Uma Bolota Molenga e Feliz

Uma Bolota Molenga e Feliz Sarah Andersen




Resenhas - ////


30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Taís 29/04/2019

MARAVILHOSO!!
As tirinhas mostram situações cotidianas nossas, algumas opiniões e situações engraçadas que aconteceram com a autora e que geralmente acontecem com a gente. Achamos muito engraçado essas simples consciências do nosso dia a dia. Recomendo muitooo!!
comentários(0)comente



Fabi 09/04/2019

AMEI LER!
Eu tinha uma versão totalmente diferente do que seria este livro. Pensei que ia encontrar apenas tirinhas bobas e que não compensaria meu tempo perdido. Me enganei totalmente! Aqui dei risada sim, com as situações que a personagem passa, pois já me encontrei em várias. Mas também, a autora tocou em assuntos importantes, que valem muito para nosso dia a dia. Recomendo com certeza essa leitura!
comentários(0)comente



Fernanda Gomes 17/03/2019

Impossível não se identificar com boa parte dos quadrinhos!
Rosy 17/03/2019minha estante
Eu li A Louca dos Gatos e amei! Vou ler os outros 2


Fernanda Gomes 17/03/2019minha estante
A louca dos gatos eu nao gostei muito, mas esse eu me identifiquei em quase todos os quadrinhos! Adorei esse!!! Vou procurar o da capa amarela pra ler.


Rosy 17/03/2019minha estante
Eu coloquei minha filha adolescente para ler também, gosto bastante dos temas jovem adulto para passar pra ela depois, esse da bolota to esperando chegar... HQ eu tenho um pouco de resistência de ler em ebook, adoro ver as figuras na mão kkkk




@livrosmundofantastico 02/02/2019

Tirinhas divertidas e reflexivas
As tirinhas, são divertidas, reflexivas e cheia de verdades que não percebemos. Cada momento que a personagem passa desde da adolescência e a realidade da vida adulta.

Cada tirinha tem seus significados, quando vamos comprar algo, andando na rua com vários tipos de roupas, roubando blusões e aprendendo a gostar de animalzinho que não sabia que iria amar tanto.

Foi meu primeiro livro de tirinhas, aprendi muito com cada uma e percebi como acontece bastante comigo o que a personagem vive. Li em uma hora, super recomendo é uma leitura para descontrair, pretendo ler os outros dois que já foram lançados.
comentários(0)comente



kleris 23/01/2019

Um potinho necessário de empatia
(Esta resenha teve corte de trechos e imagens do livro; visite o link para conferir)

Uma bolota molenga e feliz é a ilustração perfeita de nossa geração (Y)! Sarah Andersen volta com uma nova coletânea de quadrinhos para nos arrebatar com gostosas gargalhadas de identificação. Ela só pede uns minutinhos de sua atenção e quando você vê, está no chão rolando de rir – e mandando fotos das páginas pra todxs xs migxs! PORQUE REPRESENTA MUITO.

Mas diferentemente da primeira coletânea, Ninguém vira adulto de verdade, Sarah não só expõe nossos conflitos de geração, tampouco se esconde atrás de seus desenhos. Dessa vez ela deixou sua voz falar mais alto e contar experiências, envolvendo-se e contextualizando mais as tirinhas. Achei fantástico que não foi só um “repeteco”.

Diria que a pegada desse volume é mais de reconhecer a nossa zona de conforto e aos poucos colocar o pé pra fora, sabe, pra ver o que acontece. Isso sem deixar, claro, de fazer o melhor para si – mesmo que seja ser uma bolota molenga e feliz, livre de padrões, livre de amarras sociais. É uma visão corajosa em termos de saúde mental – e, diga-se de passagem, muito necessária neste momento.

Desta maneira, o livro tem um toque de breves narrativas, sem deixar de lado as tirinhas carismáticas que levam e trazem temas relevantes. Permanece o universo feminino de viver (e se ferrar), com nossas inseguranças, hábitos, desconfortos e insanidades diárias. E nosso grande vilão pessoal – o útero! – está de volta com novas artimanhas (quando não, né?)

Na mesma linha da edição passada, temos uma maravilhosa capa dura. É de sentar com ele em um intervalinho do estresse do trabalho e estudos, e não querer sair desse mundo trapalhão. Acho que posso dizer que é um potinho necessário de empatia. Você não vai sair a mesma inadequada depois de lê-lo. Aliás, para mim, a capa só grita MIM DEIXA SER FELIZ DO MEU MODO *riso nervoso*, *suspiro aliviado* e *embrace yourselves*

Recomendadíííííííííííííííííííííííííííííííííssimo!

site: http://www.dear-book.net/2017/12/resenha-uma-bolota-molenga-e-feliz.html
comentários(0)comente



Davi Guilherme 14/12/2018

Recomendo para maiores de 14 anos
Os quadrinhos de Sarah Andersen são muito engraçados e envolvem problemas que quase todo mundo sofre. Recomendo muito essa HQ para todas e todos! Assim como o primeiro, são mais problemas de adultos, por isso só recomendo para maiores de 14, pois nessa idade já se consegue entender.
comentários(0)comente



Biblioteca Álvaro Guerra 25/09/2018

Uma Bolota Molenga e Feliz
"Como eu amo as tirinhas da Sarah! Elas são divertidas, contagiantes e reflexivas – ao lê-las sinto identificação e compreensão, algo muito difícil de encontrar nesse universo feminino cheio de cobranças e padrões inalcançáveis. Obviamente a ideia da obra é divertir o leitor, entretanto atrelado ao bom humor está o apelo de uma jovem mulher que quer se sentir livre: livre para comprar o que quiser, vestir o que quiser, sair com quem quiser e, principalmente, ser quem ela quiser. Acho incrível a mensagem que o trabalho dessa autora traz e a sensação gostosa que ela deixa no coração de quem lê (principalmente se você é uma mulher aprendendo a superar as dificuldades do dia a dia): se ame do jeitinho que você é.


A Sarah Anderson é uma ilustradora que, através de tirinhas sinceras e bem-humoradas, alcançou sucesso na internet. Em sua página no Facebook ela tem mais de 2 Milhões de seguidores. Lá ela posta quadrinhos relacionados com a própria vida, mas que refletem a rotina de qualquer jovem adulto. Isso porque suas ilustrações falam de temas como sonhos profissionais, relacionamentos reais e nada idealizados, empoderamento e dilemas femininos (TPM, beleza, pressão da sociedade para casar e ter filhos), e paixões que guiam nossa vida (animais de estimação, chocolate e até mesmo livros). Ou seja, é impossível não se identificar com o trabalho da Sarah, a cada tirinha lida você pensa “bom saber que não estou sozinha nesse mundo”.
Esse é o segundo livro da autora, o primeiro é Ninguém Vira Adulto de Verdade (pelo qual também sou apaixonada). E a ideia dos dois livros é a mesma: unir dezenas de páginas com tirinhas divertidas e cativantes.


A protagonista é uma jovem adulta, exatamente como a autora, que conta uma pouco mais de seus dilemas: o amor por livros e pets, o assombro causado pela cólica menstrual, à dificuldade em manter o cabelo domado e livre da oleosidade e, claro, o conforto que só o moletom de alguém que amamos – com aquele cheirinho do amado, sabe? – traz. Em um primeiro instante pode parecer que a autora aborda temas superficiais, mas o fato é que são assuntos reais, que realmente refletem quem somos. Além disso, ao falar sobre tópicos leves com sinceridade, Sarah faz o leitor perceber que está tudo bem em não seguir os padrões impostos pela sociedade. E acho que isso que me faz amar tanto essas tirinhas: ao lê-las me sinto confortável com quem sou, com os sonhos que quero realizar, e com as pequenas coisas que gosto de fazer e que definem minha personalidade.
Cada página traz uma tirinha diferente – e elas não seguem uma ordem de assunto ou sequência de temas. Só no final que a autora optou por criar várias tirinhas para um mesmo tema: sua timidez e os problemas gerados pelo temido ato de pesar demais. – Todos nós sofremos com isso, não é mesmo? Fora isso, também notei que nesse volume a autora incluiu mais assuntos masculinos, alcançando tanto leitores homens quanto mulheres.

Link da resenha: http://www.livrosefuxicos.com/2017/10/resenha-uma-bolota-molenga-e-feliz.html

Esse livro se encontra disponível para empréstimo nas Bibliotecas Municipais de São Paulo. De graça!

site: http://bibliotecacircula.prefeitura.sp.gov.br/pesquisa/titulo.jsf?codigo=474840&tipoDoc=0
comentários(0)comente



Raissa.Paraguai 19/09/2018

????
Sabe aquele dia cansativo e triste? Então, hoje foi um dia assim e esse livro maravilhosooooo fez o dia de merda melhorar um pouquinho... super gostosinho de ler? Amei
comentários(0)comente



Enrique.Carvalho 29/07/2018

Eu me sinto o mesmo
Quadrinhos muito bons, que a maioria dos adolescentes vai se identificar com. Muito leve e fácil de digerir. Me identifico muito com os quadrinhos sobre "pensar de mais".
comentários(0)comente



Tiago Anselmo 30/06/2018

Uma Bolota Molenga e Feliz
É viciante... impossível não se identificar com as situações.

É o típico livro divertidíssimo e surpreendentemente real.

Tanto "Uma Bolota..." quanto "Ninguém Vira Adulto de Verdade" são leituras leves, carismáticas e que melhoram instantaneamente seu humor.

Recomendo.
comentários(0)comente



Sabrina 20/06/2018

Leitura leve, rápida e muito engraçada. É incrível como é possível se identificar com a maioria das tirinhas.
Pelo nome tenho certeza que muita gente menospreza, mas vale muito a pena ler.
comentários(0)comente



Isadora 05/06/2018

Li o primeiro, esse é ainda melhor! Histórias legais e engraçadas! Tive até que emprestar para uma amiga, ela queria ler. Ela tinha bom gosto! Um livro cheio de histórias em quadrinhos para todas... Nem todas as idades... Boa leitura, espero que goste do livro!
Gláucia 06/06/2018minha estante
Esse ainda li, só uns pedaços e parece divertido




zoni 18/05/2018

Livro para todos os gostos. Estou encantado!
Essa é uma daquelas graphic novels tão sinceras que é quase impossível a pegar pra ler e não se identificar com todas as situações das tirinhas, ou pelo menos com algumas, porque as incríveis tirinhas de Sarah Andersen são para nós, que não economizamos dinheiro na livraria, tomamos todo o café do mundo, deixamos tudo para a última hora, não sabemos nos comportar em situações sociais e insistimos em pensar demais. 

O livro nos traz situações do cotidiano de uma forma engraçada e leve, fica difícil não se identificar e rir bastante da forma como a Sarah coloca situações tão simples ali no livro de uma forma tão cômica e que nos remete a situações que ocorreram a meia hora atrás.

Os assuntos das tirinhas variam bastante, mas são sempre reflexivas e contagiantes. Nós temos tirinhas sobre ansiedade, sobre hormônios, sobre lingerie, tem sobre relacionamentos, gatos, amizades e muito mais, todas sem perder o fio da meada ou perder a graça, e ficar totalmente caricato.

Os quadrinhos da Sarah são em preto e branco, com traços lúdicos e infantis, o que deixa cada situação ainda mais engraçada, e só lendo pra enteder o que eu falando.

Me diverti bastante com esse livro e não vejo a hora de ler outras coisas da autora. E pra quem não conhece nada da autora, muitas tirinhas desenhadas por ela rolam pela internet, fiquem mais atentos e divirtam-se.

site: instagram.com/nomeiodatravessia
comentários(0)comente



Leticia 10/04/2018

Acho que ela sou eu em um universo paralelo kkk
Li em doses homeopáticas todos os dias em que estava triste, e esse livro e o o outro dela (Ninguém vira adulto de verdade) , me faziam sorrir e me sentir mais normal e maluca ao mesmo tempo. São tirinhas sobre essa geração que adora livros, que é antissocial e ama rir de si mesmo. Super recomendo!
comentários(0)comente



Nati 24/03/2018

Tão gostosinho quanto o primeiro!
As tirinhas da Sarah Andersen são certeiras e é impossível não se identificar com pelo menos uma delas. De novo, ri alto várias vezes, me identifiquei com várias situações e adorei os ensaios ilustrados do final do livro, quando ela fala sobre ansiedade, introvertimento e auto-dúvida. Aqui também ela faz um pouco mais de críticas sociais do que na primeira coletânea, de forma bem sutil e irônica. Não é a toa que as tirinhas dela fazem tanto sucesso! Assim que a terceira sair, vai pra minha estante!
comentários(0)comente



30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2