Desejo Proibido

Desejo Proibido Sophie Jackson




Resenhas - Desejo proibido: O que acontece quando o amor está no limite entre o prazer e o sofrimento?


105 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fe 13/06/2019

Uma amiga indicou esse livro, até comecei ele um dia e lembro que não dei continuidade por que tenho certa dificuldade com livros em 3ª pessoa que não seja de época.

Muito tempo depois e no ápice de uma ressaca literária resolvi dar outra chance e não me arrependo.

O livro conta a história de Kat, professora de língua inglesa que para cumprir uma promessa feita ao pai logo que ele morreu, resolve ter como objetivo para si mesma, ajudar os outros. Assim ela começa lecionando em uma penitenciária para presos que querem adquirir sua liberdade condicional. A penitenciária é onde vive Wes Carter, entre muitas outras coisas ele é solitário, durão e irônico. A partir daí a história se desenvolve em um romance proibido entre os dois, que passa a transcorrer quando Wes finalmente consegue sua condicional com a ajuda Kat de que se comprometeu em continuar suas aulas particulares fora do presídio.

Eu gostei demais da história, tem uma pegada de drama que eu não sou mto fã é mesmo assim consegui curtir bastante.

Preciso dizer que eu odiei a melhor amiga da Kat, Beth. Ela ultrapassou todos os limites de ?preocupação? com a amiga. Por outro lado, Ben e Riley foram personagens maravilhosos, principalmente Riley, adoraria ler uma história com ele.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



dayukie 10/10/2018

"[...]
Como já é previsível, sua família não aceita o relacionamento dos dois, por Carter ser um presidiário e pela posição social de Kath.
Sua mãe é uma das quais corre contra os dois, por presar muito a integridade da filha, mas o que ela não imagina, é que Carter é muito rico e herdeiro de uma empresa milionária.
Além de ter a família de Kath, indo contra relacionamento, Carter ainda precisa se preocupar com seu primo mala, que quer a todo custo tirar tudo dele, e ainda tem Max, que Carter considera um amigo, mas que atrapalha a relação dele e um passado cheio de mistérios.
Já Katherine, precisa lidar com a própria família, sua amiga e todas as armações que são feitas para afastar os dois.
Será que o amor dos dois será forte o suficiente para ultrapassarem todas as barreiras e impedimentos e conseguirão ter um final feliz?
A trama é muito bem escrita, personagens bem desenvolvidos e a autora soube levar a história do inicio ao fim com segredos, romances, aventuras.
Sophie Jackson tem o dom da escrita e exerce isso de forma brilhante!
A capa é incrível, não encontrei nenhum erro ortográfico, diagramação impecável, só me resta recomendar a leitura!"

Resenha completa no blog.

site: https://goo.gl/fDS9sX
Luana Moraes 16/10/2018minha estante
Amoooooo!!!!




Caverna 01/09/2018

Um evento na infância definiu o que Kat Lane se tornaria quando adulta. Aos 9 anos, bandidos encurralaram ela e o pai, agredindo-os fisicamente. Um homem encapuzado conseguiu tirar Kat do amontoado e mandou que ela corresse. Antes de obedecer ao desconhecido, o seu salvador, Kat fez uma promessa ao pai. Anos depois, ela cumpria, dando aulas de literatura na penitenciaria Arthur Kill.

Durante aqueles dezesseis anos, Kat teve sonhos recorrentes com a noite do assassinato de seu pai. Ela se culpava, e acreditava que poderia ter salvado o pai, se não fosse pelo homem a arrastando dali. E, por coincidência ou não, os pesadelos de Kat param quando ela conhece Wesley Carter, um detento capaz de tirá-la completamente do sério. Carter é rude, sarcástico, e perde o controle facilmente. Por conta de discussões severas provocadas por Carter, ele é proibido de frequentar as aulas de Kat, mas ela sabe que ele precisa daqueles pontos extras se quer alcançar sua liberdade provisória, então propõe lhe dar aulas particulares.

Mesmo que relutante em abaixar a guarda, Carter aceita, sabendo que aquela seria uma ótima oportunidade para irritá-la. Ele só não esperava se sentir tão ansioso em vê-la novamente após cada aula, ela e seu cheiro de pêssego. Kat era uma mulher estonteante, profundamente atrativa e independente. Todos os detentos a secavam com o olhar, mas para Carter era mais; ele a desejava a cada segundo.

Com as aulas, Kat também ficava balançada com as investidas de Carter e seu jeito conquistador. Mas mais do que isso, Carter se demonstra um aluno empenhado, extremamente inteligente. E quanto mais se aproximam, mais a atração fica impossível de resistir.

Kat perderia seu emprego, e a liberdade de Carter ficaria comprometida. Será que valeria a pena? Será que eles se importavam?

Ressalto a escrita de Sophie, que é bem perspicaz e agradável. Mesmo nas cenas picantes, que é de se esperar ser repetitivo, ela inova e deixa explícito o amor deles crescendo gradativamente. Foi um dos aspectos pelo qual dei essa nota.

A história em si, como podemos imaginar pelo início, vai além da relação do casal. Existem diversos empecilhos que não os permite abraçar o desejo, assim como descobertas que os impulsionam a deixar tudo de lado. Há também personagens secundários importantes, como Eva (mãe de Kat), Beth e Ben (amigos de Kat), e Max e Riley (amigos de Carter).

Até umas 250 páginas, a obra envolve o leitor com ternura, mas depois de um determinado momento, fica bem maçante. É um livro grande pra uma história que podia ser concluída numa quantidade bem menor de páginas. Além disso, os personagens não me cativaram. Eles estavam lá, e o desenrolar era tão previsível que não dava nem vontade de torcer. Já sabia no que tudo ia dar. É um new adult, não dá pra esperar muitas novidades, eu sei, mas só por apostar no presídio já foi algo diferente.

A notícia boa é que, embora seja uma trilogia, cada livro conta a história de um personagem diferente. Nesse primeiro volume, temos os capítulos intercalados entre Carter e Kat na terceira pessoa. No segundo, será sobre Max, e no terceiro, sobre Riley. O livro 1,5 chamado “Eternamente você”, é um conto que ainda fala sobre Carter e Kat, e mostra só mais melação e sexo, então por isso não farei resenha separada. Dificilmente vou arriscar ler os próximos volumes, mas pra quem gosta de um bom e velho new adult, pode ir fundo!


site: http://caverna-literaria.blogspot.com/2018/09/desejo-proibido.html
comentários(0)comente



Andréia 23/07/2018

Resenha Desejo Proibido - www.starbooks.com.br
Katherine Lane é assombrada pelo brutal assassinato do pai, o qual presenciou aos nove anos e graças as suas próprias motivações hoje é professora, só que ela não dá aulas em qualquer lugar, ela é professora na penitenciária Arthur Kill e ela gosta do que faz, ser capaz de auxiliar os detentos nos seus recomeços e aprendizados. Tudo ia muito bem até um aluno novo iniciar na sua turma, Carter, ele é marrento e há algo nele que a deixa ligada e a estranha sensação de familiaridade sempre paira no ar quando ele está por perto, isso a deixa intrigada e o mesmo ocorre com Carter com relação a Kat só que ele não se mostra nenhum pouco disposto a permitir a aproximação de ninguém na sua vida e o fato de ser proibido, contratualmente, o seu envolvimento com qualquer um de seus alunos não a deixa mais tranquila.

Wesley James Carter, um bad boy e um penitenciário famoso pela marra, já fez muita coisa das quais não se orgulha mas aquele período que está passando na cadeia para livrar um amigo é horrível e quando uma chance de liberdade condicional aparece ele não pensa duas vezes, ainda mais quando descobre que a senhorita Lane propôs terem aulas particulares durante a sua condicional, mesmo que no início ele seja de certa forma forçado a ter essas aulas com certeza não seria nada mal passar um tempo com aquela mulher linda e que lhe provocava sentimentos até então desconhecidos.

''Kat não conseguia tirar os olhos da nova aquisição de sua turma. Ele era um colírio, com seus cabelos raspados, ombros largos e fortes, barba de uns dois dias por fazer e pernas compridas que não cabiam debaixo da carteira, mas seu comportamento gritava agressivo. Havia uma aura de perigo em torno dele que gritava Não se aproxime. Ela notou o pedacinho de uma tatuagem preta espiando por debaixo da gola de seu macacão, subindo pela nuca.''

Quanto mais tempo eles passam juntos, mais Carter vai mostrando a sua real natureza, que talvez ele não seja tão barra pesada quanto quer demonstrar, que ele não é uma má pessoa, que só tomou algumas decisões erradas; e que a vidinha de Kat talvez não seja tão perfeita quanto parece ser. Ambos já perderam muita coisa nessa vida e talvez finalmente possam achar um caminho para a felicidade e uma forma de suas jornadas se complementarem.

'' - Não tenho medo de você.
- Ah, Srta. Lane, não me provoque.
Ele sorriu de um jeito sexy.
(...)
- Você deveria ter medo, Pêssegos - murmurou ele, - Já fiz coisas que fariam sua linda cabecinha pirar, e você estando assim tão perto - ele apontou com o queixo para o espaço entre eles e seus olhares se encontraram - bem, me faz querer ser mau de novo.''

A escrita da autora é simples e não achei nada surpreendente na sua estória exceto pelo fato de o sentimento dos personagens se iniciarem dentro de um presídio, o que com certeza foge do convencional. Gostei de Sophie Jackson dar voz a ambos os personagens então não ficamos com apenas uma versão dos fatos, uma pena só que eu demorei a me conectar e ter empatia pelos personagens então eu acabei não aproveitando tanto a leitura por causa disso, é um livro que envolve superação, o valor de amizade e o verdadeiro significado de família, mas acho que fui com muita sede ao pote e esperava bem mais do que o que me foi entregue.

Quem gosta de new adults poderá gostar de Desejo Proibido, aqui vemos muito sobre o amadurecimento dos sentimentos e dos personagens como pessoas e após eles assumirem o que sentem há a parte erótica presente na narrativa. Outro ponto positivo é que ao contrário de muitos romances nesse os personagens não criam empecilhos para se relacionarem, eles se dão conta do que sentem e então correm atrás de suas felicidades, que no caso é ficar com o outro. Os conflitos e dramas do relacionamento ficam a cargo de personagens secundários que são vários e não guardam suas opiniões para si.

Desejo Proibido é o primeiro livro de uma trilogia e cada um dos próximos dois narrará a estória dos amigos de Carter, Max e Riley, respectivamente. A Sophie também escreveu dois spin-offs que se passam entre os livros e esses narram um pouquinho mais da estória do Carter e da Kate.

site: http://www.starbooks.com.br
comentários(0)comente



Ana Paula FZ1 27/05/2018

Muito amor por Carter e Kat
Fazia um tempão que essa série estava na minha imensa fila de futuras leituras. Mas acabava passando outros livros na frente e ele ia ficando pra trás. Mas queria uma serie e num uni du ni tê acabei escolhendo essa ... E me apaixonei perdidamente por Carter e Kat.

Achei que a série toda seria sobre o mesmo casal, mas descobri depois que comecei a ler, que cada livro será sobre um casal diferente. ( Max que é o melhor amigo do Carter e Riley, um preso do mesmo complexo onde Carter esteve). Mas tem o próximo livro, que é tipo um conto, que virá logo após esse, so pra ter um pouquinho mais do gostinho de Carter e Kat.

Vou começar o fim, sem spoiller ta, juro... O que foi aqueles últimos capítulos e aquele epílogo ... nossinhora, sofri demais mas me apaixonei mais ainda por Carter.

Quando comecei a ler já sabia que dele era fato que eu ia gostar, o cara é o bad boy, e amoooo de paixão historias com bad boys, clichê ou não, são sempre meus mocinhos favoritos de todas as minhas leituras. Então já sabia de cara que minha simpatia por ele seria certa.

A historia começa quando Kat Lane perde seu pai durante uma emboscada e um garoto a salva. O livro da um salto no tempo, e nos dias atuais Kat tem 25 anos. É professora de Literatura Inglesa e faz o que mais ama, ajuda quem precisa. Mesmo contra a vontade de sua mãe e seus amigos, ela decide retribuir o que tem na vida, e dá aulas num presidio onde os presos não são contraventores perigosos. Estão lá por delitos sim, mas não assassinatos. Mas quem a cerca acha que é perigoso, e ela vive entre a cruz e a caldeirinha entre se explicar pra mãe principalmente que ela ama o que faz e que não é perigoso como ela imagina, e cumprir a promessa que fez ao pai antes dele morrer quando ainda era uma menina.

E, num belo dia, o descontrolado, estressado e nervosinho Wess Carter começa a frequentar suas aulas. Ela não entende porque, mas algo quando ela olha pra ele faz seus órgãos revirarem. Num ataque de furia Carter quebra uma mesa na sala de aula da Srta Lane, e é suspenso de frequentar suas aulas, mas ele precisa, para que sua condicional seja permitida.

Então Kat se vê diante de tudo aquilo que ela sempre promete que faria, estendendo a mão dela para mudar a posição de alguém, se oferecendo pra ser sua professora particular de acordo com as normas estipuladas pela agente da condicional e o representante do Carter. O que ela jamais poderia imaginar é que Carter ia adentrar na sua vida de uma maneira que ela jamais sonharia, e que principalmente, ela ia amar cada minuto dessa ¨invasão¨.

Mesmo quando Kat põe em risco sua carreira, por ultrapassar a famosa barreira aluno /professor via de regra não podem se envolver, ela não ta nem ai, quer mais é viver e sentir o que Carter a faz sentir quando estão juntos.

Adorei a forma como eles se envolvem. Como Carter é decidido no que quer. Como ele faz de tudo para protege-la, e principalmente, mesmo quando tudo parece estar desmoronando, ela sabe que a fúria dentro dele precisa ser contida com o amor dela. Então ela não fica de frescurinha, fazendo doce. Ela reconhece que ta sendo injusta, pede desculpas e pronto. E ele tambem. Achei o casal bem maduro.

Detestei a mãe dela, um pouco , depois ela se faz entender do porque de suas atitudes, não que justifique mas é ¨entendível¨rs. Adorei a avó... essas avós só não me derrubam de amor mais que as cartas que as autoras escrevem ...cartas sempre me destroem em lágrimas, mas as avós tambem rrss. E achei Beth uma falsa.. Pra mim nunca foi amiga...

Apesar de ter entendido que a autora focou exclusivamente no romance deles, achei que ela deveria ter explorado mais a solução para o problema deles ( aluno/professor), meio que ficou esquecido.Mas tambem adorei ela ter explorado muito o romance, porque senão seria muita sofrência que eles passariam, e não queria que eles sofressem não rrss.


Agora vou ler o conto que vem por ai pra conhecer a historia do Max, que sei que vai ser punk, porque o coutado ta numa pior. E sinceramente xinguei ele quando ele quis arrastar Carter pra merda junto com ele... Ate fechei os olhos quando percebi o que ia acontecer, porque fiquei pensando ... ahhhhh nãooooooo, vai dar merda isso ai ... sorte que Max ganhou um livro pra ele contar sua historia, assim ele deixará Carter e Kat em paz pra sempre kkkkk.


site: http://paixaoporleituras.blogspot.com
comentários(0)comente



Vivi 10/05/2018

Um romance gostoso...
Um romance que começa da irritação e da provocação, mas que na verdade pode ter começado bem antes disso.

Amei a trajetória e o desenvolvimento do romance entre o casal. Admito que achei algumas partes até melosas demais, mas o livro em si é uma delícia de ler. Amei as partes dos passeios de moto!

Além do romance, o livro traz também um pouco sobre preconceitos, drogas e problemas familiares o que é um acréscimo.

Enfim, indico a leitura pra quem gosta de um bom romance !
comentários(0)comente



Bia Santana | Viciados em Leitura 24/04/2018

Excelente
Oi, gente! Então, eu acho que já comentei aqui no blog que esse ano eu resolvi tirar o pó de muitos livros bons que eu tenho na minha estante e que, sem explicação alguma, eu fui enrolando pra ler. Aí, pra aproveitar um dos nossos desafios literários, eu finalmente peguei Desejo Proibido, livro mega recomendado por inúmeras amigas que sempre falavam “Depois desse livro você nunca mais verá um pacote de oreo com os mesmos olhos”. E como sempre, elas tinham razão.

Eu simplesmente amei esse livro, porque por mais que a gente esteja acostumada com aquelas paixões intensas e vamos ser sinceras, previsíveis, nós temos aqui um mocinho, ou melhor, um homão da porra e um ambiente diferente. Bom, pelo menos pra mim que desde que assisti Prison Break há, sei lá, mais de… 10 anos atrás, não via nada que se passasse num presídio, muito menos num livro. Então, foi uma leitura diferenciada e nova pra mim, que me conquistou em cheio.

Em Desejo Proibido, primeiro livro da trilogia homônima de Sophie Jackson, nós vamos conhecer Katherine Lane, que é apresentada já num prólogo que te faz soltar um “PQP!” ao terminar de ler. Ela é uma linda jovem que passou por um episódio pra lá de traumático quando criança e que resultou numa mulher decidida, de personalidade forte. Ela da aulas para detentos de um presídio e essa é a grande causa das desavenças que tem com sua mãe, que acha um absurdo, depois do que ela viveu anos atrás, estar no meio de pessoas tão violentas. É no meio dessas aulas que Kat irá conhecer Wes Carter, ou melhor, Wesley Safadão Carter. Sério, quando vi que o nome dele era Wesley não teve jeito, virou Wesley Safadão Carter, me julguem. u.u

Agora, imaginem um detento casca grossa, rebelde, agressivo, que tá sempre no meio de problemas, tudo isso dentro de um corpo alto, musculoso, coberto de tatuagens. Imaginem!

Wes, por conta desse comportamento nada fácil, está penando pra conseguir sua tão sonhada liberdade condicional. Ele sabe que precisa cooperar para consegui-la, então o conselheiro dele o inscreve nas aulas de Kat. Claro que de início não vai ser fácil, porque Wesley Safadão não é um cara fácil, maaaaaaas Kat irá ajudá-lo de qualquer forma. Ela passará a dar aulas particulares a ele pra acelerar todo esse processo e continuará dando aulas mesmo depois, quando ele finalmente consegue sua liberdade. Aí, minha gente, aí é que o fervo começa!

Nesse meio tempo a gente vai conhecendo mais e mais de cada um desses dois grandes personagens, e vamos ver o envolvimento intenso que acontece, mesmo que não pudesse acontecer, mesmo que proibido. E vamos ser surpreendidos com destinos já cruzados anos atrás.

Como falei no início, foi muito legal ler um livro que aborda esse ambiente de presídio, de detentos e personagens conflitantes lutando por liberdade, pra serem pessoas melhores, se mostrando pessoas boas, apesar de certas escolhas erradas.

É um livro que te prende do começo ao fim e que trata de relações familiares e sociais, passando mensagens sobre preconceito, vícios, respeito, amadurecimento, que enriquece qualquer romance. Eu definitivamente deveria ter lido esse livro antes e se você ainda não leu, leia!

site: http://www.viciadosemleitura.blog.br/2018/02/resenha-387-desejo-proibido-sophie.html
comentários(0)comente



priscila.wenzel 07/03/2018

Amei!

Quando tinha apenas 09 anos, Kat perdeu uma das pessoas que mais amava, seu pai, de uma forma cruel e traumática. Devido a essa perda ela fez uma promessa para ele e para si mesma: ajudaria as pessoas que mais precisavam, assim como seu pai fazia.

Dezesseis anos depois e contra a aprovação da mãe e de seus amigos, Katherine se tornou professora do presidio Arthur Kill. Lá ela dá aulas de literatura para ao presidiários.

Amorosa, dedicada à profissão e seus alunos e muito empenhada, Kat é dona de lindos cabelos ruivos e olhos verdes, mas se engana quem acha que ela é uma pessoa frágil. Kat, apesar dos traumas que carrega, é uma mocinha valente, determinada e de pulso firme. Nem mesmo o novo e problemático aluno, Wesley Carter consegue intimidá-la.

Carter está preso por porte de drogas. Apesar de ser temperamental, cabeça quente, com um humor inconstante e quase dois metros de “não me importo com nada”, Carter é leal às pessoas que gosta, entre eles seu melhor amigo Max.
Assim que ele conhece Kat, os dois com seu jeito “não vou deixar você passar por cima de mim” faz com que role um atrito entre eles. Uma atração misturada à irritação.


“A Srta. Lane tinha cativado Carter total e verdadeiramente e ele não sabia ao certo se estava perturbado ou fascinado com aquilo, ele mal a conhecia.”


Carter só aceitou as aulas de literatura, porque precisa ter bons comportamentos para conseguir sua condicional e assim sair da prisão.
Quando fica sabendo disso, Kat resolve ignorar o comportamento rebelde e quase infantil de Wes e resolve ajudá-lo, dando aulas particulares para ele.

E é durante essas aulas que os dois começam a se entrosar. Kat descobre que Carter é super inteligente e a irritação que sentia por ele, começa a ser substituída por admiração. Carter por sua vez vai se envolvendo com Kat cada vez mais, ficando difícil guardar o segredo dela.
Kat não sabe e Carter logo descobre que eles tem uma conexão envolvendo a morte do pai dela. Uma conexão que quando Carter revelar à Kat pode juntá-los ainda mais ou separá-los.


“O coração de Kat batia ferozmente. O toque dele em seu braço era tão reconfortante que ela não ousava pedir que ele parasse, e quando os olhos dele se fixaram em sua boca, ela sentiu um calor entre as pernas. Kat molhou os lábios instintivamente com a ponta da língua. Nenhum homem jamais tinha olhado pra ela do jeito que Carter olhava.”


O livro é cheio de cenas divertidas. Carter com seu temperamento rebelde e explosivo nos faz rir em alguns momentos e ter vontade de esganá-lo em outros.
Quando ele descobre a conexão que tem com Kat, sua Pêssegos, sua postura com ela muda completamente e os encontros dos dois passam a ser fofos e mais divertidos.

Kat é uma mocinha super forte que mesmo com a imposição da mãe e a falta de apoio dos amigos, continua seguindo pelo caminho de fazer o que ama. Poucas vezes gostei tanto de uma mocinha logo de cara como gostei dela.
E apesar de no começo ela tentar resistir à Carter por eles serem professora-aluno, ela logo se rende e segue seu coração mais uma vez, se mostrando disposta a lutar por ele e a passar por cima de qualquer preconceito.
É um casal apaixonante, que tem química o que nos rende várias cenas fofas e quentes.


“Não sei o que vai acontecer quando voltarmos à cidade. Mas o que eu sei é que não quero mais ninguém além de você. Quero ficar com você pelo tempo que me quiser. Quero mais noites como está e quero poder andar na rua segurando sua mão e sabendo que, uma vez na vida, todos os outros caras invejam o que é meu.... Você é tudo pra mim, Pêssegos. Sempre foi. Sempre. Você é a melhor coisa que já aconteceu na minha vida. Você é meu tudo. – Carter.”


Fazendo um rápido adendo, não consegui gostar da amiga de Katherine, Beth. Achei a personagem intrometida e desnecessária demais. Na minha opinião, sendo amiga de Kat, Beth deveria apoiá-la e não ficar ao lado da mãe de Kat e suas opiniões absurdas.

Eva foi outra personagem de que não gostei. Mãe super protetora, que quase sufocava a filha com seu preconceito e excesso de zelo pra no final se mostrar uma grande hipócrita. Graças a Deus na história, Kat puxou muito mais ao pai do que à mãe. Ou talvez tenha se mostrado uma mistura perfeita de ambos.

Max é o terceiro na lista dos personagens que não gostei. Entendi todo o sofrimento que ele estava passando, mas achei seu comportamento um pouco egoísta. Ele não estava fazendo nada pra melhorar, só se afundava cada vez mais e queria que Carter estivesse o tempo todo ali ao lado dele pra salvá-lo.

Ben e Riley já foram dois personagens que eu adorei, que se mostraram verdadeiros amigos dos nossos protagonistas. Riley um dos detentos, ficou amigo de Carter e o aconselhou várias vezes durante o livro. Ben por sua vez, ajudou Kat quando ela mais precisou. Esses sim, são exemplos de verdadeiros amigos.

Por mim, devo ressaltar mais uma vez a química entre Kat e Carter. A conexão bonita que eles têm, a forma como Carter sempre foi apaixonado por sua Pêssegos e nunca a esqueceu.
São dois protagonistas fortes, de opinião e gênio forte, totalmente encantadores.

Então, super recomendo o livro.
comentários(0)comente



Bianca.Souza 28/02/2018

Desejo Proibido – Sophie Jackson
Primeiro, de uma trilogia, o livro conta a história de Katherine Lane, filha e neta de senadores, formada em Literatura Inglesa, uma linda ruiva de olhos verdes, que após passar por um episódio traumático em sua infância, tenta a todo custo superar seus medos e cumprir a promessa que fez.

Com esse objetivo, Kat decidi dar aulas na penitenciária Arthur Kill, mesmo contra a vontade de sua família e amigos, que temem por sua segurança, mas nada a faz mudar de ideia, principalmente quando conhece seu novo aluno.

“–... Ela dar aulas para criminosos...
– ... é sua libra de carne.”

Carter, já conhece bem a rotina em Arthur Kill e adora aborrecer os guardas, mas quando sua condicional está em jogo e seu conselheiro, Jack, lhe diz que terá que assistir aulas para garantir sua liberdade, o bad boy não tem outra escolha a não ser aceitar.

Carter fica mais que surpreso quando lhe dizem o nome de sua professora e descobre que ela é sua Pêssegos. A atração entre os dois é cada vez maior e tudo só fica pior quando Kat lhe oferece aulas particulares para ajudá-lo com a condicional.

Kat está mais que confusa, pois sabe que não pode se relacionar com um aluno, mas como negar esse desejo?

Gostei da história do livro, da escrita, mas fui passando da metade do livro e pensei “ ainda tem muita coisa para acontecer, e faltam poucas páginas”. Isso aconteceu porque estava vendo o circo se fechar, futuros problemas de todos os lados e nenhum deles ocorrer.
comentários(0)comente



Coisas de Mineira 15/02/2018

Quando vi pela primeira vez a capa de Desejo Proibido minha curiosidade foi as alturas e fiz questão de solicitar a editora Arqueiro o livro para resenha e sendo sincera eu nem prestei muita atenção na sinopse de tanto que a capa me cativou, entretanto quando o livro chegou aqui em casa e eu realmente li a sinopse e tive uma ideia geral da história, me peguei pensando, "o que passou na minha cabeça na hora de solicitar esse livro?" o livro fala sobre um presidiário e sua professora vivendo um tórrido caso de amor, já fiquei imaginando que aquilo não ia prestar e que eu ia morrer de raiva a história toda.

Mas mesmo assim fui com a cara e a coragem dar uma chance para Desejo Proibido e não foi que me surpreendi, Sophie Jackson tem um enredo bem complexo e uma ideia que tinha tudo para dar ou muito certo ou muito errado e ela soube desenvolver de forma tão delicada e cativante que eu terminei o livro com a certeza que foi uma das minha melhores leituras de 2015.

Vou explicar o porque dessa certeza, a história é sobre Kat Lane uma professora de literatura que acaba de conseguir um emprego em um presídio de Nova York, onde ela sente que esta dando continuidade ao legado do seu pai, assassinado há quinze anos atrás e enfrentando seus demônios que não a deixam dormir em paz, e é também o local onde ela conhece Wes Carter, um presidiário, misterioso e grosseiro, um homem que mexe com ela tanto fisicamente quanto intelectualmente e por algum motivo desperta sua curiosidade e a necessidade de ser sua amiga ou algo mais, mesmo que ele a trate com casca e tudo, seu passado misterioso e sua mente afiada sempre a desafiam.

Só por essa sinopse já da para notar que as páginas prometem pegar fogo e deixar muitas calcinhas em chamas. É também um enredo sobre amor, perseverança, arrependimento, mas acima de tudo de fé no outro, de sair da sua zona de conforto para encontrar uma chance de ser feliz, de uma maneira muito delicada, onde somos capazes de ver o crescimento de cada personagem, sejam os principais ou os coadjuvantes e que cada um é mais do que mostra as aparências. Também descobrimos dois personagens fortes que quando aprendem a lidar com os seus problemas se encontram e descobrem sua individualidade.

Em resumo o livro é bem hot, tem cenas bem elaboradas e a história foi bem amarrada, porém deixando uma aba para que o próximo livro ainda seja sobre o casal ou de um dos personagens secundários, não por que sobraram pontas soltas mas sim para acompanhar essa nova fase deles e como o relacionamento se desenvolveu.

Por: Leh Pimenta
Site: http://www.coisasdemineira.com/2016/01/desejo-proibido-sophie-jackson.html
comentários(0)comente



silvanasartori 14/02/2018

/// IMPRESSÕES ///

📝Desejo Proibido foi o primeiro contato que tive com a escrita da autora Sophie Jackson e posso lhes dizer que fiquei bastante impressionada com toda a trama, pois os personagens Katherine e Carter são extremamente apaixonantes e bastante envolvente, e por causa disso, acabei devorando o livro de uma maneira alucinante, porque foi muito gostoso acompanhar o desenrolar de todos os acontecimentos que vão surgindo em meio a tantas dificuldades que eles tiveram que passar para poder enfim ficar juntos, porém a história é muito mais intensa que isso. Me deixou simplesmente sem fôlego, pois Carter é desses que te faz sair da órbita viu? (risos) Mas por outro lado também não posso deixar de citar que fiquei muito admirada pela personagem Katherine, pois ela se mostrou forte e decidida o tempo todo e nos mostrando que apesar dos ERROS, as pessoas podem mudar e ser ainda melhores do que foram. Achei que essa mensagem ficou muito clara na história, porque todos merecem um novo recomeço em suas vidas, uma segunda chance, independente do que seja.

📝Quanto aos personagens secundários, achei que todos foram muito bem construídos, porque todos tiveram uma grande importância na história.

📝Enfim... Eu amei toda a história de um modo geral, porque foi tudo muito bem elaborado e já fazia bastante tempo que esse livro já estava parado na minha estante e por isso fiquei muito feliz de ter feito essa leitura nesse ano de 2018, porque acabou se tornando um dos meus livros FAVORITOS da estante.

📝Ainda pretendo continuar a leitura dos outros livros dessa série, porém agora irei continuar lendo eles em ebook, porque não vou aguentar ficar esperando (risos).

Apenas espero que a narrativa da autora e seus personagens continuem tão envolventes como foi nesse primeiro livro. Mas estou com bastante expectativas, porque os outros livros são baseados em outros personagens citados nesse primeiro livro, por isso acho que vai ser interessante saber um pouco mais sobre eles.

Mas super recomendo para quem gosta de um bom romance, mas para leitores com + de 18 anos, porque tem algumas cenas sensuais e algumas palavras um tanto obcenas, porém eu que não gosto muito de livros eróticos e achei que nesse livro a autora descreveu as coisas tudo na medida certa e sem se tornar muito cansativo ou enjoativo.

Acho que todos deveriam dar uma chance, porque apesar de ter cenas sensuais, tem toda uma história por trás surgindo e acontecendo ao mesmo tempo, por isso acho que vale super a pena a leitura. Espero que curtam assim como eu!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Carol 17/01/2018

Esperava mais!
Quando li a sinopse criei uma expectativa muito grande nesse livro, afinal a classificação dele está como 4,1 no skoob e era um livro diferente dos que eu já tinha lido. Não sei se eu sou muito chata, ou se estou empacada e os livros de romance estão me irritando, ou se eu realmente não estou sabendo escolher os ultimos livros que ando lendo.
Mas vamos ao que interessa.
Sabe o porque eu abandonei o livro? Ele tava indo tudo perfeito, mas a Kat é muito bipolar. Uma hora ela diz que não vai ficar com ele, na outra ja ta beijando e se entregando pra ele na balada? Achei o romance dos dois muito forçado e não me convenceu. Ok que tudo começou com uma atração sexual e tudo, mas na primeira vez que eles ficam juntos ja declaram amor eterno falando "Só eu e vc". Pra mim esse tipo de romance não desce muito. É uma pena que o livro tenha me decepcionado, pois não sei se vou conseguir ler os outros livros. Achei que o desenrolar da historia poderia ser bem diferente, o primeiro beijos deles, a primeira vez que eles realmente ficam juntos ... enfim, não consegui nem chegar na pagina 200 e já não aguentava mais.
comentários(0)comente



105 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7