Um Amor Perdido

Um Amor Perdido Alyson Richman




Resenhas - Um Amor Perdido


59 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Jeanete 06/07/2020

Emoção
Muito choro mas muitas emoções um livro que prende a atenção sem querer parar de ler até que chegue o fim...
comentários(0)comente



Tycianna 25/06/2020

Perfeito
Eis aqui um dos melhores romances que li, sem sombra de dúvidas, um livro muito intenso. Onde expressarei minhas opiniões nas dicas que trouxe hoje:

1- AMOR QUE ATRAVESSA OS TEMPOS
Conhecemos Josef e Lenka, dois jovens judeus que vivem no período anterior à guerra, são apaixonados,e com a proximidade das batalhas, decidem se casar. Entretanto, com a perseguição aos judeus, ambos são separados e acham que o outro morreu durante a guerra e o reencontro, só acontece mais de 60 anos depois!

2- REALISMO
A autora colocou uma história de amor em meio a realidade dos horrores da Guerra e do Holocausto, dando um toque de realismo que nos deixa emocionados a cada página.

3- JUDEUS
Nessa obra, vemos os dias de glória e a decadência na vida dos judeus antes da guerra. É bastante triste ver vidas construídas a tanto trabalho e suor serem roubadas por uma ideologia preconceituosa e criminosa.
E na trama, a autora retrata até mesmo como os judeus nem sabiam de fato o que estava acontecendo com eles.

4- NARRAÇÃO
O livro é contado sob a perspectiva de Josef e Lenka. Intercalando o presente na narrativa de Josef, relembrando sua trajetória, a busca por Lenka e a tentativa de se reerguer emocionalmente. E, Lenka nos mostra uma volta ao passado, onde acompanhamos sua trajetória junto a sua família durante o todo período de guerra.

5- ROMANCE HISTÓRICO
Para as pessoas interessadas em livros que se passam na Segunda Guerra Mundial, precisam ler esse livro, com uma pesquisa histórica expetacular, a história de amor é um pano de fundo para uma verdadeira aula de história sobre como foi o Holocausto.


É isso, a autora escreveu um dos melhores romances que li, ambientado na segunda guerra mundial. Me emocionei em muitos momentos, que história temos aqui meus queridos.
Só o que posso fazer além de tercer elogios é indicar a leitura!
comentários(0)comente



Alê 14/06/2020

Simplesmente lindo
Vale a leitura tanto pelo momento histórico (a Segunda Guerra Mundial), quanto pela bela história de amor
comentários(0)comente



Fernanda.Mara 26/05/2020

Quanta sensibilidade...
Não sou de escrever resenhas, aliás nem sei escrever rs, mas eu devo isso a esse livro, a essa autora! Que livro, que história! Eu sentia cada palavra da autora, tamanha sensibilidade de escrita! Gosto muito de histórias da segunda guerra, então esse livro está mais do que recomendado!
comentários(0)comente



Diandra Lara @bibliotecadadi 25/04/2020

Uma história tocante, linda, de um amor que perdurou por toda a vida. Diferente de alguns livros que se passa nos campos de concentração, esse se passa no gueto, uma região, espécia de bairro, em que os judeus eram enviados pelos alemães durante a segunda guerra. Mesmo não sendo um campo de concentração, as atrocidades cometidas se igualavam. Através da voz de Lenka vemos como foi viver durante esse período trágico da história, e que em meio todo ao horror ainda existia esperança e amor.
Um livro que merece ser lido!
comentários(0)comente



Letícia Rosso 15/04/2020

O choro é livre
Sempre fui fascinada por histórias da segunda guerra, mas essa é de fazer chorar do começo ao fim.
Uma história de amor linda e cativante, merece a leitura de cada linha com muito entusiasmo!
comentários(0)comente



Juh 12/04/2020

Maravilhoso!
Narrativa interessante, além da história de amor, conta o dia a dia de um campo de concentração , construído para enganar o povo, nao esperava tanto deste livro, me surpreendi , história avassaladora , nao vou dar nenhum spoiler , mas ... o que Deus une o homem nao separa ? Quer saber a resposta? Renda-se ao texto de Alyson Richman, vai valer a pena.
comentários(0)comente



Mariana.Alves 06/04/2020

Pra quem gosta de se aprofundar mais e saber como era os campos de concentração eu indico esse livro, ele fala de uma forma muito mais clara de como foi o holocausto na Europa ele tem um pequeno romance muito triste envolvido, mas o foco é o regime nazista, pra quem gosta de história esse livro é simples e fácil de entender com uma leitura objetiva e de fácil aprendizado.
comentários(0)comente



Michele @leituraeseuuniverso 29/03/2020

Sem palavras para esse livro. Triste e emocionante ler as linhas sobre sofrimento e coragem desses personagens. Um livro que com certeza ficará em minha memória e meu coração.
comentários(0)comente



Anna | @paraisoliterariooficial 19/03/2020

Um Amor Perdido, Mas Nunca Esquecido
Essa é uma história linda de amor!! Amei a forma como foi escrita, com cada sentimento deles detectado. Eu me senti dentro da história!! E apenas por saber que essa é uma história real, me surpreendeu ainda mais!! O sofrimento que Lenka vivenciou durante os longos anos distante de seu grande amor, foram um tormento cruel. E Josef, jamais esqueceu o seu amor. Esse livro me despertou diversas emoções ao longo da leitura. É uma história fascinante de amor, perda e reencontro. Capaz de prender a atenção, do começo ao fim. Me surpreendeu mais do que pensei que iria. Foi um dos melhores romances de época que já li. A história de um amor que resistiu à tudo.
comentários(0)comente



Dulce 16/03/2020

Emocionante!
Ler sobre o Holocausto é sempre muito difícil...mas, este é aquele tipo de livro que te toca e emociona pela poesia da escrita. Tem muito amor, tragédia, perda e esperança.

Personagens arrebatadores pela força e coragem de se reconstruirem em meio a tragédia e desesperança.

Sinopse:

Na Praga do pré-guerra, Lenka, uma jovem estudante de Artes, apaixona-se por Josef, um médico recém-formado. Eles se casam, mas, pouco tempo depois, como tantas outras famílias, são separadas pela guerra. Na América, Josef torna-se um obstetra bem sucedido e constrói uma família, apesar de nunca esquecer da mulher que acredita ter morrido. No gueto de Terezin, Lenka sobrevive graças aos seus dotes artísticos e à memória de um marido que julgava nunca mais reencontrar."
comentários(0)comente



katinha 10/03/2020

Um lindo e emocionante romance histórico
Resenha: "Um amor perdido" - Alyson Richman ?|| @literasorocaba .
"O primeiro amor: não há nada parecido."
.
1934 - Praga - Tchecoslováquia

Lenka é judia, leva uma vida de luxo e harmonia com sua família na cidade de Praga. Estudante de arte, ela se apaixona por Josef, um médico recém formado de família com nome e renome.
Mesmo em meio ao caos que está se formando no país pela angústia de que logo Hitler irá invadi-lo, Lenka e Josef se casam. A família do noivo conseguiu vistos de saída do país, mas Lenka teria que deixar seus pais e sua irmã para trás e seguir com o marido.
Banida de coragem, ela pede ao marido que siga viagem sem ela, mas que volte para buscar à todos assim que conseguisse os vistos.
Partindo para a América a família de Josef sofre um acidente que acaba causando um mal entendido dos dois lados. E cada qual pensa que o outro está morto. Pois, Josef recebe a notícia que os judeus que moravam em Praga foram transferidos para Teresí e assassinados.

Lenka não morreu, mas ela e sua família são realmente enviados para um campo de concentração. E ela irá sofrer todos os males que a guerra pode trazer, mas carregando sempre em seu coração o amor pelo marido.
Josef reconstrói sua vida na América, mesmo incapaz de amar novamente e sempre em busca da verdade sobre a morte de Lenka, ele segue em frente anos depois e acaba se casando.

A guerra pode deixar marcas infindáveis, porém mesmo um grande amor perdido nunca será esquecido. .
[?#OPINIÃODAKAH?] .
.
Eu ja disse o quanto AMO romance histórico? Só umas 30 vezes hahaha!
Como não amar uma história cheia de romance, drama, e muito conhecimento? Melhor ainda, história com fatos reais.
A autora foi super delicada em dar vida aos detalhes dos acontecimentos da época.
Sabemos o quanto essa parte da história foi horrível, quantas pessoas morreram nas câmaras de gás e o quanto sofreram os sobreviventes com o psicológico totalmente destruído.
Mas ela tratou todos os acontecimentos com uma força invejável. E tornou a história, mesmo sendo drama com fatos reais, muito linda!
Foi uma leitura coletiva com o grupo @literasorocaba e eu não poderia ter amado menos.
Super indico!
#resenhadodesequilibrio ??
comentários(0)comente



Daniela [email protected] 01/03/2020

Amo histórias que retratam a guerra. Mas até então nenhum dos livros lido nessa temática, tinha retratado algumas cenas que me marcaram. Sobre os personagens Josef achei ele extremamente egoísta. Por outro lado temos Lenka uma garota quando tudo aconteceu, foi a que mais sofreu. E mesmo assim, tinha uma alma leve e iluminada.
comentários(0)comente



Fran Alves 15/02/2020

null
Um livro incrível sobre a segunda guerra. A versão de quem conseguiu fugir e de quem foi pro campo de concentração. É ficção.
Lu @gentequeamalivros 16/02/2020minha estante
Muito lindo neh! Aquela parte do retrato fico até arrepiada quando lembro.


Fran Alves 16/02/2020minha estante
Sim, a maneira como ela literalmente da suor e sangue para fazer o retrato, é lindo.




Juliana Esgalha @juesgalha 16/12/2019

Uma história de amor separada pela guerra
Essa é a história de amor de Lenka e Josef que a guerra separou. A narrativa é contada em primeira pessoa pelos protagonistas e alternando entre os dois. O romance se inicia no começo da guerra e então temos uma noção de como era a vida das pessoas em Praga antes de tudo começar. Essa parte inicial livro foi um pouco morna para mim, se arrastou bem lentamente, mas voltou a engrenar nos 40% em diante da leitura. Não vou entrar em muitos detalhes para não soltar nenhum spoiler, mas a história conta as vidas completamente diferentes que esses personagens tiveram separados pela guerra e o rumo distinto que se deu aos dois: Josef nos EUA e Lenka no gueto de Teresín.

Embora a história de amor dos dois tenha tido essa ruptura cruel por conta da guerra (afinal essa é a base principal do livro), fica claro que apesar de todo o sofrimento do amor perdido de Josef, é Lenka quem sofreu muito mais. Emocionalmente e fisicamente falando. Ela é quem VIVEU a guerra, ela é quem viu todos os HORRORES, ela é quem quase morreu. Então em praticamente todo o livro, eu tive muito mais empatia por Lenka a Josef (que em muitos aspectos eu o achava um pouco egoísta principalmente enquanto ele se referia a Amália, enfim… Foi esse meu sentimento, as vezes me irritava um pouco certas coisas que ele detalhava).

Embora essa história de amor seja uma ficção, há fatos e pessoas reais que existiram nesse período tão cruel da nossa história mundial: os desenhos das crianças do gueto que estão em um museu judaico de Praga, alguns nomes importantes, como era a vida no gueto de Teresín. Não foi uma das melhores histórias que li sobre esse tema, na verdade, acho que fica até um pouco longe disso, mas é um bom livro sim! Eu só acho que aquele comecinho e o final (pois um liga ao outro e só lendo pra saber) foi um pouco surreal e óbvio demais, eu teria dado um outro fim mais condizente com a realidade que uma guerra causa.

site: https://shejulis.com/livro-um-amor-perdido/
comentários(0)comente



59 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4