Big Rock

Big Rock Lauren Blakely




Resenhas - Big Rock


104 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


dani 16/06/2018

Um hot quente e divertido
BIG ROCK é narrado pelo Spencer, um homem bem sucedido que tem um ótimo relacionamento com todos ao seu redor inclusive com as mulheres.
E o que ele mais temia parece que está perto de acontecer, circunstâncias da vida faz com ele seja noivo de mentira da sua melhor amiga Charlotte, e em meio a uma brincadeira de mentira começa uma ardente e irresistível atração sexual entre os dois.
Gostei da escrita da autora é um romance hot leve e muito divertido.
A química do casal mexeu com meus instintos de uma forma arrebatadora torci por eles desde o primeiro beijo, é quente, é leve, é atraente, é sex o que um sente pelo outro mas o que vai fazer agora já que além de serem melhores amigos são sócios e dao muito certo trabalhando junto? Será que a tensão sexual vai destruir isso? Basta ler pra descobrir.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jenny 09/06/2018

Fantástico
Spencer é simplesmente um personagem maravilhoso, o sonho e toda mulher, não há como não se apaixonar por seu jeito divertido e cavalheiresco!
Charlotte é uma personagem feminina maravilhosa, forte e independente, sabe oque quer e faz de tudo para aqueles que ama.
O romance desses dois foi simplesmente maravilhoso de acompanhar, poder ver a química (que já existia) crescer ainda mais e se tornar o "amor" que todas as leitoras de um bom romance sempre sonharam.
comentários(0)comente



Mi - @respiropalavras 04/06/2018

Spencer Holiday sempre se mete nas piores enrascadas por causa da sua língua sem freio. Desta vez não foi diferente: para garantir uma negociação milionária para a empresa de seu pai, ele forjou um noivado com sua melhor amiga.

Spencer e Charlotte se conhecem desde a faculdade e abriram um negócio juntos, um bar de sucesso. Agora, para ajudar a família Holiday, Charlotte concorda em fingir, por uma semana, que está noiva e apaixonada por Spencer. Mas isso pode (e vai) dar muito errado.

Lauren Bakley escreve o tipo de história que tende a me conquistar: clichê. Muita gente foge dele, mas eu, particularmente, adoro. São livros fáceis, leves e divertidos. Mas até mesmo eles podem decepcionar.

"Big Rock" tem esse tipo de premissa e foi por ela que eu me interessei. Contudo, não fui conquistada. O livro é narrado por Spencer e logo percebi que ele seria um incômodo para mim. Ele tem uma personalidade que define como confiante, mas sua necessidade de se autoafirmar a todo momento me pareceu pura arrogância.
O humor tão presente nos clichês e que os tornam agradáveis, neste livro pareceu forçado. A autora quis colocar diálogos sarcásticos e divertidos durante as cenas mas não funcionou.

Eu não tinha muitas expectativas para esse livro, e mesmo sem esperar tanto, fiquei desapontada. O romance foi sem graça, e o enredo, monótono.

Não tenho certeza se irei ler "Mister O", mesmo que algumas pessoas tenham me dito que é melhor. Talvez eu leia mais como um puro passatempo do que para qualquer outro fim.
comentários(0)comente



Laris @larisreads 03/06/2018

Big Rock
Spencer Holiday é considerado o "playboy" de Nova York, ele vive a definição de vida sexualmente ativa. Porém, para ajudar seu pai a fechar um acordo extremamente importante e lucrativo com um magnata conservador, Spencer precisa adotar uma nova conduta de rapaz bem intencionado e comportado.

E o que é mais perfeito do que um casamento para manter essa imagem?

Dessa forma, Spencer pede a sua melhor amiga, Charlotte Rhodes, para fingir ser sua noiva por uma semana. Charlotte hesita à ideia no começo, mas acaba topando e, para manter as coisas sob controle, eles estabelecem regras.

Por exemplo: se apaixonar? Fora de cogitação.

Mas será que eles irão resistir ao desejo que, inevitavelmente, sentem um pelo outro?

Eu já li muitos romances eróticos, mas esse trouxe alguns diferenciais que me supreenderam positivamente. Para começar, esse livro tem uma narrativa que quebra a "quarta parede", ou seja, em certos momentos, o personagem conversa com o leitor diretamente e isso é algo que eu acho muito legal! O personagem em questão é o próprio Spencer, que narra em primeira pessoa. Esse não é o primeiro romance erótico narrado por um homem que eu leio, mas ainda assim é algo mais difícil de encontrar.

Spencer é um cara carismático e charmoso, mesmo sendo pegador de carteirinha, e eu adorei a Charlotte, ela é a representação clara de uma mulher independente que sabe o que quer, é uma ótima amiga e companheira. Gostei muito da dinâmica entre os dois, não pareceu forçada, sabe?

O livro flui bem, é engraçado e fofo, mesmo sendo um livro hot. Eu amei muito o cenário familiar e também as críticas ao machismo e conservadorismo. O final, apesar de corrido, foi bem satisfatório e agora estou super ansiosa para ler mais livros da Lauren!
comentários(0)comente



Sophia.Merkauth 20/05/2018

Livro fofo, doce e divertido!
Quando iniciei a leitura, o livro não me prendeu. Até dei uma pausa, fui ler outra coisa e depois de alguns dias, retornei a leitura. E dessa vez o enredo fluiu. Pq não me agradou no inicio? Livro escrito em primeira pessoa pelo ponto de vista do protagonista masculino que, a meu ver, é extremamente imaturo e infantil. De que adianta a autora idealizar um personagem másculo, viril, mega atraente, mas quando abre a boca é broxante e pior ainda é ver os pensamentos mega egocêntricos do personagem.
O enredo é sobre Spencer, o protagonista e narrador, e seu relacionamento com Charlotte, sua melhor amiga e noiva de mentira por um período, mas o que era para ser uma mentira, com boas intenções, se complica e tem inicio toda a trama do livro.
Se você gosta de livros florzinhas, sem muitos dramas, com situações que se resolvem rapidamente e cenas hots, este livro é perfeito para você. Agora se procura um livro com mais profundidade emocional, com dramas que tocam o leitor, não leia. Ele é ótimo para curar ressaca, para quem está a muito tempo sem ler nada e não sabe o que ler, para quem gosta de romances super doces e apimentados.
Minha primeira resenha era totalmente diferente do que saiu agora, mas como escrevi direto no site e minha internet não estava colaborando, acabei perdendo a primeira ideia. Não está totalmente fora do que escrevi inicialmente, mas na primeira resenha fui mais generosa com o livro.

site: https://www.facebook.com/colecionando.romances/
comentários(0)comente



Dany 19/05/2018

Ótimo para se ler em uma ressaca literária
É um livro que apesar de fácil leitura e envolvente, é superficial. Me incomoda a forma rápida que ele acontece: Tudo bem que o sentimento já poderia existir entre os amigos e apenas não fora percebido, mas se descobrir apaixonado em uma semana? Complicado. Fora isso, é um livro normal. Não é ruim, de forma alguma, contudo é um tanto comum. Como não há muito aprofundamento, é ótimo para desintoxicar de livros poderosos. É uma boa indicação, inclusive, para se ler em uma ressaca literária
comentários(0)comente



GeL 18/05/2018

Resenha para o blog Garotas entre Livros
Tá precisando de um livro bem clichê, fofo, confortável e com uma dose sexy? Então leia Big Rock.

Eu fui tão inundada com fotos desse livro no Instagram nos últimos meses que não aguentei e tive que conferir. De cara tive uma surpresa, o livro é todo narrado por Spencer, o protagonista masculino e logo você percebe que ele é um playboy.

Um cara bem resolvido, rico, confiante, engraçado, bonito e pasmem, nada babaca! Isso aí galera, esse é um livro clichê, mas nem tanto assim rs. Ele tem um bar em sociedade com sua amiga Charlotte e os dois são uma ótima dupla, ambos muito bem confortáveis com a friendzone.

Mas não por muito tempo…


O pai de Spencer está pronto para se aposentar e por isso deseja vender seu negócio, ele é dono de uma das maiores joalherias de Nova York, e aparentemente encontrou o comprador perfeito, porém o possível novo dono é um homem conservador que desaprova a conduta de vida de Spencer – sim, ele é famosinho a ponto de sair nos jornais!

É quando nosso mocinho tem a magnifica ideia de fingir estar noivo! Eu disse que era clichê… não reclamem! Rsrs. No meio de uma reunião em um restaurante, Spencer anuncia o noivado com nada mais nada menos que Charlotte. O problema era contar para a noiva fake e convencê-la a ajudar na mentira.

Como uma boa amiga, Charlotte logo embarca na aventura com prazo de validade de uma semana. O que ambos não contavam era com a atração que sentiriam um pelo outro. É fofo, tudo começa com um beijo e aí as coisas vão esquentando… até o momento do estalo. Sim, aquele momento em que ambos percebem que a mentira começa a parecer verdade e que ela é boa demais rs. Prepare-se para algumas boas risadas rs.

Esse não é um livro complicado, com muitos conflitos entre o casal e que te deixa com o coração na mão. Como eu disse no início dessa resenha, é um livro confortável, pra te fazer rir e suspirar um pouco, como uma boa comédia romântica que passa na Sessão da Tarde. Divertido, leve e sem mimimi, porém facilmente esquecível. Não posso dizer que é um livro que te marca, não. Mas serve para passar o tempo.

Eu gostei da escrita da Lauren, esse foi o primeiro livro que li da autora e vi muitos pontos positivos, acredito que ela seria ainda melhor em livros mais densos. Se alguém aí for fã da autora e tiver outros livros dela para me indicar, só deixar aí nos comentários

Fica a dica e até a próxima!

site: https://www.garotasentrelivros.com/2018/05/resenha-218-big-rock.html
comentários(0)comente



Nanda {@talvezumaleitura} 26/04/2018

Gostei.. é uma leitura rápida, Spencer é um cara divertido. Essa coisa de amor entre melhores amigos é uma graça, acho que fica mais verdadeiro.
comentários(0)comente



Val 15/04/2018

Lindo
Leitura simplesmente sensacional, adorei conhecer o Spencer e a Charlotte. Me divertir horrores com eles, e apesar da longa e cumprisse amizade dos dois ,existia um amor que nem eles haviam descoberto. Precisou de uma proposta para desencadea-la.
comentários(0)comente



Ary@na 15/04/2018

“Big Rock” é uma comédia romântica picante, que narra a história de Spencer e Charlotte, amigos de longa data que um dia se veem envolvidos em uma divertida trama e se transformam em amantes.

Podemos levar em consideração também que a história é um clichê, mas é um clichê bem construído (amo clichês).Temos um mocinho pegador e uma mocinha bem decidida, os dois bem sucedidos e grandes amigos. Até que uma reviravolta do destino faz com que eles se aproximem mais e a única regra é não se apaixonar… Viu? Um grande clichê.

Só que a Lauren Blakely vai contando a história e te envolvendo página por página, ela vai comendo pelas beiradas até que você tá totalmente envolvido e não consegue parar até acabar.

A trama é narrada em primeira pessoa por Spencer, e apesar de não ter nada inovador, a autora consegue te entreter com sua escrita fluída e envolvente. Os personagens são ótimos, e com um humor sempre presente nas cenas, além dos momentos mais picantes que são bem escritos, não chega a ser vulgar nem apelativo.

Big Rock além de ser uma comédia romântica é uma leitura altamente erótica. Recomendo ler no aconchego do seu lar e com o ar condicionado ligado no máximo, ou então será por sua conta e risco ficar vermelha da cabeça aos pés lendo Spencer e Charlotte juntos rsrs
comentários(0)comente



Elisângela S. Mills 10/04/2018

Intrigada
Big Rock - Lauren Blakely.

Já queria ler alguma coisa da autora e comprei Big Rock que é o primeiro da série (Big Rock) nesse livro conhecemos Spencer um playboy metido que acha que tamanho é documento, sempre foi o pegador das mulheres mais bonitas e sensuais, mas quando seu pai acha um comprador que coloca os valores de uma família 'tradicional' a frente de tudo, para comprar sua cadeia de joalherias, Spencer acredita que sua vida de conquistas sexuais pode afetar a venda de seu pai, ele tem a 'brilhante' ideia de inventar um noivado com sua melhor amiga e sócia Charlotte, uma mulher linda que saiu de um relacionamento duradouro, por ter sido traída. Charlotte aceita com certo receio a ideia de Spencer mas para se livrar das investidas de seu ex.

Amo romance HOT, é claramente meu gênero favorito, mas quando comecei a ler achei que a autora daria mais voz ao plano de fundo, aos personagens secundários mas logo sabemos que a sua intenção é somente trabalhar no romance de Spencer e Charlotte e é só isso que se trata. Me senti por partes decepcionada, mas a fluidez da escrita leva o leitor ler com certa rapidez, mas infelizmente não se aprofunda em nada mais do que Spencer e Charlotte.
comentários(0)comente



Elisângela S. Mills 10/04/2018

Intrigada
Big Rock - Lauren Blakely.

Já queria ler alguma coisa da autora e comprei Big Rock que é o primeiro da série (Big Rock) nesse livro conhecemos Spencer um playboy metido que acha que tamanho é documento, sempre foi o pegador das mulheres mais bonitas e sensuais, mas quando seu pai acha um comprador que coloca os valores de uma família 'tradicional' a frente de tudo, para comprar sua cadeia de joalherias, Spencer acredita que sua vida de conquistas sexuais pode afetar a venda de seu pai, ele tem a 'brilhante' ideia de inventar um noivado com sua melhor amiga e sócia Charlotte, uma mulher linda que saiu de um relacionamento duradouro, por ter sido traída. Charlotte aceita com certo receio a ideia de Spencer mas para se livrar das investidas de seu ex.

Amo romance HOT, é claramente meu gênero favorito, mas quando comecei a ler achei que a autora daria mais voz ao plano de fundo, aos personagens secundários mas logo sabemos que a sua intenção é somente trabalhar no romance de Spencer e Charlotte e é só isso que se trata. Me senti por partes decepcionada, mas a fluidez da escrita leva o leitor ler com certa rapidez, mas infelizmente não se aprofunda em nada mais do que Spencer e Charlotte.
comentários(0)comente



Grazy Souza 02/04/2018

Clichê, mas meio que a gente procura esses livros por isso né?
A impressão que dá é que Big Rock está no formato errado. Sem dúvida nenhuma a trama do livro combina muito bem com a de um filme do gênero comédia romântica, ao melhor estilo Amizade Colorida. É incomum vermos livros desse estilo sob o ponto de vista do homem, a autora utiliza de uma linguagem masculina não apelativa e muito menos romantizada, ela também não busca justificar o injustificável, assim estamos diante de uma história bastante gostosa de ler, apesar de bastante boba e batida.

O relacionamento é, pelo menos, bem escrito, sem nada que te faça desconfiar e ficar pensando ''mas de onde isso veio?''. O casal tem uma história pregressa legal e crível. É de imaginar que um dia chegariam onde chegarão de uma forma ou de outra. Spencer é um personagens com camadas, acredite você. Após concordar em ser amigo com benefícios da sua sócia e fingida noiva, Charlotte, ele acaba apaixonando-se. O resultado disso é uma das histórias mais sensuais, hilárias e leves que li esse ano. Sem dúvida alguma Spencer sabe o que faz. E as leitoras irão adorar!

Eu só tenho uma reclamação: quando a narrativa é com voz feminina há um ótimo trabalho de construção do homem, mas por algum motivo as tramas com homens protagonistas às vezes impedem a melhor visualização da mulher. Acontece isso em Big Rock. Charlotte é uma boa personagem, daquele tipo que você se identifica e fica com vontade de conhecer para ser amiga, só que esse conhecimento não é dado. Uma pena. Em resumo, Big Rock não é nenhuma obra da literatura, cheio de surpresa ou trama bem pensada. É um livro feito para ler numa sentada só, nos divertir e fazer suspirar.

site: http://www.sagaliteraria.com.br/2017/12/resenha-388-big-rock-lauren-blakely.html
comentários(0)comente



Terapia em Livro 21/03/2018

Possui uma história bem leve, capítulos curtos e um romance super clichê. Já se sabe o que esperar do final do livro. Sem falar que é uma leitura extremamente fácil e rápida. Adoro ver histórias pela perspectiva de um homem, como nesse caso, o livro é narrado por Spencer.
Confesso que achei um pouco controverso algumas partes. Além dos diálogos dos protagonistas ser um pouco infantil, parece que não condiz com a idade deles, sabe? Mas...o que podemos esperar de pessoas que estão apaixonadas, não é mesmo? ⠀
Carol Santos 22/03/2018minha estante
Li esperando muito mais por todos os comentários que falava. Super clichê mesmo, e também tive problemas com os diálogos (ou falta dele hehe). Eu que leio muito gênero, enredos assim me saturaram. Não deixa de sair da mesma casinha que todos os eróticos possuem.


Terapia em Livro 25/03/2018minha estante
Exatamente isso. Parece que é um diálogo cru. Feito por uma pessoa que não tem experiência na escrita ainda. Fora a contradição do personagem hahaahahah.




104 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7