Auto da Compadecida

Auto da Compadecida Ariano Suassuna




Resenhas - Auto Da Compadecida


197 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


mary 05/12/2019

Não sei,só sei que foi assim
Sensacional, aquele livro que você não tem o que escrever, só sentir.
comentários(0)comente



Livia Barini 18/11/2019

Bacana
Nunca tinha lido nada do Ariano Suassuna e foi uma ótima primeira experiência.
O livro é uma peça de teatro e não romance, mas muito divertido.
Só não gostei da parte final, uns textos discutindo se o autor merece ou não o crédito pela obra que escreveu. Discussão infrutífera de teóricos.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Janine.Oliveira 02/11/2019

Amooooooooo! dei muita risada, li em 1 dia!
parece que vc tá lendo o filme
comentários(0)comente



Ana 29/10/2019

Uma obra instigante e bem humorada, que te fará rir enquanto reflete sobre questões de fé.
comentários(0)comente



Rani 25/10/2019

O Auto da Compadecida
Que livro, que livro!

Ler essa obra foi uma oportunidade imensa porque é um clássico da literatura brasileira e achei a leitura ótima.
comentários(0)comente



Maria 04/09/2019

?Pobre lá tem senhoria, só tem desgraça?
PERFEIÇÃO! ?Não sei, só sei que foi assim!? Estou sem palavras! Li em dia só e fiquei o tempo todo (mesmo no trabalho) pensando no livro e rindo igual boba!! Um presentão do @cg.deoliveira ?? sem dúvidas top5 da vida! #AutoDaCompadecida #ArianoSuassuna #Books
comentários(0)comente



Carol 15/08/2019

Religião, lógica e cultura.
Difícil encontrar quem não tenha ouvido falar de Chicó, João Grilo e suas peripécias. Muito por conta do extraordinário filme de Guel Arraes. E o livro??? O livro é um apanhado de histórias de cordel meticulosamente organizado em uma peça simples. Personagens fortes se desenvolvendo em uma peça bastante curta, mas bastante reflexiva. O João Grilo do livro é engraçado, mas menos, é sombrio, é duro, é cruel...traços de quem tem uma vida sofrida de verdade. Fica a piada que você se constrange de rir no instante seguinte em que começou. A lógica do julgamento é sensacional, uma lógica religiosa bem diferente da lógica eclesiástica que vemos no começo do livro. É um livro espetacular, sem dúvida!
comentários(0)comente



LuizaSH 05/08/2019

Conheci "Auto da Compadecida" através da minissérie/filme. E é umas das melhores produções que eu já vi, perdi a conta de quantas vezes já assisti e simplesmente nunca perde a graça.
Agora, lendo o livro, percebi algumas diferenças em relação à série, de personagens e tal. E o livro também é escrito em forma de peça de teatro, indicando as falas de cada personagem, mudanças de cenário, essas coisas.
Mas nada atrapalha a fluidez da narração, que é super engraçada, João Grilo é um figuraça! Mas têm uns pontos bem interessantes sobre questões comportamentais, relações humanas, e por aí vai, que te fazem questionar o indivíduo, como cada um se comporta, enfim.
E essa edição é muito bonita, toda trabalhada com ilustrações da famosa literatura de cordel, o texto, aliás, é escrito com esse estilo. Para conhecer literatura brasileira e, em particular, a literatura nordestina, muito bom mesmo.
comentários(0)comente



Nicolas 22/07/2019

~ * ~ Não sei, só sei que foi assim! ~ * ~
Um grande contador de história não precisa criar uma história nova. Ele também pode se apropriar de histórias que já existem e as ressignificar, mostrando ao público a beleza e o poder que elas têm. Assim como muitos, conheci Ariano Suassuna assistindo o filme “O auto da compadecida” há muitos anos atrás. Mas, só agora li a peça que é diferente da adaptação cinematográfica. Apesar das diferenças, o filme conseguiu mostrar a beleza na história de Ariano, pois tem uma fotografia bastante realista, uma trilha sonora cativante, eliminou elementos e criou novos personagens que contribuíram ainda mais para a história.
Tanto na peça quanto no filme, o ponto forte é a dinâmica entre João Grilo e Chicó. Enquanto o primeiro é o típico malandro, que engana todos para conseguir compensar a vida difícil e explorada que leva; o segundo conta histórias mirabolantes, extremamente engraçadas porque são difíceis de acreditar. Quando confrontado, Chicó responde: “Não sei, só sei que foi assim!”. Ariano, assim como Shakespeare em algumas peças, criou o enredo a partir de histórias que já existiam. Como grandes contadores de histórias que são, eles não estão preocupados com a fidelidade das histórias originais, mas em recontá-las para que as pessoas vejam a beleza e o poder que essas histórias têm.

site: https://www.instagram.com/literatotti/
comentários(0)comente



Michele 19/07/2019

Auto da Compadecida
O livro traz as artimanhas de João Grilo e Chicó para sobreviver em meio à miséria. Apesar de algumas diferenças em relação ao filme (um dos meus filmes nacionais preferidos) apresenta alguns diálogos idênticos. Dei boas risadas com esta leitura.
comentários(0)comente



Valério 25/06/2019

Divertidíssimo
Além de ser a grande obra de Ariano Suassuna, "O auto da compadecida" tornou-se famoso pela série produzida pela Rede Globo.
Em uma rara exceção, aconselho a ver a série primeiro (ou filme - uma versão reduzida da série). E, só então, ler o livro.
Se surpreenderá lendo o livro "ouvindo" as vozes e sotaques dos personagens representados por Matheus Nachtergaele e Selton Mello no excelente trabalho feito na versão para as telas.
João Grilo e Chicó são os personagens principais, que dão nó até em pingo d'água.
Uma comédia como poucas em produções nacionais. Reproduz fielmente o livro, com pequenas adaptações.
Livro este que foi feito para montagem de peça de teatro (particularmente, sou fã de livros escritos como peça teatral).
Por fim, é um livro que se lê com celeridade. Portanto, tente ler devagar, desfrutando o estilo e a comicidade dos personagens, bem como as lições morais/religiosas do fim do livro, em uma discussão entre Jesus, Maria e o demônio pela alma dos personagens do livro.
Aproveite, é sensacional.
comentários(0)comente



Rafito 31/03/2019

Uma obra prima de Suassuna!
Não quero descrever nada da história, porque acho que muitos já fizeram. Contudo, penso que todo mundo deveria ler esse livro pelo menos uma vez na vida. É impossível não se emocionar e não lembrar da adaptação feita para o cinema e TV. Contudo, a imaginação pode ir mais longe ao ler a obra que a inspirou. Algo lúdico, divertido, do nosso Brasil.
comentários(0)comente



Jéssica.Marins 27/02/2019

"Não sei, só sei que foi assim"
Primeiro livro que leio do Ariano Suassuna e não poderia ter começado melhor. É incrível, lindo, sarcástico e de uma inteligência infinita. E termino dizendo que João Grilo é um dos melhores personagens já inventados.
comentários(0)comente



197 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |