, onde seu cavalo feio é ridicularizado por um cavaleiro misterioso. Muito ofendido o jovem discute e se envolve numa briga, levando a pior ainda roubam sua carta de apresentação.
Chegando em Paris o jovem vai direto ao hotel Trévile, lugar este que é o quartel general dos mosqueteiros porém sem sua carta, ele é recebido friamente pelo Sr. de Trévile, ainda se não bastasse D'Artgnan é desafiado para duelos por três mosqueteiros Athos, Porthos e Aramis, apôs período de desavença e confusão o jovem acaba se agrupando com os três mosqueteiros ganhando a amizade e confiança dos mesmos e se torna um soldado da guarda Real.
Apôs se acomodar no alojamento D'Artagnan conhece a costureira Constance, a qual se apaixona.
Aliando-se a Rainha D'Artagnan e os três mosqueteiros são enviados a Londres para recuperar um diamante qual a Rainha havia oferecido ilegalmente ao Duque, favorito de seu esposo Rei Carlos I.
Apôs uma viagem cheia de emboscada e muito perigo somente D'Artagnan chega a Inglaterra, mesmo assim recupera a joia e traz de volta para a Rainha.
O cardeal Richelieu fica impressionado com a agilizes do mosqueteiro e o convida para juntar-se aos seus guardas, o jovem recusa e vingando o cardeal rapta a costureira.
Voltando para Paris D'Artaganan cai numa armadilha onde acaba dormindo com Milady, esposa de Athos que todos julgavam estar morta Milady faz várias tentativas de matar D'Artagnan mas não consegue.
Passado alguns dias D'Artagnan descobre que a Rainha havia conseguido resgatar Constance. Em lá Rochelle apôs D'Artagnan procurar a Rainha Ana D'Astria para saber de sua amada, aos 4 mosqueteiros são acolhidos como heróis.
Na Inglaterra Milady recebeu ordens para martar o Duque aliado de Rochelle e suposto amante da Rainha.
Os mosqueteiros prendem o agente do cardeal, mas este consegue fugir, matar o Duque e envenena Constance onde morre nos braços de seu amado.
Perseguida pelos quatro mosqueteiros Milady é justificada nas margens do Lys.
No fim D'Artagnan reconciliou-se com Richelieu que o promoveu o tenente aos mosqueteiros do Rei. Athos retirou-se para a vidas campestre. Porthos casou-se e Aramis dedicou-se a vida monastica.
comentários(0)comente



Livros e Pão 07/04/2021

D'artagnan é cafajeste
Algumas coisas não envelheceram bem, mas continua sendo um clássico.
Elaborei mais em detalhes na resenha para o youtube (link a seguir)

site: https://youtu.be/U8sH3uDT7dY
comentários(0)comente



Jorgea 07/04/2021

Livro Empolgante
Gostei muito do ritmo da escrita, apesar de achar um pouco rápido! Os acontecimentos se desenrolam com certa rapidez, e cada capítulo há uma surpresa!
comentários(0)comente



Jaqueline.Marcondes 04/04/2021

Um clássico
Alexandre Dumas sempre foi um dos meus autores favoritos, isso porque só havia lido versões infanto juvenil de suas obras.
Ao ler "Os três mosqueteiros" na íntegra adorei ainda mais as aventuras de Athos, Porthos, Aramis e D'artagnan.
Essa é somente a primeira parte das aventuras desses quatro amigos. Não vejo a hora de iniciar o próximo volume, e que a Editora Zahar nos traga logo o terceiro livro.
comentários(0)comente



OToloDeAmarelo 03/04/2021

Obra grandiosa do mestre Dumas!
A escrita maravilhosa de Dumas te coloca em uma linha fluída e é a base para concluir seus contos e livros. Athos, D'Artagnan, Aramis e Porthos são personagens memoráveis! Cada um tem características singulares que são tão vividas e brilhantes que empolgam ao máximo. A elegância das falas também é algo para se por em pauta: são extremamente corteses mesmo em situação de perigo absoluto. Chega a ser engraçado os momentos tensos de duelo serem levados com tanta cordialidade!
O enredo também é cheio de plottwist e um vilão terrível sem escrúpulos recheia as páginas com vinganças e mortes.

É um grande livro, muito divertido e uma aventura absurda. Se tornou meu favorito do Dumas, mesmo já lendo a obra prima Conde do Monte Cristo. Três mosqueteiros é uma aventura tão incrível quee cativou desde o começo da leitura. Livro inesquecível!
comentários(0)comente



Aécio de Paula 25/03/2021

Os Três Mosqueteiros - Alexandre Dumas
Ótimo livro. Dumas é um escritor talentoso e suas obras são maravilhosas. Esse livro nos ensina o verdadeiro valor da amizade. Os jovens aventureiros d’Artagnan, Athos, Porthos e Aramis se ajudam e são irmãos da espada e do dever. Belo romance de 672 páginas. Se não me engano, tem o romance condensado, mas recomendo ler esse na íntegra.
Bárbara 25/03/2021minha estante
Pretende ler O Conde de Monte Cristo também?


Aécio de Paula 25/03/2021minha estante
Sim, mas o próximo será a continuação dos mosqueteiros, que se chama Vinte anos depois. Se vc ainda não leu algo de Dumas, recomendo


Bárbara 26/03/2021minha estante
Olha, não sabia que tinha continuação. Vou começar por Conde, se agradar, continuo a me aventurar por sua escrita. (:


Celso 29/03/2021minha estante
Depois de "20 anos depois" vem a terceira parte "O Visconde de Bragelonne" que encerra a trilogia. 20 anos depois é bem legal.


Aécio de Paula 30/03/2021minha estante
Quero muito ler a trilogia, Celso. vai dar certo, espero.




Giovana.West 16/03/2021

fascinante
Não é atoa que seja um clássico, com certeza um dos melhores livros que diga-se de passagem já li.
Desde o começo me senti compelida a lê-lo, o espírito de D'Artagnan e a forma que o livro é narrado me fez continuar com ternura, é uma leitura fascinante e vale muito a pena se com calma apreciar os detalhes.
"Todos por um e um por todos".
Ou como diria D'Artagnan; Em guarda.
comentários(0)comente



JOSI RAMOS 14/03/2021

Esperava mais
Entrei nessa história esperando algo totalmente diferente. Sim tem algumas batalhas e sim a lealdade é um marco no livro. Mas no geral foi bem abaixo do esperado. A maior parte do livro são os mosqueteiros correndo atrás de fofocas, intrigas e mulheres casadas(????) O grande vilão foi o mais interessante da trama e quem proporcionou as melhores cenas. Triste por essa conclusão..porque o Conde de Monte Cristo do mesmo autor é uma obra prima sem defeitos. Infelizmente aqui ele não conseguiu me agradar tanto quanto eu ansiava.
comentários(0)comente



270 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |