A Morte de Sarai

A Morte de Sarai J.A. Redmerski




Resenhas - A Morte de Sarai


135 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Sah 15/05/2018

Sabe aquele livro que te prende do começo ao fim? É. O. Próprio.

O final é demais.

Bem, li a duologia "entre o agora e o nunca" e o "entre o agora e o sempre", da mesma autora e gostei, mas não amei. Já esta série, "Na companhia de assassinos", onde "A morte de Sarai" é o primeiro livro e simplesmente envolvente, emocionante!

Sério, você precisa ler este livro!
comentários(0)comente



Mayara.Souza 23/04/2018

Este livro é ótimo. Te prende do começo ao fim! Super recomendo.
comentários(0)comente



Dayanne 06/03/2018

Não sei opinar!
Vamos lá, eu li tantas resenhas boas sobre o livro, tantos comentários positivos, que cheguei a pensar, legal, vou ler um livro bom, e sinceramente?
Não sei opinar!
Sério, sem dramas.

Talvez tenha spoiler, mas tentarei ao máximo não dar.

Mas vamos lá, pra você entender, não farei resenha, darei minha sincera opinião.

Saraí: sério, essa garota tem sérios problemas psicológicos, e não estou falando com cinismo, estou falando sério. Você ficar em cativeiro por 9 anos, quando vê uma oportunidade faz de tudo pra fugir, e quando consegue, quando tem a chance de ter uma vida normal, a pessoa escolhe permanecer no lado negra da força? Só me diz que ela tem grandes problemas emocionais e psicológicos a tratar.

Victor: no início eu entendia ele, sério, mas depois? Não, o cara é egoísta, ele está vendo ela se auto destruir e continua permitindo que isso aconteça, apesar dele mesmo falar que quer dar a oportunidade dela de ter uma vida, chega de sofrimento. Mas não, tudo porque? Quer ela perto.
Mas no fim, eu gostei do que ele fez, pra mim agiu certo, depois de ter deixado cagar tudo.

E o romance? Forçado, e eu não chamaria o que eles tem de amor, ou paixão, nem sei se existe uma palavra pra definir, acho que seria desejo? Atração? Sei lá, só meio pah pum!

Se irei ler o segundo livro? Não sei, estou até com medo, porque nesse houve tantos comentários positivos e me decepcionei.
Já deveria esperar, porque a autora escreveu um livro incrível em Entre o agora e o nunca, mas cagou a continuação.
Se eu vier a ler O retorno de Izabel (continuação) será pra tirar a curiosidade e se vale a pena, vai que o primeiro foi meio blaaah pro segundo ser muito bom né?!
Assim espero, enfim, é isso.
Recomendo? Não, mas vai por sua conta em risco!
Pamella.Ribeiro 27/04/2018minha estante
Eu li um pouco do segundo livro e ñ tem nada a que temer, pode ler eu recomendo o segundo é muito melhor que o primeiro, se tiver errada pode brigar comigo ou me dá um sermão.




Nanda {@talvezumaleitura} 06/03/2018

A morte de Sarai
Mano do céu, devorei esse livro! Simplesmente não conseguia parar de ler, já começando o segundo.
comentários(0)comente



Coisas de Mineira 05/02/2018

A Morte de Sarai é o primeiro livro da série Na Companhia de Assassinos e apresenta Sarai, uma jovem que foi vendida aos 14 anos pela mãe para o líder de um cartel de drogas mexicano para se tornar mais uma de suas escravas. Determinada a sobreviver Sarai fez de tudo o que podia para, até o dia em que o assassino de aluguel Victor entrou em cena para uma negociação com o cartel e acabou proporcionando a chance que Sarai tanto precisava para fugir. O que ela não esperava era ser perseguida pelo chefe do cartel e muito menos que sua única chance seria Victor.

Sarai é uma personagem forte e corajosa que aprendeu a lidar com tudo que era imposto a ela, moldando sua personalidade através das situações em que se encontrava. Devido a isso em determinados momentos o leitor vai se questionar se ela é realmente uma vitima ou uma lutadora e por que tudo que ela viveu não a tornou fraca e sem motivação e vai descobrir que ela escolheu não ser uma vitima.

Que enredo, que trama, que ideia e acima de tudo que personagens, que livro, A Morte de Sarai é um dos thrillers mais emocionantes que li e a serie Na Companhia de Assassinos tem tudo para ser brilhante, uma mistura de suspense com romance, que me deixou do início ao fim sem fôlego, esperando o momento que eles seriam encontrados e tudo daria errado para Sarai. O livro é daqueles extremamente realistas, que te transportam para a história e dão a impressão que você está vivendo em tempo real tudo que esta acontecendo e isso foi um dos pontos mais altos da leitura, o quanto eu me envolvi com a história. Ao ponto de em alguns momentos eu me pegar imaginando se eu faria ou não o mesmo em naquele determinado.

Eu não sei vocês, mas eu amo livro assim, que me prende, mexe com as minhas emoções e me deixa o tempo todo ansiosa pela próxima página e ainda por cima é super rápido, o que não da tempo para tomar fôlego para o próximo baque e nem criar expectativa para a história, já que tudo acontece muito rápido e a única coisa que sou capaz de fazer é ler sem prestar a atenção em nada ou ninguém perto de mim.

Morte de Sarai é um dos livros mais bem escritos e desenvolvidos que eu já li, misturando momentos de pura ação a outros de romance ou desespero onde as vitimas se vêm em situação caótica de abusos tanto físicos como mentais, personagens que mostram as piores personalidades e atitudes em situações inimagináveis na luta pela sobrevivência, a história é mais que sobre uma jovem em fuga, mas a descoberta de quem ela será a partir desse ponto e onde ela se enquadra no mundo "normal" onde esse tipo de coisa não existe.

Por: Leh Pimenta
Site: http://www.coisasdemineira.com/2015/08/livro-morte-de-sarai-j-redmerski.html
comentários(0)comente



Raquel.Vila 01/02/2018

Viciante
Impossível não se apaixonar por esta estória. Os personagens são tão inpressionantes, com personalidades marcantes.
Este livro é sem dúvida um dos melhores que já li. Devorei em 2 dias.
comentários(0)comente



Leituras e Delírios 31/01/2018

A Morte de Sarai é o primeiro volume da série Na Companhia de Assassinos da autora J.A.Redmerski. Diferente dos outros romances publicados pela autora essa série tem uma temática bem mais sombria que pode chocar leitores mais sensíveis.

Sarai era uma menina típica americana com pais disfuncionais, sua mãe usava drogas e ela morava em um trailer no Texas. Até que sua mãe conhece Javier, um notório traficante mexicano que as leva além da fronteira e é aí que o pesadelo de Sarai começa. O homem fica um tempo com sua mãe até que se interessa mais por ela, que na época tinha apenas 14 anos. Hoje, nove anos depois, a garota vive uma vida de violência e terror, uma vida que ela não escolheu e uma vida da qual ela está prestes a fugir.

E é aí que entra Victor Faust, um homem aparentemente americano que foi contratado por Javier para assassinar um homem. Victor é a oportunidade perfeita para Sarai fugir daquele inferno, tudo que ela precisava era de uma chance para atravessar a fronteira e se ver livre daquele pesadelo que já durava anos. Porém nem tudo na vida fictícia são arco-íris e borboletas não é? Victor é um assassino e logo percebe que Sarai está com ele e ela fará de tudo para permanecer longe de Javier.

Aqui não há inocentes, muito pelo contrário. Victor e Sarai não são os típicos mocinho e mocinha, ele não é o cara no cavalo branco que veio para salvá-la e ela não é a mocinha totalmente indefesa e a vítima de tráfico humano. Muito pelo contrário, ambos são culpados de crimes diferentes, ele é um notório assassino, mas Sarai também muitas vezes viu e permitiu que coisas fossem feitas sem que ela fizesse nada.

Confira a resenha completa no blog!

site: http://www.leiturasedelirios.com.br/2018/01/a-morte-de-sarai-j-redmerski-na.html
comentários(0)comente



Camila 29/12/2017

Mais ou menos...
O primeiro livro da série "Na companhia de assassinos" vai contar a história de Sarai, que foi levada para o tráfico de mulheres quando tinha 14 anos. E de Victor, um assassino de aluguel, que não tem dó e nem hesita em enfiar a bala na cabeça de alguém.

Sarai era privilegiada, levando em conta que o "chefão" do negócio todo estava apaixonado por ela. Ela tinha acesso a coisas que nem de longe as outras tinham. E quando ela vê Victor, o primeiro americano que ela viu em 9 anos, ela vê a oportunidade de fugir e não pensa duas vezes.

E é aí que a história embarca.

Vou falar, no começo a história me prendeu. Eu estava adorando e me perguntando porque eu não comecei a ler antes. Mas no meio do livro a autora se perdeu, e acabei me vendo não prestando muita atenção no na história, estava lendo apenas para ver o final.
Não sei, esperava mais do livro e acabei achando o livro, sei lá, nem gostei, nem não gostei. Foi um livro que li, mas não me marcou e não vai ser um livro que eu vou lembrar.

O livro tinha tudo para ser maravilhoso, pelo menos para mim. Eu amo livros assim, a mocinha foge de um lugar que ela abominava e tenta se esconder e fugir junto com o cara maldoso e tal, e aí eles começam a se gostar e blá blá blá, bem clichêzinho mais adoro livro assim. E nesse aí, foi o que eu disse, tinha tudo para ser bom, mas a autora não soube conduzir a história. Do começo, até o meio do livro, eu estava amando a história, mas do meio para o final, o livro não sei o que aconteceu mais não prendeu a minha atenção.
comentários(0)comente



D* 04/10/2017

Vi tantas recomendações, mas fiquei frustrada, apenas 2 estrelas porque esperava um enredo mais impactante, o livro é morno. não me cativou muito.
comentários(0)comente



Grey 29/09/2017

Esperava mais... Bem mais
Faz muito tempo que quero ler esse livro. Aí quando saiu o segundo e autora anunciou que teriam outros, coloquei-o no fim da fila (pois detesto esperar eternidades pelas continuações).
A capa lindíssima, o livro tri badalado nas redes sociais, no Skoob e Goodreads. Altas avaliações e resenhas idolatrando tanto a autora, como a história. Por essa razão, eu já deveria ficar desconfiada, pois tendo a criar muitas expectativas e acabar me decepcionando. E foi o que aconteceu.
Quando comecei a ler, pensei “ta sendo promissor”. Um livro que tinha tudo para ser maravilhoso: com muita ação, sofrimento e amor. Mas como aconteceu em outros livros da autora... Focou só num romance barato e forçado entre os protagonistas.
Sarai foi vendida pela mãe aos 14 anos, vivendo por 9 anos em meio a estupros, morte e tortura, tanto física como psicológica, vivida por ela e outras meninas no mesmo “cartel”. Deveria ser uma crítica sobre as atrocidades que algumas pessoas vivem nesses ambientes e inserir o romance. Mas não... A autora se perdeu na narrativa desconstruindo o enredo e a personalidade dos protagonistas.
A autora me decepcionou quando fez com que Sarai se apaixonasse quase que instantaneamente por Victor. O que não faz qualquer sentido, uma vez que a ela vivenciou um grande trauma, sendo brutalizada por anos, e na primeira oportunidade, no “primeiro” contato com outro homem, já estar não só apaixonada, mas interessada sexualmente por ele? Forçado. Simplesmente não condiz com a realidade.
E isso que eu amo romance. E o acho sempre necessário em qualquer livro. Mas a forma como foi abordada o romance entre Sarai e Victor é que não gostei. A história se perdeu, como se o início do livro fosse escrito por uma pessoa, no meio por outra, e o final uma fusão das duas. O que me desagradou.
Eu achei a história boa. Mas não tanto quanto achei que gostaria.
Kassi 29/09/2017minha estante
Eu comecei a ler esse livro, mas pra mim não rolou :(


mare 29/12/2017minha estante
nossa, concordo totalmente com você, uma estória que tinha TUDO pra ser foda se tornou um romancinho MORNO e forçado entre os protagonistas.... ao todo é um livro apenas pra passar o tempo




Paula Faria @blogliteralmenterosa 23/09/2017

Adrenalina por todos os lados, instigante e emocionante!!
Sarai, uma jovem adolescente cheia de planos e sonhos, viu sua vida ruir quando foi levada pela mãe para o México, para viver com um poderoso traficante de drogas e mulheres, que se apaixonou por ela e a mantinha em cativeiro, até o dia em que ela aproveitou a visita de um assassino de aluguel e viu ali a chance de fugir do seu algoz.
Ela tenta de todas as maneiras seduzi-lo e ameaçá-lo, mas Victor é diferente, conviveu, assim como Sarai, desde cedo com a violência e a morte, seus esforços são em vão. Mas as circunstâncias tomam um rumo diferente do que os dois planejavam, com isso Victor resolve ajudar Sarai a fugir dali e ao mesmo tempo se ajudar, já que ele guarda muitos segredos, mas as coisas não serão fáceis e o que começou como uma simples fuga, se tornou em uma caçada mortal, onde qualquer um é seu inimigo e a única certeza é o caminho certo para a morte.
Apesar de todos os perigos Sarai se sente presa a Victor, um assassino frio.
Mesmo sabendo de todos os riscos, Victor sente algo inexplicável por Sarai, algo novo, que pode deixar os dois vulneráveis e o fazer questionar algumas escolhas.
Preciso dizer que o livro é intenso demais, envolvente demais e surpreendente demais, a leitura te deixa preso, instigado e cada capítulo, cada acontecimentos te tira o fôlego, a razão, te deixa com medo, mas te faz vibrar.
Sarai fez o que foi necessário para sobreviver em seu cativeiro, foi inteligente, forte, conviveu com a maldade, mas foi esperta o suficiente para traçar um plano em sua mente, bem calculado para quando chegasse a hora de ir e ela chegou. Victor um assassino tão frio quanto sagaz, intenso e que exala poder, frieza e sensualidade pelos poros. Os dois se envolvem em uma teia de acontecimentos que os levam a ser perseguidos, o que nos rende muita ação, muito tiro, porrada e bomba nesse livro. Tudo que tenho a dizer é que o livro é maravilhoso demais, surpreendente demais, eletrizante e forte de várias formas, estou apaixonada pela escrita da autora e sim, quero ficar mais na companhia de assassinos!!!
comentários(0)comente



Bruna 10/09/2017

Que leitura, tensa, sexy, sugestiva e violenta!
"Demonstra todos os sinais de ter perdido a capacidade de residir de forma adequada ao medo e ao sinais de perigo. Esta insensível ao perigo, e isso por si só é uma sentença de morte". ⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀

Que livro tenso! Na maior parte do tempo meu corpo estava em alerta, tenso e em expectativa, assim como os personagens.
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
Sarai era vítima do tráfico de mulheres e estava trancafiada e ao bel-prazer do seu dono no México, é assim que vou a grande chance de fugir agarrou contidas as forças. Só não podia ter escolhido herói pior, mentira, podia sim, ela deu uma baita sorte em se enfiar no carro de Victor durante sua fuga. ⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
Victor é matador de aluguel e diga-se de passagem, dos bons, do tipo pé no chão e coração na geladeira. Mas em seu trabalho ele não faz a linha autônomo, na verdade é o número 1 de sua Ordem.
Mas ao ajudar Sarai ele não somente coloca a missão em risco, mas também a vida dela e dele. Mas ele está disposto a se livrar da moça, e não tô falando de colocar no ônibus e dar tchau, se livrar está mais pra game over na vida dela. Porém nem tudo é como queremos.
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
Sarai está a tanto tempo sobrevivendo que NADA lhe provoca medo. É como se ela fosse incapaz de sentir, estivesse apática a sentir. Tudo o que ela tinha foi tirado, inclusive a capacidade de voltar a ter uma vida "normal", ter os sonhos comuns de alguém da sua idade. Ela foi totalmente corrompida e Victor percebe isso na garota, na verdade isso o apavora, mas uma relação entre eles está fadada a velório duplo então talvez ele faça algumas escolhas que ela desaprovaria e ela termina esse livro nos deixando em total expetativa e depois de um longo tempo ela parece ter algo família despertando vida nela.
⠀⠀ ⠀⠀ ⠀
Que leitura, tensa, sexy, sugestiva e violenta, SOCORRO, estou preocupada com meus gostos hauaha! Amei! Mal posso esperar pra continuar a série!

site: https://www.instagram.com/naoemprestolivros/
comentários(0)comente



Xanda 04/09/2017

Surpreendente
Não esperava muito... maaaas me surpreendeu. Amei.
comentários(0)comente



Kelly Martinez 29/08/2017

Nesse primeiro livro da série Em companhia de Assassinos, somos apresentados ao casal central da história, Sarai e Victor, e a personagens secundários, Niklas e Fredrik!
E posso falar... a essa apresentação surte efeito! A autora consegue te jogar no meio da trama, e qdo vc menos espera já tá torcendo pro Victor "dar uns pega" na Sarai, já fica com um raiva no Niklas e tb muito intrigada com a presença do Fredrik!
É óbvio que o livro vai além desses personagens e mostra umas situações que realmente existem na vida real, como abuso sexual, tráfico de drogas e assassinatos... mas o mais interessante é que o leitor consegue transitar nesse mundo marginal sem nenhum tipo de asco... muito pelo contrário.... a autora de deixa com sede ... com curiosidade ... com vontade tamanha de continuar com a história que sem perceber, o leitor, foi assim comigo, já se vê lendo o segundo livro da série!
O romance cumpre seu papel... direitinho...
Recomendo!!! E já estou indo pro segundo livro!
comentários(0)comente



Joy Mattos 14/08/2017

{ RESENHA } A Morte de Sarai - J.A. REDMERSKI
Diferente de tudo que já li esse livro com certeza superou qualquer expectativa que tinha , mais uma vez estou encantada pela escrita da autora e a trama incrível , os protagonistas tão bem construídos, a J.A REDMERSKI com certeza evoluiu muito desde “Entre o Agora e o Nunca” deixou de lado aquela sua narrativa cheia de palavrões surpreendendo a todos , os personagem vão evoluindo conforme as paginas vão passando surpreendendo a todos e ao leitor.

Sarai só tinha 14 anos quando sua mãe a levou para viver no México ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres que acredita estar completamente apaixonado por Sarai , desde a morte de sua mãe ele a mantem em cativeiro , mesmo não sofrendo maus tratos ela acaba convivendo com meninas que não tem a mesma “sorte” (se podemos chamar de sorte) , conforme as paginas vão passando você acaba percebendo um pouco mais da personalidade de sarai , ela é corajosa mais fria e fará de tudo para sobreviver .


Do outro lado da moeda temos Victor um assassino de aluguel que mata porque e tudo que conhece desde de pequeno treinado pela “ordem” para ser o melhor, é uma vida na onde não se pode sair vivo, nem mesmo se ele quisesse.

O livro narrado por ambos da uma amplitude mais densas dos fatos é incrível como cada personagem mesmo que diferente sejam tão parecidos ELA mata por vingança e raiva, já ELE mata porque é tudo que conhece raiva e violência.
Uma narrativa que é mais sombria mas viciante envolvendo duas pessoas dispostas a tudo para sobreviver ..

site: http://livrosesussuros.blogspot.com.br/2015/06/resenha-morte-de-sarai-ja-redmerski.html
comentários(0)comente



135 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |