Último Sacrifício

Último Sacrifício Richelle Mead




Resenhas - O Último Sacrifício


120 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Fabio 23/07/2019

E ESSE FINAL??
Bom... Finais de sagas são sempre algo q me deixa ansioso. A gente ja cria nossos próprios finais para os personagens e imagina como cada um vai terminar. Acho q o Final da Lissa não chocou ninguém. Eu esperava mais coisas... acontecimentos inesperados, revira voltas q me pegassem de surpresa... Mas acaba de forma muito clichê. O q todo mundo ja esperava. Queria q a Rose tivesse ficado com o Adrian, q aliás, a última cena em q ele apetece não é nada feliz e daí não se sabe mais o q aconteceu com ele. A Sidney foi esquecida tbm.. O Eddie nem foi mencionado. E ficou aquele mistério no ar a respeito de Jill e o q ia acontecer com ela. E os pais dela? Sonya e Mikhail??... Enfim, esse final não me tocou.
Giselle @universoluaegisa 23/07/2019minha estante
Uma das minhas séries favoritas!! E sobre Adrian, sugiro vc ler agora a série Bloodines , amei o Adrian nessa série e a história dele, acredito que vc vá gostar ;)


Giselle @universoluaegisa 23/07/2019minha estante
Uma das minhas séries Favoritas!! E sobre Adrian, sugiro vc ler agora Bloodlines se ainda não leu, amei ele nessa série e a história dele, acredito que vc vá gostar ´)


Fabio 25/07/2019minha estante
Não sabia q tinha um livro sobre a história dele... obrigado pela dica. Vou adicionar na minha lista


Giselle @universoluaegisa 25/07/2019minha estante
Simmmm... é uma outra série sobre ele e a Sidney ( alquimista ) que aparece nesses da academia de vampiros também ! à bem legal , espero que goste !




iluminism_ 19/07/2019

Poderia ter sido melhor.
Confesso que no início possuía um preconceito com a saga por ser de vampiros, depois de algum tempo lendo e analisando, os novos elementos que a autora trouxe como: magia, diferentes espécies de vampiros, etc. Tudo isso poderia ter trago grande genialidade a saga se tivesse sido bem executada.
"O Último Sacrifício", sexto e último livro da saga da vida de Rose Hathaway, poderia ter fechado todas as pontas soltas deixadas pelos livros antecessores, mas se mostra ao contrário deixando ainda mais mistérios não desvendados. A autora traz detalhes demais e ênfase em coisas desnecessárias. Abuso de detalhes irrelevantes tornou a história chata e previsível.
A falta de desenvolvimento de personagens também deixa muito a desejar como Adrian e Christian que foram esquecidos na narrativa. Além de que a própria protagonista apesar de tudo que passou não demonstrou um crescimento de maturidade.
Indo para falar sobre o final previsível e corrido, o que deixa muitas decepções, no entanto como uma leitora que acompanhou a saga me sinto feliz sabendo que deu certo para alguns personagens. Apesar de ter esperado melhor investimento na narrativa.
comentários(0)comente



iluminism_ 19/07/2019

Poderia ter sido melhor.
Confesso que no início possuía um preconceito com a saga por ser de vampiros, depois de algum tempo lendo e analisando, os novos elementos que a autora trouxe como: magia, diferentes espécies de vampiros, etc. Tudo isso poderia ter trago grande genialidade a saga se tivesse sido bem executada.
"O Último Sacrifício", sexto e último livro da saga da vida de Rose Hathaway, poderia ter fechado todas as pontas soltas deixadas pelos livros antecessores, mas se mostra ao contrário deixando ainda mais mistérios não desvendados. A autora traz detalhes demais e ênfase em coisas desnecessárias. Abuso de detalhes irrelevantes tornou a história chata e previsível.
A falta de desenvolvimento de personagens também deixa muito a desejar como Adrian e Christian que foram esquecidos na narrativa. Além de que a própria protagonista apesar de tudo que passou não demonstrou um crescimento de maturidade.
Indo para falar sobre o final previsível e corrido, o que deixa muitas decepções, no entanto como uma leitora que acompanhou a saga me sinto feliz sabendo que deu certo para alguns personagens. Apesar de ter esperado melhor investimento na narrativa.
comentários(0)comente



sarah 12/06/2019

Pontas soltas
Preciso admitir que minha percepção geral da obra, ao terminá-la, foi de que a narrativa de Michelle se perdeu e deixou a desejar em muitos pontos. Apesar de manter as reviravoltas que nos prendem pela série toda, a autora pareceu enrolar em detalhes desnecessários e deixou vários aspectos importantes de fora. Quando terminei de ler minha reação foi “é isso? Não tem nem um epílogo?”; confesso que fiquei um pouco decepcionada, com a impressão de que restaram vários vácuos narrativos.

Nesse último livro da série, Rose passa por prisões, explosões, assassinatos, loucura. A caracterização do mundo Moroi realmente consegue nos sentir parte dele e as reviravoltas conseguem nos prender através dos capítulos.

Contudo, o aprofundamento dos personagens para além da metade do livro foi um pouco frustrante. Dimitri, apesar de sua “sintonia” com Rose, é mal aprofundado e acaba caindo em um lugar comum. Adrian no final também acaba sendo puro clichê e sem elaboração. A própria Rose não atende às expectativas.

Os diálogos também achei bem fracos. Sem falar no próprio final que vários personagens simplesmente “desaparecem” e a gente não sabe o que aconteceu com eles. A família de Dimitri soube que ele tinha voltado a ser dampiro? O que aconteceu com Sidney? E Adrian?

Concluindo, a minha nota para o livro foi 3, pois o final não correspondeu nada às expectativas criadas, apesar do enredo ter me prendido à leitura.
comentários(0)comente



Thiago Acrisio 23/02/2019

Último Sacrifício: Final Bom, Não Ótimo, Não Surpreendente.
Bom, Primeiramente tenho que agradecer a Richelle por ter escrito essa obra, que fez viajar em um mundo mágico, repleto de aventura, amor, bravura e força.

Tenho que deixar registrado, como a narrativa dela e muito forte, mesmo em momento que a leitura não está muito agradável, como é um mundo muito bem criado, com um história sólida, te faz permanecer firme e forte.

Porém, A expectativa para esse final estava alta o quinto livro foi um surpresa para mim, um leitura cheia de reviravoltas e ação, me empolguei muito, e esperava um desfecho diferente para história.

O início desse livro e bom, mas com seus problemas, lento, e às vezes com um narrativa desnecessária, que não agregou nada a história, outro problema foi circunstâncias e decisões da personagem que foi tão bem criada, me incomodou muito isso, me deixando em certo momento sem entender o porquê do desleixo.

Esperava algo realmente mais forte para esse final, uma luta, uma disputa, mas o que vimos são o desenrolar de fatos criados no quinto livro, o amor, o trono, não mais, nada menos, até as ameaças (Strigois) são abandonadas literalmente.

Mas está aí, uma saga diferente, que vale muito a pena ser explorada, vá fundo, e sinta essa experiência.
comentários(0)comente



Valeria.Pereira 14/01/2019

[spoiler]

Nos primeiros livros ela fez um mundo muito bacana, a luta contra os strigois e depois se perdeu totalmente. Não cuidou de uma historia nem outra.
Até o Dimitri morrer, tinha sido os melhores livros que já tinha lido.

Depois ela fica um livro inteiro falando da família dele e no ultimo ela nem menciona como eles ficaram depois de descobrir que ele voltou!

Não mostrou o desenrolar de Sydney, o relacionamento com Adrian foi ridículo e desnecessário e entre outros pontos que achei muito fraco o livro e final da serie!


comentários(0)comente



Pri 29/12/2018

Final perfeito para uma série perfeita!
Finalmente cheguei ao final dessa série maravilhosa e só me arrependo de não ter começado a ler antes. Sério, como eu enrolei tantos anos com ela na minha estante? Sem dúvida entrou para a lista das minhas histórias preferidas e não tem como abandonar esses personagens tão cedo. Preciso urgentemente começar a comprar os livros da série Bloodlines, que traz Sydney como protagonista e revela acontecimentos pós Academia de Vampiros.

"— A vida, infelizmente, não parece ligar para o que queremos."

No final de Laços do Espírito, Rose se vê numa situação inesperada. Acusada de ter assassinado a rainha Tatiana, está presa, aguardando seu julgamento. Caso seja julgada culpada, será condenada a morte. Ela não aceita que sua vida esteja por um fio dessa forma, por algo que jamais faria, não importa o quanto a antiga monarca a irritasse. É óbvio que a situação toda foi armada para incriminá-la, mas parece que ninguém enxerga isso.

"— Às vezes, as maiores provas que nossa força enfrenta são as situações que não parecem tão óbvias e perigosas. Às vezes, sobreviver é o mais difícil."

Evidentemente, seus amigos acreditam em sua inocência e estão dispostos a tudo para encontrarem o verdadeiro assassino. A dampira está impaciente, mas dessa vez a ação não deve ser protagonizada por ela. Ao ter uma oportunidade única de escapar da prisão, o que dará mais tempo a todos para prosseguirem com as investigações, Rose deverá afastar-se da Corte e dos pequenos vestígios que o assassino possa ter deixado para trás.

"Às vezes, eu era uma causadora de problemas sem futuro. Em outras, tinha o potencial para ser uma líder."

No entanto, Rose Hathaway parada é algo que não existe. E ela sabe muito bem o que fazer com esse tempo extra que está sendo oferecido. Rose agarra-se às últimas palavras da rainha, deixadas em forma de uma carta secreta, que traz informações que, se forem verdadeiras, podem ajudar Lissa a ter a voz de que necessita para trazer boas mudanças ao mundo Moroi.

"Nem Lissa nem eu conseguíamos ficar 'paradas' quando achávamos que a outra precisava de ajuda. Queríamos estar ali, ativas, fazendo o que podíamos para resolver a situação."

Com a ajuda do recém-transformado Dimitri, que ainda está lutando contra as lembranças de sua vida como Strigoi, e da alquimista Sydney, Rose vai atrás da sua última aventura, talvez a mais importante de todas, capaz de mudar os rumos da história de sua raça. Porém, além de salvar a si mesma e amparar sua melhor amiga, ela precisa dar um jeito em seu coração. Apesar do namoro com Adrian estar indo bem, seus sentimentos por Dimitri permanecessem fortes, e o desprezo que ele lhe direciona a faz sofrer. Talvez, enquanto luta para ajudar a todos, ela encontre uma solução.

"O que é amor, na verdade? Flores, chocolate e poesia? Ou algo mais? É ser capaz de terminar as piadas de alguém? É confiar inteiramente que alguém está ali, lhe dando cobertura? É conhecer alguém tão bem que ele compreende no mesmo instante por que você fez o que fez... e compartilha das mesmas convicções?"

Esse foi o desfecho perfeito para uma série perfeita! Quando comecei a ler O Beijo das Sombras, há pouco mais de um ano, nunca poderia imaginar quantas surpresas todas essas páginas me proporcionariam. Quem diria que aquelas duas amigas — Rose e Lissa — que tinham fugido da escola por uma "bobagem", enfrentariam tantas provações e cresceriam tanto em tão pouco tempo? Sim, porque para elas passou apenas um ano também. O amadurecimento das duas é tão visível, é até difícil lembrar como eram antes. A amizade delas também passou por muitos altos e baixos, mas esse livro serviu para mostrar que elas são capazes de superar tudo e manterem-se juntas. Como eu já disse uma vez, acho que todo mundo deveria ter uma amizade como essa. Uma pessoa que seria capaz de qualquer coisa pela outra, movida por um sentimento puro.
Eu sempre pensei que Lissa tinha muito mais cara de protagonista do que Rose (sempre me identifiquei mais com o jeito da Lissa do que com a impulsividade de Rose), mas entendo porque a autora escolheu esta para ser o foco. Lissa nunca saiu da mente dela mesmo. Mas, além das duas que têm um destaque explícito, todos os outros personagens com quem temos contato também são bem construídos, complexos, interessantes e vão deixar saudades. Dimitri, aquele deus maravilhoso e perfeito. Cheguei a desejar que sua morte acontecesse logo (com um aperto no peito), mas me arrependi disso depois. haha Adrian, um Moroi irritante de quem aprendi a gostar e de quem senti muita, muita pena. Ele sofre mais do que parece. Christian, que foi alguém que cresceu muito também com o avançar da história. Gosto dele. Abe e Janine, os pais de Rose, com quem ela teve uma evolução maravilhosa no relacionamento, o que me deixou muito feliz. Fora vários outros que vamos conhecendo com o tempo, impossível falar de todos. Sydney é alguém que me deixou intrigada, acho interessante ter uma série dela, mas ao mesmo tempo não queria que ela fosse a protagonista...

"Eu sei que podemos ajudar alguém num relacionamento. Que podemos dar força para uma pessoa e apoiá-la. No entanto, não podemos de fato fazer tudo por ela. Não podemos resolver todos os problemas dela."

Eu não precisava, mas não custa reforçar: essa série é fantástica! Richelle elevou os vampiros a um novo patamar. Em um gênero que parece estar tão saturado, ela inovou de verdade e nos fez enxergar essas criaturas de uma forma nova. Eles até poderiam não ser vampiros, se sua imaginação assim desejasse. Mas a grande questão não é a espécie dos personagens que ela criou, mas sim seu crescimento. O desenvolvimento do enredo é maravilhoso e ela não cansa de surpreender ao longo dos livros. É tão gostoso quando uma série chega ao final e você ainda não sabe como tudo vai terminar, tem medo do que pode acontecer e ainda surgem coisas que você nem imaginava! Fiquei muito satisfeita com o que encontrei.
Assim como nos outros livros, esse é narrado pela Rose, em primeira pessoa. A diagramação segue exatamente o mesmo formato que o restante da série. A fonte é bem agradável para a leitura, as páginas são amareladas e sem detalhes, os capítulos são bem divididos. E me recuso a gostar dessas capas com caras de modelo.
Bem, você já deve ter percebido que eu amei essa série. Agora só me resta aguardar pela oportunidade de começar a ler Bloodlines e descobrir o que mais o futuro reserva para tantos personagens...

site: https://www.sigolendo.com.br/2018/12/resenha-ultimo-sacrificio-6-academia-de-vampiros.html
comentários(0)comente



Rafael 12/12/2018

"Algumas vezes, os maiores testes de força são situações que não parecem obviamente perigosas. As vezes, sobreviver é a coisa mais difícil."
Nota: 4.5 estrelas | IG: @crushforbooks

Academia de Vampiros foi uma série que me conquistou instantaneamente. Apenas O Beijo das Sombras que li em 2017, mas todos os outros cinco foram durante 2018 e, quando estava chegando a hora de ler Último Sacríficio, a dor de ser o último já começou a bater.

Os personagens continuam nos cativando e fazendo torcer por eles, principalmente Rose e Dimitri. Apesar de todos os problemas, principalmente nos dois livros anteriores, adoro os dois juntos e sempre torci para que ficassem juntos. As interações entre eles nesse último livro são uma melhor que a outra, ainda mais por conta dos problemas que os impede de ficarem juntos. Lissa e Christian também continuam ótimos e ganhando nossa torcida, mesmo que não tenham nenhum empecilho para o romance nesse capítulo.

Já Adrian, não há como não se sensibilizar com seu sofrimento, principalmente depois de tudo o que ele fez por Rose em Laços de Espírito. Mesmo torcendo por Rose e Dimitri, fiquei triste por como as coisas entre Adrian e ela terminaram aqui. Espero que em Bloodlines - spin-off que acompanha alguns personagens vistos na série - tenhamos uma conversa melhor entre eles. E exatamente pelo surgimento dessa nova série, alguns personagens ficam com finais abertos com o fim do livro. Não é algo ruim, afinal tenho curiosidade pela mesma; só espero que seja realmente tão boa quanto VA.

Em relação à história, apesar de ótimos momentos - principalmente os que envolviam Victor Dashkov e Sonya Karp -, achei algumas passagens desnecessárias e apenas encheção de linguiça, e que se fossem cortadas. A saga de Rose e Dimitri para provar sua inocência e achar o outro filho de Eric Dragomir foram bem mais interessantes do que as provas que Lissa passou durante a competição pelo trono, onde só a da floresta foi boa de se acompanhar. E o assassino de Tatiana me surpreendeu. Cogitei rapidamente a possibilidade mas a esqueci em seguida, então foi uma surpresa, de fato.

No geral, Último Sacríficio foi bom e conseguiu finalizar a série de forma satisfatória. A escrita de Richelle continua viciante e nos prendendo e espero que isso se repita em Bloodlines. Vou sentir muita falta desse universo, por isso, espero que sempre tenha muitas menções à eles no spin-off. Vale muito a pena dar uma chance a série, apesar de a era dos vampiros "já ter saído de moda".

site: http://crushforbooks.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Jeh Diário dos Livros 09/11/2018

Amei
Rose Hathaway fez de tudo que podia para salvar Dimitri do mundo strigoi e apesar de sua missão ser um sucesso, o mundo desmoronou para ela. Houve um crime na corte, um assassinato e todas as provas caem para Rose indicando que ela é a assassina da rainha da corte, mas ela sequer cometeu tal crime e agora ela terá que lutar para buscar provas que comprovem que ela não matou a rainha, e para isso ela terá que correr contra o tempo, pois sua execução já está marcada.
Mas Rose é surpreendida quando seus amigos armam sozinhos, uma fuga para ela. Rose não é culpada e não quer fugir, mas sabe que não tem muitas opções e se não fugir será morta.

"Algumas vezes, os maiores testes de força são situações que não parecem obviamente perigosas. Às vezes, sobreviver é a coisa mais difícil."

Então Rose e Dimitri correm para fugir da corte enquanto Lissa, Adrian, Christian e todos os outros amigos de Rose ficam para trás para tentarem provar sua inocência. Mas, agora em liberdade, nossa personagem poderá investigar melhor algo que lhe falaram. Lissa teria uma irmã ilegítima e se isso fosse verdade ela poderá ter autonomia na corte para poder ajudar a provar a inocência de Rose.

"Seu calor me envolvia por completo, assim como seu amor, e mais uma vez, senti aquela completude."

No meio da fuga, Rose acaba encontrando outras pessoas que podem tanto ajudá-la quanto prejudicá-la, com várias decisões difíceis para tomar, nossa personagem terá que lidar com o velho Dimitri ao seu lado e suas emoções, com Lissa se sacrificando para salvá-la, e tentar descobrir quem é o assassino da rainha e porque jogou a culpa nela. Mesmo correndo risco de vida, Rose resolve ir atrás desse mistério até o fim ou morrer tentando.

‘’ Não importa suas faltas e temperamento perigoso, você é a única que eu sinto que pode cumprir essa tarefa. Não perca tempo em cumpri-la.’’

Neste último livro, podemos ver o quanto a autora se superou ao longo de toda essa história. Podemos ver não só sua evolução, mas também de nossos personagens. Gostei muito da forma que descreveu as questões políticas da sociedade Moroi com um tom de seriedade que nos outros livros não tinha tanto.
É muito triste finalizar essa série que foi uma dos primeiros livros que li quando entrei no mundo da leitura, e que deixou para mim vários momentos e lembranças de épocas que fui lendo os livros e de momentos diferentes da minha vida.
Academia de Vampiros é uma ótima trama, que só vai melhorando conforme os livros, o começo você pode até achar bem parado, mas garanto que a história tem bem mais enredo do que você possa imaginar. Tanto que a autora escreveu mais seis livros virando spin-off da série.
Posso dizer que acompanhei a trajetória da Rose desde o começo e sempre gostei muito da personalidade dela. Uma garota determinada e auto-confiante, onde é o tipo de personagem que bate primeiro e pergunta depois e isso é o faz a história caminhar, pois Lissa que é sua melhor amiga é muito morna e sem sal nos primeiros livros.
Dimitri é aquele personagem que se torna crush literário desde o primeiro instante e apesar de todo o sofrimento dele na série, posso dizer que fiquei ainda mais apaixonada por ele, assim como Rose também ficou. Adrian que é o nosso outro crush e que faz parte do triangulo amoroso é a luz de todos os livros, um personagem muito carismático e cheio de humor que faz a gente se familiarizar com ele rapidamente. E fiquei muito feliz quando a autora anunciou o spin-off com o Adrian e posso dizer que os livros são melhores ainda do que essa série.
Lissa e Christian também tiveram um grande amadurecimento durante os livros e isso me fez ficar muito orgulhosa de ambos.
Sobre a trama e o assassino da história para mim foi uma surpresa e ao mesmo tempo não foi, era uma pessoa que estava na minha lista dos possíveis assassinos, mas não tinha um motivo em mente para desconfiar tanto da pessoa. E a trama em torno disso faz o livro de 500 páginas ser uma leitura muito rápida, além de todo o mistério envolvendo o possível irmão(a) de Lissa.
As explicações e conclusões no final foram totalmente satisfatórias e autora deixou aquela pontinha para os Spin-offs da série, é um Adeus aos protagonistas Rose, Dimitri, Lissa e Christian, mesmo que eles apareçam nos próximos livros, eles são personagens secundários, mas conseguimos matar a saudade um pouco deles e de todo esse universo que a autora criou.
Se você gosta de livros de fantasia, com romance e ação, recomendo muito essa série, vai deixar você viciado nela.


site: http://diarioelivros.blogspot.com/2018/01/resenha-ultimo-sacrificio.html
09/12/2018minha estante
adorei a resenha! ?? estou muito triste e animada ao mesmo tempo para começar a ler o último livro dessa série incrível.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Janise Martins 24/08/2018

Último Sacrifício
Agora é hora de Rose provar que não matou a rainha. E para isso muita gente foi envolvida em busca da verdade. Aconteceram surpresas, revelações, lutas, reviravoltas, coração partido, final triste e final feliz, mais morte, quase morte, romance, decepção… tudo com ritmo e certo segredo.
Rose é uma dampira de coragem e ousada, combina certinho com Dimitri. Tá certo que Dimitri fez um mimimi, mas se redimiu. Triste mesmo foi o bêbado lindo do Adrian, confesso, Rose sacaneou ele. Amo Christian e Lissa, eles combinam bem bonitinho.
É um livro muito bom, apesar de ter sido um final cheio de felizes para sempre. Alguns tiveram um final bem infeliz e outros nem final tiveram. Teria que tido um sétimo livro, essa é a verdade. Ouvi dizer que tem a série Bloodlines que arruma essas “falhas”.
E foi isso, gostei de ler.
Bjoo.


site: http://janiselendo.blogspot.com.br/2017/04/academia-de-vampiros.html
comentários(0)comente



Thaís 21/07/2018

E acaba a saga de Rose Hathaway! Gente, como essa menina sofreu e cresceu ao longo desses 6 livros! Rose morreu e voltou dos mortos com um laço que a conectava a sua melhor amiga, Lissa, se apaixonou pelo seu instrutor, foi torturada junto com um grupo de amigos e viu seu melhor amigo morrer, lutou numa batalha contra Strigoi dentro da escola, largou a escola pra ir matar o amor da sua vida (que tinha se transformado em Strigoi), voltou pra escola, foi ameaçada pelo ex-namorado do mal, salvou ele das trevas, acusada de assassinato e, por fim, conseguiu limpar seu nome e salvar todo mundo - ou quase todo mundo.
O Último Sacrifício já começa num pique de adrenalina absurdo, que não nos faz largar dele por nada, e vai nos surpreendendo ainda mais a cada capítulo. A vida de fugitiva de Rose e Dimitri mais as aventuras que eles tem que enfrentar para poder proteger Lissa e limparem seus próprios nomes é árdua e muito difícil, mas eles conseguem, ainda com todos os sofrimentos causado pelo espírito e por conspiração, eles se provam mais fortes! Sem falar em como a autora trabalhou o perdão, o perdoar o outro e, especialmente, perdoar a si mesmo para se permitir viver! Amei a analogia psicológica que Richelle Mead fez nessa saga, trabalhando temas como depressão, automutilação, etc. e em como isso suga nossa energia vital e nos transforma. Principalmente, adorei ver ela trabalhando o quanto nos doamos para proteger os outros mas acabamos esquecendo de que devemos nos proteger também, que nós também somos importantes! Tinha momentos que eu só tinha vontade de entrar no livro, sacudir e Rose e gritar dizendo que ela também era importante, que os sentimentos dela importavam, que Lissa não era a única pessoa que importava no mundo!
E como os personagens me surpreenderam! Rose, Dimitri, Christian, Adrian, etc. sempre tiveram um espaço no meu coração, mas Lissa foi me surpreendendo demais nos últimos dois livros! Ela saiu de uma personagem chata e inútil para uma personagem corajosa e destemida, e eu amei ver que ela poderia lutar por ela mesma, sem esperar que os outros - leia-se Rose - fizessem isso por ela. You go, girl!
Enfim... estou ansiosíssima para ler logo Bloodlines! As pontas soltas sobre Adrian e Sidney não me incomodaram tanto por causa dessa continuação(?)/nova série(?) e eu estou louca para começar a leitura! Richelle Mead me surpreendeu com a melhor saga de vampiro que já li na vida e me trouxe diversas reflexões ao longo de seis livros. Uma das séries que indico pra todo mundo!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Roberto.Proença 24/06/2018

Detalhes
Chego ao fim de mais uma série de livros de Richelle Mead, a Academia de Vampiros. Com um contexto vampiresco completamente diferente, mas que me arrebatou da mesma forma que na série da Súcubo, Georgina Kincaid.
Nesta, apesar da presença importante da Princesa moroi Lissa Dragomir, o protagonismo da dampira Rose é evidente, e tudo acaba girando em torno do seu mundo, suas confusões, amores e soluções nada convencionais que encontra.
Já falei sobre a história nas resenhas dos outros livros, então minhas considerações, neste caso, serão sobre o "vazio".
Não sei vocês, mas quando estou no meio de uma história, seja de um livro ou mesmo de uma série, sou impelido a buscar avidamente o final, o desfecho.
Mas quando este chega, a sensação é de "vazio", de "quero mais"...
Deixo as vezes de aproveitar o contexto, o desenrolar e mesmo os detalhes da história... em suma, o "prazer da leitura"... que não tem nada a ver com pressa, nada a ver com quantidade de páginas ou livros...
O prazer está no envolvimento com a história, com o personagem, com o lugar, com a época... com os detalhes.
Os detalhes é que nos transportam e nos transformam, nos fortificam e nos humanizam, nos constroem e nos destroem. Nos levam ao Prazer da Leitura.
Ps. Que venha "Bloodlines". Ainda bem.
comentários(0)comente



14/04/2018

O último sacrifício
Confesso que nunca me interessei por livro com história de vampiros..mas aí ganhei o primeiro volume dessa saga academia de vampiros...e simplesmentee me surpreendi...devorei os seis volumes..e adorei esse último..gostei tanto que agora vou pra sequência de mais seis livros.. série bloodlines...
comentários(0)comente



120 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |