O Pássaro

O Pássaro Samanta Holtz




Resenhas - O Pássaro


129 encontrados | exibindo 91 a 106
1 | 2 | 3 | 4 | 7 | 8 | 9


Ju 14/09/2014

Magnífico do começo ao fim
Primeiro que gostei da época histórica do conto e segundo a demonstração do amor verdadeiro.Narra a liberdade e o amor andando de mãos dadas.Leitura rápida, satisfatória e que cria muitas dúvidas, mistérios.

O final foi o melhor: emocionante. Confesso que chorei feito criança e foi a primeira vez que isso aconteceu comigo hahahahaha

Recomendo aos que ainda vão ler :)
Samanta 17/09/2014minha estante
Querida Ju,

Muito obrigada por escrever sua opinião sobre o livro aqui no Skoob! Fico feliz que a leitura tenha provocado sentimentos e emoções tão intensos :)

Beijo enorme!




Mari 26/10/2014

Resenha: O Pássaro
Grande descoberta da literatura nacional!

Quero deixar registradas aqui todas as lágrimas que soltei enquanto lia o livro! O que dizer sobre um livro simplesmente perfeito?

Narrativa perfeita, história perfeita, personagens tão bem construídos... Envolvente, apaixonante, mágico!

Tudo se passa na Europa no século XII (pausa para se contextualizar): época do feudalismo, marcada pela suserania e vassalagem. Nessa época as mulheres eram submissas á seus maridos e os casamentos eram forjados de acordo com relações econômicas... Eis que surge Caroline Mondevieu, filha de um poderoso barão, mas que não se encaixava nos costumes de sua época. Pelo contrário sempre teve o desejo deser livre, livre como um pássaro.

Cuidando dos cavalos temos Bernardo que não se conforma com os privilégios que a nobreza recebe e também tem o desejo de fugir e não ter que se submeter á nenhum senhor feudal.

E é esse desejo por liberdade que irá juntar os dois e um romance começa a nascer! ?

Mas as barreiras são imensas, não só as diferentes classes sociais, mas segredos que ambos nunca imaginariam existir.

Enfim, nunca conseguirei expressar em palavras o tanto que este livro mexeu comigo!?


Beijos e até a próxima!

site: http://insaciavelmenteapaixonada.blogspot.com.br/2014/10/resenha-o-passaro.html
Samanta 27/10/2014minha estante
Querida Mariane,

Que linda resenha!!
Muito obrigada por dividir sua opinião sobre o livro aqui no Skoob! Fico muito feliz em saber que a leitura de O Pássaro foi tão emocionante e o livro se tornou tão especial em sua vida ^^

Assim como você escreveu, eu também nunca serei capaz de expressar como meu coração se alegra toda vez que percebo que, como escritora, atingi o maior objetivo de todos dentro de mim: alcançar o coração de vocês e proporcionar leituras inesquecíveis!

Beijos no coração e, mais uma vez, obrigada!

Beijos,
Sam




Celepb 23/01/2015

Final...
Eu comecei essa leitura com bastante expectativa, esperava saber um pouco mais sobre a época e sobre o comportamento de uma moça que não condizia com a sociedade da época, Caroline, uma menina que se sentia presa e queria ser livre. Ela tinha um relacionamento conturbado com o pai, mas ao mesmo tempo tentava se manter forte e destemida. A história vai se desenrolando e vemos o dia a dia de Caroline até que ela conhece Bernardo e é aí que a história realmente começa. Bom, eu gostei muito do livro, foi uma boa leitura, porém o final não me agradou, eu me considero romântica e no meu ponto de vista o final não foi do jeito que eu esperava, claro alguns tiveram seus finais felizes, mas nem todos. Por isso minhas expectativas não foram totalmente atendidas, imaginei algo completamente diferente, mas mesmo assim não deixo de recomendar o livro e de falar sobre a escrita maravilhosa da autora!
Samanta 25/01/2015minha estante
Oieee!!

Muito obrigada por compartilhar sua opinião sobre O Pássaro aqui no Skoob :D adorei saber suas impressões!!

Sobre o final do livro, com certeza, alguns acontecimentos deixam até a escritora querendo que fosse diferente (kkkkk!!!)... caso queira conferir, em dezembro eu postei um Conto de Natal que faz uma espécie de epílogo à história :) Quem sabe acalenta as sensações de tristeza em seu coração!

Link: widbook.com/ebook/conto-de-natal-samanta-holtz

(leitura gratuita!)

Beijos no coração!
Sam




pereira_renata 25/01/2015

Samanta Holtz veio muito bem recomendada ♥
Hoje venho com as minhas impressões de mais um livro nacional. A Fernanda do Mato por Livros me influenciou positivamente!
Na verdade Samanta Hotlz veio muito bem recomendada! Além de ser uma fofa (já conversei com ela no facebook e no twitter) seus livros sempre ficam em destaque na Saraiva que eu frequento no shopping. Estou para comprar há séculos e só agora no final do ano me animei...
De tanto falar com a Fernanda que eu queria ler mais nacionais ela me deu uma "listinha" de indicações. E nessa listinha estavam os três livros da Samanta. Quero ser Beth Levitt eu ainda não tenho, mas os outros dois eu comprei: O pássaro e Renascer de um outono.
O pássaro é o livro que eu venho falar hoje para vocês!
Na verdade essa foi a primeira leitura que finalizei do ano. Me surpreendeu positivamente, embora não tenha morrido e surtado como a Fer (desculpa aê).
A história gira em torno de Caroline, a protagonista que vive em uma gaiola dourada e tem pensamentos e ideias pouco convencionais a uma menina de sua época e posição social. Sempre que tenta "argumentar" alguma coisa com seu severo pai, ela é solenemente maltratada e ignorada. Para ele as mulheres tem apenas duas funções: decorativa e reprodutora.
Sua mãe nada mais é do que um belo enfeite e ainda por cima lhe deu duas herdeiras, ao invés de herdeiros. O destino de Caroline é o mesmo de sua irmã, ser forçada a um "belo" e vantajoso casamento sem amor.
Então Caroline percebe que não quer nada daquilo para sua vida. Ela quer...voar! E decide que será justamente no dia de seu "casamento" com Filip, seu amigo desde a infância. Caroline havia conhecido um domador de cavalos de uma das terras de seu pai. E ele vira seu companheiro na aventura da sua vida.
E nessa parte que ela começou a me irritar (até falei isso com a Sam)...Adorei Filip, ele é bom e gentil, apaixonado por ela desde sempre. Do tipo que tudo espera, tudo suporta. Então me perguntei diversas vezes: Porquê? Me resignei já que fazia parte da história...
Gostei muito da maioria dos personagens, desde o grosso do pai, Enézio, até os menores e que apareciam menos na história. Parecia que eles tinham vida!
Mas Filip foi o que eu mais gostei! Ele é aquele que pensa em dar sem pedir nada em troca. Um amor! ♥
Inseridos nessa história temos os ciganos "malditos" que tem uma participação bastante fundamental. Algumas descrições e a própria participação deles trouxe graça à história.
Quem chateou mesmo foi o raio da protagonista ahahahahaha, em sua necessidade cega de buscar algo que nem ela mesmo sabia o que era ou o que se tratava. Então isso me chateou um pouco, porém não alterou meu ritmo na leitura. Sua relação com Bernardo, o domador de cavalos, embora muito previsível para mim, foi muito bem trabalhada e conduzida. Entendo que a garota não tinha muitas opções na vida. Apenas obedecer, obedecer, obedecer....cruel, não?
Eu gosto muito de romances de época, então esse eu não podia deixar de ler, né? Estou com muita vontade de ler os outros livros da autora!

site: http://www.umaleituraamais.com.br/
Samanta 25/01/2015minha estante
Querida Renata,

Escrevi um comentário, mas o Skoob, para variar, cortou pela metade :/ kkkkk
Vou de novo!

Muito obrigada por compartilhar suas impressões sobre a leitura aqui no Skoob!!! Amei saber sua opinião e os sentimentos que cada personagem provocou em você :D

Filip, concordo plenamente, ele também conquistou meu coração!! Eu sou muito mais ele que Bernardo, particularmente rs... mas Caroline tinha as escolhas dela a fazer e, certo ou errado, decidiu seguir seu coração! E fez a bagunça toda acontecer :P rs...

Espero que ame muito meus outros livros também!!! Depois, me conta, hein? :D

Ah! Caso queira ler o conto de Natal que publiquei em dezembro, ele traz uma espécie de epílogo para O Pássaro... fique à vontade caso queira conferir! A leitura é gratuita :)

widbook.com/ebook/conto-de-natal-samanta-holtz

Beijossss
Sam


pereira_renata 25/01/2015minha estante
E quando a autora fofa comenta na sua resenha?
Muito carinho, né gente?!
Samanta, com certeza vou ler os outros livros (já ansiosa!) e já peguei o link do conto para ler também, não posso perder.
Bjs com carinho ?


Samanta 28/01/2015minha estante
Ownnnnn!!! :) Que bom que gostou da resposta, querida!

Vou amar saber sua opinião sobre o conto também e sobre os outros livros, quando tiver a oportunidade de ler ^_^

Beijos no coração!!!




sandra 25/02/2015

Muito triste
Eu achei o livro muito bem escrito a Samanta soube escrever, o fato de ter dado nota 3 fica por conta da protagonista que se tornou extremamente irritante em vários momentos .Houve um momento na historia antes desta aventura dela que achei que ela fosse repensar sua atitude e viver um grande amor com Filip , que pra mim teria sido uma historia muito mais bonita do que com Bernardo , mas enfim respeito a decisão da autora que conseguiu me surpreender e me entristecer no final
Samanta 04/03/2015minha estante
Querida Sandra,

Muito obrigada por deixar seu depoimento a respeito da história!
Adorei saber seu ponto de vista e, pode ter certeza, meu coração apertou vááárias vezes ao escrever esse livro... rs... mas era o destino da nossa Caroline :)

Que bom saber que você gostou da minha escrita! Fico muito feliz, de verdade!
E, aproveitando, já que você gosta de histórias mais leves e românticas, deixo como indicação meu segundo livro, que certamente irá agradá-la mais: "Quero Ser Beth Levitt".

Fique à vontade para conhecer a história e, caso leia, vou amar saber sua opinião também :D

Link: http://www.skoob.com.br/livro/241622-quero-ser-beth-levitt

Beijos no coração!!
Sam




Vanessa 27/03/2015

Avassalador!
O Pássaro é um romance de época, que se passa no ano de 1227, mas é um romance incomum, no meu ponto de vista.
Sempre que teimo em ler um romance de época, espero o mesmo de todos, as mocinhas indefesas, lindas, porém com a
auto-estima baixa. Ainda bem que deixei de lado o "pré-conceito" e li a história de Caroline Mondevieu, nossa protagonista.

Caroline é a filha do poderoso Barão Enézio, esse sim, típico da época, um dominador, que só pensa em poder, regras que a
sociedade impõe e certamente um homem desprezível. Já sua filha mais nova, nossa linda Caroline surpreende com sua ousadia,
rebeldia e nada submissa às ordens de seus pais. Como o casamento arranjado de sua irmã mais velha, Elizabeth. Logo ela questiona essa tradição e para sua surpresa no dia do casamento de sua irmã, é anunciado seu próprio casamento, também arranjado e contra sua vontade.

Quando se depara com essa situação até então, sem escapatória, o destino lhe reserva outro caminho. Caroline conhece Bernardo, um domador de cavalos charmoso e de personalidade tão forte quanto a sua. E logo vivem as "turras", mas dividem o mesmo sonho: a liberdade.

Assim começa as aventuras dessas personagens tão diferentes e tão iguais, cada vez mais emocionante, perigosa, intensa e reais. Cada capítulo é um baque no leitor, por isso cuidado com os corações frágeis, reviravoltas podem acontecer ao virar uma página. Mas quem ler até o final descobrirá a recompensa.

Não é spoiler, só um aviso: preparem os lenços, você irá chorar e rir também. Terá raiva da Samanta, mas depois passa.
É um livro tão envolvente, o qual te prende desde o primeiro capítulo.

Finalizando... obrigada Samanta Holtz, por escrever essa mágica aventura para seus queridos leitores, mostrar a força e o amor que uma mulher pode descobrir dentro de si.

"...No entanto, naquela mesma noite, enquanto chorava sozinha, desenhou em sua alma a personalidade e ideologia que a acompanhariam pelo resto da vida. Descobriu, da maneira mais difícil, que aquelas marcas jamais se apagariam do seu coração"
(O Pássaro - Samanta Holtz)
Samanta 02/04/2015minha estante
Querida Van,

Muito obrigada pelo depoimento tão lindoooo sobre O Pássaro!!! Adorei a parte do "você vai sentir raiva da Samanta, mas depois passa" kkkkk...

E é bem isso que você disse: tem que chegar até o final para "descobrir a recompensa" rs...

Obrigada por dividir sua opinião aqui no Skoob!!!

Beijos no coração,
Sam




Lita 30/05/2015

“Aprenda a ficar quieta! Mulheres não nasceram para falar...”

Caroline Mondevieu é filha de um poderoso barão e tem tudo o que uma dama da época poderia querer: status, riqueza e um ótimo partido para se casar. Seus sonhos, no entanto, vão muito além de vestidos caros ou um bom marido; ela quer ser dona do próprio destino. Tudo parece perdido quando ela encontra Bernardo, um charmoso e irritante domador de cavalos. Eles não conseguem se entender até perceberem que, para alcançar o sonho em comum da liberdade, deverão passar por cima das diferenças e se unirem em um arriscado plano que promete transformar suas vidas para sempre. Grandes emoções os aguardam nessa jornada: perseguição, mistérios, ciganos e o despertar de um sentimento que insiste em se manter escondido. Mas o que parece tão simples envolverá mais magia e coincidências que eles podem imaginar, além da descoberta de segredos, até então, muito bem guardados.

“Quando a tristeza cresce dentro da gente, ela precisa sair. Senão, não sobra espaço para a felicidade.”


Não nego que amo livros que se passam em séculos passados, como este, que trazem um toque diferente para a história e é sempre maravilhoso ver o que os autores conseguem criar a partir desse cenário. Um tema elaborado, sem ser monótono, com um simples tom romântico da leitura faz com que tudo se desenvolva leve e de forma calma.

Os personagens são interessantes, cada um ao seu modo, curiosamente entrelaçados na trama apesar de suas diferenças. Caroline não é uma clássica dama. É uma moça sonhadora que deseja mais do que o dinheiro poderia comprar, uma figura rebelde para a época. O mesmo com Bernardo, um simples camponês que deseja sua liberdade acima de tudo. A união dessas duas figuras se transforma numa bela trama amorosa.

A minha edição possui a segunda capa do livro “O Pássaro”. Pessoalmente a prefiro por seu ar majestoso que é exatamente o que penso da escrita da autora, ao mesmo tempo que a antiga possuía um toque puro que combina perfeito com a temática e protagonista da trama. O livro foi muito bem organizado tanto esteticamente como em seu conteúdo, com uma narrativa que te prende e te faz se apaixonar não apenas pelos protagonistas, como também aqueles maravilhosos personagens secundários que possuem seu espaço e que tornam a leitura mais completa.

Encontramos mudanças de cenário que trazem ainda mais o leitor para dentro do livro e o envolvem na trama que decorre suave, livre e delicado como o voo de um pássaro. Um livro cheio de revelação e com o toque pessoal da Samanta Holtz que deixou a história ainda mais bonita e encantadora.

“O que eu quero dizer é que, no final das contas, tanto guardar e tanto esperar não me deram a segurança que eu esperava. Deixaram apenas a saudade de tudo o que poderia ter sido, mas não foi.”

site: http://umlivroeu.blogspot.com.br/2015/04/resenha-o-passaro-samanta-holtz.html
Samanta 12/06/2015minha estante
Querida Lita,

"(...) E o envolvem na trama que decorre suave, livre e delicado como o voo de um pássaro"... que resenha linda e poética! Fico feliz em saber que O Pássaro foi uma leitura tão agradável e agradeço, de coração, por dividir sua opinião aqui no Skoob!

Beijos no coração,
Sam




Marcela 01/06/2015

Minha primeira leitura de Samanta Holtz foi Quero Ser Beth Levitt, livro que me deixou totalmente encantada. Agora, com O Pássaro, não senti apenas encanto, como também centenas de outras emoções possíveis e cabíveis num coração humano. E vou explicar o porquê:

A história se passa no século XIII e sabemos bem o quanto as mulheres sempre foram oprimidas, tratadas mais como paredeiras e objetos de decoração do que como seres humanos. Uma mulher com sucesso na vida era aquela que conseguia um bom casamento - para ter filhos e ser exibida pelo marido quando rica, ou para ter filhos e virar serviçal do marido quando pobre. Mas Caroline não concordava com isso... Hoje em dia, com o movimento feminista cada vez mais forte, é comum que histórias com protagonistas rebeldes como a Caroline faça muito mais sucesso do que as clássicas com donzelas em perigo, o que faz com que o tipo de personagem tenha se tornado comum. Mesmo assim, esse livro realmente me surpreendeu!

O pai da garota, Enézio, é um barão cruel, daqueles que se importa mais com o que a sociedade pensa dele e de sua família do que com qualquer outra coisa. Ele e Caroline vivem entrando em conflito por conta disso, uma vez que a garota se rebela com facilidade e vive causando desconfortos, desestabilizando a imagem da família perfeita. Na infância ela chegou a tomar uma surra do pai quando, ao conversar com o filho do domador de cavalos, ela descobre que não são todas as pessoas do mundo que vivem em um castelo como ela, cheia de conforto. Após essa conversa, ela questiona o barão sobre o fato dele não fazer "nada" e ter muito dinheiro, enquanto pessoas que trabalham tanto como o homem dos cavalos, vivem em uma casa miserável como a que ele e os filhos possuem. Talvez esse questionamento não tivesse sido motivo suficiente para uma surra... se não tivesse sido feito na frente de visitas.

É dessa forma que somos introduzidos ao mundo e ao gênio de Caroline. Depois vamos acumulando rebeldias, como ela não se conformar com a submissão da mãe, soltar comentários ácidos a todo momento e até tentar fugir de seus casamentos.

Em um de seus momentos de reflexão pelo território do pai, ela reencontra aquele garoto, filho do domador de cavalos, que já se tornara homem, e o reconhece. Ele, Bernardo, também é rebelde e inconformado com a vida que leva. O rapaz faz pouco caso da rebeldia da garota, uma vez que ela "não tem do que se queixar", além de julgá-la arrogante e com ego de superioridade igual ao barão, e ambos trocam grandes farpas ao longo dos capítulos. Isso até que descobrem um objetivo em comum e decidem, por total persuasão de Caroline, se unir para fugir daquele lugar e buscar a liberdade que tanto almejam: ela, para deixar de ter alguém decidindo seu destino, e ele, para deixar de trabalhar para o barão e seguir seu sonho de ser campeão de corridas de cavalos.

Nessa jornada, a encontramos na posição de donzela em perigo por muitas vezes, é verdade, mas isso é totalmente justificável, uma vez que ela, mesmo possuindo uma personalidade revolucionária, é apenas uma menina que cresceu em um castelo, cercada de criados e conforto. Bernardo, claro, entra na história como o herói e ficamos naquela montanha-russa de momentos de discussão e de gentil aproximação entre eles. Já sabemos o que vai acontecer, não é? Pois é... Mas não é simples assim, e a fúria do barão pela fuga de Caroline e por sua audácia ao se juntar com o domador de cavalos é o menor dos problemas dessa história.

Não me permito mais descrever acontecimentos, uma vez que o livro está repleto de mistérios a serem desvendados de maneira que só mesmo a leitura faria jus às suas emoções. E sobre tais mistérios, em alguns momentos me peguei prevendo o que viria a seguir com o seguinte pensamento: "Não, isso não pode acontecer... A Samanta é fofa demais para uma crueldade dessas...". Mas não, a Samanta não é fofa demais. A Samanta possui a medida certa de fofura para nos encantar e de crueldade para nos abalar profundamente, fazendo de suas histórias inesquecíveis.

Após terminar essa leitura, fui checar resenhas no Skoob e vi algumas pessoas descontentes com o final do livro. O final é realmente surpreendente e de causar certa revolta, porém, depois de refletir a respeito e pensar nas possibilidades, acredito que não existiria um final melhor e mais emocionante para essa história. As coisas chegam a um ponto onde nada mais poderia ser feito sem que se seguisse um inferno eterno na vida daquelas pessoas (pessoas, sim, pois chamá-los de simples personagens parece desvalorizar toda a emoção que me causaram).

É difícil que eu me pegue em estado de espírito propício para ler um romance, tampouco é difícil que os romances que leio consigam me emocionar de verdade. Talvez eu leia numa proporção de 1 romance para cada 20 livros de gêneros menos delicados, como fantasia, suspense policial e os clássicos horrores de King. Mas O Pássaro conseguiu me atingir profundamente. Comecei a lê-lo como uma forma de descansar dessas minhas leituras mais pesadas, esperando um romance leve e corriqueiro, e acabei tomando uma surra de emoções. E isso tudo, além do conteúdo delicioso, podendo contar também com a escrita impecável da Samanta, onde as palavras se encaixam perfeitamente, sem tirar nem pôr.

E cá continuo suspirando, inspirada pela determinação e coragem de Caroline: uma menina que começou como uma criança revoltada e pronta para desafiar o pai a qualquer custo, mimada à sua maneira, e que pude ver evoluir e amadurecer a um ponto onde seria capaz de qualquer sacrifício por amor.

Por fim, declaro que, em meio a tantos acontecimentos e reviravoltas, talvez minha maior lamentação seja por Filip. Mas para saber quem ele é qual a razão desse meu sentimento, só conhecendo a história toda...

site: http://vivendo1001vidas.blogspot.com.br/2015/05/resenha-26-o-passaro-samanta-holtz.html
Samanta 12/06/2015minha estante
Querida Marcela,

Que resenha linda, linda, linda! Amei ler seu ponto de vista sobre O Pássaro, escrito de forma tão bonita - e que, em alguns momentos, me fez rir, como na parte: "Mas não, a Samanta não é fofa demais" :) rs...

Fiquei feliz em saber que O Pássaro a surpreendeu tão positivamente, despertando uma cascata de emoções quando o que você esperava era uma leitura leve! Também adorei seu ponto de vista sobre o final do livro e, embora respeite e compreenda a opinião dos que pensam diferente, fico contente em perceber que a maioria se emociona e admira com a forma como tudo foi encerrado! Nossa Caroline era digna de um final nobre.

Obrigada pelos elogios à minha escrita, pelo amor à minha história e aos meus personagens - ou melhor: nossos! Minha maior alegria, como escritora, é poder compartilhar meu universo com vocês. Obrigada por fazer parte dele!

Com amor,
Sam




Cat 01/09/2015

Eu me apaixonei
Sempre ouvi falar da autora Samanta Holtz e no quanto é talentosa. Infelizmente, elogios em excesso sempre me mantêm afastada. Já li diversos livros que sempre são bem elogiados e acabei dando com os burros na água.

Porém, um dia estava à toa no centro da minha cidade e entrei numa livraria e encontrei o livro da autora “O Pássaro”. Fiquei naquela dúvida cruel se comprava ou não. Então, vi que o livro estava em promoção e decidi comprá-lo. É claro que o coitadinho ficou na minha pilha de livros esperando sua vez, até que no mês passado ela finalmente chegou.

Livros de época podem ser maravilhosos de se ler, ou não. Depende muito de como o autor conduz a trama. Mas logo nos dois primeiros capítulos percebi que a autora merece todos os elogios. A cada capítulo vemos o quanto de cuidado a autora teve com a pesquisa, coisa que muitos autores nacionais ainda deixam muito a desejar.

Na trama nos deparamos com Caroline, uma jovem rica, que apesar de viver em berço de ouro é reprimida pelo pai, que não se importa com o bem estar da filha e sim, com o que a sociedade vai falar.

O barão de Mondevieu é um ser asqueroso. Sério, fiquei com nojo do sujeito.

Caroline não caiu no meu gosto logo no início. Eu a achei muito egoísta. Ela deseja tanto ser feliz e livre, que não pensa nas consequências. Inventa mentiras apenas para se livrar de situações ruins e nem pensa no que pode acontecer com os outros. É primeiramente prometida para o melhor amigo, que na medida do possível é o melhor partido que se pode querer, mas não, ela tem que ter um chilique e fugir. Quando o pai troca o pretendente, dei muita risada. Até gritei “Toma cheirosa!”.

Cheguei a pensar que ficaria com raiva da protagonista até o final do livro. Porém, a partir do capítulo 19, Caroline muda suas atitudes e começa a ficar mais agradável.

E não é apenas ela que modifica seu jeito de ser. Até mesmo sua irmã e mãe, que são submissas aos maridos, começam a botar as manguinhas de fora. E é nesse momento que descobrimos segredos. Não dá pra falar, é spoiler. Mas é muito legal.

Vi em diversas resenhas que os leitores não gostaram do final, mas eu amei. Achei corajoso e perfeito. Se o final não fosse aquele, o destino de todos os envolvidos seria muito diferente. Entendo os leitores que não gostaram, mas se levarmos em conta o desenvolvimento da trama, o final é perfeito.

“O Pássaro” é um livro que fala sobre liberdade, sacrifício e amor. E é o segundo melhor livro nacional lido neste ano.


site: http://catalinaterrassa.blogspot.com.br/2015/09/resenha-o-passaro-samanta-holtz_38.html
Samanta 30/09/2015minha estante
Querida Catalina,

Muito obrigada pelas palavras tão lindas sobre O Pássaro!! Que alegria saber que foi seu segundo melhor nacional do ano :)

Eu já tive a alegria de ler em seu blog, mas não poderia novamente passar por aqui e expressar minha gratidão!

Beijos no coração,
Sam




matheus Melaré 29/11/2015

inesquecível
o livro é perfeito, infelizmente o final é triste ,mas as fases que ele contem são inesquecíveis.
Samanta 11/01/2016minha estante
Querido Matheus,

Muito obrigada pela avaliação e pelas palavras sobre O Pássaro!!! Fico muito feliz em saber que gostou do desenrolar da leitura!!!

Um forte abraço,
Samanta :)




Sonali 07/01/2016

Marcante
Muito bom o livro, emocionante, marcante a cada personagens, cada momento da leitura foi espetacular. O modo da escrita foi fascinante, foi o primeiro livro que li dessa autora brasileira Samanta Holtz e gostei muito.
A nossa heroina foi determinada para ser livre, de todo o jeito de ser libertada das garras de dominancia de seu pai e sociedade.
O nosso domador de cavalos foi que mostrou para Caroline a liberdade.
Gostei da batalha verbal dos dois, não achei que fosse se tornar o casal,mas no decorrer foi lindo, romantico, sem ser apelar pelo carnal. Fquei surpresa com a mãe dela
Chorei muito da etapa final do livro da nossa personagem ser livre
E avaliação se tivesse 10 estrelas daria a esse livro.

RECOMENDO MUITO!!!!!
Samanta 11/01/2016minha estante
Querida Sonali,

Muito obrigada pelas lindíssimas palavras sobre meu livro! :) Fico muito feliz em saber que gostou tanto da leitura!!!

Espero que também se apaixone por meus outros livros :) Quando tiver a oportunidade de ler, vou amar saber sua opinião!

Beijosssss!
Samanta :*




Simone 06/05/2016

Dilacerante e Sensacional! S2
Eu precisei respirar por minutos ao finalizar essa leitura. Lembro-me que a última vez que fiz isso foi no final de 2015, ao ler "O Caçador de Pipas". Algumas pessoas já haviam me alertado para eu me preparar, pois se tratava de uma linda e intensa leitura, o que eu afirmo com veemência. Eu só não imaginava que ela superaria o que já serpenteava dentro de mim, o quão linda e intensa seria — diga-se de passagem — uma das mais belas que já apreciei até hoje, passando a fazer parte da minha lista das prediletas. S2 Um enredo rico em sentimentos, onde a autora soube conduzir de forma magistral, entretendo-me e entorpecendo-me de forma única, envolvendo-me ao máximo no contexto, onde até mesmo os personagens antagonistas ganharam o meu coração.

A trama é envolvente, envolta em coração, e me transportou para a época que é narrada, conduzindo-me a um enredo bem amarrado e rico em detalhes, revelando fatos do passado, ocultando a tantos outros que levariam a uma tragédia maior, e os capítulos finais são de perder o fôlego, emocionantes ao extremo, especialmente o último capítulo, em que me deixou aos prantos, uma riqueza sem igual, principalmente para os apaixonados por uma linda e magnífica história enveredada por um bom drama. Se eu gostei? NÃO! EU AMEI!!! S2 E leria até mesmo a lista de compras da Samanta. \o

P.S: Leia a resenha completa no link abaixo.

site: http://simonepesci.blogspot.com.br/2016/03/falando-em-o-passaro-de-samanta-holtz.html
Samanta 04/07/2016minha estante
"Leria até mesmo a lista de compras da Samanta" - rs rs!!! Ameiiii!!!

Querida Simone, muito obrigada pela resenha tão lindamente escrita sobre O Pássaro! Uau!!! Mais parece uma poesia :)

Fico muito feliz, de coração, em saber que meu livro a envolveu e emocionou tanto!

Beijo enorme no coração!!!
Sam




Alessandra.Andrade 14/07/2016

Simplesmente Encantador
Livro "maravilindo", escritora "fantastimágica". Não saberia escrever uma resenha, então inventei novas palavras para descrever a maravilhosidade desta narrativa. Simplesmente encantaxonada!
Samanta 31/08/2016minha estante
Querida Alessandra, que resenha mais criativa e liiiinda :D Adorei a criação de novas palavras para expressar o que achou da narrativa hahahaha! Fico muito, muito feliz em ler sua opinião tão positiva! :)

Beijo enormeeeee
Sam!




Mari 25/01/2018

Resenha - O Pássaro
Pra mim, foi melancólico demais, especialmente mais pro final e isso me enjoou um pouco, porém entendi o ponto que a autora quis dar. De qualquer forma, poderia ter sido bem mais curto, e acabei travando por um longo tempo e só depois retomei a leitura.

Premissa: 4
Interessante, mas meio comum. Uma garota em um cenário de época que tenta ser livre e dona do próprio nariz.

Escrita: 5
Samanta escreve muito bem, falo sobre fluidez e escolha de palavras, no entanto, achei o livro um pouco melancólico demais...

Desenvolvimento: 3
Muito bom no início, mas da metade pro final comecei a achar meio chato e acabei demorando muuuuito pra terminar.

Personagens: 3
No geral eram sem graça e não me importei muito com eles. Além disso, a protagonista era chatinha. Já o antagonista, eu o odiei e isso foi bom. O personagem que mais gostei (e mal apareceu) foi o Filip que era um amor, mas foi bem sacaneado...

Romance: 3
Foi bom, tirando algumas coisas que me incomodaram (não coloco detalhes pq é spoiler). Também me irritou que demorou muito pra eles entenderem o que sentiam pelo outro e teve o baita cliché de ter alguém orientando-os pra entender seus sentimentos... E também não gostei que Carolina fez do Filip sua segunda opção, ela podia ter sido feliz com ele e de certa forma conseguir sua liberdade desde o início...

Envolvimento: 2
Não me conectei com os personagens, então não me envolvi muito.

Final: 4
Nos últimos capítulos, eu já estava imaginando o final, que foi amargo e triste, mas ao mesmo tempo, achei condizente. Se tivesse me ligado mais com os personagens, teria até chorado, mas como não foi o caso, o final apenas me abalou um pouquinho por tipo 3 segundos.

Total: 3
Foi uma leitura relativamente boa, a narrativa dela é ótima, Samanta sabe escrever bem, mas queira que a estória tivesse sido melhor e os personagens, mais cativantes...
comentários(0)comente



Bia Galvão 17/07/2017

Chocada...
Uma trama revigorante e envolvente que vai te fazer emocionar da planta dos pés até a raiz dos cabelos. Um cenário bem construído por volta do século XVIII, e que vai além de castelos e nobreza, mas até a baixa plebe como os ciganos.
Caroline é a mocinha da trama, uma jovem que batalha por seus ideais e não se deixar vencer pelos padrões impostos da época. Com espírito de liberdade, ela almeja ser dona do próprio destino, sem ninguém que lhe diga aonde e como ir.
Ao conhecer Bernardo, um vassalo de suas terras não qual não se bica de início, e descobrir que possuem em comum o desejo de liberdade eles planejam uma fuga e é aí que tudo começa. O desabrochar de um sentimento forte e arrebatador, capaz de enlacar duas almas sem que nada nesse mundo fosse capaz de separa-las. Apesar das muitas diferenças, Caroline e Bernardo se unem de tal modo que é possível o leitor sentir a química entre eles.
Personagem marcantes, dos protagonistas aos secundários, eu amei todos e confesso que o final me pegou de surpresa (estou chocada até hoje, rsrs) porem com uma lição valiosa: Um pássaro nunca perde seu voo. O que eu aprendi com Caroline é que ela nunca vai se limitar a ser livre, mesmo que isso custe sacrifícios. Uma linda história, que ficará marcada pra sempre no meu coração!

Bjs, Bianca.
comentários(0)comente



129 encontrados | exibindo 91 a 106
1 | 2 | 3 | 4 | 7 | 8 | 9