O Amante da Princesa

O Amante da Princesa Larissa Siriani




Resenhas - O Amante da Princesa


30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Amanda.Bartholomeu 29/04/2019

Emocionante
O Amante da Princesa retrata a vida de Maria Amélia, princesa do Brasil, que está prometida para Maximiliano Habsurgo, arquiduque da Áustria. Na época, as mulheres muitas vezes eram prometidas em casamento, principalmente quando faziam parte da alta sociedade e tinham títulos. Com Amélia não seria diferente, ainda mais por se tratar de uma princesa. Porém, o que ela menos deseja é esse casamento arranjado, com uma pessoa que ela mal conhece. Maximiliano chega ao palácio da sua futura esposa, em Lisboa, com seu colega - Klaus Brachmann. Maximiliano também compartilha do mesmo sentimento de Amélia: não gosta da ideia do casamento, ainda mais porque ama outra pessoa. Klaus é um garanhão, que não perdoa uma moça se quer, inclusive decide que usará de sua experiência e charme para flertar com a princesa, mesmo sabendo que é noiva de seu amigo. Eis que Maximiliano precisa encontrar uma certa moça, a qual é sua amante por motivos um tanto quanto preocupantes, e deixa Amélia aos cuidados de Klaus. Este vê a oportunidade perfeita para conhecer melhor a princesa, usando uma ótima desculpa: como é amigo do noivo, se torna o "homem" da casa e fará companhia à princesa em nome de Maximiliano. Amélia, claro, não gosta nada da situação. Maaaaaas, é aí que ambos são pegos de surpresa pelo coração: acabam se apaixonando e Klaus, usando de sua experiência, ensina algumas coisinhas entre quatro paredes para a princesa, as quais deixará a mesma bastante eufórica e preocupada. No meio disso tudo, uma das irmãs de Klaus aceita um pedido de casamento com um rapaz, o qual a família não aceita muito bem a ideia. Como acabará essa situação? Será que o casamento de Amélia com Maximiliano acontecerá? Será que Maximiliano retornará de sua viagem ao encontro de sua amante? O que será que ela revela à ele? Como Amélia e Klaus lidaram com esse novo sentimento? Será que saberão lidar com a situação de que, possivelmente, não poderão viver esse amor juntos quando Maximiliano voltar? E o segredo que o arquiduque tem: poderá ajudar Amélia e Klaus a viverem juntos? O que acontece com o romance de Klaus e Amélia quando ela contrai tuberculose? Será que desse amor proibido nascerá uma filha? Como a mãe de Amélia reagirá a todas essas situações? Lembrando que estamos em um romance de época. Essas e outras perguntas serão reveladas lendo o livro. Com uma leitura gostosa e cenas engraçadas, envolventes e emocionantes, Larissa Siriani nos traz um livro encantador.
comentários(0)comente



Erika.Santos @literandofotos 06/04/2019

Maria Amélia é princesa do Brasil, prometida a Maximiliano Habsburgo, arquiduque da Áustria. Mas como ela se casará com um homem que nem ao menos conhece. Maximiliano chega ao Palácio das Janelas Verdes acompanhado do melhor amigo Klaus Brachmann, que logo desperta irritação em Amélia. Conforme os dias passam Amélia começa a pensar no melhor amigo do noivo e tudo muda quando o Arquiduque precisa fazer uma viagem e deixa a noiva na companhia de Klaus.
.
O livro é bem poético e um tanto triste, a história se passa em Portugal embora eu tenha esperado mais detalhes dos conflitos familiares por ser um livro de época. Partes da história foi verídica porém não houve um amante.
comentários(0)comente



Ana Paula 06/04/2019

Sem palavras
O amante da princesa foi um livro que surpreendeu do início ao fim, comecei a ler o livro sem nenhuma expectativas e ele foi me arrebatando e me deixando curiosa pra saber o que seria de Amélia e Klaus. E o final esmagou meu coração e me surpreendeu por fugir do comum. É um livro que nunca vou conseguir superar, mostra um romance proibido em que vemos os personagens se apaixonarem, vemos eles sonhando com um futuro juntos. E como será esse futuro juntos??
comentários(0)comente



Luana Moraes 17/03/2019

Apaixonante
Larissa Siriani, me avisou que eu jamais ia superar este livro, o amante da princesa, quando a autora te fala isso você já fica com medo né? Bom, eu estava. Eu não imaginava que ia me apaixonar tanto pela história de Maria Amélia e Klaus, ah é tão doce, inspiradora e único o romance contada pela autora que é impossível não se apaixonar.

O romance é narrado em primeira pessoa, alternando entre Maria Amélia e Klaus, confesso que é tão gostosa a narrativa de ambos que eles se completam literalmente. É apaixonante ver a paixão e o desejo brotando em cada um deles, eu me apaixonei muito antes da Maria pelo Klaus.

A cada capítulo que eu passava eu desejava mais e mais desse casal. Eu não costumo ler muitos romances de época, mas talvez, só talvez, a autora tenha me feito mudar de ideia.

Eu posso garantir que eu jamais vou superar este romance. E talvez, você também não.
comentários(0)comente



My 31/01/2019

O Amante da Princesa
Acabei de acabar!!! E estou tipo... de boca aberta!!
Olhando para o nada, olhando para o livro fechado em minhas mãos!!
Muito bom, me surpreendeu muito, afinal, romance de época não é nem de longe meu gênero literário favorito!
Fico feliz por ter tido a oportunidade de ler está obra, e mais ainda por ser de autoria nacional! Certamente irei relê-lo no futuro!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Gabi 29/12/2018

Mesmo tendo começado o livro com spoiler, chorei que nem um bebê. O romance aqueceu tanto meu coração, me deixou com um sorriso bobo no rosto. O amor entre Amélia e Klaus é lindo de morrer. Um dos melhores romances de época que eu já li.
comentários(0)comente



Luiza Helena (@balaiodebabados) 27/12/2018

Originalmente postada em https://balaiodebabados.blogspot.com/
Quando comecei a ler O Amante da Princesa, pensei que ele seria somente mais um romance de época na listinha. Terminei essa história com sentimentos conflitantes e o coração na mão.

Maria Amélia e Klaus são meio típico padrõezinhos de romance de época. Ela, comprometida com outro cara, sonhava em se casar por amor. Amélia é uma moça gentil e romântica, mas sempre com uma resposta rápida na ponta da língua e de personalidade bem decidida. Klaus é o típico libertino que foge de casamento como gato escaldado foge de água, mas vê seu mundo mudar ao conhecer a noiva do amigo, por quem desenvolve uma atração. No seu envolvimento com Amélia, Klaus vai se mostrando um homem sedutor, envolvente e apaixonante; muito mais do que ele deixa aparentar por baixo da fama de libertino.

O Amante da Princesa é narrado em primeira pessoa, intercalando entre Klaus e Maria Amélia. A escrita é bem fluída e essa alternância de visão nos permite ver os sentimentos dos personagens. O livro não conta com muitas descrições, mas as que são feitas são suficientes.

Maria e Klaus tem uma boa química. De início, Amélia “odiava” Klaus, mas todo mundo sabe que isso é código para desejo. Ambos começam um relacionamento e vemos como vão se apaixonando um pelo outro. As cenas sensuais foram muito bem escritas, sem deixar de fora o romantismo.

Um detalhe que me incomodou era quando os protagonistas falavam frases em alemão e não havia nem uma nota de rodapé com a tradução. Infelizmente, alemão é uma língua que ainda não falo e, particularmente, cortava o clima quando eu ficava tentando adivinhar o que eles queriam dizer.

Outro ponto foi como se deu o início dessa relação entre Klaus e Amélia. O modo como Max e Klaus conversaram sobre como Klaus iria “cuidar” de Amélia durante seu tempo fora me deixou um tanto desgostosa (pra não dizer outra coisa). Praticamente tratando Amélia como uma propriedade.

O final da história não era o que eu estava esperando. Pra que não sabe, Maria Amélia e Maximiliano realmente existiram e, diferente da história apresentada aqui, se amavam loucamente. Quando soube sobre o casal fui atrás da história e, pelo que encontrei, eu deveria já ter me preparado para o futuro de Maria Amélia e Klaus (que foi inventado somente para essa história). Fechei o livro sem ter um rumo na vida. Os acontecimentos finais eu já suspeitava, mas ainda assim ler foi um baita baque para mim, influenciando até na nota que eu daria para a história. Então, pra quem conhece a história de Amélia e Max, já sabe o que esperar. Se você não conhece, bem… prepare o coração.

O Amante da Princesa é o primeiro romance de época da Larissa Siriani. Tirando algumas considerações, foi uma boa história. Recentemente, ela lançou o conto O Natal dos Brachmann, disponível na Amazon.

site: https://balaiodebabados.blogspot.com/2018/12/resenha-344-o-amante-da-princesa.html
comentários(0)comente



Aninha de Tróia 04/12/2018

Quanto mais romances de época leio, mais exigente fico, e O amante da princesa não me decepcionou. O livro já começa bem e sem enrolação; o casalzinho não fica de frescura, o que só me agradou. A escrita da autora é muito boa, principalmente quando o Klaus narra. E também gostei do final; triste, mas amorzinho.
comentários(0)comente



Lu 06/11/2018

O Amante da Princesa
O livro "O Amante da Princesa" é um romance de época que se passa em Portugal, é narrado alternadamente por Maria Amélia e Francis, os dois protagonistas da história.
Desde a primeira página ficamos curiosos com o desenrolar da história já que, Maria Amélia realmente existiu.
A narrativa da Larissa Siriani e a forma como construiu a história contada do ponto de vista dos dois personagens é muito interessante, entretanto é um daqueles livros bem clichês.
Enfim, é uma leitura fácil e gostosinha, o mocinho é maravilhoso, pra quem gosta desse tipo de leitura vale a pena dar uma chance.
comentários(0)comente



Sany 25/10/2018

Decepcionante!
Temos aqui um romance de época, que traz a personagem Maria Amélia, princesa do Brasil, que vive em Lisboa com a sua mãe e está prometida a Maximiliano Habsburgo - arquiduque da Áustria.
Apesar de não estar feliz com a ideia de se casar com um pretendente por meras conveniências sociais e não por amor, ela aceita o seu destino, pois sabe de seus deveres como princesa.

No entanto, com a chegada de seu noivo em Lisboa, ela se vê muito balançada com a presença de Klaus Brachmann, o acompanhante e amigo do arquiduque, um homem lindo, galanteador e de conversa fácil, que se aproxima de Amélia, despertando sentimentos fortes e conflitantes.
Aos poucos, os dois se envolvem e não resistem a atração que sentem um pelo outro. Então, o relacionamento com Klaus, associado à frieza e ao distanciamento do noivo, fazem a princesa questionar o iminente casamento.

Este romance foi inspirado na história real dos noivos Maria Amélia de Bragança, filha de Dom Pedro I, nascida na França e criada em Portugal, e Maximiliano Habsburgo, arquiduque da Áustria, que, contrariando a maioria dos relacionamentos da época, eram completamente apaixonados um pelo outro. Porém, quis o destino que ela morresse antes do casamento, acometida por tuberculose. Maximiliano foi tomado por infelicidade e jamais esqueceu do seu verdadeiro amor. Ele morreu no México, tempos depois, mas a amou até o seu último suspiro.
Klaus não existe na história real, sendo, portanto, totalmente fictício.

Eu confesso que comecei esta leitura bem empolgada e acreditei que fosse ter um desenrolar bacana, mas, infelizmente, isso não aconteceu. Os personagens não me passaram emoção e não me senti envolvida pelo ardor da paixão que diziam sentir. Fiquei aguardando o momento em que o amor dos dois ia me contagiar, mas só vi um romance muito travado e automático, com um final mega frustrante! Não me convenceu e fiquei muito decepcionada, principalmente, por não ter conseguido uma conexão com os personagens!
comentários(0)comente



Renata @riodelivros 15/09/2018

O livro é escrito em primeira pessoa e a narrativa é pelos olhos de Amélia e Klaus, a história é inspirado em personagens reais mas diverge da realidade.
Maria Amélia de Bragança, princesa do Brasil, mora em Portugal (ela não chegou a conhecer o Brasil). Nunca conseguiu controlar a propria vida e está com casamento arranjado com o arquiduque da Austrália, Maximiliano Habsburgo.
2 meses antes do casamento Max chega ao Palácio das Janelas Verdes para conhecer sua noiva e traz consigo o seu melhor amigo Klaus Brachmann.
Klaus percebe como a princesa é bonita, e que ela e seu melhor amigo não estão nem um pouco interessados um no outro, resolve então seduzi- lá. Porém não previu que fosse se apaixonar.

O inicio do livro me encantou muito, a escrita é leve e fluída. Achei que faltou um pouco de descrição dos ambientes, mas em resumo gostei muito do desenvolvimento que a autora deu para a história. O final me surpreendeu, não me agradou muito, mas não diminuiu meu encanto pelo livro. Com certeza é uma leitura que recomento para todos que gostam de romance de época e estou ansiosa para saber o que Thami vai achar.

Quotes "Talvez eu leia romance de mais, ou talvez o amor dos meus pais tenham me cegado para verdades da vida. Mas, ainda assim, eu acredito que uniões sem paixão não devam existir." "O amor assume diferentes formas para cada um, Srta Amélia, e despontar mesmo que não exista paixão." "Não é o tempo que determina o amor. Há pessoas que se apaixonam em poucas horas, outras passam décadas sob o mesmo teto sem nunca se amarem."
comentários(0)comente



Leitor Nerd 10/09/2018

Nunca mais vou ver uma biblioteca com os mesmos olhos
Vi muita gente dizendo que não gostou do livro porque a autora usou fatos históricos e os distorceu, desrespeitando a memória dos personagens. Não sei em que lugar vocês viram que é um romance biográfico. É uma FICÇÃO. Inclusive, no final do livro tem uma nota da autora dizendo que a obra foi INSPIRADA por personagens reais e que a história diverge da realidade. Vamos procurar saber mais sobre o livro antes de passar vergonha falando mal dele injustamente, né!? Não gostou do livro? Ótimo, seu direito. Mas falar que não gostou porque a história é um insulto à Princesa... Se poupem.

Pra quem gosta de romance histórico com várias pitadas de erotismo, esse é o livro certo. Há uma passagem que me fez sentir coisas que eu jamais imaginei sentir... Principalmente lendo. Não indico o livro para menores de 18 anos, se é que me entendem. Acho que toda mulher (e homem também, tutu pom) precisa de um Klaus. As personagens são apaixonantes e a contextualização histórica é caprichada. O romance é um pouco clichê, mas muito bem elaborado entre os protagonistas. Ah, e tem diálogos muito divertidos.

O livro é sensual, engraçado e faz a gente querer mais. No entanto, o final me pegou de surpresa. É isso. Se eu falar mais, vou dar spoiler. Leiam!

site: https://www.instagram.com/p/BnjJwIgnEGW/?taken-by=leitor.nerd
Daiana.Benck 15/10/2018minha estante
Não foi por isso que não gostei... Eu gosto de finais felizes, fiquei muito chateada com o final... Fora isso, é muito bom, principalmente pelos fatos históricos, mesmo q não tenha sido bem assim que aconteceram.




Valquiria.Coelho 06/09/2018

O amante da princesa
Belíssimo livro! Me fez chorar com o final inesperado...
comentários(0)comente



Edvanea 05/09/2018

Embora a vida não seja sempre um ? feliz para sempre?. Poderia ter um final feliz. Não recomendo.
Daiana.Benck 15/10/2018minha estante
Concordo. Eu leio pra sair da realidade. De triste, basta a vida! Fiquei bem chateado com o final, esperava final feliz sim!


Edvanea 16/10/2018minha estante
Não é!? Leio p ficar feliz!!!


Daiana.Benck 17/10/2018minha estante
Exatamente!


Anni @dearmasen 28/12/2018minha estante
Ainda bem que vi o comentário de vocês antes.




30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2