Professor Feelgood

Professor Feelgood Leisa Rayven




Resenhas - Professor Feelgood


59 encontrados | exibindo 31 a 46
1 | 2 | 3 | 4


Karina 25/01/2019

Quero um amigo de infância!
AHHHH MEUS DEUSES, QUE FINAL LIIIIIINDO *o* eu só precisava DEMAIS de um epílogo, sério.
Terminei o livro faz dez segundos, e fiquei carente disso. Aquela cena final foi muito maravilhosa, mas eu quero saber o que aconteceu depois, quando o livro foi lançado. Será que virou um best-seller? O mundo explodiu com ele? Onde eles foram morar? (Tá, pergunta idiota)

Devo dizer que no começo fiquei superanimada com Professor Feelgood e Asha. Eu tinha grandes esperanças pra esses dois. Aí Jacob apareceu na história e fiquei com muita raiva. Eu nem sabia qual era o lance, o que ele tinha feito, mas me deu ódio. A babaquice dele era tamanha que fiquei me perguntando COMO a protagonista poderia ficar com ele no final. Então a história foi acontecendo, e me apaixonei. Surpreendentemente, o Professor acabou ficando de lado pra mim. Acho que o título do livro deles ficou perfeito; era bem aquilo mesmo.

Uma personagem que me surpreendeu foi Joanna. Eu não esperava gostar assim dela, mas assim como ela conquistou as irmãs Tate, o fez comigo. Adoraria ler algo dela, porém não consigo imaginar como ela seria como protagonista. Vi que ainda tem pelo menos um livro pela frente, mas nem vi de quem se trata. Assim que terminar aqui, darei uma olhada. *dedos cruzados*
E sobre Instagram. Nem tenho, nunca tive interesse, no entanto, agora estou pensando em criar um. Será que existe algum Professor Feelgood por lá? Ou um Mr. Romance? Darei uma fuçada nisso também. Realmente espero que os fãs tenham investido em algo do tipo.

Até agora, adorando os livros da Leisa. Que venham mais pela frente!
comentários(0)comente



Nique 22/01/2019

Esse livro mecheu comigo
Não é segredo que todos os livros da Leisa de alguma forma tocam o meu coração. Mas Professor Feelgood conseguiu me deixar aos prantos, e ao mesmo tempo com um sorriso bobo no rosto , nao tenho palavras dignas do amor que sinto pela história da Asha e do Jake. Não me aprofundarei muito na resenha , mas eu só quero dizer uma coisa ... LEIAM !!!!

É uma narrativa maravilhosa com um romance de suspirar é um drama envolvente.
Ary@na 22/01/2019minha estante
Fiquei com mais vontade ainda de ler rsrs




Aline Miguel Books 14/01/2019

Palavra ao vento... Palavras...
Terminei de ler PROFESSOR FEELGOOD da Leisa Rayven...

Eu fico pensando...
Estava louca para ler o livro. Ganhei e logo que tive a chance comecei a ler. Em apenas um dia de leitura, vi que já tinha passado bem mais da metade dele. Me senti mal. Pensei: não vou mais ler loucamente pq está acabando... e quando percebo... Acabei.
Sabe aquela leitura que você curte tanto? Aquela leitura que te envolve tão profundamente com os personagens? Então... essa foi assim.

Com escrita a deliciosamente fluída, fácil, é narrado pela mocinha e nos prende do início ao fim.

Asha é uma jovem bonita, inteligente, com estilo e focada na sua carreira. Sua grande oportunidade aparece, mas mesmo tendo provado ser capaz, ela terá que passar por um desafio e achar a perfeição. É ai que tudo começa acontecer.

Jacob é um homem bonito, inteligente, tem seus mistérios, suas angustias e resolve mostra seu âmago para o mundo. O que ele não imagina é o que e quem vai aparecer.

Uma história de amizade e amor em sua forma mais pura e verdadeira.
Uma história de revelações, descobertas, superação.
Uma história que mostra que o destino estava traçado e que mesmo que o caminho seja longo, árduo, torturante, ele vai se cumprir.

Eu fiquei completamente vidrada na leitura, carreguei o livro comigo para todos os cantos, li em todas as oportunidades, devorei e sofria a cada página lida, somente pq via que ele estava acabando e sabe quando vc gostaria de que a leitura fosse eterna? Eu deseja isso o tempo todo. Eu simplesmente me apaixonei.

Jake e Ash são tão reais. Como me identifiquei com eles, com alguns dos desejos, medos, sentimentos... Como acolhi tão profundamente dentro do meu coração. Acompanhar cada momento deles foi muito legal, envolvente, desejoso, angustiante, apaixonante e feliz.

SE EU INDICO ESSA LEITURA?
Claro que sim. Leia com absoluta certeza. LEIA MESMO.

Professor Feelgood é MARAVILHOSO.
A série Masters of love está demais e eu já estou louca pelo próximo livro.
E de verdade? Eu nem sei se estou sabendo falar pra vocês o quanto eu amei muito esse livro.
comentários(0)comente



Giiovannaayres 14/01/2019

Leisa, eu te venero!
A Leisa é uma das minhas autoras preferidas, eu amo absolutamente TUDO o que ela escreve. Professor Feelgood foi um livro que me pegou de uma forma que eu não estava preparada, e isso porque eu não esperava personagens tão intensos assim.
O que me fez amar esse livro foi a forma tão especial que a estória foi desenvolvida, o amor entre os personagens era tão puro e intenso que era possível sentir através das páginas.

Vamos acompanhar a jornada da Asha que está obsecada pelo instagram do Professor Feelgood, os poemas que ele escreve são absurdamente apaixonados, eles são sensuais e muito intensos! É impossível ler e não ser tocada de alguma forma. Quando surge uma oportunidade de promoção a Asha não pensa em outra coisa que não seja publicar um livro sobre a jornada do professor.

O Professor (não vou revelar quem é!) Passou por um momento muito difícil, ele perdeu o grande amor da sua vida e desde então decidiu compartilhar com o mundo em seu Instagram poemas sobre o quão miserável ele se sente por isso, ele não esperava ter 3 milhões de seguidores.... um dia uma bela editora entra em contato com ele para publicar um livro sobre sua história ele só não imaginava o que o esperava.

Eu amo, AMO o desenrolar de tudo isso, não quero comentar mais porque vai ser um Spoiler muito grande, e pode acabar com a graça para algumas pessoas. Apenas leiam, sintam esse amor, se apaixonem por esses dois! Que linda estória de amor!!!
Se você, assim como eu também ama um clichezinho pode ter certeza que esse livro vai ser INCRÍVEL!
comentários(0)comente



Mari 13/01/2019

Professor Feelgood é o segundo livro da série Masters of Love e vamos conhecer Asha Tate, uma jovem muito pé no chão e que ama seu trabalho. Aliás, tem a ambição de crescer dentro da editora que trabalha e ser Editora de uma vez por todas. E é quando essa oportunidade se torna possível que a vida dela acaba tomando um rumo totalmente diferente.

Para conseguir essa promoção e se tornar Editora, ela precisa apresentar um autor desconhecido e que seja o próximo best-seller do país. Pois é, nada fácil! Porém, ela sente um estalo em sua mente quando percebe que o projeto certo está mais próximo do que imaginava...

Professor Feelgood. Esse é o nome do próximo best-seller do país de acordo com Asha! Esse é o nome de uma conta do Instagram de um homem que nunca mostrou seu rosto, mas que faz diversos poemas contando sobre como conheceu o amor de sua vida e o perdeu. Suas palavras tocam qualquer um que as lê e que pode se transformar em um livro sensacional com milhares de vendas... Além de que trabalhar com ele parece ser um sonho para Asha. Bom... Até ela conhecer o homem por trás de suas palavras.

Logo nas primeiras páginas eu já sabia que esse livro seria um dos preferidos do ano. Convenhamos, Meu Romeu é legal e tal, mas tem alguns defeitinhos que eu nunca esquecerei. Mas Masters of Love... Essa é A série, minha gente! Leisa acertou de uma forma tão bonita que não sei nem explicar para vocês.

Esse livro segue o mesmo esquema do primeiro: capítulos de tamanhos muito bons, personagens que dividem suas emoções com o leitor, narrativa leve e rápida e uma leitura tão gostosa que nem senti as páginas passando. Sem falar que Leisa gosta de fazer um mistério em torno do mocinho que me prendeu e me deixou na expectativa para descobrir quem ele era de uma vez.

O livro é escrito em primeiro pessoa, do ponto de vista de Asha. Preciso dizer que AMARIA um conto com o POV do Professor Feelgood para o momento em que eles se encontraram pela primeira vez. Sério. Tudo pelos pensamentos dele naquele momento!

Novamente encontramos um livro que trata de amor, confiança, medos e de traumas do passado. É um livro mais do mesmo? Até poderia ser, mas a forma como tudo é orquestrado e os poemos do tal Professor fazem tudo se tornar diferente. É um livro cheio de romance cheio de humor que nos faz suspirar e rir ao mesmo tempo.

Quanto aos personagens, é muito gostoso encontrar uma protagonista que seja uma romântica incurável e que sofre por esperar os homens dos livros que ela lê. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência. Já o Professor conseguiu me ganhar apenas com seus poemas. Sério, eu não precisei de muitas páginas para estar completamente envolvida com esse homem e seus problemas do coração. Me vi naquelas palavras de uma forma tão crua que li de um jeito bem diferente da primeira vez.

Mesmo os personagens secundários deixam suas marcas e fazem a total diferença no livro. Max, Eden, Nannabeth, Moby Duck, Toby, Serena, Joanna e Derek roubam algumas batidas de nossos corações e preciso ser sincera e dizer que cada vez que Max aparecia, era um suspiro a mais que eu soltava.

Claro que temos aquele momento de crise e drama em que os dois precisam fazer escolhas importantes em suas vidas e preciso dizer que gostei muito de como a autora montou tudo. O que acontece com eles não é por causa de uma ex maluca ou um jeito de fazer ciúmes em alguém. Os dois precisam confrontar coisas do passado e resolver suas vidas para seguir em frente. Ponto positivo para a querida Leisa!

A diagramação do livro está impecável e eu não encontrei nenhum erro de digitação. As páginas são amarelas, a fonte tem um tamanho ótimo e o espaçamento também. Todos aqueles pontos que nos facilitam a leitura estão ali. Eu gostei bastante dessa capa e o modelo que usaram é o próprio Professor Feelgood! Globo Alt tá de parabéns nessa escolha!

Professor Feelgood nos apresenta uma jovem muito romântica em busca de um novo autor best-seller ao mesmo tempo em que conhecemos um homem de coração partido e sem acreditar no amor. O encontro desses dois vem com uma narrativa cheia de humor e feita para arrancar suspiros do leitor. Indico MUITO!

site: https://galaxiadosdesejos.blogspot.com/2019/01/professor-feelgood-leisa-rayven.html
comentários(0)comente



Malucas Por Romances 11/01/2019

Amei!!!!
Olá, leitores!
Hoje a resenha é um dos meus queridinhos e mais aguardado livro de 2018. Amo todos os livros da autora e claro que quando o livro chegou já passou a frente. Será que gostei desse livro como eu gostei dos outros? Vem comigo nessa resenha que te conto tudo.

"Seja corajosa. Vá atrás do que você quer com toda a paixão que tiver. Nada esvazia um coração mais completamente do que o arrependimento."

Professor Feelgood é o segundo livro da série Masters of Love, da autora Leisa Rayven, publicado pela editora Globo Alt. Os dois primeiros livros tem como ligação as irmãs Eiden e Asha, e nesse livro vamos conhecer o felizes para sempre de Aisha. O primeiro livro é o Mr. Romance (resenha Aqui) e esse livro pode ser lido separadamente por ser cada livro um casal. Essa resenha não contém spoiler do primeiro livro da série.




A história começa com Asha em mais um dia de trabalho até que uma oportunidade surge, Asha pode ser Editora, mas para isso terá que achar um best seller. Asha tem um crush no instagram que é o Professor Feelgood, um homem misterioso que posta foto de suas viagens, mas sem nunca mostrar seu rosto. Ela tem a grande ideia de publicar os seus poemas que fazem sucesso com a mulherada, e quando ela descobrir a identidade do Professor Feelgood sua carreia e seu coração podem ficar em risco.
"Quero deslizar minha língua na suaaté você entender todas as razões pelas quais eu te amoe que não cabem em palavra."
Adoro os livros da Leisa e isso não é surpresa pra ninguém, mas essa série não posso negar que a cada livro me apaixono ainda mais pela escrita da autora. Cada personagem são únicos, e Asha e Jacob/Professor Feelgood vão te fazer dar boas gargalhas e querer fazer você entrar dentro do livro só para colocar algum juízo nos dois.

Asha é ao contrário de sua irmã, enquanto Eiden gosta de sexo sem compromisso, Asha gosta de sentir conectada quando entrega o seu corpo, só que ela não consegue mesmo quando está namorando. Asha apesar de ter um passado triste é engraçada e poderia ser eu ou você, só que com a sorte de poder trabalhar e se apaixonar pelo Professor Feelgood.




Professor Feelgood/ Jacob me atrevo a dizer ser o personagem mais romântico da autora. Ele rouba a cena na história com seus poemas de tirar o fôlego e as calcinhas. No começo você pode até achar ele um idiota e cabeça dura, mas quando descobrir o por quê vai querer pegar ele no colo. Se me pedirem pra escolher qual personagem eu mais gostei da série até agora, com certeza eu não saberia escolher.

O que os dois livros tem em comum é que a autora faz um certo mistério de quem são os mocinhos e deixa a leitora ansiosa para dar vida a paixão e obsessão das mocinhas. No primeiro não imaginava quem seria e nesse confesso que cai na pegadinha, haha.

"Não tem nada pior do que se apaixonar por alguém e perceber que não tem o coração dela por inteiro."

Os personagens secundários aparecem a todo momento como o casal do primeiro livro, mas o destaque vai para Joana amiga de Asha. Joana foi motivo de várias risadas, aquela amiga louca que toda mocinha tem que ter. Torcendo que para o próximo livro seja dela.

Ao contrário do primeiro livro esse não teve votação de capa, mas a editora acertou em cheio. Amei a capa e achei a cara de Professor Feelgood. O livro é escrito em primeira pessoa e pelo ponto de vista de Asha, então vamos descobrindo os mistérios de Professor Feelgood junto com ela. Na última página tem uma importante informação, teremos mais livros da série publicados! Próximo livro se chama Dr. Love e tem previsão para o final de 2019. Agora só nos resta esperar.

RESENHA COMPLETA NO BLOG

site: http://malucaspor-romances.blogspot.com/2019/01/resenha-professor-feelgood-serie.html#axzz5cElY2iFE
Tatiana.Morello 11/01/2019minha estante
Na quinta feira fui em uma das lojas da saraiva atrás desse livro e está esgotado não tem em nenhuma e nem no site.


Malucas Por Romances 21/01/2019minha estante
Nossa. Na Amazon tem.


Tatiana.Morello 21/01/2019minha estante
Obrigada!




Zaila 05/01/2019

Gostei, mas o primeiro foi bem mais envolvente e com partes mais engraçadas.
comentários(0)comente



wanessacristal 02/01/2019

Esperava mais
Não vi nada demais nesse livro...

História de um cara bonito e legal que escreve posts românticos no instagram para uma garota feministinha chata, cheia dos melindres e complexos que acha que seus complexos é culpa dos homens, mas na verdade é dela mesmo.
Ela acha que os homens são obrigados a tratá-la como deusa enquanto ela pisa neles igual inseto. Escravoceta que fala, né?
Além daquele vocabulário idiota de objetificação da mulher, empoderamento e blá-blá-blá...
A história fala da avó e de seu pato de estimação, mas só aparecem no começo e no final do livro.

Achei nada a ver essa briguinha dos protagonistas, só se afastaram porque a garota namorava o irmão do cara e eles se odiavam, que bobeira...

O cara escreveu um livro falando de uma mulher, mas no final teve que escrever outro em uma semana falando sobre a verdadeira mulher de quem ele realmente gostava, essa chatinha aí.

Enfim, muito sem graça essa história.
comentários(0)comente



@literatudo_ig (Luh) 28/12/2018

Muito inferior a Mr Romance. Um pouco decepcionante.
comentários(0)comente



Anne 25/12/2018

Faz jus ao título.
Só Deus sabe o quanto eu estava ansiosa para ler esse livro. Apesar do lento começo e das emoções dos personagens (às vezes sem propósito) tomarem conta da maioria das páginas, valeu muito a pena. A série “Masters of Love” é perfeita, em si. E em seu volume 2 traz um homem – também de se babar sem dó – que derrete mulheres com suas palavras.
Conhecemos um pouco mais sobre Asha, irmã de Eden, que se mostrou não tão interessante quanto eu imaginava, mas okay. E faz várias coisas sem sentido ao longo do livro, como se fosse uma adolescente. Mas eu dei um desconto para ela porque é realmente complicado lidar com nosso querido “Professor Feelgood”. Falando sobre ele, primeiro, ninguém nunca vai superar o Max – obrigada, de nada - , mas ele é simplesmente maravilhoso: paciente, dedicado, romântico que dói e com uma alma encantadora.
Esse livro, em particular, me tocou muito porque a Leisa não teve piedade. Ela tocou fundo nas emoções aqui (como é hábito dela), principalmente sobre a importância e a falta de uma amizade, de apoio, de como temos monstros e traumas do passado que escondemos ou fingimos que não existem e acabam definindo – e estragando – nosso futuro, como a honestidade é crucial para a confiança e relação entre duas pessoas e como o medo pode nos atrapalhar.
Um dos pontos positivos desse livro é o plano de fundo com pessoas maravilhosas: Eden – como uma irmã mais velha que apoia, ama e cuida; Max – brilhando e ofuscando tudo e todos com sua gostosura, senso de humor e genialidade; Nanabeth – a avó mais fantástica da história das avós literárias; Joanna – uma amiga superengraçada e sem um grama de juízo que topa todas as confusões; e a editora Whiplash – simplesmente por estar lá.
Me peguei chorando no final porque não tinha como não chorar.
Simplesmente adorável.
comentários(0)comente



Iza 19/12/2018

Pelas varias resenhas animadoras, confesso que esperava mais, o início da contextualização é bem chato, mas a história está bem construída.
comentários(0)comente



Rafa 17/12/2018

O romance que todos querem viver!
Segundo livro da série Masters of Love, vamos finalmente conhecer a história da irreverente Asha, que foi a personagem mais romântica e descobridora do Mr. Romance no livro anterior.

Em Professor Feelgood, vemos um pouco da sua carreira editorial, em busca de uma promoção e correndo contra o tempo para encontrar um novo best-seller para chamar de seu.

E será através dos posts perturbados, quentes e sentimentais de um tal Professor Feelgood que está de coração partido, que ela verá a oportunidade de agarrar essa promoção.

Asha sempre foi romântica, nunca conseguiu só ter uma noite com um cara qualquer, e embora sempre tenha tido uns namorados legais, ela nunca entregou seu coração completamente. E por isso acredita que ainda não encontrou o homem perfeito para si.

Leisa Rayven continua com uma narrativa intensa, cômica e deliciosa aqui. O poder que essa mulher tem de nos prender é de outro planeta.

Temos aqui, flash backs do passado dos personagens principais, e sempre duas versões dos fatos, porém em quem devemos acreditar.

E por falar em passado, devo confessar que no quesito bom moço, esse Sr. Professor foi muito um pé no saco, é praticamente impossível não odia-lo em quase todas as cenas...francamente eles dois pegam fogo juntos.

E para que tudo dê certo, eles precisaram encontrar um meio de trabalharem juntos, ou o destino de cada um estará jogado na lama.

Embora nós saibamos que algo vai rolar, é nitido que a tensão sexual demora muito a acontecer, já que eles se odeiam. Mas todos os mal entendidos uma hora são resolvidos, certo?

O livro fala muito de almas gemeas, sobre perdão, recomeço, resiliência e amor em sua forma mais intensa, cruel e verdadeira. E que certas coisas levam tempo para se encontrarem, porém elas sempre dão um jeito de voltarem para si.

O livro é lindo, engraçado, romântico e verdadeiro. Não tem nada clichê aqui, surpresas boas e muita volta que o mundo dá, pra nos encontrarmos com a nossa alma gêmea.

"Nosso antigo começo é tudo o que temos. Mas podemos mudar nosso final. Ele ainda está sendo escrito".

" Não há nada pior do que se apaixonar por alguém e perceber que não tem o coração dela por inteiro.É ainda pior ver a pessoa perceber isso".

" A única coisa pior do que não encontrar sua alma gêmea é encontrá-la e perceber que vocês são duas partes do mesmo trem viajante em direções diferentes".

"Para o mundo você pode ser uma pessoa. Mas para uma pessoa você é o mundo".
comentários(0)comente



Vicky 11/12/2018

Quando li a sinopse desta história, fiquei intrigada com a forma como a autora iria lidar com a questão da "escrita por encomenda" de uma celebridade do Instagram e conforme os capítulos foram passando, me vi completamente envolvida não só na problemática do processo de escrita, mas em todo o contexto dos personagens. E, deixe-me te dizer, esta foi uma leitura e tanto.
Comecei a ler Professor Feelgood sem saber exatamente o que esperar porque não li o primeiro volume de Masters of Love, Sr. Romance - irei corrigir isso nos próximos dias porque não consegui me segurar e passei na livraria. Mas por serem histórias praticamente independentes, apesar dos spoilers leves sobre o final do primeiro volume (que, sendo sincera, não eram bem spoilers), não tive nenhum problema em me divertir e me envolver com a trama de Asha e Jacob.
Temos aqui, então, a história de Asha Tate, uma assistente editorial que para conseguir ser promovida precisa encontrar o novo best-seller que irá salvar a editora em que trabalha. Ela vê sua chance chegar quando tem a ideia de convidar um homem, autointitulado Professor Feelgood, que acompanha no Instagram a publicar um livro - com base em seus milhões de seguidores e na profundidade das palavras de seus poemas e imagens, ela sabe que qualquer coisa que ele publicasse seria um sucesso. A partir disso acompanhamos os dois, Asha e Jake, o Professor Feelgood, tentando trabalhar na escrita de um livro e tateando ao redor de seus problemas do passado - porque é lógico que o Professor seria o ex-melhor amigo dela (quem não adora esse tipo de drama, não é mesmo?).
Asha é uma personagem muito interessante e complexa - e se você já leu Mr. Romance, sabe que ela é irmã de Eden, a protagonista do volume anterior. Acompanhar seu ponto de vista é simplesmente uma delícia porque ela é uma personagem com quem podemos nos relaciona/ver completamente. Ela é uma profissional dedicada e com humor afiado que precisa lidar com os avanços indesejados de um colega de trabalho; é uma irmã e amiga muito boa e presente. Mas por uma série de questões, ela não consegue se envolver fisicamente com seus namorados e se sente frustrada e quebrada por isso - e a autora conseguir tratar deste tema de forma tão precisa e real me deixou extremamente satisfeita porque é algo pelo qual muitas mulheres passam sem entender o por quê.
"Venha pra mamãe, Professor Músculos do Pôrno Literário. Deixe-me desfrutar da sua genialidade. (p. 33)"
E o que dizer de Jacob? Nosso Professor Feelgood nos faz sentir bem e é daqueles personagens que esquentam e esfriam, mas de uma maneira boa. Completamente dentro da categoria de homens bonitos por fora e por dentro, Jake dá várias lições de vida e pontos de vista sobre o amor que me fizeram parar e pensar na minha própria forma de ver o amor. Sua raiva e frustração são quase palpáveis em suas palavras e é óbvio que em vários momentos ele simplesmente não consegue dizer o que quer - e ficamos esperando o momento em que ele finalmente vai colocar seus pensamentos para fora. Ele e Asha passam boa parte da trama brigando um com o outro e nos deixando nas pontas dos pés para saber se em algum momento haverá uma oportunidade para eles se acertarem.
"Olhando esse baú de palavras, me sinto como um maconheiro que acabou de achar um estoque inesperado e gigante do melhor haxixe. (p. 178)"
O progresso do relacionamento dos dois se dá no ritmo certo para que o passar dos dias na história fizesse sentido dentro do proposto pela premissa do enredo. Temos então o ritmo e o tom certos para uma história de amor com personagens característicos da nossa realidade - instagramers, profissionais da área do livro, românticas e racionais.
Eu não poderia deixar de mencionar Joanna, a amiga e companheira de trabalho de Asha. Jo é a responsável por diálogos maravilhosos e histórias divertidas e extraordinárias para qualquer outra pessoa que não seja ela. Sempre nos momentos certos para ajudar Asha, a história não seria a mesma sem ela. De um jeito muito alegre e com filosofias de vida que nos fazem abrir os olhos para certos detalhes que nunca pensamos, ela não precisa se esforçar para conquistar seu espaço dentro da trama.
"Você não deveria ter que lutar por amor, Asha. Esse é todo o ponto. Se duas pessoas se amam, não deveria existir nada que as mantivesse separadas. Mas isso só funciona se as duas se sentem da mesma forma, ao mesmo tempo. E não importa quão romântica você seja, você precisa admitir que as chances de isso acontecer são raras. (p. 212)"
Me parece redundante dizer isso, mas adorei cada página deste livro. A história de amor entre Asha e o Professor é daquelas que faltam palavras para descrever e que deixam uma lição a ser aprendida para os personagens e para quem lê: que, mesmo entre toda a mágoa, ressentimento e raiva, se há uma conexão entre duas pessoas, ela não pode ser negada por muito tempo.
Além de trazer um romance bem escrito e organizado, a autora consegue tratar de dois temas que me interessam bastante: o processo de escrita de um livro e a venda de livros "voltados ao público feminino". É extremamente comum o pensamento de que a escrita de um livro é um ato rodeado de ações surpreendentes, com musas inspiradoras e tudo o mais, mas a verdade verdadeira é que escrever um livro demanda esforço e vários passos de edição e revisão para corrigir furos, aparar pontas, melhorar cenas - e mostrar isso em um romance é tão interessante que nem consigo explicar com todos os detalhes que o tema merecia. E sobre os "livros de mulherzinha", nada melhor do que a voz de Asha para apontar um fato que precisa ser mostrado uma e outra vez:
"Se você já tivesse lido um livro de romance, Devin, saberia que há muito mais neles do que só erotismo. Eles empoderam e inspiram as mulheres. Eles confortam e, sim, às vezes excitam. Não consigo acreditar que você tenha tantos preconceitos a respeito de um gênero inteiro, especialmente considerando que esses "romances ruins" são o que mantêm essa editora funcionando. Ano após ano, as vendas de romances comprovam que o poder de compra das mulheres é... (p. 24)"
Leisa Rayven conduz sua trama de forma suave e divertida. Os diálogos, pensamentos e ações de seus personagens são extremamente reais e fazem com que o leitor se reconheça nas páginas em diversos momentos. É uma leitura leve, gostosa e de aquecer o coração, resumindo, é tudo o que queremos quando escolhemos um romance para ler.
Para finalizar, não posso deixar de agradecer a Globo Livros/GloboAlt pelo envio do meu exemplar com um kit lindão (a-m-e-i a sacola e estou usando sempre que posso).
"Existe um ditado que diz que o amor é só uma amizade que pegou fogo, e ele não podia ser mais verdadeiro. (p. 296)"

site: http://www.vickydoretto.com
comentários(0)comente



Sany 10/12/2018

Maravilhoso!
Eu amei ?Mr. Romance?, e, por isso, corri até a livraria para comprar o segundo livro da Série Masters of Love, que conta a história de Asha Tate, a irmã de Eden.
Eu acabei de ler e estou completamente apaixonada por essa trama e pelos personagens, que, sinceramente, me tocaram de uma forma muito especial. Terminei esta leitura sentindo um sincero respeito e uma enorme gratidão e admiração pela autora Leisa Rayven, que nos presenteou com essa obra tão linda!
Asha é uma romântica assumida, que sonha com flores e corações. Ela não consegue se relacionar sem estar conectada emocionalmente ao parceiro. Além disso, como muitas mulheres, ela tem vergonha de seu corpo, por não achar se achar atraente, o que gera um enorme bloqueio emocional, e principalmente sexual, para se entregar nos relacionamentos.
Atualmente, ela está encantada pelas postagens no Instagram de um misterioso homem, que se identifica como Professor Feelgood e tem milhões de seguidoras, que, assim como Ash, são apaixonadas pela forma intensa como ele escreve poemas de amor, inspirados em um coração partido.
Asha é uma assistente editorial e deseja alavancar a sua carreira, tornando-se uma editora de sucesso. Quando finalmente, uma oportunidade surge, para conseguir a vaga tão desejada, ela precisa apresentar um livro que seja best-seller e coloque a sua editora no topo do sucesso. É nesse momento, que ela tem a ideia de lançar um livro com a linda escrita do Professor Feelgood.
Então, ela manda uma mensagem para ele e o convence a embarcar nesta loucura de produzir um livro, mesmo sem saber quem é o verdadeiro homem por trás da rede.
Tudo caminha bem, mas quando os dois finalmente se conhecem, ela se vê cara a cara com Jacob Stone, o seu melhor amigo de infância, que na adolescência virou o seu pior pesadelo, gerando traumas que abalam até hoje o seu coração.
Então, Asha tem de encarar uma difícil situação, enfrentando os fantasmas de seu passado, para desenvolver o trabalho que ama.
É maravilhoso! Um romance que aborda amizade, perdas o encontro de almas gêmeas.
comentários(0)comente



Fabiana.Martino 09/12/2018

Eu aguardava muito por essa história. Tate está conquistando muito espaço em sua área de trabalho como editora, até que surge uma oportunidade de se promover com um desafio lançado pelos seus chefes. Para isso, ela tem a fabulosa ideia de editar um livro do Professor Feelgood, nome dado a um homem que tem milhares de seguidoras no Instagram, mas que ninguém sabe quem é e que nunca ninguém viu a cara dele. Depois de conseguir um contato com ele via tel e conseguir fechar um acordo sensacional, chega o grande dia de Tate encontrá-lo pessoalmente. E é aí que acontece o maior plot twist dessa história. Aliás, tem muitos plot twists. Tudo q eu disser, poderá ser um spoiler. Então, finalizo por aqui... Obs: adoro a escrita da autora. Vc começa a ler e não para mais. Só achei que o lovezinho demorou demais pra acontecer. E a partir da metade do livro, teve enrolação demais... Uma pena só por isso.
comentários(0)comente



59 encontrados | exibindo 31 a 46
1 | 2 | 3 | 4