Pollyanna Moça

Pollyanna Moça Eleanor H. Porter
Eleanor H. Porter




Resenhas - Pollyanna Moça


71 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Alan Ventura 29/12/2010

"O mais solitário lugar do mundo é justamente no meio das multidões"

Ao ler "Memórias de uma Gueixa" de Arthur Golden,vi uma frase muito bela e pensei que poderia usá-la em uma resenha algum dia,mas o tempo foi passando e os livros que li não se adequaram à frase,e ela foi arquivada no "depósito de memória"(O Apanhador de Sonhos),ao terminar Pollyanna Moça eu percebi que não me faltava mais um livro adequado para que a frase pudesse ser aplicada,e segue:

"No templo há uma poesia chamada A Perda, entalhada na pedra.
Ela consiste em 3 palavras que foram rasuradas pelo poeta.
Não se pode ler A Perda.
Só senti-la."

Pollyanna Moça é um livro maravilhoso,onde Eleanor H.Porter prolongou a esperança,o amor,a amizade,a saudade e os sentimentos mais belos que foram se perdendo na carne fria,perdendo-se na confusão de tanta noite e tanto dia,perdendo-se na profusão das coisas acontecidas...

Não posso dizer que a leitura de Pollyanna Moça é obrigatória,pois odeio essa palavra e pra mim o livro é como a "perda",ele não pode ser lido,ele pode apenas ser sentido,e espero sinceramente que a falta de lágrimas não tenha transformado seu coração em pedra(O Menino do Dedo Verde),tornando-o insensível a algo infinitamente belo.
Barbie 30/12/2010minha estante
Poxa, belíssimas frases compõe sua resenha para um livro simplesmente singelo e tocante, adorei!



Naiara 03/08/2011minha estante
Essa ai sim ficou muito boa gostei bastante!!!

gosto dessa mistura do saber!!

(só pra anexar não estou puxando seu saco rsrsrs...)


juliablack 10/09/2012minha estante
pefeita a tua resenha..mais que perfeita!

descreve com exatidão tudo o que penso do livro mas não coloquei em palavras..
o que me supreende é o fato de um homem perceber a qualidade desse livro.
desculpe-me se estou sendo preconceitusa pois esse não é meu objetivo.
apenas estou surpresa..

parabens pela linda resenha e um abraço!


Alexandre 06/03/2017minha estante
Sinceramente, que resenha singular!




Márcia 23/08/2009

Delicado e encantador
Achei o livro muito meigo, Pollyanna é um doce - embora eu não saiba se como Mrs. Carew, aguentaria uma criatura tão "sempre contente" ao meu lado.
Muito massa a idéia que Pollyanna adquire durante o crescimento de que ninguém gosta de ser "evagelisado" - o que é a mais pura verdade. Pollyanna toma conhecimento de seu grande dom de trazer alegrias e de deixar pessoas contentes com o que tem. E mesmo tomando conhecimento desse poder, não faz uso dele deliberadamente, provando o quanto é nobre e digna de tê-lo.

Não considerei o livro como "uma Lição de vida" nem algo que me evangelize, apenas uma leitura agradável e rentável.

P.S.
Associo esse livro a "Os Miseráveis"; me transmitiu os mesmos tipos de setimentos.
Craig 15/08/2009minha estante
boa resenha amor ^^


Carol Moreira 17/04/2011minha estante
Marcou minha infância, livro de cabeceira, leio sempre. Lindo, lindo, lindo.




Shelly A. Meirelles 16/10/2009

Muito mais do que eu esperava!
Esse foi um livro do circulo do livro da minha escola resumindo eu tinha que le-lo.Confesso que me neganei a ler no começo mas com medo de poder ir mao na redaçao que tinhamos que fazer de cada livro incluindo esse eu começei a ler...
no começo achei que as pessoas que me disseram que era chato tinham razao mas depois vi que estavam completamente enganados.
Pollyana conta a historia de uma menina que joga o "jogo do contente" e ensina a todos esse jogo sem se dar conta mudou a vida de muitas pessoas nesse livro ela encontra o amor contado de uma forma linda e mesmos com tristezas no livro a muito mais é alegria!
Confesso tam bem que estou começando a jogar o jogo contente e funciona muito bem melhorou muito minha vida tambem...
recomendo todos a ler é uma historia linda e quem ler duvido que nao começe a jogar o jogo tambem agora pra saber como joga leiam o livro até o fim ,en!!Nao adianta parar pela metade...
RECOMENDO
comentários(0)comente



Karina 09/02/2010

Já faz algum tempo que li Poliana.É um livro de uma grandeza de amor,de simplicidade;de saber aproveitar as coisas simples da vida.
Eu chorei,me emocionei com Poliana.É um livro que todo mundo deveria ler pelo menos uma vez ao ano.Leiam! É muito lindo!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
G. X. Vitoriano 27/03/2013minha estante
Achei superior ao primeiro.




paulamaria 06/01/2010

A mágica não se desfez nessa continuação. A dose a mais de romance e intriga é o tempero da história. Imperdível!
comentários(0)comente



AndyKoob 24/06/2010

linda história
O livro é muito interessante
mas enche o saco ler toda hora a palavra CONTENTE,
fora isso a história é linda, um pouco triste , mas linda.
comentários(0)comente



Rafa 28/04/2012

Resenha - Pollyanna Moça - Eleanor H. Porter
Pollyanna está mais jovem, conhecida por ser criadora do “Jogo do Contente” que até hoje muitos jogam. A continuação da história dela se deu pelo pedido do público e a curiosidade de seus fãs para saber quanto perduraria essa personalidade muito invejada.

Della, irmã de Tia Polly, dá conselhos para ela do “Jogo do Contente”, pois depois que descobriu o jogo junto à Pollyanna, quis ajudar sua irmã carrancuda e amargurada.

Logo depois Pollyanna se vê obrigada a viver sem sua Tia, visto que ela viaja sem querer companhia. Pollyanna não gostou da cidade grande, com pessoas sem tempo para conversar com ela. Ela começa a paquerar Jimmy, e ambos criam planos para viverem juntos. Tia Polly quando volta, não sabendo de suas origens, detém o relacionamento dos dois.

Muitas coisas acontecerão tanto para nossa diversão, quanto para nos surpreender com as palavras de Pollyanna, em suas amizades e claro em seu amor, completamente apaixonada.

Como sempre, contente e sempre sorridente, dando “bom-dia” todo dia, ela não me pareceu crescida e mais adulta à anteriormente, pra mim ela continua com o espírito de brincar, de querer ser cuidada e educada por sua Tia.

Recebi o livro pela Editora Martin Claret, e o estilo pocket torna o livro tão fofo quanto à personagem.

Eu gostei da continuação, mesmo que Pollyanna não tenha crescido tanto quanto gostaria que crescesse, o importante é que o espírito de Pollyanna está pairando sobre nós e nos faz viver mais e melhor, claro, se seguirmos o seu jogo. Um livro completo e de fácil apreciação. Leiam e se divirtam.

http://www.leiturasvivas.com/2012/04/resenha-pollyanna-moca-eleanor-h-porter.html
comentários(0)comente



Raquel Lima 06/07/2009

Meio bobinho...
Não me decepcionei porque já acreditava que não tinha muito mais a ser escrito sobre o Jogo do Contente.
comentários(0)comente



Dezinha 20/12/2009

Demais...
Um de meus livros favoritos...um espetáculo e uma liçaõ de vida!
comentários(0)comente



Lílian 26/11/2012

Uma dose de Pollyanna...
O que dizer de Pollyanna?

É uma garota positiva, prestativa e encantadora, que sempre procura enxergar o lado bom das coisas.

No mundo de hoje, ela seria uma grande escritora de livros de auto-ajuda, com o seu "jogo do contente". Quer praticar?

Situação: seu carro quebrou, você perdeu o emprego e seu namorado te traiu.

Pollyanna diria: OK, é complicado, mas fique contente porque agora você vai poder contribuir com a manutenção do meio ambiente, sendo uma pessoa a menos a emitir gases poluentes no planeta; também vai ter mais tempo para fazer as coisas de que gosta, já que não vai mais ter que trabalhar todos os dias; e veja pelo lado bom, seu namorado te traiu mas fez uma outra mulher feliz, quem sabe não era uma encalhada, triste, a ponto de se matar porque ninguém olhava pra ela.

E a gente pergunta: e o que tem de bom em passar uma hora esperando um ônibus que provavelmente passará lotado, Polly? E eu com a piranha encalhada, queridinha? E, mais importante, quem é que vai pagar as minhas contas, minha filha?

Tome uma dose de Pollyanna, sorria e pense que você está sendo espiritualmente elevada.

P.S.: cinco estrelas para o livro porque, apesar de Pollyanna viver no mundo da lua, eu a-do-ro a história!
comentários(0)comente



Vanessa Sueroz 07/10/2009

Lindo
Nesse segundo livro Eleanor H. Porter traz uma Poliana adolescente, mas que ainda mantém o brilho de quando era menina.

Depois de viajarem por vários lugares para que ela pudesse se recuperar do acidente, e depois do marido da sua tia atender vários pacientes que não pagavam Poliana acaba ficando sem dinheiro e volta para a sua cidade com sua Tia em depreção e envergonhada. Poliana que ainda tenta ver o melhor em tudo e tenta arrumar um jeito de ajudar a tia, e conta com a ajuda de muitos amigos.

Com tudo isso Poliana acaba também descobrindo o amor!

Um lindo e cativante livro, que ainda traz a inocência de uma menina, e continua mostrando que as coisas sempre têm um jeito de sair bem, mesmo que pareçam que está tudo perdido!
comentários(0)comente



Roberta Galdino 03/01/2017

Pollyanna Moça
Acabei essa lindeza... mas certamente que esse livro irá me acompanhar por toda a vida... ainda irei reler muitas vezes!!!
Pollyanna Moça, equivalente a continuação de Pollyanna menina naturalmente, continua com seu otimismo e crença em tudo de melhor, contudo é claro que agora jovem o amadurecimento é implacável, já não é mais tão simples passar pelos problemas cotidianos de maneira despercebido, então mais uma vez embarcamos nas aventuras dessa criatura iluminada, ao passo que conseguimos enxergar as coisas por um prisma espetacular. Um fato espantoso do livro é que em determinado momento, por pressão dos acontecimentos a jovem Pollyanna, não tem outra saída a não ser jogar o "jogo do (des) contente", e o resultado é surpreendente! Sem sombra de dúvidas, esses livros entram para o roll de melhores da vida!!! Mega hiper super recomendo... nota 10
comentários(0)comente



Tatty 09/02/2010

É fofinho!
Li tanto Pollyanna quanto Pollyanna Moça, e continuo preferindo ainda o primeiro.

A história é bonitinha, e novamente traz uma lição de moral por trás de tudo. Só acho que já poderia começar com ela crescida, enfim. O final é, ao mesmo tempo, previsível e tem partes sem lógica.

Mas mesmo assim, no meu ponto de vista, valeu quatro estrelinhas! Vale a pena a leitura!
comentários(0)comente



Barbara 20/02/2012

Pollyana devia ser leitura obrigatória, pois é um dos livros mais lindos que eu já li!

Sem dúvida é um livro que te leva a fazer um auto questionamento!

Muito muito bom!!!!!
comentários(0)comente



71 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5