Boa Noite

Boa Noite Pam Gonçalves


Compartilhe


Resenhas - Boa Noite


160 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Deivid 18/01/2019

Boa noite
Livro muito bem escrito, leitura bastante para frente.

Alina taxada de nerd na escola. Tendo a transição de ir para a faculdade e decide fazer engenharia da computação, um sala onde só se tem maior parte sendo Homens que não acredita que uma garota seja capaz de fazer o memso curso que eles.

La na faculdade acaba acontecendo varias coisas onde que deixa a nossa protagonista bastante atenta.

Não irei dar muitos spoiler's da história ... Mas super recomendo ele ... Um ótimo livro

Li com minha. Namorada a leitura fluiu muito bem
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ray 10/01/2019

Boa noite: O que dizer?
4.0
Comecei o ano de 2019 com um livro que já estava na minha tbr a muito tempo, mas que só tive a oportunidade de ler esse ano.
Boa noite vai narrar em primeira pessoa a nova fase de Alina. Uma jovem que acabou de entrar na universidade e que tá se despredendo de todos os esteriótipos que foram rotulados a ela desde o ensino médio. Aos poucos vemos a mudança da menina mulher, sua evolução e seus aprendizados nessa sua nova jornada.
...
Fui adiando essa leitura o quanto pude e me arrependo muito por não ter lido antes quando tive a oportunidade, mas me orgulho por ter sido o primeiro livro do ano. Nada decepcionante.
Obrigada pam, por me proporcionar uma leitura super fluída e agradável, por abordar temas importantes e necessários, e ainda assim construir um romance tão shippavel.
Um livro que faz alerta para o machismo, o abuso sexual e no qual a autora consegue se poscionar tão abertamente sobre como é importante falar do feminismo.
Um péssimo livro para aquele que rotula tudo isso como "mi mi mi".
Livia.Goncalves 12/01/2019minha estante
Também foi o meu primeiro livro do ano de 2019 e ameiii!!!???




Sarah.Moura 06/01/2019

Estou completamente apaixonada por essa história, apesar de tratar de temas muito sérios e importantes foi muito gostoso de ler. Senti aflição e ansiedade conforme fui lendo e me apaixonei pelos personagens, principalmente o Gustavo, um dos melhores personagens masculinos que já li. Amei muito.
comentários(0)comente



Cons 02/01/2019

Um tanto decepcionante
O livro poderia ser maravilhoso, mas me pareceu bem amador, um certo exagero nas emoções e reações, cheguei a pensar em abandonar, a história tava chata, mas decidi seguir com a leitura, afinal a classificação era boa. Os personagens pareciam superficiais, embora alguns temas abordados fossem interessantes, faltou mais desenvolvimento e aprofundamento pra história realmente ficar boa.
comentários(0)comente



Juliana - @estantedaju 01/01/2019

Necessário
A leitura que virou o ano comigo! Que surpresa agradável, a escrita da @apamgoncalves é uma delícia e adorei a história.
x
Alina acaba de mudar de cidade para começar a faculdade, onde vai cursar algo incomum para mulheres: engenharia da computação. Ela passa a morar em uma república com pessoas incríveis; seu curso, por outro lado, tem muitos babacas. Mas, mesmo assim, ela faz amizade com as únicas outras três meninas da turma. Entre bares e festas, garotos e novas amizades, Alina estuda muito e está aprendendo a viver uma nova vida, diferente do que conhecia em sua cidade natal.
x
A mensagem principal do livro é empoderamento feminino. Isso é mostrado por meio de Alina, que lida com homens machistas, assédios, mas também com amigas maravilhosas e homens não tão ruins. Um livro essencial sobretudo para pré adolescentes e adolescentes, mas que pode (e deve) ser lido por todas as idades.
comentários(0)comente



Suzanne.Barros 10/12/2018

Na medida certa
Sabe quando um livro já te pega na primeira página? Boa noite é esse livro. Uma história que traz tudo o que eu gosto: Realidade, um tema relevante, humor e romance, tudo dosado numa medida genial.
Pam é uma escritora sensacional, amei o livro do começo ao fim!!!!
comentários(0)comente



Sarah 21/11/2018

Boa noite
O pensamento é: por que eu não li antes???
A sinopse de Uma história de verão me chamou bem mais atenção do que Boa noite, por isso resolvi comprar ele primeiro. Amei Uma história de verão, mas nem se compara com o que eu senti ao ler Boa noite!
Que livro maravilhoso, curtinho, com uma narrativa ótima, temas muitíssimo importantes, com persongens maravilhosos e um ship de fazer o coração acelerar.
Amei cada segundo dessa leitura de uma maneira que não podia prever!
Acompanhar a mudança na vida de Alina com a ida dela pra faculdade no curso de Engenharia da Computação, que é predominantemente composto por homens, já seria incrível, mas ainda temos temas como abuso sexual e assédio dentro de universidades além do machismo em cursos como esse!
Tive vontade de ser amiga dos amigos de Alina e não sei nem o que falar de Gustavo, com certeza, um dos melhores personagens masculinos que li nos últimos tempos.
Os temas são tratados de uma forma incrível, mostrando como as vítimas são vistas como culpadas, como as instituições tentam abafar casos assim, e como muitas vezes as próprias mulheres se viram umas contra as outras quando, na verdade, deveriam se unir.
O livro precisou entrar para os favoritos e eu quero gritar pra todo mundo ler ele pra ontem!
comentários(0)comente



Poli 19/11/2018

Uma história marcante
Esse foi um livro que posso dizer, com muita certeza, de que me mudou. Me sinto uma pessoa diferente após essa leitura.
O modo como a Pam descreve as situações me fazem entrar no mundo da Alina.
Alina mostra que tentar mudar pode ser difícil, e pode sim trazer algumas consequências não muito agradáveis, mas que é legal descobrir pessoas novas e lugares novos.
Essa história me fez querer levantar do sofá e tentar mudar o mundo, ou pelo menos tentar.
Pra mim, merece 5 estrelas com muito orgulho.
comentários(0)comente



Bruna.Mariano 13/11/2018

Achei que seria médio...mas fiquei muito surpreendida!
Uau! Eu não esperava gostar assim desse livro, juro. Até tive que ligar o pc pra vir escrever com vontade, e não só no teclado do cel rs eu esperava por um livro bem "okay", não por ser de "youtuber", até pq antes de ser youtuber Pam Gonçalves é uma pessoa, igualzinho qualquer escritor que também costumam ser pessoas hahaha mas ao consumir fortemente o canal dela, eu esperava algo mais na linha do que ela gostava, YA, romance, vida universitária, cliches que eu não curto...tem isso no livro, mas não é a coisa central e eu até gostei e torci ali nessa trama rs

Mas realmente o livro tem um propósito maior. O tema principal é debatido com seriedade e muita prudência e fico feliz de imaginar que a autora tenha um público provavelmente jovem que deve se beneficiar de ter contato com o assunto do assédio de forma séria. Numa idade tão vulnerável, tão cheia de incertezas, que não temos segurança em afirmar o que queremos ou não, que acabamos nos deixando levar pela situação...é muito importante ter esse tipo de material disponível. As situações que a protagonista passou nesse sentido achei muito importantes pra mostrar que o perigo nem sempre vem com uma sirene e uma luz vermelha, pode ser bem mais "fofo" do que imaginamos.

Enfim, Pam, tá de parabéns. Gostei de ser tão positivamente surpreendida!
comentários(0)comente



Luhran 06/11/2018

❝Nem sempre o que parece divertido é o mais inteligente❞
Alina finalmente saiu debaixo da proteção dos seus pais em Laguna, sua cidade natal, e está a caminho de Pedra Azul em Florianópolis para cursar engenharia da computação. Numa vida totalmente diferente da que vivia, a garota agora viverá numa república com outros adolescentes.

E é através das novas amizades que Alina descobrirá um mundo de festas e diversões, do qual foi privada a vida toda. Mas com isso, virá consequências que existem por baixo de todas essas animações.

Em Boa Noite a protagonista terá que lidar com uma situação que está afligindo as meninas que frequentam a faculdade e lidar com vários outros temas da nossa sociedade atual.

Mas o que realmente acontece neste livro, é uma abordagem de vários assuntos que chamam a atenção e que foram tratados de formas rasas. O leitor vai encontrar racismo, machismo, abuso sexual, relacionamento abusivo, homofobia, feminismo, feminicídio, tráfico de drogas e etc.

Não vi necessidade de tentar trazer tudo isso e depois descartar só para dizer que o livro tem. Dava a sensação que tudo foi muito forçado. Fora que o cenário em que a personagem vive não condiz em nada com o cenário brasileiro de universidades, onde o aluno frequenta festas todo dia e vive essa vida alegre, porque sabemos que não é. O jovem brasileiro não tem tempo pra festas todos os dias, o jovem brasileiro precisa trabalhar e estudar ao mesmo tempo. O jovem brasileiro não teve representatividade neste livro.

Classifiquei como “Bom”, porque não é mal escrito e porque a proposta de feminismo é realmente necessária. Acho que é um livro para um público de 14 a 16 anos que vai se iludir com a tão sonhada vida universitária e achar que tudo é assim mil maravilhas.

O romance da personagem também é bem raso e construído de uma forma bem menos intensa para quem está se apaixonando e descobrindo toques íntimos pela primeira vez.

Boa Noite dá sono, é raso, mas possui uma boa proposta.
comentários(0)comente



anapaulaspgomes 04/11/2018

Eu gostei do tema do livro, infelizmente bem presente em nossa sociedade.
Gostei da mudança da Alina e como ela ajudou as mulheres
comentários(0)comente



Isabela.Lopes 04/11/2018

Todas as mulheres deveriam ler
Nem parece que esse é o primeiro livro solo da Pam! A escrita dela é muito fluída e quando percebemos, a leitura acabou.
Preciso dizer que me identifiquei muito com a protagonista. Primeiro, porque quando fui prestar vestibular estava prestando para Arquitetura e para Ciência da Computação. No final, acabei fazendo Ciência da Computação, e consequentemente me mudei para uma cidade longe da minha. Formei e atuo na área há dois anos.
Voltando ao livro, achei que a Pam mostrou como realmente é essa transição de você sair da cidade dos seus pais e se mudar para outra cidade para estudar. Tudo o que se passa na nossa cabeça neste momento(a sensação de sermos donos do nosso próprio nariz, só que não kkk).Tudo é muito real.
Parabéns Pam pelo seu primeiro livro solo! Foi uma bela estréia.
comentários(0)comente



índigo 03/11/2018

Aborda temas que devem ser discutidos
Cara, fiquei extremamente feliz ao encontrar uma escritora/livro nacional que aborda esses assuntos! No entanto, como vi em uma resenha aqui, faltou realmente um pouco mais profundidade nos temas abordados como gordofobia, racismo, lgbtfobia, machismo etc. Mas ainda sim acho que o livro é uma leitura essencial, ainda mais por tratar de assuntos que acontecem frequentemente nas universidades brasileiras, meninas abusadas sexualmente quando bêbadas é mais comum do que se imagina e a forma como a universidade no livro lida com isso é similar a forma como as universidades lidam na vida real: estão cagando e andando realmente p/ o problema e a culpa é da vítima. Acho que valeu a pena a leitura, só quero frisar mais duas coisas:
-os diálogos entre os personagens é meio forçado, muitas vezes bobo;
-a personagem Manuela é extremamente irritante, toda as vezes que tinha que ler os diálogos entre ela e os outros personagens era uma tortura! xD
P.S: estou pronta para ler outras coisas da Pam, sem problema. :p
(desculpa se a resenha ficou uma bagunça, mas espero que tenham entendido).
T+
comentários(0)comente



Letícia| @sereia_literaria 02/11/2018

Amei demais!
Após o termino do ensino médio, Alina está deixando Laguna, sua cidade natal, para cursar Engenharia de Computação e viver a melhor fase de sua vida, como sempre imaginou. Disposta a deixar o status de nerd para trás e aproveitar essa nova experiência, ela irá se deparar com situações capazes de lhe apresentar algo que a mesma não conhecia; a dura realidade de uma universidade.

Enfrentando julgamentos de garotos pela escolha de seu curso, ela passa a frequentar algumas festas por convite de seus novos amigos e, quando menos espera, descobre coisas horríveis nesses ambientes, que vão muito além de jovens se divertindo.

Para evitar que outas pessoas sofram com as situações absurdas que acontecem em algumas dessas festas, Alina terá de se unir a outras garotas em busca de justiça e respeito na universidade.


Esse é um daqueles livros necessários, que temos vontade de sair distribuindo para muitas pessoas. Acompanhar a jornada de Alina foi uma experiência única e crucial para mim. A autora conseguiu conduzir uma história cujo foco não é o romance (embora ele tenha sido igualmente bem construído), mas sim as coisas difíceis que cercam a vida social e acadêmica de alguns estudantes.

A escrita da Pam é super leve e fluida, me fez devorar o livro em um dia! Os personagens foram, com certeza, o ponto alto do livro; cada um tem uma personalidade bem desenhada e me conquistaram desde a primeira página. Eu senti que apenas o Bernardo (um dos amigos da protagonista) é um pouco confuso e poderia ter um envolvimento maior na história.

Ler esse livro me fez entender que as dificuldades em uma universidade vão além das notas e matérias, pois o assédio, drogas, preconceito, violência e maldade, estão, infelizmente, presentes nesse contexto.
comentários(0)comente



160 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |