O Futuro de Nós Dois

O Futuro de Nós Dois Jay Asher
Carolyn Mackler




Resenhas - O Futuro de Nós Dois


134 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Danika 21/05/2013

No que você está pensando agora?
Quando comecei a ler o livro eu me senti.... velha. Foi exatamente assim no começo. Quando a Emma vai instalar internet em casa, ela coloca aquele velho CD-Rom da AOL, que te dá 100 horas de navegação grátis. Além de tudo, ela escolheu o descanso de tela de tijolinhos para o Windows. E isso são coisas que já fiz. Em um tempo, muito, muuuuiito remoto.

Josh e Emma são amigos desde a infância, ou pelo menos eram até 6 meses atrás, onde a amizade deles ficou um tanto estranhas depois de uma sessão de cinema de Toy Story. Um meio sorriso, um aceno de cabeça e isso se resumia ao contato deles. Até que Josh ganha o tal CD da AOL e dá a Emma, já que ainda não tem computador. Afinal, era 1996, e poucas pessoas tinham.

Quando Emma instala a internet e se cadastra para entrar, um site abre para ela e ela entra nele. Facebook. Era este o site. Que só viria a existir 10 anos depois. Ele abre na página de uma Emma Nelson que até parecia com ela, mas que já estava na casa dos 30 anos. E Emma só tinha 16, então era pura coincidência, não? Mesmo as informações da mulher dizendo que ela nasceu no mesmo dia de Emma e que se formou na mesma escola onde ela está se formando. Desesperada, ela chama Josh e pergunta o que ele fez. Afinal, foi ele que deu o CD a ela. A princípio, ele fica tão assustado quanto ela mas depois imagina ser uma pegadinha de algum expert da informática.

"É uma coisa muito forte pensar que o Facebook não se limita a Josh e Eu. Talvez eu possa achar qualquer pessoa e ver como vai ser o futuro dela"

Quando eles começam a ver que aquele é o futuro daqui a 15 anos, eles começam a 'fuçar' mais. A vida de ambos é exposta em fotos, relacionamentos futuros, empregos futuros e alguns textos postados e curtidos por amigos que eles nem fazem ideia de quem são. Emma não gosta do futuro que vê e Josh fica encantado com o que tem pela frente, até que percebem que simples ações feitas no hoje podem mudar drasticamente quem serão daqui a 15 anos. A diferença é que eles podem ver como essa mudança os afetará.

A história é encantadora. Se passa em menos de um semana e é tão legal ver esse primeiro contato deles com a internet e justamente com uma rede social que nem existe ainda! Os personagens foram muito bem construídos e a história é leve e divertida. Mais uma vez me choco com um possível romances entre melhores amigos, o que acho super fofo. Além de te mostrar que simples ações no presente podem mudar seu futuro, o livro é um lembrete de que precisamos nos desconectar para nos concentrarmos na vida que está ao nosso redor. Ele é narrado por Emma e Josh, intercalados por capítulos, o que dá uma visão de ambos de um mesmo momento. A leitura flui que é uma beleza. São quase 400 páginas, mas você nem nota. A revisão do livro está impecável e achei a capa linda. E quando chega aos fim, você simplesmente só quer mais dos personagens. Só quer saber do futuro deles, seja amanhã ou daqui a 15 anos.

Recomendo com toda certeza do mundo! ;)
Letícia Mamãe Cansada 13/07/2013minha estante
hahaha tb me senti velha... eu tinha 15 anos em 96. estes cds... ai ai... recebia vários. ía usando todos até finalmente inventarem os provedores gratuitos.




Fernanda 10/06/2013

Resenha: O Futuro de Nós Dois - Jay Asher, Carolyn Mackler
LINK DA RESENHA NO BLOG SEGREDOS EM LIVROS:

http://www.segredosemlivros.com/2013/06/resenha-o-futuro-de-nos-dois-jay-asher.html

Resenha: O Futuro de Nós Dois nos remete à uma história criativa, romântica e ao mesmo tempo despretensiosa. E também nos faz refletir bastante sobre como seria se soubéssemos a respeito de nosso futuro, ou mesmo se pudéssemos alterá-lo. Vai dizer que você não tem certa curiosidade sobre como será sua vida daqui dez ou quinze anos? As pessoas fazem todos os dias, diversos tipos de planejamentos e/ou alterações que podem causar várias mudanças e nem sempre temos consciência disso. Nesta trama, somos introduzidos a um ambiente diferente, onde a tecnologia ainda vinha sendo introduzida na sociedade. O enredo se passa em 1996 e conhecemos dois personagens principais: Emma e Josh. Em cada capítulo, a narrativa é feita por um ou outro, e isso se torna mais relevante pelo fato de o leitor conseguir distinguir cada lado da história e poder avaliar o ponto de vista e emoções de cada um.

“Estou falando do futuro. Eu nunca vou ser feliz.” Pg.35

A história pode parecer clichê pelo lado mais sentimental. Emma e Josh são melhores amigos desde sempre. Ela é aquela garota bonita, indecisa com os rapazes e vê Josh sendo simplesmente o Josh. Ele é o típico nerd, tímido, inseguro e que sente algo mais forte por Emma. Quem nunca ouviu falar de uma história assim? Ele tentou se aproximar, mas percebeu que o sentimento não era recíproco. Mas será mesmo? Algo precisou acontecer para que Emma percebesse a real importância de Josh em sua vida. Ela se arrependeu, porém o que será preciso fazer para poder voltar atrás?

“Se alguém está fazendo uma pegadinha comigo – completa ela –, então também está fazendo uma pegadinha com você.” Pg. 49

Foi inevitável o afastamento de ambos, porém eles começaram a se ver com uma frequência maior depois que Josh deu um CD de acesso da AOL para Emma, que havia ganhado recentemente um computador do pai. O objetivo era que ela criasse um endereço de email, porém ela conseguiu acessar bem mais que uma simples conta. Ela conseguiu acessar ao Facebook, a rede social que é tão utilizada em nosso tempo. Pensem bem: em 1996 não havia nem rastros de tal rede, então imaginem a reação dela ao entrar em algo tão estranho. Primeiro ela achou que fosse uma pegadinha, até se dar conta que estava na sua página...daqui 15 anos. Ela se viu casada, com filhos e infeliz. Claro que ela mostrou para Josh, que também viu seu perfil. Diferente do dela, ele estava casado com uma garota bonita e popular. A confusão estava lançada e se tornou impossível para os dois não se abalar diante de tantas informações novas.

“Mas se Emma está agindo toda sorrateira para mudar o futuro dela, pode sem querer bagunçar o meu. E eu adoro o meu futuro! Uma pequena onda criada hoje pode causar um tufão daqui a quinze anos.” Pg.130

Aos poucos os dois perceberam que poderiam alterar seu futuro, pelo menos em alguns detalhes, e em certo ponto eles acabam ficando obcecados com isso, como se cada ato interferisse no que estaria para vir em seguida. Os dois começaram a ver até o que aconteceria com seus amigos e familiares, e acredito que tudo isso só serviu para deixá-los cada vez mais confusos e temerosos. Quem não teria medo de saber que iria se casar um alguém que não gosta ou ter um emprego ruim? Mas será que Josh e Emma estão prestando atenção no que realmente importa?

“Se existe uma pequena parte de você, por menor que seja, que já imaginou como Josh seria se fosse mais que um amigo, talvez devesse pensar em fazer algo antes que seja tarde demais.” Pg. 220

Por fim, “O Futuro de Nós Dois” nos deixa grandes e ao mesmo tempo simples mensagens, ao ponto de fazer com que o leitor se sinta extremamente a vontade com a leitura, que se apresenta leve e envolvente. Foi um livro que despertou emoções comoventes e inusitadas. È aquele tipo de leitura que a gente torce para que os personagens sigam um caminho especial até o final.



LINK DA RESENHA NO BLOG SEGREDOS EM LIVROS:

http://www.segredosemlivros.com/2013/06/resenha-o-futuro-de-nos-dois-jay-asher.html
comentários(0)comente



Duun 02/06/2013

Gostei, mas...
Bom, li esse livro em apenas uma tarde. Me interessei bastante pela sinopse e ao ler o nome do autor, as expectativas se elevaram muito. Desde "Os 13 Porquês" que adquiri um fascínio pelo Jay Asher, por ser uma história fantástica que me ensinou bastante e me deixou com ótimas impressões do autor. Confesso que O Futuro de Nós dois me decepcionou um pouco.
O livro tem um bom tema, e o desenrolar da história é realmente bom, porém tem um final muito simples e eu senti que faltou uma real moral para a história. É aquele livro que você termina, sabe que gostou da história, mas realmente sente que ficou faltando algo. É um bom livro, porém deixa a desejar.
comentários(0)comente



Queria Estar Lendo 20/09/2013

Só mais um - O futuro de nós dois
Só mais um: O futuro de nós dois
Link oficial da resenha: http://goo.gl/ooMbv0

Quem nunca se perguntou como seria sua vida em dois, três ou até mesmo dez anos? Não seria mágico se pudéssemos ter algumas pequenas certezas de como seria nosso futuro? Josh e Emma conseguiram isso, e agora precisam lidar com as consequências.
Assim, sem mais nem menos, o futuro é transformado para sempre.
O futuro de nós dois tem como premissa a história de dois adolescentes que de algum modo inexplicável conseguem ainda no ano de 1996 acessar seus perfis no Facebook, tendo assim uma visão de como seriam suas vidas no ano de 2011. Mas o livro vai muito além disso, embora ele gire em torno das descobertas feitas através do Facebook a mensagem maior que ele passa envolve amizade verdadeira, o encontro do eu e talvez até mesmo um pouco de carpe diem.

Emma é uma garota normal, é uma das atletas da equipe de corrida do seu colégio e está em um relacionamento falido simplesmente porque não consegue terminar com o cara. Seu grupo de amigos envolvem Kellan, que é sua melhor amiga, Tyson, com quem Kellan teve um relacionamento no passado e cujo término a afetou tanto que chegou a não ir as aulas por duas semanas, e Josh, que embora tenha sido seu melhor amigo desde sempre acabou se afastando depois de um incidente ocorrido entre ambos. Os quatro ainda são amigos, sentam juntos embaixo da mesma árvore durante o intervalo e falam de amenidades, mas nada é mais como antes.
- Ele partiu seu coração! Como você pode chamar isso de amor se ele deixou você tão magoada?
Kellan coloca mais uma batata-frita na boca.
- Foi amor porque valeu a pena.
O livro me ganhou nas primeiras páginas, com uma narrativa simples e despretensiosa que nos envolve e diverte, e permite que viajemos juntos nessa loucura que envolve tentar compreender o futuro. É impossível não se deixar levar pela história criada por Jay e Carolyn e voltar ao ano de 1996. Aqui tem outro ponto muito importante da história como um todo, a caracterização do ano em que eles se encontram. Eu tinha apenas três anos de idade no ano em questão e sempre aderi muito tardiamente a tudo no quesito tecnológico, mas é muito interessante, saudosista e curioso nos depararmos com uma história tão atual mas onde a internet é discada e ainda se fazia uso dos discmans.

Com narrativas intercaladas entre Emma e Josh o livro nos permite ter uma visão mais ampla do que está acontecendo e de como cada situação afeta cada um deles, é difícil escolher um lado para torcer ou alguém para defender. Passei boa parte do livro concordando com os dois e sem saber o que faria no lugar deles. Afinal, o que fazer quanto se tem o próprio futuro a um clic de distância?

Enquanto Emma quer descobrir mais e mais sobre o seu futuro e arrumar aquilo que não lhe agrada, Josh prefere deixar tudo como está. O problema é que qualquer pequena mudança feita hoje pode acarretar em grandes mudanças no futuro de ambos, não é fácil tentar impedir que o futuro aconteça.
- Como você acha que isso vai afetar o nosso futuro?
Reza a lenda que informação é poder, mas talvez ela não se aplique a este caso.

___________________________________________________________
Gostou da resenha, quer mais? Então acesse o blog 'Só mais um' e venha viver este vício conosco! :)

Esta resenha foi feita por Eduarda Henker, membro do blog 'Só mais um', e a reprodução integral ou parcial da mesma é proibida. Plágio é crime.

Só mais um
http://migre.me/akZTi
comentários(0)comente



Mafi 05/06/2013

http://algodaodoceparaocerebro.blogspot.pt/2013/03/opiniao-young-adult-antes-do-futuro-jay.html
"O futuro de Nós Dois" tinha tudo para ser um daqueles livros que tanto gosto, mas por incrível que pareça os autores conseguiram estragar a premissa brilhante do livro.

O Facebook hoje em dia é um dos grandes meios de comunicação e é algo que adoro/odeio. Adoro porque é lá que passo grande parte do tempo nos vários grupos dedicados aos amantes de livros (passo mais a falar com pessoas que nunca vi na minha vida do que com os meus amigos reais) e odeio pelas razões óbvias: mal entendidos que por vezes se geram. Mas nada disto vem aqui para o caso. Simplesmente não gostei deste livro porque não acontece nada. NADA. O que me fez ler este livro, ainda quando só havia em inglês foi o booktrailer que achei

Depois de ler a sinopse portuguesa na diagonal, parti para a leitura com expectativas altas. se calhar foi mesmo esse o problema, as expectativas. A Emma irritou-me imenso e gostei do Josh, mas achava que o livro seguiria um rumo diferente, por exemplo os autores podiam ter posto logo a Emma e o Josh juntos no futuro e a partir daí desenrolava-se um romance entre os dois, seria muito mais giro! Alternando entre os POVS do Josh e da Emma, foi com pena que, devido à tradução, não ter descoberto a escrita dos autores: Jay Asher e Carolyn Mackler, pois pelo que percebi cada um escrevia um ponto de vista. Mas quanto a isso não posso fazer nada, eu é que quis ler em português. Foi uma leitura um pouco mastigada e com pouco impacto. Não que peça muito deste tipo de livros young-adult, mas normalmente costumam passar uma mensagem e neste livro não senti isso. Apenas me deixou a pensar se gostaria de ver o meu futuro e não consegui chegar a nenhuma conclusão. Gostar até gostaria mas não no facebook, eu cá sou mais de bolas de cristal! É uma leitura leve e fluída mas que não me deixou grandes marcas.
Ludy 19/04/2013minha estante
Nossa... Não esperava essa resenha. Estou com tantas expectativas para lançamento no Brasil, a premissa do livro é tão tentadora e promete algo interessante. Confesso que estou com um pé atrás agora, primeiro por conta da média dele no "Goodreads" que é de 3.56, e agora com essa sua resenha. Mesmo assim vou acabar lendo pra ter minhas próprias opiniões.


Mafi 19/04/2013minha estante
Ludy achei tao aborrecido!! Mas quem sabe pode ser que você goste =D




Saleitura 25/07/2013

Para uma pessoa que é fã de filmes como "De Volta para o Futuro", "Efeito Borboleta" e ama histórias sobre viagens no tempo, ler o livro "O Futuro de Nós Dois" foi a melhor coisa que me aconteceu nesses últimos meses.

A história se passa em 1996, uma época não tão distante assim, mas que já bate saudades, ainda mais relembrando que foi nesse exato momento que a maioria das pessoas começaram a comprar computadores para suas residências. Ter internet era um luxo e quando possuía era aquela discada que fazia um barulho enorme na qual ocupávamos a linha do telefone e tínhamos que sair quando alguém queria fazer uma ligação, sem dizer que esperávamos para utiliza-la depois da meia-noite durante a semana ou só nos finais de semana/feriados porque era mais barato. Lendo o livro, consegui reviver esse tempo tão nostálgico e gostoso que não volta mais.

Os protagonista são dois adolescentes, vizinhos e melhores amigos chamados Emma e Josh. Quando Emma ganha um computador de seu pai com o inesquecível windows 95 é onde tudo começa. Ela esta super feliz com o seu presente e teria sua primeira conta de e-mail em breve, pois não existia alegria maior na época do que ter um e-mail e poder enviar mensagens virtualmente para os conhecidos. Josh, mesmo estando chateado com Emma devido á um acontecimento que abalou a amizade deles há alguns meses atrás, acaba emprestando para a menina um CD da América Online (AOL) que dava acesso a internet. Ao concluir a instalação, abre uma página muito estranha com o nome de Facebook e ela se depara com uma foto de uma mulher muito parecida com ela, porém um pouco mais velha.

"O monitor congela por uns vinte segundos. Então, a caixa branca se transforma em um pontinho azul e outra página aparece. Tem uma faixa azul na parte de cima que diz "Facebook". Uma coluna no centro da tela tem o título de "Feed de notícias" e, embaixo disso, um monte de fotinhos de gente que não reconheço. Cada foto é seguida de uma frase curta.(...) Passo o mouse pela tela, confusa com a profusão de imagens e palavras. Não faço a menor ideia do que tudo isso quer dizer: “Status” e “Solicitação de Amizade” e “Cutucar”" (páginas 16 e 17)

Ao explorar o site, Emma e Josh, descobrem que na verdade é uma página do futuro, pois lá aparece eles com 32 anos de idade, falando sobre suas rotinas, família, profissão, filhos, amigos, assuntos diversos e mostrando fotos deles mais velhos. O site é muito estranho para os dois, pois naquele tempo ficar se expondo na internet era algo muito incomum. Para pouparem de ver algo que não queriam, logo combinam de acessar o Facebook sempre juntos.

"- Por que diz aqui que ela tem trezentos e vinte amigos? - pergunta Josh - Quem tem tantos amigos assim?" (página 38)

" - Quando você diz "as pessoas que criaram isso", você não entende? Em algum momento do futuro, nós é que criamos. Eu não sei exatamente o que é, mas parece ser um site interconectado em que as pessoas mostram suas fotos e escrevem sobre tudo o que esta acontecendo na vida delas, como, por exemplo, que encontraram o lugar para estacionar ou o que comeram no café da manhã" (Página 52)

Com o decorrer da leitura, Emma percebe através das mensagens postadas no Facebook que ela não será feliz no futuro e começa a alterar o seu presente com o objetivo de acarretar mudanças posteriores. Isso acaba dando certo, porém também causa alterações na vida de outras pessoas, inclusive de Josh, que está super satisfeito com o futuro que lhe aguarda. Por esse motivo, os dois discutem algumas vezes e fica aquela dúvida de "até que ponto vale a pena saber sobre o que vai acontecer daqui pra frente?".

O livro é dividido em dias da semana e os capítulos são narrados uma hora por Emma e outra hora por Josh. Particularmente, adoro livros assim que mostram o que cada personagem esta pensando, pois é um modo de você conhecer mais a fundo as características pessoais e os sentimentos de cada um.

A história é juvenil e muito bem humorada. A dupla de autoras conta de uma maneira genial a realidade atual em relação a vida nas redes sociais, mas em uma época que ninguém imaginava que isso poderia existir um dia, além de mostrar para os leitores que apesar de tudo, a essência do amor e da amizade nunca pode se perder. Outro ponto alto do livro são as referências citadas como por exemplo a novidade que era de ter um celular, ter um discman, a estréia do primeiro filme de Toy Story, entre outros. Confesso que não poderia dar menos de cinco livrinhos na minha avaliação, pois adorei ler "O Futuro de Nós Dois".

Se você é um apaixonado pela ideia de viajar no tempo e ficar entre o passado e o futuro, vai amar embarcar nessa história muito divertida.

Achei um vídeo muito interessante sobre o livro, assistam:
http://www.youtube.com/watch?v=kQV2QjnYNBc

Resenha by Vivian San Juan
http://www.skoob.com.br/usuario/perfil/136331/perfil:on

Postado no Blog Saleta de Leitura


site: http://saletadeleitura.blogspot.com.br/2013/07/resenha-do-livro-o-futuro-de-nos-dois.html
comentários(0)comente



M! 11/09/2015

Um livrinho gostosinho de ler.
A leitura é rápida e agrada.
É um romancinho bobo, bobo com um finalzinho muito fraco, mas é bem escrito, não é enjoativo nem cansativo.

Achei que diversos pontos ficaram soltos no desenrolar da história e você quando termina o livro pensa, mas e Kellan? E Tyson? E diversos outros personagens que podiam ter feito a trama mais interessante? E Josh? E Emma?

Eles descobriram algo que podiam usar de todas as formas possíveis, achei que faltou muita história.
Mas num todo é um livro "distrativo".
Leve como pluma, bom de se deixar levar.
Sem grandes expectativas.
comentários(0)comente



Lelê 06/06/2013

Resenha:
"O Futuro de Nós Dois" é o tipo de livro gostoso de ler. É divertido e romântico ao mesmo tempo. Muito leve e tranquilo.




"Não faço a menor ideia do que tudo isso
quer dizer: "Status", "Solicitação
de Amizade" e "Cutucar". "
Pag. 17


Aqui vamos conhecer Emma, uma adolescente, estudante do ensino médio e que tem um relacionamento distante com o pai, que aliás já está casado com outra mulher; ela vive com a mãe e o atual marido dela. Emma tem um coração fechado para o amor, apesar de estar sempre namorando.
Recentemente seu pai lhe deu um computador de última geração, com Windows 5. Lembrando que esta história se passa em 1996!! Agora, Emma poderá ter acesso a internet de dentro do seu quarto. Fato que na época era um luxo!


" - Eu tentei fazer o meu pai me dar um
bipe de aniversário - diz. - Mas ele
acha que só médicos e traficantes
de drogas precisam disso."
Pag. 107


O vizinho de Emma, Josh, é um garoto simples, inteligente, reservado, estudioso, educado, protegido pelos pais, um fofo! Josh e Emma são amigos desde a infância, porém Josh nutre um amor platônico por ela.


"Foi a primeira vez que senti que estava
ficando a fim da minha melhor amiga."
Pag. 235


Só que Emma só vê Josh como seu melhor amigo mesmo.
Quando Josh fica sabendo do computador de Emma, entrega pra ela um CD-ROM da AOL com cem horas grátis, esse era o único jeito de entrar na internet discada.
Com o CD-ROM em mãos, Emma começa a instalar o que precisa e acessa a internet. Logo de cara abre uma janela com o nome de facebook pedindo email e senha. Ela conecta e abre um perfil de Emma com trinta e um anos.
Emma e Josh se perguntam se isso não é algum tipo de pegadinha, mas não é não; é o facebook do futuro deles. E Emma não gosta nada do que vê no futuro dela. Já Josh gosta muito do dele.
Porém eles percebem que cada ação realizada no presente, causa reverberações no futuro deles.
Então é melhor tentar consertar agora os erros do futuro.

A narrativa é leve e divertida. A leitura flui com muita suavidade. Todos os personagens são ótimos, tanto Emma e Josh, quanto seu amigos e familiares.
Cada capítulo é narrado por Emma e Josh alternadamente. Para isso, a diagramação foi fundamental, pois no capítulo que é narrado por Emma começa com: //:Emma, e no de Josh: //:Josh.
A capa está linda e a fonte usada é perfeita.

Destaque especial para a playlist do livro, a cada música citada ou cantada eu viajava muito!!

Recomendo para quem deseja uma leitura agradável e bem-humorada! E quem não gosta disso?!!


comentários(0)comente



Loisy 02/10/2013

A-D-O-R-E-I
Nossa que leitura mais fofa, gostei muito, final fofo, aah vou morrer de saudades da Emma e do Josh, não adianta querer mudar o futuro sem antes viver o presente ♥
Loisy 04/10/2013minha estante
Com certeza vai deixar saudades meu anjo, obrigada por me acompanhar >




Wanessa 06/11/2015

“O futuro de nós dois” conta a história de Emma e Josh, vizinhos e amigos de infância que se distanciam após Josh tentar beijar Emma. Junto com Kellan e Tyson, eles formam um grupo de amigos inseparáveis, mesmo com alguns empecilhos amorosos que ocorrem com o grupo.

Porém, as coisas mudam quando Emma ganha um computador do seu pai. O ano é 1996, mas, depois de receber um CD-ROM da America Online com 100 horas de internet grátis de Josh e cadastrar seu e-mail, Emma passa a receber atualizações sobre seu futuro daqui a 15 anos, em um site chamado “Facebook”. Juntos, Emma e Josh tenta entender como esse site surgiu para Emma e como suas ações no presente irão interferir em seus futuros.

Resenha completa no blog:https://petiteaquarelle.wordpress.com/2015/08/05/livro-o-futuro-de-nos-dois/#more-138

site: https://petiteaquarelle.wordpress.com
comentários(0)comente



Liachristo 16/06/2013

RESENHA - O Futuro de Nós Dois - Jay Asher & Carolyn Mackler - Galera Record
O Futuro de Nós Dois, se passa no ano de 1996. Nesta época o acesso a internet era bem restrito e nem se cogitava que iria existir o Facebook, e tantos outros sites que temos a disposição hoje em dia.

Os autores Jay Asher e Carolyn Mackler contam a história de Josh e Emma, ​​que são amigos adolescentes, e vizinhos de porta: "Nós acampamos em nossos quintais, construímos fortalezas, e aos sábados de manhã ele carregava sua tigela de cereal e vinha assistir desenhos animados em meu sofá. Mas então, em novembro passado, tudo mudou."

Quando o pai de Emma dá a ela um computador, Josh lhe presenteia com um CD-ROM da AOL(Americas Online) e Emma faz seu primeiro login na Internet. Mas, é aí que tudo se torna confuso e completamente surreal. Emma é capaz de acessar a conta de seu Facebook, no futuro. E além disso, Emma observa como suas ações hoje, causam impacto sobre suas mensagens e relacionamentos no seu futuro.

Quando Emma muda a forma como ela interage com seu atual namorado, Graham, ela acaba alterando sua atualização de status em seus futuros posts, e isso vale para Josh, também. Os capítulos do livro alternam entre Emma e a perspectiva de Josh . Para Emma, ​​em particular, a possibilidade de ver seu futuro é viciante e dolorosa. Ao mesmo tempo que o futuro de Josh parece brilhante, bem sucedido, e ensolarado, Emma está infeliz em seu casamento e insatisfeita com a sua vida.

Se você já leu algum livro de ficção sobre viagem no tempo, este livro não vai ser uma surpresa sobre a questão de que suas ações para mudar o seu futuro, geralmente, fazem a situação ficar pior. Emma faz mudanças após mudanças, na tentativa de corrigir o seu futuro, mas suas atualizações do Facebook continuamente revelam que ela "não é feliz."

Um romance onde vemos a interação entre dois melhores amigos e como eles vão percebendo no decorrer da história o quanto são importantes um para o outro.

Gostei das referências aos anos 1990. Você sabe, não parece ter passado muito tempo para mim. Eu estava criando meu filho na época, então foram anos muito bons para mim!
E, eu acho que muitos adolescentes vão apreciar a leitura do livro, mesmo quem não nasceu em 1996. Acho que eles podem aproveitar e apreciar algumas das referências culturais.
As diferenças na tecnologia são impressionantes, quando você para e pensa o quão longe nós já chegamos!

Senti falta, de que os personagens tivessem sido um pouco mais trabalhados, pois não consegui me identificar muito com Emma, a meu ver ela era muito confusa e suas atitudes meio descabidas. Josh por sua vez, é muito mais interessante e me senti muito mais conectada a ele.
Quanto ao Facebook, achei que o enredo nesta parte poderia ter sido melhor trabalhado, afinal foi através dele que tudo começou a acontecer na história, talvez por isto eu esperasse mais.

O final foi lógico, embora um pouco previsível, mas eu gostei. O Futuro de Nós Dois é um livro que dá para ler rapidamente. São cerca de 381 páginas, mas eu li em um par de horas.

Gostei da capa, o livro tem uma boa diagramação, uma ótima revisão e a fonte escolhida junto a cor das páginas facilitam a leitura.

Este é um livro difícil de largar, depois que você começa a leitura. Com certeza ele nos faz refletir e até colocar em discussão as questões interessantes, sobre o que o nosso próprio futuro nos reserva.
Bjus

Agradeço a Galera Record, pelo envio do livro para resenha.
comentários(0)comente



Tay Carvalho 11/05/2015

Emma e Josh são melhores amigos e vizinhos, que devido a certos acontecimentos meses antes, acabaram por se afastar. Eles vivem em 1996, e quando Emma ganha um computador do pai e Josh lhe entrega um CD-ROM da América Online, eles descobrem, em uma página chamada Facebook, suas vidas 15 anos no futuro.
No começo, ambos pensam que alguém está lhes pregando uma peça, mas logo fica evidente que aquele é realmente o futuro. Enquanto olham fotos e publicações postada por eles, descobrem que o futuro pode não ser tão bom assim para todos. Emma vê que está infeliz no futuro, e Josh acaba por ficar feliz e animado com o que lhe espera, mas logo percebem que as menores das ações podem mudar o futuro drasticamente.
Mas Emma fica completamente infeliz com o que lhe espera após um tempo, e acaba por fazer coisas que impeçam os futuros acontecimentos. Josh, no entanto, é contra a ideia de que ela mude as coisas, já que seu futuro está ótimo o suficiente. Porém, com a primeira mudança, Emma acaba por fazer isso sempre que as coisas não estão tão boas, mas isso apenas piora mais ainda sua vida.
Emma percebe que terá que deixar o futuro em paz, enquanto pensa apenas em seu presente, para que assim possa construir o seu real futuro. Ela então tem que buscar meios de manter Josh em sua vida, e uma forma de impedir que Kellan, sua melhor amiga, cometa um erro que irá mudar toda a sua rotina de vida planejada. Divido em dias da semana e com capítulos narrados por ambos os personagens, o livro traz uma narrativa divertida e uma temática que foge das atuais.

site: http://wistay.blogspot.com.br/2015/05/resenha-9-o-futuro-de-nos-dois.html
comentários(0)comente



deborap 31/12/2015

--
Vi esse livro na timeline, achei o resumo interessante e resolvi ler.
O primeiro pé atrás com o livro foi a necessidade (quase extrema) de situar aquela história em 1996. Discman, Seinfeld, Oasis... são tantas citações em pouco tempo, que, se eu não tivesse catorze anos naquela época, talvez não conseguisse me situar. Foi desnecessário e forçado, como se o autor não soubesse como era ser adolescente nos anos 90.
Apesar de tudo, a história flui, a ponto de eu terminar em poucas horas.
Quanto aos personagens:
EMMA: na maior parte do tempo, teve um comportamento detestável. Naquela história toda do Facebook só se importava com o que acontecia com ela, exceto quando tentou dar uma camisinha para que a amiga não engravidasse. Egoísta, superficial, invejosa, insensível com os sentimentos de Josh.
JOSH: típico forever alone sem graça que fica interessante para as outras garotas, que é quando a protagonista percebe que talvez valha a pena dar uma chance pro cara. Esses carinhas de romance que a protagonista faz deles gato-e-sapato e mesmo assim ainda permanecem apaixonados.
KELLAN: proto-feminista, meio estilo Alasca Young (Quem é você, Alasca?) com um pouco mais de juízo. A história dela ficou mal trabalhada.
TYSON: sujeito divertido, mas toscão. Também teve uma história mal trabalhada.
SIDNEY: a mais interessante da história, apesar de ter aparecido pouco. Quer dizer, apareceu o suficiente para Emma se sentir espicaçada em seu orgulho e estragar o clima da Sidney com o Josh.
MÃE DA EMMA: maria-vai-com-as-outras.
Para não dizer que o livro foi totalmente decepcionante, achei o trecho do casal de velhinhos - Clarence e Millicent - fofo.

site: https://medium.com/@DeboraP
comentários(0)comente



mateusinho 10/06/2015

Uma premissa interessante porém não bem desenvolvida
Em 1996, poucas pessoas tinham acesso à Internet e aqueles que a tinham experimentaram o que atualmente conhecemos como a ‘internet discada’ – aquela que era ligada a linha telefônica -. E é assim que conhecemos a Emma, que acaba de ganhar um computador de seu pai, como pedido de desculpas por estar construindo outra família longe dela e de sua mãe. Mesmo com certo desconforto, causado por um desentendimento antigo que acabou tornando a amizade dele com a Emma esquisita, Josh oferece à Emma um CD da AOL que oferece algumas horas gratuitas de internet.

Esse desentendimento foi aquele típico clichê de amor unilateral, vulgo não correspondido. O que acabou tornando embaraçosa uma amizade fortíssima construída ao longo dos anos, até porque eles são vizinhos... Mas o que eles não esperavam é que de alguma forma ao conectar à AOL no computador da Emma iriam descobrir o Facebook. Como lidar? Lembrando que estamos em 1996 e o Facebook seria criado anos depois. E depois de muitas hipóteses, envolvendo uma possível pegadinha de alguém da escola ou um vírus no CD, eles acabam aceitando que aquilo é a rede social que todos nós hoje conhecemos. O que para eles é um choque, já que eles veem praticamente o futuro deles refletidos em status, relacionamentos e fotos.

E isso é o que mais me chamou atenção no livro, a premissa. Achei algo inovador e criativo. Uma forma atrativa de induzir jovens a ler o livro. Mas o que me incomodava é que pela sinopse não me dava uma perspectiva, sabe? Ok, eles acharam um site do futuro que dizem como anda a vida deles e das pessoas ao redor deles daqui a 15 anos, mas o livro traz algum problema? Alguma situação para me fazer querer ler o livro até o final? Tudo bem, segui lendo o livro para ver no que ia dar.

Logo conhecemos um pouco dos personagens principais, que também são os narradores do livro (sim, é daqueles livros que os capítulos alternam de narradores). E posso dizer que possivelmente cada autora escreveu um personagem, mas que nenhum deles conseguiu ter minha atenção da forma como eu espero. Emma é uma garota que entra em diversos relacionamentos sem expor os sentimentos, soa como relacionamentos de fachada, aqueles em que a pessoa tem para apenas dizer que não está sozinha. Foi o que me deu a entender. Já Josh é um garoto que conseguiu conquistar um pouco de empatia minha, por ser uma pessoa no meio-termo de introvertido e extrovertido e ter uma personalidade bem agradável. Mas, novamente, acho que os personagens deviam ter sido mais trabalhados, porque não tem muito o que elogiar de cada um.

A mensagem que o livro traz e de uma forma bem sutil, apesar de toda a comédia romântica e muito drama, é da exposição das nossas vidas nas redes sociais, de como tudo na nossa vida pode ser encontrado numa rede social e com muita facilidade. No caso do livro, isso é favorável para os personagens de modo que eles tentem mudar logo ali no presente aquilo que não os agradam, para que no futuro seja diferente. O que acaba sendo um desastre e como na maioria dos YA, acaba causando ainda mais desentendimentos...

“O Futuro de nós dois” é um livro com uma premissa interessante, mas que não souberam desenrolar de uma maneira certa, só usaram a premissa como um plano de fundo para a aproximação dos personagens. O que é legal também, mas de longe era algo que eu esperava. É um livro rápido, portanto indico para aqueles que querem um passatempo, algo para se distrair mesmo. Outra coisa, acho a capa do livro linda diferentemente da diagramação. A fonte grande para um espaçamento normal me fez pensar que aumentaram a fonte para apenas preencher mais páginas...
comentários(0)comente



Adri 12/07/2014

O Futuro de Nós Dois
Emma e Josh eram melhores amigos desde crianças, até que, seis meses antes, eles tiveram um desentendimento. Desde então, as coisas estão estranhas entre eles. Eles continuam amigos, mas se distanciaram. Nem parece mais que eles são vizinhos, que eles viviam um na casa do outro. Agora eles só se veem na escola, quando estão junto com os amigos, Kellan e Tyson. Mas agora eles terão uma oportunidade de se aproximarem de novo.

Emma acaba de ganhar um computador do pai, e tudo é muita novidade. Em 1996, não são muitas pessoas que possuem um computador, ou até mesmo já mexeram em um. E ela está lá, tentando tomar uma difícil decisão entre as escolhas de protetor de tela de seu computador, quando Josh aparece. Mas ele não sobe até seu quarto, como fazia antes. Agora ele a espera na porta e, com muita formalidade, a entrega um cd-room da America Online, que eles recebeu pelo correio e dá acesso à 100 horas de internet grátis. Ele diz que a mãe pediu que ele a entregasse, já que eles não possuem um computador.

Depois de uma pequena conversa desconfortável, Josh corre de volta para casa, e Emma vai para o quarto e liga o computador para instalar o cd-room. Mas o que ela encontra quando ele finalmente termina de instalar não é o que ela esperava. Logo quando ela abre a internet, ela dá de cara com um site esquisito, com fotos e textos. Mas o que chama a atenção dela é o nome que ela vê do lado de uma foto, seu próprio nome. Ela clica na foto, e aparece uma mulher mais velha. Mas uma mulher extremamente parecida com ela, e que, além de tudo, faz aniversário no mesmo dia que ela. Emma não entende nada e, pensando ser alguma brincadeira de Josh, faz com que ele vá até lá. Mas parece que Josh não fez nada, porque ele está tão confuso quanto ela.

Mas aquela página, chamada “facebook”, está cheia de informações interessantes, informações que parecem pertencer ao futuro. Emma não sabe no que acreditar, mas a ideia de que ela de alguma forma está acessando o futuro, ao mesmo tempo em que é absurda, é também maravilhosa. Isso quer dizer que ela pode saber como será o seu futuro. Que ela pode modifica-lo. Mas Josh não está tão pronto para aceitar isso como o futuro, ele continua convencido de que isso é uma brincadeira de alguém. É só quando Emma fala para ele que ele se casa com Sydney Mills, a garota mais linda e popular da escola, e que ele vê fotos dos filhos dos dois, que ele começa a acreditar.

Mas eles vão acabar percebendo que, simplesmente por eles saberem disso, o futuro já pode mudar. Qualquer mínima decisão, ou ação, pode resultar em uma mudança imensa no futuro. O que parece estar ótimo para Emma, já que ela não está nada feliz com seu futuro recém descoberto. Ela precisa impedir que ele aconteça, ela merece ter uma vida feliz. Mas Josh não está nada animado com a ideia de Emma de mudar as coisas, afinal, ele não quer que seu futuro mude de maneira alguma. Mas ele não pode controlar tudo, nem ela.

Mas, a cada mudança que Emma faz, a cada decisão que ela toma, mais sua vida vai piorando no futuro. E ela vai ter que perceber que, se quiser realmente ser feliz, ela terá que deixar o futuro para o futuro, e focar no presente. Ela terá que construir o seu próprio futuro. E isso deve começar com ela garantindo que Josh continue sempre em sua vida, ela não quer um futuro sem a amizade dele. E ela não pode se esquecer de fazer tudo o que for possível para evitar que sua melhor amiga cometa um erro que vai mudar toda a sua vida, Kellan não merece isso. Ela deve agir no presente, porque o que ela fizer agora irá impactar em toda a sua vida. Ela deve lutar pelo que quer, porque tudo é possível.

O que eu mais gostei nesse livro foi o fato de que era o Josh que era apaixonado pela Emma, e não o contrário, que é o que acontece na maioria dos livros nesse estilo. E que o livro não foi sobre um estar apaixonado pelo outro e não ter coragem de revelar os sentimentos por medo de estragar a amizade e tal, desde o início do livro a Emma sabia dos sentimentos do Josh. O que vimos nesse livro foi um tentando lidar com os sentimentos do outro, ao mesmo tempo em que tentavam entender como resgatar aquela amizade que tinham antes.

O Futuro de Nós Dois foi uma surpresa totalmente agradável para mim. Os autores tiveram uma ótima ideia, e souberam aproveitá-la direitinho. O livro não é pequeno, tem um tamanho médio, mas as letras são grandes, então a leitura é rápida. Sobre a edição da Galera, a diagramação está ótima, e eu não notei erros além da falta de pontos finais em algumas frases. Indico o livro para quem está a procura de uma leitura leve e divertida, vale totalmente a pena.

site: http://stolenights.blogspot.com.br/2014/06/resenha-o-futuro-de-nos-dois-jay-asher.html
comentários(0)comente



134 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |