Big Rock

Big Rock Lauren Blakely




Resenhas - Big Rock


85 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Dani Paiva 25/02/2018

Spencer e Charlotte - melhores amigos
Troquei indicações com uma amiga e acabei lendo esse livro (eu indiquei 'Uma Mentira Inocente', Julianna Costa e ela me indicou 'Big Rock').
O livro eh bem rapidinho de se ler... fofinho demais essa historia do cara querer ser respeitador com sua amiga mulher e essas coisas. E eu super curto livro com relacionamento entre amigos. Valeu pela indicação, Jac ;)

Ah! Só achei meio desconexo o prólogo (que o cara fala abertamente sobre seu instrumento de orgulho e se gaba pela sua performance e talz) pq que me pareceu que o livro inteiro ia ser cheio desse palavreado e varias transas malucas desse homi... mas puft...nao... a safadeza do Spencer ficou mais na promessa e foi dar as graças só lá pro meio do livro mesmo com a Charlotte e muito timidamente no inicio.

O livro eh ótimo... divertido... narrado inteiramente pelo boy.
O final totalmente previsivel mas eh isso que a gente espera quando lê um livro assim.
Recomendo!


Obs: O melhor desse gênero hot com POV masculino continua sendo disparado o meu crush Drew Evans, da serie Atraído. Pq alem de gostoso, mega engraçado e entendedor dos paranauês, a autora Emma conseguiu fazer com que o Drew conversasse com você. É muito loko a conexão que vc cria com a narração dele contando as coisas pra vc! Sim, estou indicando Atraído tb... rsrs
comentários(0)comente



Minha Velha Estante 22/02/2018

Resenha da Mylena Suarez
Daí você chega em casa com três livros de estilos diferentes na mão e dá de cara com marido. Ele bate o olho justamente em qual livro? Ha! Acertou quem falou Big Rock... Ele pega da minha mão, dá um sorriso e pergunta se eu iria andar por ai com este ANEL (detalhe para a ênfase no anel) na mão. Eu, sempre inocente, disse que não se preocupasse, que era só para minhas quatro paredes. Ele sorriu de novo e me devolveu o livro... hehehehe... sempre inocente.

Bem sabe ele todas as emoções que este singelo ANEL provocou em minha vida! Muitas emoções!!! Muito tesão!!! Muito TUDO!!!

Que. Livro. Fantástico.

A dose certa de romance, humor, amor familiar, negócios e amizade além de muitas cenas callientes e suspirantes.

O melhor? Narrado pelo protagonista em primeira pessoa sem deixar cair a peteca (Ui! Deixa não... hora nenhuma... nenhum momento... que pedra perfeitamente bem lapidada, senhor! Coração da velha aqui quase não aguenta!). O cara segura a trama do início ao fim com maestria e irreverência.

Spencer é o típico galã gostoso e bem dotado que conhece muito bem seus poderes para o bem das mulheres, e quando digo 'mulheres' é porque são muitas, muitas mesmo. Criador de um aplicativo de paquera e dono de três bares de sucesso, ele tem a vida que pediu a Deus. Rico, bem sucedido e com uma família que o ama muito. Precisa de mais?

Segundo ele, não…

” Um completo casanova. Cem por cento mulherengo. Livre para voar e sem a menor necessidade de uma gaiola. “

Acontece que seu pai precisa de mais. Ele está prestes a vender a rede de joalherias que fundou para poder curtir a aposentadoria ao lado da esposa, e a irmã de Spencer explica que o comprador faz mais o tipo conservador e a família precisa que Spencer se comporte por uns tempos. Acaba que ele inventa um noivado fake com a melhor amiga e sócia, Charlotte

Charlotte é uma garota linda, bem sucedida e bem humorada, que acabou de terminar um relacionamento de forma desastrosa para seu coração e a última coisa que quer é se envolver com alguém. Fechada para balanço, ela acha uma loucura a proposta de Spencer, principalmente por ser uma péssima mentirosa. Porem, como seu ex resolveu investir de novo nela, ela aceita. Dai em diante começa a jornada sedutora e fogosa desses dois amigos com direitos a jantares, jogos de softbol, noites de cinema e teatro rumo à venda da joalheria.

O livro é perfeito, sem drama nem exageros (só o ego de Spenser que é gigante, claro). A escritora criou uma legítima comédia romântica com direito a todos os elementos que me conquistam neste gênero e, o melhor, sem enrolação. Comecei a ler e não consegui largar até saber como este casal iria conseguir não cair em tentação e enganar a todos com o noivado fake. Porque, obviamente, a mentira cresce e ganha proporções que nem eles imaginavam gerando angústia em Spencer por estar mentindo para a família sobre o relacionamento e para si mesmo, sobre o fato de só ver Charlotte como amiga.

Além de tudo isso, me conquistou o fato da escritora, sutilmente, deixar um recado sobre a força e a garra feminina num livro narrado sob o ponto de vista masculino.

“ Minha mãe ficou em casa para cuidar de mim e de Harper quando éramos crianças, então não vejo nenhum problema se uma mãe resolve trabalhar fora ou decide tomar conta dos filhos. No caso da minha mãe, ela se encarregou da nossa criação enquanto também assessorava meu pai no negócio dele. Fosse como fosse, meu pai a tratava de igual para igual. É assim que as coisas devem ser, independentemente da escolha da mulher.”

Charlotte roubou meu coração mostrando que é uma mulher que sabe o que quer e fazendo Spencer perceber como ela, há muito tempo, é especial na vida dele.

O final foi surpreendente, com todas as situações sendo muito bem resolvidas e o casal gerando mais sorrisos no meu rosto e suspiros na minha alma romântica.

Já soube de fonte segura que o próximo livro (Mister O) é ainda melhor que esse, então, nem preciso dizer que já quero tipo para ontem!!! Ansiedade me define, Faro Editorial!

Tambem não posso deixar de falar da edição com folhas bem grossas amareladas e capa linda, cheia de detalhes em alto relevo, pena que o cara não estava assim para eu passar a mão nele só um pouquinho... hehehehe...

Beijos, Myl

site: http://www.minhavelhaestante.com.br/2017/06/livros-da-gata-big-rock-lauren-blakely.html
comentários(0)comente



Aline - @folhaafolha 16/02/2018

Big Rock
O livro é bem leve, divertido, flui bem e dá pra ler rapidinho.

Charlotte é uma personagem boa, decidida e que não fica de enrolação.

Spencer é o cara tudo de bom, confiante, com um humor maravilhoso, e gostoso (palavras dele) que sabe o que uma mulher quer.

Por ser narrado por ele acabei comparando com Tangled e Drew ganhou disparado 😁 mesmo assim gostei, até prefiro quando é mostrado pelo ponto de vista masculino (o que não é tão comum num livro todo). Também não há nenhum acontecimento marcante, muito presente nos romances. Só me incomodou que tudo aconteceu muito rápido, eram amigos de anos e em uma semana tudo muda muito depressa.

Recomendo pra quem adora um clichê para sair da ressaca, rir muito e aproveitar uma história bem divertida e sexy.

site: https://www.instagram.com/p/BYojPe9lWSK/?taken-by=folhaafolha
comentários(0)comente



umalivraria 06/02/2018

Resenha @umalivraria - #resenhasdaelay
❝Alguma coisa está acontecendo. Alguma coisa estranha, completamente desconhecida. Meu coração está falando uma língua que eu não compreendo, enquanto tenta me arrastar para a Charlotte.❞

Spencer tem 28 anos, é solteiro, rico e bem sucedido em todos âmbitos de sua vida. Ele não segue nenhuma regra - a não ser as próprias. ⠀⠀⠀

Ele é sócio de Charlotte em um bar e os dois guardam o segredo de um pacto antigo: se um deles, em qualquer situação e momento, precisar de um namoro falso, o outro precisa estar à disposição.

O pai de Spencer está com os planos da aposentadoria e com isso quer vender seus negócios para alguém. O candidato a comprador é um homem bastante conservador e interessado na joalheria da família do rapaz, o que deixa todos preocupados.

A verdade é que a reputação de Spencer não é nada boa. Ele é rotulado como um grande playboy de Nova York e isto atrapalharia todos os planos de seu pai. O pacto, dos sócios e amigos, entra em ação. O rapaz decide dizer que está noivo de Charlotte e engana a todos com essa mentira, fazendo sua amiga fingir por semanas que está prestes a se casar com ele.

O livro é um grande e incrível clichê. A leitura é bastante leve e nos mostra a evolução dos personagens de acordo com os acontecimentos.

A obra é narrada somente pelo protagonista e senti uma falta do ponto de vista da Charlotte. Uma escrita sensual, divertida e que conquista o leitor desde o primeiro capítulo.

Lauren Blakely soube exatamente como retratar o romance natural dos personagens e os deixar apaixonantes.


site: https://www.instagram.com/umalivraria/
comentários(0)comente



Coisas de Mineira 06/02/2018

Nunca li um livro hot na minha vida, acho que o mais próximo que chegou do gênero foi “Corte de Espinhos e Rosas” que é Young Adult e tem umas cenas bem especificas haha. Então, quando me deram esse quis experimentar uma leitura diferente, apesar de ficar meio receosa com ele, e acreditem: me surpreendeu.
Texto na íntegra no blog: http://www.coisasdemineira.com/2017/10/resenha-big-rock-lauren-blakely.html

site: http://www.coisasdemineira.com/2017/10/resenha-big-rock-lauren-blakely.html
comentários(0)comente



Glaucia 03/02/2018

Spencer Holiday é o típico playboy milionário que sente calafrios só em ouvir a palavra relacionamento, mas ao contrário do que estamos acostumadas em acompanhar na literatura, nosso protagonista faz questão de deixar claro para suas conquistas suas verdadeiras intenções: Ele dá o que elas querem e recebe o mesmo favor, afinal tudo não passa de uma troca não é mesmo? Ou deveria ser assim... Sem complicações, sem mal entendidos e sem esperanças de um compromisso sério.

O problema é que sua reputação pode trazer complicações para os negócios de seu pai, que construiu um império no ramo de joalherias e decidiu vender sua empresa a um comprador extremamente antiquado. Para ajudar o pai durante o jantar de negociação com o sr. Offerman, ele decidi inventar um noivado de mentira com o intuito de manter uma imagem de empresário sério, focado e de boa família. Isso até que todo o processo de venda seja finalizado. Mas para que seu plano funcione, Spencer precisa convencer a melhor amiga e sócia Charlotte a se passar por sua noiva no período de uma semana. Será que isso pode dar certo?

Quando o anúncio do noivado é feito, até mesmo seus familiares ficam surpresos, afinal Spencer é famoso por estampar revistas de fofocas com diferentes mulheres em sua companhia a cada evento e anunciar um relacionamento de repente deixa todos com a pulga atrás da orelha.

Mas a surpresa maior sem dúvidas é a de Charlotte, que jamais enxergou em Spencer algo mais que um amigo verdadeiro e se nega a fazer parte dessa mentira. No entanto ela acaba por convencê-la a embarcar nessa situação que promete grandes surpresas para ambos.

Com o desenrolar da situação e as aparições em público, Spencer e Charlotte precisam encenar cada vez melhor para convencer a todos. E aos poucos o que era para ser apenas uma mentira acaba virando uma situação real. Sem perceber eles acabam ultrapassando uma barreira importante que poderá pôr em jogo a amizade que construíram por anos, mas será possível voltar atrás depois de todo o envolvimento que já tiveram até agora? Só lendo para saber...

Narrado pelo ponto de vista de Spencer, somos arremessados em uma história clichê com uma dose de romance e sensualidade. Spencer é ousado, prepotente e sabe o poder que tem sobre as mulheres. Ele nunca se apaixonou e não pretende que isso aconteça tão cedo, mas talvez seu coração o esteja alertando que agora as coisas estão diferentes, seria possível estar apaixonado pela melhor amiga? Mas como evitar que seu coração seja partido já que Charlotte deixou bem claro que não espera nada mais do que sexo com ele?

Charlotte por sua vez é o tipo de mulher que não foge de suas promessas, ela é forte, sexy, inteligente e capaz de se envolver até o último fio de cabelo por aqueles que ama. Aqui não encontramos uma protagonista que fica sonhando acordada, pelo contrário, ela sabe o que quer, e deixa isso bem claro.

Big Rock me encantou com sua trama leve, descontraída e com seus personagens bem escritos e cativantes. Esse é o tipo de livro que indico para se ler entre uma leitura mais densa e outra.

Para quem curte um bom romance erótico ou busca uma leitura despretensiosa, esse livro é mais do que recomendado.


site: http://www.maisquelivros.com/2017/08/resenha-big-rock-lauren-blakely.html
comentários(0)comente



Bia 02/02/2018

Bom, até um certo ponto!
Aquele tipo de livro onde dois melhores amigos ser vêem em meio a uma mentira de noivado falso. No caso, o protagonista masculino deu a entende que esta noivo de sua melhor amiga e sócia. E a partir da ai, eles começam a perceber que realmente existe uma atração que leva ele a outros sentimentos...

Definitivamente não tem nada que você diga (OMG), PORÉM, também não é um livro ruim, só que não tem nada de novo. Os personagens as vezes me irritou, pois, achei muito drama para nada. O livro poderia ter sido contado em menos de 100 páginas.

Para quem ama um romance mais hot, e meio clichê. Recomendo!

Agora ser você quer algo mais profundo, esqueça. Pule para outro livro.

Dei 2 estrela pelo simples fato de não ter me conectado com a história! Uma pena, pois é o tipo de livros que amo ler.
comentários(0)comente



Bia 02/02/2018

Bom, até um certo ponto!
Aquele tipo de livro onde dois melhores amigos ser vêem em meio a uma mentira de noivado falso. No caso, o protagonista masculino deu a entende que esta noivo de sua melhor amiga e sócia. E a partir da ai, eles começam a perceber que realmente existe uma atração que leva ele a outros sentimentos...

Definitivamente não tem nada que você diga (OMG), PORÉM, também não é um livro ruim, só que não tem nada de novo. Os personagens as vezes me irritou, pois, achei muito drama para nada. O livro poderia ter sido contado em menos de 100 páginas.

Para quem ama um romance mais hot, e meio clichê. Recomendo!

Agora ser você quer algo mais profundo, esqueça. Pule para outro livro.

Dei 2 estrela pelo simples fato de não ter me conectado com a história! Uma pena, pois é o tipo de livros que amo ler.
comentários(0)comente



BLOG UMA EM UM MILHÃO 01/02/2018

Hey manas, como estão? vamos falar um pouco sobre minha ultima leitura? Big Rock foi um dos livros mais esperados por mim e estou totalmente radiante depois que finalizei a leitura, superou cada uma das minha expectativas. A escrita da Lauren é fantástica, e este foi o primeiro livro lido por mim que é totalmente no ponto de visto masculino e isso me ganhou de primeira. Vou revelar um segredo, quando vi a capa desse livro eu nem olhei a sinopse direito e já corri para colocar na listinha, foram meses a fio desejando ele, porque vamos combinar essa capa esta DIVINA, uma das capas mais lindas que já tive o prazer de ver.

Um romance leve, divertido, encantador, fazia tempo que eu não ria tanto lendo um livro como aconteceu neste, o Spencer é um homem fantástico, bonito, engraçado, inteligente, com um ego enorme e uma boca maior ainda, isso para não entrar em outros detalhes que segundo ele é enormes também kkk. Quando você começar a ler você vai concordar comigo, foi ele abrir a boca e tudo virou uma bela e engraçada confusão.



“Você deve estar se questionando agora: “Mas qual é o tamanho dele?”.Vamos com calma. Um cavaleiro não revela essas coisas. Eu posso ser mestre na arte de trepar, mas também sou um cavaleiro. Eu abro as portas do seu coração antes de abrir as suas pernas. eu puxaria a cadeira para você se sentar, tirarei seu casaco, pagarei o jantar e a tratarei como uma rainha, na cama e fora dela.”



Spencer é aquele tipico mulherengo que chama a atenção da mulherada, te ganha com um sorriso e te encanta com o olhar. Determinado, ama sua família e faria qual quer coisa para ajudar cada um deles a realizar os seus sonhos. E foi por isso que tudo começou.

Para ajudar o pai na venda da empresa para um homem muito conservador ele teria que deixar o zíper das calças fechados por um tempo, sem festas, sem rotatividade de mulheres, um belo e exemplar homem de família. Até ai tudo bem, ate que ele resolve abrir a boca e falar que tem uma noiva, e sua noiva era Charlotte, sua sócia e melhor amiga.



“_Como é que você consegue se meter nessas roubadas?

_ Quero acreditar que é por causa da minha inteligencia e meu charme, mas neste caso pode ter sido a minha boca grande mesmo.”



Charlotte é aquele tipo de mulher que é o sonho de consumo de todos os homens, linda, engraçada, amiga, companheira, verdadeira, o tipo de pessoa que encanta e chama a atenção por dentro e por fora. A melhor amiga de Spencer é como varias de nos, não tem um pingo de sorte no amor, ela topou o seu namorado, vulgo o maior babaca de todos com outra mulher traindo ela no apartamento que eles estavam comprando juntos. E depois do termino o maior babaca de todos revolve não largar mais do pé dela, e esse foi um dos motivos que a incentivou mais ainda a entrar nessa confusão com Spencer, ela ia ajudar o amigo e se ajudar.

Tudo começou como um plano para ajudar o Spencer a passar a imagem de homem de família e deixar a fama de playboy de lado, mais toda a convivência, troca de carinhos, atração, tesão, amor, foi se revelando, se tornando intenso, afrodisíaco. Mais o que seria uma convivência prazerosa por um tempo e depois volta a ser amigos como eram? claro que não ia dar certo, o coração nunca joga limpo, mesmo quando você promete não se apaixonar, infelizmente não podemos controlar.



“Assim eu posso conduzi-la.

Assim eu posso mostrar a ela.

Assim eu posso tê-la plenamente.”



Não tem como não se apaixonar por este livro, a cada capitulo lido, cada palavra nos encanta e fascina, uma sensação de leveza, felicidade, alegria, amor, todas as sensações e mais um pouco. E para nos ganhar mais ainda tivemos um pequeno vislumbre dos personagens do próximo livro, Harper a irma do Spencer e Nick mais conhecido como Mister O, melhor amigo do Spencer. Um romance que no deixa sem folego e com aquele gostinho de quero mais.



site: https://umaemummilhaoweb.wordpress.com/2018/01/08/resenha-big-rock/
comentários(0)comente



Mari 28/01/2018

Já fazia um tempinho que eu queria ler esse livro e quando comecei foi difícil não fazer algumas comparações com Atraído da Emma Chase. Porém, aos poucos fui vendo as diferenças entre eles e acho que cada um soube cumprir muito bem seus objetivos... Mas vamos falar sobre o que interessa, né?! Qual é a de Big Rock?

Spencer Holiday é jovem, bonito, mulherengo, dono de um bar, rico e invejado por muitos. Ele sabe disso e aproveita suas qualidades para conseguir o melhor de sua vida. Gosta de aparecer e é conhecido como o playboy mais cobiçado de New York. Sua família também é bem famosa na cidade, pois seu pai é dono de uma marca de jóias bem sucedida.

Apesar de parecer arrogante, ele tem um coração enorme e leva a sua família muito à sério. Por isso, quando os pais resolvem vender a loja para poder aproveitar a "aposentadoria", Spencer percebe que vai precisar mudar de estilo de vida até que a venda seja feita.

O possível comprador, que seu pai escolheu com tanto zelo, é antiquado e preza pela família. Deixando claro que sabe muito bem sobre o passado de Spencer, o jovem se vê coagido a dizer que está noivo logo no primeiro encontro com o comprador. O problema é: quem é sua noiva?

Charlotte! Sua melhor amiga e sócia do bar, entra nessa como sua noiva de mentirinha. Como os dois são muito próximos e se conhecem há anos, parece impossível que o plano dê errado... O problema é: será que os dois vão conseguir deixar os sentimentos de lado enquanto estiverem fingindo?

No começo da leitura, eu pensei que não ia gostar muito do Spencer. Achei que ele seria um daqueles homens arrogantes, que se acham os melhores e que são maravilhosos em tudo o que fazem. Sem falar que fui comparando ele com Atraído, pois o livro é narrado pela personagem masculino também, mas aos poucos fui vendo que estava completamente enganada.

Cada página que eu lia, me fazia entender e ir gostando cada vez mais de Spencer. Ele é um homem bacana, família e que se importa com as pessoas ao seu redor. E também vi que não precisava comparar um livro com o outro conforme a trama se desenrolava, pois eles são diferentes.

Charlotte também não fica para trás. Ela á uma mulher forte e bem independente. Gostei de ver seu personagem dando algumas dicas para Spencer e ele sem pegar nada hahaha Aquelas coisas de homem e mulher mesmo, sabe?

Meu único problema com o livro foi que achei que os sentimentos de Charlotte por ele foram aparecendo rápido demais. Eu esperava que demorasse um pouquinho mais e que a parte de amigos com benefícios fosse um pouquinho mais explorada.

Mas fora isso, nada de reclamações. É outro clichê que a gente já sabe qual vai ser o final, mas que é uma delícia de ler. Com uma narração fluida e divertida, dei risada em vários momentos enquanto via Spencer tentar entender o que estava acontecendo em sua vida haha As cenas calientes estão presentes no livro, mas nada que tirasse o foco ou que atrapalhasse na qualidade dele.

Big Rock é um new adult divertido e com cenas picantes. O bom humor do personagem principal fez com que a leitura fosse rápida e fácil, me deixando com vontade de ler cada vez mais! Devorei as páginas em pouco tempo e amei a narração de Spencer. Esse livro é uma das grandes dicas desse mês

site: http://galaxiadosdesejos.blogspot.com.br/2018/01/big-rock-lauren-blakely.html
comentários(0)comente



Kah Fernandes 14/01/2018

Resenha Big Rock - Parcial
Apesar da capa o livro não trás aquele teor erótico que muitos pensaram, na verdade como eu bem já disse ele é bem leve de se ler, ainda mais quando conhecemos os nossos protagonistas tão espirituosos como temos aqui. Eu não irei tecer elogios sem parar agora, primeiro vou apresentar, mas os elogios não são poucos se for parar para pensar.

Nessa história vamos conhecer o Spencer, um homem que é bem grande (em todos os sentidos ao que parece rs), cativante, companheiro, com um sorriso de deixar de pernas bambas. Filho de um joalheiro ele não quis seguir a mesma carreira que seu pai. Assim que saiu da faculdade criou um programa que lhe rendeu vários milhões de dólares e com isso ele pode investir em outras áreas que seriam rendáveis também. É um personagem bem marcante e muito decidido, cavalheiro, sem ser idiota né meu povo, não é porque foi criado para respeitar as mulheres que será bobo na mão delas.

Ao abrir um novo negócio ele chama sua melhor amiga Charlotte para gerenciar com ele o bar. Uma mulher implacável nos negócios, decidida, bem humorada e não se ver diminuída por viver em um ambiente que é “dominado pelos homens”. Junto de Spencer eles têm um negócio solido e bem proveitoso. A cumplicidade que existe com eles não se vê todos os dias isso é fato. ....(CONTINUA NO BLOG)

site: http://booksandcarpediem.blogspot.com.br/2018/01/resenha-big-rock_4.html
comentários(0)comente



@viagementrelivros 11/01/2018

Divertido e sensual
Big Rock é um livro new adult e recheado de cenas eróticas. Se você gosta do gênero eu recomendo, porque é um livro bem divertido. A verdade é que todo mundo gosta de um clichê, ainda mais quando é um clichê bem feito. Melhores amigos que se apaixonam é um tema bem batido, mas a autora soube explorar o diferencial: o livro todo é narrado pelo Spencer, o que deixa a história toda mais engraçada.
Spancer é um playboy, rico e convencido, mas você acaba adorando ele já nos primeiros capítulos. Charlotte é incrível e parecia perfeita para ele desde o começo. O acordo entre eles, a trama entre as famílias, os primeiros momentos de paixão, todos os elementos juntos deixam o livro bem interessante. Mas não espere nada muito profundo ou tocante, é um livro sobre paixão e diversão e serve perfeitamente para entreter.
Eu li o livro todo em pouco mais de duas horas e aguardo ansiosamente para que a #faroeditorial lance a série toda aqui no Brasil :)
comentários(0)comente



Si Eccard 10/01/2018

Livro gostoso, qndo se precisa de algo leve pra esquecer dos problemas, é do tipo q já sabemos o q vai acontecer mas continuamos mesmo assim pq é fofo. Recomendo
comentários(0)comente



Coruja dos livros 08/01/2018

Big Rock
Quem gosta de uma boa comédia romântica aí? Levanta a mão!

Big Rock
Autora: Lauren Blakely
Editora: @faroeditorial
Páginas: 224

Spencer Holiday é um homem bonito, rico, super dotado e invejado por ter uma enorme lista de contatos femininos.

Conhecido como o play boy mais cobiçado de Nova York, não é nada discreto, adora aparecer e ter seu ego inflado.

Mas por incrível que pareça ele não é chato ou arrogante, mas engraçado, irônico e ganha nosso coração de cara.

Ele é filho de um famoso dono de uma grande e conceituada joalheria, que está a venda por seu pai um eterno apaixonado quer ter mais tempo para sua amada. O possível comprador é antiquado e zela pela família o que faz Spencer tenha que aquietar o facho. Num encontro ele se sente coagido a dizer que está noivo, para manter um ar de bom moço. Ops! Mas como "NOIVO" se nem namorada ele tem?

O que ele faz? Tenta convencer sua melhor amiga e sócia Charlotte a ser sua "Noiva de mentirinha", eles são tão íntimos que para ele isso será muito fácil e não atrapalhará a amizade dos dois, será?

Charlotte é uma moça linda, bem sucedida e muito divertida, mas que foi traída e há 10 meses não se relaciona com ninguém. Apesar de não gostar muito da ideia, ela aceita a proposta por uma semana.

Aí meus amigos, o bicho pega, o que era para ser uma ingênua encenação se tornar algo grande e profundo.

Adoro romances narrados por homens, gosto de ver o ponto de vista deles é como eles reagem aos sentimentos.

Um romance fofo, cheio de risadas, um pouquinho de drama e muito fogo, mas acima de tudo muita amizade!
comentários(0)comente



Juliana.Queiroz 02/01/2018

Amo amo e amo
Em Big Rock conhecemos a história de Spencer e Charlotte, melhores amigos e sócios do The Lucky Spot, um bar bastante badalado e de muito sucesso.
💍
Spencer é um playboy, que gosta de viver a vida e principalmente de proporcionar prazer as mulheres da sua longa lista de encontros casuais. Nosso protagonista, que nunca se apaixonou, não quer compromisso e quase sempre é noticia, entre os tablóides, pelo seu jeito garanhão de ser.
💍
Charlotte é uma mulher deslumbrante, que desde o triste fim de seu último relacionamento, no qual foi traída por seu ex-noivo, tem vivido apenas para os negócios e para saídas sem compromisso.
💍
Certo dia, o pai de Spencer, dono de uma joalheira, resolve vendê-la, porém, como o possível comprador se trata de um homem extremamente conservador, a reputação do nosso mulherengo pode vir a atrapalhar essa negociação.
💍
Então, durante uma semana, o tempo determinado o fechamento do negócio, nosso protagonista terá que fingir uma mudança de vida. Deixar de ser o playboy pegador de New York e se transformar em um homem maduro com um casamento a vista!
💍
Spencer consegue convencer Charlotte a fingir um noivado com ele, e, a partir desse
relacionamento de mentira, os melhores amigos, iniciam uma amizade colorida, que deixará nosso "casal" bastante confuso a respeito dos seus sentimentos um pelo outro.

Eu simplesmente adorei a escrita da autora que é bem fluida e super engraçada. A história é narrada sob a perspectiva de Spencer, o que torna a leitura bem divertida. A diagramação do livro é maravilhosa, os capítulos são curtos o que acaba fazendo com que a leitura seja bem mais agradável . Uma comédia romântica picante e que, na minha opinião, merece um filme!
Super recomendo pra quem quer um livro quente, engraçado e bem amorzinho!❤
comentários(0)comente



85 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6