Aristóteles e Dante Mergulham nas Águas do Mundo

Aristóteles e Dante Mergulham nas Águas do Mundo Benjamin Alire Sáenz




Resenhas - Aristóteles e Dante mergulham nas águas do mundo


139 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



nara 27/11/2021

uma chatice sem fim
os dois primeiros capítulos são bons, é muito bom ver oq aconteceu com os meninos depois do primeiro livro. o resto dos capítulos é uma chatice, lacre atrás de lacre parece que o escritor tá querendo uma vaga no quebrando o tabu. a única coisa que valeu uma estrela foi a evolução do ari de resto foi tudo muito ruim.
comentários(0)comente



Murilo.Justino 27/11/2021

Uma leitura linda...
Já tinha ficado muito maravilhado com a primeira obra que li do Benjamin Alire Sáenz, "Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo" (que me chamou muita atenção pela capa, mas quando li, fiquei deslumbrado... Não por ser um livro profundo, mas mesmo assim com significado e muito bonito) e quando vi a continuação, "Aristóteles e Dante mergulham nas águas do mundo", eu tive a certeza que teria que ler essa obra.
Acompanhamos Aristóteles e Dante em suas descobertas de si mesmos, um do outro, de suas famílias e do próprio mundo... O que esperam do mundo, o que precisam fazer, o que querem fazer... Essa obra trouxe um peso surpreendente sobre tópicos muito atuais, embora a história se passe na década de 80... Homofobia, racismo, xenofobia...
Sem comentar a escrita linda e emocionante de Benjamin... Simplesmente lindo!
sweetcreature 27/11/2021minha estante
meu deus eu quero muito ler esse livro, o primeiro tem todo meu amor


Murilo.Justino 27/11/2021minha estante
É um livro excelente... A primeira obra foi escrita em 2012... Aí eu tava lendo que o Benjamin sentia que precisava dar um seguimento para a história do Aristóteles e do Dante e então fez essa segunda obra já esse ano, 09 anos depois.
Continuou com aquela escrita linda e emocionante dele, que não por acaso é poeta, mas também colocou muitos temas profundos para discussão...
Enfim, já era fã dele, agora então kkkk.
Já estou pensando em pegar outra obra: "A lógica inexplicável da minha vida".




awgust 27/11/2021

Mesma nota do livro 1, mas tenho que abrir umas tangentes sobre esse aqui.
Para um livro retratado praticamente nos anos 90, eu achei muito bem elaborado, ok? Você tem que pensar nisso enquanto interpreta umas partes. E, nossa!, eles amadurecem demais em relação ao livro anterior. Sim, foi uma continuação desnecessária, mas eu achei que fechou um assuntos interessantes da história deles. É bem tranquilo de ler.
comentários(0)comente



Jesca 27/11/2021

Um amor (com muita dor), ?fofo pra cacete? como diria o Ari
Terminei esse livro há dois dias e ainda estou digerindo todas as palavras que passaram a morar no mapa de Ari e Dante. E eu provavelmente vou fazer isso pelo resto da vida.

Também estou tentando aceitar que a dor e a raiva do Ari passaram a morar em uma parte muito íntima minha. Assim como o amor dele. E o amor de Dante. E todos os amores que são representados nessa história.

Queria que existisse uma forma maior e mais elaborado de dizer obrigada ao Benjamin, quem escreveu esse livro.

Obrigada, Benjamin, não Ben. Benjamin.
comentários(0)comente



Vinicius.Souza 26/11/2021

Apaixonante
Não acredito que terminei ??

Esse livro é simplesmente LINDO de se ler, o amor entre o Ari e o Dante é coisa mais bonita de se ver, todos os personagens são APAIXONANTES

A conexão que eu tive com o Ari é uma coisa inacreditável, tudo que ele tava passando eu me identifiquei demais, ver o amadurecimento dele da forma mais real possível é incrível!!

Tanto os pais do Dante quanto do Ari é a relação mais linda e apaixonante de se lerr, é como se fosse meus pais também

A parte mais triste do livro é a morte de um* certo personagem, fiquei extremamente triste e chorei horrores vendo eles passando pelo luto?

Arrisco dizer que essa sequência é melhor do que o primeiro

Com aquele final creio que da para mais um livro nem que tenha que esperar 7 anos igual esse pra sair

Ari e Dante são meu tudo e pra sempre serão ??
comentários(0)comente



carol 26/11/2021

O MAIOR
o primeiro livro de aridante realmente me irritou um pouco, o ari era insuportável e ainda tinha as transfóbias no meio. Porém esse segundo livro foi surreal, mostrou a evolução do ari ao longo da trama, a aceitação dele e de dante, as amizades se fortalecendo e o amor pela família, posso dizer que chorei com os últimos capítulos, mas o final me fez ficar com um sorriso pelo resto do dia
comentários(0)comente



gii 26/11/2021

muito lindo porém prefiro o primeiro!!
"Naquele momento, soube que todos eles seriam meus amigos para sempre. Soube que estariam para sempre na minha vida. Soube que eu sempre os amaria. Até o dia da minha morte."
comentários(0)comente



Esse Cara 26/11/2021

Prolixo
Quase um ano depois de terminar minha leitura do primeiro, recebo a notícia que essa história teria continuação, meu coração aquecido precisou esperar mais um ano, finalmente tive o prazer de descobrir mais um pouco sobre esses personagens maravilhosos, continuando diretamente de onde paramos, não espere grandes tensões como eu, talvez sua experiência seja melhor, poucos são os momentos de tensão, então nossa atenção é captada pelos lindos momentos de amor e alegria, ou nos pontuais momentos de tristeza, não é tão bom quanto o primeiro, intensificando seu problema de ser um livro ?arrastado?, e acho um final indigno dessa obra, algo muito sessão da tarde e exagerado para a mensagem de amadurecimento que o livro tentava passar, porém, nunca vi dois garotos se beijando na sessão da tarde.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



@emcadacapa 25/11/2021

Tão lindo!
.
???????
Aristóteles E Dante Mergulham Nas Águas Do Mundo (Livro 2) - Benjamin Alire Sáenz || 448 páginas || @editoraseguinteoficial

Amadurecimento. Eu acredito que essa seja a palavra-chave dessa história. Temos aqui toda a evolução pessoal e emocional de Ari, a evolução do relacionamento dele com Dante, com o pai e com os amigos.

Confesso a vocês que eu fiquei um pouco receoso quanto a essa sequência, pois achava que não tinha necessidade e que talvez pudesse estragar a história. Mas, que bom estar enganado meus amigos. Esse segundo livro de AriDante é totalmente necessário e de formas que só você lendo para entender.

A história aqui continua quase exatamente de onde o primeiro livro parou. Vamos acompanhar o desenrolar do amor de Ari e de Dante. O modo lindo como ambos levam o relacionamento deles com os seus pais. Temos, finalmente, o cara a cara de Ari com o seu irmão mais velho e também temos Aristoteles se abrindo para amizades lindas. Mas, infelizmente, nem só de alegria vive o homem, temos aqui também uma das maiores perdas de toda essa história desde o primeiro livro.

A história toda se passa no final dos anos 1980 e é preciso estar com isso em mente para entender muito do que se é dito durante a leitura. Temos debates incríveis a respeito da AIDS e como a sociedade tratava homens gays naquela época.

Enfim, aqui o autor continua com sua narrativa jovem, simples e tão poética, tão linda que leva o leitor na leveza e quando vemos estamos terminando o livro. Indico muito, esse que também entrou para os meus favoritos do ano.
comentários(0)comente



alicevrsilva 24/11/2021

Trecho favorito ?
"Quer dizer, às vezes estou pensando em uma coisa e simplesmente dá vontade de escrever.
Quero visualizar aquilo que estou pensando, talvez porque, se eu vir em palavras, possa avaliar se o que estou pensando é verdade ou não."

Aristóteles e Dante Mergulham nas Águas do Mundo
comentários(0)comente



Birdflash 24/11/2021

Destruído psicologicamente, mas recomendo e passo bem.
Gostaria de começar falando que essa continuação, para mim, foi superior em todos os sentidos em relação ao primeiro livro. É muito bom ver Ari e Dante juntos, uma vez que no primeiro livro isso só acontece na última página.

O destaque do livro, na minha opinião, é como tratam alguns assuntos e desenvolvimento de personagens. Pode não ser o livro mais grandioso e atual do mundo, mas como se passa em 1980, a gente acaba sentindo mais as questões relacionadas com homofobia, incluindo a própria homofobia internalizada.

Cada capítulo dessa continuação me fazia ter algum tipo de reflexão. E isso foi muito bom. Alguns acontecimentos no final do livro pegam a gente de surpresa, fazia tempo que não chorava/lacrimejava de verdade enquanto lia um livro.

Aristóteles e Dante estarão para sempre no meu coração.
comentários(0)comente



Raquel.Santos 23/11/2021

Nada menos que perfeito, incrível como o Benjamin conseguiu colocar o crescimento pessoal dos personagens, tenho orgulho do Ari e amo a Cassandra, todos os personagens novos são incríveis e todos tem historias maravilhosas, o final é PERFEITO, ver que o Ari perdeu o medo de amar foi a melhor parte do livro, amei, amei !!!!!
comentários(0)comente



Jessica 23/11/2021

SPOILERS ????????

Sendo sucinta: o livro foi tudo o que eu não esperava que seria.


Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo é um dos meus livros preferidos, porque ele traduz maravilhosamente o nascimento do amor, a construção de nossas personalidades entre o final da adolescência e o início da vida adulta. Tudo é absolutamente perfeito naquele livro. Tudo!
A segunda parte dessa história chegou, anos depois, neste exemplar aqui, e eu estava absurdamente animada e expectante de que seria muito melhor ainda. Expectativas podem ser um problema, amigos.

O escritor não fez um trabalho tão notório - na minha concepção, claro -, pelos seguintes motivos:
(Não estão ordenados cronologicamente)

? Ari e Dante começaram a ter um estranhamento do NADA por discordâncias bobas e vagas, e simplesmente se tornaram imaturos. A construção dos dois já estava mais do que finalizada, não faz sentido regredir os personagens no amadurecimento emocional. Nesse ponto: o Ari continuou muito bem de modo geral, Dante, nem tanto.

? O pai do Ari: Jaime. O autor fez com que desde o início desse livro ele estivesse 100% presente na vida do Ari, com diálogos impossíveis de serem imaginados por mim. Simplesmente não se encaixava, ele mudou da água para o vinho, simplesmente porque decidiu que "queria falar mais", foi basicamente isso. E o grande motivo disso: o autor veio e matou o cara. Foi uma das mortes mais desnecessárias que eu já vi, completamente sem nexo, principalmente porque os fatos que decorreram desse acontecimento nem foram importantes, ou que trouxessem um grande impacto para o Ari.

? A AIDS matava milhares de pessoas na época em que a história se passa. Havia muita desinformação, preconceitos, principalmente relacionados a sexualidade das pessoas acometidas pela doença: homens, estes, homossexuais. E em nenhum momento, o casal central discute o assunto. Eram só situações soltas, uma reportagem na TV ou uma discussão entre amigos, não houve aprofundamento ou uma apresentação adequada da pauta que foi iniciada por NADA! Um assunto dessa importância só deveria ser colocado em uma história, quando há interesse em ensinar algo!

? A vida escolar do Ari. Tudo era forçado. Mesmo. Os diálogos com os colegas e professores era completamente surreal. Não convenceria a ninguém. Ficou muito claro que o autor queria muito tirar bons ensinamentos desses momentos, mas infelizmente, dessa vez, ele não soube desenvolver bem as falas. O que sendo o completo oposto: no livro anterior, foi realizado majestosamente, absolutamente tudo tinha sentido, e era reflexivo.

Dou 3 estrelas devido ao meu grande apego pelo casal, principalmente pelo Ari, ele tem uma mente e um coração lindamente bem construídos.
No mais, isso tudo é só o que eu enxerguei, você pode muito bem amar!
comentários(0)comente



139 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR