Álbum de Casamento

Álbum de Casamento Nora Roberts




Resenhas - Álbum de Casamento


377 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Queria Estar Lendo 21/05/2020

Resenha: Álbum de Casamento
Finalmente criei vergonha na cara e resolvi fazer a resenha de um dos meus romances queridinhos. Álbum de Casamento é da Nora Roberts e faz parte de uma série chamada Quarteto de Noivas. A série é a história de cada uma das sócias da Votos, uma empresa de casamento.

Quem já me acompanha por aqui sabe que eu amo a temática casamentos e cerimoniais. Sou louca para casar sim, muito mais pela organização do que pelo dia mesmo (desculpa, amor). Então, obvio que uma das minhas séries favoritas tinha que ser um romance com cerimonial envolvido.

Mackensie e suas três amigas sempre gostaram de brincar de casamento. Mac já se casou milhares de vezes, tanto sendo a noiva quanto o noivo, muitas vezes no quintal da propriedade dos Brown onde sua melhor amiga Parker sempre morou. Parker sempre gostou de brincar de casamento, de organizar eles. Laurel e Emma também, mas essa era a brincadeira favorita da Parker.

Mac tinha ganhado do pai uma câmera, mas ela era pequena demais para um presente desse tipo. O pai de Mac deveria saber disso, se não fosse tão ausente. A mãe de Mac estava sempre com um namorado novo, sempre atrás de dinheiro e um "amor". Era e ainda é Mac quem sempre socorre a mãe a cada decepção amorosa.

Mac era uma garotinha muito teimosa e se negava a dar ouvidos as críticas da mãe e da avó, mesmo que elas estivessem certas. Da câmera só saiam fotos desfocadas, meros borrões. Até que uma tarde, enquanto brincavam de casamento mais uma vez, Mac conseguiu capturar o momento perfeito, uma borboleta azul no buquê de dente de leão da amiga Laurel fez tudo mudar.

A partir desse momento algo mudou em Mac. Ela sabia que era isso que queria fazer, capturar momentos de felicidade e amor, porque para ela era só isso que eles eram, momentos que um dia acabam. Essa incredulidade de Mac com o amor é muito por culpa da mãe.

Além dela, temos as outras três do Quarteto. Vou deixar para entrar em detalhes de cada uma nas resenhas dos próximos volumes. Mas Parker é quem organiza e administra a Votos e é extremamente organizada. Emma é a florista da Votos e é a romântica incondicional do quarteto e por fim, a Laurel, ela cuida de todas as guloseimas e docinhos dos eventos.

Dentre os homente, temos Del, Delaney Brown, irmão de Parker e advogado da Votos. Apesar de ser o irmão biológico só de Parker, ele considera todas as meninas suas irmãs e é super protetor com elas. Jack é o melhor amigo de Del, é arquiteto e ele projetou boa parte das transformações da propriedade para virar um ótimo lugar para eventos e ainda ser a casa das meninas. Por fim, temos Carter, ele é professor de inglês e entrou de novo na vida das meninas graças ao casamento da irmã dele.

Ele foi professor em Yale, mas resolveu voltar para a cidade e dar aulas na escola que ele estudou com Mac, Del e Parker. Ele foi dar apoio moral para a irmã na primeira reunião dela com a Votos, já que o noivo é médico e não poderia estar presente. Acontece que ele sempre foi apaixonado por Mac na adolescência, mas ela nunca notou o garoto tímido que ajudava Del a estudar para as provas. O tempo passou e digamos que ele se tornou um professor de inglês muito charmoso e atraente, o que não passou desapercebido por Mac agora.

Esse livro é um dos mais divertidos do quarteto para mim. Mac é uma pessoa muito divertida e despachada, enquanto Carter é extremamente tímido e atrapalhado o que os torna uma combinação e tanto. Nós, leitores, só temos o que agradecer pelas cenas engraçadas desses dois.

Como todo romance, você já sabe quem vai ficar com quem logo no começo, nem chega a ser um spoiler. A questão toda do romance é como eles vão chegar lá e como vão contornar todas as diferenças e bloqueios que cada um deles tem. Obviamente, Mac tem muito com o que lidar com a mãe dela e isso não é tarefa fácil.

Além do romance, temos a união e amizade das meninas. É uma por todas e todas por uma. Todos os perrengues que a Mac passa com a mãe afetam as meninas de forma diferente, mas afetam. E esse é outro toque que faz a série ser maravilhosa, essa união dessas mulheres é linda de ver. Elas são realmente uma família, brigam as vezes, mas fazem as pazes e dão um jeito de se entender.

Sou bem suspeita para falar, mas se você quer um livro amorzinho, leve e divertido, esse é uma excelente opção.

site: http://www.queriaestarlendo.com.br/2020/05/resenha-album-de-casamento.html
comentários(0)comente



Kaliane 22/11/2013

Dá até vontade de casar também
Álbum de casamento é o primeiro volume desse quarteto fantástico. Primeiramente, amei a capa. Achei bem simples, mas é linda e se parece com a original americana, algo que não percebo muito em capas brasileiras de livros dela. O papel é pólen (e nossos olhinhos agradecem). Mas, sem mais delongas, vamos ao que interessa.
Mackenzie Elliot já se casou muitas vezes. Dentre essas, já foi celebrante, noiva, noivo... tudo isso quando brincava com as suas melhores amigas: Parker, Emma e Laurel. Não foi surpresa nenhuma que, depois de adultas, tenham criado a Votos, uma empresa especializada em casamentos. Nesta, Mac é a fotógrafa. Porém, apesar de captar toda a magia e a perfeição que esse dia traz, ela não tem sorte no amor. Ou pelo o menos não acredita na instituição do matrimônio.
E ela tem boas razões para pensar assim:
Seus pais se divorciaram cedo e sua mãe não é o tipo de pessoa que tem uma relação estável com alguém. Me atrevo a dizer que ela troca de namorado mais do que de roupa. Além de ser uma manipuladora de primeira qualidade, infernizando a vida da Mac com as suas queixas e lamúrias.
Então, mesmo lidando com casamentos frequentemente, Mac só acredita no amor entre ela e suas amigas. Elas são a família que ela não tem.
Agora vamos ao Carter Maguire. Bom, ele é fofo. Esse é um adjetivo que vai se repetido nessa resenha porque ele é... fofo demais. É interessante, pois todos os homens criados pela Nora (pelo o menos os que li) são bem resolvidos, não precisam da ajuda de ninguém... mas o Carter é a timidez em pessoa. E isso é o quê? Fofo.
Sabem aquele personagem meio nerd, que parece quietinho, mas que no fim das contas, surpreende da raiz do cabelo até o dedão do pé? Bom, Carter é esse tipo. Eu o comparo com o Murphy, do livro Laços de pecado (3º vol. da Trilogia da fraternidade). Na verdade, os dois são a prova de que os mais contidos são bem... assanhados.
Carter é um homem reservado, professor de inglês, que usa paletó de tweed e fala sobre as obras de Shakespeare como se fosse um assunto bem trivial. Sempre citando algo. Meio enfadonho? Que nada. Ele é uma gracinha, muito lindo. Como pessoa e de aparência também. Ele nutre uma paixão pela Mackenzie desde a adolescência, mas nunca teve coragem de se declarar. Devido ao casamento da sua irmã, eles acabam se reencontrando de uma maneira bem desastrada. Típico dele, eu diria.
A historia é bem leve, gostosa de ler, super divertida. Em algumas páginas, tive vontade de xingar a mãe da Mac.
Já em outra, me deu vontade de dar uns tapas na senhorita Mackenzie. Mas eu sou assim mesmo quando estou lendo.
Para concluir, estou apaixonada por essas amigas e por essa amizade tão verdadeira que elas têm. E agora já tenho outro bonitão da diva pra suspirar: Carter Maguire.
A fofura em pessoa.
Glauci 24/11/2013minha estante
Kali, vou começar a ler agora!!!
rssss


Lunardi 23/12/2014minha estante
Que resenha bem feita! Parabéns!




Fernanda 06/05/2014

Resenha: Álbum de Casamento
Resenha: Álbum de casamento possui uma narrativa tão habilidosa que levei poucas horas para finalizar a leitura. Os personagens são carismáticos e se envolvem de verdade em suas relações e laços de amizade, compreensão e amor. O principal destaque está nas afinidades dessas quatro amigas, unidas por ideais objetivos e sensatos.

Por mais que o enredo não remeta a algo mais complicado, é muito interessante poder acompanhar a trajetória de Mackensie Elliot ou apenas Mac , protagonista deste volume. O início é uma preparação ao leitor sobre a história de vida das amigas: Mac, Parker, Emma e Laurel. Cada uma se encaixa em uma característica bem peculiar, mas elas se complementam diante dos desafios propostos.


CONFIRA A RESENHA COMPLETA NO BLOG SEGREDOS EM LIVROS:

site: http://www.segredosemlivros.com/2014/05/resenha-album-de-casamento-nora-roberts.html
comentários(0)comente



Barbara @leiturasdabah 22/06/2020

AQUELE QUE É MEU QUERIDINHO ❣️
#ResenhaDaBah

Álbum de Casamento/Nora Roberts/288 Páginas

Este é o primeiro livro da Série "Quarteto de Noivas" que conhecemos as amigas Mac, Emma, Laurel e Parker.

Quando crianças todas amavam se divertir organizando casamentos de mentirinha. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Apesar de planejarem o dia perfeito de tantos casais, nenhuma delas teve sorte no amor (ainda).

Em "Álbum de Casamento" temos como protagonista Mackenzie Elliot, fotógrafa e sócia da Votos, que por causa da separação dos pais e do difícil relacionamento que tem com eles, não leva muita fé no amor. Até reencontrar o ex colega de classe, Carter Maguire (UM DOS MEUS MAIORES CRUSHES LITERÁRIOS)

Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor apaixonado pelo que faz, que cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Devido a uma antiga quedinha por Mac, ele fica atrapalhado na frente dela, o que o torna muito fofo.

Para saber o decorrer desse romance icônico, só lendo essa maravilha (link está na bio ❣️)

A história traz aquele casal inesperado, com uma protagonista independente e linda, e que possui traumas mal resolvidos sobre abandono afetivo e um boy maravilhoso, nerd, lindo, tímido e sarcástico.
A narrativa consegue ser leve, mesmo tocando em assuntos delicados, com uma doçura nas palavras apaixonante.

Temos as amigas inseparáveis como secundárias. Uma amizade feminina natural, íntima e muito linda, que transborda amor, lealdade e companheirismo.

O que Mac não teve com os pais, foi suprido por suas amigas. É um quarteto que aquece nosso coração do início ao fim.

A história é super divertida, a narrativa é em terceira pessoa, bem fluída que consegue detalhar os bastidores da carreira das meninas de forma muito didática, sem ser monótona.

Cada capítulo demonstra e transmite amor, o sentimento mais belo desse mundo ❣️

Esse é um dos meus livros favoritos. O casal é tudo pra mim, releio todo ano e nunca me canso.

Simplesmente incrível, apaixonante e perfeito.

5⭐+

Siga o @leiturasdabah para mais resenhas icônicas

site: https://www.instagram.com/p/CBwXa5xDd6y/
comentários(0)comente



Lua @fantasiasdeleitora 19/06/2020

primeiro livro que li da Nora Roberts e até gostei. Mesmo ele sendo um clichê.

comentários(0)comente



Priscila.Cristina 29/07/2020

Historia leve
Amei....romance bemm aguinha com acucar....do jeitinho que eu gosto... uma leitura facil e leve...
Fala da.complicidade de quatro amigas.... e o medo no "novo"...
Amei
comentários(0)comente



Thalita 11/09/2020

Carter é o melhor <3
Esse é o primeiro livro da série Quarteto de noivas e conhecemos aqui 4 amigas que na infância a brincadeira favorita era casamento, e elas cresceram se tornaram grandes profissionais e abriram uma empresa que faz casamentos a Votos e cada uma delas tem uma função, Mac é fotógrafa, Emma é florista e decoradora, Laurel é a confeiteira e Parker é a assessora. Cada livro vai contar a história de cada uma delas e nesse primeiro vemos ter a história da Mac (que é minha favorita).

Mac é toda doidinha eu amei ela logo de cara, os pais dela são separados há muito tempo e a mãe dela já casou mais que o Fábio Jr kkkkk, a mãe dela é muito louca gente e elas vivem brigando. Mac conhece Carter pois elas vão fazer o casamento de sua irmã, e ela acaba se sentindo atraída por ele que por sua vez sempre teve uma quedinha por ela desde a época da escola, Carter é professor e todo atrapalhado dei muitas risadas com ele.

Os dois começam uma amizade que logo se transforma em algo mais porém devido ao casamento fracassado de seus pais Mac tem medo de se envolver, aos poucos Carter vai quebrando suas barreiras e sendo um fofo.

Amei demais esse livro vemos não só o envolvimento do casal mas também vemos a amizade das meminas que é muito linda. Recomendo muito.
comentários(0)comente



Tau 18/09/2020

Uma história sobre amor e amizade.
Este livro é perfeito para quem, assim como eu, se encanta pelo universo dos casamentos. Quatro amigas de infância, únicas a sua maneira, que juntas resolvem abrir um negócio e, juntas também, encontram o amor.

Mac ? a fotógrafa ? é aquela personagem que mesmo te irritando, te encanta com o jeito singular dela. Dona das melhores sacadas do quarteto, ela vai te levar para um turbilhão de sentimentos em relação à família, amigos, e claro, seu jeitinho avesso a compromissos.

Recomendo este livro a todos que busquem, além de um romance, uma história baseada na amizade verdadeira. Porque não importa quantos obstáculos o destino coloque no caminho, essas quatro amigas sempre estarão lá uma pela outra.
comentários(0)comente



Sueli 29/11/2013

Se Todos Fossem Como o Carter...
Ler Nora Roberts é sempre um enorme prazer, e quando acontece de termos a alegria de três lançamentos em um espaço de tempo reduzido, aí sim é garantia de muitas horas felizes por um longo período.
O que eu mais gostei no primeiro volume da série Quarteto Noivas, Álbum de Casamento, foi o fato de que finalmente eu estava diante de um livro que havia sido publicado no original relativamente há pouco tempo, já que existe uma defasagem enorme entre as publicações dos livros de Nora Roberts, do momento em que são editados nos Estados Unidos e no Brasil, restando muitas vezes como saída a opção de comprarmos seus livros em Portugal.
Então, voltando ao assunto da relativa proximidade dos lançamentos, isso quer dizer que todas as referências que Nora deu aos seus personagens estão muito presentes em nosso próprio cotidiano, como por exemplo o fato dos celulares serem mais modernos, a escolha de Alanis Morissette como trilha sonora, e todas as novidades que sentíamos falta em seus romances, que são em sua maioria contemporâneos.
Dizer que o Carter é um fofo é chover no molhado! Que o livro nos proporciona momentos de alegria e divertimento, certamente será enorme redundância. Que ele nos emociona e nos deixa com olhinhos brilhantes, principalmente para aqueles leitores que entendem perfeitamente a dinâmica dos longos relacionamentos, sejam eles de amizades ou matrimoniais, seria até banal, mas acontece que é verdade! E, está tudo lá... Escrito de uma forma muito simples e direta, e que escrito por Nora Roberts nos faz pensar sobre coisas importantes de forma simples e direta também! Lembrando-nos que não devemos complicar quando é tão fácil ser feliz. Desde que se queira, é claro!
Não poderia deixar de comentar que adorei a tradução de Janaína Senna, que corajosamente deve ter adaptado o linguajar e as expressões idiomáticas americanas para o “nosso” português, dando muita veracidade aos diálogos deliciosos, que a meu ver é o verdadeiro tesouro dos livros da Diva Nora Roberts.
E, por último, porém não menos importante, após tantos livros lidos da minha autora favorita, não posso deixar de dizer que desconfio que o verdadeiro amor de Nora seja o CAFÉ! Leitor se você como eu já leu muitos e muitos livros dela sabe que nenhum de seus personagens passa impunemente por suas maravilhosas histórias sem beber várias e várias xícaras de café... Sem contar que Roarke - o grande amor da minha vida - conquistou Eve Dallas definitivamente - para meu profundo desespero - fornecendo um suprimento inesgotável do mais puro café! Rsrsrsrsr
No mais, é ler e ser feliz!
Fabricy 26/06/2017minha estante
Adorei a resenha Sueli!!! Estou lendo e adorando o universo criado pela Nora!!! É meu primeiro livro dela e já sinto que vou viciar....rs!




Caroline 28/04/2014

Pelo Carter, vale!
Sabe aquele dia em que você está uma pilha de nervos, estressada, com dor de cabeça e não tem analgésico que resolva? Bem, eu estava assim, sem querer pensar em nada, necessitando de algo leve e divertido que me fizesse relaxar. Foi exatamente o que Álbum de Casamento me fez. Relaxar.

É o primeiro de uma série de quatro livros, e cada um conta a história de uma das quatro amigas. Melhores amigas desde a infância, elas costumavam brincar de se casar e de organizar a cerimônia infinitas vezes, até que crescem e fazem daquela brincadeira sua profissão.

Neste primeiro volume temos a história de Mac, uma fotógrafa que registra o amor mas não acredita nele, já que seus pais se separaram quando ela ainda era uma menininha e se casaram novamente outras tantas vezes. Eis que surge Carter, um professor todo certinho que na época do colégio já era apaixonado pela Mac, que vai mudar sua vida para melhor.

Engoli as cem primeiras páginas e adorei. As conversas entre as amigas são deliciosas, bem realísticas e leves. Os preparativos dos casamentos e as próprias festas são divertidas e, de novo, bem reais. A Nora realmente tem o dom de visualizar cenas triviais de amizade e colocá-las no papel com destreza. São cenas em que você sorri e pensa "é assim mesmo que acontece". Mas, como nem tudo são flores, depois do primeiro terço da estória isso fica muito repetitivo e entediante. Chegou uma hora em que eu não aguentava mais ler sobre as flores da decoração, o desenho do bolo, o piti da mãe da noiva ou a organização da agenda da Parker, a amiga coordenadora dos eventos.

Não fosse o Carter, eu o teria abandonado. O Carter é o melhor desse livro, sem dúvida. Encantei-me com esse personagem e ele fez a leitura valer a pena. Um professor atrapalhado (leia atrapalhadíssimo), daqueles com PhD, apaixonado pela profissão. Um nerd super fofo, doce, carinhoso e romântico, que fez a Mac acreditar no amor.

É uma história pra lá de previsível, mas teve seus bons momentos, que, claro, contou com a presença do Carter. É a vida como ela é quando ela resolve ser bonitinha. Um livro bem açucarado, que remete àqueles filmes românticos que os homens odeiam e as mulheres adoram. Para dias estressantes, certamente uma boa pedida, mas nada imperdível.

? ? ? ? ?
? ? ? ? ?

Eris Lúcia 28/04/2014minha estante
Quando eu crescer quero aprender a escrever resenhas assim, rss. Sabe quando vc quer falar algo depois que leu um livro? pois bem, vc falou tudo que eu queria ter dito, rss. Parabéns Caroline, adoro o seu jeito leve de escrever. Abraços


Caroline 28/04/2014minha estante
Eris, querida, obrigada!!!
Você sempre gentil :**
bjs!


Carol 28/04/2014minha estante
Vc escreveu bem, mas não concordo.
Um livro que tras esse tipo de titulo e ainda é anunciado como quarteto de noivas, era de se esperar que teria todos esses momentos.Ou então não seria NORA ROBERTS, divissima na arte de nos conceber riqueza em detalhes


Caroline 28/04/2014minha estante
Carol, concordo que ela tem esse dom, inclusive escrevi na resenha que ela "tem o dom de visualizar cenas triviais de amizade e colocá-las no papel com destreza.São cenas em que você sorri e pensa 'é assim mesmo que acontece'". É um "quarteto de noivas" mas não precisa ser um diário/agenda de todos os eventos produzidos. Como eu disse, nas primeiras 100 páginas isso foi muito interessante, mas depois ficou repetitivo. Queria um pouco mais do romance e menos da agenda do evento, porque, independente do tema ser noiva ou qualquer outro, é um romance antes de tudo. Eu queria ter amado essa estória, mas me vi um pouco entediada em muitos momentos. E como já li muitos romances desse tipo que são bem mais atraentes, mesmo sendo água-com-açúcar, não poderia dar mais que 3 estrelas, apesar de ter gostado.


Saiane 09/01/2015minha estante
Olá Caroline!
Concordo plenamente com você. Cheguei a pensar que eu estava maluca, só porque estava entediada rs.
Realmente pelo Carter vale, mas pelo livro eu vendo...
Bjs!!


Janinha 01/02/2015minha estante
Eu também fiquei entediada com o livro. Pra mim, nem o Carter salvou...achei que eles poderiam demorar mais para perceber o intuito da Corrine, assim poderia dar um "gás" a mais no livro. Não gostei também das inúmeras repetições dos cafés e da "sócia vadia" e do "canalha traidor". É como você disse, uma boa pedida, mas nada imperdível.




Marina 23/05/2020

Clichê decepcionante e preguiçoso
Eu adoro romances e adoro histórias relacionadas a casamento. Eu li que era um clichê e gosto de clichês. O que não gosto é de histórias preguiçosas e esse é um livro preguiçoso. Nada demais mesmo, uma história ruinzinha, casal ruinzinho, 0 emoção. Comecei o livro com quase nada de expectativa mas imaginava que seria no mínimo decente e nem isso foi.
comentários(0)comente



Hobbits Leitores 21/05/2020

Álbum de Casamento, Nora Roberts
Mac, Emma, Laurel e Parker são amigas desde a infância e, também, sócias da "Votos", uma empresa especializada em organizar casamentos e outros eventos do gênero. Quando pequenas passavam incontáveis tardes organizando casamentos de mentirinha e, ao crescerem, transformam a brincadeira em um negócio sério e rentável.

No livro "Álbum De Casamento" - o primeiro de uma série de 04 livros - o leitor se depara com Mac, uma fotógrafa ruiva, dona de uma personalidade forte, independente e sempre com uma resposta na ponta da língua.

"[...] - Diga-me, que tipo de pássaro aparece por aqui? - perguntou, apontando para os dois belos comedouros.
- O tipo que voa. - Ela enfiou as mãos nos bolsos. Nenhum dos dois tinha se lembrado de pegar luvas. - Não entendo muito de pássaros". Pág. 47.

Com uma mãe manipuladora e um pai ausente, Mac acredita que relacionamentos sérios e casamento não foram feitos para ela. Por isso, a solução é sempre fugir enquanto é tempo. Todavia, a vida coloca Carter em seu caminho, o que faz com que sua rotina sofra drásticas mudanças.

Carter é um professor de inglês, super desastrado e tradicional, que tem uma paixonite por Mac desde os tempos em que ambos eram adolescentes. Será que depois de tantos anos, Carter conseguirá o amor de Mac?

"Ela não se afastou, empurrou-o nem protestou por ele ter se aproveitado do seu gesto amistoso, transformando-o em algo quente e selvagem. A primeira coisa que pensou foi 'quem diria'. Quem poderia imaginar que o professor de inglês, o cara legal que dava com a cara na parede, podia beijar daquele jeito?". Pág. 49.

Gente! É a primeira vez que leio um livro em que o protagonista é um completo desastrado. E confesso: gostei muito! Estava cansada de romances onde a mulher é uma pessoa desastrada, fútil e totalmente dependente. Portanto, adorei essa inversão.

"Ele se levantou todo desastrado, espalhando os papéis e deixando alguns caírem no chão.
- Ah, tudo bem. Não tem problema. Eu só estava...
Curvou-se para pegar os papéis ao mesmo tempo que Mac e bateu com a cabeça na dela.
- Desculpe, desculpe. - Ainda agachado, fitou-a nos olhos. - Droga.
Mac sorriu, o que fez suas covinhas aparecerem.
- Oi, Carter". Pág. 58.

A história conta com uma boa dose de humor, o que faz o leitor rir sozinho nos momentos mais inesperados, sem que isso seja algo forçado.

Mac é uma ótima fotógrafa, boa em lidar com os mais diferentes tipos de pessoas, fazendo com que se sintam confortáveis e guardem boas lembranças das etapas mais especiais de suas vidas.

"- Precisamos de um ângulo de três quartos, com os ombros mais para frente. Ótimo! Talvez fique bom se você abraçar a barriga por baixo. Está lindo. Só preciso ajustar a iluminação.
- Tem certeza de que não estou parecendo uma idiota? Desleixada? Estou me sentindo uma vaca que esqueceram de ordenhar.
- Rosa - disse Emma, suspirando. - Você está sexy.
Mac capturou a surpresa, o prazer e até o orgulho. Pág. 83.

Após reencontrar Carter (um professor muito fofo e atraente, diga-se de passagem), a vida de Mac sofre uma verdadeira reviravolta. Valores, até então tidos como imutáveis, passam a ser questionados pela fotógrafa de cabelos curtos, tornando a história ainda mais envolvente.

E, como não podia deixar de ser, Mac contará com o apoio de suas inseparáveis amigas, presentes em todos os momentos de sua jornada. Mais que amigas, uma verdadeira família.

"- Eles eram incríveis.
- Você também é. Não perco tempo com amigas que não sejam. - Tirou o porta-retratos das mãos de Mac e o recolocou no lugar onde estava. - Dê uma chance a si mesma. O amor assusta e, às vezes, é passageiro. Mas vale a pena correr os riscos e ficar nervosa. Até se machucar vale a pena". Pág. 154-155.

A diagramação do livro é perfeita. É uma leitura fácil, viciante e com certeza memorável. Só tenho a agradecer a Editora Arqueiro por publicar obras da minha diva e proporcionar aos leitores momentos prazerosos.

site: hobbitsleitores.blogspot.com
comentários(0)comente



Leitorajovem 04/04/2020

Álbum de Casamento
Ahhhh Mackensie e Carter são tão lindos, eles são opostos, sabe, mas se completam lindamente, Ahh os momentos desses dois são tão cheio de ternura, são fofos, sou totalmente apaixonada por esse casal, sei que é o 1° livro da série, mas até então é o meu preferido, provavelmente vou amar os outros também!

O Carter é tão atencioso, gentil, educado, extremamente fofo, sabe ouvir e dar conselhos no momento certo, é paciente, sarcástico de um jeito sutil, astuto, um pouco desastrado, tudo isso sem deixar de ser sexy. A Mac é divertida, ousada, se apega aos momentos, é esperta, é movida pelas emoções, ela sofre e se alegra com intensidade, é autoconfiante, e eles dão super certos juntos, é incrível a conexão deles, impossível não se apaixonar junto.

Eu amei que eles são abertos um com o outro, são sinceros, o fato de muita das conversas deles serem através de metáforas

Aproveitei cada momento dessa leitura, é divertida e apaixonante, tive vários momentos de sorrisinhos bobos, nossa fiquei vários querendo pular de felicidade por causa dos momentos românticos, os personagens secundários são também outro ponto que me deixou extremamente feliz, a amizade das meninas (Mac, Emma, Parker e Laurel) é incrível, um sonho de consumo haha elas estão lá umas para as outras, se apoiam, são mulheres que comandam um negócio bem sucedido, fortes, inspiradoras, tô muito ansiosa para saber mais da história de cada uma delas.


"O amor não é um conceito amorfo criado pelos livros e pela poesia e impossível de atingir. É real, vital e necessário."
comentários(0)comente



Leitora_coraçãodefogo 05/07/2020

Não tinha conhecimento da escrita da autora, mais curtir muito essa leitura, é um romancezinho bem água com açúcar, leve e divertido. Conta a história de quatro amigas que trabalham com organização de casamento: Mackenzie, Emma, Parker e Lauren cada uma exerce sua função, neste primeiro volume conheceremos a Mac, uma jovem apaixonada por fotografia, e muito dedicada pelo que faz.

Gostei muito de acompanhar odesenvolvimento da Mac, logo porque ela nunca pensou que encontraria o amor, ou viveria esses momentos de felicidades, porque deste de pequena presenciou o divórcio dos pais e deste então sua mãe terem outros casos amorosos e sempre descarregar seus términos na filha, mais um dia o amor bateu a sua porta, isso mesmo, estamos falando de Carter Maguire, um rapaz do tempo de seu colegial, que voltou para sua cidade e, é professor na mesma escola em que estudaram, Carter sempre teve um quedinha pôr Mac, mais nunca tomou coragem para se achegar, e tudo mudou apartir desse encontro inesperado....

"O amor não é um
conceito amorfo criado pelos livros e pela poesia e impossível de atingir. É real, vital e necessário"
Leitorajovem 27/07/2020minha estante
Meu favorito, a Mac e o Carter são tão, mas tãooo lindos aaa




Cyssa 26/02/2015

7 Motivos para não ler este livro
O livro retrata o dia a dia de um grupo de amigas, rotinas e diálogos muito comuns que chega a ser chato e desnecessário, Por isto listarei os motivos par se evitar a leitura:

1º Livro cansativo, só uma rotina simples e comum.

2º Falta um "clímax" , ou "um que sera que acontecera?", só pessoas que acordam comem e arrumam guarda roupas, nada de grandioso.

3º A escrita é mal dirigida o que a torna mal traduzida, requer muita atenção, por ex.: se existir vários personagens em um mesmo ambiente é difícil diferenciar quem esta falando cada frase.

4º A autora não conseguiu descrever personalidades bem feitas tem horas que todos parecem ser a mesma pessoa. Só a personagem principal se diferencia, nem seu par romântico (Carte) é diferente.

5º Em alguns trechos a ordem cronológica não faz sentido e os personagens mudam milagrosamente de local, o que faz você reler o mesmo trecho para ter certeza que não enlouqueceu.

6º Outra coisa que achei falha, todas as personalidades masculinas do livro, sem exceção, são extremamente femininas com hábitos exagerados, por ex.: um homem utilizar o termo "encantador" para se referir a outro. Homem é mais objetivo

7º A historia toda se passa em cerca de 1 mês e meio, tempo suficiente para a personagem principal que, tem um medo de relacionamentos, dizer "eu te amo" e noivar. Muito forçado

Foi o primeiro livro que li desta autora e sinceramente não recomendo a ninguém, e não tenho a intenção de ler outros redigidos por ela.
Obs.: Perdoem-me os erros de português.
Dai Michaelsen 25/01/2016minha estante
Até que enfim uma resenha que fecha com o que pensei do livro.
Estou lendo o terceiro da série e eles não diferenciam muito deste. Em todos os personagens acabem jurando amor eterno em um curto período de tempo e a estória e enfadonha.

Um dos livros que mais amo é da Nora Roberts, o "Doce Vingança" e nãos e assemelha em nada com estes, quando ela mescla o romance com suspense os livros dela ficam ótimos, apenas os água-com-açúcar é que não convencem :(


Ester Gualbertto 20/07/2016minha estante
Concordo com a sua opinião, história cansativa demais e totalmente previsível.

Gosto da autora, mas esse livro deixou muito a desejar.


Denise 09/02/2017minha estante
Nossa estou de pleno acordo! Não to conseguindo finalizar o livro de tão chato.. Achei a Mac chata e mimada, o Carter pelo amor, quanto baba ovo que chega a irritar, fico perdida nas falas tbm! Achei cansativo, sem historia e muito lenga lenga! Não continuo essa serie nem amarrada!




377 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |