O Homem mais inteligente da História

O Homem mais inteligente da História Augusto Cury




Resenhas - O Homem mais inteligente da História


242 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Thiago Fernan 18/01/2017

Tão rico e tão pobre...
Umas das premissas neste livro é o de "se reinventar", "quebrar preconceitos" para atingir novos conhecimentos e experiências. Nessa perspectiva, tentei me livrar dos preconceitos que eu já nutria pelo trabalho romancista de Augusto Cury. Preciso deixar claro que sou admirador de suas ideias, de modo que a contribuição acadêmica nos âmbitos nos quais o autor estar inserido são inegáveis. Augusto Cury é sim um pensador notável nos dias atuais.

Todavia, mesmo estando de braços abertos para este livro tão aclamado, não posso esconder a minha decepção com os aspectos literários. Ouso dizer que se o manuscrito deste livro fosse repassado a alguma editora, tendo o seu autor no anonimato, dificilmente ele seria publicado. Isso para não falar nos erros de ortografia e de edição que encontrei.

Os fatos são inverossímeis - isto é, é difícil conceber muitas das cenas na vida real. Há presença de inúmeros flashbacks que tornam a leitura quebrada e não linear. Os personagens são dotados de uma superficialidade incríveis. Isso evidencia-se na mesa de debates: os dois cientistas ateus e os dois religiosos são tão mal aprofundados e concordantes entre si, que em certos momentos o leitor se esquece que o tema principal do livro é tratado com tanta "polêmica", "ineditismo", "revolução" e tem a intenção de colocar duas partes antagonistas em confronto: razão x fé.

O livro apresenta muitas das ideias de Augusto Cury. Todavia, a quantidade de metáforas presentes de cabo a rabo tornam a leitura maçante e cansativa. O autor pinta os conflitos da mente humana de um modo tão romântico que esquece de apresentar as reais ferramentas para que o leitor faça essa viagem introspectiva tão prometida.

Sob o ponto de vista acadêmico, ao analisar a formação da inteligência de Jesus, Cury esquece de apresentar passagens bíblicas efetivas que sustentem todo o debate. Boa parte da apresentação dos personagens bíblicos (Lucas, Paulo, Maria, Jesus) se dá por meio de sonhos que os personagens da trama têm. Onde estão as evidências concretas onde os "renomadíssimos" acadêmicos da trama se sustentam?

De modo geral, acredito que Cury engrandeceu demais a sua própria busca ao tratar do "homem mais inteligente da história" sob a ótica das ciências humanas. As suas conclusões não fogem tanto assim do que o próprio Novo Testamento apresenta. É bem verdade que tratar de conceitos e teses da psiquiatria no "cru", numa primeira ocasião, não despertará a curiosidade dos leitores para ideias tão ricas. A proposta de Augusto Cury em trazer isso na forma de romance é uma tarefa de fato desafiante. Mas, após a leitura desta obra, sou levado a não gostar partindo da ótica literária. Também poderia discorrer ainda mais sobre o livro. Mas finalizo dizendo que o que fica de positivo desta leitura, infelizmente, é bastante utópico.
Ralef R.N. 26/01/2017minha estante
Faço das tuas as minhas palavras. ;))


Asaf 19/02/2017minha estante
Thiago, eu ainda não li, mas você não vai querer ler nenhum dos outros volumes? Talvez essa utopia apresentada por você se torne em uma ideia relevante e realista a partir dos próximos volumes.


Thiago Fernan 21/02/2017minha estante
Oi, Felipe! Então, conheço outros trabalhos dele e, dentro dos romances, apenas o Futuro da Humanidade me chamou a atenção. Ele é realmente bom. Mas, quanto a esse acima e à sua continuação, sinceramente, não me despertou a curiosidade para ler. Possivelmente, possa ser que eu venha a ler para quebrar essa má impressão que ficou. Mas, não te desencorajo da leitura. Foram as minhas impressões e, vendo as resenhas do skoob, o pessoal parece ter tido uma visão diferente da minha. ^^


Asaf 21/02/2017minha estante
Sim. Me parece mesmo que gostaram bastante. Eu lerei com certeza. Estou bem curioso. Obrigado pela crítica. Sério. Poucos são os que criticam com consciência. Se é que me entende.


Junior 17/07/2017minha estante
Thiago, gostei dessa análise sua. Pensei parecido, mas vc escreveu bem. Tem momentos que o livro parece coisa de amador...rsrs


Rafael Garófalo 30/10/2017minha estante
Exatamente o que pensei. Creio que o maior problema é que o livro não apresenta argumentos convincentes para sustentar a tese de que o ateu radical virou um simpatizante (no mínimo). Esperava bem mais e também me decepcionei.


Dinarte 29/01/2022minha estante
Finalizei.
Sinteticamente o livro relata a jornada de um psiquiatra e cientista que fora desafiado a estudar a mente de Cristo. Recusou os desafios (por ser um ateu convicto) alegando que não existira nenhuma fonte confiável sobre a história de Jesus, já que todas teriam uma visão "idolatra" do pensador. Após o falecimento de sua mulher, ficou abalado emocionalmente e, junto com amigos pesquisadores (2 teólogos e 2 psiquiatras), partira a estudar a fundo a mente de Cristo. Apesar do final ser aberto, concluiu-se que Jesus foi o homem mais inteligente que já pisou no planeta.


Recomendo bastante!!
Fácil leitura: te provoca a pensar bastante sobre o mundo atual, principalmente no âmbito das emoções




Jéssica 27/02/2021

O que eu posso dizer sobre..???
É triste terminar um livro e não ter nada de bom para falar dele.
Não senti a emoção que o autor tentou colocar nas histórias, não senti conexão com os personagens.
Mas mesmo assim um livro nunca é totalmente inútil, para mim ele pode não ter sido bom, mas isso não quer dizer que outro leitor goste dele.
Tenho uma filosofia comigo, livros falam diferente com cada pessoa, só basta darmos uma oportunidade.
comentários(0)comente



Lucas 24/01/2021

Envolvente... Porem, falta algo.
O livro tem seus prós e contras.
Até certo ponto é envolvente, a trama por trás de cada personagem, suas histórias, seus comportamentos, são uma base para o que o livro se propõe, que no caso, é mais sobre saúde mental, controle emocional, do que realmente estudar a mente de Jesus.

No que o livro se propõe ele é fenomenal, me lembro várias vezes de ter parado a leitura para refletir sobre algumas falas e pensamentos do psiquiatra mais famoso do mundo abordado no livro ( e ter percebido que meu índice de GEEI é elevadíssimo haha).

Agora sobre a trama por trás de desvendar a mente de Jesus, não me convenceu muito, alguns acontecimentos são muito genéricos e certa parte fica até previsível.

Resumindo o livro é ótimo, para refletir sobre como nós temos gerido nossa mente e emoções, e ele se utiliza de Jesus, como a pessoa que fez essa gestão da mente de maneira como nenhum outro.
comentários(0)comente



Leonara 16/08/2022

O livro é bom, mas os dialogos e a vida pessoal de Marco Polo ao meu ver estragaram toda a experiência do livro.
Se o autor tivesse focado na mesa redonda e apresentado fatos históricos, cientificos e até mesmo religiosos durante seus estudos no lugar de apresentar sonhos teria sido perfeito. Deixou a desejar bastante, so vou ler a continuação porquê infelizmente já comprei.
comentários(0)comente



ana 20/09/2020

Incrível
No começo demorei paga gostar da leitura, mas depois de um tempo a leitura ficou incrível. História linda.
comentários(0)comente



Helen.Francineli 11/10/2020

A análise de Jesus pela ótica psicológica é uma abordagem nunca lida por mim, até o momento. Fiquei encantada ainda mais com a inteligência de Cury nessa obra.
comentários(0)comente



val 03/10/2020

Interessante
Interessante análise da inteligência emocional de Jesus contada via romance. Seria melhor se simplificados os termos frequentemente utilizados pelo autor.
comentários(0)comente



Ju Abreu 06/08/2020

Gostei de muitas das reflexões do livro. A história de Jesus é realmente muito bonita e estudar sua personalidade é algo incrível, que engrandece e acolhe nosso coração.
O que não gosto muito no livro é essa forma de escrita... me parece um pouco ?forçada? a forma como a narrativa se constrói. Talvez se o livro fosse logo escrito sem essa história por trás, mas sim para estudar a personalidade e a gestão da emoção de Jesus, acho que teria conquistado mais minha atenção.
Mas, no geral, é um bom livro e traz ótimas reflexões sobre a vida e personalidade do Mestre dos mestres.
comentários(0)comente



Alice @leituras_da_alice 20/03/2021

Poderia ser melhor
O início é bom, a gente conhece Marco Polo, sua família e um pouco dos seus feitos. Após ser desafiado várias vezes para estudar Jesus Cristo sob o viés das ciências humanas ele acaba cedendo e montando uma mesa redonda com mais três pessoas, dois cristãos e ele e mais um ateu.
-
A proposta do livro é muito boa e se ficasse focado apenas no estudo, o livro seria excelente, porém a narrativa do livro me incomodou demais, que principalmente porque as coisas eram muito convenientes e fantasiosas, já que em outras circunstâncias tais coisas não aconteceriam.
-
Sobre o estudo, eu achei que deu certo, mas não me animou a querer ler a sequência. Tinha muita curiosidade em ler algum livro do autor por saber quem ele é, mas acho que vou esperar um pouco até ler um outro livro dele ou parecido..
comentários(0)comente



Erika.Giovana 24/05/2020

A obra tem como tema central o estudo da mente do homem Jesus Cristo. Narra a aventura de um médico psiquiatra pesquisador e ateu, chamado Marco Polo, que aceita o desafio de analisar o comportamento de Jesus, a partir da perspectiva da ciência, mas não da religião.
Um livro que traz grandes conhecimentos e experiências. Excepcional!
comentários(0)comente



A Ilusionista 06/05/2022

Tudo sobre gestão emocional
Nem sei explicar o quanto que amei esse livro! Desde o começo na senti que seria uma leitura diferente e tentei sempre fazê-la de forma ativa, marcando e anotando alguma coisas das quais achava importante. E foi simplesmente perfeito, com certeza aprendi muito com o livro e tento cada dia seguir os passos dos quais aprendi :)
comentários(0)comente



Adilson Ribeiro 18/01/2021

Gostei muito do livro, confesso que comecei a ler com receio devido a ler algumas resenhas de leitores que não gostaram. Comecei com olhar crítico mas, foi mudando ao decorrer do livro. O que me fascinou foi ver Jesus de uma forma diferente, entender que Ele teve dificuldades e obstáculos como humano, sofrerá e muitas vezes foi deixado de lado. Entender a mente e como Homem mais inteligente da história viveu é fascinante. Indico a leitura para quem deseja entender quem foi Jesus em seu corpo humano.
comentários(0)comente



Jenni 24/05/2021

Achei o inicio um tanto lento, mas após alguns capítulos passei a gostar mais. Mesmo sendo um livro de ficção achei que faz questionamentos muito coerentes, que fazem a gente refletir o quão extraordinário deve ter sido conviver com Cristo, e quão grandes foram as provações passadas por Ele. E o final te deixa com vontade de ler a sequência.
comentários(0)comente



Amanda 04/11/2020

Pra quem curte Augusto Cury
Não sou fã do autor, principalmente pela escrita romantizada. Li por indicação e a ideia do livro em sim é muito boa, mas poderia ser melhor!
comentários(0)comente



Amanda Mendonça 01/02/2021

O Homem mais inteligente da história.
Um livro que contém um pouco de romance. Mas que na maior parte explana de forma inimaginável a história do maior homem que já habitou este mundo (Jesus). Principalmente, de como conduziu tantas pessoas a terem sucesso emocional.
Saber lidar com as emoções, com a forma como trabalhamos nossa mente hoje, é difícil, ainda mais num mundo tão diversificado como o nosso. Augusto Cury, nos traz de forma importante como devemos cuidar de nossas emoções psíquicas, e como precisamos superar as nossas vulnerabilidades emocionais. A forma como o homem mais importante da história (Jesus) habitou nesse mundo e de como ensinou os seus da época a serem protagonistas de suas vidas foi incrível. O livro é ótimo!
comentários(0)comente



242 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR