O Exorcista

O Exorcista William Peter Blatty




Resenhas - O Exorcista


430 encontrados | exibindo 106 a 121
8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 |


Lucas 22/07/2013

Um super exorcismo!
Avaliando o livro em modo geral, ele é muito bom.
Porém não consigo encontrar nada no livro que seja tão aterrador como algumas pessoas comentam. Não que o livro não provoque medo, longe disso, há partes do livro que são tão macabras (como alguns diálogos entre a Regan e o Padre) quanto as cenas do filme.
Como já havia dito o livro se torna bom pelo fato de ter toda uma explicação psicológica por traz dos acontecimentos (o próprio Karras era psicólogo) e pelo final que é simplesmente incrível!
No livro (ao contrário do filme) os personagens parecem desgastados e descrentes com a situação o que os torna mais reais e interessantes no decorrer da história, entretanto há personagens como o Detetive Kinderman que são inteiramente chatos, o que torna tais capítulos enfadonhos de se ler.
Na minha opinião o enredo é muito bom, inquietante. Depois de concluir a leitura fiquei curioso com o que iria acontecer com a filha de Karl, Chris, Regan e padre Dyer.

A final o astronauta morreu?
comentários(0)comente

Rafaela Medina 22/07/2013minha estante
bem , se não aconteceu nada de muito estranho com você , eu vou ler ! hahahaha #medrosa




Rei 19/07/2020

Um livro que surpreendeu
Excelente livro, te empolga tanto que li com 3 dias!
O final acaba que deixa aquele gosto de quero mais, não por ser um final fraco mas pelo livro ser muito bom !
Recomendo demais e bora pro legião agora ??
comentários(0)comente



Vitoria 27/03/2020

Terror ou Psicologia ?
Sinceramente, decepcionante !

Se você espera um livro com uma boa dose de terror fuja já dele
Hiago.Gabriel 09/05/2020minha estante
Tem alguma indicação de um terror muito bom ?


Vitoria 29/06/2020minha estante
Infelizmente não, é o primeiro que leio do gênero




Carol 01/10/2020

Perfeito!!
Uma livro, que comecei sem muitas expectativas, pois achava que seria mais um daqueles clássicos chatos e com uma linguagem confusa, mas fui pega totalmente de surpresa, de como esse livro é sensacional. A leitura flui muito bem desde os primeiros capítulos, os detalhes sobre a religião e o satanismo são os pontos fortes da história. Me envolvi muito com a aflição da Chris, e o padre Karras foi o grande protagonista dessa história. Adorei cada detalhe.!
comentários(0)comente



Nanda 22/03/2020

Apaixonada
Esse livro é sensacional e a adaptação pro cinema INCRÍVEL
comentários(0)comente



Júlia 01/04/2020

Realmente é um livro que mexe com o psicológico, várias vezes tive que parar para relaxar por causa da tensão e de algumas partes pesadas, mas gostei.
comentários(0)comente



Luana 14/10/2020

Aterrorizante
Li esse livro despretensiosamente e fiquei uns 3 dias sem dormir direito. A história me a aterrorizou mais pelos diálogos do que por qualquer outro elemento.
comentários(0)comente



Alan 31/05/2020

Gostei bastante. Achei que seria muito diferente do filme, mas é bem parecido, com a adição apenas de algumas situações e personagens. A leitura é bem fluida.
comentários(0)comente



Juliana 19/01/2015

O livro vai além do terror
Logo de início percebi que a história ia muito além do terror, pois o livro trata dos aspectos psicológicos, filosóficos e religiosos da doença/possessão de uma maneira brilhante.
Como sou uma pessoa cética, acostumada com livros e filmes de terror, comecei a leitura a noite achando que não ficaria assustada com a história. Porém, acordei às 3 horas da manhã nesse dia e quase não consegui mais dormir.
As descrições das cenas são bastante marcantes e acho que vão ficar na minha memória por um bom tempo.

Enfim, li por recomendação do canal da Tatiana Feltrin e achei uma ótima leitura, super rápida, com muitas reflexões sobre a morte, a crença e a capacidade da mente humana.
=D Amei.
comentários(0)comente



Mary 16/10/2020

Perturbada...
Sou uma estudante de psicologia católica e medrosa ? li pra um projeto, nunca ia pegar um livro nesse estilo por conta própria, e fiquei muito angustiada, não por causa do medo (não me causou tanto quanto eu esperava), mas sim pelas obscenidades e profanações, não vejo um futuro onde essas imagens vão sair da minha cabeça. Mas enfim, consigo ver o porquê desse livro ser um clássico tão aclamado, muito bem escrito e construído, apenas não pra mim
comentários(0)comente



Lucas L. 13/02/2015

Cuidado!
O livro vai além de uma simples "história de terror". O mais engraçado é que em determinadas partes você fica "ela realmente está possuída", então vem os médicos e dizem outra coisa e você fica "não, ela só está doente. Ela não está possuída". O livro te lança uma intriga e te prende. Você lê e pensa "vou ler só 10 páginas", e quando vai ver já leu 50! É o tipo de livro que se você está lendo sozinho na sua casa, você começa a ouvir barulhos, sentir presenças, ter pesadelos... É mágico. Mesmo quando você não está lendo você continua com medo, e mesmo com medo você volta a ler pra querer saber da continuação mesmo sabendo o final. A leitura é realmente muito pesada, mas muito boa. Antes de julgar um livro no qual que você nunca leria por se tratar do demônio, pensa que Deus vence o mal e ele também se faz presente. A história é intrigante. Recomendo!
comentários(0)comente



Victor 18/11/2020

Um ótimo livro de investigação, nem tão ótimo como livro de terror
O livro é super bem escrito e cadenciado. Toda a investigação para descobrir qual o problema que está acometendo Regan, a "menina do Exorcista", e para provar a possessão e conseguir a permissão para o exorcismo é extremamente interessante. Não parece um livro de terror, parece um livro de investigação policial. Se isso é bom ou ruim, fica a interpretação. Adorei o livro, minha única questão é que li esperando um grande livro de terror, que fosse me deixar com muito medo, mas recebi um ótimo livro de investigação. Se mais alguém for ler esperando o nível de gore e terror que ficou icônico pelo filme, já reprograme as suas expectativas.
comentários(0)comente



leila.goncalves 15/07/2018

Deixe A Luz Acesa Antes De Dormir
Escrito por William Peter Blatt, "O Exorcista" foi publicado originalmente em 1971 e desde então, tornou-se um fenômeno de vendas, sendo considerado um dos livros mais aterrorizantes e controvertidos já escritos.

Seu enredo é bastante conhecido. Apresenta um caso inexplicável para medicina, isto é, a suposta possessão demoníaca de uma menina que que vai parar nas mãos de dois padres. Cabe a eles a difícil missão de realizar um exorcismo, inclusive, arriscando a sanidade e a vida das pessoas envolvidas. Comenta-se que a história foi baseada num fato real.

Chocante, o livro nada mais é do que uma metáfora moderna sobre o combate entre o sagrado e o profano, inclusive, oferece uma interessante abordagem sobre o papel da fé diante do avanço da ciência alem da postura da Igreja Católica quanto ao problema.

O ritual de exorcismo aparece somente nas últimas páginas e não se alonga pela narrativa como acontece no filme homônimo, lançado em 1973. Porém, o impacto visual nas telas das manifestações demoníacas merece aplausos, sobretudo, porque essas cenas continuam a provocar medo após tanto tempo. Na verdade, o ponto alto do livro está na mente tragicamente perturbada das personagens cujos conflitos internos propõem outras interpretações, inclusive, colocando em xeque a veracidade da possessão.

Finalizo com um trecho: "Eu acho que o alvo do demônio não é o possuído. Somos nós... que observamos... Todas as pessoas desta casa. Acredito que seu objetivo é fazer com que nos desesperemos, que rejeitemos nossa humanidade, que vejamos a nós mesmos como bestas, maus e podres; deploráveis; horrorosos, indignos. E talvez aí esteja o cerne da questão: na indignidade. Porque a crença em Deus não é uma questão de razão; é, no fundo, uma questão de amor: de aceitarmos a possibilidade de que Deus possa nos amar. (Padre Merrin)
comentários(0)comente



mrdarthluke 14/07/2020

O sangue de jesus tem poder
Na moral é um livrão da porra. Algumas partes morri de rir e outros tava que não passava um wi-fi. Por causa dele falei com JC pela primeira vez real.
comentários(0)comente



Carol Rouz 30/10/2020

Não é assustador como eu esperava
Podemos ver o drama vivido pela mãe ao ver sua filha adoecer e ser possuída por uma entidade demoníaca. Acompanhamos a mudança de opinião da personagem Cris, que faz de tudo para tentar salvar sua filha, recorrendo a meios e crenças dos quais nunca acreditou. O livro é mais voltado para o sofrimento dos personagens da trama deixando a parte de terror e suspense em segundo plano de forma subentendida.
comentários(0)comente



430 encontrados | exibindo 106 a 121
8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 |