O Arcano Nove

O Arcano Nove Meg Cabot




Resenhas - O Arcano Nove


152 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |


Virgínia 28/10/2010

Desânimo...
Nesse segundo livro da série já bate o desânimo...ele é extremamente repetitivo, volta muito as estórias passadas, é como se autora não tivesse nada de novo para apresentar...o romance tem pouco espaço e isso na minha opnião a tornou desenteressante e massante.
comentários(0)comente



Roberta Nunes 01/01/2010

Ótima sequência
"O Arcano Nove" é uma sequência muito legal da história de Suze, a garota mediadora.

Repleto de aventura e mistério, há umas partes memoráveis, como a cena do aquário, já quase no final. Há mais "ação" do que no primeiro da série, mas o toque de romance também está presente, assim como o bom humor típico da Meg Cabot.

Nessa etapa, Suze está descobrindo poderes (como invocar os espíritos quando necessário), tendo novas experiências (seu primeiro beijo!), lutando para não se apaixonar por um certo "morador" de seu quarto e cada vez mais se adequando à vida na Califórnia.

O personagem Jesse está mais fofo do que nunca nesse livro (adoroooo quando ele trata a Suzannah por "hermosa") e é bonitinho vê-lo com ciúmes do Tad (como na cena do carro).

Essa série REALMENTE promete, pois pelo que vi são livros super gostosos de ler e que deixam a gente esperando ansiosamente pelo próximo. E tenho que dizer: Suzannah é uma das personagens mais bacanas da Meg - sarcástica, decidida, forte, esperta...

Vale muito a pena e recomendo.
comentários(0)comente



Michele 15/11/2010

A Mediadora - O Arcano Nove
Comparado ao primeiro, o livro é mais curto e mais fraco. Talvez seja a maldição do segundo livro, uma vez que tanto “Harry Potter e a Câmara secreta” como “Lua nova”, da saga “Crepúsculo”, parecem ser os mais chatos de suas respectivas séries. No entanto, chato não é adjetivo certo de “O Arcano Nove”, só que comparado ao primeiro, “A Terra das sombras” e ao terceiro, “A reunião”, ele é o que menos mostra desenvolvimento dos personagens.

Ainda assim, continuo sugerindo a série “A mediadora”, Suzannah nos faz rir e nos divertir com sua teimosia e suas histórias. “O Arcano nove” é um livro super recomendado, principalmente para aqueles que adoram um romance policial!

comentários(0)comente



JorgeMota 24/07/2010

Quero uma mediadora pra mim...
O primeiro beijo de uma menina deve ser difícil. Ainda mais em se tratando de Suze. Por ela ser tão espontanea, imagina-se que a coisa seja fácil, mas ela só faz complicar mais ainda.

E o que dizer de um primeiro beijo presenciado pela pessoa que você gosta? E o que dizer se essa pessoa já tiver ido embora? Embora mesmo... Morta!

???

Nesse livro, que li em divertidas 22 horas, Suze conhece um novo rapaz. Ele se mostra simpático e atraente, mas o que a faz ter diferentes medos é conhecer seu pai, que diz ser um vampiro.

Um grande incêndio acontece e, como no primeiro, Suze saí com uns bons machucados. "O arcano nove" é melhor que "A terra das sombras" e te deixa grudado do começo ao fim.
comentários(0)comente



Poli 26/10/2012

Acho que Meg percebeu que fantasmas com força descomunal e Mediadora temperamental que sai batendo em todo mundo, que descreveu no livro anterior, meio que tava cansando. Já tava quase me arrependendo de ter comprando TODA A COLEÇÃO. Mais eis que surge uma engenhosa trama, li em menos de dois dias. Dessa vez PONTO PARA A MEG. Imagino que no desenrolar dos outros livros estaremos assistindo o amadurecimento de "Suzanninha", juntamente com o do romance com o fantasma gato do quarto dela. (Tomara que tenha um climax, pq se não... Exijo um outro último livro da série). Pronto falei!


comentários(0)comente



Laís 15/01/2012

Sem dúvidas alguma o jeitinho de Suzannah me faz rir muito. No fundo todos temos a certeza que ela não passa de uma garota insegura, que perdeu o pai cedo e deseja ter muito a atenção da mãe.

Esse livro me prendeu mais do que o volume 1, convenhamos. Mas, ainda sim não é uma história perfeita. Faltou algo, não sei o quê, mas faltou. Fiquei muito ligada a história dos Beaumont, sem dúvidas foi uma coisa muito bem bolada por parte da Meg (ela me surpreendeu muito no fim). Podia jurar que existia mesmo vampiros no meio dessa história toda, em alguns momentos até fiz minhas apostas.

Em "O Arcano Nove" conhecemos o deus (quase) grego Tad Beaumont, que é um fofo, mas não chega aos pés do Jesse, meu fantasma de mais de 150 anos. O que eu realmente não gostei no Tad foi ele só falar em basquete. Suze é confrontada pelos seus reais sentimentos por Jesse, e tenta por tudo nesse mundo não se apaixonar por ele. Só que agora é tarde demais né? Impossível não se apaixonar por pelo Jesse-Lindo-Fofo. Achei digno a Suze se envolver com outro rapaz porque o Jesse está fazendo jogo muito muito duro: ora ele finge não se importar, ora ele tem ataques de ciúmes. Se decide né gato?

É fantástico o jeito com que a Meg coloca a Suze nas mais loucas situações, você fica rindo sozinha em alguns momentos, se perguntando: "Deus, isso é possível?" Claro que é. Pra diva Meg tudo é possível. Eu realmente amo a Suzannah porque ela não é uma mocinha convencional, e mostra literalmente sua força nesse livro. E precisamos mandar benzer a Suze, porque ela só arruma namorados carregados de problemas, vou te contar viu? De modo geral o livro é bem leve e divertido, pra ser lido numa tarde na piscina com um suco de laranja, curtindo o verão. Ah, deixando claro: que cena mais linda entre a Suze e o Mestre hein? Juro, ficou incrível. Eu gosto muito dele, e acho que ele devia ter mais participação na história, ele pode contribuir e muito pro livros.

Tenho que confessar uma coisa: "O Arcano Nove", só foi eu que achei esse título meio vago pra toda a história nesse livro? Agora, é esperar pelo próximo volume (Reunião) e ver em qual aventura a Suze vai nos meter, né?
comentários(0)comente

Babi 16/01/2012minha estante
Ainda não li essa série da Meg =/


Laís 16/01/2012minha estante
É legalzinha sabe? Mas não é aquela coisa toda não. É bem infanto-juvenil mesmo.




deniseayres 18/03/2011

Realmente era certo, essa série não pode ser desprezada.
É deliciosa de se ler.
Você lê 100 páginas sem sentir e quando tem que interromper a leitura é com muito pesar.
Suzannah está bem adaptada a nova vida que leva.
Sua popularidade está em alta e ela tem um "super parceiro" na prestação de serviço de mediadora, padre Dom.
Durante uma festa, na casa de uma das meninas mais populares da escola, Suzannah conhece o rico e charmoso Tad Beaumont, com quem tem oportunidade dançar pela primeira vez.
Eu explico!
Suzannah sempre foi vista como uma menina estranha, pouco popular e encrenqueira. Tudo devido seu dom de mediação.

Ver, falar e orientar mortos pode parecer muito estranho aos olhos dos outros.
Sem contar que esses mortos adoram aprontar.
Como explicar o que só Suzannah vê?
Com isso, Suzannah sempre desfrutou só da amizade de Gina, nunca saiu com garotos e conseqüentemente nunca foi beijada também.
Assim, podemos imaginar como essa inocente dança mexe com os nervos da moça.
Ao mesmo tempo, Su continua dividindo quarto com o fantasma do "caliente" espanhol Jesse, que mexe mais ainda com o coração dela.
Ela sabe que não pode se envolver com ele (ele ESTÁ morto!!!) mas o coração nem sempre é obediente e ele bate mais forte quando Jesse está por perto.
Nada é fácil na vida dessa menina.
Numa bela noite, surge o fantasma de uma mulher em seu quarto chorando desesperadamente, pedindo que Su transmita um recado importante para um tal de Red.
Mesmo querendo, ela não poderá ignorar esse apelo.

Suas investigações para saber quem é Red, a elevam a família de Tad e a um serial killer, a colocando em enorme perigo.
Meg não perde a linha, continua com o mesmo humor satírico do primeiro livro e a história só evolui.
Suzannah é a encrenqueira, mau humorada mais charmosa que já acompanhei e Jesse, ainnnn Jesse, quem me dera ser assombrada por um bom moço desses...

Terra das sombras
Arcano nove
Reunião
A hora mais sombria
Assombrado
Crepúsculo

http://mybookis.blogspot.com/
comentários(0)comente



Matheus Braga 30/12/2012

Arcano Nove - Meg Cabot
Fala galera, tudo em paz?

Quem leu a resenha do primeiro volume da série sabe o quanto sou fissurado em Suzannah, seu jeito maluco de lidar com as ocorrências do dia-a-dia, seu temperamento explosivo e acima de tudo, seu gancho de direita. Rsrs

O segundo volume da série é um pouco mais sombrio e envolvente que o primeiro, já que não se faz necessário pontuar as características dos personagens, nem do mundo criado pela autora, dando maior espaço para a trama e não para as temíveis descrições.

O suspense começa quando uma mulher, fantasma, começa a gritar ao lado da cama de Suzannah durante a madrugada, dizendo que o Red não era responsável por sua morte e que ele precisava saber disso, desaparecendo logo em seguida. O que nos leva a perguntar quem é Red, bem como quem é o projeto de Christina Aguilera que não deixa nossa querida protagonista dormir.

Em seguida, Suze começa a bancar Sherlock Holmes e visita até a tia cartomante maluca de uma de suas amigas. O interessante desta visita é que a cartomante revela um pouco mais sobre os poderes de Suze, dizendo que ela era o Arcano Nove (que eu não posso dizer o que é por ser spoiler XD)

O que me desagradou neste livro foi Mestre, apelido “carinhoso”, que Suze deu a um dos filhos do marido de sua mãe (o ex-marido, pai de Suze está morto), tudo o que ele fala parece algo saído de uma pagina do google. Tudo bem que existem pessoas superdotadas, mas creio que a Meg poderia ter suprimido um pouco esta qualidade do personagem já que nós não queremos saber sobre vulcões ou sobre o clima quando alguém esta preste a desvendar um assassinato.

Bom pessoal, como os livros da Mediadora são livros fininhos, não posso me exceder muito na resenha pois posso soltar algum spoiler sem perceber. A diagramação e a capa estão perfeitas.

Abraços,
Matheus Braga - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/
@MatheusBragaM
comentários(0)comente



Larissa 10/01/2010

Este segundo volume da série continua bem ao nível do primeiro. Agora temos Suzzana envolvida em novos episódios, descobrindo seres que ela sempre julgou não serem reais e ainda mais atraída pelo charmoso Jesse.
Só me resta ler os próximos para ver esse romance deles sair do canto.
comentários(0)comente



Cristine 06/10/2011

Mais uma vez Susanah confundiu tudo e criou a maior confusão
sorte que ele tem o tudo de bom do Jesse para ajuda-la
comentários(0)comente



Lala Snow White 08/07/2012

Mantenho a mesma opinião quanto ao primeiro livro da série.
Leitura leve, rápida e divertida.
Os acontecimentos ocorrem num curto espaço de tempo também, mas achei que fez um pouco mais de sentido que no primeiro.
Sem muitos comentários relevantes sobre esse livro.
Gostei. Ponto.
comentários(0)comente



Vanessa Sueroz 06/04/2010

A série começa a ficar boa
Todos os livros da série são bons, mas esse parece que é o marco unicil, principlemten sobre a paixão dos dois, já que nele já começa mostrar o ciume do Jesse.

As coisas como sempre esta bem complicadas para a Suze, e tudo parece que esta perdido, mas a quando as coisas se resolvem ela vê que tudo estava debaixo do seu nariz o tempo todo.
comentários(0)comente



Cris Paiva 19/02/2015

Eu li o primeiro livro há anos atras, acho que foi em 2004, e nem sabia que tinha continuação, um dia no sebo, achei outros da série, o 2, 4 e 5. Comprei, mas fiquei sem poder ler, por que detesto ler serie incompleta, chega a me dar perebas. Esses dias consegui os dois que faltavam e tcharãm!! Maratona de leitura ai vou eu!!! KKkkk

O Jesse é tão fofo quanto eu me lembrava, mas tinha esquecido que a Suze era tão esquentadinha!! Com ela não essa de fantasminha com crise de identidade, de "coitadinho ele esta revoltado", que nada! Ela ja chega e vai chutando as bundas dos falecidos para o outro mundo. E a nova missão dela, de dar um simples recado, acaba arrumando um novo candidato a namorado, o Tad. Acho que o Jesse não vai gostar nada disso...
O livro é bem juvenil, não foge ao estilo da autora. E a Suze é uma figura! Você fica tão envolvida com as maluquices dela que nem percebe que o livro já acabou. É sério, o livro acaba e você nem vê!! Ainda bem que fiz estoque antes de começar.
Sueli 20/02/2015minha estante
Uma série bem extensa, não é mesmo, Cris? Deu tempo para ler tudo no carnaval?
Sabe?, embora eu tenha percebido que a maioria dos leitores não curte muito séries longas, eu adoro. Gosto de ficar por longas horas pertinho dos personagens que amo...
Só não gosto muito de temáticas juvenis... Já passei há muito dessa idade. ;)
Bjks
Ah, espero que as chuvas não tenham prejudicado a sua vida.


Bela 20/02/2015minha estante
A Suze é uma das minhas protagonistas favoritas, dei altas risadas com ela! e o Jesse? como não soltar suspiro por esse fantasma? haha


Cris Paiva 20/02/2015minha estante
Sueli, são 6 livros,com cerca de 260 paginas cada, mas a letra é grande, as paginas são amareladas e você lê tão rapidinho que nem percebe o tempo passar. Eu li um por dia, começei na sexta passada e terminei nessa sexta. Uma semana certinho!
Olha, idade por idade, também não tenho mais pra ficar lendo os juvenis, mas é tão gostosinho que não resisto! Kkkkkkk




Lay 15/01/2010

otimo!
Não tem como não se apaixonar por Jesse ele é o fantasma mais fofo que existe...ate pareçe que conheço algun rsrs...bom mais um livro da me g que me apaixono,espero que eu possa ler logo os outros,pois afinal estou loka para saber se Zuzanna vai ficar com Jesse,tudo bem eu sei que ele é fantasma e ela é humana mas e dai?!é o que eu quero.bjus recomendo a todosssss
comentários(0)comente

Elis 15/01/2010minha estante
Eu quero a coleção pra ler....tomara q eu consiga compra ou ganhar esse ano...rsrs...ótima resenha..bjus elis!!!!!!!!!!




Vanessa Vieira 13/01/2012

O Arcano Nove_Meg Cabot
Em O Arcano Nove, segundo volume da série A Mediadora, de Meg Cabot, Suzannah está se adaptando a sua nova vida na Califórnia, por sinal bem ensolarada perto de Nova York. Ela começa a fazer novas amizades e frequentar as festas estudantis. E é em uma destas festas que ela passa a flertar com Tad Beaumont, um dos garotos mais bonitos e ricos da cidade, herdeiro das famosas Indústrias Beaumont. Porém, nem só de alegrias e diversão é composta a vida de nossa heroína: o seu dom como mediadora não a afasta dos fantasmas.


E um fantasma em especial não sai do seu pé, ou melhor, do seu quarto: Jesse. Jesse é um verdadeiro colírio, com seu peitoral atraente e seu jeito galanteador. E é claro que ele acaba mexendo com Suzannah profundamente, que tenta relutar, mas se vê perdidinha por ele. Porém, Jesse é um cubo de gelo e não demonstra nenhum sentimento a mais por Suzannah, ao contrário de Tad que a trata com muito carinho e afeição.

Devido a atenção que Tad lhe destina, Suzannah fica entusiasmada e acaba saindo várias vezes com o rapaz para jantar. Sua mãe fica extremamente feliz com a possibilidade de sua filha "desencalhar" e faz de tudo para que o relacionamento do jovem casal dê certo. Porém, como nem tudo são flores, uma fantasma chorona e persistente não desgruda de Suzannah, pedindo o seu auxílio. Ela não revela o seu nome e nem quem é o seu assassino, mas passa a suplicar a ajuda de nossa mediadora, de forma insistente.

Com a ajuda de seus novos amigos Cee Cee e Adam, ela passa a investigar quem assassinou a fantasma que a assola, tendo como única pista que um tal de Red não é o culpado. E é claro que o seu "pequeno segredo sobrenatural" permanece ocultado de seus amigos, que a ajudam sem nem ao menos imaginar o verdadeiro motivo. As pistas revelam que o crime em questão envolve a família Beaumont. E o que poderia ser um lindo romance, corre o risco de se tornar um perigo de vida...

Meg Cabot consegue envolver o leitor do início ao fim, de uma forma misteriosa , e ao mesmo tempo, engraçada. Suzannah passa por situações perigosas e inusitadas, mas não perde o seu humor e deboche. Jesse é um personagem maravilhoso! Além de fofo e gato, não tem como não se derreter ao som de sua voz aveludada pronunciando "hermosa."

As cenas em que Suzannah acaba tocando em um sumagre venenoso são hilárias! Surge um gato na trama, o Spike, que rende boas risadas também. O final do livro é uma verdadeira caixinha de surpresas e nos deixa ansiosos pela continuação, Reunião. A autora está conduzindo a série com a mesma magia do volume anterior e a estória consegue ser ainda melhor! Recomendo, com certeza!

http://newsnessa.blogspot.com/
comentários(0)comente

Laís 16/01/2012minha estante
Eu também adorei o final desse livro.
É incrível como a Meg consegue encaixar tudo, sem deixar nenhuma ponta solta, e ainda deixa um "Q" de quero mais pro próximo livro.

Será que ainda teremos mais de Tad nessa trama da Suze? Espero, eu realmente gostei dele.

Beijo.




152 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |