Cores de Outono

Cores de Outono Keila Gon




Resenhas - Cores de Outono


91 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Amoras Com Pimenta 27/06/2013

Gente eu nem sei por onde começar. Cores de Outono, ou Cores para os íntimos, kkkkkkkkkkkk, tem tudo que um leitor precisa e gosta em um livro. Se um leitor estiver num momento em que sente perdido nas escolhas feitas, Cores é daqueles liros que nos trazem toda a alegria em pegar um livro e ler. Pelo menos foi assim comigo. Eu nasci e cresci no interior de Minas Gerais, e Cores para mim tem a cara do lugar onde cresci. A medida queia lendo e conhecendo o lugar onde o livro se passa eu via a minha cidadela, rsrsrs.
Em Cores somos apresentados a Melissa, sua irmã Alice, seu avô George, ou Opa para Melissa, e Vicent.
Ah Vicent... (suspiros)
Melissa e Alice acabam de passar por umaperda muito grande em suas vidas, e elas vão morar com seu avô. George é aquele misto de avô e paizão.
Mas quando Melissa conhece Vicent, e de uma forma muito inusitada ela não consegue se manter afastada dele, como todos seus instintos gritam para ela fazer, temos um livro maravilhoso.
Vicente é todo mistérios, ninguém na pequena cidade se atreve a colocar no seu caminho, o que dirá falar com ele... Mas Melissa contraria tudo e se aproxima dele. Ela sabe e vê que tem algo de diferente com Vicent, e por mais que tentem eles não conseguem ficar longe um do outro.
Vicent se na missão, junto com sua família de ajudar Alice, pois Alice é uma menina muito especial, e por um motivo, que eu adorei, ela pode se colocar em risco...



Melissa no começo fica relutante a entender tudo que Vicent tem a lhe explicar,e não aceita tudo que Alice precisa, ou melhor, ela aceita, mas não aceita modo como ela acha que Vicent usou pra fazer o que precisa.
Mas a química entre os dois é forte demais, e Melissa não consegue ficar longe de Vicente,e se a segurança de Alice vai por esse caminho, ela entende Vicent.
O romance deles é algo..... sem explicação!!!!!
Adoro ver o modo como Vicent sabe que deve manter Melissa longe dela, para a segurança dela, e ao mesmo tempo seu egoísmo, como ele mesmo diz, não deixa ele se distanciar dela.
E já que é para viver esse romance, Vicent decide vivê-lo. Isso não siginifca que será fácil pra ambos e muito menos seguro para Melissa. Mas eles decidem ficar juntos, com toda provação que vão ter que passar.



Mas no meio desse amor todo algo acontece com Alice, e aí sim Melissa verá se ai dar conta de ficar do lado de Vicent com tudo que ele pode lhe de bom e de ruim...



Amigos, ler Cores é uma viagem deliciosa pelo mundo da magia, romance e aventura...

site: http://www.aghridoce.blogspot.com.br/
Keila Gon 27/06/2013minha estante
BEIJOS BEIJOS BEIJOS MUITO AGRADECIDOS Eykler!!!
Obrigada Flor, de coração, pelo carinho e pela resenha maravilhosa! Eu adorei: )
Ahhh vcs precisam checar o clip do Creed no Blog Aghridoce!!! MUITO VINCENT! ahahhaha
Mais Beijos flor : )
Keila Gon


Keila Gon 27/06/2013minha estante
BEIJOS BEIJOS BEIJOS MUITO AGRADECIDOS Eykler!!!
Obrigada Flor, de coração, pelo carinho e pela resenha maravilhosa! Eu adorei: )
Ahhh vcs precisam checar o clip do Creed no Blog Aghridoce!!! MUITO VINCENT! ahahhaha
Mais Beijos flor : )
Keila Gon


Keila Gon 27/06/2013minha estante
BEIJOS BEIJOS BEIJOS MUITO AGRADECIDOS Eykler!!!
Obrigada Flor, de coração, pelo carinho e pela resenha maravilhosa! Eu adorei: )
Ahhh vcs precisam checar o clip do Creed no Blog Aghridoce!!! MUITO VINCENT! ahahhaha
Mais Beijos flor : )
Keila Gon


Keila Gon 05/07/2013minha estante
AAAHHHH Eykler!!!
Obrigada pela resenha maravilhosa, pelo carinho e por dividir suas visões deste mundo!
Beijos MUito queridos Flor!!!
Sorrisos multiplicados aqui!
Keila Gon


Keila Gon 05/07/2013minha estante
AAAHHHH Eykler!!!
Obrigada pela resenha maravilhosa, pelo carinho e por dividir suas visões deste mundo!
Beijos MUito queridos Flor!!!
Sorrisos multiplicados aqui!
Keila Gon


Keila Gon 05/07/2013minha estante
AAAHHHH Eykler!!!
Obrigada pela resenha maravilhosa, pelo carinho e por dividir suas visões deste mundo!
Beijos MUito queridos Flor!!!
Sorrisos multiplicados aqui!
Keila Gon


Keila Gon 07/07/2013minha estante
AHHHHHH Beijos beijos beijos Linda : )
Obrigada pelo carinho, pelo olhar de leitora... fotos , quotes Adorei!!!!
Muito sucesso para o blog Aghridoce Eykler!!!
Keila Gon


Keila Gon 07/07/2013minha estante
AHHHHHH Beijos beijos beijos Linda : )
Obrigada pelo carinho, pelo olhar de leitora... fotos , quotes Adorei!!!!
Muito sucesso para o blog Aghridoce Eykler!!!
Keila Gon


Keila Gon 07/07/2013minha estante
AHHHHHH Beijos beijos beijos Linda : )
Obrigada pelo carinho, pelo olhar de leitora... fotos , quotes Adorei!!!!
Muito sucesso para o blog Aghridoce Eykler!!!
Keila Gon




Jerusa 27/10/2014

Tive o prazer de conhecer a Keila na Bienal esse ano. Uma feliz coincidência, já que eu nem imaginava que isso aconteceria. É claro que eu estava com o nome de seu livro em minha lista e quando questionei a atendente pelo preço do exemplar, ela me avisou que a autora estava no estabelecimento, só que havia saído um minuto, mas voltaria em breve no caso de eu querer um autógrafo. Eu esperei é lógico, e foi muito gratificante conhecer e conversar com um pouco com ela.

Eu já havia lido algumas páginas na internet, no blog do Livro mesmo e me encantei com o modo que ela escreve. Isso me fez comprar o livro, apesar de achar que seria um conto voltado para o público adolescente, uma vez que se trata de romance mesclado com fantasia, e não costumo ler esse gênero literário. Confesso que conhecer a autora me fez criar uma expectativa ainda maior em relação a história e em certo momento fiquei com medo de me decepcionar, e... me surpreendi mais ainda! Se um simples ato de descrever uma viagem de volta para casa se torna poética, imagine escrever emoções de uma mulher apaixonada, ou um mundo totalmente mágico. A Keila tem essa habilidade, o que faz com que a leitura seja prazerosa mesmo quando temos que ler sobre alguma coisa que não vai alterar em nada no enredo, como uma arrumação de quarto por exemplo, tornando as 440 páginas fáceis de acabar.

Outro fator interessante é que O mundo é mágico, mas a história se passa em Campo Alto, se entendi bem, uma pequena cidade (fictícia) do interior de São Paulo e a fantasia vai se mesclando com a realidade em doses homeopáticas. Acho importante autores brasileiros valorizando os cenários da nossa terra, nesse caso de forma sutil, e pesquisando um pouco mais a fundo, existe um bairro rural com esse nome no município de Pirassununga que é popular entre trilheiros e fica a aproximadamente a 220 km de São Paulo, tudo isso não passam de suposições, somente a Keila mesmo para nos contar - em todo caso, ponto pra ela, uma vez que a história se passa no Brasil.

Nas primeiras páginas já somos premiados com um pequeno trecho do livro Cinco Minutos. Para quem não sabe esse foi o primeiro livro do escritor José de Alencar e se tornou um clássico da literatura brasileira. Esse detalhe não está aí por acaso e no decorrer da história podemos observar que é o livro favorito de nossa heroína.

A história começa com Melissa, uma jovem de 21 anos que acaba de perder a mãe e o padrasto em um acidente, indo morar com seu avó materno em uma cidade pacata do interior de São Paulo. Ela assume a responsabilidade de cuidar de sua meia irmã Alice de apenas 5 anos, deixando assim a faculdade e seus sonhos de lado.
Mas o que parecia ser a escolha de uma vida simples e longe de perigos, aos poucos se revela com muitos mistérios. Se envolvendo com Vincent, um homem misterioso, com o humor instável, que é temido por toda cidade, do qual Melissa não consegue se afastar, ela será apresentada a um Mundo Mágico e terá que decidir entre viver racionalmente uma vida simples e comum, ou mergulhar num oceano de confusões em um mundo de fantasias.

" Sentia-me adormecida, como uma árvore no outono, quando o destino mostrou novas cores, novas possibilidades."


Hahaha... Não tenho o costume de contar todo o enredo em minhas resenhas, procurando me limitar na maioria das vezes ao resumo que o autor disponibiliza, porque acho um pouco chato revelar a história para o leitor, ainda mais quando temos vários mistérios envolvidos, como é o caso dessa saga, por isso só quero acrescentar que a história me envolveu completamente, e várias vezes eu quis ter o poder de entrar no livro para ajudar os personagens..., sofri com suas desventuras, torci por suas alegrias e mal posso esperar para ler a continuação da saga Sombras da Primavera, pois fiquei com gostinho de quero mais e milhões de perguntas pipocando em minha mente fértil.

Fugindo um pouco ao protocolo, o livro termina com os agradecimentos da autora, algumas explanações sobre sua inspiração, uma playlist internacional para acompanhar o ritmo da história, uma deliciosa receita de brigadeiro de colher e um trechinho da continuação da saga. Detalhes joviais e delicados, que combinam perfeitamente com a autora e sua obra. Adorei!

site: http://www.caprichoseleituras.blogspot.com.br
Keila Gon 29/10/2014minha estante
UAU Jerusa... estou sem palavras... sua resenha foi um presente! A magia de Cores de outono é encantar o coração dos leitores com o simples, com a ideia do impossível... e quando o livro alcança seu objetivo, fico muito MUITO feliz!!!
Obrigada pela resenha, pelo carinho e espero de coração que "Sombras da primavera" traga todas as emoções desta aventura!
BEIJO




Fulana Leitora 13/03/2013

Resenha feita por Kezia Martins para o blog Fulana Leitora: http://fulanaleitora.blogspot.com.br/2013/03/resenha-cores-de-outono-keila-gon.html
Cores de Outono conta a história de Melissa, uma jovem que sofreu uma perda terrível e tem de assumir uma grande responsabilidade. Após um acidente em que ela perde a mãe e o padrasto, Melissa volta para a cidade da montanha, Campo Alto, onde ela passou sua infância, para morar com seu avô, George, e sua irmã caçula, Alice. Melissa pensa que seu maior desafio agora é criar sua irmã, mas mal sabe ela o que o destino lhe reserva.

Alice é uma criatura adorável, tão jovem e tão esperta. Melissa faz o possível para que ela possa ter uma infância feliz, mesmo após a perda dos pais. George, seu avô, é uma pessoa gentil e amável que faz tudo pelas netas. A família vizinha, os Casellas, são grandes amigos e os ajudam como podem. Arthur, amigo de infância de Melissa, é brincalhão, atencioso e carinhoso, e tem por Melissa mais que amizade, o que ela reluta em aceitar.

Apesar dos olhares solidários e de pena da maioria da vizinhança, Melissa sente que as coisas estão indo bem, até que coisas estranhas começam a acontecer. E, uma dessas coisas, é conhecer Vincent. Vincent é parente dos Von Berg, família que mora nas montanhas e é mal vista por toda a cidade. Ele é arrogante, ignorante, rude... Mas totalmente lindo e impressionante com aqueles profundos olhos cor turquesa.

“Meu nome é Vincent... Vincent Dippel. E agora que já fomos apresentados você pode me evitar como os outros.”

Vincent apresenta para Melissa um novo mundo, onde elfos, fadas e magos são reais, mas nada encantadores como os bons e velhos contos de fadas. A princípio Melissa é relutante em aceitar esse novo mundo, principalmente, por medo do que pode acontecer a sua irmã. Mas não há como impedir o inevitável, Melissa fica cada vez mais envolvida com o mundo mágico e com Vincent.

“Ao contrário do que a maioria imagina, não há nada de gracioso ou inocente na magia. A fantasia que você imagina com seres frágeis e inofensivos cobertos de purpurina só existe nos livros infantis.”

Ao decorrer da história a relação deles se solidifica e Vincent apresenta seu outro lado, sensível, atencioso, encantador e apaixonado. Assim como a fantasia encantadora se manifesta o oculto e sombrio ficam à margem, apenas esperando o momento propício. Vincent não é o “mocinho padrão”, bonzinho, ele faz parte das sombras, mas tenta, incansavelmente, reprimi-las.

Por ser o primeiro volume, senti como se fosse uma grande introdução, para que o leitor pudesse fazer o “reconhecimento” desse novo mundo; creio que a ação e aventura estejam no próximo livro. Eu fiquei encantada e fascinada pelos personagens e o mundo mágico. Sempre tive certa paixão por contos de fadas, então, qualquer menção a esse universo me agrada. A leitura é rápida e fácil; o li de uma vez só e agora me sinto órfã.

Cores de Outono é o primeiro volume de uma série encantadora, literalmente. Você será levado a lugares inimagináveis através da beleza das estações. Deixe que as Cores de Outono lhe fascinem, e acompanhe, em breve, o que as Sombras da Primavera lhe reservam.
Keila Gon 13/03/2013minha estante
Olá Kezia,
Essa resenha foi um presente!! Obrigada pela percepção e delicadeza com que descreveu os personagens... Amei!! Meus sorrisos se estendem mmmuuuiiitttooo agradecidos!
Beijos
Keila Gon




Jéssica 06/02/2013


Eu li Cores de Outono através da parceria com a autora Keila Gon. O livro foi uma leitura prazerosa e encantadora , fiquei fascinada com todo o contexto que ela criou.

Somos levados a história de Melissa Wels , uma jovem de 21 anos , que sofre por uma perda muito grande. Ela perdeu sua mãe e padrasto num terrível acidente e isso a torna responsável pela sua meia-irmã , Alice, de 5 anos .Ela sai de São Paulo e volta para a cidade onde passou sua infância , Campo Alto, que fica perto das montanhas , onde seu avô mora.

Melissa tenta se interagir nessa nova vida e somos levados a todo o processo de ela lidar com isso. Seu avô, George , é um senhor muito educado , responsável e carinhoso e cuida das netas com muito amor.

George tem como vizinho Lucila e Antônio Casella, pais dos gêmeos Helena e Arthur , que quando crianças eram amigos de Melissa . A família Casella são donos de um restaurante italiano na cidade e cuidam com muito carinho de George, já que antes ele morava sozinho depois da morte de sua mulher .

Melissa no começo se senti desconfortável e insegura na casa de seu avô , mas com o tempo ela fica mais feliz e se anima com as visitas constantes da família Casella. Helena Casella , que era uma grande amiga de Melissa não mora mais na cidade , mas Arthur ainda mora com seus pais. E ele com seu jeito meigo, brincalhão , honesto e perfeito ficará encantado por Melissa.

Nessa cidade tem a família Von Berg, que vivem nas montanhas , eles são ignorados pela cidade e considerados rudes e ignorantes , e nessa família tem Vincent Dippel,parente da família Von Berg. Ele é um rapaz arrogante, rude , mas totalmente sexy , lindo e maravilhoso.

Vincent entrará na vida de Melissa de uma forma maravilhosa e divertida e teremos muitas cenas hilárias e engraçadas .E ele mostrará para ela que o mundo em que pertence não é o que é . Somos levados a uma onde de magia , que contém elfos, magos , fadas e um mundo mágico totalmente diferente ao qual pertencemos .

Melissa é uma protagonista legal, e assim como eu é muito desastrada, possui várias cicatrizes de seus intensos machucados. Uma outra coisa que gostei nela é que Melissa não mede esforço para proteger sua família , onde possui uma forte ligação com sua irmã mais nova.

Arthur e Vincent são rapazes totalmente diferentes, mas que possui um característica em comum : são persistentes. Eles não desistem do que querem , é essa qualidade trará na trama muitas cenas intensas. Fiquei totalmente apaixonada por eles , e não consigo escolher um .

No livro mesmo temos um capítulo da continuação da série , Sombras da primavera. Estou muito ansiosa por ela.

''O senhor George Wels, que carinhosamente chamo de Opa – avô em alemão – é um descendente de austríacos com um duvidoso senso de humor, mas muito correto. Tem uma visão simplificada da vida e esconde um coração sentimental. ''

''Meu nome é Vincent...Vincent Dippel. E agora que fomos apresentados você pode me evitar com os outros.''

''Arthur...- olhei-o com ironia - você acha realmente que me lembro de como ganhei cada cicatriz nos meus joelhos ou nos meus braços?''

''Entretanto, você não deveria julgar as pessoas sem saber suas razões.''

BLOG LEITORA SEMPRE http://leitorasempre.blogspot.com.br/2013/02/resenha-cores-de-outono-keila-gon.html
Keila Gon 07/02/2013minha estante
Adorei Jéssica!!! Muito obrigada... e confesso, (também amo os dois!!!!)
Beijos




Gíh Santos 09/04/2013

Resenha do Blog Livros Lovers (http://livroslovers.blogspot.com.br/)
Melissa Wells vê seu mundo ser abalado com a morte de sua mãe e seu padrasto, com a morte uma responsabilidade lhe sobre cai; cuidar de sua irmã Alice de apenas 5 anos. Melissa sabe as dificuldades que vai enfrentar, mas esta disposta a dar o máximo de si para proteger sua pequena e amada irmã. Ela decide recomeçar do zero, e isso inclui uma mudança. Voltar a morar na cidade das montanhas com seu Avô, o único parente que lhe resta.
Recomeçar sempre é difícil, mas ela não contava com a dose extra de complicação ao conhecer Vincent, o sombrio homem que toda a cidade parece temer. O estranho arrogante, dono de um gênio extremo, e também de belos olhos turquesas. Melissa não quer, mas se vê hipnotizada por este ser lindo e misterioso.

“Meu nome é Vincent... Vincent Dippel. E agora que já fomos apresentados você pode me evitar como os outros.”

Como toda cidade pequena, está também inclui estranhos fatos, mistérios que todos parecem temer e abominar. Melissa se vê perdida em o quê acreditar, mas ela sabe que algo esta fora do contexto classificado como normal. Segredos são revelados e junto com eles perigos inimagináveis que colocará a quem ela mais ama em perigo: Alice!

“Ao contrário do que a maioria imagina, não há nada de gracioso ou inocente na magia. A fantasia que você imagina com seres frágeis e inofensivos cobertos de purpurina só existe nos livros infantis.”

Surpreendente! A sinopse da obra já tinha me instigado a leitura, mas foi gratificante ver o quão superior é. O enredo é complexo e muito bem desenvolvido, os acontecimentos seguem de forma a manter nosso interesse aceso por descobrir sempre mais. Personagens bem construídos, cenários claros e interessantes. Uma junção de romance e magia, uma combinação perfeita!

CONTINUE LENDO>>>http://livroslovers.blogspot.com.br/2013/04/resenha-cores-de-outono.html
Keila Gon 10/04/2013minha estante
Obrigada Gíh,
Como é bom ver leitores entregues a magia de "Cores" : )Adorei flor, beijos muito queridos!
Keila Gon




Carla Brandão 05/04/2013

Após a morte da mãe e do padrasto, Melissa deixa pra trás sua vida em São Paulo e muda-se para Campo Alto, cidade onde morou durante a infância e onde ainda vive seu avô, George. Aos 21 anos, precisa adaptar-se a uma nova rotina e assumir a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã de 5 anos. Em sua nova vida, Melissa reencontra pessoas que fizeram parte de seu passado e conhece outras que podem mudar seu futuro. Vincent é uma delas. Temido por todos os moradores, ele vive nas montanhas e é alvo de boatos e curiosidade. Desde o início, porém, o misterioso dono dos olhos turquesa exerce certo fascínio sobre Melissa e será o responsável por apresentá-la a um mundo mágico que ela não esperava existir, mas que sempre esteve muito próximo.

Cores de outono é um livro encantador. Tanto por suas criaturas mágicas como pela forma como foi escrito. A importância da família está presente de alguma forma em todos os núcleos da história, o que achei bem bonito. Outro ponto a ser destacado é a narrativa, que prende e consegue transportar o leitor para a bucólica e chuvosa Campo Alto. Quando os mistérios começam a ser revelados, lá pelo meio do livro, fica quase impossível largá-lo. Ele é o primeiro de uma trilogia e conseguiu me deixar bastante curiosa para ler o segundo volume, Sombras da primavera.

http://www.blog-entre-aspas.blogspot.com.br/
Keila Gon 06/04/2013minha estante
Olá Carla!
Obrigada ; ) fico muito feliz que "Cores" tenha encantado! beijos e muito sucesso ao "Entre aspas"
Beijos
keila Gon




Diana Canaverde 15/06/2013

Cores de Outono.
Titulo: Cores de Outono
Autora: Keila Gom
Editora: Novo Século
Páginas: 440

Sinopse:

O inesperado, o impossível, o destino... Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração. Melissa encontrou em um olhar revelações de toda uma vida e longe da lógica escolheu o caminho confuso, mas surpreendentemente do amor. Ela chegou à pequena cidade da montanha com a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã caçula, esperando uma vida simples.
Mas se viu envolvida por Vincent, um estranho arrogante, dono de irresistíveis olhos turquesa que vai levá-la através da sombra e da luz para revelar surpresas inimagináveis de um Mundo Mágico perigoso e fascinante. A cada encontro este homem misterioso amedronta e encanta; desperta sentimentos e a faz duvidar de sua coragem. Mas, antes que Melissa seja arrebatada por esse amor, ela precisa enfrentar elfos, magos e intrigas em um mundo inóspito que testará seu coração. Cores de Outono é o primeiro volume de uma mágica que vai instigar emoções e paixões.

Cores de Outono é um livro realmente mágico, com uma escrita simples, porém maravilhosa e gostosa de se ler... a cada trecho que eu lia eu me encantava cada vez mais. Keila tem um jeito doce, sincero e ávido em escrever e detalhar as palavras de maneira que faz com que a gente se apaixone e se entregue totalmente ao contexto e a história que o livro proporciona.

O livro começa com Melissa uma garota de 21 anos péssima no volante e com tendência a desastres que após perder sua mãe e padrasto ficou totalmente responsável em cuidar de sua vida e principalmente de sua irmã caçula Alice de apenas 5 anos. Ela resolve voltar para sua cidade natal Campo Alto onde ela morava na montanha. George Wels seu avô o que restou de sua família onde ela sabia que poderia se refugiar sem medo onde ela poderia se sentir segura e poder cuidar de sua irmã com mais tranquilidade. Adorei a forma carinhosa que Mel chama seu avô "Opa" que é avô em alemão.

"Soltei o ar, derrotada. Por quanto tempo ainda me sentiria assim? Uma estranha perdida em minha própria vida. Por quanto tempo tempo o frio polar ocuparia meu peito? Quando as rachaduras do meu coração iriam parar de doer? Não tinha estas respostas... e me assustava por não tê-las."

Melissa sentia muito a falta de sua vida estruturada de antes, mas agora com essa nova vida ela teria que manter o foco, pois com essa nova responsabilidade ela não poderia falhar, não com Alice, ela não poderia vê-la sofrendo, ela precisava de conforto e segurança. A chegada de Melissa já foi envolvida em um desastre ela quase fora atropela por uma SUV gigantesca que havia aparecido do nada e aquilo a deixou muito irritada.

Tem o Arthur seu amigo de infância que roubou seu primeiro beijo a qual Melissa não queria reencontrar, mas não teve como fugir, pois na primeira oportunidade que teve foi correndo vê-la causando uma irritação descontrolada nela e os dois logo começaram um desentendimento, mas Arthur logo se tornou um amigo a qual Melissa queria muito bem,mas talvez Arthur quisesse um pouco mais.

Melissa de repente se viu no meio de uma loucura quando encontrou os olhos do mais puro azul Vincent Dippel, o homem mais alto que ela já vira e que era rabugento, mal-humorado, sem educação, mas que era forte, lindo, que tinha um rosto perfeito e lábios que a chamava. O inicio dos dois não foi dos melhores e Melissa ficou irritada com cada encontro inusitado que tinha com ele, pois ele é um verdadeiro mistério, aparece do nada e some da mesma forma, ela não conseguia entender porque ele causava todo aquele formigamento em seu corpo com um simples toque e aquele olhar turquesa que a deixava tonta. Só que com isso vinha uma verdadeira história a família misteriosa da montanha os Von Berg. Todos na cidade eram intimidados por essa família, todos falavam que era uma família assustadora e amaldiçoada e aquilo por mais que assustasse Melissa a deixava fascinada também.

"Ele pegou gentilmente em minha mão e sustentando meus olhos me conduziu pelo salão, não sabia como estava andando. (...) Vicente colocou a mão livre em minha cintura, concentrado em seus movimentos. Eu me arrepiei ao sentir o calor de seu toque atravessar o tecido fino e nesse momento, sensações que nunca havia experimentado percorreram todas as células do meu corpo. Levantei meus olhos e quando encontrei os seus, tudo mudou... Neste momento estávamos sozinhos, o mundo externo não existia."

Entre encontros e desencontros Melissa foi descobrindo coisas que era bem distante de sua realidade "normal" e "segura" e entrando em mundo totalmente desconhecido a qual sua pequena e sensível irmã estava envolvida, a qual Vincent estava envolvido e que ela com relutância se viu obrigada a se envolver. O livro retrata a magia, de uma forma inspiradora e distópica, fazendo com que o leitor mergulhe na bela escrita rica em detalhes da querida autora Keila Gon. Confesso que tive medo de começar a leitura porque fui cheia de expectativas, mas ela superou todas elas, esse livro é o tipo de história que aprecio demais em ler, porque é um romance que envolve o sobrenatural, a magia, o encanto e o amor. Keila escreveu tudo em um universo detalhado cheio de explicações e promessa para uma continuação totalmente ansiada.

Ler esse livro foi maravilhoso, consegui voltar no universo mágico e consegui mais uma vez colocar minha imaginação a prova criando um cenário da montanha com seus jardins coloridos em vermelho, amarelo azul, com seus mistérios e portais secretos, com magos, duendes, elfos... A leitura foi leve e gostosa, foi intensa com sentimentos aflorados e descobertas inusitadas, simplesmente amei. A capa do livro em minha visão é inspiradora e a diagramação é bem feita e estruturada.

O que eu posso dizer para finalizar é que recomendo demais esse livro. Para quem quiser viajar para um mundo mágico cheio de emoção, aventuras e descobertas esse livro é o conjunto perfeito, pois a autora tem um jeito próprio de escrever, ela é doce, é totalmente inspiradora...

"Não posso desistir do meu coração" amei essa frase demais!!!!!
Keila Gon 16/06/2013minha estante
Oh Dih!!!!!!!!! Mil abraços apertados flor!!! Obrigada por deixar o coração comandar suas palavras!!! Sou só sorrisos, e mais sorrisos... ahhahah Já falei que te devo um BIG de um abraço??? Obrigada por tudo flor, pelo carinho e apoio : ) Mil beijos e muito SUCESSO!!!!
Keila Gon




Chellot 24/04/2013

RESENHA DO LIVRO CORES DE OUTONO
AUTORA – KEILA GON
ED. NOVO SÉCULO – NOVOS TALENTOS
1ª EDIÇÃO 2012


Após a morte dos pais em um acidente, Melissa volta para sua cidade natal levando consigo sua irmã, a pequena Alice com apenas 5 anos. Apesar do afetuoso acolhimento de seu avô George e dos simpáticos vizinhos, Melissa se sente uma intrusa na vida deles. Sabia que sua volta traria uma nova fonte de boatos à cidade interiorana, mas não suspeitava que sua presença na vida cotidiana dos moradores poderia ser uma atração um tanto quanto indesejada.
Para piorar sua situação ela se viu atraída por mais uma das ironias do caos em que sua vida oscilava. Passar por um quase atropelamento, reencontrar o amigo de infância que sempre a perturbou e ser repudiada por um estranho lindamente charmoso, mas dotado de uma insensibilidade fora do comum, não estava em seus planos. Fora isso, muitas coisas a afetaram diretamente como as insinuações nada amigáveis de um vizinho, o interesse do amigo de infância, Arthur por ela e seus novos amigos que mais pareciam seres divinos.
Melissa tentou de todas as formas evitar seu destino, mas a atração por Vincent deixava seu raciocínio sem ação. A única coisa que queria ao voltar para a casa do seu avô era manter a pequena Alice em segurança e nem isso ela estava sendo capaz de controlar. Novos desafios entrecruzaram seu caminho, muitas dúvidas teve que elucidar e mais que tudo, Melissa precisou usar de todo seu coração para enfrentar seu maior obstáculo, o enigmático olhar violeta que sempre a perturbava a ponto de deixá-la sem chão.
Como se não bastasse entender o fascínio que Vincent exercia sobre ela, Melissa descobre algo que irá mudar para sempre seu conceito de vida normal. Agora ela terá que aprender a lidar com os segredos dos moradores da “montanha assombrada” confiando em suas habilidades especiais. Essa é a única forma de se aproximar do eu verdadeiro de Vincent e trazê-lo para mais perto de si.
Ainda que pondere as razões e os sentimentos que a fazem sentir-se vulnerável na presença de Vincent e de sua família, Melissa não consegue se afastar. Apesar de viverem em mundos diferentes, ela buscará formas de compensar essas diferenças. Mas não será tão fácil. Os desastres que acompanham sua vida estão se aproximando cada vez mais e ela irá se deparar com coisas perturbadoras que a deixarão no limite do incompreensível e inflarão seu medo.
Melissa fará de tudo para proteger a pequena Alice das sombras que atravessam seu caminho e não se importará em correr perigo para salvar quem ela ama.

Resenha escrita por Chellot.
Keila Gon 25/04/2013minha estante
Chellot... Menina!!! Uau... que resenha é essa???? Estou maravilhada com a profundidade que descreveu os personagens de "Cores". Muito, muito obrigada! Suas palavras são dignas de uma contra capa *.*
Beijos e parabéns pelo talento!
Keial Gon




Rafa 02/05/2013

Cores de Outono - Keila Gon ---> Perfeitooo
Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração.
Melissa encontrou em um olhar as revelações de toda uma vida e longe da lógica escolheu o caminho confuso, mas surpreendente do amor. Ela chegou à pequena cidade da montanha com a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã caçula, esperando uma vida simples. Mas se viu envolvida por Vincent, um estranho arrogante, dono de irresistíveis olhos turquesa que vai levá-la através da sombra e da luz para revelar surpresas inimagináveis de um Mundo Mágico perigoso e fascinante. A cada encontro este homem misterioso amedronta e encanta; desperta sentimentos e a faz duvidar de sua coragem. Mas, antes que Melissa seja arrebatada por esse amor, ela precisa enfrentar elfos, magos e intrigas em um mundo inóspito que testará seu coração.

Sabe a depressão?
Pois é, eu também sei.

Mas não é aquela depressão comum, é a famosa Pós-livro. Aquela que te atinge logo após você terminar de ler um livro simplesmente incrível, e aí você não sabe mais o que fazer da vida, por que parece que a razão da sua vinda ao mundo era ler este livro, e é como se agora os motivos da sua existência houvessem se dissipado no momento em que se passou a última página...

Mas aí você se lembra de um detalhe que serve muito bem como consolo, o tal livro tem continuação! E sinceramente, este é o Tarja Preta que faz você se reerguer e continuar a viver no seu mundo chato. No meu caso, chato é apelido.



Cores de Outono contará a história de Melissa Wels, uma jovem que ao perder a mãe e o padrasto fica responsável pela irmã de cinco anos de idade, Alice. Ela muda-se então para a cidade onde nasceu, e onde seu avô ainda vive. O que Mel não espera, é que não reencontrará apenas amizades da infância, mas também conflitos que mesmo que ela não soubesse, a perseguiam desde pequena. Na espera por uma vida mais simples, ela acaba se deparando com Vincent (isso já foi mencionado na sinopse, lá em cima, mas vamos ressaltar, por que o fato merece prestígio), que em um primeiro momento é um homem completamente repugnante e rabugento... Aah, claro, lembrando que ele é dono de uma SUV BMW. Não sabe do que se trata? Bem, é isso aqui::



E sim, para mim os momentos mais emocionantes são quando ele acelera montanha a cima. Fico só imaginando os cavalos-de-pau que a máquina pode render... Tudo bem, no começo da história a SUV quase mata a Mel, mas estes são apenas alguns detalhes.

Voltando... Melissa se envolve completamente pelos olhos turquesa que insistem em "tropeçar nela" (os olhos turquesa são do Vincent, tá?), porém ao decorrer da história ela descobrirá que esta proximidade pode ser mais perigosa do que imagina. E este perigo, por mais que não seja seu desejo, envolverá Alice de um modo irreversível. Por que se Vincent pertence à uma dimensão surreal, Alice é uma prova de que esta realmente existe.

Cores de Outono é fascinante!
F-A-S-C-I-N-A-N-T-E
Literalmente.

Do tipo que tem Elfos, Magos Sombrios, Portais Mágicos, BMWs...

Durante a história vão se criando oportunidades e encontros que te deixam completamente eufórico.
Lembrando que o Vincent é um exemplo típico de bipolaridade.
No mesmo segundo que ele está pomba, vira corvo. É uma coisa arrebatadora.
E o mais incrível é que mesmo assim, você continua torcendo por eles!


Eu diria que "Cores" tem uma pitadinha de 'Crepúsculo', com um toque de 'Fallen', e fico feliz em dizer, uma linda dose da magia pura e eterna de minha querida Nárnia. Tem gosto de chocolate e cheiro de Pé de Limão. Quem já leu entende a do Pé de Limão, sabe.. Amadeirado com Cítrico... Tá, parei. Isso não teve graça.

E se tem algo contra uma das obras citadas, não se acanhe, companheiro e/ou companheira, Cores de Outono é a mistura impecável de tudo que existe de bom na literatura fantástica.

É o tipo de livro que antes de começar você tem que pegar bastante fôlego, por quê: 1) Ele vai fazer você perder o fôlego de uma maneira ou outra, é fato. 2) Você não vai ter tempo de parar para respirar.

Acho que resumindo bem resumidamente, existe uma palavra que representa "Cores":


M-A-G-I-A



Eu gostaria de agradecer muuuuito a Keila Gon, parceira do blog, que me enviou o livro autografado e dois marcadores lindooos. Keila, obrigada por proporcionar esta viajam encantadora!
Seu trabalho é definitivamente uma obra de arte!

Resenha completa no link:
http://temporaldesonhos.blogspot.com.br/2013/05/cores-de-outono-keila-gon.html
Keila Gon 04/05/2013minha estante
Ahhhhh rafa, amei tudo... sua originalidade, seu texto e seu carinho com "Cores" e seus personagens!!!! Muito obrigada : )
Beijos muito queridos ,
Keila Gon




Fernanda 12/03/2013

[Resenha[ Cores do Outono - Keila Gon.
Olá!

Blog Amor literário:http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

Este livro veio para as minhas mãos, após a parceria que fiz com a Keila, gente o livro é lindo e mágico. Tudo bem que furei um certa fila de livros para ler, mas estava precisando de algo que me fizesse feliz e encontrei essa "coisa" neste livro......Vincent...rsrsrrs


Cores do Outono é um livro mágico e lindo, não sei definir a felicidade que sentir lendo este livro, de verdade ele me fez feliz. Melissa e sua meia-irmã vão morar com seu avó, após a morte de sua Mãe e do Pai de Alice, uma garotinha linda e encantadora de 5 anos.

Quando elas chegam na pequena cidade da Montanha, Melissa conheci Vincent um homem misterioso e lindo. Todos da cidade tem medo dele por ser mal-encarado e sem amigos, mas Melissa e Alice não sentem medo deste homem.

Vincent e Melissa acabam por se aproximarem e as coisas ficam apaixonantes. Vincent é um cavalheiro a moda antiga. Melissa uma garota desastrada (kkkkkkkkkkkk)que faz tudo pela família. Logo que chega a cidade Melissa "quase" é atropelada por este homem misterioso várias vezes.

Alice é uma garotinha especial, ou seja, possui um dom "mágico" e Melissa precisa aprender a lidar com este mundo até para viver um grande amor com Vincent. Gente o livro é lindo e apaixonante, nem preciso dizer que já estou ansiosa pela continuação desta aventura mágica.

Compre o seu exemplar.
Saraiva
Buscapé
Siciliano

Beijokas!
Keila Gon 10/03/2013minha estante
Ohhhh Obrigada pelo carinho Fernanda!!! É muito bom ver a magia de "Cores" encantando corações : )
Beijos queridos!!!
Keila Gon




Mari 06/07/2013

Cores de outono é o primeiro livro de uma saga escrita por Keila Gon, primeira autora parceira do blog. Nele, conhecemos Melissa, uma garota que decide voltar junto com sua irmã pequena para a casa de seu avô numa cidade do interior depois de um acidente fatal para sua mãe e padrasto. Com a missão de preencher o papel maternal e com uma vida cheia de novas responsabilidades, Melissa se dedica inteiramente à sua família até o dia em que é atraída por um belo e misterioso par de olhos turquesa. Melissa segue tentando resistir ao dono desse olhar, que se revela tão encantador e ao mesmo tempo intimidador. Nesse jornada Mel descobre mais coisas do que gostaria e se envolve mais do que jamais imaginou.

A história começa desenvolvida de modo simples, conhecemos a nossa protagonista e a nova vida que ela enfrentará. A trama é bem estruturada e a leitura flui muita bem. Keila criou personagem divertidos e interessantes, o que tornou a leitura ainda mais empolgante. Arthur, o amigo de infância de Mel, me conquistou por inteiro, por ser tão divertido e espontâneo. E Vincent no começo me deu uma aversão, mas confesso que me apaixonei aos poucos por ele. Sem falar no George, seu avô, e Alice, sua irmã, impossível não se sentir super bem com essa pequena e agradável família.

"Embora fosse dessas pessoas que tem as emoções expressas em lágrimas contra vontade, eu me esforçava ao máximo para derrubá-las somente quando estava sozinha." – Página 21

Com o passar das páginas percebemos como Melissa é desastrada, geniosa e principalmente dedicada a garantir a felicidade da irmã, e isso é lindo de se ver assim como a evolução do relacionamento entre Vincent e Mel. Como já havia mencionado, o Vincent de início não me agradou, mas o personagem foi se revelando tão encantador que era impossível não gostar dele. A escrita envolvente me fez sentir todas aquelas borboletas no estômago que a mocinha sentia. Sem falar em todos aqueles mistérios que envolviam a trama, que na minha opinião foi o único "deslize" do livro, demorou muito a se resolver, e quando tudo foi revelado, a mocinha aceitou de uma forma normal, mas nada que interferisse na paixão que o livro me proporcionou.

No geral, Cores de Outono é um bom livro. A mistura de personagens cativantes, mistérios e toda aquela magia me fez gostar muito do livro e me deixou ainda mais curiosa para o segundo livro da saga, Sombras da Primavera. Uma viagem maravilhosa e encantadora pelo mundo mágico que eu não vou esquecer nem tão cedo.

Resenha retirada do meu blog, Biblioteca de Resenhas

site: http://biblioteca-de-resenhas.blogspot.com.br/2013/07/cores-de-outono-keila-gon.html
Keila Gon 07/07/2013minha estante
Beijos agradecidos Mari,
Obrigada pelo carinho!!!
Muito sucesso para o Blog Biblioteca de resenhas!




Thyale 19/06/2013

Deixa eu começar esta resenha agradecendo a Keila pela oportunidade de ler seu livro. Estou aqui olhando para esta página em branco pensando em como colocar em palavras essa estória que esconde tantas coisas em suas entrelinhas. Vai ser difícil, mas vou tentar...

Melissa tem 21 anos. Faz três meses que ela e Alice, sua irmã de 5 anos acabara de perder a mãe. A vida feliz como um sopro havia mudado e novas responsabilidades caíram sobre Melissa e não estava sendo nada fácil. Sem nenhum familiar por perto Melissa resolve mudar-se para o lugar que passou a sua infância, Campo Alto, a cidade das montanhas onde seu avô George morava. George que agora mora sozinho estava triste com a perda de sua filha, mas Melissa e Alice voltaram para unir mais uma vez esta família e assim George em meio a dor estava bastante contente com a chegada de suas netas.

"Na minha antiga vida eu sabia exatamente o que esperar. Hoje, eu não tinha ideia de nada."
Página 37.

Ao voltar para a Cidade das Montanhas Melissa reencontrou várias pessoas queridas do seu passado ou até mesmo pessoas que não lhe traziam lá boa lembranças como, Arthur. Um rapaz lindo, espontâneo, amigo, extrovertido... e se eu parar pra listar aqui todos as qualidades dele não teria fim. Mas Melissa tinha suas desavenças com o garoto, que hoje se tornou um lindo rapaz, que havia lhe roubado o primeiro beijo e que lhe importunava sempre que possível com suas travessuras. Mel, assim como eu, parece ter algum imã para tropeços, gafes e entre outras situações constrangedoras que passamos e paramos pra ver se não tem ninguém nos olhando e Arthur é o cara que sempre está rindo de tudo e isso a irrita. Mas algo tinha mudado e Arthur vinha se mostrando um bom amigo e com os pitacos de George e Lucila, mãe de Arthur, eles torciam para que esta relação saísse da zona de amizade, rs.

Alice é uma criança extremamente doce e Melissa a ama mais que tudo. Além do fato de ser sua irmã mais nova, agora ela sente-se responsável por Alice e está disposta a não deixar que nada de mal lhe aconteça. Como toda criança, Alice parecia viver em dois mundos paralelos: o real e o mágico/imaginário. Até um certo ponto isso para Melissa era totalmente normal, mas algumas situações e "fantasias" de sua irmã lhe deixava preocupada por Alice não saber separar o que era real e mágico, bom e mal.

A sorte já não era lá amiga íntima de Mel e para completar uma SUV homicida que surgia do nada parecia está disposta a lhe atropelar. Era o misterioso que morava no alto da montanha com a família Von Berg, o senhor Dippel. Eles não tinham uma boa reputação pela cidade e várias comentários assombrosos quanto a família que moravam no alto da montanha eram espalhados por todos e isso era o motivo de tanto medo que esta família despertava em toda a cidade, com exceção de Melissa, ela não sentia tanto medo assim do Senhor Dippel. Com o passar dos dias e em meio as suas trapalhadas e situações de perigo o senhor Dippel, Vicent, parecia misteriosamente está sempre por perto de Melissa quando estes fatos (constantes) aconteciam com ela...

" - Sei que você tem uma opinião formada sobre mim - disse entre os dentes. - E eu deveria lamentar por isso, mas não vou. É melhor que seja assim (...)"
Página 148.


Totalmente contrário de Arthur, Vincent é um homem sério e mau humorado, mas também dono de uma beleza ímpar e que ao longo da estória este jeitão de cavalheiro carrancudo me roubava incontáveis suspiros. Alvos de inevitáveis comentários é a estranha relação entre Vincent e Melissa que cada vez mais os dois se tornavam próximos, mas nada é tão fácil assim e certamente com eles também não seria. Vincent é um homem misterioso e a sua variação de humor acaba deixando Melissa insegura quanto aos sentimentos daquele cavalheiro carrancudo e mesmo com a inconstância dele, as borboletas em seu estômago denunciavam o que aquele homem causava nela. Vincent sentia o mesmo, mas havia um mundo mágico que separava este amor da realidade.

"A certeza de que queria viver esse amor era a única coisa boa em minha vida nos últimos meses, era isso que não me deixava enlouquecer no meio desse mundo magicamente insano, perigoso e cruel."
Página 413

Tudo em nossa vida é uma questão de escolhas e feitas estas escolhas devemos estar prontos para as consequências, boas ou ruins, que elas nos trarão. Melissa e Vincent tinham de um lado o amor que sentiam um pelo outro, mas do outro tinha um mundo mágico o qual Vincent pertencia e que este escondia muito perigo. Em Cores a gente conhece o mundo dos magos, elfos, seres mágicos e todos os perigos e segredos que estes mundos escondem. O amor de Vincent e Melissa enfrentam escolhas e medos que tornam este amor quase impossível de ser vivido.




A resenha ficou enorme. Confira ela completa no link a seguir:
http://comoumrefugio.blogspot.com.br/2013/06/livro-cores-de-outono-keila-gon.html

Keila Gon 19/06/2013minha estante
AHHHHH Menina! Obrigada pelo carinho!!! Adorei a descrição dos personagens e a forma como destacou a mensagem do livro no final... Ahhhh e também amei os quotes!!! Ohhh flor, obrigada!!! Beijos Linda!!!
Keila Gon




Tayane Cristie 03/07/2013

Cores de Outono - Keila Gon
Aos 21 anos de idade, Melissa Wels carrega uma grande responsabilidade: cuidar da irmã caçula de 5 anos. Isso porque a mãe e o padrasto morreram em um acidente. Então, Melissa e a irmã, Alice, vão morar em uma cidade no interior de São Paulo com o avô. Cidade essa que carrega suas crenças e temores devido à família “sinistra” que mora na montanha. E é nesse mundo surreal que Melissa vai parar, ficando cercada de todas as formas possíveis pelo poder da atração que sente por aquele a quem todos temem.
A autora conseguiu me ganhar com esse livro. Claro que, como todo autor estreante, a história tem lá seus erros, coisinhas mínimas que poderiam ser diferentes. Mas nada que o poder da narrativa de Keila não te faça ignorar. A história é contada de forma leve e divertida, acompanhamos aquele turbilhão de emoções e preocupações que estão passando pela mente de Melissa devido à narração em primeira pessoa, e isso cria uma conexão instantânea com a personagem. Tá certo que eu não morri de amores pela protagonista durante toda a leitura (às vezes ela me dava nos nervos, como, por exemplo, em uma situação de perigo ela ainda conseguia ficar parada, admirando a beleza de Vincent, e eu tinha que parar para respirar antes de voltar a leitura), mas Melissa tinha um modo bem descontraído de narrar aqueles acontecimentos malucos, o que me ajudou a sentir muitos dos sentimentos que ela estava sentindo.
Vincent, o homem misterioso e temido da montanha, é um cara sério e, realmente, assustador. Devido a sua falta de paciência em tratar de algumas coisas (e tratar algumas pessoas), Melissa até lhe deu o apelido de “cavalheiro carrancudo”, o que combinou perfeitamente com ele e suas mudanças constantes de humor. Enquanto ele e Melissa ficavam naquele “chove não molha”, eu tinha minhas dúvidas sobre ele, esse lado sombrio que ele carregava. Por isso, na minha opinião, algumas informações contidas na sinopse poderiam ter sido descartadas, deixando um ar de mistério para que o leitor se surpreendesse quando a história desse um giro de 180º e tomasse o rumo do fantasioso.
Falando da fantasia, acho que a autora soube utilizar aquela coisa de elfos, magos e afins, mas ainda há muito a ser explorado desse mundo, o que me faz criar grandes expectativas para o segundo volume, esperando uma expansão sobre o conteúdo mágico da história.
Outro personagem que conseguiu me conquistar desde a primeira aparição foi Arthur. “Amigo” de infância de Melissa, ele é brincalhão, gozador e adora tirar sarro de alguém; mas também é companheiro, um bom amigo e sabe dar apoio quando necessário. Não vou negar que torci mais por ele do que por Vincent. Apesar de gostar de personagens misteriosos e que carregam uma bagagem de segredos para serem desvendados, foi difícil não me deixar levar pelo humor contagiante de Arthur. Juro que estou disponível quando ele quiser partir pra outra ;D
Alice, a irmãzinha de Melissa, é um amor. Aos poucos vamos tendo pistas do que, num futuro não tão distante, levaria Melissa a entrar no mundo da fantasia que ela pensou existir apenas nos livros de contos de fadas, e Alice é uma das razões para isso. George, o avô das meninas, era como um pai, e eu admirava sua “super”proteção, afinal ele não queria perder mais ninguém, e Melissa era um desastre natural. Também gostei de outros personagens, como Rose, que não apareceu muito, mas conseguiu ganhar minha afeição. Alex e Viviana também têm um papel importante nisso tudo, e são uns amores.
Cores de Outono me causou um misto de emoções. Eu sorri, fiquei com raiva, xinguei mentalmente os personagens, suspirei por eles e torci para que no final tudo desse certo (principalmente pro Arthur *-*). Assim como Melissa, senti várias vezes borboletas voarem por meu estômago enquanto eu aguardava o desfecho de uma cena. Não sei se está parecendo que não gostei de Vincent, mas eu gostei dele sim. O ar dele de mistério no início é fatal para uma atração súbita, e suas mudanças constantes de humor só faziam com que eu quisesse desvendar esse homem logo. E, lamento admitir, no fim ele ainda é uma incógnita. Descobrimos muito sobre ele, mas ainda há mais por vir, coisas que deixariam qualquer um de cabelo em pé. Ele também tem aqueles olhos turquesa que deixam qualquer uma de boca aberta, só apreciando a vista. Até entendo a distração de Melissa quando ele apareceu, é impossível resistir àquele charme e galanteio de outro século. Vincent era mesmo um cavalheiro, mesmo quando estava de mal humor.
Achei a capa muito lindinha. Ela mostra uma árvore desfolhando no outono naquela montanha mágica e misteriosa. A escrita da Keila é muito gostosa de ler e ela soube caracterizar bem os personagens, os cenários, os olhos de Vincent... Só encontrei alguns errinhos de ortografia (um ou dois) e a falta da vírgula em algumas frases, mas nada que atrapalhe uma fluida leitura. Mais uma vez a Novo Século está de parabéns pelo livro publicado no selo Novos Talentos da Literatura Brasileira.
Recomendo o livro para todos aqueles que gostam de romance, fantasia e algumas borboletas no estômago.

Quotes:

“Eu o fitei... Parte indignada, parte confusa, parte fascinada.”

“– (...) Você acha que sou imprudente? Que procuro o desastre?
- Posso até dizer que ele procura você.” – Melissa e Arthur

“Vincent esticou os dedos roçando-os em minha nuca e um arrepio de color correu meu corpo, acordando um batalhão de borboletas frenéticas em meu estômago. Meus olhos ficaram presos nos dele e mergulhei nas águas cristalinas e profundas dos oceanos turquesa. Reconheci aquele olhar, olhos brilhantes e decididos. Meu coração parou com um solavanco, eu não estava respirando... Só havia silêncio. Ele escorregou a outra mão por meu braço até minha cintura, trazendo-me para mais perto. Senti meu corpo se aproximar do dele e meu coração explodiu no peito, frenético e descompassado. Minha respiração voltou ofegante, seu perfume tomou minha garganta e me concentrei em sua boca rosada... não havia mais volta.”




site: http://lereaminhapraia.blogspot.com.br/
Keila Gon 05/07/2013minha estante
AiAi Ai ... Ohhh obrigada pelo carinho, eu adorei a resenha Tayane!!!!!!!Os detalhes e os quotes ...ohhhhh Perfeito!
Beijos muito agradecidos Flor!
Keila Gon




Isa 25/06/2013

Encantador.
"Cores de Outono" conta a história de Melissa, uma mulher de 21 anos que vê sua vida sem rumo depois de perder sua mãe e seu padrastro em um trágico acidente de carro. Após o ocorrido, Mel se muda para a casa de seu avô, levando Alice, sua irmã de apenas cinco anos.

Mel nutre um carinho enorme pela sua família. Sua irmã e seu avô eram as únicas coisas que lhe restavam no momento em que chegou a Campo Alto, cidade onde passaria a morar. Essa foi uma das coisas que chamou a minha atenção durante a leitura: Melissa sabia valorizar o que tinha. Mesmo com a morte de sua mãe e de seu padastro, Mel era forte. Mesmo com todos os boatos sobre ela, Mel continuava forte. Apesar de sentimental, Melissa tinha algo diferente: diferente o bastante para que um homem se apaixonasse perdidamente por ela.

No começo, era apenas o motorista de uma SUV que quase a atropelou - duas vezes! Mas, com o passar do tempo, Mel foi tendo encontros rápidos com o tal homem, porém suficientes para ter impressões sobre ele - certas e erradas. Dono de lindos olhos turquesa, Vincent - também conhecido como cavalheiro carrancudo ou galã de filme antigo - despertava em Melissa emoções que ela nunca havia sentido antes. Se você está pensando que será apenas um romance clichê e açucarado, está enganado: até leitores com coração de pedra podem se encantar com a paixão dos dois.

A margem, fonte e espaçamento são ótimos, o livro é muito cheiroso, a capa é linda, o desenrolar da história é mágico e a autora é muito simpática. Preciso dizer mais alguma coisa? Hahaha. Além do mais, em vários pontos da leitura aparece o meu amado e desejado chocolate, além da minha maior paixão: música. Só pra vocês terem uma ideia, no final tem até a receita do brigadeiro de panela e uma playlist internacional que acompanha o ritmo de "Cores de Outono". Super criativo, né?

Outra coisa que me encantou no livro é como a minha opinião sobre os personagens mudou conforme a leitura. No começo de "Cores de Outono", eu estava numa relação de amor e ódio com o Vincent: como ele poderia mudar de humor tantas vezes, sem nenhum motivo aparente? Mas, com o passar do tempo, fui vendo que apesar de muitas vezes estar mau humorado, tudo que Vincent fazia era pensando em Melissa. E era por isso que ela o amava.

E é aí que a ficção aparece: Vincent tem um segredo. Um segredo que poderia afastá-lo de Melissa, caso essa fosse sua decisão. Caberia a ela escolher: continuar com ele ou deixá-lo ir. Com muitos olhos turquesa, borboletas, brigadeiro de panela e Kit Kat (quando vocês lerem vão entender, haha), Cores de Outono vai encantar o seu coração com sonhos e emoções.

Blog: http://viciadas-em-livros.blogspot.com.br
Fanpage: https://www.facebook.com/pages/Viciadas-em-livros/117165448455248?ref=hl
Twitter: @velivros
Keila Gon 26/06/2013minha estante
Ohhh Isa,
Obrigada pela resenha encantadora, recheada de palavras do coração!!!
Beijos Beijos Beijos recheados de olhares turquesa, chocolate e musica!!!!
Keila Gon




91 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7