O Jogo do Amor/"Ódio!"

O Jogo do Amor/"Ódio!" Sally Thorne




Resenhas - O Jogo do Amor e Ódio


60 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Fanileo 27/07/2019

Resenha do livro: O jogo do amor/ódio
Vou começar falando que eu abandonei esse livro, mas foi por causa que eu estava com aquela maldita ressaca literária que deixava a leitura cansativa, mas depois que sai da ressaca e voltei a ler a leitura estava muito mais satisfatória, gostei tanto que acabei dando cinco estrelinhas.

Esse livro é o famoso clichê que eu amo tanto de duas pessoas que se odeiam mas que na verdade se amam. Lucy e Josh trabalham juntos mas não se suportam eles vivem fazendo joguinhos para ver quem é o melhor. As coisas começam a ficar interessante quando eles descobrem que vão disputa uma importante vaga na empresa onde eles trabalham. Aí vc pensa, se eles já se odeiam vão se odiar mais ainda mas não é isso que acontece, isso faz eles se aproximarem e criarem uma relação muito além de só colegas de trabalho.

O desenvolvimento do casal não foi um dos meus favoritos mas gostei bastante, não foi tudo corrido, foi tudo no seu precioso tempo e é isso que eu aprecio em um romance.

Pra quem tá querendo ler um livro leve e que termina rapidinho essa é uma boa opção, recomendo muito.
comentários(0)comente



Ana 27/07/2019

Cute
Enredo bobo? Com certeza. Completamente inverossímil? Sem sombra de dúvidas. Mesmo assim é um livro fofo? Pode apostar que sim.
comentários(0)comente



msbeatrizsgomes 16/07/2019

Um Enemies To Lovers Fofíssimo
Em O Jogo do Amor/Ódio de Sally Thorne, o próprio título é um indício de seu conteúdo, mas, além disso, a história de Lucy e Joshua também é uma jornada de crescimento de ambos.
Lucy e Joshua trabalham na mesma empresa, no mesmo andar, possuem as mesmas funções, porém se reportam para chefes diferentes e possuem personalidades que não poderiam ser mais opostas: Lucy é colorida, cheia de sorrisos e boazinha até demais. Joshua é metódico, sério e incisivo.
Trabalhando frente a frente, passam seus dias fazendo joguinhos: o jogo do espelho, o jogo de encarar, o jogo de como você está - e por aí vai - diferentes maneiras que deixem claro que eles não simpatizam um com o outro.
A história, toda narrada pelo ponto de vista de Lucy, tem seu desenvolvimento quando os dois começam a disputar uma promoção no trabalho e a troca de farpas entre os dois se intensifica com comentários cada vez maiores em duplo sentido. Quando a protagonista tem um sonho erótico com seu colega de trabalho e, no dia seguinte decide usar uma roupa para provocá-lo, a reação de Joshua não poderia ter sido mais confusa para Lucy.
Conforme o enredo avança, descobrimos mais sobre cada um dos dois. Lucy, embora seja sempre alegre, é um tanto quanto insegura e, em muitas vezes, por tentar fazer sempre o bem, acaba sendo passada pra trás. A carranca de Josh esconde uma bagagem emocional bem grande, que somos levados a descobrir no final do livro.
Eu AMEI este livro, apesar dos últimos capítulos serem muito corridos. O desfecho é coerente, mas senti falta do fechamento de uma das tramas principais da história E, acredito que por ser uma impressão recente, encontrei vários errinhos de digitação e formatação como “talhas de mesa xadrez” e algumas palavras digitadas juntas, sem o espaço.
Outro tópico que me incomodou foi a citação direta do nome de uma personagem sem antes ter sido comentado sobre a mesma, o que me deixou confusa a princípio, e só compreendi quem era após algumas páginas. No entanto, não sei afirmar se foi um erro da autora, ou do momento da tradução.
Deixo este livro como indicação para quem procurar um romance leve, divertido e que te faça ficar com os olhos cheios d’água, mas também dar boas gargalhadas.

site: instagram.com/biandbooks
comentários(0)comente



Três Leitoras 08/07/2019

Resenha: O Jogo do Amor "Ódio!"
Lucy e Joshua trabalham juntos em uma editora, desde que se conheceram após a fusão das empresas em que trabalhavam, eles se odiaram. Josh parece ter sido o primeiro a demonstrar que não estava ali para fazer amigos e Lucy por mais gente boa que fosse, embarcou na onda.

Os dias deles eram regados a troca de farpas e provocações, com um certo humor negro até. Mas eu sou daquelas que acredita na linha tênue entre amor e ódio, e é justamente sobre ela que estes dois estão caminhando.

Apesar de todo esse ódio, eles se observam muito. Lucy entende perfeitamente o padrão de roupas do Joshua. Ele fica enlouquecido com suas roupas estampadas e coloridas e se irrita muito quando ela é tão boazinha com os colegas. E aos poucos, fui percebendo o quanto eles se conhecem e ao mesmo tempo são estranhos um para o outro, isso gerou uma curiosidade: é tudo fachada ou eles são assim mesmo?

Então, quando surge uma possibilidade de promoção, onde eles serão concorrentes, comecei a entender o que rola entre essas duas criaturas e é aqui que a diversão começa. Eu particularmente, adoro quando eles não entendem que se amam ou um sabe, mas não tem coragem de se declarar, por receio de como o outro lado irá receber a notícia.

Muitas coisas vão acontecer, situações para aproximá-los ou afastá-los de vez, tudo isso regado a muito humor, uma certa dose de drama e cenas estranhas, mas românticas. E toda essa coisa estranha combina perfeitamente com eles e isso que me fez apaixonar.

A escrita da autora no início me pareceu confusa, mas logo depois me encontrei e me rendi completamente ao livro. Uma história leve, divertida, com boas lições sobre o amor e a vida.

site: http://www.tresleitoras.com.br/2019/06/resenha-o-jogo-do-amor-odio.html
comentários(0)comente



Blog Aquela Epifania 30/06/2019

Divertido, leve e despretensioso!
Eu não sou, nem nunca fui, uma leitora assídua de romances românticos. Minha formação como leitora se deu com outros gêneros, por inúmeros motivos que guardo para outra conversa. No entanto, como boa adolescente dos anos 90, fui uma "rata de locadora de filmes" e ali, sim, vi e revi um incontável número de romances e comédias românticas. Sendo assim, clichês não me são um problema, desde que, venham com o propósito de sê-lo.

Explico: Alguns livros/filmes surgem com a proposta de serem irreverentes, originais e, no fim, não passam de mais um clichê. Esses me incomodam. Mas se a proposta é clara, um clichezinho para o bom e velho entretenimento, tem apenas de ser bem feito!

E foi por este último motivo que este livro me ganhou! A gente não precisa nem abrir o livro para já saber que o casal que protagonizará esta história irá se "odiar", escondendo a atração que sentem um pelo outro, até que tudo dê certo no fim. Mas, como isso irá ser desenvolvido? Vale a pena a jornada?

Pois, para mim, valeu! Sally e Josh trabalham em uma mesma empresa, um de frente para o outro, e (acham que) se odeiam desde o primeiro dia. Para estreitar ainda mais essa relação conflituosa, os dois passam a disputar uma mesma vaga promocional dentro da empresa.

Eu recomendo esse livro para quem, como eu, não se incomoda com clichês, mas curte se divertir - e muito - com o trajeto até o ponto final. Eu dei risadas altas, real. A leitura é super fluída, as 400 páginas passam em um piscar de olhos, e Sally e Josh deixam saudade.

site: Intagram: @aquelaepifania
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Olivia 19/06/2019

Envolvente
Com uma escrita envolvente e rápida acompanhamos os laços de amor e ódio se desenrolarem... confesso que em alguns momentos a infantilidade toma conta, e o livro se torna entendiante, mas loja já entra na "vibe" novamente.
Vale muitíssimo a pena a leitura.
♥♥♥♥
comentários(0)comente



@ketstrapazzon 17/06/2019

Um casal que vai aprontar todas na sessão da tarde
Nota final: 3,5

Lucy e Joshua são colegas de trabalho e dividem a mesma sala há muito tempo. Mas trabalhar de frente um para o outro todos os dias não significa que os dois sejam amigos. Muito pelo contrário. Ambos vivem em pé de guerra LITERALMENTE e a maior satisfação de suas vidas é infernizar o coleguinha de manhã até a noite criando na empresa um verdadeiro ambiente de 3ª Guerra Mundial. As suas mesas são verdadeiras trincheiras onde cada um se esconde e trama sua estratégia de batalha.

MAS AMIGUEEEE... tanto ódio, claro, esconde algo mais e nós bem sabemos onde isso vai dar (hehe). Tanta implicância diária esconde uma certa atração que ambos negam de pés juntos e armas nas mãos! Granada vai, granada vem, em algum momento a coisa toda vai explodir (gente, não consigo falar desse livro sem usar referências de guerra kkkkkkkkk), na cara linda deles.

O propósito desse livro é divertir. Não vá para ele esperando um drama romântico sério. A questão aqui é dar risada e aproveitar a pipoca. A trama toda tem um ar de filme de comédia romântica dos anos 2000, com muita cena exagerada, personagens excêntricos e vinganças dignas de sessão da tarde.

O começo é hilário, mas preciso admitir que o meio perdeu um pouco o ritmo e Lucy ganhou um pouco de infantilidade que me desagradou muito. Enquanto, a cada capítulo, Joshua ia ficando mais delineado quanto personagem, Lucy se desmanchava em uma poça inconstante de cérebro derretido. No final, ela voltou a ser um personagem mais consistente, mas o estrago já estava feito.

Divertido sem pretensões, acho que é uma boa história para sair de uma ressaca literária e dar algumas risadas!
Sara 17/06/2019minha estante
Fiquei sabendo que iria virar filme, e praticamente li numa senta só. Senti muita falta de um desenvolvimento de personagens para criar uma empatia melhor pelo casal, e queria sentir aquele frio na barriga qnd eles se encontram. Ansiosa pelo filme e espero que eles tenham uma melhor química la.




Let 07/06/2019

Um clichê
Não, isso não é uma crítica ruim. Que livro mais maravilhoso, dei risada, passei nervoso e soltei muitos suspiros, livro perfeito daqueles que aquecem meu coração.
comentários(0)comente



Lohane 03/06/2019

Muito Bom!
Era um daqueles livros que temos e ficamos protelando a leitura, mas minha nossa!
Que leitura gostosa, o livro é muito bem escrito e estruturado, gostei muitoooo, é aquele romance clichê que da uma
vontade de estar dentro rsrs, Lucy e Josh conquistaram meu ?, essa pequena Lucy é uma leoa e o Josh só tem tamanho, por trás da pose de durão é um fofo!
Em nenhum momento me arrependo da leitura, ela é do jeito que eu gosto um draminha, engraçado e com aquele romantismo nato! Uma ótima leitura
comentários(0)comente



Patricia 01/06/2019

Um deleite!
Há muito tempo não lia um livro que me divertia tanto! Os personagens são muito bem estruturados, a escrita da autora é leve e fluída e a forma como o relacionamento vai se desenvolvendo é muito bem trabalhada! Lucy é uma figura e Josh uma delícia! Tem humor, tem competição e principalmente uma paixão que vai arrebatando os protagonistas e a nós leitores também! Adorei demais! Já espero por novos livros dessa autora
comentários(0)comente



Milla Carvalho 28/05/2019

"Aqui está um fato: odiar alguém é desgastante."
Permita-me iniciar com esta frase: "KD O LIVRO DOIS?" Esta foi a sensação que tive ao terminar a leitura, porque não é possível que a autora fez isso comigo, conosco, com suas e seus leitores. Por ODIN!

A autora Sally Thorne abusou do velho clichê amor e ódio e trouxe o casal Lucy e Joshua como os protagonistas mais competitivos do mundo literário. Ambos são opostos, mas possuem uma mente ágil no que tange a insultos e armações.

O livro é divertido e recheado por diálogos ácidos. Particularmente, é quase um roteiro, o que deixa as ações mais "a flor da pele" na escrita. E sabendo que logo virará filme, só espero que o timing dos atores seja a altura dos personagens.

Ah, e uma dica: as coisas ficam apimentadas do meio para o final. Hehehe Cuidado com a leitura em público!
comentários(0)comente



Pipper 27/05/2019

Razoável
Adoro clichês de casais que começam se odiando e acabam descobrindo um novo sentimento. Esse livro é bem razoável, tem um diálogo divertido e um aprofundamento regular, nada que me fez ficar extremamente feliz e o final foi bem morno. Sempre espero mais dos livros que leio, mesmo daqueles bem previsíveis, mas esse não me causou tanta simpatia.
Porém é um ótimo livro para quem deseja passar o tempo com um livro leve e divertido.

site: https://www.instagram.com/garota_encontra_livros/
comentários(0)comente



Mayara 21/05/2019

Se você espera um final imprevisível, não leia, mas se você busca uma história com uma enredo que se desenrola com muito humor e que te prende do início ao fim: você não vai se arrepender! Li em 1 dia de tão boa que é, e me tornei fã da autora
comentários(0)comente



Uma Leitora 20/05/2019

Super Fofo
Eu amei de verdade. Não esperava muito dele, mas ao terminar fiquei com a sensação de "quentinho no coração", fiquei tão feliz e o Joshua entrou pra minha lista de personagens masculinos prediletos. Pretendo reler o livro num futuro breve, pra prestar atenção em cada nuance, cada detalhe.
Fui surpreendida pelo desfecho, e me vi emocionada com a história.
Pra mim, foi realmente uma ótima leitura.
comentários(0)comente



60 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4