Amor Imortal

Amor Imortal Ana Carolina K.J




Resenhas - Amor Imortal


87 encontrados | exibindo 76 a 87
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Meu Vicio em Livros 09/11/2015

Romantismo, fantasia, fé, mistério e erotismo se misturam
Se você acredita em anjos caídos, almas gêmeas e no poder transformador do amor que é capaz de vencer uma maldição, com certeza vai gostar deste romance que já chama atenção pela linda capa. A trama me surpreendeu. Solicitei para a editora por ser uma obra nacional e mesmo não sendo o meu estilo habitual de leitura, não me arrependi pela escolha.

Em "Amor Imortal" você vai conhecer o selvagem, elegante e perigosamente sexy Raziel. Ele mora em um castelo, possui uma galeria de arte renomada e esconde um grande segredo. Ao conhecê-lo, Anna, que há muito tempo não se envolve com ninguém, sente uma irresistível atração, ao mesmo tempo, uma estranha sensação de familiaridade se apodera dela todas as vezes que estão juntos.

Anna é formada em artes plásticas. De férias em Aspen com Loreta, sua melhor amiga, começa a vivenciar situações anormais e perigosas. Lá ela também conhece Erick e Marcos. Marcos demonstra interesse por Loreta e Erick, por ela. Só que a intuição de Anna diz que eles não são confiáveis e isto fica mais do que confirmado quando ela tem um encontro romântico com Raziel.

Aterrorizada pelo enigma que o envolve, enfeitiçada e seduzida por sua beleza, Anna prevê que Raziel mudará a sua vida. Seu coração não se engana e ele modifica algo dentro dela. O certo e o errado deixam de existir e ela segue seus instintos que gritam que ela deve ficar ao lado dele.

Entre a preocupação com a segurança da amiga, que, cada vez mais envolvida com Marcos, nem faz ideia do perigo que corre, Anna tem lampejos de memória sobre o seu passado que a tira completamente da realidade. A história se passa entre os anos de 1913 e 2015. Raziel e Anna são almas gêmeas que se separaram brutalmente duas vezes em vidas passadas.
"Nunca imaginei que alguém um dia poderia me amar tanto assim! Nunca imaginei que o amor da minha vida seria meio anjo, meio homem. Eu nem acreditava em anjos..."
Raziel é um anjo imortal, um Nephilim (mistura de um anjo caído com uma mortal), tem poderes sobrenaturais e sofre por não poder viver ao lado do seu grande amor. Sua amada imortal foi tirada precocemente dele pelos seres do mal e agora ela está novamente em sua vida, fazendo com que sua dor seja substituída pela felicidade.

Corajosa, Anna enfrenta demônios para proteger o homem que ama. Decidida a ter o direito de se sentir mulher novamente, cede ao desejo absurdo nesta verdadeira união onde o medo de perder Raziel é mais forte do que o de enfrentar a escuridão.



O livro é narrado por Anna, as cenas são sensuais e li em poucas horas, visto que o enredo flui muito bem. Raziel é apaixonante e os sacrifícios que está disposto a sofrer pela sua Anna só o tornam ainda mais perfeito. Um amor lindo, real e eterno!

Romantismo, fantasia, fé, mistério e erotismo se misturam neste enredo diferente de tudo que eu já li, no entanto, foi inevitável não me lembrar de Crepúsculo em uma determinada cena. A curiosidade sobre o desfecho te prende a cada página, mas, sinto dizer que não há exatamente um desfecho...o livro tem continuação!! A jornada está apenas começando!!

site: http://www.meuvicioemlivros.com/2015/10/resenha-amor-imortal-ana-carolina-kj.html
Carol 13/11/2015minha estante
Adoreia sua resenha! obrigada pelo apoio e sinceridade!
bjs- Ana Carolina KJ




Edson Falton 08/11/2015

O livro me fez viajar..
Uma trama bem feita, escrita fluida e impecável. A descrição dos lugares foi perfeita! Os personagens são fortes e adorei as falas em Latim. O amor de vidas passadas entre Anna e Raziel me comoveu. Eu me lembrei da série do Highlander! O livro tem um lado espiritual muito envolvente. As cenas mais quentes foram bem feitas e existe muita aventura e mistério na história. Consegui imaginar cada cena, como se estivesse vendo um filme. Fiquei com vontade de conhecer Vale do Loire. Louco para ler a continuação!
Carol 13/11/2015minha estante
Obrigada pela resenha Edson. Que bom que despertei em você o desejo de conhecer um lugar tão romântico quanto Vale do Loire.
grata- Ana Carolina KJ




Junior 05/11/2015

Amor Imortal é emocionante!
Desde as primeiras páginas senti a grande sensibilidade da autora em descrever o sentimento dos personagens. Um amor que atravessa o tempo, verdadeiro e profundo. Sua escrita é dinâmica e a trama da história é bem trabalhada e surpreendente. Não consegui largar o livro! A Anna é uma mulher inteligente e madura, luta pelo amor do homem que é sua alma gêmea. Os personagens me encantaram, assim como todo o enredo. Já li todos os livros do gênero e até agora nenhum me encantou tanto quanto Amor Imortal. Um livro que me fez sonhar e me deixou feliz. Quero continuação!
Carol 06/11/2015minha estante
Muito Obrigada pela linda resenha Junior! Me sinto honrada com o seu elogio! Muito bom saber que quer continuação...
Beijos Ana Carolina KJ




Kris Monneska - Conversas de Alcova 05/11/2015

Infelizmente a obra não me ganhou.
Apesar do Título e da sinopse remeterem aos Young Adults famosos, comecei a ler o livro esperando ser surpreendida por alguma inovação de alguma maneira, mas isso não aconteceu. Amor Imortal, aposta na mesma receita de livros adolescentes de fantasia, como Crepúsculo, a saga dos imortais e até mesmo alguns nacionais como Não pare! e Anseio, com o único diferencial de que rola sexo na história.

O Livro começa nos mostrando a protagonista Anna Bonnier e sua amiga Loreta em meio à férias e Aspen. Lá elas conhecem dois jovens misteriosos: Erick e Marcos. Loreta se encanta de cara por eles, especialmente por Marcos, enquanto Anna sente algo estranho, sempre que se aproxima deles. Nesse ínterim começa a acontecer coisas estranhas com ela, pequenos acidentes, mal estares passageiros e ela começa a ouvir uma voz na sua cabeça que a manda ter cuidado.
Na sequência ela conhece Raziel, outro cara misterioso e sedutor, mas por esse ela se sente atraída, assim como sente que já o conhece de algum lugar. Como era de se esperar eles acabam se aproximando e Anna acaba descobrindo que ele é um "Nefilim" e assim começa a entender porque todas aquelas coisas estranhas estavam acontecendo com ela, e descobre o porquê da familiaridade que ela sente quando está perto Raziel. Daí em diante começa a aventura da trama, juntamente com as tórridas cenas de sexo. E vocês já podem ter ideia do final.

A escrita da Ana Carolina é boa, a história é conduzida de uma maneira que faz com que a leitura flua bem, porém como eu já mencionei me faltou o estimulo de algo novo na trama.
As cenas eróticas são legais, bem estruturadas, a autora conseguiu dosar o erotismo na medida certa, de modo que as cenas de sexo ficassem sensuais e não pornográficas.

E agora eu chego a um ponto delicado da resenha, onde eu tenho que fazer crítica a algo que muito me incomodou, quase no fim da leitura. Quando durante uma conversa entre os protagonistas Raziel e Anna, ele menciona o fato do antagonista da trama praticar magia negra, coisa que é comum em livros desse gênero, e a Anna fazer a seguinte questão: “Ele faz Macumba?” Claramente se referindo à pratica de religiões de matizes africanas, fala essa que foi no mínimo desnecessária, para não dizer preconceituosa.
E na sequencia o personagem do Raziel ainda questiona se é assim que se chama a prática do satanismo hoje em dia.
Primeiro: Macumba é um instrumento musical – Fora o preconceito, ainda é um claro erro de revisão.
Segundo: Umbanda e Candomblé, religiões de matizes africanas comumente chamadas de “Macumba” pelos leigos, não são satanismo.

Então, essa parte da narrativa pode até ter mostrado uma falta de informação, mas antes de se escrever algo do tipo sobre determinados assuntos deve se estudar melhor sobre eles para não se propagar esse tipo de preconceito.
Que fique claro que essa crítica não foi feita no sentido de ofender a autora ou menosprezar a obra e sim porque prezo pela sinceridade nas minhas resenhas e não poderia deixar de falar sobre algo que tanto me incomodou. Fica a dica, para caso queiram corrigirem isso numa próxima revisão.

Então gente, como vocês viram a leitura não caiu muito bem pra mim, mas recomendo que leiam e tirem suas próprias conclusões, cada ser humano é único e o que não funciona pra mim, pode funcionar pra você e vice-versa. Não deixem de interagir comigo nos comentários.
Beijos!

site: http://www.conversasdealcova.com/2015/10/resenha-amor-imortal-ana-carolina-k-j.html
comentários(0)comente



Déborah - @lisossomos.lisos 05/11/2015

Amor Imortal - Ana Carolina KJ
Hoje trago para vocês a resenha de um lançamento da Novo Conceito através do selo Novas Páginas.

O livro conta a história de Anna e Raziel que possuem um amor que perdura pelos séculos, a cada reencarnação eles se encontram e só de olhar um para o outro já não conseguem mais ficar longe (lembrei da novela Além do Tempo ♥), pois é como se faltasse uma parte um do outro.

Não nego que me interessei pelo livro só pela capa, sou do tipo que nem lê sinopse. Só compro ou desejo pelo nome e pela capa, sei lá porque, mas sou assim.

Quando fui lendo e entendendo a história eu imaginei que não iria gostar porque ela mexe com uma parte do sobrenatural que tenho trauma por causa de leituras passadas, mas para a minha felicidade a Ana Carolina escreveu a história de um modo tão envolvente que eu superei meu trauma.

Anna, ainda bem, não é a típica personagem principal que é frágil e cheia de mimimi. Ela luta pelo amor que sente e pelo que acredita. Já Raziel é um homem envolvente e com um certo ar de mistério, é impossível você não se apaixonar por ele.

A história tem de tudo um pouco desde romance com algumas cenas calientes até lutas em que você fica um pouco apreensiva.

No final da história há uma conclusão para tudo que aconteceu, porém há margem para a continuação (que eu acredito que vai ter) e você fica querendo saber que lutas aguardam esse casal.

Adorei as páginas amareladas e não encontrei erros de revisão.

É uma história encantadora sem dúvidas, está mais do que recomendado.

site: http://lumartinho.blogspot.com.br/
Carol 05/11/2015minha estante
Olá Déborah! Muito obrigada pela resenha maravilhosa. Adorei cada palavra do que escreveu.
Você captou bem a personalidade dos personagens. Adorei o seu blog! obrigada mais uma vez -Ana Carolina KJ




Vanessa Sueroz 04/11/2015

Neste livro iremos conhecer Anna, uma jovem artista que esta fechada para o amor, ela desistiu de tudo depois que terminou com seu ex-namorado. Hoje ela esta tentando se divertir um pouco e recuperar sua felicidade quando embarca para uma viajem para uma estação de esqui com sua melhor amiga Loreta.

Mas logo as coisas começam a ficar estranhas, coisas malucas que só o sobrenatural pode ajudar a entender começam a acontecer. Pensamentos inseridos em sua mente, acidentes estranhos e até mesmo esquiar em pistas perigosas acabam por tornar o dia a dia de Anna bem agitados.

No hotel que esta hospedada Anna conhece Raziel, um homem misterioso e enigmático, logo que o vê ela sente uma atração incontrolável, que nunca sentiu com ninguém em sua vida, piorou com os rapazes que Loreta esta querendo que ela saia.

Resenha completa:

site: http://blog.vanessasueroz.com.br/amor-imortal/
Carol 04/11/2015minha estante
Olá Vanessa! Muito obrigada pela linda resenha! adorei! bjs - Ana Carolina KJ


Carol 12/11/2015minha estante
Oi Vanessa! Muito obrigada pelo carinho e apoio! bjs - Ana Carolina KJ




Paloma Viricio 03/11/2015

Eternamente Nós
Por Paloma Viricio
“A gentileza o tornava ainda mais bonito. Ele parecia diferente dos caras pretensiosos do mundo moderno. Senti o ar gelado entrar nos pulmões enquanto meus olhos se encheram de água. Olhei para o céu e admirei a quantidade de estrelas que o cobriam; pareciam diamantes salpicados, reluzentes e enigmáticos como o homem ao meu lado”, p.56. Dois corações repletos de amor. Apenas um acumulado de vivas lembranças. Mas os olhos misteriosos, perfeitos e tentadores de Raziel diziam à Anna muito mais do que ela poderia entender... no momento. Um dia tudo seria como antes. Um belo jardim de tulipas.

Anna é uma jovem bonita, inteligente e talentosa. Através da arte expressa seus sentimentos mais contidos. Após a morte da figura paterna, a moça perde a esperança na vida. A fé é como um poço vazio. Tudo muda quando, em uma viajem estrangeira com a melhor amiga, Loreta, ela conhece o enigmático Raziel. Anna passa a sentir questões inexplicáveis. Como aquele desconhecido pode afetar tanto a mente dela? De cinza, o mundo começa a mostrar suas cores novamente. O universo explode em um turbilhão de estrelas. “Seu gosto doce alimentou minha alma, era como o sabor do pecado, e eu queria mais. Ele empurrou a língua para dentro com mais força. Eu o observei por um segundo e notei que seus olhos estavam marejados. Suas mãos quentes tremeram quando ele tocou meu rosto. Tudo ao meu redor se esvaiu, meus pensamentos tornaram-se pó. A pele dele se esfregando na minha, suas mãos me tocando... eu estava em ebulição”, p.64.

Terminei Amor Imortal em dois dias. Só não em horas porque outros compromissos me impediram de o fazer. O livro é realmente muito bom e supriu todas as necessidades que eu buscava em uma obra do gênero. Todo momento a autora intriga o leitor em uma dança viciante. Amor Imortal é uma obra totalmente emocionante, repleta de ação com cenas de tirar o fôlego. Mas não é somente isso. Nele encontramos uma trama forte, mas também delicada, regada pelo doce amor entre Anna e Raziel. Foi tudo tão perfeito... não consegui encontrar nenhum ponto negativo.

Não sei por qual motivo, mas ler o livro me fazia ficar feliz (Risos). Sabe quando a brochura te empolga de tal maneira que consegue ser inspiradora? Foi essa uma das principais sensações que encontrei em Amor Imortal. Sem contar que para um romance de estreia, a obra torna-se surpreendente. Ana Carolina teve o poder de me prender do início ao fim. Me envolvi de certa forma com as personagens que fiquei sentindo saudades (ainda estou). Notei que pode haver uma continuação. Não sei se terá, mas gostaria muito que sim. Além disso, a autora dissecou o assunto abordado no livro de forma exemplar. Não restou nenhuma lacuna. Em meio á diálogos e sacadas bastante inteligentes, Ana Carolina, mostra que seu romance de estréia veio para carregar uma legião de fãs.

Quem ao olhar a capa, pensa que vai encontrar apenas um romance melancólico e bobinho está tremendamente enganado. O livro apresenta muitas partes macabras e tenebrosas. E Anna não é como aquelas personagens principais que ficam lesadas esperando o cara sempre fazer tudo. O amor causou uma ferocidade especial nela. Mas também não é como uma víbora do mal. É uma personagem bastante humana porque possui o bem e o mal em si, os fornecendo a quem merece. Raziel é uma perfeição só. Um homem capaz de conquistar qualquer mulher, mas que só deseja uma. Um ser que errou, amadureceu, soube reconhecer e melhorar. E a forma que ele trata a Anna... para tudo! Vou perguntar Ana Carolina KJ onde encontrar uma raridade dessas. (Risos)
Veja resenha completa no blog Monólogo de Julieta:

site: http://palomaviricio.blogspot.com.br/2015/10/resenha-amor-imortal-ana-carolina-kj.html
Carol 03/11/2015minha estante
Obrigada querida Paloma.
Percebi que Você tem uma sensibilidade muito grande, a sua resenha até me emocionou.
obrigada pelo carinho e sinceridade!
beijos - Ana Carolina KJ




Greice Negrini 27/10/2015

Muito mais que amor: romance, amizade e fantasias!
Anna Bonnier estava superando a perda de seu querido pai. Não conseguir lembrar de sua mãe, pois a perdeu muito cedo, já era uma grande dor e agora precisava seguir em frente sozinha, somente com a ajuda de amigas. Com a idade já passando um pouco dos vinte e um, agora tinha responsabilidades grandes, mas há muito amava a pintura e tinha obras lindas que logo ganhariam os olhos do público da cidade do Rio de Janeiro, onde mora.

Sua melhor amiga é totalmente diferente de sua personalidade. Loreta é uma mulher descontraída, que se joga em aventuras com facilidade e se diverte sem precedentes. Também é uma artista e tem um amor enorme pela amiga Anna. O que Loreta mais deseja é ver a melhor amiga se libertar de tanta reclusão e viver mais a vida sem ficar pensando tanto nas consequências.

Raziel é um anjo imortal. É um Nephilim, a mistura de um anjo caído com uma mortal, e a isso deu a ele diversos poderes sobrenaturais. Além de ser alguém poderoso, Raziel tem em sua alma uma dor profunda e longa, que é a de querer viver ao lado de seu único amor, mas o mal e as trevas parecem nunca deixar que isto aconteça por alguma razão. Toda vez que sua amada está em seus braços, algo acontece para que ele a perca, de acordo com as vidas passadas.

Agora Anna está novamente na vida de Raziel. Em uma viagem de férias para Aspen ela conhece pela primeira vez aquele anjo maravilhoso, mas tem certeza de que já o vira antes e que os sentimentos fortes e as sensações tem algum significado. Afinal, já gostou de outra pessoa, mas nunca tinha sido daquela forma e as lembranças...o que seriam aquelas lembranças?

Mas novamente o mal tem um caminho e uma meta a alcançar. Raziel pode querer viver o amor intenso, mas seus algozes querem outra coisa dele. Algo que pode doer demais e mais uma vez fazer sua dor ser intensa por séculos e séculos. Não vão faltar outros Nephilins para entrar em seu caminho ou aterrorizar a vida de Anna e sua melhor amiga. Basta saber agora se o que o destino traçou conseguirá se manter realmente como imortal.

O que falo sobre o livro?

Quem conhece as minhas resenhas ou tem um pequeno conhecimento dos gêneros dos livros que leio, sabe que não leio muito fantasia sobre a questão de anjos, seres sobrenaturais ou coisas afins. Não tem nada a ver o fato de eu não gostar e sim a falta de oportunidade em livros que chegam até mim ou quando estou procurando por eles.

Quando a Novo Conceito liberou as opções de livros para o mês fui inundada com a beleza da capa de Amor Imortal, que vem com uma estrutura visual forte e marcante, com um estilo que demonstra um romance sensual e uma conotação de amor proibido. Com a leitura da sinopse fiquei pensando como seria desenvolvida a questão de um amor imortal, já que muitas vezes vejo pessoas falando sobre estas questões e se sentindo um pouco monótonas. Não achei que seria meu caso e selecionei o livro. Sorte a minha!

Em primeiro momento temos na narrativa uma introdução sobre o passado dos personagens, que vai dar um jus a tudo o que é relatado depois e com isto vai facilitar a leitura de forma a compreender muitas das ações que são tomadas tanto pela protagonista quanto pelo anjo imortal. Considero sempre muito importante a narrativa de lembranças do passado para que o leitor possa situar-se no espaço-tempo e com isso focar facilmente a sua atenção.

Muitas pessoas podem se perguntar como Anna e Loreta podem ser tão diferentes e isso eu gostei mais ainda, já que a idade das personagens não é de adolescentes e que a demonstração das loucuras de Loreta dão um passo a mais para que Anna consiga se render mais a algumas aventuras. Quem é que não tem aquela amizade que gosta de agir de modo impulsivo? E em Amor Imortal a amizade é um triunfo a mais já que ambas vivem para protegerem uma à outra.

Se você vai se perguntar se a história é monótona, posso dizer que não. Também tinha este receio. tenho medo de coisas com anjos e mitologia. Mas Ana Carolina consegue ter uma escrita saudável, ágil e criativa.

Você vai encontrar amor, romance, medo, tensão, desafios, conflitos e brigas. Mas mais do que isto vai encontrar algo com início, meio e fim e com possibilidade de continuação. Há cenas de erotismo nada pesadas caso você se pergunte se vai encontrar momentos e falas muito sexuais. Está tudo bem discreto e no contexto do erótico sem sem vulgar.

É um livro de fantasia, mas que remete a muitas coisas mais. Para um livro de autora estreante está cheio de brilho, de uma bela escrita e com seres gostosos. Que continue assim!

site: www.amigasemulheres.com
Carol 27/10/2015minha estante
Obrigada pela resenha maravilhosa Greice!
Você conseguiu captar a essência da história.
Inteligente e bem escrita.
Beijo no coração




Vânia 26/10/2015

Anna Bonnier, a nossa protagonista, é uma mulher forte, artista plástica, classe alta, que perdeu o pai recentemente, e hoje, tem medo de abrir seu coração para qualquer relacionamento.

Com o propósito de distraí-la, sua amiga Loreta a leva para esquiar em Aspen, um lugar onde ela sempre ia com seu pai quando pequena. alem disso, ela planeja um encontro arranjado para que Anna conheça um cara legal e se apaixone. Porém não é o que acontece. Ela não simpatiza com seu par. Sente que tem algo errado no ar, um olhar diferente, do qual não a atrai.

Além disso, coisas estranhas começam a acontecer. Ela ouve uma voz falando algo em latim, ela tem visões, como uma árvore caindo na sua frente, enquanto ela esquia, vultos pretos que desaparecem em segundos, e flashbacks curiosíssimos.

E tudo se intensifica quando ela conhece Raziel. Um homem misterioso, que mexe com Anna de uma forma que ninguém nunca mexeu, e que mais tarde irá descobrir que eles possuem mais coisas em comum do que ela sequer imagina.

site: http://livrodecapadura.blogspot.com.br/2015/10/resenha-amor-imortal-de-ana-carolina-k-j.html
Carol 27/10/2015minha estante
adorei a resenha Vânia! bjs - Ana Carolina KJ




Amanda Melanie 23/10/2015

UAU! Foi de tirar o fôlego!
Essa história é MUITO envolvente. A princípio, estava muito parecida com outras histórias sobre anjos, sem nada novo. Mas um dos pontos principais de um livro que envolve o leitor é fazê-lo continuar virando as páginas. E foi isso que aconteceu.

Apesar de não estar surpresa com o enredo, continuei lendo. E com muita alegria digo: foi ótimo ter feito isso. Conforme a história ia avançando, fui me envolvendo cada vez mais e, também, me surpreendendo.

Em dado momento, houve circunstâncias que me deixaram sem fôlego, literalmente! Só notava que estava segurando a respiração quando soltava o ar, após acabar determinada cena. A autora escreve de uma forma SENSACIONAL, nos fazendo realmente enxergar o que está acontecendo, como se estivéssemos assistindo ao vivo.
Me senti no lugar da protagonista, sentindo o mesmo que ela e descobrindo junto com ela. E, obviamente, me apaixonando cada vez mais pelo Raziel, conforme ia lendo. Ele é um verdadeiro gentleman, o homem dos meus sonhos.

Só posso pedir: LEIAM! Vale muito a pena dedicar tempo e atenção a essa história gostosa de ser lida e apreciada. O único problema é querer mais e mais e mais depois da última frase, porque aquele epílogo...


site: http://www.literaturaemserie.com/2015/10/eu-li-amor-imortal.html
Carol 27/10/2015minha estante
Amanda que delicia ler isso!
Obrigada por suas doces palavras e por sua sinceridade
beijos




Cynthia.Passos 22/10/2015

Simplesmente envolvente
Um livro envolvente capaz de prender o leitor desde o princípio.
Aquele tipo de livro que dá vontade de devorar, ler de uma só vez.
Amor, mistério e sedução caminham juntos.
Ainda não terminei mas estou adorando! Super recomendo!
Carol 22/10/2015minha estante
Obrigada Cynthia! Este é o meu primeiro livro e fico tão feliz com o carinho dos leitores. Autores nacionais precisam desse incentivo. Muito obrigada! De coração! beijosss




Marineida 19/10/2015

Amor Imortal um filme
NAS PRIMEIRAS PAGINAS JÁ FUI TOTALMENTE ENVOLVIDA PELO LIVRO. UMA FICÇAO MUITO BEM ESTRUTADA , MANTEM UM RITIMO INSTIGANTE DO COMEÇO AO FIM .AMOR IMORTAL PODE PERFEITAMENTE SER ADAPTADO PARA CINEMA OU SERIE DE TV COM MUITO SUCESSO
Carol 20/10/2015minha estante
Obrigada Marineida! Que maravilha saber que você gostou tanto assim do livro. Eu escrevo imaginando um filme, como se estivesse junto com os personagens. Seria maravilhoso se isso realmente acontecesse. Obrigada, bjsss


Junior 22/10/2015minha estante
Acabei de ler o livro e confesso que não esperava tanto! A autora demonstra muita realidade em suas palavras. Romance bem estruturado




87 encontrados | exibindo 76 a 87
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6